Apresentação

O Programa de Doutorado em Biotecnologia – Rede Nordeste de Biotecnologia (RENORBIO) foi credenciado pela CAPES em 2006, com conceito 5. É uma rede formada por instituições de ensino e pesquisa de todos os estados da Região Nordeste e do estado do Espírito Santo, agregando cerca de 200 pesquisadores, atuantes nas diferentes áreas da Biotecnologia. Em 2004, foi criada a Rede Nordeste de Biotecnologia - RENORBIO, através da Portaria MCT nº 598, de 26/11/2004, publicada no Diário Oficial da União em 30/11/2004, Seção I, pág. 16, definindo sua estrutura e mecanismo de operacionalização no âmbito do MCT (atual MCTIC). 

Com foco no Nordeste, a ideia é estabelecer e estimular a massa crítica de profissionais na região, com competência em Biotecnologia e áreas afins, para executar projetos de P&D&I de importância para o desenvolvimento regional, utilizando o estado-da-arte em termos de ferramentas e competência científica para o desenvolvimento destas ações. A visão que se descortina a partir do programa, é que o Nordeste gradativamente consolidará núcleos de excelência em Biotecnologia, fazendo convergir sua competência no sentido da utilização plena de seus recursos. Também, a indústria de Biotecnologia no Nordeste pode ser beneficiada por uma ação de coesão, resultando em um processo de estruturação segundo padrões de competitividade global.

 

PPG-Biotecnologia da RENORBIO - Ponto Focal Alagoas 

O Ponto Focal Alagoas é constituído pela Universidade Federal  de Alagoas - UFAL (IES Nucleadora) e pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas - Uncisal. Nessa página, você vai encontrar informações e notícias relacionadas principalmente ao Ponto Focal Alagoas.


Página Alternativa


Coordenação do Programa

SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2019 - UFAL - sig-appsrv-02.ufal.br.srv2inst1