Banca de QUALIFICAÇÃO: JORGE DE LIMA NETO



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JORGE DE LIMA NETO
DATA: 23/09/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões do IQB/UFAL
TÍTULO:

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE MONÔMEROS DE 2,5-DI(TIENIL)PIRROL LIGADOS A DERIVADOS DE DANSILA E FLUORENO E A OBTENÇÃO DE NOVOS POLÍMEROS CONJUGADOS


RESUMO:

A síntese de polímeros conjugados vem despertando grande interesse cientifico e comercial devido as suas propriedades elétricas e optoeletrônicas, tornando-os aplicáveis no desenvolvimento de dispositivos optoeletrônicos. Tais propriedades podem ser alcançadas através da modificação estrutural do monômero precursor e a inserção de moléculas fluorescentes nestes podem levar a formação de polímeros conjugados com propriedades eletrocrômicas e/ou fluorescentes. Dentre os diversos monômeros descritos na literatura, os derivados de 2,5-(ditienil)pirrol (SNS) vêm ganhando grande destaque devido as boas propriedades optoeletrônicas que seus polímeros podem apresentar. No presente trabalho, a síntese de dois novos monômeros de SNS ligados a derivados de dansila (SNS-D) e fluoreno (SNS-F) foi alcançada em bons rendimentos de 95% e 79% respectivamente, tendo suas estruturas caracterizadas através de experimentos de ressonância magnética nuclear de 1H, 13C e espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR). Experimentos de polimerização eletroquímica foram conduzidos através do método de voltametria cíclica em um sistema CH3CN/(C4H9)4NBF4 0.1 mol L-1 . O monômero SNS-D foi submetido a copolimerização na presença de 3,4-etilenodioxitiofeno (EDOT) levando a formação do Poli(SNS-D-co-EDOT) numa faixa de potencial 0,0 V ≤ E ≤ 0,85 V. O filme polimérico apresentou comportamento eletrocrômico, variando sua coloração entre verde no estado neutro e azul escuro no estado oxidado. A caracterização deste através de espectroeletroquímica mostrou elevada absorção na região do Infravermelho próximo (1040 nm), com contraste cromático (Δ%T) de 27% no primeiro ciclo e 17% no 600º ciclo e tempo de resposta de 3 a 4 segundos entre os estados redox. Enquanto que a polimerização eletroquímica do monômero SNS-F levou a formação do polímero Poli(SNS-F) numa faixa de potencial 0,0 V ≤ E ≤ 0,65 V, também apresentando comportamento eletrocrômico, variando sua coloração entre tons de verde e azul nos seus estados neutro e oxidado, respectivamente. Experimentos de espectroeletroquímica revelaram alta absorção em 1030 nm com Δ%T de 41% no primeiro ciclo e 11% no 500º ciclo, além de um tempo de resposta de 10 e 30 segundos entre os estados redox. Tais propriedades observadas sugerem que os polímeros obtidos neste trabalho podem ser promissores para atuar como camada ativa em dispositivos optoeletrônicos como janelas inteligentes.


PALAVRAS-CHAVE:

eletrocromismo, espectroeletroquímica, coordenada de cores.


PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química

MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 1543737 - ADRIANA SANTOS RIBEIRO
Externo(a) ao Programa - 1222210 - ANDRESA KATHERINNE ALBUQUERQUE DE ALMEIDA
Presidente - 2089941 - DIMAS JOSE DA PAZ LIMA
Interno(a) - 1820117 - ISIS MARTINS FIGUEIREDO
Notícia cadastrada em: 06/09/2019 13:49
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 17/08/2022 09:36