Banca de DEFESA: JORGE DE LIMA NETO



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JORGE DE LIMA NETO
DATA: 18/02/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Aulas da Pós-Graduação do IQB/UFAL
TÍTULO:

SÍNTESE, CARACTERIZAÇÃO E ELETRODEPOSIÇÃO DE MONÔMEROS BASEADOS EM 2,5-(DITIENIL)PIRROL (SNS) LIGADOS A DERIVADOS DE DANSILA E FLUORENO


RESUMO:

A síntese de polímeros conjugados vem despertando grande interesse científico e comercial devido às suas propriedades elétricas e optoeletrônicas, tornando-os aplicáveis no desenvolvimento de dispositivos optoeletrônicos. Tais propriedades podem ser alcançadas por meio da modificação estrutural do monômero precursor e a inserção de moléculas fluorescentes nestes podem levar à formação de polímeros conjugados com propriedades eletrocrômicas e/ou fluorescentes. Dentre os diversos monômeros descritos na literatura, os derivados de 2,5- (ditienil)pirrol (SNS) vêm ganhando grande destaque devido as boas propriedades optoeletrônicas que seus polímeros podem apresentar. No presente trabalho, a síntese de dois novos monômeros de SNS ligados a derivados de dansila (SNS-D) e fluoreno (SNS-F) foi alcançada em bons rendimentos de 95% e 79% respectivamente, tendo suas estruturas caracterizadas através de experimentos de ressonância magnética nuclear de 1H, 13C, espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), espectrometria de massa de alta resolução, ponto de fusão, UV-Vis/NIR e fluorescência. Experimentos de polimerização eletroquímica foram conduzidos através do método de voltametria cíclica em um sistema CH3CN/(C4H9)4NBF4 0.1 mol L-1 . O monômero SNS-D foi submetido a copolimerização na presença de 3,4-etilenodioxitiofeno (EDOT) levando à formação do Poli(SNS-D-co-EDOT) numa faixa de potencial 0,0 V ≤ E ≤ 0,85 V. O filme polimérico apresentou comportamento eletrocrômico, variando sua coloração entre verde no estado neutro e azul escuro no estado oxidado. A caracterização deste através de espectroeletroquímica mostrou elevada absorção na região do Infravermelho próximo (1040 nm), com contraste cromático (Δ%T) de 27% no primeiro ciclo e 17% no 600º ciclo e tempo de resposta de 3 a 4 segundos entre os estados redox. Enquanto que a polimerização eletroquímica do monômero SNS-F levou à formação do polímero Poli(SNS-F) numa faixa de potencial 0,0 V ≤ E ≤ 0,65 V, também apresentando comportamento eletrocrômico, variando sua coloração entre tons de verde e azul nos seus estados neutro e oxidado, respectivamente. Experimentos de espectroeletroquímica revelaram alta absorção em 1030 nm com Δ%T de 41% no primeiro ciclo e 11% no 500º ciclo, além de um tempo de resposta de 10 e 30 segundos entre os estados redox. Tais propriedades observadas sugerem que os polímeros obtidos neste trabalho podem ser promissores para atuar como camada ativa em dispositivos optoeletrônicos como janelas inteligentes.


PALAVRAS-CHAVE:

eletrocromismo, espectroeletroquímica, coordenada de cores.


PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2089941 - DIMAS JOSE DA PAZ LIMA
Interno(a) - 1543737 - ADRIANA SANTOS RIBEIRO
Interno(a) - 1820117 - ISIS MARTINS FIGUEIREDO
Externo(a) à Instituição - MARCELO NAVARRO - UFPE
Notícia cadastrada em: 31/01/2020 17:23
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 17/08/2022 10:40