Banca de QUALIFICAÇÃO: LARISSA EMENUELLE RODRIGUES DOS SANTOS



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: LARISSA EMENUELLE RODRIGUES DOS SANTOS
DATA: 18/03/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões do IQB/UFAL
TÍTULO:

Síntese e caracterização de uma sonda fluorescente raciométrica baseada em carbon dots/quantum dots para aplicação no monitoramento de protamina


RESUMO:

Carbon dots (CDs) e quantum dots (QDs) são nanopartículas (NPs) luminescentes amplamente aplicadas na área de sensores biológicos, devido ao alto rendimento quântico, elevada estabilidade, emissão numa ampla região da visível e baixa toxicidade. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho foi sintetizar e caracterizar um sistema luminescente raciométrico baseado em CDs de quitosana e QDs de CdTe para quantificação de protamina. As NPs exibiram uma morfologia esférica e tamanho médio de 8,14 nm e 9,17 nm para CDs e QDs, respectivamente. Os espectros de absorção no UV-vis exibiram as bandas de absorção características dos nanomateriais, com absorção em 550 nm para os Q-Dots. Os C-Dots apresentaram as transições típicas em torno de 300 nm atribuída a transição n - π *, que possivelmente está relacionado as transições dos grupos funcionais presente na superfície. Os espectros de FTIR das NPs exibiram perfis característicos dos grupos funcionais derivados dos precursores utilizados nas sínteses, comprovando sua presença na estrutura e/ou superfície das NPs. As propriedades fotofísicas das NPs, indicaram um emissão dependente do comprimento de onda de excitação exc) para o CDs, o qual exibia emissão máxima no azul em 427 nm quando excitado em 350 nm. Já o QDs de CdTe apresentou uma emissão no vermelho em 624 nm para o mesmo λexc. O nanomaterial hibrido (QDs/CDs) obtido pela mistura das NPs de CDs e QDs exibiu uma emissão dupla com componentes centradas em 427 nm e 624 nm. O sistema QDs/CDs foi aplicado na detecção (ON/OFF) da proteína catiônica protamina nos pHs 5, 7 e 9. Os resultados indicaram uma maior sensibilidade no pH 7 (tampão briston robson 10-3 mM), exibindo uma faixa linear de 0,01– 0,8 mg/L. Ademais, a otimização do método encontra-se em andamento.


PALAVRAS-CHAVE:

Nanohíbrido, quantum dot, carbon dots, protamina, luminescência


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Inorgânica

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1869296 - CINTYA D'ANGELES DO ESPIRITO SANTO BARBOSA
Interno(a) - 1997465 - DANIELA SANTOS ANUNCIACAO
Interno(a) - 1613338 - JOSUE CARINHANHA CALDAS SANTOS
Externo(a) ao Programa - 1247925 - ANIELLE CHRISTINE ALMEIDA SILVA
Notícia cadastrada em: 13/02/2020 15:52
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 15/08/2022 18:31