Banca de QUALIFICAÇÃO: RICARDO RAFAELL DA SILVA



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: RICARDO RAFAELL DA SILVA
DATA: 29/10/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

Produção e caracterização de biochar por pirólise de biomassa de casca de mandioca para aplicação
agrícola


RESUMO:

O crescimento da agricultura e agroindústria brasileira é um dos principais fatores para o crescimento econômico e social do país, sendo que esse desenvolvimento acarreta no aumento significativo dos resíduos gerados durante todo o processo, os quais quando não descartados de maneira adequadas, pode provocar a contaminação do solo e da água com resíduos oriundos de todo o processo de produção e industrialização. O Brasil é um dos principais produtores de mandioca do mundo, sendo importante para a economia do país, porém, para a obtenção dos produtos provenientes dessa cultura, grande quantidade de resíduos é gerada, trazendo preocupação com os impactos ambientais. A contaminação do solo, rios e lagos por Metais Potencialmente Tóxicos (MPT) e o baixo teor de matéria e pouca capacidade de retenção de água dos solos, são componentes que prejudica a produção e produtividade agrícola e provoca a contaminação de diversos compartimentos ambientais, os quais provocam preocupações e desafios constantes para a comunidade científica. A produção de biocarvão (BC) a partir da pirólise lenta da biomassa de Casca de Mandioca (CM) se mostra promissor na transformação de resíduos gerados em materiais que sirvam como condicionadores de solos e remediador ambiental. Assim, este trabalho teve como objetivo produzir e caracterizar BC a partir de diferentes condições de temperatura visando a produção de materiais com propriedades de interação com nutrientes, MPT e que sejam úteis como condicionadores de solo. A CM e os BC foram avaliados por meio dos resultados obtidos pelas técnicas de Análise Termogravimétrica (TGA), Espectroscopia no Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) e Difração de Raios-X (DRX), além de determinação de espécies metálicas totais por Espectrometria de Emissão Atômica por plasma de Micro-ondas (MP-AES 4200), pH de Ponto de Carga Zero (pHpcz) e pH. Para investigar a eficiência da interação do BC com íons metálicos, avaliou-se a influência do pH e do tempo de contato entre os BC e as espécies metálicas. A partir dos resultados obtidos, as curvas TGA e DTG identificaram as principais fases de degradação térmica dos materiais lignocelulósicos (hemicelulose, celulose e lignina), estando relacionadas com a redução do BC com o aumento de temperatura. As análises de FTIR de todas as amostras de BC exibiram as mesmas bandas de absorção, variando apenas a intensidade, comprovando a presença de grupos oxigenados e aromáticos. A análise de DRX confirmou que o BC é predominantemente amorfo, podendo ser encontrados estruturas aromáticas condensadas, mas não estrutura grafítica. A determinação da composição metálica pelo MP-AES identificou as principais espécies metálicas (Al, Ba, Mn, Sr e Zn) presentes nas amostras (in natura e BC) em maiores concentrações e micronutrientes essenciais às plantas (Zn, Cu e Mn). Constatou-se o aumento do pH e do pHpcz com o aumento temperatura de pirólise em relação ao material in natura, característica relacionada com a decomposição de grupos funcionais de caráter ácido, os quais são mais suscetíveis a degradação termal. Além disso, o BC apresentou potencial na interação com íons metálicos, tendo as capacidades de adsorção de Pb(II) de 2,03 mg g-1 a 2,37 mg g-1 (84,79% a 98,92%) e de liberação de Ca(II) de 0,655 mg g-1 a 0,765 mg g-1 considerando todos os adsorventes avaliados. Assim, os BC de CM podem ser considerados promissores para a remoção do MPT Pb(II) em meio aquoso e para atuar na interação/liberação do macronutriente Ca(II) em processo de adsorção/liberação controlada dessas espécies metálicas.


PALAVRAS-CHAVE:

Adsorção e liberação. Condicionador de solo. Espécies metálicas. Reaproveitamento de resíduos. Resíduos orgânicos.


PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - DANIELLE GOVEIA - UNESP
Interno(a) - 1904678 - JANAINA HEBERLE BORTOLUZZI
Externo(a) à Instituição - LUCIANA CAMARGO DE OLIVEIRA - UFSCAR
Presidente - 1697766 - WANDER GUSTAVO BOTERO
Notícia cadastrada em: 09/10/2020 16:13
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 17/08/2022 11:12