Banca de QUALIFICAÇÃO: JUAN MANUEL PÉREZ RAMOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JUAN MANUEL PÉREZ RAMOS
DATA : 29/03/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Webconferência pelo Google Meet
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS MODULARES E AVALIAÇÃO ECOTOXICOLÓGICA DE PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS NO TRATAMENTO DE EFLUENTE GERADO PELA INDÚSTRIA DE COCO


PALAVRAS-CHAVES:

Processos Oxidativos Avançados, reação de Fenton, tratamento eletroquímico, foto-Fenton, fotoelectro-Fenton, UV/H2O2 e associados

 




PÁGINAS: 98
RESUMO:

A indústria alimentícia é hoje uma das atividades que mais crescem em todo o planeta, devido à grande demanda por alimentos, o que acaba gerando uma grande quantidade de resíduos que podem contaminar a água. Uma das indústrias alimentícias que gera uma quantidade significativa de resíduos é a indústria de processamento de coco. Visando minimizar o impacto ambiental é necessário utilizar algumas técnicas de tratamento desses efluentes que sejam eficientes e economicamente viáveis. Dentre essas técnicas atualmente estudadas, os Processos Oxidativos Avançados (POAs) têm recebido considerável atenção, devido à alta eficiência no tratamento de efluentes e o baixo custo operacional. Entre os POAs, a aplicação da reação de Fenton, eletroquímico, eletro-Fenton, foto-Fenton, fotoelectro-Fenton, UV/H2O2 e associados tem se destacado. Essas técnicas apresentam baixa toxidade e alta eficiência para a mineralização da maioria dos compostos orgânicos poluentes. No entanto devido a complexidade de alguns efluentes, a aplicação de uma única técnica não é suficiente para adequar o efluente para descarte, por isso, a associação das tecnologias torna o processo ainda mais promissor. O objetivo deste trabalho foi avaliar a aplicação de diferentes POAs de maneira isolada e associada assim como analisar as diferentes variáveis operacionais possibilitando a degradação da matéria orgânica presente no efluente, e contribuir na adequação dos diferentes parâmetros físico-químicos para o descarte ou reuso do após o tratamento. Os resultados indicam que tanto as tecnologias individuais e as associadas são bastante eficientes no tratamento do efluente da indústria de beneficiamento de coco, com reduções superiores ao 65% para Turbidez, DQO para cada um dos tratamentos propostos. Espera-se, ao fim do estudo, o desenvolvimento de um sistema modular composto por sistemas primários, secundários e reatores de características foto-eletroquímicas, que seja capaz de tratar diferentes tipos de efluentes, a fim de que possa ser futuramente aplicado e transferido na indústria.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1314677 - CARMEM LUCIA DE PAIVA E SILVA ZANTA
Externa ao Programa - 776.707.014-04 - CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO - UFAL
Interna - 1997465 - DANIELA SANTOS ANUNCIACAO
Externo ao Programa - 1121112 - JOAO INACIO SOLETTI
Presidente - 1121401 - JOSEALDO TONHOLO
Notícia cadastrada em: 22/03/2021 11:50
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 17/08/2022 10:09