Banca de QUALIFICAÇÃO: RANDALL FERNANDO YEPEZ AYALA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RANDALL FERNANDO YEPEZ AYALA
DATA : 30/09/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:


Produção de hidrogênio a partir da hidrólise catalítica da solução de borohidreto de sódio usando Co-Ce/HDL como catalisador.


PALAVRAS-CHAVES:

hidrogênio, borohidreto de sódio, catalisador, hidróxido duplos lamelares, dopagem catalítico,
energia.


PÁGINAS: 88
RESUMO:

Atualmente, o hidrogênio (H2), funciona como alternativa energética devido ao seu alto poder energético, sendo uma
substância gasosa, seu armazenamento e transporte se torna difícil. A solução para essas desvantagens são os
hidretos metálicos complexos, neste caso o borohidreto de sódio (NaBH4), é um dos hidretos metálicos mais estudados
e promissores devido à sua elevada capacidade de armazenamento de H2 (10,8 % em peso), estabilidade em solução
alcalina a temperatura ambiente e segurança nos usos operacionais que são seguros para o meio ambiente. Portanto,
o H2 pode ser gerado através da hidrólise catalisada do NaBH4, que tem produtos de reação não contaminantes como
o H2 puro e o metaborato de sódio (NaBO2). O catalisador mais viável para esse processo de desidrogenação é o
hidróxido duplo lamelar (HDL), por ser altamente estável em soluções alcalinas, de fácil produção e baixo custo, além
disso funciona como suporte catalítico. Assim, para melhorar as atividades catalíticas e a eficiência da reação, se
introduzem durante ou após à síntese do HDL vários metais, que tem a função de dopantes, destacando-se o cobalto
(Co) e cério (Ce), por suas boas propriedades catalíticas, gerando um alto fluxo de H2 puro pela reação catalisada, e
esse fluxo serve para alimentar a uma célula a combustível, destacando-se a célula a combustível tipo PEM pois
demanda menor quantidade de H2 puro para seu funcionamento, gerando energia de baixa potência. No presente
trabalho o HDL foi feito pelo método de co-precipitação e este será o suporte para a síntese resultante do catalisador,
adicionando os cátions Co2+ e Ce4+, após a formação do HDL, tendo como resultado o compósito final Co-Ce/HDL. As
condições de operação do reator serão controladas para a reação de hidrólise do NaBH4 em meio básico e em
presencia do compósito Co-Ce/HDL. As quais aconteceram em um tempo de operação para um volume de H2 puro
gerado e este será medido a traves do volume de água deslocado de uma proveta invertida cheia de água, portanto,
se realizara um estudo das caracterizações do HDL e o compósito Co-Ce/HDL, além de um estudo cinético completo
da reação. Assim, o trabalho consiste em desenvolver novos catalisadores para melhorar o desempenho do catalisador
e a catálise da reação. Isto com a finalidade de obter um fluxo de H2 puro de forma controlada já que funciona como
alternativa energética para os dispositivos eletrônicos de última geração porque ao produzir a mínima quantidade de
hidrogênio fornecera à energia suficiente para tempos mais longos de operação, diminuindo os impactos ambientais,
o qual mostra o grande potencial inovador e tecnológico do presente estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1314677 - CARMEM LUCIA DE PAIVA E SILVA ZANTA
Externo ao Programa - 013.808.764-43 - JOSÉ LEANDRO DA SILVA DUARTE - UFAL
Interno - 2343745 - JULIO COSME SANTOS DA SILVA
Externo ao Programa - 2278469 - LEONARDO MENDONCA TENORIO DE MAGALHAES OLIVEIRA
Interno - 1609640 - VINICIUS DEL COLLE
Notícia cadastrada em: 20/09/2021 14:41
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 17/08/2022 10:22