Banca de DEFESA: MÁGDA CORREIA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÁGDA CORREIA DOS SANTOS
DATA : 10/08/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

SIMULAÇÃO DE COLUNAS DE DESTILAÇÃO PARA PURIFICAÇÃO DE BIOETANOL COMBUSTÍVEL:
modelagem de propriedade, balanço de massa e energia, otimização e avaliação técnico-econômica


PALAVRAS-CHAVES:

Bioetanol; Coluna de destilação; Otimização; Simulação; Biocombustível.


PÁGINAS: 108
RESUMO:

Considerando a importância econômica e ambiental do bioetanol, este trabalho avaliou sistemas binário e
multicomponente. Para o primeiro, modelos matemáticos ajustados aos dados de propriedades da mistura etanol- água foram aplicados ao cálculo do balanço de energia envolvido no processo convencional de purificação do bioetanol. O consumo total de vapor foi obtido para concentração etanólica na corrente de alimentação do vinho de 6, 8 e 10 %v. Os dados calculados foram comparados com simulações realizadas no software Aspen Plus, obtendo desvio relativo absoluto médio inferior a 5%. Além disso, os perfis simulados de temperatura e composição concordaram com dados amostrais de uma unidade industrial. Com tanto, modelos matemáticos e cálculos de balanço energético mostraram-se uma opção mais simples e rápida para estimar o consumo total de vapor envolvido na purificação do bioetanol hidratado combustível, considerando o binário etanol-água. Para o sistema multicomponente, o processo convencional mais duas alternativas de produção foram estudados sob o aspecto energético, econômico, qualitativo e ambiental. Também utilizando o software Aspen Plus com a inserção de um número relevante de componentes do processo industrial, a purificação do bioetanol hidratado combustível foi investigada a partir da otimização das especificações do conjunto de destilação. As configurações convencional e alternativos I e II, foram satisfatoriamente desenvolvidas e todas atingiram os padrões de qualidade da legislação brasileira específica. Do ponto de vista econômico e ambiental, os processos alternativos obtiveram os melhores resultados, com destaque para o alternativo I, que obteve 11%, 6% e 7,5% menos consumo de vapor e custos com operação e emissão de CO2, respectivamente, em comparação com o convencional. Desta forma, ficou demonstrado que o processo tradicional é mais que suficiente para purificação do bioetanol hidratado combustível.
Além disso, a baixa exigência de qualidade deste produto contribui para a operação de plantas industriais
simplificadas como os processos alternativos propostos. Contudo, a prática industrial de anular a coluna D resulta em vantagens significativas para a produção de biocombustível, podendo ser incentivada e aperfeiçoada para abrangermais tipos de produtos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALLAN DE ALMEIDA ALBUQUERQUE - UFPE
Externo ao Programa - 1545506 - ANTONIO OSIMAR SOUSA DA SILVA
Interna - 1314677 - CARMEM LUCIA DE PAIVA E SILVA ZANTA
Externo ao Programa - 1121112 - JOAO INACIO SOLETTI
Interno - 1348288 - MARIO ROBERTO MENEGHETTI
Presidente - 1515173 - SIMONI MARGARETI PLENTZ MENEGHETTI
Notícia cadastrada em: 14/06/2022 11:24
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 15/08/2022 19:48