Banca de QUALIFICAÇÃO: MAXUEL MELO ALENCAR DORES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MAXUEL MELO ALENCAR DORES
DATA : 30/09/2021
HORA: 08:00
LOCAL: Web Conferência
TÍTULO:

Políticas públicas de informação no Brasil para pessoas idosas à luz de Beauvoir e Silva Sobrinho


PALAVRAS-CHAVES:

Políticas Públicas de Informação. Pessoa Idosa. Ciência da Informação.


PÁGINAS: 63
RESUMO:

A investigação se caracteriza por um estudo bibliográfico que objetiva refletir sobre as políticas públicas de informação para a “pessoa idosa” no Brasil por meio das análises teóricas e explicativas baseadas em Simone de Beauvoir e Helson Flávio da Silva Sobrinho. Para tanto, a investigação será embasada pelo método quadripolar proposto por Bruyne, Herman e Schotheete em 1974, por meio da construção de quatro polos fundamentais para um estudo teórico voltado para os pensamentos de Beauvoir e Silva Sobrinho: o epistemológico, o teórico, o técnico e o morfológico. O polo epistemológico se pautará à construção do objeto científico, definição da problemática de investigação viabilizando os parâmetros discursivos e a identificação dos paradigmas e critérios de cientificidade que orientarão a pesquisa. O polo teórico se pautará na postulação de leis e normativas, formulação das hipóteses, articulação dos quadros de referências entre Beauvoir e Silva Sobrinho para explicar a pessoa idosa e a necessidade de políticas públicas voltadas a ela, assim como se construirá um quadro teórico-conceitual sobre políticas de informação para idosos, no escopo da Ciência da Informação, também voltado aos pensamentos de Silva Sobrinho e Beauvoir. O polo técnico descreverá o processo de coleta, organização e tratamento dos dados de investigação aferindo-se às reflexões dos autores de base escolhidos para esta investigação. No polo morfológico se formalizará os resultados da investigação e se apresentará elementos essenciais para a construção de políticas públicas de informação para a pessoa idosa, sob os elementos de cogitação trazidos por Beauvoir e Silva Sobrinho e que poderão ser refletidos tanto pela Ciência da Informação quanto pela sociedade em geral, a fim de que a luta por elas sejam acesas para que possam entrar nas agendas governamentais. Por sua vez, a pesquisa será constituída, também pelo estudo bibliográfico e documental realizado nas bases de dados da Ciência da Informação, onde se minerará artigos científicos voltados para a pessoa idosa no Brasil e se analisará tais políticas nos documentos, disponíveis nas páginas web do governo brasileiro, voltados à pessoa idosa, e estudo descritivo para identificar os elementos conceituais das políticas públicas de informação para a pessoa idosa no Brasil. Os resultados preliminares identificaram que no Brasil existem seis documentos públicos voltados à pessoa idosa. Eles bordam seus direitos, o acesso à atenção e à saúde integral e seus princípios de humanização. São nesses documentos que se analisará as possíveis políticas de informação para a pessoa idosa e se relacionará aos elementos cogitados por Beauvoir e Sila Sobrinho. Os resultados esperados estarão centrados nos fatores informacionais encontrados nas políticas públicas dos documentos voltados ao direito da pessoa idosa no Brasil e na contribuição da investigação para a Ciência da Informação e para a sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1120673 - MARIA DE LOURDES LIMA
Interno - 1323823 - EDIVANIO DUARTE DE SOUZA
Interno - 1528116 - MARCOS AURELIO GOMES
Interna - 1266460 - ROSILENE AGAPITO DA SILVA LLARENA
Externo à Instituição - JULIANNE TEIXEIRA E SILVA - UFPB
Externo à Instituição - FÁBIO ASSIS PINHO - UFPE
Notícia cadastrada em: 31/08/2021 21:56
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 04/10/2022 00:30