Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFAL

2022
Dissertações
1
  • ROSIENE TEODORO SANTANA
  • O ATIVO INTANGÍVEL NO PROCESSO DE RPESTAÇÃO DE CONTAS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS

  • Orientador : CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEX MUSSOI RIBEIRO
  • ANA KARLA DE SOUZA ABUD
  • CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • RAFAEL LEITE PINTO DE ANDRADE
  • Data: 23/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • As práticas contábeis aplicadas à Contabilidade Pública através do processo de convergência dos padrões nacionais para os internacionais vêm abranger o seu foco de controle, antes voltada principalmente para o controle orçamentário, passa a focar também o adequado controle patrimonial. A partir da publicação da Portaria n.º 548/2015 da Secretaria do Tesouro Nacional foram determinados os prazos-limites a serem adotados de forma gradativa pelos entes da Federação quanto à implantação dos procedimentos contábeis patrimoniais, entre os procedimentos a serem adotados está o registro a partir do reconhecimento, mensuração e evidenciação dos ativos intangíveis. O presente estudo apresenta algumas características relacionadas aos ativos, mais especificamente aos ativos intangíveis, para tanto foram abordadas conceitos, classificações, reconhecimento, mensuração, normas, estas no contexto das entidades privadas, públicas, nacionais e internacionais. Durante a oficina profissional realizada em dois setores na Universidade Federal de Alagoas foi possível verificar os dados relativos aos seus ativos intangíveis como também alguns gargalos existentes que podem ter dificultado o registro e a publicação dos intangíveis como, incoerência e insuficiência de dados, falta de padronização de termos, falta de padronização de registro, dificuldade em relacionar o intangível com seu respectivo custo, dificuldade de manuseio dos dados, dificuldade de entendimento dos dados por pessoas não envolvidas no processo e lacunas na comunicação entre os setores envolvidos. Para analisar o cenário dos intangíveis publicados foi disponibilizada uma pesquisa por meio da plataforma Fala.br com 60 Instituições Federais de Ensino Superior. Os resultados obtidos demonstraram que a Universidade Federal de Alagoas, dentre as 60 Instituições pesquisadas, foi a única que não publicou os dados relativos aos ativos intangíveis em seu Balanço Patrimonial. Verificou-se que das instituições pesquisadas, 32 apontaram como principal fator para a adequação e a publicação dos ativos intangíveis a legislação e 53% das informações relacionadas aos ativos intangíveis são gerenciadas pelas Pró-reitorias de Administração ou Planejamento. Os ativos intangíveis identificados e publicados nas IFES foram os softwares, as marcas e as patentes, onde os softwares estão evidenciados em 37% das IFES pesquisadas, 21 dessas IFES realizam o controle dessas informações em sistemas internos, dos intangíveis evidenciados no Balanço Patrimonial, 76% são adquiridos de terceiros. Quando se trata da contabilização ou não da amortização e do teste de impairment, 25 das IFES pesquisadas realizam a amortização, 4 realizam a amortização e o teste de impairment e 23 delas não realizam. Com base nas informações fornecidas pela Universidade Federal de Alagoas foi proposto um plano de ação a curto prazo baseada em alguns desafios identificados como a definição dos intangíveis, identificação quanto a ocorrência de benefícios econômicos futuros para Instituição, definição de uma base de mensuração adequada. Com a realização do trabalho verificou-se os desafios a serem trabalhados pela Universidade Federal de Alagoas para que essas informações façam parte dos dados presentes no Balanço Patrimonial, atendendo a legislação, corroborando com os objetivos institucionais e tornando público perante a sociedade os atos e fatos relacionados aos ativos intangíveis.


  • Mostrar Abstract
  • The accounting practices applied to Public Accounting through the process of convergence of national standards to international standards come to cover its control focus, previously focused mainly on budgetary control, now also focus on adequate equity control. As of the publication of Ordinance no. 548/2015 of the National Treasury Secretariat, the deadlines to be adopted gradually by the entities of the Federation regarding the implementation of asset accounting procedures were determined, among the procedures to be adopted is the record from the recognition, measurement and disclosure of intangible assets. The present study presents some characteristics related to assets, more specifically to intangible assets, and for such, concepts, classifications, recognition, measurement, standards, in the context of private, public, national and international entities, were approached. During the professional workshop held in two sectors at the Federal University of Alagoas it was possible to verify the data related to their intangible assets as well as some existing bottlenecks that may have hindered the registration and publication of intangibles such as inconsistency and insufficient data, lack of standardization of terms, lack of standardization of registration, difficulty in relating the intangible with its respective cost, difficulty in handling the data, difficulty in understanding the data by people not involved in the process and gaps in communication between the sectors involved. To analyze the scenario of published intangibles, a survey was made available through the Fala.br platform with 60 Federal Institutions of Higher Education. The results obtained showed that the Universidade Federal de Alagoas, among the 60 researched institutions, was the only one that did not publish the data related to intangible assets in its Balance Sheet. It was verified that from the researched institutions, 32 pointed as the main factor for the adequacy and publication of the intangible assets the legislation and 53% of the information related to the intangible assets are managed by the Deans of Administration or Planning. The intangible assets identified and published in the IFES were the software, the brands and the patents, where the software is evidenced in 37% of the researched IFES, 21 of these IFES perform the control of this information in internal systems, of the intangible assets evidenced in the Balance Sheet, 76% are acquired from third parties. When it comes to the accounting or not of amortization and the impairment test, 25 of the surveyed IFES perform the amortization, 4 perform the amortization and the impairment test, and 23 of them do not perform it. Based on the information provided by the Federal University of Alagoas an action plan was proposed in the short term based on some identified challenges such as the definition of intangibles, identification as to the occurrence of future economic benefits for the institution, definition of an adequate measurement basis. With the accomplishment of the work it was verified the challenges to be worked on by the Federal University of Alagoas so that this information is part of the data present in the Balance Sheet, meeting the legislation, corroborating with the institutional objectives and making public before society the acts and facts related to intangible assets.

2
  • WILLAMS PEREIRA LOPES
  • Propostade Estratégias de Marketing para Valorização de Produtos de Indicações Geográficas de Alagoas

  • Orientador : LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • HULDA OLIVEIRA GIESBRECHT
  • FRED LEITE SIQUEIRA CAMPOS
  • Data: 23/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Comercializar produtos de forma estruturada e contínua é um dos grandes gargalos encontrados pelos detentores de registros de indicação geográfica (IG) no Brasil. A partir da problemática de pesquisa, sobre como estruturar estratégias mercadológicas para valorização de produtos de IG alagoanas, observou-se que não há um método estruturado para apoio à comercialização de produtos nem estratégias comerciais definidas que auxiliem as IG locais em suas iniciativas para acesso a mercados. O objetivo geral deste estudo é estruturar estratégias mercadológicas para valorização de produtos de indicações geográficas de Alagoas. Para alcançá-lo, são apontados objetivos específicos para identificar percepções de atores do ecossistema de apoio sobre o modelo mais adequado para potencializar resultados, constatar as dificuldades existentes nas cadeias produtivas e oportunidades para inferência de ações estratégicas, gerando recomendações para auxiliar na divulgação da IG e seus produtos. A pesquisa possui natureza aplicadae utiliza o método abdutivo. Sua abordagem é qualitativa e possui objetivo exploratório, utilizando como métodos de pesquisa o metaestudo; levantamento de dados, via survey; pesquisa-ação e Design Science research. Os dados foram coletados por meio de pesquisas bibliográficas e documentais e observação direta intensiva e extensiva, os quais foram tratados por meio da análise de conteúdo. Percebeu-se como resultados que há desestruturação da governança local, o que impacta significativamente no acesso a mercados e promoção comercial, causando fragilizado posicionamento. Não há política pública estruturada que incentive as IG como verdadeira estratégia de desenvolvimento territorial e isso reflete um ecossistema empreendedor enfraquecido, alicerçado apenas emum ou dois agentes, gerando sobrecarga e limitação de investimentos econômico-financeiros para apoio aos grupos produtivos. Ainda, não há profissionalização da gestão empresarial nas IG, especialmente na área comercial, revelando atuação de mercado empírica, bem como alta dependência técnica e financeira dos grupos menos estruturados. Por fim, obteve-se 04 principais recomendações para os agentes que integram esse ambiente de negócio: fortalecimento do ambiente de negócio para valorização da IG; profissionalização da gestão empresarial; planejamento de marketing; e divulgação, comunicação de atributos e vendas focadas e ativas.


  • Mostrar Abstract
  • Marketing products in a structured and continuous way is one of the major bottlenecks encountered by holders of geographical indication (GI) registrations in Brazil. Based on the research question about how to structure marketing strategies to enhance the value of GI products from Alagoas, it was observed that there is no structured method to support the marketing of products or defined commercial strategies that help local GIs in their initiatives to access markets. The general objective of this study is to structure marketing strategies to valorize products from geographical indications in Alagoas. To achieve it, specific objectives are pointed out to identify perceptions of actors of the support ecosystem about the most appropriate model to enhance results, to verify the existing difficulties in the production chains and opportunities for inference of strategic actions, generating recommendations to assist in the dissemination of GI and its products. The research has an applied nature and uses the abductive method. Its approach is qualitative and has an exploratory objective, using as research methods the meta-study; data collection via survey; action research and Design Science research. The data were collected by means of bibliographic and documentary research and intensive and extensive direct observation, which were treated by means of content analysis. The results show that there is a destructuring of local governance, which significantly impacts market access and commercial promotion, causing weakened positioning. There is no structured public policy that encourages the GIs as a real strategy for territorial development and this reflects a weakened entrepreneurial ecosystem, based on only one or two agents, generating overload and limitation of economic-financial investments to support the productive groups. Still, there is no professionalization of business management in the GIs, especially in the commercial area, revealing empirical market performance, as well as high technical and financial dependence of the less structured groups. Finally, 04 main recommendations were obtained for the agents that integrate this business environment: strengthening the business environment to enhance the GI; professionalization of business management; marketing planning; and dissemination, communication of attributes and focused and active sales.

2021
Dissertações
1
  • TACIANA MELO DOS SANTOS
  • PROPOSTA DE PROGRAMA DE APOIO ÀS AÇÕES DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

  • Orientador : JOAO INACIO SOLETTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRAILDES PEREIRA ASSUNCAO
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • SANDRA HELENA VIEIRA DE CARVALHO
  • Data: 30/01/2021

  • Mostrar Resumo
  • A incorporação da ciência e tecnologia aos processos produtivos e de gestão, integrados
    aos mais diversos setores da economia, da sociedade e órgãos públicos são fundamentais
    na constituição e organização do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.
    Historicamente, as Universidades e Institutos de Ciência e Tecnologia (ICT’s) constituem
    os principais atores no sistema, sendo na sua maioria instituições públicas, que se
    mantiveram afastados das instituições com capacidade de transformar conhecimento em
    bens de valor econômico, hegemonicamente empresas de origem privada. A constituição
    de políticas públicas para aproximar estes entes, buscando uma colaboração virtuosa,
    apresentou avanços e resistências ao longo do tempo. As legislações específicas, criadas
    com muito esforço da comunidade junto ao Congresso Nacional, reagiram ao arcabouço
    legal tradicional, com contradições e inoperância prática, para aqueles que buscavam
    interação profícua entre academia, ICT’s, setor público e privado. A atualização de
    diretrizes relacionais apresentadas pela Emenda Constitucional nº 85, em 26 de fevereiro
    de 2015, voltadas para pesquisa e inovação, seguida das alterações na chamada Lei de
    Inovação, nª 13 243 de 2016, fomentou fortemente a aproximação dos institutos públicos
    de pesquisa com as empresas privadas, definindo instrumentos de alianças e estratégias
    para incentivos fiscais, transferência e difusão de tecnologia. Especificamente,
    demandando das Universidades a constituição e funcionamento dos Núcleos de Inovação
    Tecnológica - NIT, o estabelecimento de Políticas de Inovação em seus regimentos
    internos, regulamentação sobre propriedade intelectual, uso de bens, fomento de
    empreendedorismo, compartilhamento de espaços, criação de ambientes inovadores e,
    logicamente, o relacionamento com as empresas. Neste sentido, com a iminente
    atualização da Política de Inovação da UFAL, o Programa de Apoio às Ações de Inovação
    Tecnológica na Universidade Federal de Alagoas, configura um mecanismo gerencial que
    favorece a obtenção de suporte financeiro e administrativo para o pleno funcionamento do
    NIT.


  • Mostrar Abstract
  • The incorporation of science and technology to productive and management processes,
    integrated to the most diverse sectors of the economy, society and public organs are
    fundamental in the constitution and organization of the National System of Science,
    Technology and Innovation. Historically, Universities and Institutes of Science and
    Technology (ICT's) have been the main actors in the system, most of them being
    public institutions that have kept away from other institutions with the capacity to
    transform knowledge into goods of economic value, hegemonically companies of
    private origin. The constitution of public policies to bring these entities closer together,
    seeking a virtuous collaboration, has shown advances and resistance over time. The
    specific legislation, created with much effort from the community at the National
    Congress, reacted to the traditional legal framework, with contradictions and practical
    inoperativeness, for those who sought fruitful interaction between academia, ICT's,
    public and private sectors. The updating of relational guidelines presented by
    Constitutional
    Amendment No. 85, on February 26, 2015, aimed at research and innovation, followed
    by changes in the so-called Innovation Law, No. 13 243 of 2016, strongly encouraged
    the approximation of public research institutes with private companies, defining
    instruments of alliances and strategies for tax incentives, technology transfer and
    dissemination. Specifically, requiring Universities to establish and operate the Nuclei of
    Technological Innovation - NIT, the establishment of Innovation Policies in their internal
    regulations, regulation of intellectual property, use of goods, promotion of
    entrepreneurship, sharing of spaces, creation of innovative environments and, logically,
    the relationship with companies. In this sense, with the imminent updating of the
    Innovation Policy of UFAL, the Support Program for Technological Innovation Actions at
    the Federal University of Alagoas, configures a management mechanism that favors
    obtaining financial and administrative support for the full operation of the NIT.

2
  • IARA ROSE VIEIRA WANDERLEY
  • TRANSFERÊNCIA DETECNOLOGIA DE UM PRODUTO ALIMENTÍCIO NUTRICIONALMENTE ENRIQUECIDO COM MELAÇO DA CANA DE AÇÚCAR (SACCHARUM OFFICINARUM) E RESÍDUO DE MARACUJÁ (PASSIFLORA EDULIS).

  • Orientador : JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SIMONE SILVA DOS SANTOS LOPES (IFPB)
  • JAILMA BARROS DOS SANTOS
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • Data: 08/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste trabalho foi lançar no mercado um produto inovador, em virtude do elevado valor proteico e energético, sem detrimento das características do produto com relação ao sabor, os testes indicaram que o produto conservou o sabor caseiro. Trata-se de um produto alimentar nutritivo, barra de cereal inovadora, onde a matéria
    prima é composta por polpa de maracujá, farinha da casca do maracujá, farinha de aveia, granola, castanhas trituradas, flocos de arroz, o ligante usado é o melaço da cana de açúcar e óleo de coco para untar a forma. O processo de fabricação é acessível e não altera os nutrientes naturais do produto, onde é empregada uma técnica de simples homogeneização dos ingredientes, que permite a agregação de nutrientes com posterior compactação e aquecimento em temperatura branda, sem modificação do sabor. Observa-se, nesse sentido, que a procura para essa categoria de produto vem crescendo, tendo em vista a preocupação constante com uma alimentação saudável e equilibrada. Estudos sobre embalagem serão realizados a fim de encontrar uma que se adapte melhor ao produto para aumentar o prazo de validade e despertar maior interesse do público consumidor no que se refere à logística.



  • Mostrar Abstract
  • The objective of this work is to launch an innovative product on the market, due to the high protein and energy value, without detriment to the product’s characteristics with respect to taste, the tests indicated that the product preserved the homemade flavor. It is a nutritious food product, an innovative cereal bar, where the raw material is
    composed of passion fruit pulp, passion fruit peel flour, oat flour, granola, crushed chestnuts, rice flakes, the binder used is molasses of sugar cane and coconut oil to grease the form. The manufacturing process is accessible and does not alter the natural nutrients of the product, where a simple homogenization of the ingredients is
    used, which allows the aggregation of nutrients with subsequent compaction and heating at mild temperature, without modifying the flavor. In this sense, it is observed that the demand for this product category has been growing, in view of the constant concern with a healthy and balanced diet. Packaging studies will be carried out in order to find one that best adapts to the product in order to increase the shelf life and greater
    interest from the consumer public with regard to logistics.


3
  • ALANA JESSICA VILELA MESSIAS
  • ATUALIZAÇÃO DA POLÍTICA DE INOVAÇÃO E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO NIT DO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS - IFAL

  • Orientador : CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KARLA DE SOUZA ABUD
  • CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • SIMONE SILVA DOS SANTOS LOPES (IFPB)
  • Data: 30/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • No ano de 2008 foi sancionada a Lei que cria os Institutos Federais de Educação,
    Ciência e Tecnologia (IFs), que compõem a Rede de Educação Profissional e
    Tecnológica. Essas instituições são consideradas Instituições Científicas,
    Tecnológicas e de Inovação (ICTs) no contexto da Lei de Inovação, que trata de
    incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo.
    Considerando o modelo de interações da hélice tripla academia-governo-indústria
    como impulsionadores da economia, observa-se que os IFs desempenham um papel
    essencial para o crescimento econômico e aplicação do conhecimento para o
    desenvolvimento social. Nesse contexto, os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs)
    detêm a responsabilidade de fomentar inovações e gerir a política de propriedade
    intelectual e inovação dessas ICTs. Com aprovação do novo Marco Legal de
    Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), surgiu a necessidade de atualização da
    política de inovação das ICTs. Convêm ainda salientar, além da atualização dos
    documentos internos, a importância de se construir o planejamento estratégico do
    NIT, a partir de dados concretos, considerando a realidade da organização e
    legislação vigente, com métricas próprias de acompanhamento e avaliação dos
    resultados, para garantir a eficácia na execução de sua política inovação. Este
    trabalho tem por objetivo situar o NIT do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) diante de
    dados nacionais, propor atualização da política de inovação do Ifal e elaborar
    proposta de planejamento estratégico do NIT, alinhado ao Plano de
    Desenvolvimento Institucional (PDI) do Ifal 2019-2023. Para tanto, foi realizada
    análise de documentos internos do Ifal à luz do novo marco legal de CT&I, foram
    analisados dados publicados pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações
    sobre a política de inovação das ICTs, foram coletados e analisados dados dos IFs
    do Brasil, e foi adotado o modelo Pronit para elaboração do planejamento. Como
    resultado foi possível identificar em quais pontos da política havia necessidade de
    alteração, em quais indicadores o NIT/Ifal está acima ou abaixo da média nacional, e
    foi possível demonstrar, com o planejamento proposto, de que forma o NIT pode
    realizar seu papel contribuindo com os objetivos institucionais e com a sociedade.


  • Mostrar Abstract
  • In 2008, the Law that creates the Federal Institutes of Education, Science and
    Technology (IFs), which make up the Network of Professional and Technological
    Education, was enacted. These institutions are considered Scientific, Technological
    and Innovation Institutions (ICTs) in the context of the Innovation Law, which deals
    with incentives for innovation and scientific and technological research in the
    productive environment. Considering the triple helix academy-government-industry
    interactions model as drivers of the economy, it is observed that the IFs play an
    essential role for economic growth and the application of knowledge for social
    development. In this context, the Technological Innovation Centers (NITs) are
    responsible for fostering innovation and managing the intellectual property and
    innovation policy of these ICTs. With the approval of the new Legal Framework for
    Science, Technology and Innovation (ST&I), the need to update the ICTs’ innovation
    policy arose. It should also be noted, in addition to updating internal documents, the
    importance of building the NIT's strategic planning, based on concrete data,
    considering the reality of the organization and current legislation, with its own metrics
    for monitoring and evaluating the results, to ensure the effectiveness in the execution
    of its innovation policy.This paper aims to situate the NIT of the Federal Institute of
    Alagoas (Ifal) in relation to national data, propose an update of Ifal's innovation policy
    and prepare a proposal for the NIT's strategic planning, in line with the current (2019-
    2023) Ifal's Institutional Development Plan. For this purpose, an analysis of internal
    documents of the Ifal was carried out in the light of the new legal framework of ST&I,
    data published by the Ministry of Science, Technology and Innovation on the
    innovation policy of ICTs were analyzed, data from the IFs in Brazil were collected
    and analyzed, and the Pronit model was adopted to prepare the planning. As a result,
    it was possible to identify in which policy points there was a need for change, in
    which indicators the NIT/Ifal is above or below the national average, and it was
    possible to demonstrate, with the proposed planning, how the NIT can perform its
    role contributing with institutional objectives and with society.

4
  • LIZA MYRELLA CAVALCANTE MELO BÁDUE
  • “ROADMAP DE INOVAÇÃO APLICADO AO SISTEMA SEBRAE
    UM ESTUDO DE MATURIDADE E PROSPECÇÃO DO
    MODELO DE NEGÓCIO DO SEBRAE/AL”

  • Orientador : ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • SOELI TERESINHA FIORINI
  • JOSÉ NILTON SILVA
  • Data: 29/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • No cenário organizacional, a busca pela excelência representa
    instrumento de promoção à competitividade dos negócios. Para
    a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) a excelência gera
    valor e resultado para todas as partes interessadas. Este
    trabalho apresenta como tema central o modelo de negócio do
    Sebrae e tem como objetivo geral analisar a maturidade do
    Sebrae em Alagoas à luz da inovação e prospectar seu modelo
    de negócio a fim de estabelecer estratégias, diretrizes e
    processos que possam nortear a organização de forma
    competitiva e inovadora. A metodologia adotada foi o estudo de
    caso. Dessa forma, esse projeto investigou os relatórios as
    autoavaliações assistidas, da FNQ, do Programa Sebrae de
    Excelência na Gestão no período de 2017 a 2019. Os resultados
    dos relatórios analisados apresentaram, respectivamente em
    2017, 2018 e 2019, numa escala de 0 a 1000 pontos, rumo à
    excelência na gestão, segundo o Modelo de Excelência na
    Gestão da FNQ, 529, 477 e 582 pontos, demonstrando um longo
    caminho para que o Sebrae em Alagoas alcance resultados de
    excelência. Este trabalho aponta caminhos para que a
    organização possa tomar decisões e redirecionar processos,
    produtos e serviços a fim de se tornar um modelo de negócio
    mais inovador e mais eficiente, através da proposta de um
    roadmap de inovação do modelo de negócio do Sebrae. Este
    roadmap permitirá à organização a implementação de novos
    processos de gestão da inovação, e, ainda, a aplicação desse
    modelo em todo o Sistema Sebrae, podendo ser replicado a
    organizações afins.


  • Mostrar Abstract
  • In the organizational scenario, the pursuit of excellence
    represents an instrument for promoting business
    competitiveness. For the National Quality Foundation (FNQ),
    excellence generates value and results for all stakeholders. This
    paper presents as its central theme the Sebrae business model
    and aims to analyze the maturity of Sebrae in Alagoas in light of
    innovation and prospect its business model in order to establish
    strategies, guidelines and processes that can guide the
    organization in a way competitive and innovative. The
    methodology adopted was the case study. Thus, this project
    investigated the FNQ's assisted self-assessment reports of the
    Sebrae Management Excellence Program in the period 2017 to
    2019. The results of the analyzed reports presented, respectively
    in 2017, 2018 and 2019, on a scale from 0 to 1000 points,
    towards management excellence, according to the FNQ
    Management Excellence Model, 529, 477 and 582 points,
    demonstrating a long path for Sebrae in Alagoas to achieve
    excellent results. This work points out ways for the organization
    to make decisions and redirect processes, products and services
    in order to become a more innovative and more efficient business
    model, through the proposal of an innovation roadmap for the
    Sebrae business model. This roadmap will allow the organization
    to implement new innovation management processes, and also
    to apply this model throughout the Sebrae System, which can be
    replicated to similar organizations.

5
  • MAURICIO JOSE RAMOS PEREIRA
  • TECNOLOGIAS PARA ROTAS ACESSÍVEIS EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO EM ALAGOAS

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO MEIRELES
  • FLÁVIO ANDERSON PEDROSA DE MELO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 29/09/2021

  • Mostrar Resumo
  • A acessibilidade é um elemento muito importante para a garantia dos direitos das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e a rota acessível é a maneira mais indicada para viabilizar essa acessibilidade em escolas ou outras edificações e áreas urbanas. O presente estudo tem como intenção identificar tecnologias para aplicação em rotas acessíveis para escolas, incluindo-as em uma cartilha destinada a projetistas desses ambientes. A elaboração da cartilha observou as normas técnicas sobre rota acessível, bem como a necessidade de instruir profissionais e estudantes de engenharia, arquitetura e design sobre o uso de tecnologia assistiva nos projetos de escolas. O estudo partiu de uma revisão da literatura sobre o tema, que incluiu uma prospecção de artigos em bases internacionais, constatou-se que há muita discussão sobre a ausência de acessibilidade no ambiente escolar. Como forma de comprovação desta hipótese levantada por estudiosos foi elaborado um laudo de acessibilidade para o campus do Instituto Federal de Alagoas no município de Palmeira dos Índios, esta é a ferramenta técnica indicada para descortinar os problemas de acessibilidade em espaços edificados. O laudo comprovou a presença de diversos problemas de acessibilidade e, para saná-los, indicou-se uma série de alterações necessárias. Todo o laudo foi realizado seguindo uma rota acessível traçada pelo pesquisador. Foi realizada também uma prospecção de patentes de elementos de tecnologia assistiva usados em rota acessível para serem utilizados na rota traçada. Essa prospecção de patentes foi realizada em bases de abrangência nacional e internacional e servirá também para embasar a construção da cartilha. Concluiu-se que muitos profissionais desconhecem os requisitos projetuais mínimos de acessibilidade e que muitas escolas, bem como seu entorno, não oferecem acesso adequado.


  • Mostrar Abstract
  • Accessibility is a very important element to guarantee the rights of people with disabilities or reduced mobility, and the accessible route is the best way to make this accessibility viable in schools or other buildings and urban areas. This study aims to identify technologies for application in accessible routes for schools, including them in a booklet aimed at designers of these environments. The preparation of the booklet observed the technical standards on accessible routes, as well as the need to instruct engineering, architecture and design professionals and students on the use of assistive technology in school projects. The study started from a literature review on the subject, which included a search for articles in international databases, it was found that there is a lot of discussion about the lack of accessibility in the school environment. As proof of this hypothesis raised by scholars, an accessibility report was prepared for the campus of the Federal Institute of Alagoas in the municipality of Palmeira dos Índios, this is the technical tool indicated to uncover accessibility problems in built-up spaces. The report confirmed the presence of several accessibility problems and, to solve them, a series of necessary changes was indicated. The entire report was carried out following an accessible route traced by the researcher. A search for patents was also carried out for assistive technology elements used in an accessible route to be used in the traced route. This prospecting for patents was carried out on a national and international basis and will also serve to support the construction of the booklet. It was concluded that many professionals are unaware of the minimum design requirements for accessibility and that many schools, as well as their surroundings, do not offer adequate access.



6
  • GESYCA PATRICIA DA SILVA SANTOS
  • PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA DE DISPOSITIVOS DIGITAIS PARA O AGROQUÍMICO

  • Orientador : TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • KLENA SARGES MARRUAZ DA SILVA
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • TÉCIA VIEIRA CARVALHO
  • Data: 21/12/2021

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem por objetivo desenvolver a prospecção tecnológica de dispositivos digitais voltadas para o
    agroquímico. salientamos que, prospecção tecnológica é um meio de evidenciar o aumento de tecnologia e inovação de uma empresa, país e instituições de ensino, em que contribui de forma positiva no desenvolvimento estratégico e auxilia na tomada de decisão. no decorrer da pesquisa foi desenvolvido um levantamento dos números de patentes nas principais plataformas de registro relacionado a tecnologia voltada para os agrotóxicos, como também os números de artigos publicados e relacionados com a temática. a partir da investigação dos dados foi possível mensurar quanto os países estão preocupados com a inovação tecnológica e a necessidade em melhorar seus processos de produtividade.


  • Mostrar Abstract
  • The present work consists of prospecting technologies for agrochemicals, as well as producing articles related to the universe of agrochemicals. for knowledge, technological prospecting is a means of highlighting the increase in technology and innovation of a company, country and educational institutions, where it contributes positively to strategic development and assists in decision making. In the course of the research, a survey of the number of patents was developed on the main registration platforms related to technology aimed at pesticides, as well as a survey of numbers of published articles related to the theme. From the investigation of these data, it is able to measure how much the countries are concerned with technological innovation, as well as their need to improve their productivity processes.

7
  • NEIDE NOBRE NUNES
  • RECURSOS HUMANOS EM PATENTES CONCEDIDAS ÀS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS: uma discussão baseada no reconhecimento de títulos estrangeiros e seu impacto em propriedade intelectual

  • Orientador : CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA KARLA DE SOUZA ABUD
  • CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • RAFAEL LEITE PINTO DE ANDRADE
  • Data: 23/12/2021

  • Mostrar Resumo
  •  

    Esta dissertação apresenta uma análise acerca da influência que a especialização pode ter para a propriedade
    intelectual no Brasil, em especial para as Universidades, a partir de uma investigação sobre a frequência em
    cursos de pós-graduação (strictu sensu) realizados no exterior pelos inventores. Assim, primeiramente, foi
    efetuada uma busca no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) a fim de traçar a natureza das
    patentes concedidas às universidades brasileiras nos últimos 10 anos (2011-2021), objetivando verificar se os
    inventores possuem ou não pós-graduação no exterior e se esse aspecto estaria correlacionado como um fator
    promotor na propriedade intelectual no país e também com a necessidade, em consequência, de uma maior
    celeridade no processo de reconhecimento de diplomas de qualificação. Um total de 1027 patentes concedidas
    às universidades brasileiras foi analisado, verificando os dados a seguir: perfil dos inventores por meio de
    consulta aberta na plataforma CNPQ através de seus currículos Lattes, a classificação das patentes utilizando
    o sistema IPC (International Patent Classification) (seção, classe, subclasse), o número de inventores, o país
    onde o curso foi realizado, o ano e o nome das universidades que obtiveram um maior número de concessão.
    A respeito dos anos de concessão, observou-se que entre os anos de 2014 e 2017, o número de patentes
    concedidas foi ínfimo, quando comparado com o progresso ocorrido em 2018 e, na sequência, até 2021.
    Quanto às instituições depositantes, a USP, seguida pela UNICAMP/SP, UFMG, UFGRS e UFPR, são as
    líderes em obtenção de patentes no período de 2011-2021, com percentuais entre 5-18%. Sobre as seções/áreasmais predominantes das patentes, observou-se que a maioria das patentes foram nas seções A (NecessidadesHumanas) (37%), B (Operações de execução, Transporte) (12%), C (Química, Metalurgia) (28%) e G (Física) (15%). Com relação ao perfil dos pesquisadores, os dados mostram que quase 40% das patentes concedidas tiveram influência de recursos humanos que fizeram cursos de pós-graduação no exterior. No que se refere aos países mais procurados pelos pesquisadores, nota-se o predomínio dos Estados Unidos, com quase 25%, seguido da França, Alemanha e Reino Unido. Em relação à titulação dos pesquisadores, o curso de Doutorado tem um indício de quase 80% das pós-graduações realizadas no exterior. Sobre as agências de fomento, os dados apontaram que os bolsistas CNPQ ocupam posição de liderança (45%); em seguida bolsistas CAPES (30%); FAPESP (menos de 10%) e, por último, FAPEMA (1%). Após a análise desses dados, em um segundomomento da pesquisa, foi feita uma revisão do processo de reconhecimento de títulos estrangeiros de pós-graduação no Brasil, utilizando a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) como estudo de caso, de forma aentender as dificuldades enfrentadas pelos interessados em reconhecer seus diplomas de qualificação e o impacto disso para os setores de desenvolvimento e inovação do país e na própria Ufal. Na Ufal, examinou-se 372 pedidos de reconhecimento processados entre os anos de 2011-2019 (após o início da pandemia – COVID-19, eles foram suspensos), com picos de pedidos nos anos de 2015 e 2018 com 104 processos. Mais de 80% dos processos foram de cursos realizados no Paraguai e em Portugal, e mais de 90% na área de educação, mostrando que as diretrizes da Universidade precisam mudar e dividir as vagas por área se pensarmos em propriedade intelectual, como visto anteriormente. Quase 50% dos processos de reconhecimento demoraram entre 1-4 anos para ocorrerem mostrando que o processo ainda é muito burocrático.


  • Mostrar Abstract
  • This dissertation presents an analysis of the influence that specialization can have on intellectual property in
    Brazil, especially for Universities, based on an investigation on the frequency in post-graduate courses (strictu
    sensu) carried out abroad by inventors. So, first, a search was carried out at the INPI (National Institute of
    Industrial Property) in order to trace the nature of patents granted to Brazilian universities in the last 10 years
    (2011-2021), aiming to verify whether inventors have a postgraduate degree or not. abroad and whether this
    aspect would be correlated as a promoting factor in intellectual property in the country and also with the need,
    as a result, for greater speed in the process of recognition of post-graduate diplomas. A total of 1027 patents
    granted to Brazilian universities were analyzed, verifying the following data: profile of inventors through
    open consultation on the CNPQ platform through their Lattes curriculum, patent classification using the IPC
    (International Patent Classification) system (section, class and subclass), the number of inventors, the country
    where the course was taken, the year and the name of the universities that obtained the highest number of
    concessions. Regarding the granting years, it was observed that between 2014 and 2017, the number of patents
    granted was negligible, compared to the progress made after 2018 and, subsequently, until 2021. As for the
    depositing institutions, USP, followed by UNICAMP/SP, UFMG, UFGRS and UFPR, are the leaders in
    obtaining patents in the period 2011-2021, with percentages between 5-18%. Regarding the most predominant
    sections/areas of patents, it was observed that most patents were in sections A (Human Necessities) (37%),B
    (Execution Operations, Transport) (12%), C (Chemistry, Metallurgy) (28%) and G (Physics) (15%).
    Regarding the profile of researchers, the data show that almost 40% of the patents granted were influenced
    by human resources who took postgraduate courses abroad. With regard to the countries most sought after by
    researchers, the United States predominates, with almost 25%, followed by France, Germany and the United
    Kingdom. Regarding the titles of researchers, the Doctoral course has an indication of almost 80% of
    postgraduate courses carried out abroad. Regarding development agencies, the data showed that CNPQ
    scholarship holders occupy a leading position (45%); then CAPES scholarship holders (30%); FAPESP (less
    than 10%) and, finally, FAPEMA (1%). After analyzing these data, in a second stage of the research, a review
    of the process of recognition of foreign postgraduate degrees in Brazil was carried out, using the Federal
    University of Alagoas (Ufal) as a case study, in order to understand the difficulties faced by those interested
    in recognizing their qualification diplomas and the impact of this on the development and innovation sectors
    in the country and on Ufal itself. At Ufal, 372 requests for recognition processed between the years 2011-
    2019 were examined (after the start of the pandemic – COVID-19, they were suspended), with peaks of
    requests in the years 2015 and 2018 with 104 processes. More than 80% of the processes were for courses
    carried out in Paraguay and Portugal, and more than 90% in the education area, showing that the University's
    guidelines need to change and divide vacancies by area if we think about intellectual property, as seen above. Almost 50% of recognition processes took between 1-4 years to occur, showing that the process is still very bureaucratic.

2020
Dissertações
1
  • RAFAELA CARLA AMBROSIO SILVA
  • APLICAÇÃO DO RADAR DIAGNÓSTICO DE INOVAÇÃO EM RESTAURANTES SITUADOS NA MASSAGUEIRA/AL.

  • Orientador : TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • PATRICIA BRANDAO BARBOSA DA SILVA
  • Data: 22/01/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo discorre sobre a importância de uma inovação sistêmica, como diferencial estratégico, para aumentar a competetividade e longevidade das empresas. O objetivo principal do trabalho é avaliar o grau de inovação de 12 resstaurantes situadas em Massagueira, buscando identificar, mensurar, comparar e transformar através de sugestões, o grau de inovação dos restaurantes pesquisados, visando o sucesso do negócio e sua permanência no mercado. Na metodologia, foi abordado uma pesquisa aplicada em 12 restaurantes, com métodos mistos, utilizando principalmente a ferramenta Radar da Inovação, elaborado por Sawhney, Wolcott e Arroniz (2006) e readaptada pelo Serviço Brasileiro de Apoio Às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, com o intuito de mensurar o grau de inovação das micro e pequenas empresas atendidas pelo programa Agentes Locais de Inovação. Posteriormente, foram feitos alguns apontamentos sobre as dimensões que fazem
    parte da ferramenta utilizada, bem como sugestões para melhorar as dimensões com baixo grau de inovação. Por último, foi feito uma análise comparativa dos resultados do grau de inovação dos respectivos restaurantes.


  • Mostrar Abstract
  • O presente estudo discorre sobre a importância de uma inovação sistêmica, como diferencial estratégico, para aumentar a competetividade e longevidade das empresas. O objetivo principal do trabalho é avaliar o grau de inovação de 12 resstaurantes situadas em Massagueira, buscando identificar, mensurar, comparar e transformar através de sugestões, o grau de inovação dos restaurantes pesquisados, visando o sucesso do negócio e sua permanência no mercado. Na metodologia, foi abordado uma pesquisa aplicada em 12 restaurantes, com métodos mistos, utilizando principalmente a ferramenta Radar da Inovação, elaborado por Sawhney, Wolcott e Arroniz (2006) e readaptada pelo Serviço Brasileiro de Apoio Às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, com o intuito de mensurar o grau de inovação das micro e pequenas empresas atendidas pelo programa Agentes Locais de Inovação. Posteriormente, foram feitos alguns apontamentos sobre as dimensões que fazem
    parte da ferramenta utilizada, bem como sugestões para melhorar as dimensões com baixo grau de inovação. Por último, foi feito uma análise comparativa dos resultados do grau de inovação dos respectivos restaurantes.

2
  • THAIS TELLES QUEIROZ LIRA
  • ESTUDOS E EXPERIÊNCIAS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA E ESTÍMULO À INOVAÇÃO PARA CRIANÇAS E JOVENS: UMA ANÁLISE COMPARATIVA

  • Orientador : JOSEALDO TONHOLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CEZAR NONATO BEZERRA CANDEIAS
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • JOSEALDO TONHOLO
  • MARCELO FARID PEREIRA
  • RICARDO SILVA PORTO
  • Data: 07/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O empreendedorismo em sua acepção mais ampla e contemporânea, a qual não se restringe apenas ao fazer empresarial, se estabelece como um fenômeno cultural e a educação empreendedora como um relevante campo voltado para formação dessa cultura de estímulo ao espírito criativo, a inovação e a busca por soluções para melhoria dos contextos nos quais os indivíduos estão inseridos. Diante da relevância dessa temática e da necessidade de fomentá-la, a fim de promover a melhoria e o aperfeiçoamento da educação empreendedora no Brasil, este trabalho buscou identificar estudos e experiências no âmbito da educação empreendedora e estímulo a inovação, apresentando possibilidades para sua implementação no contexto escolar, tomando como base publicações voltadas para crianças e jovens. Trata-se de uma pesquisa de natureza aplicada, com abordagem híbrida, combinando métodos quantitativos e qualitativos, com intuito de obter uma base rica e contextual para interpretar e validar os resultados levantados. O estudo consistiu em três etapas, sendo elas: (1) Pesquisa bibliométrica nas bases SCOPUS (Elsevier) e WEB OF SCIENCE, bem como no sistema de busca da empresa Amazon; (2) Estudo comparativo das publicações mais citadas, a fim de verificar os pontos de convergência e/ou divergência entre as propostas voltadas para educação empreendedora e inovação no contexto infantil e juvenil, em âmbito nacional e internacional; e (3) compreensão do cenário local, investigando se o empreendedorismo inovador tem sido promovido em escolas no Município de Maceió - AL. Os resultados encontrados no estudo indicam o aumento no número de pesquisas sobre o tema, entretanto apontam um quantitativo tímido de publicações com foco, especialmente, no público infantil. Além disso, revelam a necessidade de aproximação desses estudos com os profissionais responsáveis pela condução do trabalho pedagógico voltado para educação empreendedora e inovação na maioria dos contextos investigados. Pretende-se com esta pesquisa, possibilitar a elaboração de subsídios pedagógicos de incentivo a educação empreendedora desde a infância.


  • Mostrar Abstract
  • O empreendedorismo em sua acepção mais ampla e contemporânea, a qual não se restringe apenas ao fazer empresarial, se estabelece como um fenômeno cultural e a educação empreendedora como um relevante campo voltado para formação dessa cultura de estímulo ao espírito criativo, a inovação e a busca por soluções para melhoria dos contextos nos quais os indivíduos estão inseridos. Diante da relevância dessa temática e da necessidade de fomentá-la, a fim de promover a melhoria e o aperfeiçoamento da educação empreendedora no Brasil, este trabalho buscou identificar estudos e experiências no âmbito da educação empreendedora e estímulo a inovação, apresentando possibilidades para sua implementação no contexto escolar, tomando como base publicações voltadas para crianças e jovens. Trata-se de uma pesquisa de natureza aplicada, com abordagem híbrida, combinando métodos quantitativos e qualitativos, com intuito de obter uma base rica e contextual para interpretar e validar os resultados levantados. O estudo consistiu em três etapas, sendo elas: (1) Pesquisa bibliométrica nas bases SCOPUS (Elsevier) e WEB OF SCIENCE, bem como no sistema de busca da empresa Amazon; (2) Estudo comparativo das publicações mais citadas, a fim de verificar os pontos de convergência e/ou divergência entre as propostas voltadas para educação empreendedora e inovação no contexto infantil e juvenil, em âmbito nacional e internacional; e (3) compreensão do cenário local, investigando se o empreendedorismo inovador tem sido promovido em escolas no Município de Maceió - AL. Os resultados encontrados no estudo indicam o aumento no número de pesquisas sobre o tema, entretanto apontam um quantitativo tímido de publicações com foco, especialmente, no público infantil. Além disso, revelam a necessidade de aproximação desses estudos com os profissionais responsáveis pela condução do trabalho pedagógico voltado para educação empreendedora e inovação na maioria dos contextos investigados. Pretende-se com esta pesquisa, possibilitar a elaboração de subsídios pedagógicos de incentivo a educação empreendedora desde a infância.

3
  • BRUNA PINTO DE CERQUEIRA PEDROSA DE OLIVEIRA
  • GESTÃO DA INOVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DAS MICRO E PEQUENAS
    EMPRESAS INDUSTRIAIS EM ALAGOAS

  • Orientador : TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • OLIVAN DA SILVA RABELO
  • REYNALDO RUBEM FERREIRA JUNIOR
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 19/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • A inovação e seu gerenciamento veem se tornando um tema bastante discutido no setor industrial, em especial para aqueles que pretendem se diferenciar e tornar-se mais competitivo no mercado. A sistematização de rotinas e ferramentas voltadas para a prática da inovação - demonstram um papel indispensável para otimização dos processos internos e atuação dos gestores e colaboradores na empesa. Nesse sentido, o estudo foi desenvolvido com o propósito de avaliar a gestão da inovação em micro e pequenas empresas industriais de Alagoas. Na oportunidade foram estudadas 19 empresas de diversos segmentos industriais do Estado. Dessa forma, foi aplicado o diagnóstico da metodologia de gestão da inovação do Instituto Euvaldo Lodi –IEL. De forma a cooperar com decisões estratégicas, inteligentes e inovadoras que permitam o diferencial competitivo diante da concorrência a realização do diagnóstico possibilita de maneira mais eficiente, a partir do conhecimento do cenário em que sua empresa se encontra, um planejamento com ações mapeadas e controle dos resultados, de forma contínua e formalizada. Como classificação do estudo foi utilizada pesquisa aplicada, quantos aos objetivos exploratório e descritivo, complementado com uma abordagem qualitativaquantitativa. As empresas foram analisadas por meio de diagnósticos, sendo selecionadas as que aderiram ao projeto “Gestão da inovação para micro e pequenas empresas industriais”. Para corroborar com os dados foi utilizada também a analise não paramétrica DEA - Data Envelopment Analysis a fim de mensurar o grau de eficiência das empresas pesquisadas. De modo geral, os resultados demonstram uma otimização da maturidade após participação no projeto, por meio da evolução nos momentos T0 e T1, antes e após participação no projeto, respectivamente. Uma grande dificuldade encontrada se deu devido ao engessamento de algumas empresas quanto ao tema inovação, no entanto foi possível uma descoberta do próprio empresariado na concordância dos benefícios e resultados gerados da inovação, por meio da utilização de técnicas inovadoras dentro da empresa, alterando para novas condutas, aprendizado e amadurecimento no ambiente. Por fim, o estudo contribuirá na decisão de futuros projetos e avanços em inovação na Indústria alagoana, reformulando mecanismos que impulsionem o potencial inovador industrial do Estado.


  • Mostrar Abstract
  • A inovação e seu gerenciamento veem se tornando um tema bastante discutido no setor industrial, em especial para aqueles que pretendem se diferenciar e tornar-se mais competitivo no mercado. A sistematização de rotinas e ferramentas voltadas para a prática da inovação - demonstram um papel indispensável para otimização dos processos internos e atuação dos gestores e colaboradores na empesa. Nesse sentido, o estudo foi desenvolvido com o propósito de avaliar a gestão da inovação em micro e pequenas empresas industriais de Alagoas. Na oportunidade foram estudadas 19 empresas de diversos segmentos industriais do Estado. Dessa forma, foi aplicado o diagnóstico da metodologia de gestão da inovação do Instituto Euvaldo Lodi –IEL. De forma a cooperar com decisões estratégicas, inteligentes e inovadoras que permitam o diferencial competitivo diante da concorrência a realização do diagnóstico possibilita de maneira mais eficiente, a partir do conhecimento do cenário em que sua empresa se encontra, um planejamento com ações mapeadas e controle dos resultados, de forma contínua e formalizada. Como classificação do estudo foi utilizada pesquisa aplicada, quantos aos objetivos exploratório e descritivo, complementado com uma abordagem qualitativaquantitativa. As empresas foram analisadas por meio de diagnósticos, sendo selecionadas as que aderiram ao projeto “Gestão da inovação para micro e pequenas empresas industriais”. Para corroborar com os dados foi utilizada também a analise não paramétrica DEA - Data Envelopment Analysis a fim de mensurar o grau de eficiência das empresas pesquisadas. De modo geral, os resultados demonstram uma otimização da maturidade após participação no projeto, por meio da evolução nos momentos T0 e T1, antes e após participação no projeto, respectivamente. Uma grande dificuldade encontrada se deu devido ao engessamento de algumas empresas quanto ao tema inovação, no entanto foi possível uma descoberta do próprio empresariado na concordância dos benefícios e resultados gerados da inovação, por meio da utilização de técnicas inovadoras dentro da empresa, alterando para novas condutas, aprendizado e amadurecimento no ambiente. Por fim, o estudo contribuirá na decisão de futuros projetos e avanços em inovação na Indústria alagoana, reformulando mecanismos que impulsionem o potencial inovador industrial do Estado.

4
  • PABLINE SECCHE FERREIRA MACIEL
  • RÓTULOS, LEGISLAÇÃO E MARCAS: PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA EM PRODUTOS ZERO LACTOSE

  • Orientador : JOAO INACIO SOLETTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLAYTON ANTONIO SANTOS DA SILVA
  • DAYANA DE GUSMAO COELHO
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 30/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo demostrou as transformações do setor de alimentos que possuem origem nas mudanças legais, sociais e culturais das gerações. Dentro das intolerâncias por alimento, oslácteospossuem o públicomaisexpressivo, pois se estima que no Brasil 45% da populaçãobrasileirapossuaalgumgrau de intolerância à lactose. O presentetrabalhoteve por objetivo a padronização dos  elementos fundamentais na elaboração de rótulos para produtos zero lactose, levando em consideração as informações extraídas dos bancos de dados Scopus e INPI. Através da análise tecnologias prospectadas em 34 pedidos de patentes e 134 pedidos de registro de marcasna base do INPI que correlacionados aos 746 artigos extraídos do banco de dados do Scopus. Para que somando a legislação vigente para produtos “zero lactose” fosse construído um guia para indústrias do setor de alimentos em Alagoas e uma proposta de política pública em parceria com a rede metrológica do estado.


  • Mostrar Abstract
  • O presente estudo demostrou as transformações do setor de alimentos que possuem origem nas mudanças legais, sociais e culturais das gerações. Dentro das intolerâncias por alimento, oslácteospossuem o públicomaisexpressivo, pois se estima que no Brasil 45% da populaçãobrasileirapossuaalgumgrau de intolerância à lactose. O presentetrabalhoteve por objetivo a padronização dos  elementos fundamentais na elaboração de rótulos para produtos zero lactose, levando em consideração as informações extraídas dos bancos de dados Scopus e INPI. Através da análise tecnologias prospectadas em 34 pedidos de patentes e 134 pedidos de registro de marcasna base do INPI que correlacionados aos 746 artigos extraídos do banco de dados do Scopus. Para que somando a legislação vigente para produtos “zero lactose” fosse construído um guia para indústrias do setor de alimentos em Alagoas e uma proposta de política pública em parceria com a rede metrológica do estado.

5
  • LILIANE DOS SANTOS MOTA DA FONSÊCA
  • ESTUDO PROSPECTIVO E EXPLORATÓRIO SOBRE AS CACHAÇAS DE ALAMBIQUE DE ALAGOAS E SUAS POTENCIALIDADES PARA A INDICAÇÃO GEOGRÁFICA E SEUS DIFERENCIAIS COMPETITIVOS

  • Orientador : TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO MARTINS DE OLIVEIRA JUNIOR
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 31/03/2020

  • Mostrar Resumo
  • Essa pesquisa visa apresentar um estudo prospectivo e exploratório sobre as cachaças de alambique de Alagoas e suas potencialidades para a indicação geográfica e seus diferenciais competitivos. É sabido que as cachaças brasileiras trazem consigo a história e origem de um povo, quando associada a produção sucroalcooleira do Estado de Alagoas e a Era da colonização, a história de um povo se solidifica e resgatar a tradição e os valores socioculturais, evidenciando a região. Com isso, as cachaças de alambique do Brasil tem significativa importância para o País, uma vez que sua genuinidade expressa, agrega valor e riqueza para os brasileiros, bem como movimenta a economia criativa ao descobrir uma nova vocação para região. Com o passar dos anos as Cachaças tem ganhado força no universo de destilados finos, impulsionando uma maior visibilidade do produto no cenário mercadológico global. A concessão da IG – Indicação Geográfica vem a somar, juntamente com os aspectos peculiares que se dão com a indicação de procedência de um produto, tornando-o tipicamente valorizado. Em Alagoas, a história da cachaça se confunde com o tradicionalismo e a cultura do seu povo, uma vez que os engenhos de açúcar desenham a origem e formação de uma sociedade, que até então, dependia de Pernambuco. De modo que, a aguardente de cana de açúcar, começa tomar gosto popular, e o destilado, passa a compor paladares apuradíssimos de quem conhece e aprecia bebidas de altíssima qualidade. Com isso, os alambiques alagoanos passam a desenvolver produtos diferenciados para o mercado, com alto potencial competitivo, valores sensoriais apuradíssimos, traduzidos em apresentação e sabor, assim a indicação geográfica dá prosseguimento e força ao processo de notoriedade das Cachaças de Alambique de Alagoas. O estudo constatou ganhos imensuráveis, como a sensação de pertencimento de um povo dado ao resgate de uma rica história.


  • Mostrar Abstract
  • Essa pesquisa visa apresentar um estudo prospectivo e exploratório sobre as cachaças de alambique de Alagoas e suas potencialidades para a indicação geográfica e seus diferenciais competitivos. É sabido que as cachaças brasileiras trazem consigo a história e origem de um povo, quando associada a produção sucroalcooleira do Estado de Alagoas e a Era da colonização, a história de um povo se solidifica e resgatar a tradição e os valores socioculturais, evidenciando a região. Com isso, as cachaças de alambique do Brasil tem significativa importância para o País, uma vez que sua genuinidade expressa, agrega valor e riqueza para os brasileiros, bem como movimenta a economia criativa ao descobrir uma nova vocação para região. Com o passar dos anos as Cachaças tem ganhado força no universo de destilados finos, impulsionando uma maior visibilidade do produto no cenário mercadológico global. A concessão da IG – Indicação Geográfica vem a somar, juntamente com os aspectos peculiares que se dão com a indicação de procedência de um produto, tornando-o tipicamente valorizado. Em Alagoas, a história da cachaça se confunde com o tradicionalismo e a cultura do seu povo, uma vez que os engenhos de açúcar desenham a origem e formação de uma sociedade, que até então, dependia de Pernambuco. De modo que, a aguardente de cana de açúcar, começa tomar gosto popular, e o destilado, passa a compor paladares apuradíssimos de quem conhece e aprecia bebidas de altíssima qualidade. Com isso, os alambiques alagoanos passam a desenvolver produtos diferenciados para o mercado, com alto potencial competitivo, valores sensoriais apuradíssimos, traduzidos em apresentação e sabor, assim a indicação geográfica dá prosseguimento e força ao processo de notoriedade das Cachaças de Alambique de Alagoas. O estudo constatou ganhos imensuráveis, como a sensação de pertencimento de um povo dado ao resgate de uma rica história.

6
  • ALINE DE GOES LIMA AMARAL
  • FORMATAÇÃO DE SISTEMAS DE FRANQUIAS: DA PROPRIEDADE INTELECTUAL À TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDERSON DE BARROS DANTAS
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 22/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • A expansão por meio de franquias é uma estratégia utilizada por diversos tipos de
    empresas. Em que pese a maturidade das técnicas empregadas e o franco
    crescimento do setor, no Brasil ainda se observam lacunas nos estudos acadêmicos
    e nas práticas que envolvem a proteção e a gestão da propriedade intelectual na
    formatação de franquias. A atual legislação do franchising, recém publicada, reforça
    a necessidade de um olhar mais aprofundado sobre os ativos intangíveis envolvidos
    nesse modelo de negócio. O presente trabalho tem por objetivo estruturar um
    modelo de formatação de franquias que contemple as melhores práticas de gestão,
    incorporando uma abordagem voltada à proteção e à gestão dos ativos intangíveis.
    Foi realizada uma pesquisa social aplicada, tendo como abordagem metodológica a
    pesquisa exploratória, bibliográfica e documental, com uma análise qualitativa dos
    dados. Para a estruturação do modelo, foi utilizada a técnica de modelagem de
    processo BPM - Business Process Management, seguindo o padrão de símbolos do
    BPMN - Business Process Model and Notation. Como resultado, o trabalho
    apresenta um modelo de formatação de franquias que vai além da utilização dos
    instrumentos convencionais, trabalhando uma abordagem com foco na identificação,
    proteção e gestão dos ativos intangíveis, que são importantes para a franquia e que,
    muitas vezes, definem a vantagem competitiva da empresa. Além disso, também é
    apresentado um rol de recomendações que servem ao mapeamento e proteção dos
    ativos intangíveis dos franqueadores. Conclui-se que, na prática, a implementação
    dessas estratégias evitará surpresas, preocupações e instabilidades quanto aos
    riscos envolvidos na transferência de tecnologia, contribuindo, assim, como uma das
    fontes de vantagem competitiva sustentável para todo o sistema da franquia.


  • Mostrar Abstract
  • A expansão por meio de franquias é uma estratégia utilizada por diversos tipos de
    empresas. Em que pese a maturidade das técnicas empregadas e o franco
    crescimento do setor, no Brasil ainda se observam lacunas nos estudos acadêmicos
    e nas práticas que envolvem a proteção e a gestão da propriedade intelectual na
    formatação de franquias. A atual legislação do franchising, recém publicada, reforça
    a necessidade de um olhar mais aprofundado sobre os ativos intangíveis envolvidos
    nesse modelo de negócio. O presente trabalho tem por objetivo estruturar um
    modelo de formatação de franquias que contemple as melhores práticas de gestão,
    incorporando uma abordagem voltada à proteção e à gestão dos ativos intangíveis.
    Foi realizada uma pesquisa social aplicada, tendo como abordagem metodológica a
    pesquisa exploratória, bibliográfica e documental, com uma análise qualitativa dos
    dados. Para a estruturação do modelo, foi utilizada a técnica de modelagem de
    processo BPM - Business Process Management, seguindo o padrão de símbolos do
    BPMN - Business Process Model and Notation. Como resultado, o trabalho
    apresenta um modelo de formatação de franquias que vai além da utilização dos
    instrumentos convencionais, trabalhando uma abordagem com foco na identificação,
    proteção e gestão dos ativos intangíveis, que são importantes para a franquia e que,
    muitas vezes, definem a vantagem competitiva da empresa. Além disso, também é
    apresentado um rol de recomendações que servem ao mapeamento e proteção dos
    ativos intangíveis dos franqueadores. Conclui-se que, na prática, a implementação
    dessas estratégias evitará surpresas, preocupações e instabilidades quanto aos
    riscos envolvidos na transferência de tecnologia, contribuindo, assim, como uma das
    fontes de vantagem competitiva sustentável para todo o sistema da franquia.

7
  • BENEILDO RODRIGUES OLIVEIRA PEREIRA
  • A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA COMO FERRAMENTA DE APROXIMAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE-EMPRESA

  • Orientador : JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • MONIQUE GABRIELLA ANGELO DA SILVA
  • Data: 29/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • A extensão universitária é, por vezes, entendida como ação de caráter assistencialista, mas de fato, é uma ação que permite que a pesquisa não seja desconexa das demandas da sociedade, além de possibilitar a transferência tecnológica e aumento da capacidade inovativa de pequenas e microempresas. Nesse contexto, esta pesquisa objetivou analisar o processo de produção da propriedade intelectual no Campus A.C. Simões, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), tendo como foco os produtos derivados de ações de extensão universitária através de interações Universidade-Empresa por meio da publicização dos resultados dos esforços inventivos de pesquisadores e alunos que procederam em elementos de propriedade intelectual. A metodologia utilizada foi de caráter quali-quantitativa, buscando-se entender os elementos que fazem parte do processo de inovação e a importância da relação UniversidadeEmpresa como elemento facilitador e de estímulo ao processo inovativo. Resultados da pesquisa documental, realizada de 2016 a 2019, verificou-se um baixo número de produtos cadastrados em ações de extensão, além da ausência de prestação de serviços pela Universidade no Sigaa/Ufal e pequena presença de ações cadastradas por cursos das áreas de Ciências Exatas e da Terra, Biológica e Agrárias, áreas estas que são diretamente relacionadas ao desenvolvimento científico e tecnológico, mas aparentemente não veem a extensão de forma indissociável da pesquisa e do ensino, para o desenvolvimento de pesquisas direcionadas a soluções mais imediatas. Dessa forma, sugeriu-se uma mudança no modelo de gestão da Proex, com a criação de uma nova coordenadoria capaz de se relacionar com outros órgãos e unidades acadêmicas, buscando um estreitamento na comunicação com empresas, e um novo olhar sobre a dimensão que as atividades extensionistas podem alcançar.


  • Mostrar Abstract
  • A extensão universitária é, por vezes, entendida como ação de caráter assistencialista, mas de fato, é uma ação que permite que a pesquisa não seja desconexa das demandas da sociedade, além de possibilitar a transferência tecnológica e aumento da capacidade inovativa de pequenas e microempresas. Nesse contexto, esta pesquisa objetivou analisar o processo de produção da propriedade intelectual no Campus A.C. Simões, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), tendo como foco os produtos derivados de ações de extensão universitária através de interações Universidade-Empresa por meio da publicização dos resultados dos esforços inventivos de pesquisadores e alunos que procederam em elementos de propriedade intelectual. A metodologia utilizada foi de caráter quali-quantitativa, buscando-se entender os elementos que fazem parte do processo de inovação e a importância da relação UniversidadeEmpresa como elemento facilitador e de estímulo ao processo inovativo. Resultados da pesquisa documental, realizada de 2016 a 2019, verificou-se um baixo número de produtos cadastrados em ações de extensão, além da ausência de prestação de serviços pela Universidade no Sigaa/Ufal e pequena presença de ações cadastradas por cursos das áreas de Ciências Exatas e da Terra, Biológica e Agrárias, áreas estas que são diretamente relacionadas ao desenvolvimento científico e tecnológico, mas aparentemente não veem a extensão de forma indissociável da pesquisa e do ensino, para o desenvolvimento de pesquisas direcionadas a soluções mais imediatas. Dessa forma, sugeriu-se uma mudança no modelo de gestão da Proex, com a criação de uma nova coordenadoria capaz de se relacionar com outros órgãos e unidades acadêmicas, buscando um estreitamento na comunicação com empresas, e um novo olhar sobre a dimensão que as atividades extensionistas podem alcançar.

8
  • DÉBORA CRISTINA DA SILVA LIMA
  • METODOLOGIA PARA OPERACIONALIZAR AMBIENTES DE INOVAÇÃO EM ECONOMIA CRIATIVA

  • Orientador : FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELDER PATRICK MAIA ALVES
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • Data: 30/04/2020

  • Mostrar Resumo
  • A manutenção de negócios no ambiente empresarial representa um desafio diário para quem empreende, havendo sempre a necessidade de se pensar em produtos e serviços diferenciados, que encantem o público e que gerem retornos econômicos às empresas, dinamizando a economia. Neste sentido, a inovação têm sido um termo cada vez mais disseminado e necessário às empresas que desejam se manter no mercado. Neste contexto, as atividades da economia criativa apresentam uma vantagem natural, uma vez que é composta por atividades que possuem como principal ativo a criatividade humana, gerando bens e serviços que são passíveis de proteção intelectual, além de proporcionarem a diferentes cadeias produtivas, diferenciais de inovação. Entretanto, devido ao alto grau de intangibilidade apresentado pelas atividades criativas, há certa dificuldade no entendimento e geração de inovação. Diferentes modelos de ambientes de inovação vêm facilitando este processo, em diferentes segmentos econômicos, mas há poucos direcionados para economia criativa, sendo estes ambientes ainda pouco utilizados por empreendedores desta área. Assim, o objetivo deste trabalho é identificar um modelo de atuação em ambientes de inovação que se adeque às necessidades de empreendimentos da economia criativa em Alagoas. Para tal, foi realizada uma pesquisa exploratória e bibliográfica para entendimento dos principais conceitos e modelos que auxiliem nesta construção. Ao fim do trabalho, será entregue o método adequado à realidade alagoana, assim como reflexões e recomendações.


  • Mostrar Abstract
  • A manutenção de negócios no ambiente empresarial representa um desafio diário para quem empreende, havendo sempre a necessidade de se pensar em produtos e serviços diferenciados, que encantem o público e que gerem retornos econômicos às empresas, dinamizando a economia. Neste sentido, a inovação têm sido um termo cada vez mais disseminado e necessário às empresas que desejam se manter no mercado. Neste contexto, as atividades da economia criativa apresentam uma vantagem natural, uma vez que é composta por atividades que possuem como principal ativo a criatividade humana, gerando bens e serviços que são passíveis de proteção intelectual, além de proporcionarem a diferentes cadeias produtivas, diferenciais de inovação. Entretanto, devido ao alto grau de intangibilidade apresentado pelas atividades criativas, há certa dificuldade no entendimento e geração de inovação. Diferentes modelos de ambientes de inovação vêm facilitando este processo, em diferentes segmentos econômicos, mas há poucos direcionados para economia criativa, sendo estes ambientes ainda pouco utilizados por empreendedores desta área. Assim, o objetivo deste trabalho é identificar um modelo de atuação em ambientes de inovação que se adeque às necessidades de empreendimentos da economia criativa em Alagoas. Para tal, foi realizada uma pesquisa exploratória e bibliográfica para entendimento dos principais conceitos e modelos que auxiliem nesta construção. Ao fim do trabalho, será entregue o método adequado à realidade alagoana, assim como reflexões e recomendações.

9
  • CLAUDIA BEATRIZ LOPES ALMEIDA
  • ELABORAÇÃO DE MODELO DE NEGÓCIOS NO SETOR DE FITOCOSMÉTICOS CAPILARES

  • Orientador : TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • VALERIA RODRIGUES DOS SANTOS MALTA
  • Data: 14/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • A incansável busca pela aceitação estética, permeia a história da sociedade, fundamentando toda evolução da indústria cosmética, que utiliza do apelo da beleza para geração de ciência, tecnologia e inovação. Os produtos cosméticos procuram limpar, embelezar ou alterar aparentemente o corpo humano, sem interferir na estrutura e nas funções, podendo ser categorizados em três estados físicos, o sólido, os semissólidos e o líquido. Setor protagonizado por grandes players, provém aos países crescimento econômico e renda global, o mesmo está passando por um movimento novo, onde a sustentabilidade, personalização, valor social, tecnologia e transparência tornaram-se pontos decisórios na obtenção de um produto. Para atender a necessidade de um mercado mais exigente com a procedência dos matérias usados nas composições do cosmético, os fitocosméticos vem solucionar esta demanda, ao se dedicar em encontrar soluções que utilizem dos princípios ativos vindo de plantas para trazer cuidados na higiene, estética, da correção e da manutenção de um estado normal e sadio do corpo, no formato de extrato, de óleo ou óleo essencial. O cabelo humano é um dos principais adornos de homens e mulheres, que também possuem a funcionalidade protetora ao corpo humano, a fibra capilar é composta por três componentes, a cutícula, o córtex e a medula. Ao ter contato com qualquer procedimento cosmético, as células cuticulares são as primeiras reagir, sendo na melhoria do seu aspecto ou não. O uso de óleos naturais demonstra-se ser uma tendência que fortalecida com o tempo por ter seus benefícios como a hidratação, promover o brilho, combater o frizz e a proteger a coloração. De origem brasileira, o baru é típico dos cerrados, suas sementes são ricas em proteínas lipídios e carboidratos, podendo ser usada no setor de alimentos, na madeireira e na medicina, já a moringa é originária do noroeste da Índia, possui diversas aplicações como alimento, no tratamento de água e no setor cosméticos. Entre as ferramentas que auxiliam na estruturação de uma empresa, o modelo de negócios ajuda os gestores para capturar, compreender, comunicar, projetar, analisar e mudar a lógica de negócio de sua organização. A presente pesquisa teve como objetivo elaborar um modelo de um negócio no setor cosmético que tem como base produtos cosméticos capilares naturais, com foco nos óleos de baru e de moringa, avaliando a reação do cabelo por meio do microscópio de varredura. Para isto foram realizadas primeiramente analises do fio de cabelo submetidos aos óleos, analisando o comportamento das células cuticulares, onde verificou-se uma maior aceitabilidade dos fios lisos aos dois óleos. Após deu-se início a pesquisa bibliográfica sobre modelos de negócios na área cosmética e a prospecção tecnológica dos produtos fitocosméticos. Com os resultados destes foi possível elaborar, primeiramente o modelo de negócios Canvas e depois, o plano de negócio. Por fim, verifica-se que existe um ambiente propício para a implementação de negócio na área de cosméticos naturais, mesmo com fortes concorrentes, oferecer produtos mais acessíveis pode ser um diferencial em relação as outras empresas. Outro fator importante são os canais de comunicação com o cliente, que deve seguir a tendência das mídias digitais.


  • Mostrar Abstract
  • The constant search for aesthetic acceptance, was responsible for one of the main industries of
    today, the cosmetic. Its products seek to clean, maintain or apparently alter the human body,
    without interfering in its structure and functions, categorized into three physical states, the solid,
    the semi-solid and the liquid. To meet the need for a more demanding market, phytocosmetics
    are dedicated to finding solutions that use the active ingredients from plants to provide care in
    hygiene, aesthetics, correction and maintenance of the body's normal and healthy state, in the
    form of extract, oil or essential oil. Human hair is one of the main human adornments, having
    protective functionality to the human body, the hair fiber is composed of three components, the
    cuticle, the cortex and the medulla, being the first layer to react to cosmetic products. The use
    of natural oils has been shown to be effective over time through hydration, promoting shine,
    combating frizz and protecting color. Of Brazilian origin, dipteryx alata vog is typical of the
    cerrados, its seeds are rich in proteins, lipids and carbohydrates, being used in the food sector,
    in lumber and in medicine, whereas Moringa Oleifera Lam is originally from northwest India,
    has several applications such as food, water treatment and cosmetics. The business model is
    considered a tool that helps managers to visualize how they will capture, create and promote
    the value of their organization. This research aimed to elaborate a business model in the
    cosmetic sector that is based on natural capillary cosmetic products, focusing on aluminum
    dipteryx oils and Moringa Oleifera Lam, evaluating the reaction of the capillary fiber through
    the electron microscope of scan. For this purpose, first analysis of the threads submitted to the
    oils was carried out, analyzing the behavior of the cuticle cells, it was verified the effectiveness
    of Moringa Oleifera Lam oil in the aspect of the cuticles of the two samples, confirming its use
    in the making of a product line. After the analysis, bibliographic research on business models
    in the cosmetic area and technological prospecting of phytocosmetic products began. With the
    results of the studies, it is possible to elaborate the Canvas business model and later the business
    plan. Finally, it appears that there is a favorable environment for the implementation of business
    in the area of natural cosmetics, even with strong competitors, maintaining direct channels with
    customers offering more accessible and quality products can be a differential in relation to other
    companies.

10
  • LUIZ ANDRE DA SILVA LIMA
  • KIT DIDÁTICO PARA EDUCAÇÃO DE AUTOMAÇÃO EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS USANDO TECNOLOGIA KNX COM IOT.

  • Orientador : JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • WELLINSILVIO COSTA DOS SANTOS
  • Data: 17/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • Os modelos de referência para o PDP (Processo de desenvolvimento de Produtos) irão contribuir para  facilitar a compreensão e a comunicação entre os coordenadores do projeto do produto, auxiliando nas decisões sobre as funções da gestão, bem como planejamento e organização do projeto. O presente trabalho tem como objetivo levantar as principais metodologias de desenvolvimento de produtos e sistematizá-las com intuito de construir um procedimento específico para gerar kits didáticos que atendam às necessidades dos clientes de forma rápida e dinâmica, buscando a difusão de tal conhecimento de modo simples para facilitar a aplicação nas empresas. A metodologia usada é baseada em pesquisa bibliográfica para formulação de referencial teórico, trazendo conceitos de tecnologia e inovação; o papel da inovação; planejamento estratégico; paradigmas; competências tecnológicas; aquisição de fontes tecnológicas; contextualiza inovação tecnológica no mundo atual; expõe conceitos de capacidade tecnológica e acumulação de capacidade tecnológica; e explica critérios das métricas utilizadas para aferir a capacidade tecnológica em organizações. Apresenta ainda definições sobre PDP, modelos de PDP, modelos de referência para desenvolvimento de produtos, matrizes de análises, métodos de gestão estratégica de projetos vinculados à participação na construção de modelo de referência para construção de kits didáticos. Mais ainda, o resultado obtido pelo estudo, é a percepção de que existe uma tendência de desenvolver e evoluir modelos mais específicos para cada setor industrial. As principais contribuições deste trabalho: maior aprofundamento sobre o tema pesquisado, propiciando oportunidades para que outros pesquisadores desenvolvem estudos em modelos de desenvolvimento de produtos; identificar novos segmentos para o desenvolvimento de modelos específicos para a indústria; e a sugestão de oportunidades para futuras pesquisas sobre o tema.


  • Mostrar Abstract
  • Reference models for the PDP (Product Development Process) will contribute to ease of understanding and communication between product project coordinators, assisting in decisions about project management functions, as well as planning and organization. This work aims to raise the main product development methodologies and systematize them in order to build a specific procedure to generate didactic kits that meet the needs of customers quickly and dynamically seeking to disseminate such knowledge in a simple way to facilitate application in companies. The methodology used is based on bibliographic research to formulate a theoretical framework, bringing concepts of technology and innovation; the role of innovation; strategic planning; paradigms; technological skills; acquisition of technological sources; contextualizes technological innovation in today's world; exposes concepts of technological capacity and accumulation of technological capacity; and explains criteria of the metrics used to measure technological capacity in organizations. It also presents definitions about PDP, PDP models, reference models for product development, analysis matrices, strategic project management methods linked to participation in the construction of a reference model for the construction of didactic kits. Furthermore, the result obtained by the study is the perception that there is a tendency to develop and evolve more specific models for each industrial sector. The main contributions of this work: Greater depth on the researched topic, providing opportunities for other researchers to develop studies on product development models; identify new segments for the development of specific models for the industry; suggestion for future research on the topic.

11
  • ERIVALDO OLIVEIRA DE MATOS
  • A INTERNET DAS COISAS NA SEGURANÇA PÚBLICA

  • Orientador : JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • LEANDRO MELO DE SALES
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 16/07/2020

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho realiza uma análise por meio de uma prospecção tecnológica acompanhada de um estudo teórico sobre o uso da Internet das Coisas (IoT) direcionada à sua aplicação na Segurança Pública, apresentando tendências que poderão aprimorar as informações e desenvolver os serviços prestados pelos agentes da segurança pública no Brasil e abrir caminhos para a discussão sobre as próximas etapas do uso de tecnologias automatizadas para a defesa nacional e segurança pública.As tendências são demonstradas através de uma prospecção tecnológica na base patentária “Questel-Orbit” e na base de produções científicas “Scopus”, onde foram analisados os documentos científicos (produção bibliométrica) e famílias de patentes (produção patentométrica), de maneira quantitativa, resultando na apresentação de resultados envolvendo o panorama da produção científica e tecnológica no mundo, principais autores e inventores, principais instituições científicas e empresas depositantes, documentos por área, podendo ser traçado um breve panorama das tendências, demandas e objetivos da Internet das Coisas (IoT) integrada aos serviços relacionados à Segurança Pública. O tema proposto foi direcionado e aprofundado em três linhas de pesquisa distintas que interessaram a empresa como possibilidades desenvolvimento tecnológico: a Internet das Coisas (IoT) concatenada a sensores de disparos, tecnologias de reconhecimento facial e sistema de identificação por radiofrequência (RFID). Para consolidar as informações obtidas, foram acrescentados apontamentos teóricos sobre cidades inteligentes e a necessidade de serem instituídas leis que regulem o desenvolvimento de inteligências artificiais juntamente com funcionalidades ligadas a Internet das Coisas (IoT).


  • Mostrar Abstract
  • Este trabalho realiza uma análise por meio de uma prospecção tecnológica acompanhada de um estudo teórico sobre o uso da Internet das Coisas (IoT) direcionada à sua aplicação na Segurança Pública, apresentando tendências que poderão aprimorar as informações e desenvolver os serviços prestados pelos agentes da segurança pública no Brasil e abrir caminhos para a discussão sobre as próximas etapas do uso de tecnologias automatizadas para a defesa nacional e segurança pública.As tendências são demonstradas através de uma prospecção tecnológica na base patentária “Questel-Orbit” e na base de produções científicas “Scopus”, onde foram analisados os documentos científicos (produção bibliométrica) e famílias de patentes (produção patentométrica), de maneira quantitativa, resultando na apresentação de resultados envolvendo o panorama da produção científica e tecnológica no mundo, principais autores e inventores, principais instituições científicas e empresas depositantes, documentos por área, podendo ser traçado um breve panorama das tendências, demandas e objetivos da Internet das Coisas (IoT) integrada aos serviços relacionados à Segurança Pública. O tema proposto foi direcionado e aprofundado em três linhas de pesquisa distintas que interessaram a empresa como possibilidades desenvolvimento tecnológico: a Internet das Coisas (IoT) concatenada a sensores de disparos, tecnologias de reconhecimento facial e sistema de identificação por radiofrequência (RFID). Para consolidar as informações obtidas, foram acrescentados apontamentos teóricos sobre cidades inteligentes e a necessidade de serem instituídas leis que regulem o desenvolvimento de inteligências artificiais juntamente com funcionalidades ligadas a Internet das Coisas (IoT).

12
  • LEYLA CAROLYNE DA SILVA SANTOS
  • Proposta de Política de Gestão da Propriedade Intelectual para o SENAI/AL

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA MARIA DE OLIVEIRA SÁ
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • KELYANE DA SILVA
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 14/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • O investimento em inovação é uma ação indispensável para manter as empresas competitivas e atualizadas, no entanto percebe-se que só a inovação pura não garante o sucesso da pesquisa e dos experimentos, é necessário que estas atividades sejam feitas de forma sistemática, coordenada e alinhada com os mais diversos níveis hierárquicos da instituição, promovendo assim uma cultura inovadora/empreendedora, valorizando os envolvidos, protegendo os bens intangíveis da organização de forma adequada e fazendo com que o investimento feito pela empresa, possua um retorno econômico adequado, permitindo a manutenção do ciclo de inovação através de uma gestão consciente. O presente trabalho tem como objetivo propor uma política de gestão da propriedade intelectual para o SENAI Alagoas. Para isso, a metodologia utilizada foi uma pesquisa exploratória, bibliográfica e documental, com análise quantitativa dos dados, que permitiu a adaptação da política proposta para atender a estrutura organizacional e a evolução gradual das ações da instituição. Como resultado desse trabalho foi construída uma política de propriedade intelectual, bem como a proposição de artefatos e ações para melhorar a gestão da produção intelectual gerada por membros do SENAI Alagoas por meio de um ciclo claro e de fácil utilização, melhorando o aproveitamento dos produtos gerados na instituição. Além da política de propriedade intelectual, esse trabalho apresenta um guia para projetos e um modelo de capacitação e difusão da gestão da inovação através de indivíduos denominados agentes de inovação.


  • Mostrar Abstract
  • O investimento em inovação é uma ação indispensável para manter as empresas competitivas e atualizadas, no entanto percebe-se que só a inovação pura não garante o sucesso da pesquisa e dos experimentos, é necessário que estas atividades sejam feitas de forma sistemática, coordenada e alinhada com os mais diversos níveis hierárquicos da instituição, promovendo assim uma cultura inovadora/empreendedora, valorizando os envolvidos, protegendo os bens intangíveis da organização de forma adequada e fazendo com que o investimento feito pela empresa, possua um retorno econômico adequado, permitindo a manutenção do ciclo de inovação através de uma gestão consciente. O presente trabalho tem como objetivo propor uma política de gestão da propriedade intelectual para o SENAI Alagoas. Para isso, a metodologia utilizada foi uma pesquisa exploratória, bibliográfica e documental, com análise quantitativa dos dados, que permitiu a adaptação da política proposta para atender a estrutura organizacional e a evolução gradual das ações da instituição. Como resultado desse trabalho foi construída uma política de propriedade intelectual, bem como a proposição de artefatos e ações para melhorar a gestão da produção intelectual gerada por membros do SENAI Alagoas por meio de um ciclo claro e de fácil utilização, melhorando o aproveitamento dos produtos gerados na instituição. Além da política de propriedade intelectual, esse trabalho apresenta um guia para projetos e um modelo de capacitação e difusão da gestão da inovação através de indivíduos denominados agentes de inovação.

13
  • CLODOALDO SILVA DO NASCIMENTO
  • PROSPECÇÃO DE PRODUTOS, UTILIZANDO O BAGAÇO DE MALTE NA FABRICAÇÃO DE GELATOS

  • Orientador : JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • JOSEALDO TONHOLO
  • SORAYA LIRA ALENCAR
  • Data: 23/09/2020

  • Mostrar Resumo
  • O Brasil está entre os maiores produtores de uma das bebidas mais consumidas do mundo: a cerveja. Conquanto, assim como na maioria dos processos industriais, a produção da cerveja perpassa por operações unitárias que geram subprodutos, como o bagaço de malte, obtido a partir da filtração do mosto. Este subproduto é considerado de baixo valor, sendo vendido por, em média, R$ 70,00/tonelada ou simplesmente descartado sem o controle ambiental adequado, malgrado a existência de diversas pesquisas que demonstram a rica composição nutricional do bagaço de malte. Nesse esteio, este trabalho se propõe a apresentar soluções para que esse subproduto seja reutilizado de forma sustentável, nobre e inovadora. Assim, partiu-se de uma revisão bibliográfica sobre a cevada, sobre o malte e sobre as fibras neles presentes, aliando esse conhecimento à realidade alagoana para, desse modo, conceber uma nova modalidade de gelato enriquecido com todos os benefícios nutrícios do bagaço de malte. Para isso, o bagaço de malte foi coletado na cervejaria artesanal Hop Bros e levado para processo de secagem, onde o resíduo úmido de cerveja (RUC), 700g,  é espalhado em assadeiras de alumínio e colocado em forno turbo vertical com temperatura de 170ºc /26 minutos com o fito de facilitar o processo de trituração, transformando esse bagaço em farinha. Assim, a farinha de malte e o gelato de cerveja com adição de farinha de malte foram submetidos às análises microbiológicas conforme RDC (Resolução da Diretoria Colegiada) 12/2001 e constatou-se a sua viabilidade para consumo humano. As análises da composição nutricional do gelato, conforme RDC 54/2012, revelaram um produto rico em fibra, baixo teor de lactose, zero de gordura trans e com poucas calorias: 106 kcal para cada 60g. Os resultados mostram que o gelato cervejeiro com bagaço de malte se encontra apto para o consumo humano, com impacto ambiental positivo, além de possibilidade de escalonamento industrial com ganhos reais para todos os envolvidos.


  • Mostrar Abstract
  • O Brasil está entre os maiores produtores de uma das bebidas mais consumidas do mundo: a cerveja. Conquanto, assim como na maioria dos processos industriais, a produção da cerveja perpassa por operações unitárias que geram subprodutos, como o bagaço de malte, obtido a partir da filtração do mosto. Este subproduto é considerado de baixo valor, sendo vendido por, em média, R$ 70,00/tonelada ou simplesmente descartado sem o controle ambiental adequado, malgrado a existência de diversas pesquisas que demonstram a rica composição nutricional do bagaço de malte. Nesse esteio, este trabalho se propõe a apresentar soluções para que esse subproduto seja reutilizado de forma sustentável, nobre e inovadora. Assim, partiu-se de uma revisão bibliográfica sobre a cevada, sobre o malte e sobre as fibras neles presentes, aliando esse conhecimento à realidade alagoana para, desse modo, conceber uma nova modalidade de gelato enriquecido com todos os benefícios nutrícios do bagaço de malte. Para isso, o bagaço de malte foi coletado na cervejaria artesanal Hop Bros e levado para processo de secagem, onde o resíduo úmido de cerveja (RUC), 700g,  é espalhado em assadeiras de alumínio e colocado em forno turbo vertical com temperatura de 170ºc /26 minutos com o fito de facilitar o processo de trituração, transformando esse bagaço em farinha. Assim, a farinha de malte e o gelato de cerveja com adição de farinha de malte foram submetidos às análises microbiológicas conforme RDC (Resolução da Diretoria Colegiada) 12/2001 e constatou-se a sua viabilidade para consumo humano. As análises da composição nutricional do gelato, conforme RDC 54/2012, revelaram um produto rico em fibra, baixo teor de lactose, zero de gordura trans e com poucas calorias: 106 kcal para cada 60g. Os resultados mostram que o gelato cervejeiro com bagaço de malte se encontra apto para o consumo humano, com impacto ambiental positivo, além de possibilidade de escalonamento industrial com ganhos reais para todos os envolvidos.

14
  • FELIPE ROBERTO ELOI MOURA
  • SMART HOSPITAL: PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA DE INTERNET DAS COISAS APLICADA EM AMBIENTES HOSPITALARES

  • Orientador : GUILHERME BENJAMIN BRANDAO PITTA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BENJAMIN BRANDAO PITTA
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • JOSEALDO TONHOLO
  • CELIO FERNANDO DE SOUSA RODRIGUES
  • Data: 02/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Disseminado principalmente nos últimos dez anos, os avanços tecnológicos de redes de sensores sem fio, comunicação móvel e computação ubíqua tem ampliado o leque de oportunidades das aplicações baseadas no paradigma da Internet das Coisas (IoT). Ancorado neste paradigma, os Hospitais Inteligentes têm surgido como uma proposta inovadora de hospitais, onde as funções de diagnósticos, tratamento, gestão e decisão estão integradas. Diante dos grandes problemas que hospitais no mundo todo tem enfrentado, devido principalmente a carência de profissionais e o aumento populacional, a necessidade de um ambiente inteligente dentro do contexto hospitalar tem sido urgente, e os benefícios trazidos pela IoT para esse setor são inúmeros. Entendendo a importância deste tema, este trabalho se propôs a realizar um estudo de prospecção tecnológica em base de patentes e artigos científicos, a fim de investigar tecnologias baseadas no paradigma da IoT com aplicação em ambientes hospitalares. Assim, foram realizadas buscas nas bases Questel-Orbit, para documentos de patentes, e Scopus, para artigos científicos. Através das análises patentárias e bibliométricas foi possível construir um mapeamento das tecnologias e pesquisas científicas sobre IoT com aplicação em hospitais, dentro do corte temporal de 2009 a 2019. Os resultados apontaram em ambos os casos para um crescimento exponencial de depósitos de patentes e publicações de artigos sobre este tema. Tecnologias de dispositivos de transmissão de informações digitais, e tecnologias de medição para fins de diagnóstico, tiveram destaque dentro do universo apurado. Já as tecnologias da informação e comunicação adaptadas para fins específicos foram as que mais cresceram nesse período. Além disso, foi possível observar a China como uma grande produtora de tecnologias de IoT para hospitais, já a Índia obteve destaque em termos de pesquisas científicas sobre essa temática.


  • Mostrar Abstract
  • Disseminated mainly in the last ten years, technological advances in wireless sensor networks, mobile communication and ubiquitous computing have expanded the range of opportunities for applications based on the Internet of Things (IoT) paradigm. Anchored in this paradigm, Intelligent Hospitals have emerged as an innovative proposal for hospitals, where the functions of diagnostics, treatment, management and decision are integrated. In view of the great problems that hospitals around the world have faced, mainly due to the lack of professionals and the population increase, the need for an intelligent environment within the hospital context has been urgent, and the benefits brought by IoT for this sector are numerous. Understanding the importance of this theme, this work proposed to carry out a technological prospection study based on patents and scientific articles, in order to investigate technologies based on the IoT paradigm with application in hospital environments. Thus, searches were carried out on the Questel-Orbit databases, for patent documents, and Scopus, for scientific articles. Through patent and bibliometric analyzes it was possible to build a mapping of technologies and scientific research on IoT with application in hospitals, within the time frame from 2009 to 2019. The results pointed in both cases to an exponential growth of patent deposits and publications of articles on this topic. Technologies for digital information transmission devices, and measurement technologies for diagnostic purposes, were highlighted within the universe investigated. Information and communication technologies adapted for specific purposes, on the other hand, were those that grew the most during this period. In addition, it was possible to observe China as a major producer of IoT technologies for hospitals, while India has gained prominence in terms of scientific research on this topic.

15
  • PAULINE MARIA REIS COSTA
  • OPORTUNIDADES DE IMPLANTAÇÃO DE UMA INCUBADORA DE NEGÓCIOS TRADICIONAIS NO ARRANJO PRODUTIVO DA COSTA DOS CORAIS EM ALAGOAS COMO PROPULSORA DA TRANSFERENCIA DE TECNOLOGIA

  • Orientador : FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRÉ MORAES DOS SANTOS
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • Data: 09/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • A transferência de tecnologia para a inovação está intimamente relacionada com o processo de geração e difusão do conhecimento, temas que são discutidos em ambientes como a universidade empreendedora, as firmas que buscam a competitividade por meio da inovação e a gestão pública. A dinâmica resultante desta interação amplia o desempenho socioeconômico local, a partir do momento que soluciona demandas sociais e oferta alternativas inovadoras. Este trabalho terá então o objetivo de propor um roteiro metodológico que permita a transferência de tecnologia para a inovação no município de Maragogi, se valendo dos atores locais e do Arranjo Produtivo Local Costa dos Corais, previamente identificado na região e detalhado neste trabalho. Os métodos do trabalho estão amparados na Design Science, com base nas 07 diretrizes da metodologia, com o rigor técnico do uso do método exploratório descritivo, sendo feito estudos e pesquisas do arcabouço teórico sobre o tema, bem como dos diversos relatórios e publicações das organizações do estado. Ao final do trabalho será apresentado o modelo roteirizado para a implementação de um instrumento de transferência de tecnologia para a inovação, tendo como base a implantação de uma incubadora de negócios tradicionais no município de Maragogi. O trabalho seguirá com as propostas de pesquisas futuras e a sugestão de estudos posteriores.


  • Mostrar Abstract
  • The transfer of technology for innovation is closely related to the process of knowledge generation and diffusion, themes that are discussed in environments such as the entrepreneurial university, firms that seek competitiveness through innovation and public management. The dynamics resulting from this interaction increases local socioeconomic performance, from the moment it solves social demands and offers innovative alternatives. This work will then have the objective of proposing a methodological roadmap that allows the transfer of technology for innovation in the municipality of Maragogi, drawing on the local actors and the Local Productive Arrangement Costa dos Corais, previously identified in the region and detailed in this work. The methods of work are supported by Design Science, based on the 07 guidelines of the methodology, with the technical rigor of the use of the descriptive exploratory method, and studies and research of the theoretical framework on the subject are carried out, as well as of the various reports and publications of the organizations. of State. At the end of the work, the scripted model for the implementation of a technology transfer instrument for innovation will be presented, based on the implementation of a traditional business incubator in the municipality of Maragogi. The work will continue with proposals for future research and the suggestion of further studies.

16
  • KATIANE DO NASCIMENTO TAVARES
  • FINMIND: UMA PROPOSTA DE APLICATIVO MÓVEL PARA A GESTÃO FINANCEIRA DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

  • Orientador : FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALAN PEDRO DA SILVA
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • Data: 17/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Inseridas em um mercado altamente competitivo, repleto de incertezas em detrimento das influências das oscilações econômicas, sociais e políticas e tendo que satisfazer consumidores sedentos por experiências inovadoras, as micro e pequenas empresas se veem impelidas a adequarem suas práticas de gestão de modo a sobreviverem. Para isso, os administradores necessitam de informações adequadas, seguras e confiáveis que sejam disponibilizadas em tempo hábil para subsidiá-los no processo decisório. Apesar da Contabilidade fornecer, através do estudo de indicadores, uma valiosa ferramenta informacional no âmbito financeiro das organizações, em sua grande maioria, os gestores dos pequenos negócios não utilizam esses dados como embasamento no processo de tomada de decisão, seja por dificuldade de compreensão dos relatórios, seja por hábito ou barreira cultural. Sendo ainda a inexperiência dos gestores no que tange o processo de tomada de decisão no âmbito financeiro apontada como um dos principais gargalos enfrentados por esse segmento de organizações, culminando muitas vezes na descontinuidade de suas atividades. Com o advento da Tecnologia da Informação como ferramenta auxiliar à gestão empresarial e a disseminação do uso de smartphones entre a população, este estudo, empregando as fundamentações metodológicas da Design Science Research, propõe uma ferramenta de apoio à gestão financeira das micro e pequenas empresas unindo a acessibilidade de um aplicativo móvel e as informações confiáveis constantes nos relatórios produzidos pela Contabilidade, no intuito de direcionar para uma consciente gestão dos negócios.


  • Mostrar Abstract
  • Inserted in a highly competitive market, full of uncertainties to the detriment of the influences of economic, social and political fluctuations and having to satisfy consumers thirsty for innovative experiences, micro and small companies are compelled to adapt their management practices in order to survive. For this, administrators need adequate, safe and reliable information that is made available in a timely manner to support them in the decision-making process. Although Accounting provides, through the study of indicators, a valuable informational tool in the financial sphere of organizations, the vast majority of small business managers do not use this data as a basis in the decisionmaking process, either due to difficulties in understanding reports, either by habit or cultural barrier. The inexperience of managers with regard to the decision-making process in the financial sphere is pointed out as one of the main bottlenecks faced by this segment of organizations, often culminating in the discontinuity of their activities. With the advent of Information Technology as an auxiliary tool to business management and the dissemination of smartphone use among the population, this study, using the methodological foundations of Design Science Research, proposes a tool to support the financial management of micro and small companies, uniting the accessibility of a mobile application and the reliable information contained in the reports produced by Accounting, in order to direct to a conscious business management.

17
  • KALINE SILVA DOS SANTOS
  • Análise do conceito de Smart City a partir de prospecção patentária e projetos estratégicos da cidade de Maceió

  • Orientador : CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO
  • JOSEALDO TONHOLO
  • ANA KARLA DE SOUZA ABUD
  • Data: 28/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Através de revisão bibliográfica sobre o termo smart city, pôde-se apresentar porque é tão
    importante a sua aplicabilidade e os ganhos promovidos para a sociedade através da gestão
    pública. Especificamente, esse trabalho vem contribuir com uma discussão sobre os
    principais conceitos adotados para as smart cities, quais os principais pilares adotados,
    critérios para ranking dessas cidades e principais exemplos globais. Percebeu-se pela
    literatura que ainda os conceitos estão muito associados a tecnologia da informação e
    comunicação, comunicação digital, tecnologia audiovisual e ciência estruturais como
    engenharia civil. Os principais pilares elencados na literatura foram qualidade de vida,
    economia, gestão pública, meio ambiente e sustentabilidade, mobilidade e transporte,
    planejamento urbano e aspectos tecnológicos. Cidades modelo presentes em países como
    Coréia, Emirados Árabes, Holanda, Estados Unidos, Austrália, China e Espanha, puderam
    mostrar que os pilares básicos para a caracterização de uma smart city, elencados acima,
    podem dar prioridade a determinada característica em relação a outra dependendo das
    caraterísticas sociais, ambientais, econômicas e culturais de cada país, ou seja, as
    necessidades de desenvolvimento são distintas para cada cultura. A partir dessas premissas,
    realizou-se um estudo prospectivo a partir de patentes na plataforma do Orbit Intelligence,
    encontrando-se 4270 patentes associadas a 6122 áreas (IPCs – International Patent
    Classification, ou seja, um documento de patente pode estar associado a mais de um IPC).
    Os principais líderes em depósitos de patentes mundiais foram China, Coreia, Escritório
    Europeu (organização), Estados Unidos, OMPI/WIPO, Índia, Japão, Reino Unido, Austrália,

    Alemanha, Suíça, França e Irlanda. No Brasil, encontrou-se apenas 3 depósitos, mostrando-
    se a necessidade da disseminação desse conceito e de associá-lo às tecnologias

    desenvolvidas. A partir desses resultados, se pôde delimitar como áreas tradicionalmente
    associadas ao termo smart city, sendo sequencialmente 1134 na área de Telecomunicações,
    1029 em Comunicação Digital, 841 em Controle, 630 em Métodos de TI para gestão, 508
    em Energia, aparatos e máquinas elétricas, 429 em Tecnologia computacional, 294 em
    Engenharia civil, 234 em Medição e 230 em Tecnologia Audiovisual, totalizando 87% dos
    documentos encontrados. Dos 13% menos pronunciados, 70% dos documentos estiveram
    associados a Tecnologia ambiental com 153 associação, Outras máquinas especiais com 109,
    Transporte com 95, Elementos mecânicos com 83, Engenharia química com 55 e Processos

    e aparatos térmicos com 54, percebendo-se que nas mais diversas áreas tecnológicas pode-
    se haver produtos de interesse às smart cities, e que se poderiam associar essas tecnologias

    às demandas atuais delas. Setores de destaque, essas áreas foram o tratamento de água e
    efluentes, coleta especial para lixo, aparelhos de aplicação agrícola (cultivo, rega, colheita e
    descasque), circuitos e materiais para aplicação em eletromobilidade, elementos e detalhes
    em sistemas de televisão, tecnologia fotovoltaica e elementos associados e sistemas de
    aquecimento e resfriamento. Em relação a Maceió, percebeu-se que há muito a se
    desenvolver no âmbito das smart cities, e de certeza, a implementação da Lei de Inovação,
    Lei Municipal No 6.902,26 de Julho de 2019 (ainda imatura) e do Projeto Maceió: Cidade
    Inteligente, devem propor medidas administrativas crescentes de modo a elencar todos os
    pilares supracitados e visando melhorar a qualidade de vida dos maceioenses.


  • Mostrar Abstract
  • Through a bibliographic review on the term smart city, it was possible to present why its
    applicability and the gains promoted for society through public management are so
    important. Specifically, this work contributes to a discussion on the main concepts adopted
    forsmart cities, which are the main pillars adopted, criteria for ranking these cities and main
    global examples. It was noticed by the literature that the concepts are still very associated
    with information and communication technology, digital communication, audiovisual
    technology and structural science such as civil engineering. The main pillars listed in the
    literature were quality of life, economy, public management, environment and sustainability,
    mobility and transport, urban planning and technological aspects. Model cities present in
    countries such as Korea, United Arab Emirates, Holland, United States, Australia, China and
    Spain, were able to show that the basic pillars for the characterization of a smart city, listed
    above, can give priority to a certain characteristic over another depending on the social,
    environmental, economic and cultural characteristics of each country, that is, the
    development needs are different for each culture. Based on these premises, a prospective
    study was carried out based on patents on the Orbit Intelligence platform, with 4270 patents
    associated with 6122 areas (IPCs - International Patent Classification, that is, a patent
    document can be associated with more than an IPC). The main leaders in worldwide patent
    filings were China, Korea, European Office (organization), United States, WIPO / WIPO,
    India, Japan, United Kingdom, Australia, Germany, Switzerland, France and Ireland. In
    Brazil, only 3 deposits were found, showing the need to disseminate this concept and to
    associate it with the developed technologies. From these results, it was possible to delimit as
    areas traditionally associated with the term smart city, being 1134 sequentially in the area of
    Telecommunications, 1029 in Digital Communication, 841 in Control, 630 in IT Methods
    for management, 508 in Energy, apparatus and electrical machines, 429 in Computational
    Technology, 294 in Civil Engineering, 234 in Measurement and 230 in Audiovisual
    Technology, totaling 87% of the documents found. Of the 13% less pronounced, 70% of the
    documents were associated with Environmental Technology with 153 association, Other
    special machines with 109, Transport with 95, Mechanical elements with 83, Chemical
    engineering with 55 and Thermal processes and devices with 54, realizing that in the most
    diverse technological areas there may be products of interest to smart cities, which could be
    associated with these technologies to their current demands. Outstanding sectors, these areas
    were water and effluent treatment, special garbage collection, devices for agricultural
    application (cultivation, irrigation, harvesting and debarking), circuits and materials for
    application in electromobility, elements and details in television systems, technology
    photovoltaic and associated elements and heating and cooling systems. Regarding Maceió,
    it was noticed that there is a lot to develop in the scope of smart cities, and certainly, the
    implementation of the Innovation Law, Municipal Law No. 6,902.26 of July 2019 (still
    immature) and the Maceió Project: Smart city, should propose increasing administrative
    measures in order to list all the above-mentioned pillars and aiming to improve the quality
    of life of Maceió.

2019
Dissertações
1
  • DANIELLE CLARA SANTANA DA SILVA
  • SISTEMATIZAÇÃO DE PROCEDIMENTOS PARA TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NO CONTEXTO DOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • CARLOS HENRIQUE ALMEIDA ALVES
  • NUBIA MOURA RIBEIRO
  • Data: 19/02/2019

  • Mostrar Resumo
  • Os Institutos Federais de Educação (IFS), criados com a proposta de ser um modelo de referência em educação profissional e tecnológica, são estruturas educacionais de alto impacto transformador da realidade social onde seus Campi estão inseridos. Após uma década de sua criação enquanto Institutos Federais, os IFs encontram o desafio de implementar a transferência tecnológica em seu contexto como uma demanda real. Considerando as potencialidades dos IFs na geração de tecnologias que atendam às demandas produtivas locais das comunidades onde estão inseridos e a necessidade de uma resposta rápida ao setor produtivo, chega-se a necessidade de estabelecimento de um fluxo padrão de procedimentos a serem utilizados de modo a possibilitar a aplicação nos demais IFs que ainda não atingiram esse nível de maturidade. Foi estabelecida como metodologia para essa análise a busca nas bases de dados do INPI referentes a patentes e contratos de transferência tecnológica de modo a identificar os institutos que mais se destacam como depositantes de patentes e em contratos de transferência de tecnologia averbados no INPI. A partir dessa identificação foi feito um levantamento de dados dos IFs de modo a verificar quais os modelos e práticas administrativas referentes à transferência de tecnologia são adotadas. Conclui-se, apresentando os principais resultados da análise proposta na pesquisa e a proposta de fluxo administrativo referente a tramitação de contratos de transferência de tecnologia.


  • Mostrar Abstract
  • Os Institutos Federais de Educação (IFS), criados com a proposta de ser um modelo de referência em educação profissional e tecnológica, são estruturas educacionais de alto impacto transformador da realidade social onde seus Campi estão inseridos. Após uma década de sua criação enquanto Institutos Federais, os IFs encontram o desafio de implementar a transferência tecnológica em seu contexto como uma demanda real. Considerando as potencialidades dos IFs na geração de tecnologias que atendam às demandas produtivas locais das comunidades onde estão inseridos e a necessidade de uma resposta rápida ao setor produtivo, chega-se a necessidade de estabelecimento de um fluxo padrão de procedimentos a serem utilizados de modo a possibilitar a aplicação nos demais IFs que ainda não atingiram esse nível de maturidade. Foi estabelecida como metodologia para essa análise a busca nas bases de dados do INPI referentes a patentes e contratos de transferência tecnológica de modo a identificar os institutos que mais se destacam como depositantes de patentes e em contratos de transferência de tecnologia averbados no INPI. A partir dessa identificação foi feito um levantamento de dados dos IFs de modo a verificar quais os modelos e práticas administrativas referentes à transferência de tecnologia são adotadas. Conclui-se, apresentando os principais resultados da análise proposta na pesquisa e a proposta de fluxo administrativo referente a tramitação de contratos de transferência de tecnologia.

2
  • DANISSON LUIZ DOS SANTOS REIS
  • PROGRAMA DE PROMOÇÃO DO EMPREENDEDORISMO SOCIAL E DOS NEGÓCIOS DE IMPACTO SOCIAL: UMA PROPOSTA PARA A UFAL.

  • Orientador : ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • JOELMA DE OLIVEIRA ALBUQUERQUE
  • MARIA DAS GRAÇAS FERRAZ BEZERRA
  • Data: 17/04/2019

  • Mostrar Resumo
  • O discente do século XXI demonstra um certo entendimento e percebe a necessidade da existência de conexões que sejam oferecidas pelas instituições de ensino superior entre o mercado e a academia, como apontado em alguns estudos publicados. O conceito de Universidade está ligado a indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão, e esta última pode configurar uma resposta para integrar a academia com as reais necessidades da sociedade, além de permitir a promoção de aspectos da nova economia, quando se considera questões sociais, exigindo um comportamento empreendedor inovador mediante os negócios de impacto social. Dessa maneira, o objetivo desse trabalho é investigar como o empreendedorismo social e os negócios de impacto social são promovidos na Universidade Federal de Alagoas, considerando suas ações extensão, e construir uma proposta de ações para o aprimoramento neste setor. Para esse fim, foi realizado uma pesquisa exploratória e bibliográfica, a fim de levantar a situação atual e traçar propositivas de futuro. Como resultado, é apresentado um plano de ação no formato de um programa para a promoção do empreendedorismo social e negócios de impacto social na UFAL


  • Mostrar Abstract
  • O discente do século XXI demonstra um certo entendimento e percebe a necessidade da existência de conexões que sejam oferecidas pelas instituições de ensino superior entre o mercado e a academia, como apontado em alguns estudos publicados. O conceito de Universidade está ligado a indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão, e esta última pode configurar uma resposta para integrar a academia com as reais necessidades da sociedade, além de permitir a promoção de aspectos da nova economia, quando se considera questões sociais, exigindo um comportamento empreendedor inovador mediante os negócios de impacto social. Dessa maneira, o objetivo desse trabalho é investigar como o empreendedorismo social e os negócios de impacto social são promovidos na Universidade Federal de Alagoas, considerando suas ações extensão, e construir uma proposta de ações para o aprimoramento neste setor. Para esse fim, foi realizado uma pesquisa exploratória e bibliográfica, a fim de levantar a situação atual e traçar propositivas de futuro. Como resultado, é apresentado um plano de ação no formato de um programa para a promoção do empreendedorismo social e negócios de impacto social na UFAL

3
  • ELTON HENRIQUE ALVES DE OLIVEIRA
  • PROPOSTA DE MODELO DE GERENCIAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL NOS NÚCLEOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA - NIT DE MACEIÓ/AL

  • Orientador : JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANGELA LIMA PERES
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • Data: 18/04/2019

  • Mostrar Resumo
  • A Propriedade Intelectual (PI) é parte integrante na gestão das atividades de desenvolvimento institucional, em que os ativos de criações cabíveis de pedidos de patentes devem estar alinhados às atividades de Ciência, Tecnologia e Inovação da instituição. Isto quer dizer que na gestão a propriedade intelectual deve ser ligada à estratégia para garantir a proteção de inovações tecnológicas da organização, na medida em que a proteção às criações pode induzir à inovação. O sucesso no processo de desenvolvimento tecnológico, econômico, social e no processo competitivo está relacionado à capacidade de identificar, cultivar e explorar os ativos de propriedade intelectual que resultam em inovação tecnológica, a partir do monitoramento avaliação e classificação dos resultados das pesquisas que decorrem da competência essencial das instituições para estudar e resolver problemas específicos. Sendo assim, a proposta deste estudo é apresentar um modelo de gerenciamento para tratamento das pesquisas desenvolvidas no CESMAC e UNCISAL por meio de envio de formulários de Nível de Maturidade Tecnológica – TRL, onde, a partir das respostas, será possível avaliar e classificar o potencial de surgimento de novas tecnologias e assim realizar os procedimentos adequados para proteção por meio dos direitos de propriedade intelectual e assim, de modo decorrente, explorar os benefícios de tal ativo garantido por lei.


  • Mostrar Abstract
  • A Propriedade Intelectual (PI) é parte integrante na gestão das atividades de desenvolvimento institucional, em que os ativos de criações cabíveis de pedidos de patentes devem estar alinhados às atividades de Ciência, Tecnologia e Inovação da instituição. Isto quer dizer que na gestão a propriedade intelectual deve ser ligada à estratégia para garantir a proteção de inovações tecnológicas da organização, na medida em que a proteção às criações pode induzir à inovação. O sucesso no processo de desenvolvimento tecnológico, econômico, social e no processo competitivo está relacionado à capacidade de identificar, cultivar e explorar os ativos de propriedade intelectual que resultam em inovação tecnológica, a partir do monitoramento avaliação e classificação dos resultados das pesquisas que decorrem da competência essencial das instituições para estudar e resolver problemas específicos. Sendo assim, a proposta deste estudo é apresentar um modelo de gerenciamento para tratamento das pesquisas desenvolvidas no CESMAC e UNCISAL por meio de envio de formulários de Nível de Maturidade Tecnológica – TRL, onde, a partir das respostas, será possível avaliar e classificar o potencial de surgimento de novas tecnologias e assim realizar os procedimentos adequados para proteção por meio dos direitos de propriedade intelectual e assim, de modo decorrente, explorar os benefícios de tal ativo garantido por lei.

4
  • RAMON CARDEAL SILVA
  • MAPEAMENTO DO ECOSSISTEMA ALAGOANO DE STARTUPS

  • Orientador : JOAO INACIO SOLETTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • BRUNO RODRIGUES BESSA
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • JOSEALDO TONHOLO
  • VANESSA FAGÁ ROCHA
  • Data: 31/05/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho apresenta informações sobre os players que vem contribuindo para o desenvolvimento do ecossistema de startups no estado de Alagoas. Para obter uma maior compreensão sobre os fatores que contribuíram para a formação de importantes habitats de tecnologia, foram analisadas as trajetórias de oito dos principais ecossistemas inovadores do Brasil e do mundo. Embora cada local possua singularidades em suas trajetórias, a principal característica em comum entre estes ambientes é a intensa relação entre a hélice tripla da inovação (academia, empresas e governo). O ecossistema alagoano de inovação, conhecido como Sururu Valley, passa por um momento de tentativa de união de esforços, entretanto, há um desconhecimento entre seus atores sobre o que cada organização vem fazendo. Embora ainda seja recente e pequeno, o ecossistema local de startups está em constante evolução, contando com empresas de destaque em âmbito nacional e internacional. Verificou-se que 15% das startups são geridas por mulheres, 82% dos gestores de startups possuem diploma de curso superior e que 41% dos entrevistados concluiu cursos de especialização, mestrado ou doutorado, o que revela que o ambiente acadêmico de fato tem estimulado a criação de empresas de base tecnológica. Em relação ao estágio de desenvolvimento das startups, 25% afirmaram ainda estar em fase de ideação, sendo que as demais encontram-se em estágio de validação, operação, crescimento ou tração. Em suma, o Sururu Valley é ecossistema de startups relativamente novo, ainda com poucos atores mas com iniciativas muito relevantes para o estado de Alagoas.


  • Mostrar Abstract
  • Este trabalho apresenta informações sobre os players que vem contribuindo para o desenvolvimento do ecossistema de startups no estado de Alagoas. Para obter uma maior compreensão sobre os fatores que contribuíram para a formação de importantes habitats de tecnologia, foram analisadas as trajetórias de oito dos principais ecossistemas inovadores do Brasil e do mundo. Embora cada local possua singularidades em suas trajetórias, a principal característica em comum entre estes ambientes é a intensa relação entre a hélice tripla da inovação (academia, empresas e governo). O ecossistema alagoano de inovação, conhecido como Sururu Valley, passa por um momento de tentativa de união de esforços, entretanto, há um desconhecimento entre seus atores sobre o que cada organização vem fazendo. Embora ainda seja recente e pequeno, o ecossistema local de startups está em constante evolução, contando com empresas de destaque em âmbito nacional e internacional. Verificou-se que 15% das startups são geridas por mulheres, 82% dos gestores de startups possuem diploma de curso superior e que 41% dos entrevistados concluiu cursos de especialização, mestrado ou doutorado, o que revela que o ambiente acadêmico de fato tem estimulado a criação de empresas de base tecnológica. Em relação ao estágio de desenvolvimento das startups, 25% afirmaram ainda estar em fase de ideação, sendo que as demais encontram-se em estágio de validação, operação, crescimento ou tração. Em suma, o Sururu Valley é ecossistema de startups relativamente novo, ainda com poucos atores mas com iniciativas muito relevantes para o estado de Alagoas.

5
  • JOYCE CAROLINA LINS GUILHERMAT
  • AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE GESTÃO DOS PRODUTOS CIENTÍFICOTECNOLÓGICOS DO REPOSITÓRIO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS SOB A ÓTICA DOS DIREITOS AUTORAIS.

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • SANDRA NUNES LEITE
  • Data: 19/06/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho avalia a gestão da produção científico-tecnológica disponibilizada no Repositório Institucional da Universidade Federal de Alagoas, por meio da análise de sua política de informação, sob a perspectiva do direito autoral brasileiro e do movimento pelo acesso aberto à informação científica. Para tanto, considera as orientações da literatura e o teor da política de informação de três repositórios institucionais, mantidos por universidades federais brasileiras, definidos como paradigmas em curto, médio e longo prazo. Mediante pesquisa quantitativaqualitativa, com delineamento de levantamento, também investiga o conhecimento da comunidade acadêmica sobre propriedade intelectual, acesso aberto e o Repositório Institucional da Universidade Federal de Alagoas; assim como identifica a quantidade e tipos de documentos depositados no referido repositório, e analisa a gestão das teses e dissertações embargadas na universidade. Como alguns resultados, identifica que apenas 22 (14,28%) projetos e programas de graduação e pós-graduação stricto sensu, de um total de 154, veiculam ementas com a abordagem de temas relacionados com o estudo da propriedade intelectual. Da mesma forma, mediante aplicação de questionários estruturados a usuários da Biblioteca Central da Universidade Federal de Alagoas, identifica que a maioria dos respondentes desconhece o repositório (71,97%) e que ainda maior é o percentual daqueles que nunca o utilizaram (82,42%). Conclui, dentre outras proposições, pela necessidade de maior divulgação do serviço na comunidade acadêmica, especialmente entre os atores diretamente envolvidos com produção, distribuição e recuperação da informação, e pela necessidade de revisão da política de informação vigente, de modo a aperfeiçoar a gestão dos direitos autorais dentro da instituição, assim como estimular a cultura do depósito.


  • Mostrar Abstract
  • Este trabalho avalia a gestão da produção científico-tecnológica disponibilizada no Repositório Institucional da Universidade Federal de Alagoas, por meio da análise de sua política de informação, sob a perspectiva do direito autoral brasileiro e do movimento pelo acesso aberto à informação científica. Para tanto, considera as orientações da literatura e o teor da política de informação de três repositórios institucionais, mantidos por universidades federais brasileiras, definidos como paradigmas em curto, médio e longo prazo. Mediante pesquisa quantitativaqualitativa, com delineamento de levantamento, também investiga o conhecimento da comunidade acadêmica sobre propriedade intelectual, acesso aberto e o Repositório Institucional da Universidade Federal de Alagoas; assim como identifica a quantidade e tipos de documentos depositados no referido repositório, e analisa a gestão das teses e dissertações embargadas na universidade. Como alguns resultados, identifica que apenas 22 (14,28%) projetos e programas de graduação e pós-graduação stricto sensu, de um total de 154, veiculam ementas com a abordagem de temas relacionados com o estudo da propriedade intelectual. Da mesma forma, mediante aplicação de questionários estruturados a usuários da Biblioteca Central da Universidade Federal de Alagoas, identifica que a maioria dos respondentes desconhece o repositório (71,97%) e que ainda maior é o percentual daqueles que nunca o utilizaram (82,42%). Conclui, dentre outras proposições, pela necessidade de maior divulgação do serviço na comunidade acadêmica, especialmente entre os atores diretamente envolvidos com produção, distribuição e recuperação da informação, e pela necessidade de revisão da política de informação vigente, de modo a aperfeiçoar a gestão dos direitos autorais dentro da instituição, assim como estimular a cultura do depósito.

6
  • JAMILLA DE PAULA DOS SANTOS ALMEIDA
  • DA CRIAÇÃO À EXPOSIÇÃO: OS DIREITOS DE AUTOR DOS ARTISTAS VISUAIS CONTEMPORÂNEOS VINCULADOS AO PROJETO "REDES CRIATIVAS" DO SEBRAE / AL, NA CIDADE DE MACEIÓ

  • Orientador : PIERRE BARNABE ESCODRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • PEDRO ACCIOLY DE SA PEIXOTO NETO
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • ANA ELEONORA ALMEIDA PAIXÃO
  • PATRÍCIA DE OLIVEIRA AREAS
  • Data: 26/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa envolve Direitos de Autor, Economia Criativa e Artes Visuais, um dos segmentos, do Plano Nacional de Cultura (PNC), que criou o Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC) através da Lei nº 12.343, 2 de dezembro de 2010, proposto pelo extinto Ministério da Cultura e desde janeiro de 2019, Secretária Especial da Cultura, possuindo representatividade em colegiado e planos monitorados pelo Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC). Na História da humanidade ocidental às Artes Visuais é uma das áreas mais antigas da criação/criatividade artística ao lado da música, teatro e poesia, mas que carece de mais dados e indicadores relativos à atuação profissional e de negócios relacionados a direitos de autor de seus criadores (artistas) de forma consolidada e amplamente divulgada no Brasil. No decorrer do século XX e contemporaneamente no século XXI, os artistas visuais, que são um dos destinatários da Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 (Lei de Direitos Autorais), merecem uma análise das questões inerentes aos direitos morais e patrimoniais vinculados ao seu fazer artístico materializado em suas obras que dialogue de forma objetiva e simples com o seu cotidiano. Portanto, o problema de pesquisa proposto é como criar material informativo sobre direitos de autor eficiente e acessível para os artistas visuais contemporâneos vinculados ao Projeto “Redes Criativas” do SEBRAE/AL, na cidade de Maceió, de forma a possibilitar uma gestão mais fluida de suas obras no mercado da economia criativa? Com a finalidade de atingir o objetivo geral entrelaçando-o aos objetivos específicos como etapas a serem cumpridas, o trabalho por meio de um método indutivo, se propôs a ser qualitativo, a partir de técnicas de pesquisa bibliográfica, documental e empírica que envolveu a coleta, análise e interpretação de dados dos integrantes do ecossistema criativo resultando em um manual de boas práticas com linguagem acessível aos destinatário-artista.


  • Mostrar Abstract
  • Esta pesquisa envolve Direitos de Autor, Economia Criativa e Artes Visuais, um dos segmentos, do Plano Nacional de Cultura (PNC), que criou o Sistema Nacional de Informações e Indicadores Culturais (SNIIC) através da Lei nº 12.343, 2 de dezembro de 2010, proposto pelo extinto Ministério da Cultura e desde janeiro de 2019, Secretária Especial da Cultura, possuindo representatividade em colegiado e planos monitorados pelo Conselho Nacional de Políticas Culturais (CNPC). Na História da humanidade ocidental às Artes Visuais é uma das áreas mais antigas da criação/criatividade artística ao lado da música, teatro e poesia, mas que carece de mais dados e indicadores relativos à atuação profissional e de negócios relacionados a direitos de autor de seus criadores (artistas) de forma consolidada e amplamente divulgada no Brasil. No decorrer do século XX e contemporaneamente no século XXI, os artistas visuais, que são um dos destinatários da Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 (Lei de Direitos Autorais), merecem uma análise das questões inerentes aos direitos morais e patrimoniais vinculados ao seu fazer artístico materializado em suas obras que dialogue de forma objetiva e simples com o seu cotidiano. Portanto, o problema de pesquisa proposto é como criar material informativo sobre direitos de autor eficiente e acessível para os artistas visuais contemporâneos vinculados ao Projeto “Redes Criativas” do SEBRAE/AL, na cidade de Maceió, de forma a possibilitar uma gestão mais fluida de suas obras no mercado da economia criativa? Com a finalidade de atingir o objetivo geral entrelaçando-o aos objetivos específicos como etapas a serem cumpridas, o trabalho por meio de um método indutivo, se propôs a ser qualitativo, a partir de técnicas de pesquisa bibliográfica, documental e empírica que envolveu a coleta, análise e interpretação de dados dos integrantes do ecossistema criativo resultando em um manual de boas práticas com linguagem acessível aos destinatário-artista.

7
  • NÁDIA TERESINHA PAIM CORSO
  • MODELO DE SISTEMA DE GESTÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

  • Orientador : EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • GABRIEL MARCUZZO DO CANTO CAVALHEIRO
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 28/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Diante do cenário atual, a inovação se apresenta como um diferencial necessário à competitividade das organizações. A partir dos resultados dos indicadores globais, que retratam um ambiente com clara sinalização da evolução da proteção sobre os ativos de propriedade intelectual, emerge a necessidade de fortalecer a gestão das organizações, com o propósito de assegurar condições propícias ao exercício dos direitos patrimoniais envolvidos, por meio do apoio às atividades de inovação. Assim, surge a ideia deste trabalho de pesquisa direcionado à estruturação de um modelo de sistema de gestão da propriedade intelectual, apoiado em normas nacionais e internacionais, com o objetivo de fortalecer a capacidade inovativa das organizações. O modelo aborda a propriedade intelectual no nível estratégico, passando pelo apoio aos processos de inovação, desde a concepção da ideia até a transferência de tecnologia. Aplicável a qualquer tipo de organização, independente de seu porte ou área de atuação, necessitando apenas ser adaptado às suas especificidades. Como uma primeira aplicação, fez parte do trabalho a elaboração de um manual que estrutura o sistema de gestão da propriedade intelectual do Laboratório de Computação Científica e Visualização (LCCV) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).


  • Mostrar Abstract
  • Diante do cenário atual, a inovação se apresenta como um diferencial necessário à competitividade das organizações. A partir dos resultados dos indicadores globais, que retratam um ambiente com clara sinalização da evolução da proteção sobre os ativos de propriedade intelectual, emerge a necessidade de fortalecer a gestão das organizações, com o propósito de assegurar condições propícias ao exercício dos direitos patrimoniais envolvidos, por meio do apoio às atividades de inovação. Assim, surge a ideia deste trabalho de pesquisa direcionado à estruturação de um modelo de sistema de gestão da propriedade intelectual, apoiado em normas nacionais e internacionais, com o objetivo de fortalecer a capacidade inovativa das organizações. O modelo aborda a propriedade intelectual no nível estratégico, passando pelo apoio aos processos de inovação, desde a concepção da ideia até a transferência de tecnologia. Aplicável a qualquer tipo de organização, independente de seu porte ou área de atuação, necessitando apenas ser adaptado às suas especificidades. Como uma primeira aplicação, fez parte do trabalho a elaboração de um manual que estrutura o sistema de gestão da propriedade intelectual do Laboratório de Computação Científica e Visualização (LCCV) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

8
  • LÊDA MORGANA ESPÍNDOLA DE BULHÕES MARQUES
  • PROPRIEDADE INTELECTUAL NA ARQUITETURA E NO DESIGN – ELABORAÇÃO DE CARTILHA

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • MORGANA MARIA PITTA DUARTE CAVALCANTE
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 29/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • A Propriedade Intelectual (PI) possui significativa importância e relação com a
    Arquitetura e o Design, segmentos da indústria criativa que, na sua essência,
    trabalham com a criação. Estudos apontam a relevância de incentivar o ensino e o
    uso dos preceitos legais da Propriedade Intelectual nas Universidades, principalmente
    em cursos de tecnologia. A finalidade e objetivo principal desse trabalho foi a
    elaboração de uma Cartilha didática sobre o tema PI para apresentar a importância,
    conceituar os meios de proteção de maneira simples e clara, destinada a professores,
    estudantes, e profissionais dos segmentos de Arquitetura e de Design, com foco em
    direitos autorais e propriedade industrial. Todo o processo de criação da Cartilha foi
    descrito detalhadamente na metodologia que também contou com pesquisas
    qualitativas em Universidades Federais Brasileiras em todos os cursos de Arquitetura
    e Urbanismo e Design para investigar a oferta de disciplinas de PI em sua matriz
    curricular. Fato idêntico efetivado nos mesmos cursos da Universidade Federal de
    Alagoas (UFAL) na qual foi realizada uma pesquisa visando identificar as
    potencialidades de proteção por PI em trabalhos desenvolvidos especificamente de
    conclusão de curso e nos programas institucionais de bolsas de iniciação científica
    (PIBIC) e em desenvolvimento tecnológico e inovação (PIBITI). Os resultados obtidos
    indicaram que nenhum curso de Arquitetura e Urbanismo e apenas 6 (seis) de
    Designs oferecem disciplinas exclusivas de PI. Na UFAL estes
    cursos apresentam potencial de proteção de PI nos projetos PIBIC e nos trabalhos
    dos graduandos, além da proteção por PI, intrínseca a trabalhos acadêmicos. Este
    trabalho oferece ainda, como sugestão, um programa básico com a proposta de um
    conteúdo programático para inserção da disciplina de PI nestes cursos. Conclui-se
    que o desconhecimento sobre PI e as potencialidades de proteção identificadas
    justifica a criação da Cartilha resultando numa forma de ensino da PI a esses
    segmentos específicos.


  • Mostrar Abstract
  • A Propriedade Intelectual (PI) possui significativa importância e relação com a
    Arquitetura e o Design, segmentos da indústria criativa que, na sua essência,
    trabalham com a criação. Estudos apontam a relevância de incentivar o ensino e o
    uso dos preceitos legais da Propriedade Intelectual nas Universidades, principalmente
    em cursos de tecnologia. A finalidade e objetivo principal desse trabalho foi a
    elaboração de uma Cartilha didática sobre o tema PI para apresentar a importância,
    conceituar os meios de proteção de maneira simples e clara, destinada a professores,
    estudantes, e profissionais dos segmentos de Arquitetura e de Design, com foco em
    direitos autorais e propriedade industrial. Todo o processo de criação da Cartilha foi
    descrito detalhadamente na metodologia que também contou com pesquisas
    qualitativas em Universidades Federais Brasileiras em todos os cursos de Arquitetura
    e Urbanismo e Design para investigar a oferta de disciplinas de PI em sua matriz
    curricular. Fato idêntico efetivado nos mesmos cursos da Universidade Federal de
    Alagoas (UFAL) na qual foi realizada uma pesquisa visando identificar as
    potencialidades de proteção por PI em trabalhos desenvolvidos especificamente de
    conclusão de curso e nos programas institucionais de bolsas de iniciação científica
    (PIBIC) e em desenvolvimento tecnológico e inovação (PIBITI). Os resultados obtidos
    indicaram que nenhum curso de Arquitetura e Urbanismo e apenas 6 (seis) de
    Designs oferecem disciplinas exclusivas de PI. Na UFAL estes
    cursos apresentam potencial de proteção de PI nos projetos PIBIC e nos trabalhos
    dos graduandos, além da proteção por PI, intrínseca a trabalhos acadêmicos. Este
    trabalho oferece ainda, como sugestão, um programa básico com a proposta de um
    conteúdo programático para inserção da disciplina de PI nestes cursos. Conclui-se
    que o desconhecimento sobre PI e as potencialidades de proteção identificadas
    justifica a criação da Cartilha resultando numa forma de ensino da PI a esses
    segmentos específicos.

9
  • RENATA FONSECA DE GOMES PEREIRA
  • A POLÍTICA MUNICIPAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO COMO FERRAMENTA DE MELHORIA DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS EM MACEIÓ.

  • Orientador : EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • JOSEALDO TONHOLO
  • REYNALDO RUBEM FERREIRA JUNIOR
  • ANDRE LUIZ LINS DE AQUINO
  • RUI SOARES PALMEIRA
  • Data: 30/08/2019

  • Mostrar Resumo
  • Com o advento da publicação de Lei de Inovação em 2004, pelo Governo Federal, inicia-se uma nova etapa na breve história da inovação no país, com reflexos em todos os setores da sociedade, trazendo em seu bojo o fortalecimento da Hélice Tríplice (HENRY ETZKOWITZ I e CHUNYAN ZHOU, 2017). A política federal de apoio à inovação foi incorporada às políticas estaduais de desenvolvimento em 2009, com a promulgação da Lei Alagoana de Inovação e pela publicação do Plano de CT&I em 2013. Daquele período até o presente momento, as políticas públicas de inovação que constam do Plano de CT&I do Estado deixaram de ser implementadas, não sendo percebida como uma das mais importantes ferramentas de desenvolvimento local sustentável, capaz de contribuir diretamente para a melhoria de vida de milhares de alagoanos. Entretanto, nos últimos anos, o ecossistema alagoano vem se movimentando e interagindo, principalmente, impulsionado pela chamada 4a Revolução – A Transformação Digital, presente em todos os setores da sociedade. Os smartphones são grandes ferramentas de viabilização da nova Era. A sociedade conectada em redes, que interagem entre si, traz a proposta de uma nova ordem social, mais horizontal, baseada em competências, reconhecendo diferenças e compartilhando soluções, produtos e serviços. As portas abertas pela Quarta Revolução impactam diretamente nas três hélices do sistema local de inovação (governo – academia – sociedade) que assistem, ainda atônitas, à velocidade das mudanças, que transformam as relações de trabalho, de consumo, institucionais, as famílias e os mercados, gerando um grande número de novos modelos de negócios, capitaneados principalmente pelas startups. Neste contexto, surgiu através de uma parceria da Prefeitura Municipal de Maceió e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Alagoas (SEBRAE), o projeto Smart City Maceió com o objetivo de catalisar as ações e projetos que possam elevar o município ao patamar de cidade inteligente, contribuindo com a melhoria de vida de seus munícipes e turistas. Nas discussões com os diversos setores para a elaboração do projeto, ficou clara a necessidade de elaboração de uma legislação para suportar as interações entre os diferentes atores que compõem o sistema municipal de inovação. Pretende-se no presente trabalho contribuir para a melhoria do ambiente de inovação no munícipio como ferramenta para alavancar os pequenos negócios inovadores, atendendo aos anseios identificados junto aos atores que integram a tripla hélice da inovação e impulsionando a capital ao patamar de Smart City. A legislação proposta para Maceió tem a pretensão de que o município se torne uma Cidade Humana, Inteligente, Sustentável e Criativa. A assunção das responsabilidades e a fruição dos benefícios pelos diversos atores do sistema municipal de inovação impactados pela referida legislação é preponderante para sua plena eficácia. Somente a plena implementação da legislação proposta permitirá e efetivará as melhorias no ambiente de negócios em Maceió.


  • Mostrar Abstract
  • Com o advento da publicação de Lei de Inovação em 2004, pelo Governo Federal, inicia-se uma nova etapa na breve história da inovação no país, com reflexos em todos os setores da sociedade, trazendo em seu bojo o fortalecimento da Hélice Tríplice (HENRY ETZKOWITZ I e CHUNYAN ZHOU, 2017). A política federal de apoio à inovação foi incorporada às políticas estaduais de desenvolvimento em 2009, com a promulgação da Lei Alagoana de Inovação e pela publicação do Plano de CT&I em 2013. Daquele período até o presente momento, as políticas públicas de inovação que constam do Plano de CT&I do Estado deixaram de ser implementadas, não sendo percebida como uma das mais importantes ferramentas de desenvolvimento local sustentável, capaz de contribuir diretamente para a melhoria de vida de milhares de alagoanos. Entretanto, nos últimos anos, o ecossistema alagoano vem se movimentando e interagindo, principalmente, impulsionado pela chamada 4a Revolução – A Transformação Digital, presente em todos os setores da sociedade. Os smartphones são grandes ferramentas de viabilização da nova Era. A sociedade conectada em redes, que interagem entre si, traz a proposta de uma nova ordem social, mais horizontal, baseada em competências, reconhecendo diferenças e compartilhando soluções, produtos e serviços. As portas abertas pela Quarta Revolução impactam diretamente nas três hélices do sistema local de inovação (governo – academia – sociedade) que assistem, ainda atônitas, à velocidade das mudanças, que transformam as relações de trabalho, de consumo, institucionais, as famílias e os mercados, gerando um grande número de novos modelos de negócios, capitaneados principalmente pelas startups. Neste contexto, surgiu através de uma parceria da Prefeitura Municipal de Maceió e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Alagoas (SEBRAE), o projeto Smart City Maceió com o objetivo de catalisar as ações e projetos que possam elevar o município ao patamar de cidade inteligente, contribuindo com a melhoria de vida de seus munícipes e turistas. Nas discussões com os diversos setores para a elaboração do projeto, ficou clara a necessidade de elaboração de uma legislação para suportar as interações entre os diferentes atores que compõem o sistema municipal de inovação. Pretende-se no presente trabalho contribuir para a melhoria do ambiente de inovação no munícipio como ferramenta para alavancar os pequenos negócios inovadores, atendendo aos anseios identificados junto aos atores que integram a tripla hélice da inovação e impulsionando a capital ao patamar de Smart City. A legislação proposta para Maceió tem a pretensão de que o município se torne uma Cidade Humana, Inteligente, Sustentável e Criativa. A assunção das responsabilidades e a fruição dos benefícios pelos diversos atores do sistema municipal de inovação impactados pela referida legislação é preponderante para sua plena eficácia. Somente a plena implementação da legislação proposta permitirá e efetivará as melhorias no ambiente de negócios em Maceió.

10
  • JOAO PAULO AJALA SORGATO
  • PROPOSTA DE UM MODELO DE NEGÓCIOS COM TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA PARA NEGÓCIOS DE IMPACTO SOCIAL.

  • Orientador : IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • NICHOLAS JOSEPH TAVARES DA CRUZ
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 02/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho não tinha um resumo.


  • Mostrar Abstract
  • O trabalho não tinha um resumo.

11
  • FLÁVIO SANTOS DA SILVA
  • Avalon: Sistema Web Especialista para Avaliação por Competências Utilizando Lógica Nebulosa.

  • Orientador : IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALAN PEDRO DA SILVA
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 03/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho visa apresentar uma alternativa eficaz e eficiente no que tange ao processo avaliativo tradicional presente massivamente nas instituições de ensino atualmente. A estrutura do sistema utiliza a metodologia de avaliação por competências juntamente com a lógica nebulosa para determinação de conceito para alunos em um processo avaliativo específico. As regras fuzzy utilizadas no sistema web especialista foram criadas respeitando as três etapas do ciclo fuzzy sendo as mesmas as subdivisões do raciocínio fuzzy. Esse sistema especialista foi testado em dez cenários reais de turmas de diversos cursos técnicos. Os resultados produzidos pelo sistema foram comparados estatisticamente com os resultados gerados por meio da avaliação dos docentes das dez turmas e averiguou-se que tal sistema nebuloso gerou resultados bastante lineares, padronizados e de modo automático, reduzindo, assim, a disparidade evidenciada nos conceitos aferidos pelos docentes para as dez turmas dos cursos técnicos.


  • Mostrar Abstract
  • Esse trabalho visa apresentar uma alternativa eficaz e eficiente no que tange ao processo avaliativo tradicional presente massivamente nas instituições de ensino atualmente. A estrutura do sistema utiliza a metodologia de avaliação por competências juntamente com a lógica nebulosa para determinação de conceito para alunos em um processo avaliativo específico. As regras fuzzy utilizadas no sistema web especialista foram criadas respeitando as três etapas do ciclo fuzzy sendo as mesmas as subdivisões do raciocínio fuzzy. Esse sistema especialista foi testado em dez cenários reais de turmas de diversos cursos técnicos. Os resultados produzidos pelo sistema foram comparados estatisticamente com os resultados gerados por meio da avaliação dos docentes das dez turmas e averiguou-se que tal sistema nebuloso gerou resultados bastante lineares, padronizados e de modo automático, reduzindo, assim, a disparidade evidenciada nos conceitos aferidos pelos docentes para as dez turmas dos cursos técnicos.

12
  • EDILSON PONCIANO DE LIMA
  • PROTÓTIPO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR PARA MONITORAMENTO DE DEPÓSITO DE PATENTES A PARTIR DA BASE DO INPI

  • Orientador : JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • GABRIEL MARCUZZO DO CANTO CAVALHEIRO
  • Data: 27/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • A propriedade Intelectual está dividida entre o direito autoral, a propriedade Industrial e proteção Sui Generis. Dentre estas a propriedade industrial abrange uma das mais ricas fontes de informação tecnológica, a patente. O monitoramento dos documentos de patentes podem trazer informações de grande utilidade a pesquisadores e investidores. Mas o crescente volume de depósitos e pedidos deste tipo de proteção da propriedade intelectual fez com que o acompanhamento e busca de informações sem uma metodologia aplicável a ferramentas computacionais se tornou quase impossível de ser realizada de forma ágil e eficiente. Devido a esta constatação este trabalho propõe um modelo de monitoramento de depósitos de patentes para a base do Instituto Nacional de Propriedade Industrial INPI a partir de modelos de processo e de um protótipo experimental de programa de computador capaz de executar o monitoramento, busca e classificação das informações contidas no meio oficial de publicação de assuntos de Propriedade Intelectual no Brasil que é a Revista de Propriedade Industrial. Na conclusão deste trabalho o protótipo experimental de programa de computador desenvolvido será registrado no INPI e seu código e documentações compartilhados em repositório aberto para que sirvam de subsídios para elaboração de novos produtos de forma colaborativa em busca da inovação.


  • Mostrar Abstract
  • A propriedade Intelectual está dividida entre o direito autoral, a propriedade Industrial e proteção Sui Generis. Dentre estas a propriedade industrial abrange uma das mais ricas fontes de informação tecnológica, a patente. O monitoramento dos documentos de patentes podem trazer informações de grande utilidade a pesquisadores e investidores. Mas o crescente volume de depósitos e pedidos deste tipo de proteção da propriedade intelectual fez com que o acompanhamento e busca de informações sem uma metodologia aplicável a ferramentas computacionais se tornou quase impossível de ser realizada de forma ágil e eficiente. Devido a esta constatação este trabalho propõe um modelo de monitoramento de depósitos de patentes para a base do Instituto Nacional de Propriedade Industrial INPI a partir de modelos de processo e de um protótipo experimental de programa de computador capaz de executar o monitoramento, busca e classificação das informações contidas no meio oficial de publicação de assuntos de Propriedade Intelectual no Brasil que é a Revista de Propriedade Industrial. Na conclusão deste trabalho o protótipo experimental de programa de computador desenvolvido será registrado no INPI e seu código e documentações compartilhados em repositório aberto para que sirvam de subsídios para elaboração de novos produtos de forma colaborativa em busca da inovação.

13
  • THIAGO ARRAES ALVES LIMA
  • DESENVOLVIMENTO, INOVAÇÃO, ESTADO E INCENTIVOS FISCAIS

  • Orientador : JOAO INACIO SOLETTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO INACIO SOLETTI
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • REJANE SARTORI
  • CLÁUDIO VINÍCIUS SILVA FARIAS
  • Data: 30/09/2019

  • Mostrar Resumo
  • Os incentivos fiscais se tornaram, segundo dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico - OCDE, o instrumento de apoio à inovação mais largamente utilizado entre os países ao redor do mundo, tanto assim que 30 dos 35 países membros daquela organização fazem uso do referido instrumento. A fim de compreender como esta prática se tornou tão amplamente disseminada, buscouse identificar suas principais causas. De início, foi verificada a existência de dois grandes grupos de causas para o fenômeno estudado, as próximas – relacionadas a obstáculos e dificuldades encontradas de uma ponta a outra do processo de inovação – , e as remotas – referentes ao processo histórico de construção deste instrumento e da relação em que o mesmo se insere. Este trabalho, com o auxílio da teoria dos sistemas, dedica-se sobretudo à investigação das chamadas causas remotas para o uso de incentivos fiscais à inovação. Para isto, parte-se da análise de quatro elementos – “Desenvolvimento”, “Estado”, “Inovação”, “Incentivos Fiscais” –, que figuram como entes de uma mesma relação, passível de ser traduzida textualmente na sentença em que o incentivo fiscal (instrumento) se tornou a forma mais utilizada pelo Estado
    (sujeito) para, através da inovação (meio), atingir um patamar mais elevado de desenvolvimento (objetivo). Por fim, concluiu-se que as causas remotas para a disseminação do uso de incentivos ficais à inovação decorrem de um processo sistêmico de convergência ou congruência entre os elementos investigados, cuja influência se faz sentir na própria formação da relação analisada.



  • Mostrar Abstract
  • Fiscal incentives have become, according to Organization for Economic Co-operation and Development - OECD data, the most widely used instrument of innovation support among countries around the world, so much so that 30 of the 35 member countries of that organization make use of this instrument. In order to understand how this practice has become so widely disseminated, it sought to identify its main causes. At the outset, it was verified the existence of two large groups of causes for the phenomenon studied, the next ones - related to obstacles and difficulties found from one end of the innovation process to the other - and the remote ones - related to the historical process of construction of this instrument and of the relation in which it is inserted. This work, with the help of systems theory, is mainly devoted to the investigation of so-called remote causes for the use of fiscal incentives for innovation. For this, it was based on the analysis of four elements - "Development", "State", "Innovation", "Tax Incentives" -, which appear as entities of the same relationship, which can be translated verbatim in the sentence in which the fiscal incentive (instrument) has become the most used form by the State (subject), through innovation (medium), to reach a higher level of development (objective). Finally, it was concluded that the remote causes for the widespread use of tax incentives for innovation stem from a systemic process of convergence or congruence between the elements investigated, whose influence is felt in the very formation of the analyzed relationship.

14
  • ALCILENE VIEIRA FERREIRA
  • DESENVOLVIMENTO DE MODELO DE GESTÃO DA COMUNICAÇÃO PARA INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL

  • Orientador : EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE DA SILVA RAMOS BARBOZA
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • PIERRE BARNABE ESCODRO
  • RODRIGO VASCONCELLOS CAVALCANTE
  • Data: 01/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • A dissertação apresenta o desenvolvimento de Modelo de Gestão da Comunicação para Inovação – MGCI, com objetivo de facilitar o entendimento e mensuração da comunicação organizacional, em qualquer tipo de organização. Para sua elaboração levou-se em consideração o Modelo de Excelência da Gestão (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade, o Radar da Inovação,originalmente ( concebido por Sawhney) e no composto da
    Comunicação Integrada de Margarida Kunsch. O MGCI está alicerçado em 4 fundamentos, que compreendem o conjunto das diferentes modalidades comunicacionais dentro das organizações: Comunicação Interna, Comunicação Administrativa ou Empresarial,Comunicação Mercadológica e Comunicação Institucional. Esses fundamentos desdobram-se em 8 critérios, sendo eles: Cultura Organizacional, Pessoas, Estratégia, Networking,Posicionamento, Clientes, Institucional e Aprendizado. Para efeito de comprovação da metodologia, o MGCI foi aplicado na Rede Metrológica de Alagoas em três momentos distintos, sendo o primeiro, o diagnóstico inicial, em agosto de 2017, o qual gerou o Desempenho Geral Total (DGT) e Radar 0, apontando assim o nível 1 de maturidade da organização em relação à comunicação, com 24 pontos. Ao ser aplicado pela segunda vez, após 12 meses realizando ações de comunicação, como base no resultado do Radar 0, foram obtidos 69,67 pontos, o que representa a elevação do patamar da organização para nível 2, compondo assim o DGT e Radar 1. Já o Radar 2, obtido após aplicação do MGCI em julho de 2019, obteve resultado de 83,67 pontos, o que significa que a organização, conseguiu atingir o nível 3 de maturidade dentre 4 níveis propostos pelo MGCI, o que significa dizer que há práticas constantes de comunicação tendo em vista a promoção de ambiente inovador e, por isso, necessita dar continuidades às ações para que se chegue ao patamar de excelência, representado pelo nível 4.


  • Mostrar Abstract
  • A dissertação apresenta o desenvolvimento de Modelo de Gestão da Comunicação para Inovação – MGCI, com objetivo de facilitar o entendimento e mensuração da comunicação organizacional, em qualquer tipo de organização. Para sua elaboração levou-se em consideração o Modelo de Excelência da Gestão (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade, o Radar da Inovação,originalmente ( concebido por Sawhney) e no composto da
    Comunicação Integrada de Margarida Kunsch. O MGCI está alicerçado em 4 fundamentos, que compreendem o conjunto das diferentes modalidades comunicacionais dentro das organizações: Comunicação Interna, Comunicação Administrativa ou Empresarial,Comunicação Mercadológica e Comunicação Institucional. Esses fundamentos desdobram-se em 8 critérios, sendo eles: Cultura Organizacional, Pessoas, Estratégia, Networking,Posicionamento, Clientes, Institucional e Aprendizado. Para efeito de comprovação da metodologia, o MGCI foi aplicado na Rede Metrológica de Alagoas em três momentos distintos, sendo o primeiro, o diagnóstico inicial, em agosto de 2017, o qual gerou o Desempenho Geral Total (DGT) e Radar 0, apontando assim o nível 1 de maturidade da organização em relação à comunicação, com 24 pontos. Ao ser aplicado pela segunda vez, após 12 meses realizando ações de comunicação, como base no resultado do Radar 0, foram obtidos 69,67 pontos, o que representa a elevação do patamar da organização para nível 2, compondo assim o DGT e Radar 1. Já o Radar 2, obtido após aplicação do MGCI em julho de 2019, obteve resultado de 83,67 pontos, o que significa que a organização, conseguiu atingir o nível 3 de maturidade dentre 4 níveis propostos pelo MGCI, o que significa dizer que há práticas constantes de comunicação tendo em vista a promoção de ambiente inovador e, por isso, necessita dar continuidades às ações para que se chegue ao patamar de excelência, representado pelo nível 4.

15
  • DANYELLA NUTELS REYS
  • ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE VIABILIDADE DE PROTOCOLO DE PRODUÇÃO DE UM DISPOSITIVO ASSISTIVO PARA SAÚDE OCULAR ATRAVÉS DA IMPRESSÃO 3D

  • Orientador : EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • NADJA MARIA DA SILVA OLIVEIRA
  • Data: 01/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • O mercado óptico é notoriamente conhecido por trabalhar com tecnologia emergente, por cobrar preços excessivos, além de atender parcialmente os deficientes visuais. Com isto surge uma crescente necessidade do desenvolvimento de produtos que atendam a estas pessoas melhorando assim sua qualidade de vida e integração na sociedade bem como uma proposta de custo acessível para os portadores de baixa renda e localizados em regiões periféricas. O presente projeto consiste no desenvolvimento de um novo protocolo de produção de um dispositivo assistivo para saúde ocular através da impressão 3D, associado a um modelo de negócio inovador, inclusivo e viável. Para o desenvolvimento do projeto foi adotado um método misto de pesquisa, com abordagens qualitativas e quantitativas, além da utilização de dados primários e secundários. A pesquisa utilizada foi exploratória em busca de informações acerca desta tecnologia e descritiva visto que descreve detalhadamente o processo proposto, o modelo de negócio e o desenvolvimento do projeto até o presente momento. Neste sentido foi desenvolvido um protótipo estável que se encontra na TRL 5 e que atende a necessidade identificada de baixa adaptação facial, bem como se mostra possível aplicabilidade em maior escala pelo baixo tempo de desenvolvimento customizado e passível de uso diário. Pode-se concluir ainda a partir do desenvolvimento sucinto do processo de fabricação dos óculos e do descritivo do modelo de negócio na perspectiva de tríplice de projeto que o negócio gera impacto socioambiental ao mesmo tempo em que gera resultado financeiro positivo. Foi realizada ainda o pedido de registro de patente e de marca. Recomenda-se a partir dos dados obtidos neste trabalho, o estudo de biocompatibilidade do material utilizado, a realização de testes acreditados pelo Inmetro, e nova avaliação da necessidade de autorização de produção por parte da Anvisa, o aperfeiçoamento das técnicas de digitalização e produção dos óculos por manufatura aditiva especialmente na sistematização com uso de softwares de automatização, bem como o desenvolvimento de um roadmaping tecnológico para verificar o ciclo de vida do modelo de negócio para os próximos 10 anos de forma mais detalhada.


  • Mostrar Abstract
  • O mercado óptico é notoriamente conhecido por trabalhar com tecnologia emergente, por cobrar preços excessivos, além de atender parcialmente os deficientes visuais. Com isto surge uma crescente necessidade do desenvolvimento de produtos que atendam a estas pessoas melhorando assim sua qualidade de vida e integração na sociedade bem como uma proposta de custo acessível para os portadores de baixa renda e localizados em regiões periféricas. O presente projeto consiste no desenvolvimento de um novo protocolo de produção de um dispositivo assistivo para saúde ocular através da impressão 3D, associado a um modelo de negócio inovador, inclusivo e viável. Para o desenvolvimento do projeto foi adotado um método misto de pesquisa, com abordagens qualitativas e quantitativas, além da utilização de dados primários e secundários. A pesquisa utilizada foi exploratória em busca de informações acerca desta tecnologia e descritiva visto que descreve detalhadamente o processo proposto, o modelo de negócio e o desenvolvimento do projeto até o presente momento. Neste sentido foi desenvolvido um protótipo estável que se encontra na TRL 5 e que atende a necessidade identificada de baixa adaptação facial, bem como se mostra possível aplicabilidade em maior escala pelo baixo tempo de desenvolvimento customizado e passível de uso diário. Pode-se concluir ainda a partir do desenvolvimento sucinto do processo de fabricação dos óculos e do descritivo do modelo de negócio na perspectiva de tríplice de projeto que o negócio gera impacto socioambiental ao mesmo tempo em que gera resultado financeiro positivo. Foi realizada ainda o pedido de registro de patente e de marca. Recomenda-se a partir dos dados obtidos neste trabalho, o estudo de biocompatibilidade do material utilizado, a realização de testes acreditados pelo Inmetro, e nova avaliação da necessidade de autorização de produção por parte da Anvisa, o aperfeiçoamento das técnicas de digitalização e produção dos óculos por manufatura aditiva especialmente na sistematização com uso de softwares de automatização, bem como o desenvolvimento de um roadmaping tecnológico para verificar o ciclo de vida do modelo de negócio para os próximos 10 anos de forma mais detalhada.

16
  • RAPHAEL BEZERRA FALCÃO DE ALMEIDA
  • PROPOSIÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE MARKETING DIGITAL PARA PESQUISADORES UTILIZAREM AS REDES SOCIAIS COMO FORMA DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

  • Orientador : EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO SETTON SAMPAIO DA SILVEIRA
  • FABIO GUEDES GOMES
  • JOSEALDO TONHOLO
  • LEANDRO MELO DE SALES
  • RODRIGO VASCONCELLOS CAVALCANTE
  • Data: 05/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • Nas últimas décadas, o Brasil vem ampliando seus canais de divulgação científica e sendo impulsionado pela transformação digital que se verifica em diversas esferas da sociedade. O mundo se tornou uma aldeia global conectada pela internet. Produzir conteúdo e disseminá-lo em sites, blogs e redes sociais se tornou uma estratégia eficaz para profissionais de variados setores. Na academia, muitos pesquisadores não utilizam as redes sociais como ferramenta para divulgação de seus projetos e pesquisas e como consequência perdem oportunidades de atrair financiamentos, popularizarem a ciência e tornarem-se referências em suas respectivas áreas perante a sociedade e o mercado. Nesse contexto, o trabalho discorre sobre estratégias de Marketing para que os profissionais da academia possam utilizar as redes sociais como uma oportunidade de divulgação da ciência.


  • Mostrar Abstract
  • Nas últimas décadas, o Brasil vem ampliando seus canais de divulgação científica e sendo impulsionado pela transformação digital que se verifica em diversas esferas da sociedade. O mundo se tornou uma aldeia global conectada pela internet. Produzir conteúdo e disseminá-lo em sites, blogs e redes sociais se tornou uma estratégia eficaz para profissionais de variados setores. Na academia, muitos pesquisadores não utilizam as redes sociais como ferramenta para divulgação de seus projetos e pesquisas e como consequência perdem oportunidades de atrair financiamentos, popularizarem a ciência e tornarem-se referências em suas respectivas áreas perante a sociedade e o mercado. Nesse contexto, o trabalho discorre sobre estratégias de Marketing para que os profissionais da academia possam utilizar as redes sociais como uma oportunidade de divulgação da ciência.

17
  • PEDRO HENRIQUE OLIVEIRA SILVA
  • Educação para Inovação: Competências, Diagnostico e Proposta de Reestruturação da Gestão da Educação Profissional e Tecnológica para o Senai Alagoas

  • Orientador : IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDERSON DE BARROS DANTAS
  • IBSEN MATEUS BITTENCOURT SANTANA PINTO
  • JOSEALDO TONHOLO
  • Data: 13/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho, teve como objetivo apresentar uma proposta de reestruturação da gestão da educação profissional do Senai Alagoas voltada à promoção da inovação. Trata-se de um conjunto de proposições à uma instituição educacional capaz de reposicioná-la no mercado alagoano como uma provedora de mão de obra qualificada e inovadora capaz de atender às demandas industriais. Para construí-lo, foi utilizado como pesquisa um estudo de caso com abordagem indutiva e método analítico. Por meio de uma revisão sistemática da literatura sobre competências para inovação e um diagnóstico de maturidade mercadológica no negócio Educação Profissional e Tecnológica foi possível identificar as variáveis presentes no caso e identificar ações a serem contempladas no plano de reestruturação. O resultado alcançado neste trabalho foi uma relatório técnico conclusivo com uma proposta de reestruturação da gestão da educação profissional do Senai composto por ações a serem implantadas em duas fases, tendo em vista a promoção da cultura de inovação, educação empreendedora, propriedade intelectual e transferência de tecnologia para as indústrias.


  • Mostrar Abstract
  • O presente trabalho, teve como objetivo apresentar uma proposta de reestruturação da gestão da educação profissional do Senai Alagoas voltada à promoção da inovação. Trata-se de um conjunto de proposições à uma instituição educacional capaz de reposicioná-la no mercado alagoano como uma provedora de mão de obra qualificada e inovadora capaz de atender às demandas industriais. Para construí-lo, foi utilizado como pesquisa um estudo de caso com abordagem indutiva e método analítico. Por meio de uma revisão sistemática da literatura sobre competências para inovação e um diagnóstico de maturidade mercadológica no negócio Educação Profissional e Tecnológica foi possível identificar as variáveis presentes no caso e identificar ações a serem contempladas no plano de reestruturação. O resultado alcançado neste trabalho foi uma relatório técnico conclusivo com uma proposta de reestruturação da gestão da educação profissional do Senai composto por ações a serem implantadas em duas fases, tendo em vista a promoção da cultura de inovação, educação empreendedora, propriedade intelectual e transferência de tecnologia para as indústrias.

18
  • LUIZ GUSTAVO MONTEIRO CAMILO DOS SANTOS
  • CRIAÇÃO, GESTÃO E VALORAÇÃO DE ATIVOS INTANGÍVEIS: UM ESTUDO DE CASO DA MARCA AÇÚCAR CRISTAL CAETÉ.

  • Orientador : LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSEALDO TONHOLO
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • LUIZ CARLOS MARQUES DOS ANJOS
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 21/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • A marca como uma linguagem gráfica de produto ou serviço é um ativo intangível valioso ao agregar qualidade, compromisso e fidelidade ao produto final. O objetivo geral deste estudo de caso é valorar a marca Açúcar Cristal Caeté e apresentar uma proposta de roadmap de gestão de ativos intangíveis para o setor sucroenergético do estado de Alagoas a partir da análise do processo de gestão de marca da Usina Caeté S.A. Almeja-se, especificamente, evidenciar marcas como capital monetário das agroindústrias de Alagoas, realizar uma análise contábil dos ativos intangíveis, evidenciar aspectos da gestão de ativos intangíveis, valorar a marca Açúcar Cristal Caeté e apresentar um mapeamento das marcas de açúcar cristal de destaque no setor sucroenergético brasileiro. A metodologia de pesquisa escolhida para responder à questão problema, foi uma pesquisa bibliográfica e documental, que por meio da análise de boletins técnicos e aplicação de índices nas demonstrações financeiras coletadas possibilitou o resultado deste estudo. Ademais este estudo adaptou um método de valoração de ativos intangíveis com a finalidade de evidenciar o valor de mercado da marca em análise e apresentou um roadmap para gestão de marcas. A partir dos dados analisados, foi verificado que, as usinas do estado de Alagoas não possuem gestão de marcas, visto a subvaloração deste ativo intangível nas demonstrações financeiras. Ademais, a produção de açúcar e álcool durante décadas foi direcionada para o mercado externo devido à antiga legislação tributária alagoana, impulsionada ainda, pelos incentivos federais na comercialização de produtos sob forma de commodity. A partir da nova regulamentação do ICMS do estado de Alagoas o mercado interno se torna mais atrativo e competitivo nas estratégias de vendas para o setor sucroenergético. Para tanto, a marca Açúcar Cristal Caeté necessita de reposicionamento e valoração diante deste mercado emergente e competitivo.


  • Mostrar Abstract
  • A marca como uma linguagem gráfica de produto ou serviço é um ativo intangível valioso ao agregar qualidade, compromisso e fidelidade ao produto final. O objetivo geral deste estudo de caso é valorar a marca Açúcar Cristal Caeté e apresentar uma proposta de roadmap de gestão de ativos intangíveis para o setor sucroenergético do estado de Alagoas a partir da análise do processo de gestão de marca da Usina Caeté S.A. Almeja-se, especificamente, evidenciar marcas como capital monetário das agroindústrias de Alagoas, realizar uma análise contábil dos ativos intangíveis, evidenciar aspectos da gestão de ativos intangíveis, valorar a marca Açúcar Cristal Caeté e apresentar um mapeamento das marcas de açúcar cristal de destaque no setor sucroenergético brasileiro. A metodologia de pesquisa escolhida para responder à questão problema, foi uma pesquisa bibliográfica e documental, que por meio da análise de boletins técnicos e aplicação de índices nas demonstrações financeiras coletadas possibilitou o resultado deste estudo. Ademais este estudo adaptou um método de valoração de ativos intangíveis com a finalidade de evidenciar o valor de mercado da marca em análise e apresentou um roadmap para gestão de marcas. A partir dos dados analisados, foi verificado que, as usinas do estado de Alagoas não possuem gestão de marcas, visto a subvaloração deste ativo intangível nas demonstrações financeiras. Ademais, a produção de açúcar e álcool durante décadas foi direcionada para o mercado externo devido à antiga legislação tributária alagoana, impulsionada ainda, pelos incentivos federais na comercialização de produtos sob forma de commodity. A partir da nova regulamentação do ICMS do estado de Alagoas o mercado interno se torna mais atrativo e competitivo nas estratégias de vendas para o setor sucroenergético. Para tanto, a marca Açúcar Cristal Caeté necessita de reposicionamento e valoração diante deste mercado emergente e competitivo.

19
  • ROOSSELINY PONTES SILVA
  • PROPOSTA DE MODELO DE INDICADORES E MÉTRICAS DE INOVAÇÃO PARA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

  • Orientador : JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • GABRIEL MARCUZZO DO CANTO CAVALHEIRO
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 26/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • A construção de metodologia para diagnosticar e avaliar a inovação no setor público em nível institucional, especificamente em universidades, continua um desafio para as agências de financiamento governamentais. Embora existam várias iniciativas, e em especial no caso do Brasil, resta muito a ser feito para desenvolver um quadro de referência neste segmento. Este trabalho desenvolve um modelo de indicadores e métricas de inovação para a Universidade Federal de Alagoas-Ufal com eforço para auxiliar no planejamento estratégico. De acordo com a delimitação da metodologia a pesquisa está caracterizada como exploratória descritiva. Procura responder a questão: por que precisamos mensurar a inovação em instituição pública de ensino superior? Nesse processo, revela-se, então, a elaboração e proposição de fundamentos teóricos mais abrangentes para compreender o comportamento institucional e contribuir para gestão da Ciencia Tecnologia & Inovação com aporte no empreendedorismo e na abordagem Balanced Scorecard - BSC. O estudo compila a análise documental dos manuais internacionais desenvolvidos na área e molda-se a Lei n.º 13.243, que dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação. A proposta inclui análise específica em cada dimensão e estruturação em subdimensão para definição dos indicadores de insumo e resultado, voltados para o conhecimento que gera inovação e fomenta o empreendedorismo. O processo de mensuração tem por base procedimento matemático e cruzamento de dados das atividades processuais e de resultados para elaboração do perfil inovativo. O instrumento gerado no processo agrega 105 indicadores, distribuídos em 5 dimensões e 11 subdimensões. Este estudo tem por resultado um sistema de indicadores que fornece uma visão descritiva e permite determinar padrões e tendências do processo inovativo, adequadamente estruturado e condizente com as características da instituição. Um modelo padronizado de indicadores contribui para gestão da inovação, principalmente quando são levados em consideração o gerenciamento de informações e conhecimento institucional. Permite a definição de alternativas que podem subsidiar o processo de tomada de decisão, alinhado ao planejamento estratégico de forma a identificar as contribuições da Universidade, no alcance das metas estabelecidas.


  • Mostrar Abstract
  • A construção de metodologia para diagnosticar e avaliar a inovação no setor público em nível institucional, especificamente em universidades, continua um desafio para as agências de financiamento governamentais. Embora existam várias iniciativas, e em especial no caso do Brasil, resta muito a ser feito para desenvolver um quadro de referência neste segmento. Este trabalho desenvolve um modelo de indicadores e métricas de inovação para a Universidade Federal de Alagoas-Ufal com eforço para auxiliar no planejamento estratégico. De acordo com a delimitação da metodologia a pesquisa está caracterizada como exploratória descritiva. Procura responder a questão: por que precisamos mensurar a inovação em instituição pública de ensino superior? Nesse processo, revela-se, então, a elaboração e proposição de fundamentos teóricos mais abrangentes para compreender o comportamento institucional e contribuir para gestão da Ciencia Tecnologia & Inovação com aporte no empreendedorismo e na abordagem Balanced Scorecard - BSC. O estudo compila a análise documental dos manuais internacionais desenvolvidos na área e molda-se a Lei n.º 13.243, que dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação. A proposta inclui análise específica em cada dimensão e estruturação em subdimensão para definição dos indicadores de insumo e resultado, voltados para o conhecimento que gera inovação e fomenta o empreendedorismo. O processo de mensuração tem por base procedimento matemático e cruzamento de dados das atividades processuais e de resultados para elaboração do perfil inovativo. O instrumento gerado no processo agrega 105 indicadores, distribuídos em 5 dimensões e 11 subdimensões. Este estudo tem por resultado um sistema de indicadores que fornece uma visão descritiva e permite determinar padrões e tendências do processo inovativo, adequadamente estruturado e condizente com as características da instituição. Um modelo padronizado de indicadores contribui para gestão da inovação, principalmente quando são levados em consideração o gerenciamento de informações e conhecimento institucional. Permite a definição de alternativas que podem subsidiar o processo de tomada de decisão, alinhado ao planejamento estratégico de forma a identificar as contribuições da Universidade, no alcance das metas estabelecidas.

20
  • POLLYANNA KARINE DA SILVA MARTINS
  • Análise e preposição de um modelo de gestão de Propriedade Intelectual para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas

  • Orientador : FABIO GUEDES GOMES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANA SILVA DE ALMEIDA
  • FABIO GUEDES GOMES
  • JOAO VICENTE RIBEIRO BARROSO DA COSTA LIMA
  • TATIANE LUCIANO BALLIANO
  • Data: 27/11/2019

  • Mostrar Resumo
  • As FAP’s – Fundações de Amparo à Pesquisa possuem destaque no fomento das pesquisas científicas e tecnológicas brasileiras, sendo parte essencial do sistema nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, uma vez que participam da discussão, elaboração e implementação das políticas de CT&I regionais e estaduais, mesmo que tenham papéis e capacidades distintas de atuação, conforme cada estado dependendo de sua política governamental. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas é agência responsável por investir no desenvolvimento de projetos de inovação para estado, fomentando com equidade e transparência o Sistema Estadual de CT&I contribuindo, diretamente e transversalmente, para o desenvolvimento socioeconômico de Alagoas. Este trabalho tem o objetivo de desenvolver um modelo de Gestão de Propriedade Intelectual que atenda às necessidades da FAPEAL e se adeque às suas características estruturais e de governança, tendo em vista que a questão da propriedade intelectual não pode ser dissociada das políticas públicas de fomento à inovação que são executadas pela instituição. Com esse modelo pretende-se desenvolver condições favoráveis para fortalecer as relações entre a FAPEAL, às organizações acadêmicas e empresas, institucionalizando questões quanto aos direitos da propriedade intelectual, gerados a partir do fomento da Fundação e sua exploração econômica, como também fortalecendo o próprio Sistema de CT&I, o sistema local de inovação e o Sistema de propriedade intelectual.


  • Mostrar Abstract
  • As FAP’s – Fundações de Amparo à Pesquisa possuem destaque no fomento das pesquisas científicas e tecnológicas brasileiras, sendo parte essencial do sistema nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, uma vez que participam da discussão, elaboração e implementação das políticas de CT&I regionais e estaduais, mesmo que tenham papéis e capacidades distintas de atuação, conforme cada estado dependendo de sua política governamental. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas é agência responsável por investir no desenvolvimento de projetos de inovação para estado, fomentando com equidade e transparência o Sistema Estadual de CT&I contribuindo, diretamente e transversalmente, para o desenvolvimento socioeconômico de Alagoas. Este trabalho tem o objetivo de desenvolver um modelo de Gestão de Propriedade Intelectual que atenda às necessidades da FAPEAL e se adeque às suas características estruturais e de governança, tendo em vista que a questão da propriedade intelectual não pode ser dissociada das políticas públicas de fomento à inovação que são executadas pela instituição. Com esse modelo pretende-se desenvolver condições favoráveis para fortalecer as relações entre a FAPEAL, às organizações acadêmicas e empresas, institucionalizando questões quanto aos direitos da propriedade intelectual, gerados a partir do fomento da Fundação e sua exploração econômica, como também fortalecendo o próprio Sistema de CT&I, o sistema local de inovação e o Sistema de propriedade intelectual.

21
  • VINÍCIOS JOSÉ FERRO GOMES
  • BLOCKCHAIN: UM PANORAMA CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINEU AFONSO FREY
  • JOAO PAULO LIMA SANTOS
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 04/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho tem por objetivo apresentar um mapeamento cientifico-tecnológico da tecnologia Blockchain (BC), mostrando a sua evolução, versatilidade e aplicações nas mais diversas áreas. Também se buscou a classificação das patentes, pontuando quais setores se encontram em destaque e evidenciando inventores, bem como depositantes envolvidos com essa tecnologia. A pesquisa foi realizada em documentos científicos na base de dados Scopus e, para os documentos de patentes, foi utilizada a ferramenta Questel-Orbit®, com cobertura de publicações de 87 escritórios nacionais e 6 escritórios regionais. As investigações foram realizadas nos meses de abril e maio de 2019 e trouxeram o quantitativo de 3.499 documentos científicos, entre eles 931 artigos. Já o resultado da busca patentária revelou 4.897 patentes relacionadas à tecnologia blockchain, mostrando um crescimento acentuado de documentos relativos à tecnologia a partir do ano de 2015. O maior número de patentes em relação a artigos científicos pode ser associado ao grande interesse do mercado nessa tecnologia. Os Estados Unidos da América e a China são os países com maior número de artigos e de depósito de patentes, sobressaindo entre os depositantes, grandes organizações. A tendência para os próximos anos é que sejam apresentados resultados de empreendimentos mais maduros com a tecnologia blockchain, maior convergência entre blockchain e internet das coisas (Iot) para proteção de dados, mais oportunidade de investimentos e oferta na indústria financeira.


  • Mostrar Abstract
  • Este trabalho tem por objetivo apresentar um mapeamento cientifico-tecnológico da tecnologia Blockchain (BC), mostrando a sua evolução, versatilidade e aplicações nas mais diversas áreas. Também se buscou a classificação das patentes, pontuando quais setores se encontram em destaque e evidenciando inventores, bem como depositantes envolvidos com essa tecnologia. A pesquisa foi realizada em documentos científicos na base de dados Scopus e, para os documentos de patentes, foi utilizada a ferramenta Questel-Orbit®, com cobertura de publicações de 87 escritórios nacionais e 6 escritórios regionais. As investigações foram realizadas nos meses de abril e maio de 2019 e trouxeram o quantitativo de 3.499 documentos científicos, entre eles 931 artigos. Já o resultado da busca patentária revelou 4.897 patentes relacionadas à tecnologia blockchain, mostrando um crescimento acentuado de documentos relativos à tecnologia a partir do ano de 2015. O maior número de patentes em relação a artigos científicos pode ser associado ao grande interesse do mercado nessa tecnologia. Os Estados Unidos da América e a China são os países com maior número de artigos e de depósito de patentes, sobressaindo entre os depositantes, grandes organizações. A tendência para os próximos anos é que sejam apresentados resultados de empreendimentos mais maduros com a tecnologia blockchain, maior convergência entre blockchain e internet das coisas (Iot) para proteção de dados, mais oportunidade de investimentos e oferta na indústria financeira.

22
  • CERIZE MARIA RAMOS FERRARI DE MELO
  • VIABILIDADE DA RENDA SINGELEZA COMO INDICAÇÃO GEOGRÁFICA: VALORIZAÇÃO E MERCADO NA CONEXÃO ENTRE ALAGOAS E ITÁLIA

  • Orientador : SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO
  • JOSEMARY OMENA PASSOS FERRARE
  • PATRICIA BRANDAO BARBOSA DA SILVA
  • SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
  • Data: 12/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho é um estudo da viabilidade de registro de Indicação Geográfica para a renda artesanal Singeleza, produzida em alguns municípios do estado de Alagoas, a partir de uma análise comparativa com o Puntino ad Ago, uma renda encontrada em Latronico, região da Basilicata, ao sul da Itália. Os artesanatos são considerados gêmeos, devido à grande similaridade entre seus pontos e entre suas técnicas de produção. Apesar de existirem estudos desenvolvidos por pesquisadores italianos e brasileiros que buscam respostas para a ligação entre ambas, inclusive considerando, dentre outras a possibilidade de transmissão do saber-fazer do Puntino Ad Ago em Alagoas, por meio do fluxo de imigração italiana no início do século XX, a relação direta de transmissão ainda é desconhecida. Além da similaridade dos pontos das rendas, verificam-se nas duas localidades uma mesma problemática: a produção limitada de peças, associada às queixas de dificuldade de comercializar peças como principal argumento apresentado pelas rendeiras. A partir de reflexões sobre esse argumento, o presente trabalho apresenta um estudo para reposicionar a Singeleza, considerando aspectos positivos baseados na experiência de organização em associação e no registro de marca coletiva em Latronico, com uma proposta baseada em quatro pilares: moda, mercado, mapa e marca. Como resultados da estratégia de reposicionamento da Singeleza, foi criada uma coleção cápsula com as rendas associando algumas peças em Puntino ad Ago que recebeu o nome de Laços, ações de comunicação trabalhadas a partir da exposição da coleção ao público e ainda uma análise da viabilidade de pedido de registro de Indicação Geográfica.


  • Mostrar Abstract
  • O trabalho é um estudo da viabilidade de registro de Indicação Geográfica para a renda artesanal Singeleza, produzida em alguns municípios do estado de Alagoas, a partir de uma análise comparativa com o Puntino ad Ago, uma renda encontrada em Latronico, região da Basilicata, ao sul da Itália. Os artesanatos são considerados gêmeos, devido à grande similaridade entre seus pontos e entre suas técnicas de produção. Apesar de existirem estudos desenvolvidos por pesquisadores italianos e brasileiros que buscam respostas para a ligação entre ambas, inclusive considerando, dentre outras a possibilidade de transmissão do saber-fazer do Puntino Ad Ago em Alagoas, por meio do fluxo de imigração italiana no início do século XX, a relação direta de transmissão ainda é desconhecida. Além da similaridade dos pontos das rendas, verificam-se nas duas localidades uma mesma problemática: a produção limitada de peças, associada às queixas de dificuldade de comercializar peças como principal argumento apresentado pelas rendeiras. A partir de reflexões sobre esse argumento, o presente trabalho apresenta um estudo para reposicionar a Singeleza, considerando aspectos positivos baseados na experiência de organização em associação e no registro de marca coletiva em Latronico, com uma proposta baseada em quatro pilares: moda, mercado, mapa e marca. Como resultados da estratégia de reposicionamento da Singeleza, foi criada uma coleção cápsula com as rendas associando algumas peças em Puntino ad Ago que recebeu o nome de Laços, ações de comunicação trabalhadas a partir da exposição da coleção ao público e ainda uma análise da viabilidade de pedido de registro de Indicação Geográfica.

23
  • ÁUREA VALÉRIA DE ANDRADE
  • PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE STARTUPS: INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL

  • Orientador : FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
  • ORLANDO RAMOS DO NASCIMENTO JUNIOR
  • Data: 13/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho tem por objetivo caracterizar as startups e o ecossistema inovador de Alagoas, através de uma análise da situação usando como método uma pesquisa que foi classificada, quanto aos fins, como exploratória, descritiva, explicativa e intervencionista. Nesse cenário, informações obtidas através do levantamento bibliográfico possibilitaram o desenvolvimento de hipótese, em que as startups que participam de programa de aceleração têm maiores chances de sucesso. Quanto aos procedimentos técnicos e no tocante aos meios usados, a pesquisa foi de campo, documental e bibliográfica, pois, respectivamente, foi aplicado um questionário junto ao público alvo da amostra, documentos oficiais e relatórios de empresas foram analisados, também se utilizou livros, revistas e sites de instituições ligadas a temática com credibilidade. Com o resultado da pesquisa de campo analisou-se as principais características dos entrevistados, visando identificar o impacto da participação do público pesquisado em programas de aceleração e posterior análise sobre a viabilidade da criação de um programa de aceleração de startups no Estado, ação pioneira, pois não há nenhum atualmente. Diante do objetivo geral do trabalho, caracterizar as startups e o ecossistema inovador de Alagoas e focando nos objetivos específicos, além de considerar o resultado da pesquisa, do estudo teórico da literatura mencionada e considerando que o mercado de startups vem crescendo cada vez mais e ganhando espaço na economia mundial, mostrando ser um modelo de
    negócio com grande potencial a ser explorado. Nesse trabalho, considera-se viável, urgente e necessária a efetivação do primeiro programa de aceleração em Alagoas. Acreditamos que a efetivação de um Programa de Pré Aceleração irá colaborar com o ecossistema inovador do Estado, bem como servir de base para o crescimento dos
    empreendedores que possivelmente criarão serviços/empresas inovadoras ajudando a alavancar a economia local.


  • Mostrar Abstract
  • O presente trabalho tem por objetivo caracterizar as startups e o ecossistema inovador de Alagoas, através de uma análise da situação usando como método uma pesquisa que foi classificada, quanto aos fins, como exploratória, descritiva, explicativa e intervencionista. Nesse cenário, informações obtidas através do levantamento bibliográfico possibilitaram o desenvolvimento de hipótese, em que as startups que participam de programa de aceleração têm maiores chances de sucesso. Quanto aos procedimentos técnicos e no tocante aos meios usados, a pesquisa foi de campo, documental e bibliográfica, pois, respectivamente, foi aplicado um questionário junto ao público alvo da amostra, documentos oficiais e relatórios de empresas foram analisados, também se utilizou livros, revistas e sites de instituições ligadas a temática com credibilidade. Com o resultado da pesquisa de campo analisou-se as principais características dos entrevistados, visando identificar o impacto da participação do público pesquisado em programas de aceleração e posterior análise sobre a viabilidade da criação de um programa de aceleração de startups no Estado, ação pioneira, pois não há nenhum atualmente. Diante do objetivo geral do trabalho, caracterizar as startups e o ecossistema inovador de Alagoas e focando nos objetivos específicos, além de considerar o resultado da pesquisa, do estudo teórico da literatura mencionada e considerando que o mercado de startups vem crescendo cada vez mais e ganhando espaço na economia mundial, mostrando ser um modelo de
    negócio com grande potencial a ser explorado. Nesse trabalho, considera-se viável, urgente e necessária a efetivação do primeiro programa de aceleração em Alagoas. Acreditamos que a efetivação de um Programa de Pré Aceleração irá colaborar com o ecossistema inovador do Estado, bem como servir de base para o crescimento dos
    empreendedores que possivelmente criarão serviços/empresas inovadoras ajudando a alavancar a economia local.

24
  • CATARINA SILVA DOS SANTOS
  • MONITORAMENTO TECNOLÓGICO, USOS POTENCIAIS E PERSPECTIVAS DE NEGÓCIOS COM O SURURU DAS ALAGOAS

  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • FRANCISCO JOSE PEIXOTO ROSARIO
  • JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • Data: 20/12/2019

  • Mostrar Resumo
  • O Sururu é um molusco Bivalve, conhecido popularmente como “Sururu de Capote”; pertence à família dos Mitilídeos. É destaque na gastronomia alagoana, porém o seu mercado potencial se estende além do setor de alimentos. A cadeia produtiva do sururu em Alagoas possui em cada uma de suas etapas situações nocivas e crônicas. A extração é feita pelos pescadores de modo rudimentar e insalubre, pondo em risco suas vidas, a poluição das águas da lagoa Mundaú também é um problema de muitas décadas. O descarte irregular de toneladas diárias de conchas na via pública da orla lagunar, a falta de equipamentos de proteção individual e o
    trabalho infantil são alguns dos muitos problemas decorrentes o comércio do sururu em nosso Estado. É notório a necessidade de estudos, pesquisas tecnológicas e políticas públicas que possam dar a esta cadeia produtiva uma realidade diferente na utilização desta matéria-prima de importância cultural que também vem apresentando apelo sócio-ambiental. A pesquisa de prospecção tecnológica do sururu constatou que a proteína deste molusco detém propriedades biológicas e medicinais e vem sendo aplicada como matéria prima para fármacos em todo o
    mundo desde a década de 1980; sua concha, rica em cálcio, magnésio, fósforo, ferro e outros minerais também possui valor comercial e aplicações em diferentes áreas. A metodologia consistiu na coleta de dados nas bases de patentes INPI, LENS, Espacenet, WIPO e Orbit. Os artigos científicos foram pesquisados nas bases Scopus e na Scielo. Os levantamentos evidenciaram um vasto potencial econômico no setor de fármacos utilizando a proteína deste molusco para cicatrização de feridas e outras lesões, uso em composições cosméticas e anti-bacterianas, vírus da herpes, anti-malárico, anti-diabético, anti-inflamatórios da pele, enxertos ósseos e regeneração de cartilagens, peptídeos anti-hipertensivos, entre outros. As conchas do sururu, vem sendo aplicadas na área de química de materiais nanoparticulados, matéria-prima para a construção civil, ração animal, em processo de purificação de água e controle da poluição ambiental. Outro subproduto, o bisso de bivalve também demonstrou aplicabilidade nas áreas de artes plásticas e artesanatos. Para dar maior abrangência e possibilidades de inovação, realizamos também levantamento de patentes em domínio público do sururu, levantou-se as principais possibilidades de novos negócios nesta cadeia produtiva sobre a ótica da Inovação Frugal e da Economia Circular, o que nos permitiu seguir rumos conexos de avaliação ligadas ao desenvolvimento sustentável. Para esta, a metodologia foi feita através da coleta de dados na base Lens. Os resultados também apresentaram ótimas perspectivas no comércio deste molusco. Este trabalho de prospecção tecnológica do Sururu demonstrou potencialidades econômicas de desenvolvimento de novos produtos tecnológicos médico-terapêutico e dispositivos de controle ambientais contribuindo com o desenvolvimento sustentável em comunidades tradicionais do setor pesqueiro.


  • Mostrar Abstract
  • O Sururu é um molusco Bivalve, conhecido popularmente como “Sururu de Capote”; pertence à família dos Mitilídeos. É destaque na gastronomia alagoana, porém o seu mercado potencial se estende além do setor de alimentos. A cadeia produtiva do sururu em Alagoas possui em cada uma de suas etapas situações nocivas e crônicas. A extração é feita pelos pescadores de modo rudimentar e insalubre, pondo em risco suas vidas, a poluição das águas da lagoa Mundaú também é um problema de muitas décadas. O descarte irregular de toneladas diárias de conchas na via pública da orla lagunar, a falta de equipamentos de proteção individual e o
    trabalho infantil são alguns dos muitos problemas decorrentes o comércio do sururu em nosso Estado. É notório a necessidade de estudos, pesquisas tecnológicas e políticas públicas que possam dar a esta cadeia produtiva uma realidade diferente na utilização desta matéria-prima de importância cultural que também vem apresentando apelo sócio-ambiental. A pesquisa de prospecção tecnológica do sururu constatou que a proteína deste molusco detém propriedades biológicas e medicinais e vem sendo aplicada como matéria prima para fármacos em todo o
    mundo desde a década de 1980; sua concha, rica em cálcio, magnésio, fósforo, ferro e outros minerais também possui valor comercial e aplicações em diferentes áreas. A metodologia consistiu na coleta de dados nas bases de patentes INPI, LENS, Espacenet, WIPO e Orbit. Os artigos científicos foram pesquisados nas bases Scopus e na Scielo. Os levantamentos evidenciaram um vasto potencial econômico no setor de fármacos utilizando a proteína deste molusco para cicatrização de feridas e outras lesões, uso em composições cosméticas e anti-bacterianas, vírus da herpes, anti-malárico, anti-diabético, anti-inflamatórios da pele, enxertos ósseos e regeneração de cartilagens, peptídeos anti-hipertensivos, entre outros. As conchas do sururu, vem sendo aplicadas na área de química de materiais nanoparticulados, matéria-prima para a construção civil, ração animal, em processo de purificação de água e controle da poluição ambiental. Outro subproduto, o bisso de bivalve também demonstrou aplicabilidade nas áreas de artes plásticas e artesanatos. Para dar maior abrangência e possibilidades de inovação, realizamos também levantamento de patentes em domínio público do sururu, levantou-se as principais possibilidades de novos negócios nesta cadeia produtiva sobre a ótica da Inovação Frugal e da Economia Circular, o que nos permitiu seguir rumos conexos de avaliação ligadas ao desenvolvimento sustentável. Para esta, a metodologia foi feita através da coleta de dados na base Lens. Os resultados também apresentaram ótimas perspectivas no comércio deste molusco. Este trabalho de prospecção tecnológica do Sururu demonstrou potencialidades econômicas de desenvolvimento de novos produtos tecnológicos médico-terapêutico e dispositivos de controle ambientais contribuindo com o desenvolvimento sustentável em comunidades tradicionais do setor pesqueiro.

SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 04/07/2022 02:25