Banca de QUALIFICAÇÃO: SARAH LOUYSE GONÇALVES RAMOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SARAH LOUYSE GONÇALVES RAMOS
DATA : 24/06/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

Avaliação das Características Físico-Químicas do Lixiviado Gerado no Aterro Sanitário de Maceió – AL


PALAVRAS-CHAVES:

Resíduos; Lixiviado; Aterro sanitário; Caracterização Físico-Química.


PÁGINAS: 44
RESUMO:

Os aterros sanitários são técnicas de disposição de resíduos sólidos urbanos no solo, mais conhecida e utilizada mundialmente, e constituem grandes e importantes geoestruturas, cuja segurança e operacionalidade estão diretamente relacionadas a questões ambientais e de saúde pública. É um sistema dinâmico, que varia conforme a sua composição, e é ao longo do tempo do processo de degradação que são estabelecidas as suas relações físicas, químicas, físico-químicas e biológicas. Por isso, o descarte de RSU em aterros sanitários exige um monitoramento diário para aplicação de medidas de proteção ambiental, visto que, conforme os RSU aterrados são biodegradados, há a geração de lixiviado. O lixiviado, líquido contaminante, é o resultado da mistura da água que infiltra e percola através dos resíduos aterrados, junto com os produtos da decomposição dos mesmos. Como a sua composição variada dificulta a escolha de um tratamento continuamente eficiente, ele é um dos principais desafios ambientais, pois sem um prévio tratamento adequado, este pode ocasionar a contaminação do solo e dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos. Sob esse contexto, o objetivo precípuo deste trabalho foi avaliar os parâmetros físico-químicos (pH, alcalinidade total, ácidos graxos voláteis, cloretos, DQO, DBO, metais pesados e nitrogênio amoniacal total), do lixiviado do aterro sanitário de Maceió/AL, a fim de determinar as fases de decomposição das frações dos resíduos dispostos. As informações serão obtidas por meio de visitas in loco, da coleta do material, bem como da análise laboratorial do lixiviado, e espera-se que essa análise estabeleça um banco de dados técnicos para o gerenciamento de resíduos sólidos urbanos, além de avaliar qualitativamente a sua toxicidade e possíveis impactos ambientais e a saúde pública se lançados sem um tratamento adequado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3064870 - DANIEL PINTO FERNANDES
Interna - 1121201 - NELIA HENRIQUES CALLADO
Interna - 1644323 - KARINA RIBEIRO SALOMON
Interna - 1272239 - DANIELE VITAL VICH
Notícia cadastrada em: 01/06/2021 18:49
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 29/05/2022 08:21