Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILLA RODRIGUES DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILLA RODRIGUES DA SILVA
DATA : 28/06/2021
HORA: 14:00
LOCAL: SALA VIRTUAL - meet.google.com/mzc-fror-kkc
TÍTULO:


Análise das Emissões Fugitivas em Aterro Sanitário – Estudo de Caso


PALAVRAS-CHAVES:

Biogás, Dispersão Atmosférica, Aermod View. Fluxo de Gases, Poluição atmosférica.


PÁGINAS: 46
RESUMO:

As emissões fugitivas são um problema de poluição atmosférica que atingem níveis local e global, certo de que aterros sanitários são uma importante fonte de emissões antrópicas de Gases do Efeito Estufa (GEE). Tendo influência de vários fatores, as emissões fugitivas possuem relação com os resíduos e à camada de cobertura, a exemplo da profundidade e quantidade de drenos de gases, das dimensões da célula onde os resíduos estão dispostos, a idade dos resíduos, as condições meteorológicas da região, a presença de fissuras na camada, as propriedades do solo e a espessura da liner. Os GEE tratam-se de gases incolores e inodoros que agem como asfixiantes, e a sua exposição causa diversos malefícios para saúde da população, além de danos irreversíveis para o meio ambiente. Sob esse contexto, compreender os fluxos de gases pela camada de cobertura e os fatores que interferem nesse processo, durante a fase de operação do aterro sanitário, pode fornecer importantes contribuições para a mitigação dos impactos ambientais, intensificando o monitoramento sistemático de concentrações de poluentes atmosféricos. Assim, esse estudo tem como objetivo realizar avaliação das emissões fugitivas dos GEE originados da Central de Tratamento de Resíduos no município de Maceió – AL, bem como modelar a dispersão dos gases produzidos no aterro, avaliando os resultados dos impactos gerados. O software AERMOD View, modelo de dispersão atmosférica bastante usual em várias pesquisas, será utilizado para prever concentrações nos locais selecionados de receptores a favor do vento, a fim de estimar a conformidade com os padrões nacionais de qualidade do ar, conforme normas vigentes. Ao final, será desenvolvida uma Matriz de Leopold como ferramenta de avaliação de impacto ambiental, adaptada para avaliar as emissões fugitivas das proximidades do aterro sanitário, de modo a verificar como esses gases afetam a qualidade do ar da população residente nos bairros adjacentes. Espera-se que com este trabalho, propor modelos de estimativa das emissões fugitivas atmosféricas na área do aterro sanitário. Estes modelos poderão apresentar forma exponencial e estimarem as emissões fugitivas dos gases considerando a presença de regiões trincadas e não trincadas nas células do aterro sanitário.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1644323 - KARINA RIBEIRO SALOMON
Interna - 2151064 - DAYANA DE GUSMAO COELHO
Interno - 3064870 - DANIEL PINTO FERNANDES
Externo ao Programa - 2121264 - CHRISTIANO CANTARELLI RODRIGUES
Notícia cadastrada em: 07/06/2021 14:08
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 29/05/2022 09:33