PPGEC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: 3214-1455- https://sigaa.sig.ufal.br/ppgec

Banca de QUALIFICAÇÃO: JÚLIO CÉZAR DE MENDONÇA UCHÔA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JÚLIO CÉZAR DE MENDONÇA UCHÔA
DATA : 26/02/2024
HORA: 11:00
LOCAL: Sala de reuniões do Núcleo de Pesquisas Multidisciplinar
TÍTULO:

ESTUDO DE DURABILIDADE DE CONCRETOS ESTRUTURAIS PRODUZIDOS COM AGREGADOS RECICLADOS

 

PALAVRAS-CHAVES:

Concreto; Agregado reciclado misto graúdo; Durabilidade; Teor de cloreto.

 

PÁGINAS: 127
RESUMO:

Dada a grande quantidade de resíduos de construção e demolição (RCD) gerados no setor da construção civil, bem como a necessidade constante de extração de agregados naturais (AN) das jazidas no planeta (as quais vão ficando mais escassas a cada dia), é evidente que é necessário investir em alternativas eficientemente
sustentáveis. Uma alternativa normalmente negligenciada é o uso de agregados reciclados mistos, uma vez que a maioria dos trabalhos brasileiros e internacionais se limita a aplicações em concretos não estruturais ou em argamassas. Entretanto, devido a grande maioria dos RCD produzidos serem agregados reciclados mistos
(ARM), vê-se necessário estudos que analisem suas propriedades para fins estruturais, em especial o aspecto de durabilidade. Dessa forma, o objetivo geral do trabalho é avaliar a durabilidade de concretos produzidos com agregado reciclado misto graúdo (ARMg) frente à exposição de íons cloreto. Serão produzidos concretos com três diferentes dosagens, utilizando o método proposto pela ABCP, onde será variado o percentual de substituição do agregado natural graúdo por ARMg (20% e 50%) e em todas a misturas terá a substituição de 20% do cimento CP V – ARI pela adição mineral metacaulim. No estado fresco, o desempenho será avaliado através do ensaio de abatimento (slump) e do ensaio de massa específica. A análise das propriedades no estado endurecido será realizada utilizando os ensaios de resistência à compressão, bem como índices físicos dos concretos, a exemplo de absorção de água, índice de vazios, massa especifica e, com foco em durabilidade, será feito o ensaio de determinação do teor de cloretos. Quanto aos resultados esperados, é aguardado que o metacaulim diminua a penetração de cloreto nos concretos, mantendo-o dentro dos parâmetros normativos, além de elevar a resistência à compressão o mais próximo possível de 40 MPa, tendo esse efeito em conjunto do cimento CP V – ARI.

 

MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 1640290 - WAYNE SANTOS DE ASSIS
Externo(a) ao Programa - 3182546 - CASSIA VANESSA ALBUQUERQUE DE MELO - UFAL
Notícia cadastrada em: 26/02/2024 08:16
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 16/06/2024 10:25