Banca de DEFESA: JOAO MARCOS FERREIRA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOAO MARCOS FERREIRA DOS SANTOS
DATA : 01/12/2021
HORA: 14:00
LOCAL: meet.google.com/qeg-bgft-duh
TÍTULO:

ESTUDO DO COMPORTAMENTO À FLEXÃO DE ELEMENTOS PRODUZIDOS COM GRADAÇÃO FUNCIONAL DE CRFA


PALAVRAS-CHAVES:

Concreto reforçado com fibras de Aço, Gradação funcional por camadas, Elementos sob flexão, Método Indutivo.


PÁGINAS: 131
RESUMO:

A busca do homem pela mudança atrelou o avanço a novas formas de construir e maneiras de conceber as estruturas, seus materiais e métodos. Diante de tantas mudanças, o concreto não se apresenta mais como uma simples mistura definida pela composição de agregados, cimento e água, ficando hoje susceptível à incorporação de novos e à substituição desses materiais básicos por fibras, resíduos e aditivos de diversos tipos. A incorporação de fibras de aço, que resultou na utilização do Concreto Reforçado com Fibras de Aço (CRFA) vem demonstrando no cenário mundial grandes benefícios ao material convencional, agindo principalmente no estágio pós-fissuração e mobilizando uma parcela de resistência à tração acionada pela necessidade de garantia de durabilidade. Neste contexto, a otimização da utilização de fibras curtas de aço em um elemento sob flexão, por meio de uma gradação de fibras por camadas, resultando em um elemento gradado funcionalmente (FGM), demonstra reelevância. As fibras concentradas em maiores porcentagens se localizam na faixa mais solicitada à tração e na superfície oposta comprimida se utiliza uma quantidade nula destes reforços. Nesse trabalho, os elementos apresentam seção trasnversal graduados em 3 camadas, para os quais destaca-se a fase de determinação das porcentagens de cada camada de fibra, utilizando-se os resultados pré-existentes de vigas de CRFA no ensaio de flexão por três pontos (EN – 14651 /2017) aferidos em trabalhos anteriores e comparando a altura e área de fissuras encontradas em ensaios que correlacionam imagens digitais e com medidas de transtudores de deslocamento. Foi possível avaliar a influência do lançamento do concreto por meio de técnicas de indução e análise superficial. Os resultados trazem um panorama eficaz de orientação preferencial das fibras encontradas nessa configuração, 68° em relação ao eixo orientado da direção de aplicação do carregamento e 49° em relação ao plano perpendicular a aplicação do carregamento, confirmação da proporção desejada inicialmente e ganhos expressivos de contenção de fissuras pós-pico, cerca de 34,15%, quando comparada a vigas em moldagem tradicional, consequentemente, influenciando de forma mais eficaz na resistência pós-fissuração, flexão e economia de fibras de aço nas regiões menos tracionadas de vigas e placas moldadas em CRFA, a exemplo de vigas e lajes sob flexão.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1121075 - ALINE DA SILVA RAMOS BARBOZA
Interna - 1582140 - KAROLINE ALVES DE MELO MORAES
Externa à Instituição - ALESSANDRA LORENZETTI DE CASTRO - USP
Notícia cadastrada em: 10/11/2021 13:11
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 12/08/2022 00:11