PPGEC PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: 3214-1455- https://sigaa.sig.ufal.br/ppgec

Banca de QUALIFICAÇÃO: THAUANY ALVES PASTOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : THAUANY ALVES PASTOR
DATA : 19/12/2023
HORA: 13:30
LOCAL: Sala de Reuniões 2 - LCCV
TÍTULO:

Análise da viabilidade do uso de resíduos de construção e demolição para a geração de blocos reciclados.

 
 

PALAVRAS-CHAVES:

Agregado misto reciclado; Blocos de concreto; Planejamento Fatorial.

 

PÁGINAS: 84
RESUMO:

O Nordeste é a terceira região de maior geração de resíduo de construção e demolição (RCD) no país, de acordo com a ABRELPE (2021). Em especial, a metrópole de Alagoas (Maceió), que apresenta o maior percentual de geração de resíduos sólidos urbanos (RSU), sendo uma das categorias dos RCD’s. Com o aumento da urbanização, há uma tendencia de crescimento na geração de resíduos, o que levou a Organização das Nações Unidas (ONU) a destacar os resíduos sólidos como um dos principais problemas atuais. Portanto, encontrar uma destinação adequada para esses resíduos fortalece a sustentabilidade ambiental e o desenvolvimento de cidades sustentáveis. Nesse contexto, surge uma oportunidade sustentável de destinação para os RCD’s, como a produção de novos materiais construtivos, por exemplo, blocos reciclados. A presente pesquisa tem como objetivo analisar a viabilidade técnica do uso de agregados reciclados de demolição mistos para produção de blocos. Este objetivo surge devido à problemática dos bairros demolidos pela empresa Braskem, devido à instabilidade no solo oriunda da extração de sal-gema em jazidas subterrâneas. Para mitigar o impacto socioambiental, foi necessário gerenciar os resíduos de forma apropriada. Os agregados reciclados, já beneficiados, foram coletados e passaram por um processo de remoção de impurezas, seguido por procedimentos de caracterização, juntamente com ensaios para determinar suas propriedades físicas e químicas. Com base nisso, um planejamento fatorial 3² foi realizado, envolvendo dois fatores (granulometria e teor de umidade) e três níveis de granulometria (100% de agregado graúdo reciclado, 100% de agregado miúdo reciclado e 100% de agregado natural), juntamente com três níveis de teor de umidade, a serem determinados pelo ensaio de reometria compressiva. A proporção dos materiais e suas quantidades serão determinadas por esse ensaio, investigando a contribuição de cada proporção de material e teor de umidade na resistência à compressão para produção dos blocos. Por fim, os blocos serão fabricados e submetidos a avaliação de resistência à compressão, seguidas por análises estatísticas com base nos resultados obtidos. Na comparação entre o segundo e o primeiro beneficiamento do material, foi observada diferenças significativas. O agregado miúdo reciclado (AMR) da segunda moagem apresentou mais partículas finas do que o originado pela primeira moagem. Em contrapartida, o agregado graúdo reciclado (AGR) mostrou o inverso, apresentando um aumento no percentual de partículas finas em relação ao estágio anterior. Além disso, a segunda britagem do material também contribuiu para redução de material pulverulento, resultando em uma redução na capacidade de absorção do agregado e, por consequência, em sua porosidade. Isso acarreta menor necessidade de água nas misturas de concreto, um fator importante na produção de blocos mais resistentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1640290 - WAYNE SANTOS DE ASSIS
Interno(a) - 1121792 - FLAVIO BARBOZA DE LIMA
Interno(a) - 2120767 - PAULO CESAR CORREIA GOMES
Notícia cadastrada em: 11/12/2023 23:27
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 16/06/2024 09:37