PPGM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATERIAIS CENTRO DE TECNOLOGIA Telefone/Ramal: Não informado

Banca de QUALIFICAÇÃO: DIOGO CARLOS HENRIQUE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DIOGO CARLOS HENRIQUE
DATA : 22/10/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência (Google Meet)
TÍTULO:

Produção de CaAl/HDL a partir de resíduo calcinado de concha de Mytella falcata


PALAVRAS-CHAVES:

Ecomaterial. Hidróxidos duplos lamelares. Resíduo de malacocultura.


PÁGINAS: 84
RESUMO:

O volume de resíduos produzidos pelas atividades de malacocultura geram grande impacto e custos elevados para tratamento e destinação adequada, constituindo um dos grandes problemas ambientais do mundo. Diante desta problemática, pela primeira vez, foi estudada a viabilidade da introdução de resíduo da malacocultura para produção de hidróxidos duplos lamelares (HDLs). Foram utilizadas conchas de Mytella falcata para produzir óxido de cálcio que posteriormente foi utilizado como reagente para a síntese de HDL pelo método de coprecipitação. O comportamento térmico dos materiais foi mapeado até 900 °C através da determinação das curvas de TG/DTG, enquanto as características texturais e de superfície foram estudados por pH de carga zero (pHPCZ), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e por adsorção/dessorção de N2 (BET, BJH), a composição foi determinada por Espectroscopia por Energia Dispersiva de raios-X (EDS), os grupos químicos por Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) e a cristalinidade juntamente com outras propriedades estruturais, foram determinadas por Difração de Raios-X (DRX). As caracterizações permitiram identificar a composição do resíduo de Mytella falcata, constituído principalmente por carbonato de cálcio com polimorfos de aragonita e calcita, baixa área superficial, morfologia irregular e rugosa composta de conglomerado de placas sobrepostas. O óxido de cálcio foi obtido a partir das conchas com temperaturas acima de 800°C, apresentou morfologia, distribuição granulométrica, intervalos de decomposição, cristalinidade e demais características semelhantes a o material comercial, indicando ser um possível substituto na síntese de HDL. O material CaAl/HDL – RE foi produzido com óxido de cálcio proveniente do resíduo de Mytella falcata com alta cristalinidade, área superficial 65,62% maior que material (CaAl/HDL – PA), produzido com reagente comercial, classificado como mesoposoporoso, formado por placas na forma de folhas hexagonais organizadas de forma sobrepostas, com potencial de carga zero igual a 12,25. Com eficiência de remoção de 98,51% do corante verde malaquita e capacidade 23,30% maior que o CaAl/HDL – PA para remoção do antibiótico Sulfanilamida. Desta forma, estes resultados corroboram com a tese de que é possível a utilização de Resíduo de Mytella Falcata (RMF) para produção de CaO – RE e síntese de CaAl/HDL – RE.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1797785 - LUCAS MEILI
Interno - 1545506 - ANTONIO OSIMAR SOUSA DA SILVA
Interna - 1527220 - CAMILA BRAGA DORNELAS
Externo ao Programa - 3252578 - JOSÉ LEANDRO DA SILVA DUARTE
Externa ao Programa - 1515173 - SIMONI MARGARETI PLENTZ MENEGHETTI
Notícia cadastrada em: 14/10/2021 12:08
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 04/07/2022 03:51