PPGES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM ENSINO NA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA Telefone/Ramal: 82 999720972

Banca de DEFESA: PAULO WESLEY DE GOES DUARTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PAULO WESLEY DE GOES DUARTE
DATA : 31/03/2022
HORA: 05:00
LOCAL: Web conferência - Microsoft Teams
TÍTULO:

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM TEMPOS DE PANDEMIA: percepção dos fisioterapeutas intensivistas de uma maternidade pública de alto risco


PALAVRAS-CHAVES:

Educação permanente em saúde. COVID-19. Fisioterapia.


PÁGINAS: 78
RESUMO:

Introdução: este Trabalho Acadêmico de Conclusão de Curso (TACC) traz em sua composição um artigo e duas proposições de produtos educacionais, que tiveram sua origem nos resultados obtidos da pesquisa intitulada: “Educação permanente em tempos de pandemia: percepção dos fisioterapeutas intensivistas de uma maternidade pública de alto risco”. Desde primeiros meses de 2020, onde surgiram os primeiros casos de COVID-19 (doença causada pelo corona vírus SARS-Cov-2) e com o avanço da pandemia no Brasil, o nosso sistema de saúde foi tensionado e levado a quase exaustão, trazendo desafios que a primeira vista eram praticamente intransponíveis. Durante este período na prática profissional, foi a educação permanente em saúde (EPS) que contribuiu para mitigar tal situação e ajudar-nos a entender o novo coronavírus, e estabeleceu-se como uma estratégia poderosa na mobilização de toda equipe multiprofissional. Ainda no momento atual, as Instituições de saúde tiveram e tem que se reorganizar e direcionar todas suas ações de EPS para preparar seus servidores, incluindo os fisioterapeutas intensivistas. Deste modo, a EPS pode capacitar estes profissionais com a finalidade de se combater a pandemia de COVID-19, compreender a fisiopatologia do vírus, para se tentar prestar uma assistência qualificada as gestantes, puérperas e recém-nascidos da maternidade escola pesquisada. A motivação para esse estudo baseou-se na vivência do autor como profissional da linha de frente ao combate a pandemia, na percepção da mudança da rotina da maternidade e de toda a equipe, e na aplicabilidade da EPS durante este período conturbado. Objetivo: analisar o desenvolvimento das ações de Educação Permanente em Saúde em uma Maternidade Escola durante a Pandemia de COVID 19. Método: o estudo é do tipo qualitativo, sendo um estudo de caso, do tipo descritivo, exploratório. Foi realizado um grupo focal com 5 participantes e os dados analisados através do método sugerido por Malheiros. Resultados: observou-se que a EPS teve uma grande importância no combate a pandemia, tanto em aspectos de aprimoramento e aplicação de protocolos, aperfeiçoamento na assistência e da prática clínica, como também na segurança dos profissionais e nos atendimentos aos pacientes COVID, com influência positiva no aspecto emocional da equipe de fisioterapeutas. Todos estes ganhos tiveram relação direta com os momentos de EPS realizados na maternidade com a presença da equipe multiprofissional. Considerações finais: este TACC traz informações sobre EPS durante o período pandêmico e os dois produtos propostos visam agregar a EPS na prática institucional.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1121117 - CRISTINA CAMELO DE AZEVEDO
Externo à Instituição - Geraldo Magella Teixeira - UNCISAL
Interno - 1518410 - JEFFERSON DE SOUZA BERNARDES
Interna - 2106371 - JOSINEIDE FRANCISCO SAMPAIO
Presidente - 1653241 - WALDEMAR ANTONIO DAS NEVES JUNIOR
Notícia cadastrada em: 16/03/2022 09:37
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 01/07/2022 20:00