Banca de QUALIFICAÇÃO: FELIPE LIMA PORTO



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: FELIPE LIMA PORTO
DATA: 03/04/2020
HORA: 14:00
LOCAL: ICBS
TÍTULO:

Ação in vitro do triterpeno natural Friedelina em células epiteliais tímicas de camundongos

 


RESUMO:

As células epiteliais tímicas (TECs) são um dos principais elementos que constituem o estroma tímico, sendo necessárias para a diferenciação e sobrevivência dos timócitos. Alterações que levam a uma disfunção das TECs podem acarretar desordens na resposta imune adaptativa, resultando em imunodeficiência ou doenças autoimunes. Portanto, a investigação de novos fármacos com capacidade imunomoduladora pode contribuir para elaboração de estratégias para a melhora nas funções tímicas. Nesse contexto, a literatura relata que o triterpeno pentacíclico friedelina exerce efeitos anti-inflamatório, antipirético, analgésico e gastroprotetor. No entanto, os efeitos biológicos da friedelina sobre o timo e o seu potencial imunomodulador ainda não foram esclarecidos. Diante desses argumentos, o presente trabalho teve como objetivo principal estudar os efeitos in vitro da friedelina em células epiteliais tímicas. Para isso, TECs da linhagem murina 2BH4 foram tratadas com diferentes concentrações de friedelina por 1 e 24h. Após tratamento as células foram submetidas ao ensaio de viabilidade celular por MTT. As células tratadas com 0,1 µM, 1 µM e 10 µM de friedelina por 1 hora mantiveram-se viáveis em relação às células sem tratamento. No grupo tratado por 24h, as células mantiveram alto percentual de viabilidade após o tratamento nas concentrações 0,1 µM e 1 µM, sendo esse regime escolhido para os demais ensaios deste trabalho.  Próximo passo foi verificar a produção de laminina pela TEC através de imunofluorescência e a expressão de receptores de superfície por citometria de fluxo. O tratamento com friedelina foi capaz de aumentar a produção de laminina em ambas as concentrações utilizadas, porém não alterou a expressão dos receptores de superfície estudados. Foi avaliada também a influência da friedelina na interação entre TEC e timócitos através do ensaio de adesão célula-célula, em que foi observada uma maior adesão dos timócitos a TECs tratadas, principalmente nas subpopulações de timócitos duplo-positivos (CD4+CD8+) e simples-positivos (CD4+). Por último buscamos analisar o efeito da friedelina na sobrevivência de timócitos em co-cultura com TEC através do ensaio de apoptose. Não houve alteração significativa na sobrevivência de timócitos após tratamento com friedelina em ambas as concentrações utilizadas. Com bases nesses resultados foi possível observar que a friedelina tem papel importante na fisiologia das TECs murinas, aumentando a produção de laminina e a adesão de timócitos as TEC, sem interferir na expressão de receptores de superfície relacionados a MEC e sem influenciar a sobrevivência de timócitos em co-cultivo.


PALAVRAS-CHAVE:

timo, produtos naturais, imunomodulação


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Morfologia
SUBÁREA: Citologia e Biologia Celular

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2270384 - MARIA DANIELMA DOS SANTOS REIS
Interno(a) - 1298235 - EMILIANO DE OLIVEIRA BARRETO
Interno(a) - 2033893 - MARCELO DUZZIONI
Notícia cadastrada em: 03/04/2020 10:12
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 13/07/2024 13:05