Banca de QUALIFICAÇÃO: ELIANE BARBOSA CABRAL

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ELIANE BARBOSA CABRAL
DATA : 22/05/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 16 - ICBS
TÍTULO:

“STATUS” REDOX SALIVAR: REPERCUSSÕES NA AVALIAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE BUCAL E QUALIDADE DE VIDA

 


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: biomarcadores salivares; “status” REDOX; arginase; saúde integrada; qualidade de vida.


PÁGINAS: 109
RESUMO:

Em inúmeros agravos, o diagnóstico tardio impacta negativamente na qualidade de vida e prognóstico. Nesse sentido, a identificação de biomarcadores em fluidos biológicos que, por sua vez, reflitam condições locais e sistêmicas é essencial ao manejo diagnóstico e terapêutico. Na saliva, a análise de biomarcadores do “status” redox proporciona uma abordagem não invasiva e conveniente no monitoramento em saúde, contribuindo na detecção precoce de amplo espectro patológico. Somando-se, considerando-se que qualidade de vida, em seu sentido mais amplo, reflete a avaliação subjetiva do bem-estar físico, emocional e social de um indivíduo, configurando-se em um indicador central para estadiamento do estado de saúde, analisar conjuntamente aspectos associados a indicadores moleculares do estadiamento em saúde integral ainda é um desafio clínico-experimental. Objetivos: O objetivo deste estudo foi avaliar o “status” redox salivar e repercussões na avaliação integrada em saúde bucal e qualidade de vida. Métodos: Recrutou-se 32 voluntários saudáveis da Universidade Federal de Alagoas, por conveniência, divididos igualmente por sexo biológico (21 mulheres e 11 homens). Após jejum noturno de 12 horas, colheu-se amostras salivares para mensuração do pH, fluxo salivar, bem como para a avaliação do “status” redox (peroxidação lipídica, atividade das enzimas superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), arginase e níveis de nitrito. Conjuntamente, caracterizou-se o perfil socioeconômico dos sujeitos, bem como avaliou-se parâmetros pressóricos, frequência cardíaca, glicemia de jejum, medidas antropométricas e a qualidade de vida pela aplicação do questionário SF-36. Resultados: A maioria dos participantes se configurou em estudantes (30/32), sexo feminino (21/32) e com grau de escolaridade nível superior incompleto (22/32). No grupo amostral, a renda familiar variou principalmente entre 1 e 3 salários-mínimos. Não houve diferenças significativas nos dados clínicos e antropométricos entre os sujeitos do sexo feminino e masculino, observando-se perfil dos voluntários aparentemente saudáveis. Além disso, valores de pH (entre 5,0 e 7,0) e fluxo salivar (0,2 a 1,5 mL/min) estavam na faixa de normalidade. Após análise da terapia medicamentosa e/ou suplementar, observou-se que 40,62% dos voluntários faziam uso de algum fármaco ou antioxidante, em sua maioria, de uso diário de vitamina C. Em voluntários aparentemente saudáveis, a mensuração de marcadores do “status” redox salivar demonstrou viabilidade de detecção para a atividade das enzimas SOD, CAT e arginase, bem como para os níveis de nitrito. Entretanto, na metodologia colorimétrica TBARS, a detecção da peroxidação lipídica mostrou-se limitada. Para todos os parâmetros avaliados, em ambos os sexos, sem diferença estatística. Por outro lado, observou-se correlação positiva entre a atividade da arginase e os níveis de nitrito na saliva. Dentre os biomarcadores avaliados, destacou-se a arginase pela alta sensibilidade de detecção na saliva, menor custo/benefício para execução, boa conservação a -20ºC. Ademais, considerando-se que esta enzima apresenta atividade modulada em várias doenças crônico-inflamatórias bucais e sistêmicas, tem-se potencialidade desta ser excelente biomarcador salivar. Na análise da qualidade de vida não houve alteração significativa nos indicadores avaliados: capacidade funcional, aspectos físicos, dor, estado geral de saúde, vitalidade, aspectos sociais, emocionais e para a saúde mental, sugerindo uma estabilidade relativa nesses aspectos entre os voluntários. A partir dos dados obtidos, sugere-se um protocolo para avaliação integrada em saúde bucal e qualidade de vida. Conclusão: É possível identificar marcadores redox na saliva de voluntários aparentemente saudáveis, onde a análise destes pode proporcionar uma abordagem inovadora para a detecção precoce e monitoramento de condições de saúde tanto bucais quanto sistêmicas. Além disso, a avaliação da arginase salivar destaca-se como um biomarcador promissor, bem como a promoção da saúde integrada em ambiente odontológico, mediante avaliação da saúde bucal e qualidade de vida.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1545496 - LUIZA ANTAS RABELO
Interno(a) - 1878467 - GUSTAVO GOMES DE ARAUJO
Externo(a) à Instituição - GLORIA ISOLINA BOENTE PINTO DUARTE
Notícia cadastrada em: 15/05/2024 19:19
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 24/06/2024 00:07