Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILLA MENDES GONÇALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILLA MENDES GONÇALVES
DATA : 11/06/2024
HORA: 13:00
LOCAL: Sala 19
TÍTULO:

O papel do Versicam na regulação da transição epitélio-mesenquimal e motilidade de células trofoblásticas


PALAVRAS-CHAVES:

 Versicam; Transição epitélio-mesenquimal; Motilidade


PÁGINAS: 94
RESUMO:

Introdução: O versicam é um proteoglicano conhecido por ativar vias de sinalização intracelulares envolvidas na inflamação, proliferação, migração, invasão, adesão, organização de citoesqueleto e transição epitélio-mesenquimal (TEM). A TEM se caracteriza pela diferenciação morfológica e funcional, que ocorre em diversas situações fisiológicas e patológicas, sendo muito estudada por seu papel fundamental nas metástases neoplásicas, também sendo essencial para que as células trofoblásticas possam invadir os tecidos maternos e estabelecer a interface materno-fetal no primeiro trimestre. Objetivo: Investigar se o silenciamento gênico de versicam influencia processos de transição epitélio-mesenquimal e motilidade de células trofoblásticas in vitro. Metodologia: Células HTR-8/SVneo foram silenciadas para o versicam, e sua eficiência foi testada nos níveis de mRNA e proteína. Foram realizados Western Blot, citometria de fluxo e imunofluorescência para AKT, mTOR, IRF3 e IRF9 após 24 horas de silenciamento versicam. A invasão celular foi examinada usando ensaios de invasão em modelos 3D. Por meio de microscopia time lapse, foi avaliada a direcionalidade celular. A Microscopia de Força Atômica foi realizada para topografia celular e elasticidade da membrana plasmática. Diferentes marcadores de TEM foram avaliados por RT-PCR e imunofluorescência. Resultados: O silenciamento gênico de versicam foi eficiente em células HTR-8/SVneo, e as análises da via de sinalização não mostraram diferenças na expressão de p-AKT Thr308 e p-mTOR, embora p-AKT Ser473, p-IRF3 e IRF9 tenham aumentado após 24 horas de silenciamento (p<0,05). As células silenciadas exibiram padrões incomuns de direcionalidade da migração e tiveram capacidade invasiva reduzida em ensaios de invasão em cocultura (p<0,05). As células silenciadas apresentaram menor quantidade de fibras de estresse de F-actina, e seu Módulo de Young foi mais elevado (p<0,01), indicando perda de elasticidade, assim como tiveram sua altura reduzida. Adicionalmente, diferentes marcadores de TEM, tais como TGF-β2, E-caderina, β-catenina, Snail e vimentina foram alterados pelo silenciamento gênico de versicam. Conclusão: O silenciamento de versicam influencia significativamente as células em níveis moleculares e funcionais, afetando principalmente sua motilidade e perfil de TEM.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2151027 - ALEXANDRE URBAN BORBELY
Interno(a) - 1556562 - ABELARDO SILVA JUNIOR
Interno(a) - 2022362 - ANA CATARINA REZENDE LEITE
Interno(a) - 2270384 - MARIA DANIELMA DOS SANTOS REIS
Interno(a) - 1544773 - TIAGO GOMES DE ANDRADE
Notícia cadastrada em: 15/05/2024 19:20
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 23/06/2024 23:58