Banca de QUALIFICAÇÃO: RENISE BASTOS FARIAS DIAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENISE BASTOS FARIAS DIAS
DATA : 30/07/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Virtual
TÍTULO:

FATORES E CONSEQUÊNCIAS DA EXPOSIÇÃO PRÉ-NATAL A DROGAS: estudo multifásico de métodos mistos numa população materno-neonatal alagoana.


PALAVRAS-CHAVES:

Saúde Materno-Infantil. Dependência de drogas. Assistência à Saúde Culturalmente Competente. Perfil Epidemiológico. Polimorfismo Genético. 


PÁGINAS: 155
RESUMO:

O uso descontrolado de drogas pela população mundial tornou-se um problema de saúde pública. Quando em uso na gravidez pode gerar consequências à mãe, ao feto ou neonato. Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo primário investigar os fatores e desfechos da exposição pré-natal a drogas, nas primeiras horas de vida, numa população materno neonatal do agreste de AlagoasTrata-se de uma investigação etnoepidemiológica, clínica e genética, com abordagem de métodos mistos por triangulação concomitante, que traz resultados de quatro estudos que compuseram um projeto de pesquisa principal multifásicoA coleta de dados ocorreu entre janeiro de 2019 a março de 2020, em maternidades de Arapiraca, cuja população de interesse foi puérperas e seus neonatos. O estudo desenvolveu-se em quatro fases, com paralelas ações de extensão cujo foco era a translação do conhecimento. A abordagem qualitativa do projeto principal foi realizada a partir de estudo etnográfico e de discussões à luz da Teoria de M. Leininger. A abordagem quantitativa ocorreu por meio de estudos clínicos, epidemiológicos e genéticos, onde foi possível aplicar o processo KDD por meio da ferramenta WEKA. Outras análises de dados quantitativos foram realizadas por meio dos softwares SNPStatsBioEstat e G*Power. Numa combinação multifásicaa interface dos elementos qualitativos e quantitativos ocorreu em uma estrutura objetiva do projeto principal, em nível interativo, com igual ênfase, além de terem sido usados dentro do projeto maior estudos prioritários quantitativos seguidos de estudos suplementares qualitativos. Dentre os principais resultados, foi possível identificar que as puérperas, em sua maioria, mais de 60%, eram jovens, pardas, casadas, com baixa escolaridade e renda, em vulnerabilidade social. A cafeína, o álcool e o tabaco foram as drogas mais consumidas em 73% das puérperas, com forte influência familiar. A inter-relação dos fatores socioculturais de companheirismo e sociais; religiosos e filosóficos; educacionais; econômicos; culturais e modos de vida; tecnológicos; e políticos e legais, foi observada ao analisar as características das puérperas. Os neonatos manifestaram alterações neurocomportamentais ou Síndrome de Abstinência Neonatal em 29,5% dos casos. Além disso, recém-nascidos que apresentaram resultados da avaliação neurocomportamental abaixo do esperado, demonstraram ter maior probabilidade de apresentarem alterações principalmente nas dimensões de tônus e tipo de tônus, de comportamento, de reflexo, de movimentos e de sinais anormais, comparados aos neonatos que apresentaram resultados satisfatórios. Na busca da etiopatogenia das disfunções neurocomportamentais, o estudo genético realizado não evidenciou diferença significativa ao se avaliar as frequências genotípicas e alélicas de polimorfismos -819C/T (IL-10) e -308G/A (TNFA) nos grupos de neonatos do estudo. A partir deste estudo foi possível compreender os aspectos socioculturais que envolvem a exposição materno-neonatal a drogas, indicar os marcadores clínicos neonatais mais relevantes a serem avaliados como os espasmos mioclônicos e a suspensão ventral, além de apresentar elementos diferentes, expressivos e complementares que podem subsidiar novos estudos e contribuir para o cuidado materno-neonatal qualificado. Como característica de um projeto multifásico, o estudo demonstra a necessidade de continuar avançando no objetivo geral. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1867374 - ELAINE VIRGINIA MARTINS DE SOUZA FIGUEIREDO
Externa ao Programa - 2731160 - AMUZZA AYLLA PEREIRA DOS SANTOS
Externa ao Programa - 2395972 - ANA CAROLINA SANTANA VIEIRA
Externa à Instituição - CLÁUDIA SILVEIRA VIERA
Externa à Instituição - ELISIANE LORENZINI
Notícia cadastrada em: 03/07/2021 09:38
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 13/07/2024 14:16