Banca de DEFESA: JESSYKA CAROLINA GALVÃO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSYKA CAROLINA GALVÃO DA SILVA
DATA : 29/08/2022
HORA: 08:00
LOCAL: Online (meet)
TÍTULO:

EFEITOS CARDIOVASCULARES DE AAL 195, UM INIBIDOR DE FOSFODIESTERASE 4, EM RATOS ESPONTANEAMENTE HIPERTENSOS


PALAVRAS-CHAVES:

AAL 195. Hipertensão. Inibidores da Fosfodiesterase 4. Ratos Espontaneamente Hipertensos. Vasorrelaxamento


PÁGINAS: 140
RESUMO:

A hipertensão é uma doença com prevalência alta e representa um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares. Apesar dos anti-hipertensivos disponíveis, muitos pacientes hipertensos não atingem os níveis pressóricos ideais, demonstrando a necessidade da busca por agentes farmacológicos mais eficazes. As fosfodiestarases (PDE), enzimas que hidrolisam AMPc e GMPc, estão amplamente distribuídas no sistema cardiovascular. Inibidores dessas enzimas tem se mostrado úteis na terapia de doenças de origem multifatorial, como a hipertensão. Sendo assim, o objetivo desse trabalho é avaliar as ações do inibidor de PDE4, AAL 195, sobre o sistema cardiovascular de ratos hipertensos. Para isso, ratos machos espontaneamente hipertensos (SHR) foram utilizados para todos os experimentos, sob aprovação do CEUA-UFAL. Os efeitos cardiovasculares induzidos por AAL 195 foram avaliados através da medida direta da pressão arterial e preparações de artéria mesentérica superior. Desta forma, em ratos SHR não anestesiados, AAL 195 (0,1; 0,5, 1 e 5 mg/Kg, i.v.) induziu hipotensão (-24,6±1,7; -28,5±2,1; -28,9±4,6; -40,9±3,8%, respectivamente) associada a taquicardia (7,8±2,5; 13,4±3,7; 10,9±3,3; 12,1±3,8%, respectivamente), de maneira independente de dose. O efeito hipotensor (-44,7±3,5%) e taquicárdico (34,5±5,7%) também foi observado após administração da DE50 de AAL 195 (1,48 mg/Kg, i.v.). Em ratos tratados com atropina (2 mg/Kg, i.v.), o efeito hipotensor não foi alterado. No entanto, houve uma atenuação significativa da taquicardia (5,2±0,7%). O que sugere que os efeitos hipotensor e taquicárdico são independentes. O tratamento com L-NAME (20 mg/Kg, i.v.) ou indometacina (3 mg/Kg, i.v.) não alterou a resposta hipotensora nem taquicárdica. No entanto, em ratos tratados com nifedipina (1 mg/Kg, i.v.), os efeitos hipotensor (-27,0±3,5%) e taquicárdico (7,6±3,8%) foram atenuados de forma significativa, sugerindo a participação dos canais para Ca2+ sensíveis a voltagem do tipo-L nesses efeitos. Em anéis de artéria mesentérica superior de ratos SHR, AAL 195 (10-9 – 3x10-5 M) promoveu vasorrelaxamento em anéis pré-contraídos com fenilefrina (10 µM) (Emáx = 100,0±5,15%, pD2 = 6,65±0,08 M) de maneira dependente de concentração. Após a remoção do endotélio, a curva concentração-resposta de AAL 195 foi deslocada para a direita (pD2 = 6,25±0,05 M), sem alteração do efeito máximo (Emáx = 95,50±1,54%). Em preparações sem endotélio, incubadas com 5mM de TEA, o vasorrelaxamento foi atenuado (Emáx = 81,05±4,91%), indicando uma possível participação de canais para K+ nesse efeito. Em preparações pré-incubadas com GLIB (10 µM) ou com 4-AP (1 mM), o efeito vasorrelaxante foi potencializado, e a presença da apamina (0,1 µM) não alterou esse efeito. No entanto, na presença de 1 mM de TEA, o vasorrelaxamento foi atenuado (Emáx = 85,71±3,73%), provavelmente existe participação dos BKCa nesse efeito. AAL 195 (3x10-8 – 10-3 M) também foi capaz de promover vasorrelaxamento em anéis pré-contraídos com KCl 80 mM, o que demonstra um efeito inespecífico do composto. Portanto, AAL 195 foi capaz de promover efeito hipotensor e vasorrelaxante em ratos SHR. Porém também promoveu efeito taquicárdico, provavelmente devido à inibição da PDE4 nos cardiomiócitos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1547952 - EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
Externo ao Programa - 1811274 - HUGO JUAREZ VIEIRA PEREIRA
Externo ao Programa - 1369387 - JOAO XAVIER DE ARAUJO JUNIOR
Externo ao Programa - 1653558 - LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
Externa ao Programa - 3509820 - MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
Interno - 1974414 - OLAGIDE WAGNER DE CASTRO
Notícia cadastrada em: 18/08/2022 11:24
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 25/07/2024 07:48