Banca de QUALIFICAÇÃO: THIAGO PINA GOES DE ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : THIAGO PINA GOES DE ARAUJO
DATA : 19/08/2022
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/grj-pzpw-csu (video confeência)
TÍTULO:

ATIVIDADE ANTITUMORAL DE EXTRATOS PIROLHENHOSOS SOBRE CÉLULAS DE GLIOBLASTOMA HUMANO (GBM02), IN VITRO


PALAVRAS-CHAVES:

Atividade antitumoral. Glioblastoma multiforme. Pirólise.


PÁGINAS: 72
RESUMO:

O glioblastoma (GBM) é um tipo de câncer extremamente agressivo que se origina no Sistema Nervoso Central (SNC) associado a altos índices de morbidade e mortalidade em indivíduos adultos acima dos 45 anos. O tratamento padrão ouro consiste em ressecção do tumor, seguida de radioterapia e quimioterapia adjuvante. Mesmo após o tratamento, a sobrevida média curta é de apenas 15 meses, o que não contribui para um bom prognóstico de cura para os pacientes acometidos. Deste modo, se faz necessário a busca por novas substâncias com atividade antitumoral para as células cancerígenas do GBM. O extrato pirolenhoso (EP) vem de “pirólise”, processo que utiliza biomassa vegetal na decomposição térmica na ausência de oxigênio, que possui metabólicos bioativos de importante interesse farmacológico, principalmente antitumoral. Portanto, o presente estudo avaliou a atividade antitumoral in vitro de extratos vegetais de pirólise sobre células de glioblastoma humano (GBM02). Para a avaliação dos efeitos dos extratos sobre as viabilidades de GBM02 e de células mononucleares sanguíneas foi utilizado o ensaio colorimétrico do MTT. Em seguida, a seletividade dos derivados foi calculada por meio da razão entre as concentrações citotóxicas para 50% dos monócitos e linfócitos (CC50) e inibitórias de 50% de GBM02 (CI50). Na sequência, o efeito antimigratório sobre GBM02 após os tratamentos foi observado pelo ensaio de scratch. As análises morfológicas de GBM02 ocorreram por meio de microscopia óptica. Os resultados foram analisados estatisticamente por ANOVA one-way seguido do pós-teste de Dunnett, comparados ao grupo controle. Todos os extratos apresentaram efeito citotóxico sobre a cultura de células GBM02 nos ensaios de MTT, dentre esses, 4 (Mandioca 550, Ouriricuri 700, Casca de Coco e Jurema Roxa) apresentaram maior índice de seletividade ao glioblastoma do que as células mononucleares sanguíneas. Alterações morfológicas também foram visualizadas nos tratamentos com os 4 extratos de pirólise. Há indícios de que os compostos fenólicos presentes em maior quantidade nos extratos de pirólise sejam os responsáveis pelas alterações morfológicas e efeito citotóxico observado nos experimentos. Baseado no potencial dos extratos pirolenhosos em promoverem alterações estruturais em cultivo de células de GBM02 in vitro, os extratos de pirólise apresentam-se como ótimos candidatos a novas pesquisas em busca de fármacos com atividade farmacológica no tratamento de glioblastomas e se faz necessário a realização de testes adicionais afim de elucidar melhor os mecanismos de ação dos extratos sobre os efeitos apresentados em GBM02.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1358530 - MAGNA SUZANA ALEXANDRE MOREIRA
Interna - 2272670 - ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
Externa à Instituição - ANDRESSA LETICIA LOPES DA SILVA
Notícia cadastrada em: 31/08/2022 10:44
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 13/07/2024 14:00