Banca de QUALIFICAÇÃO: MAISA DE ARAÚJO COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MAISA DE ARAÚJO COSTA
DATA : 16/12/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Online
TÍTULO:

N-formil-metion il-leucil-fenilalanina desempenha um papel neuroprotetor e anticonvulsivante no modelo de Status Epilepticus


PALAVRAS-CHAVES:

  N-formil-metionil-leucil- fenilalanina, status epilepticus, hipocampo, cérebro, epilepsia, neurodegeneração, morte neuronal.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

O Status epilepticus (SE) é caracterizado como convulsões contínuas e autossustentáveis, que levam à neurodegeneração hipocampal, inflamação e gliose. O receptor do peptídeo N-formil (FPR) tem sido associado a mecanismos inflamatórios. O peptídeo N-formil-metionil-leucil-fenilalanina (fMLP) desempenha um papel antiinflamatório, mediado pela ativação de FPR acoplado à proteína G. Aqui, avaliamos a influência do peptídeo fMLP no comportamento de crises límbicas, consolidação da memória e processo de neurodegeneração hipocampal. Ratos Wistar machos (Rattus norvegicus) receberam microinjeções de pilocarpina no hipocampo (H-PILO, 1,2mg / μL, 1μL) seguido por fMLP (1mg / mL, 1μL) ou veículo (VEH, solução salina 0,9%, 1μL). A análise comportamental das crises foi realizada por 90 minutos durante o SE. Os processos de memória e aprendizagem foram analisados pelo teste de esquiva inibitória. Após 24 horas de SE, o processo de neurodegeneração foi avaliado em áreas do hipocampo. Não houve mudança na latência e no número de WDS após a administração de fMLP. Nossos resultados mostraram que a infusão de fMLP foi capaz de reduzir a gravidade das crises, bem como o número de crises límbicas. Além disso, a infusão de fMLP protegeu a disfunção de memória seguida por SE. Finalmente, a administração intra-hipocampal de fMLP atenuou o processo de neurodegeneração em ambos os hipocampos. Juntos, nossos dados sugerem um novo insight sobre o papel funcional do peptídeo fMLP, com implicações importantes para seu uso potencial como agente terapêutico para o tratamento de distúrbios cerebrais, como a epilepsia.


MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 2158075 - PRISCILA DA SILVA GUIMARAES
Externo(a) à Instituição - FERNANDA MARIA ARAUJO DE SOUZA
Externo(a) à Instituição - MYKAELLA ANDRADE DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 05/12/2022 13:33
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 13/07/2024 12:50