Banca de DEFESA: LAÍS SANTOS DE JESUS



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: LAÍS SANTOS DE JESUS
DATA: 27/05/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Maceió
TÍTULO:

"Luminescência Opticamente e Termicamente Estimulada de Biovidros"


RESUMO:

O desenvolvimento e aperfeiçoamento de materiais para uso dosimétrico é de fundamental importância para uso em procedimentos adequados de segurança e proteção radiológica de indivíduos expostos a radiação ionizante. Diante disso, neste trabalho investigamos as propriedades ópticas e dosimétricas de biovidros puros, dopados com íons de európio e co-dopados com prata. As técnicas de caracterização utilizadas foram Absorção Óptica (AO), Fluorescência (FL), Termoluminescência (TL) e Luminescência Opticamente Estimulada (OSL). Nos espectros de AO foram observados bandas de absorção características do biovidro e dos dopantes (európio (Eu3+) e prata (Ag)), indicando que a dopagem com Ag gerou nanopartículas de Ag devido a presença da banda plasmônica. Com base nos espectros de AO verificou que as nanopartículas são esféricas e de tamanhos em torno de 40 nm. Nos espectros de FL observou bandas de emissão tanto das nanopartículas de Ag quanto dos íons de Eu+3, demonstrando que ao utilizar à excitação em 360 nm a amostra co-dopada emite no verde e vermelho, já com 470 nm emite apenas no vermelho. Características termoluminescentes como linearidade, reprodutibilidade e curva de emissão TL foram avaliadas. Além disso, também, foram analisadas a reprodutibilidade e curva de emissão OSL. Nos resultados de TL o biovidro puro apresentou curva de emissão com quatro picos centrados em 130°C, 210°C, 335°C e um pico com maior intensidade em torno de 250°C , o biovidro dopado com Eu3+ apresentou pico de emissão em torno de 125°C, já os biovidros co-dopados com Ag em torno de 125°C, 186°C, 295°C. Os biovidros dopados com Eu3+ e co-dopados com Ag demonstraram grande potencial para aplicabilidade na dosimetria OSL. Portanto, com base nesses resultados temos demonstrado que os biovidros puro, dopado com Eu3+ e co-dopados com Ag são materiais promissores visando aplicações na dosimetria das radiações ionizantes e também na biomedicina.


PALAVRAS-CHAVE:

Pendentes.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Física

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) ao Programa - 2092422 - ANDRE LUIS BAGGIO
Presidente - 1247925 - ANIELLE CHRISTINE ALMEIDA SILVA
Externo(a) à Instituição - João Vinícius Batista Valença - UFCSPA
Interno(a) - 425930 - NOELIO OLIVEIRA DANTAS
Notícia cadastrada em: 22/05/2020 18:25
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 22/05/2024 02:31