Banca de DEFESA: MICHELE BERTOLDO COELHO



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MICHELE BERTOLDO COELHO
DATA: 31/07/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Maceió
TÍTULO:

A influência da interação elétron-elétron na localização de Anderson e na localização dinâmica em sistemas de baixa densidade eletrônica


RESUMO:

Propriedades de transporte eletrônico em sistemas de elétrons interagentes e um tema central dentro da física de estado sólido. Entretanto, aléem do elevado custo computacional, tais sistemas podem apresentar restrições ao considerar méetodos perturbativos. Neste cenáario, modelos de baixa densidade eletrônica têm se mostrado uma boa alternativa para o estudo mostrando-se capaz de resgatar aspectos importantes presentes em sistemas de muitas partículas interagentes. Um desses fenômenos é o enfraquecimento da localização de Anderson promovido pela interação elétron-eléetron. Tal fenomenologia foi reportada inicialmente em estudos experimentais de correntes persistentes em anéis mesoscópicos. Entretanto, comportamentos semelhantes estão presentes em férmions em redes óticas, condensados ultra frios, modelos de Anderson-Hubbard em 1D, 2D e 3D, e vidros de Coulomb 2D, sugerindo algum grau de competição entre desordem e interação. Entre os trabalhos sobre esta temática, destacamos o trabalho de Dias e Lyra[Physica A 411 (2014) 35-41], que estudaram dois elétrons se movendo em um potencial desordenado unidimensional e mostraram uma influência não monotônica da interação elétron-elétron na localização de Anderson. Outro fenômeno interessante que surge da proposta de baixa densidade eletrônica e o dobramento da frequência de Bloch causado pela interação entre elétrons em sistemas 1D, indo de encontro com resultados de muitos corpos que mostravam que a interação atua destrutivamente nas oscilações de Bloch. O resultado do dobramento foi previsto teoricamente pelo trabalho de Dias e colaboradores[Phys. Rev. B 76 (2007) 155124] e confi rmado mais tarde experimentalmente[Science 347 (2015) 1229{1233]. No corpo desta dissertação apresentamos estudos envolvendo os dois cenários. Em um primeiro momento, nos investigamos a existência do caráter não monotônico da localização de Anderson em redes unidimensionais com desordem estrutural. Posteriormente, apresentamos nossos estudos considerando as oscilações de Bloch para sistemas de elétrons interagentes, considerando agora a inclusão de um termo de interação entre as partículas não-local. Os dois sistemas estudados mostram o papel relevante que a interação pode desempenhar sobre a dinâmica dos elétrons. Os resultados revelam aspectos competitivos entre diferentes estados eletrônicos presentes no sistema.


PALAVRAS-CHAVE:

propriedades de transporte, interação elétron-elétron, desordem, oscilações de Bloch.


PÁGINAS: 111
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Física

MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 2318874 - FRANCISCO ANACLETO BARROS FIDELIS DE MOURA
Externo(a) à Instituição - JONAS ROMERO FONSECA DE LIMA - UFRPE
Presidente - 1120933 - MARCELO LEITE LYRA
Notícia cadastrada em: 21/07/2020 18:05
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 22/05/2024 02:28