Banca de DEFESA: LUAN FELIPE SANTOS MARTINS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUAN FELIPE SANTOS MARTINS
DATA : 11/04/2023
HORA: 13:30
LOCAL: https://meet.google.com/azj-aztm-equ
TÍTULO:

Ordem Topológica e Transições de Fases Quânticas em Cadeias de Spins Interagentes.


PALAVRAS-CHAVES:

Cadeias quânticas de spin, transições de fase, fases topológicas, teoria de escala


PÁGINAS: 137
RESUMO:

Neste trabalho, investigamos ordens topológicas e transições de fases quânticas em modelos de spins interagentes distintos utilizando métodos numéricos. Introduzimos o método de escala tangencial de tamanho finito, onde demonstramos a sua validade na caracterização de transições de fases topológicas entre as fases de Haldane e Large-D em uma cadeia de Heisenberg anisotrópica de spin S = 1. Os nossos resultados foram validados por previsões teóricas do expoente crítico do comprimento de correlação ν obtidas de uma teoria de campos efetiva σ não linear. Em seguida, investigamos as fases quânticas e transições de fases topológicas para uma classe de modelos ferrimagnéticos tetrâmeros (S1 − S1 − S2 − S2) com interações de Heisenberg isotrópicas e alternadas. Investigamos primeiro o caso S1 = 1 2 e S2 = 5 2 onde obtivemos o diagrama de fases do modelo e investigamos as fases quânticas a partir de curvas de magnetização. Caracterizamos um ponto crítico do diagrama de fases utilizando o método de escala tangencial de tamanho finito, onde temos uma transição de fases topológica de expoente crítico ν = 2 3 . Em seguida, investigamos a universalidade de transições de fases topológicas para uma classe de cadeias ferrimagnéticas onde demonstramos que os pontos críticos a campo nulo que surgem nessa classe de modelos Têm um caráter universal e pertencem a classe de universalidade SU(2) Wess-Zumino-Witten com ν = 2 3 . Por fim, investigamos outra cadeia ferrimagnética tetrâmera com S1 = 1 e S2 = 3 2 , onde obtivemos um rico diagrama de fases do modelo apresentando sucessivas transições de fases topológicas a campo nulo. Investivamos essas transições novamente implementando o método de escala tangencial de tamanho finito, onde demonstramos que essas transições também são universais e pertencentes a classe SU(2) Wess-Zumino-Witten com ν = 2 3 . Por fim investigamos o papel de dissipação distintas no ordenamento topológico protegido por simetria dado pelo modelo de Affleck-Kennedy-Lieb-Tasaki em uma dimensão utilizando métodos de redes de tensores. Mostramos que para dissipações assimétricas em relação a simetria de reversão-temporal o ordenamento topológico não trivial é destruido com o aumento da intensidade de dissipação γ. Para o caso de dissipação simétrica, vimos que a fase topológica protegida por simetria do modelo é mantida, validadas por medidas do parâmetro de ordem string, pureza Γn e analisando o espectro de Schmidt. Vale de destacar que identificamos o padrão de degenerescência no espectro de Schmidt da matriz densidade do modelo no regime estacionário, tal qual é possível observar no espectro de emaranhamento no caso de fases topológicas não triviais para estados puros. Nossos resultados validam o argumento de que obtivemos uma fase topológica dissipativa protegida por simetria e que pode ser caracterizada por ferramentas também utilizadas para o caso de estados puros.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1120933 - MARCELO LEITE LYRA
Interno(a) - 2621034 - MARIA SOCORRO SEIXAS PEREIRA
Externo(a) à Instituição - RODRIGO G. PEREIRA - UFRN
Externo(a) à Instituição - RENE RODRIGUES MONTENEGRO FILHO - UFPE
Externo(a) à Instituição - Adauto José Ferreira de Souza - UFRPE
Notícia cadastrada em: 04/04/2023 14:45
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 22/05/2024 03:13