PPGAA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA E AMBIENTE CAMPUS ARAPIRACA Telefone/Ramal: (82) 9955-0943

Banca de DEFESA: NATANIELLE DE OLIVEIRA GOMES LEITE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : NATANIELLE DE OLIVEIRA GOMES LEITE
DATA : 20/09/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Plataforma Online: Google Meet
TÍTULO:

USO DA TÉCNICA DO BIOSPECKLE NA CARACTERIZAÇÃO MORFOFISIOLÓGICA DE FOLHAS DE TABEBUIA AUREA MART. EM DUAS CONDIÇÕES DE LUMINOSIDADE E HÍDRICA


PALAVRAS-CHAVES:

Atividade biológica. Craibeira. Speckle-dinâmico.


PÁGINAS: 61
RESUMO:

A técnica do Biospeckle tem sido empregada como uma ferramenta para análise da atividade de materiais biológicos, monitoramento de umidade, nível de atividade e presença de parasitos, através da iluminação do material por uma fonte de laser de baixa potência. Por ser uma técnica não destrutiva, o biospeckle é uma ferramenta vantajosa em procedimentos rápidos e com bastante precisão, principalmente na análise de sistemas biológicos. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi identificar e caracterizar  a morfofisiologia foliar da espécie Tabebuia aurea (Mart.), submetidas à restrições hídricas e a aplicação de filme de partículas  através de Biospeckle. O experimento foi conduzido nos Laboratórios de Fisiologia Vegetal (LABFIVE) e Biospeckle (LEB) e em casa de vegetação da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca. O delineamento experimental foi em blocos casualizados (DBC) com 4 tratamentos [irrigado + presença de filme; irrigado + ausência de filme; não irrigado + presença de filme; não irrigado + ausência de filme] com 4 repetições para cada tratamento. As sementes de Tabebuia aurea (Mart.) foram oriundas de árvores matrizes da Universidade Federal de Alagoas - UFAL, Campus Arapiraca, germinadas em vasos de polietileno com capacidade de 3L em casa de vegetação (com sombreamento de ~ 50%) até o estabelecimento das mudas.  Após o crescimento e o estabelecimento das mudas as plantas foram transferidas nas primeiras horas da manhã (entre 5:30 e 6:00) para o ambiente externo a casa de vegetação a pleno sol, e submetidas aos  tratamentos. Após a implantação dos tratamentos as avaliações foram realizadas pelo período de 30 dias. Na qual, as analises  morfológicas e da atividade biológica nas folhas foram iniciadas em tempo 0, 24 horas (um dia)  48 h (dois dias), 72 h (três dias), sete dias, 15 dias e 30 dias. Os dados coletados foram submetidos às análises estatísticas e plotagem de gráficos por meio do software estatístico R i386. As variáveis índice de altura da planta (AP), Diâmetro do caule (mm), e número de folhas em plantas de Tabebuia aurea (Mart.), bem como, Atividade biológica (MDI) e a Homogeneidade responderam de modo significativo entre os tratamentos de irrigação (com e sem) na presença ou não do filme de partículas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JAKSON LEITE - UFMA
Presidente - 1181648 - JOSE VIEIRA SILVA
Externo à Instituição - RUBENS PESSOA DE BARROS - UNEAL
Notícia cadastrada em: 17/09/2021 20:12
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 04/07/2022 02:38