Banca de DEFESA: VIVIANE PATRÍCIA PEREIRA FÉLIX



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: VIVIANE PATRÍCIA PEREIRA FÉLIX
DATA: 30/07/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Virtual
TÍTULO:

SEMINÁRIOS VIRTUAIS ASSÍNCRONOS DE HISTOLOGIA: ANÁLISE DE UMA PESQUISA-FORMAÇÃO EM UM CURSO SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE ALAGOAS


RESUMO:

O presente estudo teve sua gênese a partir de uma inquietação da docente diante da realidade vivenciada dentro e fora da sala de aula, qual seja, o Ensino Superior, apesar das iniciativas do corpo pedagógico de ressignificação da prática docente, ainda é marcado, predominantemente, pelo protagonismo restrito à figura do professor, sendo os aprendizes, no caso em questão das Ciências da Saúde, percebidos como receptores de informações técnico-científicas sobre doenças e tratamentos. Porém a sociedade atual, cibercultural, sugere que o estudante seja alguém que busque construir seu conhecimento. Diante desse cenário, a pesquisa em questão tem por objetivo investigar as potencialidades e limitações de seminários virtuais assíncronos para o ensino de Histologia e para a construção de uma pesquisaformação do professor na Educação online. O trabalho classifica-se como sendo de natureza qualitativa, tendo como sujeitos os 38 alunos frequentes do 1º ano do curso de Enfermagem de uma Universidade de Alagoas. A coleta e análise dos dados se deu, respectivamente, pelas técnicas de Grupo Focal e Análise de Conteúdo. Tais procedimentos permitiram constatar que, apesar de algumas dificuldades enfrentadas, os seminários virtuais assíncronos instituíram nos discentes bons hábitos (estudo prévio antes da aula, métodos de organização e planejamento), consolidou teorias (planejamento e organização permitem concretização de objetivos), instigou desejos (ser professor, pesquisador) e promoveu o protagonismo deles, uma vez que houve o desenvolvimento de sua capacidade autônoma, estímulo a sua criatividade, incentivo a pesquisa, interação e colaboração em sala de aula e deu voz a eles. No que diz respeito a docente-pesquisadora, a contribuição mais significativa foi a mudança de paradigma pela qual se permitiu passar para aplicar uma estratégia didática inserida na cibercultura. Ou seja, antes da pesquisa, a educadora considerava as TDIC apenas como ferramentas tecnológicas digitais de apoio, porém, depois, especialmente pelos desafios que teve que transpor ao optar pela Educação online, enxergou a importância e se sentiu apta a integrá-las na sua prática docente. No que tange ao produto educacional, desenvolveu-se um artigo.


PALAVRAS-CHAVE:

Ensino Híbrido de Histologia. Educação Online. Seminários Virtuais. Pesquisa-formação.


PÁGINAS: 221
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Educação

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - ANGELA LIMA PERES - UNCISAL
Presidente - 4725102 - IVANDERSON PEREIRA DA SILVA
Externo(a) à Instituição - VALMIR HECKLER - FURG
Interno(a) - 1649919 - WILMO ERNESTO FRANCISCO JUNIOR
Notícia cadastrada em: 17/07/2020 22:25
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-4.srv4inst1 22/05/2024 01:31