Banca de DEFESA: SIDNEY LEANDRO DA SILVA VIANA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SIDNEY LEANDRO DA SILVA VIANA
DATA : 31/05/2023
HORA: 14:00
LOCAL: HIBRIDO - CEDU E MEET
TÍTULO:

Aprendizagem Baseada em Problemas: uma proposta metodológica para o ensino de Educação Financeira no Ensino Médio por meio de Unidades de Ensino Potencialmente Significativas


PALAVRAS-CHAVES:

Educação Financeira, Investimentos, UEPS, Aprendizagem Signficativa, Aprendizagem Baseada em Problemas


PÁGINAS: 451
RESUMO:

O presente trabalho tem como objetivo investigar se uma Unidade de Ensino Potencialmente Significativa, uma UEPS, pautada na teoria da Aprendizagem Significativa pode contribuir na construção do conceito de investimentos numa turma de 2ª série do Ensino Médio de uma escola em Maceió, no Estado de Alagoas. Para tanto, por meio de uma pesquisa qualitativa baseada numa abordagem de intervenção, foi elaborada uma UEPS composta por uma sequência didática que apresenta elementos importantes para a ressignificação dos conhecimentos prévios dos estudantes em torno da temática abordada, visando desenvolver, ainda, a criticidade dos estudantes à luz dos pressupostos da Educação Matemática Crítica. Nesse sentido, buscou-se estimular os alunos a construírem e desenvolverem processos argumentativos e reflexivos diante de situações-problema que envolviam escolhas e riscos em relação ao cenário de investimentos, proporcionando um ambiente no qual sejam protagonistas do processo de aprendizagem, a partir do uso da metodologia ativa da Aprendizagem Baseada em Problemas, a ABP. A sequência didática proposta apresenta seis blocos de atividades envolvendo os conceitos que compõem a área de investimentos, como os tipos de investimentos, investidor anjo, tomada de decisões, venture capital, riscos, encerrando com atividades que propõem um contato mais prático com os simuladores de investimentos e a construção de um mapa conceitual, principal instrumento de avaliação numa UEPS, além de questionários, que serviram para identificar e caracterizar o perfil e os conhecimentos matemáticos dos estudantes possibilitando, também, a avaliação da UEPS identificando os indícios de alfabetização financeira após as atividades executadas. Para análise dos dados, fezse usoda análise de conteúdo, criando categorias, de modo que pudemos observar que os alunos apresentam lacunas de interpretação de texto que dificulta o processo de desenvolvimento da criticidade desses alunos, refletindo, diretamente, na construção dos conceitos de Educação Financeira, em particular, os conceitos de investimentos. Para tanto, os resultados nos blocos de atividades demonstraram uma evolução no que diz respeito à essa interpretação das problemáticas apresentadas, de modo que os alunos conseguiram atribuir novos significados para os conceitos de investidor, riscos e escolhas e investidor anjo, no que precisou ser reforçado ao longo das atividades, até que fossem identificados indícios de uma aprendizagem significativa desses conceitos a partir de elementos como o mapa conceitual. Além disso, cabe destacar que no que se refere à ABP, os alunos rejeitaram algumas etapas, como a de descrição dos problemas e da estratégia para resolver às situações-problemas, de modo que se levanta a hipótese de uma possível modificação nas etapas da ABP. Diante disso, os resultados confirmaram o fato de que a UEPS proposta pode contribuir significativamente na construção do conceito de investimentos no Ensino Médio, ressignificando os conhecimentos prévios dos alunos, além do desenvolvimento da sua criticidade em situações nas quais precisam expor os seus argumentos para justificar determinadas escolhas, bem como coloca a temática investimentos como essencial na abordagem da Educação Financeira no Ensino Médio rompendo com o paradigma de que para investir é necessário um valor alto. Por outro lado, o trabalho com a ABP evidenciou a dificuldade dos alunos de seguirem roteiros para a resolução de problemas, uma vez que algumas etapas da ABP são negligenciadas pelos estudantes, que sugeriram, por sua vez, uma reconstrução da metodologia com etapas reduzidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1049316 - CLAUDIA DE OLIVEIRA LOZADA
Interno(a) - 497.012.404-30 - GIVALDO OLIVEIRA DOS SANTOS - IFAL
Externo(a) à Instituição - Celso Ribeiro Campos - PUC - SP
Notícia cadastrada em: 23/05/2023 11:38
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 20/05/2024 00:20