PPGECIM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA CENTRO DE EDUCACAO Telefone/Ramal: 99315-8045

Banca de DEFESA: JACQUELINE LIMA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JACQUELINE LIMA DA SILVA
DATA : 18/12/2023
HORA: 10:00
LOCAL: CEDU
TÍTULO:

Integração Curricular no ensino de Ciências e Matemática: transformações químicas no 6o ano do Ensino Fundamental


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de Ciências e Matemática; Integração Curricular; Ensino Fundamental; Oficinas didáticas.


PÁGINAS: 176
RESUMO:

Os anos finais do Ensino Fundamental configuram-se como uma fase de desafios e
oportunidades para os estudantes, contudo, ainda apresentam inúmeras lacunas no processo de
aprendizagem. A existência de um currículo organizado por disciplinas distancia os
conhecimentos científicos da realidade dos estudantes. Dessa forma, a Integração Curricular
surge como uma necessidade de se planejar novas estratégias, a fim de minimizar os
obstáculos encontrados nos processos de ensino e aprendizagem. O objetivo geral da pesquisa
foi investigar como acontece a Integração Curricular do objeto de conhecimento,
transformações químicas, no ensino de Ciências e Matemática nos anos finais do Ensino
Fundamental. A natureza do método da pesquisa foi qualitativa, uma vez que permitiu a
pesquisadora desenvolver novos conceitos. A pesquisa-aplicação foi a metodologia adequada
no presente estudo, a qual objetiva intervir de forma significativa e positiva nos processos de
ensino e de aprendizagem. E quanto aos objetivos, classificou-se como explicativa, por ser as
que mais aprofundam o conhecimento da realidade. O estudo foi desenvolvido em uma turma
de 6o ano do Ensino Fundamental de uma Escola Municipal de Educação Básica localizada no
município de Pilar-AL. A pesquisa consistiu no desenvolvimento da Integração Curricular
entre os componentes curriculares Ciências e Matemática, por intermédio de oficinas
didáticas intituladas “Oficinas de Integração Curricular no ensino de Ciências e Matemática”.
A proposta de Integração Curricular foi apresentada e discutida pela pesquisadora, na escola
onde foi desenvolvida a pesquisa, em formação continuada e destinada aos professores de
Ciências e Matemática titulares da turma e o coordenador pedagógico. Como instrumentos de
coleta de dados foram utilizados questionários e atividades desenvolvidos pelos estudantes
durante as oficinas de Integração Curricular. Os dados obtidos foram analisados por
frequência de resposta e categorização, seguindo os pressupostos de Bardin (2016), além de
buscar identificar os indicadores de Alfabetização Científica nas atividades integradas de
Ciências no que consiste a proposta de Sasseron (2008). Ao analisar as intervenções dos
professores de Ciências e Matemática da turma, concluiu-se que eles não tinham o
embasamento teórico pleno no que concerne à integração. No entanto, os participantes da
formação concordaram que a prática poderia ser positiva nas aulas dos componentes
supracitados. A partir da análise das atividades de Ciências e Matemática desenvolvidas nas
oficinas foi possível verificar a presença da Integração Curricular nas atividades de Ciências e
Matemática desenvolvidas nas oficinas. A partir das produções realizadas pelos estudantes

referentes às atividades de Ciências, foi possível identificar diversos indicadores de AC
propostos por Sasseron (2008), como seriação de informações, organização de informações,
classificação de informações, raciocínio lógico, raciocínio proporcional, justificativa e
explicação, constatando a presença da AC inserida nas atividades desenvolvidas. E a partir do
questionário destinado a reconhecer os conhecimentos adquiridos após o desenvolvimento das
oficinas, foi possível observar que a Integração Curricular desenvolvida por intermédio das
oficinas auxiliaram na construção e aperfeiçoamento dos conhecimentos, porém um menor
número de estudantes ainda apresentaram dificuldades em discutir os conceitos já trabalhados,
evidenciando a necessidade de realizar atividades de aprendizagem mais específicas voltadas
para estes sujeitos de forma individualizada. Diante de um maior número de resultados
favoráveis obtidos na presente pesquisa, podemos considerar que a Integração Curricular
desenvolvida a partir de oficinas foi uma proposta que possibilitou atingir um resultado
positivo referente ao ensino dos conceitos apresentados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2270369 - MARIA DANIELLE ARAUJO MOTA
Interno(a) - 1835901 - CARLONEY ALVES DE OLIVEIRA
Externo(a) à Instituição - PAULO MEIRELES BARGUIL - UFC
Notícia cadastrada em: 15/12/2023 11:55
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 21/04/2024 20:52