PPGCF PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Telefone/Ramal: (82) 32141792

Banca de DEFESA: JOAO VICTOR LESSA DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOAO VICTOR LESSA DE OLIVEIRA
DATA : 22/03/2023
HORA: 13:30
LOCAL: Sala 205 do PPGCF
TÍTULO:

NVESTIGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIBACTERIANO DO EXTRATO DE PRÓPOLIS MARROM DA REGIÃO DE UNIÃO DOS PALMARES, ALAGOAS

 

 

 

 

PALAVRAS-CHAVES:

Própolis Marrom. Composição Química. Flavonóides. Flavonas. Atividade antibacteriana. Atividade antioxidante.

 

PÁGINAS: 91
RESUMO:

 

As própolis do tipo marrom e vermelha da região dos mangues de Alagoas são evidenciadas em Alagoas, sendo a própolis vermelha, de origem botânica definida. O estudo da composição química da própolis marrom da região de União dos Palmares vem sendo o motivo de estudo neste trabalho. O estudo da composição química está sendo realizado através de diferentes técnicas analíticas como estudos do perfil cromatográfico “Chromatographic profiling” usando técnicas de HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS, ensaios químicos de flavonóides totais e atividade antioxidante, bem como ensaio microbiológico de Concentração Inibitória Mínima. A pesquisa consistiu na coleta da própolis marrom do município de União dos Palmares (PMUP) para extração no período entre setembro de 2019 a agosto de 2021. Coletou-se quantidade entre 38 e 91g de amostra in natura de apiários próximos ao município de União dos Palmares. O método extrativo escolhido para a PMUP foi o de maceração, em dois ciclos de 48h, empregando-se 15 g de PMUP e, para cada ciclo, 50 ml de solução hidroetanólica a 92,8 ºGL. Os extratos foram reunidos e concentrados para obter um extrato bruto livre de solvente. Os extratos brutos 5 (mês de janeiro/2021) e 12 (mês de julho/2021) foram armazenados em freezer até o momento dos ensaios de flavonoides totais, atividade antioxidante por DPPH, ensaios microbiológicos e ensaio de perfil cromatográfico. Um estudo de isolamento de marcadores principais da própolis marrom foi realizado com amostra de própolis marrom de outubro de 2019 que foi submetida a particionamento usando extração líquido-líquido para obter fases hexano, hexano-acetato de etila (9:1), hexano-acetato de etila (7:3) e fase diclorometano. A fase diclorometano foi submetida a cromatografia em coluna de celulose como suporte sólido e metanol:H2O acidificada com ácido acético (1%) para obter frações entre 0% de metanol e 100% de metanol. As frações MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% e MeOH45% foram submetidas a HPLC-UV semi-preparativo para isolamento de 2 marcadores principais (Pk35; pinocembrina) e (pk23; pinobanksina em mistura com naringenina) da própolis marrom (PMUP) que foram identificados por LC-Orbitrap-FTMS e RMN 1H e 13C. Os compostos fenólicos identificados pela técnica de LC-MS baseados confrontados pelos dados da literatura foram divididos em ácidos benzóicos, ácidos cinâmicos (ácido caféico, ácido ferúlico), ácido clorogênico, ácidos cinâmicos prenilados (dupranina e artepillina C), estilbeno (resveratrol), cumarinas e os flavonoides divididos em flavanonol, flavononas, flavonas, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol e chalconas. Os extratos brutos de PMUP apresentaram teor de flavonóides totais 2,48% a 5,15% baseado no padrão de quercetina e alto percentual de sequestro do radical livre DPPH entre 80 e 90%. O ensaio microbiológico usando as cepas Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes e Microsporum canis mostrou CIM entre 32 a 1024 µg/mL para fração MEOH20% e CIM entre 16 e 256 µg/mL para fração MEOH35%.

 

 

As própolis do tipo marrom e vermelha da região dos mangues de Alagoas são evidenciadas em Alagoas, sendo a própolis vermelha, de origem botânica definida. O estudo da composição química da própolis marrom da região de União dos Palmares vem sendo o motivo de estudo neste trabalho. O estudo da composição química está sendo realizado através de diferentes técnicas analíticas como estudos do perfil cromatográfico “Chromatographic profiling” usando técnicas de HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS, ensaios químicos de flavonóides totais e atividade antioxidante, bem como ensaio microbiológico de Concentração Inibitória Mínima. A pesquisa consistiu na coleta da própolis marrom do município de União dos Palmares (PMUP) para extração no período entre setembro de 2019 a agosto de 2021. Coletou-se quantidade entre 38 e 91g de amostra in natura de apiários próximos ao município de União dos Palmares. O método extrativo escolhido para a PMUP foi o de maceração, em dois ciclos de 48h, empregando-se 15 g de PMUP e, para cada ciclo, 50 ml de solução hidroetanólica a 92,8 ºGL. Os extratos foram reunidos e concentrados para obter um extrato bruto livre de solvente. Os extratos brutos 5 (mês de janeiro/2021) e 12 (mês de julho/2021) foram armazenados em freezer até o momento dos ensaios de flavonoides totais, atividade antioxidante por DPPH, ensaios microbiológicos e ensaio de perfil cromatográfico. Um estudo de isolamento de marcadores principais da própolis marrom foi realizado com amostra de própolis marrom de outubro de 2019 que foi submetida a particionamento usando extração líquido-líquido para obter fases hexano, hexano-acetato de etila (9:1), hexano-acetato de etila (7:3) e fase diclorometano. A fase diclorometano foi submetida a cromatografia em coluna de celulose como suporte sólido e metanol:H2O acidificada com ácido acético (1%) para obter frações entre 0% de metanol e 100% de metanol. As frações MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% e MeOH45% foram submetidas a HPLC-UV semi-preparativo para isolamento de 2 marcadores principais (Pk35; pinocembrina) e (pk23; pinobanksina em mistura com naringenina) da própolis marrom (PMUP) que foram identificados por LC-Orbitrap-FTMS e RMN 1H e 13C. Os compostos fenólicos identificados pela técnica de LC-MS baseados confrontados pelos dados da literatura foram divididos em ácidos benzóicos, ácidos cinâmicos (ácido caféico, ácido ferúlico), ácido clorogênico, ácidos cinâmicos prenilados (dupranina e artepillina C), estilbeno (resveratrol), cumarinas e os flavonoides divididos em flavanonol, flavononas, flavonas, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol e chalconas. Os extratos brutos de PMUP apresentaram teor de flavonóides totais 2,48% a 5,15% baseado no padrão de quercetina e alto percentual de sequestro do radical livre DPPH entre 80 e 90%. O ensaio microbiológico usando as cepas Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes e Microsporum canis mostrou CIM entre 32 a 1024 µg/mL para fração MEOH20% e CIM entre 16 e 256 µg/mL para fração MEOH35%.

 

Palavras-chave: Própolis Marrom. Composição Química. Flavonóides. Flavonas. Atividade antibacteriana. Atividade antioxidante.

ABSTRACT

The brown and red type propolis from the mangrove region of Alagoas are evidenced in Alagoas, being the red propolis, of defined botanical origin. The study of the chemical composition of brown propolis from the region of União dos Palmares has been the subject of this study. The study of the chemical composition is being carried out through different analytical techniques and analytical methods such as fingerprint studies (fingerprint) and possible botanical origin using HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS techniques, chemical assays of total flavonoids and activity antioxidant, as well as microbiological assay of Minimum Inhibitory Concentration. The research consisted of collecting brown propolis from the municipality of União dos Palmares (PMUP) for extraction from September 2019 to August 2021. An amount between 38 and 91g of in natura sample was collected from apiaries close to the municipality of União dos Palmares. The extraction method chosen for PMUP was maceration, in two cycles of 48 hours, using 15 g of PMUP and, for each cycle, 50 ml of hydroethanolic solution at 92.8 ºGL. The extracts were pooled and concentrated to obtain a crude solvent-free extract. Crude extracts 5 (January/2021) and 12 (July/2021) were stored in a freezer until the moment of total flavonoids, antioxidant activity by DPPH, microbiological assays and chromatographic profile assay. A brown propolis key marker isolation study was performed with a brown propolis sample from October 2019 that was subjected to partitioning using liquid-liquid extraction to obtain hexane, hexane-ethyl acetate (9:1), hexane-ethyl acetate (7 :3) and dichloromethane fraction. The dichloromethane phase was subjected to column chromatography on cellulose as a solid support and Methanol:H2O acidified with acetic acid (1%) to obtain fractions between 0% methanol and 100% methanol. The MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% and MeOH45% fractions were submitted to semi-preparative HPLC-UV for the isolation of 2 main markers (pk35; pinocembrin) and (pk23; naringenin in mixture with naringenin) of brown propolis (PMUP) that were identified by LC-Orbitrap-FTMS and NMR 1H and 13C. The phenolic compounds identified by the LC-MS technique based on comparison with data from the literature were divided into benzoic acids, cinnamic acids (caffeic acid, ferulic acid), chlorogenic acid, prenylated cinnamic acids (dupranin and artepillin C), stilbene (resveratrol), coumarins and flavonoids divided into flavanonols, flavonones, flavones, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol and chalcones. Crude PMUP extracts showed total flavonoid content of 0.5 to 2% based on the quercetin pattern and high antioxidant activity with DPPH free radical scavenging percentage between 80 and 90%. The microbiological assay using Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes and Microsporum canis strains showed MIC between 32 and 1024 µg/mL for MEOH20% fraction and MIC between 16 and 256 µg/mL for MEOH35% fraction.

 

Keywords: Brown Propolis. Chemical composition. Flavonoids. Flavones. Antibacterial activity. Antioxidant activity.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 1547952 - EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
Externo(a) à Instituição - JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS - IFAL
Externo(a) ao Programa - 4425539 - JOSE RUI MACHADO REYS
Interno(a) - 1488396 - TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
Externo(a) ao Programa - 3182288 - VANDERSON BARBOSA BERNARDO
Notícia cadastrada em: 17/03/2023 08:58
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 20/05/2024 00:55