PPGCF PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Telefone/Ramal: (82) 32141792
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFAL

2024
Dissertações
1
  • GRAZIELLE LOBO COELHO
  • ATIVIDADE ANTIVIRAL DE NOVOS ANÁLOGOS DE BENZOTIAZÓIS CONTRA O VÍRUS CHIKUNGUNYA IN VITRO

  • Orientador : ENIO JOSE BASSI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ABELARDO SILVA JUNIOR
  • ENIO JOSE BASSI
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 09/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • O vírus Chikungunya (CHIKV) é o agente causador da febre Chikungunya (FCHIKV) transmitido por vetores artrópodes do gênero Aedes sp. Pacientes acometidos pela FCHIKV apresentam sintomas como febre, cefaleia, mialgia e artralgia intensas que podem perdurar por meses até anos após a infecção. A FCHIKV pode levar a complicações crônicas que podem afetar a qualidade de vida dos pacientes, que sofrem com a ausência de tratamento específico. Considerando esse contexto, o objetivo do presente trabalho consistiu na avaliação da atividade antiviral de novos análogos a benzotiazóis, previamente sintetizados, contra o CHIKV in vitro. Inicialmente foi realizado ensaio de citotoxicidade com os 19 compostos para triagem inicial e determinação das concentrações de uso em células Vero E6 pela metodologia de MTT, no qual constatou-se que 8 compostos foram citotóxicos na concentração de 50 μM. Assim, os demais compostos foram submetidos a ensaio de citotoxicidade seriada testando as concentrações de 200, 100 e 50 μM, nas quais apenas 3 compostos não apresentaram citotoxicidades em todas as concentrações testadas. A partir destes resultados, os 11 compostos foram testados em ensaio de pós-tratamento em células Vero E6 inoculadas com CHIKV (MOI 0,01) nas concentrações de 50 a 6,25 μM por 48h e a viabilidade celular e inibição viral determinadas por MTT. Todos os compostos testados apresentaram inibição viral significativa na maior concentração testada, então foram avaliados os índices de seletividade (IS) para seleção dos compostos mais promissores, obtendo-se IS >20,55 para EdCHIK10; >30,58 para EdCHIK39 e >20,87 para EdCHIK82. Para confirmação da atividade antiviral foi realizado ensaio de citometria de fluxo intracelular a fim de detectar redução no percentual de células positivas para CHIKV pós- tratamento com os compostos, no qual foi observada a redução de uma média de 40,97 ± 9,84 % de células infectadas no controle viral para 8,40 ± 1,81 % em EdCHIK10, 11,13 ± 0,35 % em EdCHIK39 e 21,86 ± 12,04 % em EdCHIK82. Para compreensão dos possíveis mecanismos de ação foi então realizado ensaio de tempo de adição de droga onde foi avaliada atividade pré, durante e pós-tratamento, no qual foi observada discreta, mas significativa inibição no ensaio de pré-tratamento para EdCHIK10 e 39, nenhuma inibição durante adsorção e uma inibição significativa em pós-tratamento nos três compostos testados. O estudo de relação estrutura e atividade dos compostos demonstrou que os substituintes na posição 6 do benzotiazol exibiram a atividade antiviral mais promissora e melhor IS. Assim, conclui-se que os compostos demonstraram uma promissora atividade antiviral contra o CHIKV in vitro contribuindo para o design futuro e aprimoramento de novas moléculas bioativas contra o CHIKV.


  • Mostrar Abstract
  • Chikungunya virus (CHIKV) is the causative agent of Chikungunya fever (FCHIKV) transmitted by arthropod vectors of the genus Aedes sp. Patients affected by FCHIKV present symptoms such as fever, headache, intense myalgia and arthralgia that can last for months to years after infection. FCHIKV can lead to chronic complications that can affect the quality of life of patients, who suffer from the lack of specific treatment. Considering this context, the objective of the present study was to evaluate the antiviral activity of new, previously synthesized benzothiazole analogues against CHIKV in vitro. Initially, a cytotoxicity test was carried out with the 19 compounds for initial screening and determination of concentrations for use in Vero E6 cells using the MTT methodology, in which it was found that 8 compounds were cytotoxic at 50 μM. Thus, the remaining compounds were subjected to serial cytotoxicity testing concentrations 200, 100 and 50 μM, in which only 3 compounds did not show cytotoxicity at all concentrations tested. Based on these results, the 11 compounds were tested in a post-treatment assay on Vero E6 cells inoculated with CHIKV (MOI 0.01) at concentrations from 50 to 6.25 μM for 48h and cell viability and viral inhibition were determined by MTT. All tested compounds had a significant viral effect at the highest concentration tested, then selectivity indices (SI) were evaluated to select the most promising compounds, obtaining IS >20.55 for EdCHIK10; >30.58 for EdCHIK39 and >20.87 for EdCHIK82.To confirm the antiviral activity, an intracellular flow cytometry assay was carried out in order to detect a reduction in the percentage of cells positive for CHIKV post-treatment with the compounds, an average reduction from 40.97 ± 9.84% of virus-infected cells detected in the untreated viral control to 8.40 ± 1.81 % in EdCHIK10, 11.13 ± 0.35 % in EdCHIK39 and 21.86 ± 12.04 % in EdCHIK82. To understand the possible mechanisms of action, a time of drug addition test was then carried out, where activity was evaluated pre, during and post-treatment, in which a slight inhibition was observed in the pre-treatment test for EdCHIK10 and 39, no inhibition during adsorption and significant inhibition in post-treatment was observed to all 3 compounds. The structure-activity relationship study of the compounds showed substituents at position 6 of the benzothiazole with the most promising antiviral activity and SI. Thus, it is concluded that the compounds demonstrated promising antiviral activity against CHIKV in vitro, contributing to the future design of new bioactive molecules against this arbovirus.

2
  • CAMILLA AMANDA DE OLIVEIRA GOMES
  • PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA DO TRATAMENTO DE LEISHMANIOSE VISCERAL E POTENCIAL LEISHMANICIDA IN VITRO DOS COMPOSTOS SINTÉTICOS DERIVADOS DA PURPUROGALINA

  • Orientador : ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • LUISE LOPES CHAVES
  • MORGANA VITAL DE ARAÚJO
  • Data: 11/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose é uma parasitose endêmica em aproximadamente 102 países e continua sendo um grave problema de saúde pública. Atualmente, os fármacos disponíveis apresentam diversas limitações farmacoterapêuticas e a busca por novos protótipos é urgente. Neste contexto, foi conduzida uma revisão patentária de inovações farmacológicas para o tratamento de leishmaniose visceral nas Américas nos últimos seis anos (2017-2023). Ao inserir os descritores nas plataformas The Lens, World Intellectual Property Organization (WIPO), European Patent Office (EPO), United States Patent and Trademark Office (USPTO) e Brazilian Patent and Trademark Office (INPI) foram encontradas patentes para posterior análise dos parâmetros do ano de publicação, IPC, país de origem, autores, ensaios farmacológicos e bioativos. Onze patentes relatam a atividade leishmanicida na espécie L. infantum chagasi in vitro e in vivo de bioativos sintéticos ou naturais. Além disso, esse estudo tem como objetivo investigar a atividade citotóxica e leishmanicida in vitro dos derivados sintéticos da purpurogalina nas espécies L. amazonensis e L. infantum chagasi. No estudo experimental, foi realizado o ensaio colorimétrico de MTT (brometo de 3-[4,5-dimetil-tiazol-2-il]-2,5-difeniltetrazólio) para determinar a citotoxicidade dos derivados em macrófagos, seguido pela avaliação anti-Leishmania em promastigotas das espécies mencionadas e a determinação do índice de seletividade. Os resultados obtidos demonstraram uma baixa citotoxicidade na linhagem J774.A1 (macrófagos) até a concentração mais alta testada (100 μM) com efeito máximo <50%, exceto o 19a e 18e que tiveram citotoxicidade >80%. As substâncias 19a, 18b, 18d e 18e foram citotóxicos contra promastigotas de ambas as espécies, com efeito máximo >80%. Verificou-se que o derivado 18 demonstrou uma seletividade significante as cepas de L. infantum chagasi com um índice de seletividade >10,06. Portanto, foram observadas inovações farmacológicas eficientes na inibição do parasito causador da leishmaniose visceral nas Américas, assim como a atividade leishmanicida dos derivados da purpurogalina em ambas as espécies de Leishmania testadas e uma baixa citotoxicidade contra as células hospedeiras.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is an endemic parasitic disease in approximately 102 countries and remains a serious public health problem. Currently, the available drugs have several pharmacotherapeutic limitations, and the search for new prototypes is urgent. In this context, a patent review of pharmacological innovations for the treatment of visceral leishmaniasis in the Americas over the last six years (2017-2023) was conducted. By inserting descriptors into platforms such as The Lens, World Intellectual Property Organization (WIPO), European Patent Office (EPO), United States Patent and Trademark Office (USPTO) and Brazilian Patent and Trademark Office (INPI) patents were found for subsequent analysis of publication year parameters, IPC, country of origin, authors, pharmacological assays and bioactives. Eleven patents report leishmanicidal activity in the Leishmania infantum chagasi species in vitro and in vivo of synthetic or natural bioactives. Furthermore, this study aims to investigate the cytotoxic and leishmanicidal activity in vitro of synthetic derivatives of purpurogallin in the species Leishmania amazonensis and Leishmania infantum chagasi. In the experimental study, the MTT colorimetric assay (3-[4,5-dimethylthiazol-2-yl]-2,5-diphenyltetrazolium bromide) was performed to determine the cytotoxicity of the derivatives in macrophages, followed by anti-Leishmania evaluation in promastigotes of the mentioned species and determination of the selectivity index. The results obtained demonstrated low cytotoxicity in the J774.A1 lineage (macrophages) up to the highest tested concentration (100 μM) with a maximum effect <50%, except for 19a and 18e, which exhibited cytotoxicity >80%. Substances 19a, 18b, 18d and 18e were cytotoxic against promastigotes of both species, with a maximum effect >80%. It was found that derivative 18 showed significant selectivity against L. infantum chagasi strains with a selectivity index >10,06. Therefore, efficient pharmacological innovations were observed in inhibiting the parasite causing visceral leishmaniasis in the Americas, as well as the leishmanicidal activity of purpurogallin derivatives in both tested Leishmania species and low cytotoxicity against host cells.

3
  • CINTHYA LUNA VELOSO DE LIMA
  •  

     DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE UM FIO DENTAL COM PRÓPOLIS VERMELHA BRASILEIRA 

  • Orientador : ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • JOSE MARCOS DOS SANTOS OLIVEIRA
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 25/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • A própolis é uma substância resinosa produzida pelas abelhas da espécie Apis mellifera, a partir da mistura de exsudatos de brotos, folhas e botões florais, de espécies vegetais com secreções salivares das abelhas. Comprovadamente, a própolis apresenta atividade antimicrobiana e antiinflamatória. Esse estudo teve por objetivo desenvolver fios dentais de politetrafluoroetileno (PTFE) revestidos com extrato de própolis vermelha brasileira. Fios de PTFE foram modificados com permanganato de potássio e ácido nítrico, e a seguir revestidos com extrato de própolis vermelha brasileira (PVB) nas concentrações de 500, 1000, 2000 e 3000 μg/mL. A presença do extrato de PVB nos fios foi investigada por meio de cromatografia líquida de alta eficiência e espectroscopia no infravermelho com transformadas de Fourier. A atividade antioxidante dos fios foi testada utilizando-se o método DPPH e a morfologia superficial analisada em microscopia eletrônica de varredura (MEV). O cromatograma mostrou a presença dos biomarcadores da PVB, com mais alta quantidade de liquiritigenina (6,20μg/mL), isoliquiritigenina (6,19μg/mL) e formononetina (6,90μg/mL). Os fios apresentaram capacidade antioxidante. Imagens em MEV mostraram que houve modificação da superfície lisa do fio de PTFE (antes), que se tornou mais porosa e com ranhuras depois do tratamento com permanganato de potássio e ácido nítrico. Após o revestimento com o extrato de PVB os fios aparentaram terem sido recobertos por uma substância que lhes conferiu uma superfície mais uniforme. A partir da metodologia proposta, foi possível desenvolver um fio dental de PTFE revestido com PVB nas concentrações de 500, 1000, 2000 e 3000μg/mL com atividade antioxidante. 


  • Mostrar Abstract
  • Propolis is a resinous material produced by Apis mellifera bees, from a mixture of exudates, leaves, flowers, and buds of plant species with bee salivary secretions. Propolis has been proven to have antimicrobial and anti-inflammatory activity. This study aimed to develop polytetrafluoroethylene (PTFE) dental floss coated with Brazilian red propolis extract. PTFE dental floss was modified with potassium permanganate and nitric acid, and then coated with Brazilian red propolis extract (PVB) at following concentrations of 500, 1000, 2000 and 3000 µg/mL. The presence of PVB extract in the dental floss was investigated using high-performance liquid chromatography and Fourier transform infrared spectroscopy. The antioxidant activity of the dental floss was tested using the DPPH method and the surface morphology was examined using scanning electron microscopy (SEM). The chromatogram showed the presence of PVB biomarkers, with higher amounts of liquiritigenin (6.20µg/mL), isoliquiritigenin (6.19µg/mL) and formononetin (6.90µg/mL). The dental floss coated with PVB extract showed antioxidant activity. SEM images showed that there was a change in the smooth surface of the PTFE dental floss (before), which became more porous and rough after treatment with potassium permanganate and nitric acid. After coating with PVB extract, the dental floss appeared to have been covered with a substance that gave them a more uniform surface. Using the proposed methodology, it was possible to develop a PTFE dental floss coated with PVB at 500, 1000, 2000 and 3000µg/mL concentrations with antioxidant activity.

4
  • LARISSA COSTA SANTOS
  • CARACTERIZAÇÃO BIOQUÍMICA DE UM INIBIDOR DE PROTEASE DA LARVA DO INSETO Tribolium castaneum


  • Orientador : LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCIS SOARES GOMES
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • Data: 26/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • Inibidores de protease são substâncias que possuem a capacidade de regular a ação das proteases, bloqueando sua atividade catalítica. Muitos desses inibidores são produzidos naturalmente pelo organismo visando manter a homeostase. Os inibidores de protease têm sido objeto de estudo devido ao seu potencial biotecnológico no controle de pragas, indústria de alimentos, pesquisa de novos medicamentos e também para aumentar a compreensão dos mecanismos de inibição. O presente trabalho teve o objetivo de investigar a atividade inibitória e as características bioquímicas de um inibidor de protease presente no inseto Tribolium castaneum. A primeira etapa foi identificar em qual fase do ciclo de vida do inseto há uma maior produção do inibidor, depois para aprimorar a pureza da amostra, o extrato foi submetido as técnicas de purificação, como precipitação salina e sistemas aquosos bifásicos e trifásicos. Após a escolha da melhor técnica a amostra foi submetida a ensaios de resistência ao pH e a temperatura, influência de sais metálicos e estabilizantes, também foi testada a ação contra o fungo fitopatogênico Amphobotrys ricini. O estudo revelou a presença do inibidor nas fases de larva, pupa e adulto, com destaque para a fase larval, que demonstrou mais de 40% de atividade inibitória. O método que foi mais eficiente para a redução de contaminantes na amostra foi o sistema aquoso trifásico com isopropanol. A atividade do inibidor permaneceu estável nas temperaturas de 40 a 70º C, mas manteve sua atividade mesmo em altas temperaturas, se manteve estável também em uma ampla faixa de PH (5-10). Além disso, a atividade do inibidor foi influenciada por diferentes sais metálicos e diversos estabilizantes, com BSA e Gelatina potencializando notavelmente a atividade inibitória. Por fim, foi observada uma diminuição da velocidade de crescimento do fungo fitopatogênico Amphobotrys ricini. Estes resultados destacam o uso potencial do inibidor de protease endógeno do inseto T. castaneum, podendo também contribuir para a compreensão das propriedades dos inibidores de insetos e mecanismos de regulação enzimática.



  • Mostrar Abstract
  • Protease inhibitors are substances that have the ability to regulate the action of proteases, blocking their catalytic activity. Many of these inhibitors are produced naturally by the body with the aim of maintaining homeostasis. Protease inhibitors have been the subject of study due to their biotechnological potential in pest control, the food industry, research into new medicines and also to increase understanding of inhibition mechanisms. The present work aimed to investigate the inhibitory activity and biochemical characteristics of a protease inhibitor present in the insect Tribolium castaneum. The first step was to identify in which phase of the insect's life cycle there is a greater production of the inhibitor, then to improve the purity of the sample, the extract was subjected to purification techniques, such as saline precipitation and two-phase and three-phase aqueous systems. After choosing the best technique, the sample was subjected to resistance tests to pH and temperature, the influence of metallic salts and stabilizers, and the action against the phytopathogenic fungus Amphobotrys ricini was also tested. The study revealed the presence of the inhibitor in the larval, pupa and adult stages, with emphasis on the larval stage, which demonstrated more than 40% inhibitory activity. The method that was most efficient for reducing contaminants in the sample was the three-phase aqueous system with isopropanol. The inhibitor activity remained stable at temperatures from 40 to 70ºC, but maintained its activity even at high temperatures, and also remained stable over a wide range of pHs (5-10). Furthermore, the inhibitor activity was influenced by different metal salts and different stabilizers, with BSA and Gelatin notably enhancing the inhibitory activity. Finally, a decrease in the growth rate of the phytopathogenic fungus Amphobotrys ricini was observed. These results highlight the potential use of the endogenous protease inhibitor from the insect T. castaneum, and may also contribute to the understanding of the properties of insect inhibitors and mechanisms of enzyme regulation.


5
  • ANDRESSA LEITE LEAO
  • O IMPACTO DOS SERVIÇOS DE FARMÁCIA CLÍNICA EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA ADULTA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.

  • Orientador : SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 27/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • Pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) possuem um risco aumentado no desenvolvimento de eventos adversos relacionados a medicamentos, devido às suas condições clínicas e a mudança constante da farmacoterapia. Esses problemas relacionados à medicamentos podem ocorrer em diferentes etapas do processo de assistência ao paciente, desde a prescrição até a sua administração. A inclusão do farmacêutico clínico nessas unidades de cuidado intensivo possibilita uma melhoria nos resultados dos pacientes, devido à redução significativa nesses PRM’s. Apesar de existirem estudos na literatura sobre a sistematização dos serviços farmacêuticos, bem como seus impactos no cuidado ao paciente, no Brasil, ainda são escassas publicações desse contexto. Com isso, esse estudo tem como objetivo avaliar os impactos dos serviços de farmácia clínica prestados as Unidades de Terapia Intensiva Adulta. Foi realizada uma revisão sistemática nas bases de dados: Scielo, Cochrane, Scopus, LILACS, Pubmed, Web of Science, Embase e Medline. As estratégias da pesquisa para obtenção das informações foram utilizando as seguintes palavras-chaves: A estratégia de busca foi realizada por meio da combinação das principais palavras-chave: “drug related problem”, “medication related problem”, “adverse drug reaction”, “adverse drug event”, “drug therapy problem”, “medication errors” “intensive care unit”. Foram selecionados 22 para análise dos artigos completos, destes os serviços farmacêuticos clínicos desenvolvidos estavam entre revisão da farmacoterapia, acompanhamento farmacoterapêutico, monitoramento farmacoterapêutico, gestão da condição de saúde e educação em saúde, respectivamente. Foram avaliados os impactos humanísticos, clínicos e econômicos sob as atividades desenvolvidas pelo farmacêutico. Esses resultados foram avaliados após indicadores que demonstraram o aumento das intervenções farmacêuticas aos profissionais responsáveis, a detecção dos problemas relacionados a medicamentos, e implantação e/ou implementação de serviços farmacêuticos. Desta forma, observou-se que o papel do farmacêutico nas UTI possibilita resultados significativos em diferentes âmbitos seja na redução de problemas relacionados a medicamentos, no custo-benefício e na segurança do paciente.


  • Mostrar Abstract
  •  

    Patients admitted to Intensive Care Units (ICU) have an increased risk of developing adverse events related to medications, due to their clinical conditions and the constant change in pharmacotherapy. These medication-related problems can occur at different stages of the patient care process, from prescription to administration. The inclusion of clinical pharmacists in these intensive care units allows for an improvement in patient outcomes, due to the significant reduction in these DRPs. Although there are studies in the literature on the systematization of pharmaceutical services, as well as their impacts on patient care, in Brazil, there are still few publications in this context. Therefore, this study aims to evaluate the impacts of clinical pharmacy services provided in Adult Intensive Care Units. A systematic review was carried out in the databases: Scielo, Cochrane, Scopus, LILACS, Pubmed, Web of Science, Embase and Medline. The search strategies to obtain information were using the following keywords: The search strategy was carried out by combining the main keywords: “drug related problem”, “medication related problem”, “adverse drug reaction”, “adverse drug event”, “drug therapy problem”, “medication errors” “intensive care unit”. A total of 22 articles were selected for the analysis of the full articles, of which the clinical pharmaceutical services developed were between pharmacotherapy review, pharmacotherapeutic follow-up, pharmacotherapeutic monitoring, health condition management and health education, respectively. The humanistic, clinical and economic impacts on the activities developed by the pharmacist were evaluated. These results were evaluated after indicators that demonstrated the increase in pharmaceutical interventions to the responsible professionals, the detection of drug-related problems, and the implementation and/or implementation of pharmaceutical services. Thus, it was observed that the role of the pharmacist in the ICU enables significant results in different areas, whether in the reduction of drug-related problems, cost-benefit and patient safety.

6
  • EMANOEL GUILHERMINO DA SILVA JUNIOR
  • ESTUDO DE SAZONALIDADE DO EXTRATO HIDROALCÓOLICO DA PRÓPOLIS MARROM-ESVERDEADA DE UNIÃO DOS PALMARES E PADRONIZAÇÃO DE CLAE-DAD PARA QUANTIFICAR SEUS MARCADORES FENÓLICOS

  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • JOSE ROBERTO DE OLIVEIRA FERREIRA
  • LOUISIANNY GUERRA DA ROCHA
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • Salvana Priscylla Manso Costa
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 27/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • A própolis é uma substância natural pegajosa, viscosa e com odor característico. Ela detém as atividades anti-inflamatória, antiviral, antibacteriana, antiparasitária, estíptica, adstringente, fitoinibitória, fitotóxica, antioxidante, imunoestimulante, hepatoprotetora, citotóxica, anticâncer, antialérgica, antifúngica, antiprotozoária, analgésica e antinociceptiva. A própolis marrom manifesta perfis químicos altamente variáveis ao longo do território brasileiro, o que sucede também, por consequência, com a sua atividade biológica. A própolis tem seu perfil químico modificado como resultado de um sinergismo de fatores ambientais tais como luz solar, temperatura, umidade, precipitação, fertilidade do solo e salinidade. Portanto, destaca-se a necessidade do aprimoramento contínuo da estratégia para controle de qualidade da própolis, com o objetivo de a padronizar. Este estudo teve por objetivo elucidar a variação sazonal de parâmetros de qualidade da própolis marrom-esverdeada (PMUP) do município alagoano de União dos Palmares-Alagoas-Brazil. A CLAE-DAD confirmou a pinocembrina como o composto bioativo mais abundante da PMUP. Ademais, artepillin-C, pinobanksina, pinostrobina, galangina e crisina constituíram marcadores cujas concentrações se mostraram relativamente altas neste produto apicêutico. O teor médio de compostos fenólicos totais, considerando todos os meses pesquisados, consistiu em 81,1 ± 26,05 mg EAG/g; o teor médio de flavonoides totais, 38,45 ± 10,10 mg EQ/g. Ambos os resultados estão acima da concentração verificada em outros tipos de própolis marrom do Brasil. A concentração média de flavanonas e dihidroflavonóis totais na PMUP foi 1,59 ± 0,24 mg EP/20 mg o correspondente a 7,95% de flavononas e flavononois. A CI50 média dos 12 meses, no ensaio químico de DPPH•, foi 47,72 ± 13,02 µg/mL, a qual se pode classificar como boa, superando a capacidade de sequestro de outras própolis marrons brasileiras. O teste de microdiluição em caldo revelou que as bactérias Gram-positivas foram mais sensíveis à PMUP que a bactéria Gram-negativa. O mês de janeiro de 2021, em que se verificou um pico de concentração de flavonoides totais, foi aquele no qual a PMUP apresentou maior capacidade de inibir o crescimento de todas as cepas testadas. As CIMs obtidas foram as seguintes: 64-256 µg/mL para S. aureus; 256-1024 µg/mL para E. faecalis; 64-128 µg/mL para E. coli; e 64-256 µg/mL para C. albicans. Em todos os ensaios químicos constatou-se variação bimodal, que compunha frequentemente dois ciclos de quatro meses com alto teor de metabólitos ativos e capacidade de sequestro de radicais DPPH•. A PMUP mostrou-se uma fonte rica de compostos bioativos, cuja gama de ação é abrangente. Os ensaios in vitro revelaram o potencial farmacológico do opoterápico, visto que seus resultados permanecem significativos mesmo durante os períodos de menor teor de metabólitos.


  • Mostrar Abstract
  • Propolis is a sticky, viscous natural substance with a characteristic odor. It has antiinflammatory, antiviral, antibacterial, antiparasitic, styptic, astringent, phytoinhibitory, phytotoxic, antioxidant, immunostimulating, hepatoprotective, cytotoxic, anticancer, antiallergic, antifungal, antiprotozoal, analgesic and antinociceptive activities. Brown propolis manifests highly variable chemical profiles throughout the Brazilian territory, which also happens, consequently, with its biological activity. Propolis has its chemical profile modified as a result of a synergism of environmental factors such as sunlight, temperature, humidity, precipitation, soil fertility and salinity. Therefore, the need for continuous improvement of the propolis quality control strategy stands out, with the aim of standardizing it. This study aimed to elucidate the seasonal variation of quality parameters of greenish-brown propolis (PMUP) from the Alagoas municipality of União dos Palmares-Alagoas-Brazil. HPLC-DAD confirmed pinocembrin as the most abundant bioactive compound in PMUP. Furthermore, artepillin-C, pinobanksin, pinostrobin, galangin and chrysin constituted markers whose concentrations were relatively high in the apiceutic period. The average content of total phenolic compounds, considering all months surveyed, consisted of 81.1 ± 26.05 mg EAG/g; the average total flavonoid content, 38.45 ± 10.10 mg EQ/g. Both results are above the concentration found in other types of brown propolis from Brazil. The average concentration of total flavanones and dihydroflavonols in PMUP was 1.59 ± 0.24 mg EP/20 mg and correspond to 7.95% of flavonones and flavononols. The average IC50 over the 12 months, in the DPPH• chemical test, was 47.72 ± 13.02 µg/mL, which can be classified as good, surpassing the sequestration capacity of other Brazilian brown propolis. The broth microdilution test revealed that Gram-positive bacteria were more sensitive to PMUP than Gram-negative bacteria. The month of January 2021, in which there was a peak in the concentration of total flavonoids, was the month in which PMUP showed the greatest capacity to inhibit the growth of all strains tested. The MICs obtained were as follows: 64-256 µg/mL for S. aureus; 256-1024 µg/mL for E. faecalis; 64-128 µg/mL for E. coli; and 64-256 µg/mL for C. albicans. In all chemical tests, bimodal variation was observed, which frequently comprised two four-month cycles with a high content of active metabolites and DPPH• radical scavenging capacity. PMUP proved to be a rich source of bioactive compounds, whose range of action is comprehensive. In vitro tests reveal the pharmacological potential of opototherapic, as its results remain significant even during periods of lower metabolite content.

7
  • ALLYSSON FIRMINO DE FRANCA FARIAS
  • AVALIAÇÃO TOXICOLÓGICA PRÉ-CLÍNICA DE NANOENCAPSULADOS CARREGADOS COM EXTRATO DE PRÓPOLIS VERMELHA DE ALAGOAS, USANDO ZEBRAFISH (DANIO RERIO) COMO MODELO EXPERIMENTAL

  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • JOSE ROBERTO DE OLIVEIRA FERREIRA
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • Salvana Priscylla Manso Costa
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 27/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • A própolis é uma substância resinosa que apresenta diversas atividades farmacológicas.Entretanto, a maioria das substâncias presentes conferem baixa biodisponibilidade. Neste contexto, os nanoencapsulados representam uma abordagem promissora para otimizar a biodisponibilidade e a estabilidade de compostos. Diante disso, este trabalho tem como objetivo avaliar a toxicidade pré-clínica de nanoencapsulados carregados com extrato de própolis vermelha de Alagoas. Para tanto, utilizou-se o Zebrafish (Danio rerio) como modelo experimental. Empregou-se o FET Test no qual seguiu as diretrizes estabelecidas no OECD TG 236. Os nanoencapsulados foram diluídos nas concentrações desejadas com solução de meio embriônico E2. Foram utilizados 20 embriões fertilizados para cada concentração testada e para o controle negativo. As concentrações testadas foram 50 µg/mL; 25 µg/mL; 10 µg/ml; 2,5 µg/ml; e placebo. Ao final de 96 horas, os animais foram contidos em uma gota de tricaína a 0,4%, em lâmina para microscopia, com a finalidade de serem fotografados. Os resultados apontaram que em concentrações mais elevadas (50 e 25 µg/mL) para todas as amostras, houve um índice elevado de mortalidade, atingindo 100% de mortes, sendo evidenciado principalmente em 72 e 96 hpf. Já em concentrações menores 2,5 e 10 µg/mL, o índice de sobrevivência foi maior, no entanto foram observados efeitos subletais e teratogênicos nas larvas de zebrafish. Ademias, verificou-se que as anomalias que mais apareceram foram os edemas no pericárdio e no saco vitelínico, além da ausência da bexiga natatória não inflada, a partir de 72 a 96 hpf. Por tanto, foi possível investigar os efeitos da exposição dos embriões de D. rerio expostos aos nanoencapsulados PCL: Pluronic; Eudragit: Pluronic; Lipossomas, Complexos de Inclusão e o Extrato bruto de própolis vermelha, em diferentes concentrações: 0; 2,5; 10; 25 e 50 μg/mL, por meio da avaliação dos efeitos letais, subletais e teratogênicos, durante períodos de 24, 48, 72 e 96 hpf. 


  • Mostrar Abstract
  • Propolis is a resinous substance that has several pharmacological activities. However, most of the substances present have low bioavailability. In this context, nanoencapsulations represent a promising approach to optimize the bioavailability and stability of compounds. Therefore, this work aims to evaluate the pre-clinical toxicity of nanoencapsulated products loaded with red propolis extract from Alagoas. To this end, Zebrafish (Danio rerio) was used as an experimental model. The FET Test was used, following the guidelines established in OECD TG 236. The nanoencapsulated substances were diluted to the desired concentrations with E2 embryonic medium solution. 20 fertilized embryos were used for each concentration tested and for the negative control. The concentrations tested were 50 µg/mL; 25 µg/mL; 10 µg/ml; 2.5 µg/ml; and placebo. At the end of 96 hours, the animals were contained in a drop of 0.4% tricaine, on a microscope slide, in order to be photographed. The results showed that at higher concentrations (50 and 25 µg/mL) for all samples, there was a high mortality rate, reaching 100% of deaths, being evident mainly at 72 and 96 hpf. At lower concentrations of 2.5 and 10 µg/mL, the survival rate was higher, however sublethal and teratogenic effects were observed in zebrafish larvae. Ademias, it was found that the anomalies that appeared most were edemas in the pericardium and yolk sac, in addition to the absence of a non-inflated swim bladder, from 72 to 96 hpf. Therefore, it was possible to investigate the effects of exposing D. rerio embryos exposed to nanoencapsulated PCL: Pluronic; Eudragit: Pluronic; Liposomes, Inclusion Complexes and crude red propolis extract, in different concentrations: 0; 2.5; 10; 25 and 50 μg/mL, through the evaluation of lethal, sublethal and teratogenic effects, during periods of 24, 48, 72 and 96 hpf.

8
  • GISELLE AMORIM LIRA
  • Inibidores de checkpoint imunológico em pacientes oncológicos sob a perspectiva da atenção farmacêutica – uma revisão integrativa

  • Orientador : ENIO JOSE BASSI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ENIO JOSE BASSI
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • Danilo Candido de Almeida
  • Data: 27/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • A atenção farmacêutica está inserida no cuidado do paciente com diagnóstico de
    câncer através de diversas vertentes, desde o controle dos medicamentos
    antineoplásicos até o acompanhamento clínico dos pacientes e das implicações do
    tratamento oncológico. Dentre as novas possibilidades terapêuticas promissoras na
    área oncológica destaca-se a utilização dos inibidores de checkpoint imunológico
    (ICIs), que são um tipo de imunoterapia utilizando anticorpos monoclonais utilizados
    no tratamento de diversos tipos de tumores. No entanto, embora promissores, a
    toxicidade dos ICIs, como os eventos adversos relacionados ao sistema imunológico
    (irEAs), pode impactar no desfecho do tratamento. O farmacêutico é o profissional que
    busca prevenir, identificar e resolver problemas relacionados a medicamentos, sendo,
    assim, essencial para o cuidado do paciente oncológico em tratamento com ICIs. O
    objetivo principal deste trabalho foi avaliar a contribuição do farmacêutico no
    monitoramento terapêutico do paciente oncológico em tratamento com ICIs. Foi
    realizada uma revisão integrativa de estudos sobre pacientes oncológicos tratados
    com ICIs e que tiveram a participação do farmacêutico, nas bases de dados: Pubmed,
    Scopus, Embase e Web of Science. Foram obtidos 2152 estudos, dos quais, 52
    estudos foram selecionados para avaliação do texto completo com base em critérios
    de inclusão e exclusão. Após essa análise, 8 estudos foram selecionados e incluídos
    nesta revisão integrativa, que contaram com um total de 739 participantes, sendo 68%
    de participantes do sexo masculino e 32% do sexo feminino. Em seis estudos, a média
    de idade dos participantes foi acima de 60 anos. O câncer de pulmão foi o tipo de
    câncer mais presente, seguido do melanoma. As toxicidades imunológicas dos ICIs
    foram observadas em diversos sistemas do organismo. A atenção farmacêutica esteve
    presente no cuidado ao paciente, desde a orientação ao paciente, cuidadores,
    médicos e equipe multidisciplinar, monitoramento e manejo das toxicidades,
    realização de consultas farmacêuticas, recomendação de medicamentos isentos de
    prescrição, ações que contribuíram para a identificação precoce das toxicidades e
    melhora dos sintomas. As publicações avaliadas apresentaram dados importantes que
    podem contribuir para o desenvolvimento de uma atenção farmacêutica personalizada
    para o monitoramento terapêuticos de pacientes em tratamento oncológico com ICIs.
    Contudo, percebe-se ainda uma limitação nos detalhes de algumas informações,
    sinalizando para uma necessidade de realização de estudos cada vez mais
    específicos para esse perfil de pacientes. Assim, conclui-se que a atenção
    farmacêutica no âmbito da imunoterapia oncológica com ICIs é capaz de proporcionar
    impactos positivos tanto para as instituições de saúde, através da redução de custos
    ou minimizando desperdícios, como, principalmente, para os pacientes, no desfecho
    do tratamento e na melhora da qualidade de vida.


  • Mostrar Abstract
  • Pharmaceutical care is integrated with cancer patient care in a variety of ways, ranging
    from antineoplastic drug control to clinical follow-up and oncological therapeutic
    implications. Immunological checkpoint inhibitors (ICIs), a kind of immunotherapy
    using monoclonal antibodies used in the treatment of various types of malignancies,
    are among the potential new therapeutic options in the oncological field. However,
    although promising, the toxicity of ICIs, such as immune system-related adverse
    events (irEAs), can impact the outcome of treatment. The pharmacist is the
    professional who seeks to prevent, identify and solve problems related to medicines,
    thus being essential for the care of the oncological patient in treatment with ICIs. The
    aim of this work was to assess the contribution of the pharmacist in the therapeutic
    monitoring of the oncological patient in treatment with ICIs. In this way, an integrative
    review of studies of oncological patients treated with ICIs and that had the participation
    of the pharmacist was carried out in the databases: Pubmed, Scopus, Embase and
    Web of Science. 2152 studies were obtained, of which 52 studies were selected for
    the evaluation of the full text on the basis of inclusion and exclusion criteria. Following
    this analysis, eight studies with a total of 739 participants (68% male and 32% female)
    were chosen and included in this integrative review. Participants in six research had
    an average age of more than 60 years. The most common type of cancer was lung
    cancer, followed by melanoma. The immunological toxicity of ICIs was observed in
    various body systems. Pharmaceutical care has been present in patient care through
    prescription-free medication recommendations, monitoring and management of
    toxicities, pharmaceutical consultations, patient guidance, caregivers, physicians, and
    multidisciplinary staff, as well as activities that helped to identify toxicities early and
    alleviate symptoms. The assessed studies included significant information that may
    aid in the creation of individualized pharmaceutical care for patients receiving ICIs for
    cancer treatment. However, there is still a limitation in the details of some information,
    signaling the need for more and more specific studies for this patient profile. Thus, it is
    concluded that pharmaceutical care in the context of oncological immunotherapy with
    ICIs can provide positive impacts both for health institutions, by reducing costs or
    minimizing waste, and, mainly, for patients, in the outcome of treatment and in
    improving the quality of life.

9
  • GISELE DA SILVA ROCHA
  •  

    PERFIL DE UTILIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS POTENCIALMENTE INAPROPRIADOS E POLIFARMÁCIA EM PESSOAS IDOSAS ALAGOANAS: UM INQUÉRITO EPIDEMIOLÓGICO

  • Orientador : SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • JOAO ARAUJO BARROS NETO
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 27/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • Os idosos são vulneráveis aos riscos do uso de medicamentos, principalmente daqueles considerados potencialmente inapropriados (MPI). O estudo teve como objetivo determinar a prevalência do uso de medicamentos potencialmente inapropriados e polifarmácia em pessoas idosas alagoanas. Trata-se de um estudo observacional, analítico e descritivo, de base populacional do tipo transversal com uma amostra de 1089 idosos. Estes apresentavam a idade mínima de 60 anos e um máximo de 112 anos, a média 72,04 (DP= 0,1). A maior parte dos idosos (65,5%) é representada pelo sexo feminino.Com relação a etnia, o maior número de idosos se autodeclararam da cor Parda (57,5%). A prevalência de comorbidades foram Hipertensão arterial (67,1%), Catarata (37,1%), Osteoporose e Doenças articulares (35,8%) e Diabetes (31,6%), citadas pelos idosos. As classes terapêuticas mais comumente identificadas como MPI foram os benzodiazepínicos 101 (9,3%), sendo o Clonazepam (5,5%) e Diazepam (2,6%), sulfonilureias Glibenclamida (5,3%) e Glicazida (1,2%) e antidepressivo Amitriptilina (2,8%). É necessário que sejam bem compreendidas as possíveis consequências do uso de medicamentos potencialmente inapropriados entre idosos. É importante dar uma atenção direcionada aos idosos que estão submetidos à polifarmácia e necessário estabelecer listas especificas que incluam medicamentos mais apropriados para o uso em idosos na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais.


  • Mostrar Abstract
  • Elderly people are vulnerable to the risks of using medications, especially those considered potentially inappropriate (PIM). The study aimed to determine the prevalence of the use of potentially inappropriate medications and polypharmacy in elderly people in Alagoas. This is an observational, analytical and descriptive, population-based, cross-sectional study with a sample of 1089 elderly people. These had a minimum age of 60 years and a maximum of 112 years, the average 72.04 (DP= 0.1). The majority of elderly people (65.5%) are female. Regarding ethnicity, the largest number of elderly people declared themselves to be mixed race (57.5%). The prevalence of comorbidities were Hypertension (67.1%), Cataracts (37.1%), Osteoporosis and Joint diseases (35.8%) and Diabetes (31.6%), cited by the elderly. The therapeutic classes most commonly identified as PIM were benzodiazepines 101 (9.3%), being Clonazepam (5.5%) and Diazepam (2.6%), sulfonylureas Glibenclamide (5.3%) and Glicazide (1. 2%) and antidepressant Amitriptyline (2.8%). It is necessary to understand the possible consequences of the use of potentially inappropriate medications among the elderly. It is important to give targeted attention to the elderly who are subject to polypharmacy and it is necessary to establish specific lists that include the most appropriate medicines for use in the elderly in the National List of Essential Medicines.

10
  • GABRIELLA LOMBARDI DE ALMEIDA SALES
  •  PREVALÊNCIA DE ANEMIA E FATORES ASSOCIADOS EM PESSOAS IDOSAS ALAGOANAS: EVIDÊNCIAS DO I DIAGNÓSTICO ALAGOANO SOBRE SAÚDE, NUTRIÇÃO E QUALIDADE DE VIDA DA PESSOA IDOSOS

  • Orientador : SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 28/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • O envelhecimento populacional é uma realidade no mundo todo, mas especificamente na América Latina tal processo vem acontecendo de forma mais perceptível a partir das décadas de 60/70 do século XX. Além da questão demográfica, o processo de envelhecimento leva ao aumento de mobitades crônicas, assim como maior fragilidade social e econômica. Esses aspectos levam a pessoa idosa ser mais volnerável a doenças crônicas, doenças carenciais, hospitalizações e o uso de polifarmácia. A anemia Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal como resultado da carência de um ou mais nutrientes essenciais. Desta forma a presente dissertação tem por objetivoDeterminar a prevalência de anemia e fatores associados em pessoas idosas . Trata-se de um recorte do I Diagn[ostico Alagoano sobre Saúde, Nutrição e qualidade de Vida da População Idosa, projeto oriundo do Edital PPSUS. Trata-se de um estudo transversal com amostra por conglomerado no estado de Alagoas. A pesquisa foi domiciliar e controu a a aplicação de instrumentos saociodemográficos, de saúde e qualidade de vida além de avaliação antropomética, do uso de medicamentos e coleta de amostras para análises bioquímicas que consistiram em Glicemia, Glicemia de Jejum, Colesterol, TRiglicerídeos, Ferro, Ferritina, Vitamina D entre outros.
    Nesta pesquisa iodentficamos 65,5% de idosas do sexo feminino, e a média de idade da amostra foi de 72,0 (DP=9,1) anos. Identificou-se uma prevalência de anamia hemolítica de cerca de 15%, bem acima da média nacional que é cerca de 9%. 82,6% usavam algfuma tipo de medicamento de forma crônoca, destes 19,74% utilizavam 5 ou mais medicamentos de forma concomitante.


  • Mostrar Abstract
  • Population aging is a reality all over the world, but specifically in Latin America this process has been happening more noticeably since the 60s/70s of the 20th century. In addition to the demographic issue, the aging process leads to an increase in chronic illnesses, as well as greater social and economic fragility. These aspects make elderly people more vulnerable to chronic diseases, deficiencies, hospitalizations and the use of polypharmacy. Anemia Anemia is defined by the World Health Organization (WHO) as the condition in which the hemoglobin content in the blood is below normal as a result of a lack of one or more essential nutrients. Therefore, this dissertation aims to determine the prevalence of anemia and associated factors in elderly people. This is an excerpt from the I Alagoan Diagnosis on Health, Nutrition and Quality of Life of the Elderly Population, a project arising from the PPSUS Notice. This is a cross-sectional study with a cluster sample in the state of Alagoas. The research was carried out at home and involved the application of sociodemographic, health and quality of life instruments in addition to anthropometic assessment, medication use and collection of samples for biochemical analyzes that consisted of Glycemia, Fasting Glycemia, Cholesterol, Triglycerides, Iron, Ferritin , Vitamin D among others. In this research we identified 65.5% of elderly women, and the average age of the sample was 72.0 (SD=9.1) years. A prevalence of hemolytic anemia of around 15% was identified, well above the national average, which is around 9%. 82.6% used some type of medication chronically, of these 19.74% used 5 or more medications concomitantly.

11
  • ALINA ALVES ALMEIDA LOPES
  • Estudo comparativo entre triagens farmacológicas de diferentes frações da Pereskia aculeata miller e da Alpinia zerumbet em ratos espontaneamente hipertensos

  • Orientador : EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • Data: 28/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A hipertensão é uma doença com prevalência alta e representa um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares. Apesar dos anti-hipertensivos disponíveis, muitos pacientes com hipertensão não atingem os níveis pressóricos ideais, sendo necessário buscar novos meios para que a população com hipertensão tenha tratamento adequado. Com isso, as plantas medicinais estão sendo cada vez mais utilizadas. Dentre elas, a Pereskia aculeata miller, conhecida como “ora-pro-nóbis”, é utilizada, popularmente, na medicina tradicional brasileira, no entanto, seus efeitos cardiovasculares continuam incertos. E Alpinia zerumbet, conhecida, popularmente, como “colônia” já é utilizada na medicina popular como tratamento para hipertensão, no entanto não há relatos da fração acetato de etila sobre o sistema cardiovascular. Objetivo: Sendo assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos cardiovasculares induzidos por frações da Pereskia aculeata miller (FPPTPa, FHPa e FDCMPa) e da Alpina zerumbet (FAEFAz) em ratos espontaneamente hipertensos (SHR), bem como fazer o comparativo de sua composição fitoquímica. Metodologia: Para as avaliações hemodinâmicas, ratos machos SHR (200-300 g) foram anestesiados (Cetamina 80mg/Kg + xilazina 4mg/Kg, i.p.) e cateteres de polietileno foram inseridos no interior da aorta abdominal e veia cava inferior via artéria e veia femoral esquerdas, respectivamente, para medidas da pressão arterial e administração das frações FHPa, FDCMPa, FPPTPa e FAEFAz (0,1; 0,5; 1; 5; 10; 20; 30; 40; 50 e 60 mg.kg-1 i.v.). Após 24h, foram realizados os protocolos de medida direta da pressão arterial e frequência cardíaca em ratos SHR não anestesiados. Todos os dados obtidos dos resultados, foram expressos como média ± erro padrão da média (e.p.m.). A significância das diferenças entre as médias foi avaliada através do teste t de student e ANOVA “one way”, seguido do pós-teste de Bonferroni. Para estes procedimentos foi utilizado o software GraphPad Prism versão 5.02. Resultados: Em ratos SHR conscientes, as frações da P. aculeata e da A. zerumbet promoveram uma redução na pressão arterial média e frequência cardíaca em todas as frações, mas em particular a redução da frequência cardíaca nas frações da P. aculeata, em ratos SHR não anestesiados. Conclusão: Portanto, as frações promovem efeito hipotensor e bradicárdico em ratos SHR.


  • Mostrar Abstract
  • Pereskia aculeata miller, known as “ora-pro-nobis”, is popularly used in traditional Brazilian medicine, however, its cardiovascular effects remain uncertain. And Alpina zerumbet, popularly known as “colônia” is already used in popular medicine as a treatment for hypertension, however there are no reports of its fractions on the cardiovascular system. Therefore, the objective of this work was to evaluate the cardiovascular effects induced by fractions of Pereskia aculeata miller (FPPTPa, FHPa and FDCMPa) and Alpina zerumbet (FAEFAz and FHAz) in spontaneously hypertensive rats (SHR), as well as comparing their phytochemical composition. To this end, protocols for direct measurement of blood pressure and heart rate were carried out in non-anesthetized SHR rats. In conscious SHR rats, the P. aculeata and A. zerumbet fractions promoted hypotension and bradycardia in all fractions, but in particular the reduction of heart rate in the P. aculeata fractions, in non-anesthetized SHR rats. It is concluded, therefore, that the fractions promote hypotensive and bradycardic effects in SHR rats.

     

     
     
     
     
     
     
12
  • CARLOS AMERICO LECHUGA PUMA
  • Síntese, caracterização e estudo fotofísico de Hidróxidos Lamelares de Európio contendo íons Sb3+ com potencial efeito leishmanicida

  • Orientador : CAMILA BRAGA DORNELAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • LUCAS MEILI
  • UESLEN ROCHA SILVA
  • Data: 02/04/2024

  • Mostrar Resumo
  • Este estudo relata a obtenção de hidróxidos de európio lamelares com íons Sb3+ (LEuH:x%Sb com x variando de 0 a 30%) usando a rota hidrotérmica. Nossa pesquisa apresenta uma análise detalhada das características químicas, estruturais, térmicas e morfológicas dessa classe de materiais. Os resultados mostraram ligeiras alterações na estrutura para frações de antimônio superiores a 20%, modificação na estabilidade térmica e modificação morfológica significativa devido ao aumento da incorporação de Sb3+ no hospedeiro LEuH-Cl. Além disso, investigamos de forma abrangente suas propriedades fotofísicas, descrevendo suas características luminescentes únicas. Adicionalmente, os resultados revelaram aumento na luminescência dos íons Eu3+ promovido pela transferência de energia entre Sb3+ → Eu3+. Este estudo fornece informações valiosas sobre as propriedades estruturais, térmicas e fotofísicas de materiais de hidróxidos de európio lamelares contendo antimônio, oferecendo insights para o design de materiais funcionais dessa classe para uso como sensores químicos eficientes, sistemas de catálise, plataformas para liberação de medicamentos e terapia da leishmaniose.


  • Mostrar Abstract
  • This study reports the obtaining of mixed metal Eu3+/Sb3+ layered europium hydroxides (LEuH:x%Sb (with x ranging from 0 to 30%)) using the hydrothermal route. Our research reveals a detailed analysis of the chemical, structural, thermal, and morphological characteristics of this class of materials. The results revealed slight changes in the structure for antimony fractions greater than 20%, modification in thermal stability, and significant morphological modification due to the increase in the incorporation of Sb3+ into the LEuH-Cl host. Furthermore, we comprehensively investigated its photophysical properties, describing its unique luminescent characteristics. Additionally, results revealed increased luminescence of Eu3+ ions promoted by the energy transfer between Sb3+ →Eu3+. This study contributes valuable information on the structural, thermal and photophysical properties of layered hydroxide materials containing europium and antimony, offering insights into the design of functional materials of this class for use as efficient chemical sensors, catalysis systems, platforms for drug delivery and leishmaniasis therapy.

13
  • JOCEMIRLLA MARTA CORREIA DA SILVA
  • SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE NANOESTRUTURAS DE IMIDAZOLATOS ZEOLÍTICOS (ZIF-8) ) COM DAP

  • Orientador : IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LUISE LOPES CHAVES
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • AMANDA DAMASCENO LEÃO
  • Data: 04/04/2024

  • Mostrar Resumo
  • A hanseníase é uma doença endêmica em alguns países, incluindo o Brasil. O tratamento atual, a poliquimioterapia, pode ser complexo e causar efeitos adversos. A nanotecnologia surge como uma alternativa para melhorar a biodisponibilidade de medicamentos pouco solúveis, como a dapsona, usada no tratamento da hanseníase. As estruturas metal-orgânicas, especialmente a ZIF-8, são promissoras para a administração e liberação controlada de medicamentos. O objetivo do trabalho foi desenvolver um sistema nanoestruturado baseado em ZIF-8 para carregar a dapsona. A estrutura de imidazolato zeolítico (ZIF-8) foi sintetizada à temperatura ambiente em meio aquoso. A DAP foi carregada in situ nas nanopartículas de ZIF-8 durante a síntese. Tanto o ZIF-8 quanto o DAP@ZIF-8 foram caracterizados usando várias ferramentas de caracterização. A integridade estrutural e a pureza de fase das nanopartículas DAP@ZIF-8 foram obtidas através do padrão de difração de raios X correspondente à ZIF-8. Micrografias MET de ZIF-8 puro mostraram nanocristais hexagonais bem desenvolvidas e distribuição uniforme. O encapsulamento de DAP em ZIF-8 resultou em uma diminuição no tamanho médio da partícula e de seu potencial zeta, preservando a morfologia hexagonal. O encapsulamento de DAP foi confirmado por estudos de espectroscopia UV-Visível e FTIR. indicando assim o potencial do ZIF-8 para ser usado como carreador para entrega controlada de DAP. No entanto faz-se necessária mais investigações para aprimoramento de futuras aplicações utilizando tal sistema.


  • Mostrar Abstract
  • Leprosy is an endemic disease in some countries, including Brazil. The current treatment, polychemotherapy, can be complex and cause adverse effects.  Nanotechnology emerges as an alternative to improve the bioavailability of poorly soluble drugs, such as dapsone, used in the treatment of leprosy. Metal-organic structures, especially ZIF-8, are promising for the administration and controlled release of drugs. The objective of the work was to develop a nanostructured system based on ZIF-8 to load dapsone. The zeolitic imidazolate structure (ZIF-8) was synthesized at room temperature in an aqueous medium. DAP was loaded in situ into ZIF-8 nanoparticles during synthesis. Both ZIF-8 and DAP@ZIF-8 were characterized using various characterization tools. The structural integrity and phase purity of the DAP@ZIF-8 nanoparticles were obtained through the X-ray diffraction pattern corresponding to ZIF-8. TEM micrographs of pure ZIF-8 showed well-developed hexagonal nanocrystals and uniform distribution. The encapsulation of DAP in ZIF-8 resulted in a decrease in the average particle size and its zeta potential, preserving the hexagonal morphology. The encapsulation of DAP was confirmed by UV-Visible and FTIR spectroscopy studies, thus indicating the potential of ZIF-8 to be used as a carrier for controlled delivery of DAP. However, further investigations are necessary for the improvement of future applications using this system.

14
  • EMANUELLY CAROLYNE MARQUES DE FARIAS NANES
  • Desenvolvimento de novos biomateriais PCL/Resíduo de própolis – Aproveitamento e valorização de subprodutos da apicultura

  • Orientador : CAMILA BRAGA DORNELAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • LIGIA MARIA MANZINE COSTA
  • LUISE LOPES CHAVES
  • MÁRCIA REGINA DE MOURA AOUADA
  • Data: 19/04/2024

  • Mostrar Resumo
  • Os resíduos extrativos de origem natural estão cada vez mais presentes no desenvolvimento de bioplásticos e melhoramentos de polímeros já conhecidos. A incorporação de propriedades ativas é um fator essencial na busca destes resíduos, pois na medida em que empregam utilidade a um recurso muitas vezes descartado oferece rentabilidade financeira aos detentores de tal material, uma vez que o descarte passa a opção. Este estudo teve por objetivo principal produzir membranas contendo resíduo extrativo de própolis, vermelha e verde, na concentração de 10, 25 e 50% em associação ao polímero Poli(ε-caprolactona). O método utilizado para a confecção foi mistura simples a quente com incorporação do resíduo, seguido de prensagem simples. Os resíduos foram caracterizados por FTIR e HPLC As membranas, por sua vez, foram caracterizadas por TG, MEV, FTIR, teste de degradabilidade e tração. Como resultado, percebeu-se que os resíduos, de acordo com a análise de FTIR e HPLC, ainda continham compostos relativamente importantes nas amostras, como muitos isoflavonoides com características relevantes na medicina. As membranas apresentaram picos de degradação equivalentes ao passo em que analisaram-se horas, dias e semanas. O resultado de MEV mostrou que, aparentemente, as membranas conseguiram ser miscíveis, indicando certa miscibilidade entre o polímero base e os resíduos. O teste de tração mostrou que embora a miscibilidade fosse realmente executada no processo de produção as membranas tornaram-se menos resistentes em relação ao polímero Poli(ε-caprolactona) isolado. Assim, foi possível preparar filmes contendo PCL cuja liberação de compostos flavonóides é facilitada, demonstrando assim a possibilidade de novas aplicações, agregando valor a um resíduo da indústria de própolis.


  • Mostrar Abstract
  • Extractive residues of natural origin are increasingly present in the development of bioplastics and improvements to already known polymers. The incorporation of active properties is an essential factor in the search for this waste, as they provide usefulness to a resource that is often discarded, offering financial profitability to the holders of this material, as disposal becomes an option. The main objective of this study was to produce membranes containing propolis extractive residue, red and green, at concentrations of 10, 25 and 50% in association with the Poly(ε-caprolactone) polymer. The method used for preparation was simple hot mixing with incorporation of the residue, followed by simple pressing. The residues were characterized by FTIR and HPLC. The membranes, in turn, were characterized by TG, SEM, FTIR, degradability and traction tests. As a result, it was noticed that the residues, according to FTIR and HPLC analyses, still contained relatively important compounds in the samples, such as many isoflavonoids with characteristics relevant in medicine. The membranes showed degradation peaks equivalent to the hours, days and weeks analyzed. The SEM result showed that, apparently, the membranes managed to be miscible, indicating some miscibility between the base polymer and the residues. The tensile test showed that although miscibility was effectively achieved in the production process, the membranes became less resistant compared to the Poly(ε-caprolactone) polymer alone. Thus, it was possible to prepare films containing PCL whose release of flavonoid compounds is facilitated, thus demonstrating the possibility of new applications, adding value to a residue from the propolis industry.

2023
Dissertações
1
  • ROSILEIDE ZEFERINO DA SILVA
  • Tradução, Adaptação Transcultural e Validação da versão em Português do Brasil da General Medication Adherence Scale (GMAS) em pacientes com Hipertensão Arterial Sistêmica

     
  • Orientador : SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • FRANCISCO DE ASSIS COSTA
  • LUISE LOPES CHAVES
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 01/02/2023

  • Mostrar Resumo
  • A não adesão ao tratamento anti-hipertensivo impacta negativamente no controle dos níveis pressóricos. Existem várias estratégias para medir a adesão ao tratamento medicamentoso anti-hipertensivo, sendo classificadas como métodos diretos e indiretos. Os métodos diretos, são realizados através da análise biológica (sangue ou urina). Porém, são alternativas de custo elevado e apenas disponíveis em ambientes de pesquisas. Já nos métodos indiretos, destacam-se as escalas de autorrelato, que são uma opção segura e de bom custo-efetividade, pois são simples, de baixo custo, aplicáveis em vários ambientes e fornecem feedback imediato, sendo, portanto, fáceis de incorporar na prática clínica diária. No entanto, para ser amplamente utilizada, uma escala de avaliação da adesão deve ser testada e validada, além de estar disponível para uso sem custos adicionais. Diante do exposto, o objetivo do presente trabalho foi validar para o português do Brasil a General Medication Adherence Scale (GMAS) em pacientes com Hipertensão Arterial Sistêmica. Para tanto, esta pesquisa foi realizada em duas fases. No primeiro momento, foi realizado o processo de validação transcultural do instrumento GMAS do idioma inglês, para o português do Brasil. Este processo envolveu as etapas de tradução, adaptação transcultural e validação e utilizou como base a metodologia descrita por Beaton et al. Na segunda fase realizou-se um estudo transversal no setor de cardiologia de hospitais, público e privado, em Maceió (AL, Brasil), por meio da aplicação do instrumento através de entrevista estruturada a pacientes diagnosticados com hipertensão. Nesta etapa, foram realizadas as seguintes análises: consistência interna através da confiabilidade e teste-reteste; coeficientes de correlação intraclasse; e coeficiente de correlação de Pearson para avaliar a validade de conteúdo. A avaliação da validade convergente foi realizada com aplicação da escala Brief Medication Questionnaire (BMQ). Além disso, foram realizadas: Medição da pressão arterial, medidas de parâmetros antropométricos e Exame MAPA 24h. A tradução e validação transcultural gerou uma versão em Português da escala GMAS que foi aplicada em 123 pacientes. Quanto a casuística, a maioria dos pacientes foram do sexo feminino (67,5%), e a média de idade foi 58,47 ±11,8 anos. A consistência interna da escala foi de 0,75, já sua reprodutibilidade pôde ser aferida pelo teste-reteste, realizado pela correlação de Spearman (0,761; p<0,001). Quanto a validade convergente, quando comparadas GMAS e BMQ obtiveram grau de 77,6% para o comportamento aderente (p < 0,05). Por fim, a validade discriminante foi avaliada segundo critérios estabelecidos pelo autor da versão original da escala e identificou-se relação entre idade e adesão, sendo o comportamento não aderente mais frequente entre pacientes considerados mais jovens (<45 anos) (p <0,05). Os construtos avaliados para adesão foram comportamento (n= 90,73,2%), tratamento (n=103, 83,7%) e custo (n=81,65,9%). Diante disto, a versão em Português do Brasil da GMAS é uma ferramenta válida e confiável para mensurar adesão em pacientes com hipertensão.



  • Mostrar Abstract
  • Non-adherence to antihypertensive treatment has a negative impact on blood pressure control. There are several strategies to measure adherence to antihypertensive drug treatment, classified as direct and indirect methods. Direct methods are performed through biological analysis (blood or urine). However, they are high-cost alternatives and only available in research environments. In the indirect methods, self-report scales stand out, which are a safe and cost-effective option, as they are simple, low-cost, applicable in various environments and provide immediate feedback, therefore being easy to incorporate into the daily clinical practice. However, to be widely used, an adherence rating scale must be tested and validated, in addition to being available for use at no additional cost. Given the above, the objective of the present study was to validate the General Medication Adherence Scale (GMAS) into Brazilian Portuguese in patients with Systemic Arterial Hypertension. Therefore, this research was carried out in two phases. At first, the cross-cultural validation process of the GMAS instrument from English to Brazilian Portuguese was carried out. This process involved the stages of translation, cross-cultural adaptation and validation and used the methodology described by Beaton et al. In the second phase, a cross-sectional study was carried out in the cardiology sector of hospitals, public and private, in Maceió (AL, Brazil), through the application of the instrument through structured interviews to patients diagnosed with hypertension. In this step, the following analyzes were performed: internal consistency through reliability and test-retest; intraclass correlation coefficients; and Pearson's correlation coefficient to assess content validity. The assessment of convergent validity was performed using the Brief Medication Questionnaire (BMQ) scale. In addition, measurements of blood pressure, measurements of anthropometric parameters and 24-hour ABPM Examination were carried out. Translation and cross-cultural validation generated a Portuguese version of the GMAS scale that was applied to 123 patients. As for the sample, most patients were female (67.5%), and the mean age was 58.47 ± 11.8 years. The scale's internal consistency was 0.75, and its reproducibility could be measured by test-retest, performed using Spearman's correlation (0.761; p<0.001). As for convergent validity, when comparing GMAS and BMQ, they obtained a degree of 77.6% for adherent behavior (p < 0.05). Finally, the discriminant validity was evaluated according to criteria established by the author of the original version of the scale and a relationship between age and adherence was identified, with non-adherent behavior being more frequent among patients considered younger (<45 years) (p <0. 05). The constructs evaluated for adherence were behavior (n=90.73.2%), treatment (n=103, 83.7%) and cost (n=81.65.9%). In view of this, the Brazilian Portuguese version of the GMAS is a valid and reliable tool to measure adherence in patients with hypertension.


     
2
  • JOAO VICTOR LESSA DE OLIVEIRA
  • NVESTIGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO QUÍMICA E AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTIBACTERIANO DO EXTRATO DE PRÓPOLIS MARROM DA REGIÃO DE UNIÃO DOS PALMARES, ALAGOAS

     

     

     

     
  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • JOSE RUI MACHADO REYS
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • VANDERSON BARBOSA BERNARDO
  • Data: 22/03/2023

  • Mostrar Resumo
  •  

    As própolis do tipo marrom e vermelha da região dos mangues de Alagoas são evidenciadas em Alagoas, sendo a própolis vermelha, de origem botânica definida. O estudo da composição química da própolis marrom da região de União dos Palmares vem sendo o motivo de estudo neste trabalho. O estudo da composição química está sendo realizado através de diferentes técnicas analíticas como estudos do perfil cromatográfico “Chromatographic profiling” usando técnicas de HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS, ensaios químicos de flavonóides totais e atividade antioxidante, bem como ensaio microbiológico de Concentração Inibitória Mínima. A pesquisa consistiu na coleta da própolis marrom do município de União dos Palmares (PMUP) para extração no período entre setembro de 2019 a agosto de 2021. Coletou-se quantidade entre 38 e 91g de amostra in natura de apiários próximos ao município de União dos Palmares. O método extrativo escolhido para a PMUP foi o de maceração, em dois ciclos de 48h, empregando-se 15 g de PMUP e, para cada ciclo, 50 ml de solução hidroetanólica a 92,8 ºGL. Os extratos foram reunidos e concentrados para obter um extrato bruto livre de solvente. Os extratos brutos 5 (mês de janeiro/2021) e 12 (mês de julho/2021) foram armazenados em freezer até o momento dos ensaios de flavonoides totais, atividade antioxidante por DPPH, ensaios microbiológicos e ensaio de perfil cromatográfico. Um estudo de isolamento de marcadores principais da própolis marrom foi realizado com amostra de própolis marrom de outubro de 2019 que foi submetida a particionamento usando extração líquido-líquido para obter fases hexano, hexano-acetato de etila (9:1), hexano-acetato de etila (7:3) e fase diclorometano. A fase diclorometano foi submetida a cromatografia em coluna de celulose como suporte sólido e metanol:H2O acidificada com ácido acético (1%) para obter frações entre 0% de metanol e 100% de metanol. As frações MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% e MeOH45% foram submetidas a HPLC-UV semi-preparativo para isolamento de 2 marcadores principais (Pk35; pinocembrina) e (pk23; pinobanksina em mistura com naringenina) da própolis marrom (PMUP) que foram identificados por LC-Orbitrap-FTMS e RMN 1H e 13C. Os compostos fenólicos identificados pela técnica de LC-MS baseados confrontados pelos dados da literatura foram divididos em ácidos benzóicos, ácidos cinâmicos (ácido caféico, ácido ferúlico), ácido clorogênico, ácidos cinâmicos prenilados (dupranina e artepillina C), estilbeno (resveratrol), cumarinas e os flavonoides divididos em flavanonol, flavononas, flavonas, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol e chalconas. Os extratos brutos de PMUP apresentaram teor de flavonóides totais 2,48% a 5,15% baseado no padrão de quercetina e alto percentual de sequestro do radical livre DPPH entre 80 e 90%. O ensaio microbiológico usando as cepas Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes e Microsporum canis mostrou CIM entre 32 a 1024 µg/mL para fração MEOH20% e CIM entre 16 e 256 µg/mL para fração MEOH35%.

     

     

    As própolis do tipo marrom e vermelha da região dos mangues de Alagoas são evidenciadas em Alagoas, sendo a própolis vermelha, de origem botânica definida. O estudo da composição química da própolis marrom da região de União dos Palmares vem sendo o motivo de estudo neste trabalho. O estudo da composição química está sendo realizado através de diferentes técnicas analíticas como estudos do perfil cromatográfico “Chromatographic profiling” usando técnicas de HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS, ensaios químicos de flavonóides totais e atividade antioxidante, bem como ensaio microbiológico de Concentração Inibitória Mínima. A pesquisa consistiu na coleta da própolis marrom do município de União dos Palmares (PMUP) para extração no período entre setembro de 2019 a agosto de 2021. Coletou-se quantidade entre 38 e 91g de amostra in natura de apiários próximos ao município de União dos Palmares. O método extrativo escolhido para a PMUP foi o de maceração, em dois ciclos de 48h, empregando-se 15 g de PMUP e, para cada ciclo, 50 ml de solução hidroetanólica a 92,8 ºGL. Os extratos foram reunidos e concentrados para obter um extrato bruto livre de solvente. Os extratos brutos 5 (mês de janeiro/2021) e 12 (mês de julho/2021) foram armazenados em freezer até o momento dos ensaios de flavonoides totais, atividade antioxidante por DPPH, ensaios microbiológicos e ensaio de perfil cromatográfico. Um estudo de isolamento de marcadores principais da própolis marrom foi realizado com amostra de própolis marrom de outubro de 2019 que foi submetida a particionamento usando extração líquido-líquido para obter fases hexano, hexano-acetato de etila (9:1), hexano-acetato de etila (7:3) e fase diclorometano. A fase diclorometano foi submetida a cromatografia em coluna de celulose como suporte sólido e metanol:H2O acidificada com ácido acético (1%) para obter frações entre 0% de metanol e 100% de metanol. As frações MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% e MeOH45% foram submetidas a HPLC-UV semi-preparativo para isolamento de 2 marcadores principais (Pk35; pinocembrina) e (pk23; pinobanksina em mistura com naringenina) da própolis marrom (PMUP) que foram identificados por LC-Orbitrap-FTMS e RMN 1H e 13C. Os compostos fenólicos identificados pela técnica de LC-MS baseados confrontados pelos dados da literatura foram divididos em ácidos benzóicos, ácidos cinâmicos (ácido caféico, ácido ferúlico), ácido clorogênico, ácidos cinâmicos prenilados (dupranina e artepillina C), estilbeno (resveratrol), cumarinas e os flavonoides divididos em flavanonol, flavononas, flavonas, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol e chalconas. Os extratos brutos de PMUP apresentaram teor de flavonóides totais 2,48% a 5,15% baseado no padrão de quercetina e alto percentual de sequestro do radical livre DPPH entre 80 e 90%. O ensaio microbiológico usando as cepas Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes e Microsporum canis mostrou CIM entre 32 a 1024 µg/mL para fração MEOH20% e CIM entre 16 e 256 µg/mL para fração MEOH35%.

     

    Palavras-chave: Própolis Marrom. Composição Química. Flavonóides. Flavonas. Atividade antibacteriana. Atividade antioxidante.

    ABSTRACT

    The brown and red type propolis from the mangrove region of Alagoas are evidenced in Alagoas, being the red propolis, of defined botanical origin. The study of the chemical composition of brown propolis from the region of União dos Palmares has been the subject of this study. The study of the chemical composition is being carried out through different analytical techniques and analytical methods such as fingerprint studies (fingerprint) and possible botanical origin using HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS techniques, chemical assays of total flavonoids and activity antioxidant, as well as microbiological assay of Minimum Inhibitory Concentration. The research consisted of collecting brown propolis from the municipality of União dos Palmares (PMUP) for extraction from September 2019 to August 2021. An amount between 38 and 91g of in natura sample was collected from apiaries close to the municipality of União dos Palmares. The extraction method chosen for PMUP was maceration, in two cycles of 48 hours, using 15 g of PMUP and, for each cycle, 50 ml of hydroethanolic solution at 92.8 ºGL. The extracts were pooled and concentrated to obtain a crude solvent-free extract. Crude extracts 5 (January/2021) and 12 (July/2021) were stored in a freezer until the moment of total flavonoids, antioxidant activity by DPPH, microbiological assays and chromatographic profile assay. A brown propolis key marker isolation study was performed with a brown propolis sample from October 2019 that was subjected to partitioning using liquid-liquid extraction to obtain hexane, hexane-ethyl acetate (9:1), hexane-ethyl acetate (7 :3) and dichloromethane fraction. The dichloromethane phase was subjected to column chromatography on cellulose as a solid support and Methanol:H2O acidified with acetic acid (1%) to obtain fractions between 0% methanol and 100% methanol. The MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% and MeOH45% fractions were submitted to semi-preparative HPLC-UV for the isolation of 2 main markers (pk35; pinocembrin) and (pk23; naringenin in mixture with naringenin) of brown propolis (PMUP) that were identified by LC-Orbitrap-FTMS and NMR 1H and 13C. The phenolic compounds identified by the LC-MS technique based on comparison with data from the literature were divided into benzoic acids, cinnamic acids (caffeic acid, ferulic acid), chlorogenic acid, prenylated cinnamic acids (dupranin and artepillin C), stilbene (resveratrol), coumarins and flavonoids divided into flavanonols, flavonones, flavones, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol and chalcones. Crude PMUP extracts showed total flavonoid content of 0.5 to 2% based on the quercetin pattern and high antioxidant activity with DPPH free radical scavenging percentage between 80 and 90%. The microbiological assay using Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes and Microsporum canis strains showed MIC between 32 and 1024 µg/mL for MEOH20% fraction and MIC between 16 and 256 µg/mL for MEOH35% fraction.

     

    Keywords: Brown Propolis. Chemical composition. Flavonoids. Flavones. Antibacterial activity. Antioxidant activity.

     


  • Mostrar Abstract
  • The brown and red type propolis from the mangrove region of Alagoas are evidenced in Alagoas, being the red propolis, of defined botanical origin. The study of the chemical composition of brown propolis from the region of União dos Palmares has been the subject of this study. The study of the chemical composition is being carried out through different analytical techniques and analytical methods such as fingerprint studies (fingerprint) and possible botanical origin using HPLC-DAD-UV, LC-Orbitrap-FTMS techniques, chemical assays of total flavonoids and activity antioxidant, as well as microbiological assay of Minimum Inhibitory Concentration. The research consisted of collecting brown propolis from the municipality of União dos Palmares (PMUP) for extraction from September 2019 to August 2021. An amount between 38 and 91g of in natura sample was collected from apiaries close to the municipality of União dos Palmares. The extraction method chosen for PMUP was maceration, in two cycles of 48 hours, using 15 g of PMUP and, for each cycle, 50 ml of hydroethanolic solution at 92.8 ºGL. The extracts were pooled and concentrated to obtain a crude solvent-free extract. Crude extracts 5 (January/2021) and 12 (July/2021) were stored in a freezer until the moment of total flavonoids, antioxidant activity by DPPH, microbiological assays and chromatographic profile assay. A brown propolis key marker isolation study was performed with a brown propolis sample from October 2019 that was subjected to partitioning using liquid-liquid extraction to obtain hexane, hexane-ethyl acetate (9:1), hexane-ethyl acetate (7 :3) and dichloromethane fraction. The dichloromethane phase was subjected to column chromatography on cellulose as a solid support and Methanol:H2O acidified with acetic acid (1%) to obtain fractions between 0% methanol and 100% methanol. The MeOH10%, MeOH20%, MeOH30% and MeOH45% fractions were submitted to semi-preparative HPLC-UV for the isolation of 2 main markers (pk35; pinocembrin) and (pk23; naringenin in mixture with naringenin) of brown propolis (PMUP) that were identified by LC-Orbitrap-FTMS and NMR 1H and 13C. The phenolic compounds identified by the LC-MS technique based on comparison with data from the literature were divided into benzoic acids, cinnamic acids (caffeic acid, ferulic acid), chlorogenic acid, prenylated cinnamic acids (dupranin and artepillin C), stilbene (resveratrol), coumarins and flavonoids divided into flavanonols, flavonones, flavones, flavonols, flavana-3-ol, flavana-4-ol and chalcones. Crude PMUP extracts showed total flavonoid content of 0.5 to 2% based on the quercetin pattern and high antioxidant activity with DPPH free radical scavenging percentage between 80 and 90%. The microbiological assay using Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Escherichia coli, Candida albicans, Trichophyton mentagrophytes and Microsporum canis strains showed MIC between 32 and 1024 µg/mL for MEOH20% fraction and MIC between 16 and 256 µg/mL for MEOH35% fraction.

     

     
3
  • ARIANA DA SILVA SANTOS
  • CARACTERIZAÇÃO FITOQUÍMICA E ANTIOXIDANTE DOS EXTRATOS HIDROALCÓOLICOS DE Moringa oleífera Lam EM DIFERENTES ÉPOCAS DE COLETA

     

     
  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • JOSE ROBERTO DE OLIVEIRA FERREIRA
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • Salvana Priscylla Manso Costa
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 24/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • A Moringa oleifera Lam. é uma hortaliça arbórea, pertencente à família moringaceae, de origem indiana, cultivada principalmente em lugares com climas tropicais secos em várias regiões do mundo. Devido a sua bioatividade, ganhou enorme atenção na última década, o que acarretou a elevada exploração e compreensão das suas funções farmacológicas e mecanismos subjacentes. O objetivo deste estudo consistiu caracterizar a composição de extratos hidroalcóolicos de Moringa oleífera Lam através de ensaios fitoquímicos, cromatográficos e atividade antioxidante obtidos em diferentes épocas de coleta. A coleta das amostras (pó e chá) foi realizada no Centro de Ciências Agrárias (CECA) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) em Rio Largo-AL (2019) e no povoado sítio salão no município Inhapi-AL. As amostras foram submetidas a extração hidroalcoólica. A metodologia adotada inclui Atividade antioxidante (DPPH), determinação do teor de flavonoides totais, determinação de Fenóis totais, análises de HPLC-DAD e LC-Orbitrap_ESI-FTMS. O ensaio da capacidade de sequestro de radicais DPPH das amostras 2019 Pó demostraram bons resultados com alta capacidade antioxidante para extrato MO50% (>85%), seguido dos extratos MO40% (>62%), extrato MO30% (30,42%) e extrato MO20% (21,33%), também sendo perceptível que a capacidade antioxidante foi concentração dependente. As amostras de extratos de MO pó coletadas em 2021 demostraram que os extratos coletados em junho, julho e agosto usando alta percentagem de álcool (50% e 75%) durante processo extrativo apresentou resultado de IC50 menor que 50 µg/mL. As amostras de MO chá coletadas em 2021 consolidou o estudo da atividade antioxidante, mostrando que extratos hidroalcoólicos com menor percentual de álcool (extrato MO25% chá), apresentou menor atividade antioxidante que os extratos com maior percentual de álcool utilizados na extração (MO50% chá e MO75% chá). As amostras de MO pó apresentaram maior capacidade antioxidante que as amostras MO chá. As amostras de MO pó exibiram teores totais de flavonoides significantes entre 1,14% a 2,35%, destacando-se os meses de junho pó 50% com 2,35% e agosto pó 75% com 2,00%, 1,14% agosto pó 50%, enquantos os meses de janeiro e fevereiro exibiram valores entre 0,67% e 0,98% de flavonpoides totais, respectivamente. A análise do teor de fenois totais demonstrou alto teor nos meses de sol intenso com valores de 13,39% e 8,38% para os meses de janeiro e fevereiro, respectivamente; enquanto que os meses de chuvas (junho, julho e agosto) apresentaram mínima variação com valores entre 5,39% (julho) e 5,78% (junho). O ensaio de LC-MS usando método dos padrões analítico identificou a presença dos flavonoides ácido caféico, ácido 2-coumárico, umbeliferona, ácido p-coumárico, vitexina, rutina, quercetina, kaempferol, luteolina, apigenina, pinocembrina em alta intesidades nas amostras de extrato de moringa fevereiro e julho pó 75%. O ensaio LC-MS também detectou a presença de isoquercitrina, quercetina 3-O-malonylglucoside (m/z 550.0927), kaempferol 3-O-(6´´-malonylglucoside) (m/z 489.1493) e kaempferol 3-O-glucoside (m/z 447.2616) conhecido como astragalina baseado em dados da literatura científica. De um modo geral a atividade antioxidante e o teor de flavonoides dos extratos de MO pó aumentaram nos meses de chuvas intensas (junho, julho e agosto), diminuindo significativamente nos meses com baixa precipitação. Enquanto o teor de fenois totais foram maiores nos meses de sol intenso e menores nos meses de chuvas. Os dados LC-MS corroboram esta informação com menores valores para ácido ferúlico e ácido caféico (amostra de fevereiro) e maiores valores de flavonóides (vitexina, rutina, quercetina, kaempferol, luteolina) na amostra de julho.


  • Mostrar Abstract
  •  

     

    Moringa oleifera Lam is a tree vegetable, belonging to the moringaceae family, of Indian origin, cultivated mainly in places with dry tropical climates in various regions of the world. Due to its bioactivity, it has gained enormous attention in the last decade, which has led to increased exploration and understanding of its pharmacological functions and underlying mechanisms. The aim of this study was to characterize phenolic phytochemical compounds and antioxidant activity of hydroalcoholic extracts of Moringa oleifera Lam at different collection times. The collection of samples (powder and tea) was carried out at the Centro de Ciências Agrárias (CECA) from the Federal University of Alagoas (UFAL) in Rio Largo-AL (samples 2019) and in the village Sítio Salão in the municipality of Inhapi-AL. The samples were submitted to hydroalcoholic extraction. The methodology adopted includes Antioxidant activity (DPPH), determination of total flavonoids content (AlCl3), determination of total phenols (Folin-Ciocauteal), analysis of HPLC-DAD and LC-Orbitrap_ESI-FTMS. The DPPH radical scavenging capacity assay of the 2019 Powder samples showed good results with high antioxidant capacity for MO50% extract (>85%), followed by MO40% extract (>62%), MO30% extract (30.42%) and extract MO20% (21.33%), also being noticeable that the antioxidant capacity was concentration dependent. Samples of MO powder extracts collected in 2021 showed that extracts collected in June, July and August using a high percentage of alcohol (50% and 75%) during the extractive process showed an IC50 result of less than 50 µg/mL. The MO tea samples collected in 2021 consolidated the study of antioxidant activity, showing that hydroalcoholic extracts with a lower percentage of alcohol (MO25% tea extract) had lower antioxidant activity than the extracts with a higher percentage of alcohol used in the extraction (MO50% tea and MO75% tea). The MO powder samples showed higher antioxidant capacity than the MO tea samples. The MO powder samples exhibited significant total flavonoid contents between 1.14% and 2.35%, highlighting the months of June powder 50% with 2.35% and August powder 75% with 2.00%, 1, 14% August powder 50%, while the months of January and February showed values between 0.67% and 0.98% of total flavonoids, respectively.The analysis of the total phenol content showed a high content in the months of intense sunlight with values of 13.39% and 8.38% for the months of January and February, respectively; while the rainy months (June, July and August) showed minimal variation with values between 5.39% (July) and 5.78% (June). The LCMS assay using the analytical standards method identified the presence of acid flavonoids caffeic acid, 2-coumaric acid, umbelliferone, p-coumaric acid, vitexin, rutin, quercetin, kaempferol, luteolin, apigenin, pinocembrin at high intensities in samples of moringa extract February and July 75% powder. The LC-MS assay also detected the presence of isoquercitrin, quercetin 3-O-malonylglucoside (m/z 550.0927), kaempferol 3-O-(6´´-malonylglucoside) (m/z 489.1493) and kaempferol 3-O-glucoside (m/z 447.2616) known as astragalin based on scientific literature data. In general, the antioxidant activity and flavonoid content of MO powder extracts increased in the months of heavy rainfall (June, July and August), decreasing significantly in the months with low rainfall. While the total phenol content was higher in the months of intense sunshine and lower in the rainy months. The LC-MS data corroborate this information with lower values for ferulic acid and caffeic acid (February sample) and higher values for flavonoids (vitexin, rutin, quercetin, kaempferol, luteolin) in the July sample.

     

     
4
  • MARIA LUIZA DAL PONT MACHADO
  • Efeito hepatoprotetor induzido por alpha-terpineol em ratos espontaneamente hipertensos e infartados por isoproterenol



     
  • Orientador : EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • CAMILLA CAMERINO SANTANA
  • Data: 27/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: O α-terpineol (TPN) é um monoterpeno obtido da resina do caule de Protium heptaphyllum. Esse composto apresenta atividade farmacológicas, tais como atividades anti-obesidade, anti-inflamatória e em Ratos Espontaneamente Hipertensos (SHR) e infartados pelo modelo isoproterenol também se observou atividade cardioprotetora. O isoproterenol (ISO) ocasiona distúrbios metabólicos nos hepatócitos, estimulando desse modo o armazenamento de ácidos graxos nas vesículas, induzindo assim esteatose hepática não alcoolica. Desse modo o objetivo desse estudo foi verificar os efeitos hepatoproteores do TPN em ratos SHR e infartados contra o dano hepático induzido pelo ISO. Metodologia: Os protocolos experimentais foram aprovados pelo CEUA / UFAL nº09 / 2015. Sendo assim, ratos machos foram alocados em 5 grupos e tratados por 15 dias (n = 5): (G1 = salina 0,9% V.O./ d); (G2 = salina infartado 0,9% V.O./d + ISO 85 mg / kg 2x s.c); (G3 = TPN 25 mg / kg V.O./d); (G4 = TPN 50 mg / kg V.O./d) E (G5 = TPN 75 mg / kg V.O./d). No 16º dia, os ratos foram anestesiados (Ketamina 80 mg / kg + Xilazina 4 mg / kg i.p.) e os testes morfométricos foram realizados de acordo com os métodos de Scherle. Os testes morfológicos foram examinados sob luz por estereoscopia, enquanto que os níveis lipídicos foram estimados pelas dosagens de colesterol total e dosagens de triglicerídeos dos soros sanguíneos. Os resultados foram expressos como média ± EPM e analisados estatisticamente por ANOVA one way seguido do pós teste de Newman-Keuls considerado significante quando * p <0,05, ** p <0,001 e *** p <0,0001.Resultados: Peso do fígado (G1 = 6,92 ± 0,22g / g * vs. G2 = 8,67 ± 0,3g / g), (G4 = 6,40 ± 0,36g / g * vs. G2 = 8,67 ± 0,31g / g), (G5 = 5,22 ± 0,7g / g *** vs. G2 = 8,67 ± 0,31g / g) e (G3 = 7,44 ± 0,6g / g vs. G5 = 5,22 ± 0,7g / g), razão peso do fígado por corpo peso (G3 = 1,86 ± 0,05g / g * vs. G4 = 2,44 ± 0,16g / g), (G3 = 1,86 ± 0,05g / g ** vs G5 = 2,64 ± 0,23g / g), (G4 = 2,44 ± 0,16 g / g * vs G2 = 1,68 ± 0,05 g / g) e (G5 = 2,64 ± 0,23 g / g ** vs. G2 = 1,68 ± 0,05 g / g) e razão peso do fígado pelo peso do fêmur (G1 = 65,7 ± 9,24g / g **** vs. G2 = 547,4 ± 7,15g / g), (G3 = 834,4 ± 9,51g / g **** vs. G2 = 547,4 ± 7,15g / g). Através dos aspectos morfológicos e histopatológicos , observou-se que o TPN inibiu a esteatose hepática não alcoólica por danos da indução com isoproterenol, além disso o tratamento prévio com TPN inibiu de modo significante o aumento dos níveis de colesterol total (G1= 21,5 ± 1,0 vs. G2= 68,1 ± 1,2****), (G2= 68,1 ± 1,2****vs. G3 = 20,7 ± 1,3****), (G2= 68,1 ± 1,2**** vs. G4 = 22,6± 1,5****) e (G2= 68,1 ± 1,2****vs G5= 22,3 ± 4,6 ****) e triglicérides (G1= 23,4 ± 1,6 vs. G2= 353,4 ± 23,3 ****), (G2= 353,4 ± 23,3 vs. G3 = 28,9 ± 2,8****), (G2= 353,4 ± 23,3 vs. G4 = 27,5± 1,7****) e (G2= 353,4 ± 23,3 vs G5= 16,2 ± 1,5 ****), em todas as doses testadas. Além disso, após a curva de tolerância a glicose notou-se que houve reversão nessa curva, podendo também influenciar no metabolismo de glicose, no entanto novos estudos são necessários. Conclusão: Em conjunto, os resultados sugerem que a TPN tem um efeito hepatoprotetor, em ratos hipertensos e infartados.


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: The α- terpineol (TPN) is a monoterpene obtained from Protium hepthaphylum. That has several pharmacological activities such as: anti-inflammatory, anti-obesity and cardioprotection on Spontaneously Hypertensive Rats (SHR) by isoproterenol model. ISO evoked metabolic disturbance on hepatocytes, stimulate fatty acids storage on vesicles inducing non-alcoholic steatosis. The aims of this study were verify the hepatoprotective effects of TPN in SHR against liver damage induced by ISO. Methods: Experimental protocols were approved by the CEUA/UFAL nº09/2015. Male rats were allocated into 5 groups and treated for 15 days (n=5): (G1= saline 0.9% P.O/d); (G2= Infarcted saline 0.9% P.O./d + ISO 85mg/kg 2x s.c); (G3= TPN 25 mg/kg P.O./d); (G4=TPN 50 mg/kg P.O./d) and (G5=TPN 75 mg/kg P.O./d). On 16º day, rats were anesthetized (Ketamine 80 mg/kg + Xylazine 4 mg/kg i.p.) and morphometric tests were performed in accordance with Scherle´s methods. Morphology tests were examined under light by stereoscopy, while lipid levels were estimated by total cholesterol and triglyceride dosages of blood serum. The results were expressed as mean ± SEM, and analyzed statistically by ANOVA one-way followed by Newman- Keuls test considered significant when * p <0.05, ** p<0.001 and *** p< 0.0001. Results: Weight of the liver (G1= 6.92 ± 0.22g/g* vs. G2= 8.67 ± 0.3g/g), (G4= 6.40 ± 0.36g/g* vs. G2= 8.67 ± 0.31g/g), (G5= 5.22 ± 0.7g/g*** vs. G2= 8.67 ± 0.31g/g) and (G3= 7.44 ± 0.6g/g vs. G5= 5.22 ± 0.7g/g), reason liver weight by body weight (G3=1.86 ± 0.05g/g* vs. G4= 2.44 ± 0.16g/g), (G3=1.86 ± 0.05g/g** vs G5= 2.64 ± 0.23g/g), (G4= 2.44 ± 0.16g/g *vs. G2= 1.68 ± 0.05g/g) and (G5= 2.64 ± 0.23g/g** vs. G2= 1.68 ± 0.05g/g) and reason liver weight by femur weight (G1= 65.7± 9.24g/g**** vs. G2= 547.4 ± 7.15g/g), (G3= 834.4 ± 9.51g/g**** vs. G2= 547.4 ± 7.15g/g Through morphological and histopathological aspects, it was observed that TPN inhibited non-alcoholic hepatic steatosis due to damage caused by induction with isoproterenol, in addition, previous treatment with TPN significantly inhibited the increase in total cholesterol levels (G1= 21,5 ± 1,0 vs. G2= 68,1 ± 1,2****), (G2= 68,1 ± 1,2****vs. G3 = 20,7 ± 1,3****), (G2= 68,1 ± 1,2**** vs. G4 = 22,6± 1,5****) and (G2= 68,1 ± 1,2****vs G5= 22,3 ± 4,6 ****) and triglyceride G1= 23,4 ± 1,6 vs. G2= 353,4 ± 23,3 ****), (G2= 353,4 ± 23,3 vs. G3 = 28,9 ± 2,8****), (G2= 353,4 ± 23,3 vs. G4 = 27,5± 1,7****) and (G2= 353,4 ± 23,3 vs G5= 16,2 ± 1,5 ****), levels at all doses tested. In addition, after the glucose tolerance curve, it was noted that there was a reversal in this curve, which may also influence glucose metabolism, however further studies are needed. Conclusion: Taken together, the results indicate that TPN has a significant hepatoprotective effect, in hypertensive and infarcted rats.

5
  • LAISA CAROLINA GOMES DE BULHOES
  • Desenvolvimento e caracterização de glóbulos de alginato carreados com óleo essencial de Syzygium aromaticum (Cravo-da-índia) obtidos pela técnica de gelificação iônica e avaliação da atividade antioxidante

  • Orientador : IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • JOSE RUI MACHADO REYS
  • Data: 29/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Os óleos essenciais são substâncias complexas que possuem em sua composição diversos constituintes que conferem a esses óleos atividades biológicas.O cravo-da-índia (Syzygium aromaticum) é uma planta arbórea da família Myrtaceae que vem sendo utilizada na medicina desde os tempos antigos, possuindo uma atividade antioxidante, anestésica, inseticida e antimicrobiana.As técnicas de encapsulação são muito utilizada para a produção de fármacos, dando a esses produtos uma maior estabilidade protegendo os princípios ativos contra fatores extrínsecos e intrínsecos. A técnica de encapsulação por gelificação iônica consiste numa na produção de esferas por interações eletroestáticas entre polímeros iônicos e íons com cargas diferentes, afim de formar uma rede tridimensional, para o aprisionamento do composto ativo. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi desenvolver glóbulos de alginato carreados com óleo essencial de cravo-da-índia através da técnica de gelificação iônica, identificar e quantificar o principal marcador do óleo essencial de cravo, quantificar os fenóis totais e avaliar o potencial antioxidante e caracterizar termicamente os glóbulos de alginato carreados com o óleo essencial de cravo-da-índia. Os glóbulos foram obtidos pela técnica de gelificação iônica. O óleo essencial e glóbulos foram avaliados quanto a atividade antioxidante pelos métodos de DPPH. A quantificação dos fenóis totais foi feita pelo método de Folin-Ciocalteau. A identificação e a quantificação do principal marcador do óleo foram feitas por CG-EM. As estabilidades termogravimétricas dos glóbulos foram avaliadas pelo TGA e DSC. Foram encontrados respectivamente no óleo essencial e glóbulos de alginato a 1% e 2% teores de 1190,66, 714,84 e 433,43 mg EAG g-1 de compostos fenólicos totais. O método antioxidante DPPH foram observadas atividades elevadas onde no OE o percentual foi de 28,16% a 80,27% e nos glóbulos de alginato a 1% 12,90%a 59,36%, glóbulos de alginato a 2% 11,19% a 31,79%. O eugenol foi o composto majoritário do óleo essencial com um teor de 83,73. A eficiência de encapsulação foi de 7,12% na formulação de alginato 1% e de 10,22% na formulação de alginato 2%.Os glóbulos apresentaram com aparência translúcida, enquanto aquelas com o óleo apresentaram-se com coloração opaca, mais próxima ao branco. A análise térmica demostrou uma boa estabilidade para os glóbulos. O processo de gelificação iônica obteve êxito dando uma maior estabilidade térmica ao óleo essencial de cravo, mantendo suas propriedades biológicas.




  • Mostrar Abstract
  • Essential oils are complex substances that have in their composition several constituents that give these oils biological activities. The clove (Syzygium aromaticum) is an arboreal plant of the Myrtaceae family that has been used in medicine since ancient times, possessing an antioxidant, anesthetic, insecticidal and antimicrobial activity. The encapsulation technique by ionic gelation consists of producing spheres by electrostatic interactions between ionic polymers and ions with different charges, in order to form a three-dimensional network, for the entrapment of the active compound. In this context, the objective of this work was to develop alginate globules loaded with clove essential oil through the ionic gelation technique, identify and quantify the main marker of clove essential oil, quantify the total phenols and evaluate the antioxidant potential and thermally characterize the alginate globules carried with clove essential oil. The globules were obtained by the ionic gelation technique. Essential oil and globules were evaluated for antioxidant activity by DPPH methods. Quantification of total phenols was performed using the Folin-Ciocalteau method. Identification and quantification of the main oil marker were performed by GC-MS. The thermogravimetric stabilities of the globules were evaluated by TGA and DSC. Contents of 1190.66, 714.84 and 433.43 mg EAG g-1 of total phenolic compounds were found in the essential oil and globules of 1% and 2% alginate, respectively. The DPPH antioxidant method showed high activities where in the EO the percentage was from 28.16% to 80.27% and in the 1% alginate globules 12.90% to 59.36%, 2% alginate globules 11, 19% to 31.79%. Eugenol was the major compound in the essential oil with a content of 83.73. The encapsulation efficiency was 7.12% in the 1% alginate formulation and 10.22% in the 2% alginate formulation. The globules presented a translucent appearance, while those with the oil presented an opaque color, closer to white. Thermal analysis showed good stability for the globules. The ionic gelation process was successful, providing greater thermal stability to the clove essential oil, maintaining its biological properties.

     

     
6
  • SAULO VITOR SILVA
  • ESTUDO DE COMPATIBILIDADE E ESTABILIDADE TÉRMICA DA PRÓPOLIS VERMELHA ASSOCIADA A DIFERENTES EXCIPIENTES NA OBTENÇÃO DE MEMBRANAS POLIMÉRICAS

  • Orientador : IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • JOSE RUI MACHADO REYS
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 29/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • A própolis vermelha de Alagoas é uma resina pegajosa feita por uma mistura complexa de substâncias biologicamente ativas com grande potencial biotecnológico. Diversos estudos apontaram que extratos de própolis vermelha tem uma ampla variedade de atividades biológicas como antioxidante. Os ensaios de compatibilidade fármaco-excipiente é uma das fases mais fundamentais no processo de pesquisa de pré-formulação. Diante do exposto, esta pesquisa tem o objetivo de avaliar compatibilidade e estabilidade térmica da própolis vermelha associada a diferentes excipientes na obtenção de membranas poliméricas. O extrato etanólico de própolis vermelha por maceração. Foram realizados ensaios de quantificação do teor de compostos fenólicos, pelo método do reagente de Folin-Ciocalteu, e de flavonoides, pelo método com cloreto de alumínio, do EEPV. E realizada a investigação da atividade antioxidante do EEPV pelo método DPPH. Foram elaboradas as membranas sintéticas pelo método de evaporação do solvente. E foram analisadas as propriedades físico-químicas de estabilidade térmica das membranas, dos componentes, e das misturas binárias por Análise Termogravimétrica (TGA) e Análise Calorimétrica de Varredura Diferencial (DSC). Foi avaliado que o teor de compostos fenólicos totais foi de 208,0 mg EAG.g-1, e o teor de flavonoides totais foi de 45,3 mg EAG.g-1. A análise das atividades antioxidantes do EEPV pelo método DPPH variaram entre 59,36% e 88,31%. O perfil térmico obtido pelo TGA do EEPV apresentou 4 eventos de degradação térmica, nenhum foi sobreposto. O segundo evento (início: 82,01 °C, fim: 135,29 °C e perda de massa de 12,83%). As análises térmicas de termogravimetria (TGA) mostraram o benzoato de sódio como o excipiente mais estável. Segunda curva (início: 514,77 °C, fim: 562,11 °C e perda de massa de 44,79%). O propilenoglicol foi o excipiente menos estável. Seu segundo evento térmico (início: 117,43 °C, fim: 147,35 °C e perda de massa de 82,57%). As membranas e as misturas binárias foram obtidas com êxito e apresentaram aspecto uniforme. A membrana MX1 apresentou 7 eventos de degradação térmica, sendo que se apresentaram sobrepostos o 1º com o 2º, o 3º com o 4º, e o 6º com o 7º. O segundo evento térmico (início: 54,75 °C, fim: 104,48 °C e perda de massa de 15,88%). A curva de decomposição do EEPV por DSC apresentou dois eventos térmicos. O primeiro processo de transição foi endotérmico (início: 153,32 °C; fim: 364,35 °C; pico: 346,48 °C; entalpia: -152,62 J/g). A curva da mistura binária EEPV + benzoato de sódio apresentou 6 eventos térmicos. O primeiro evento foi endotérmico (início: 35,12 °C; fim: 79,85 °C; pico: 61,38 °C; entalpia: -36,04 J/g). A curva de decomposição da MX1 por DSC apresentou 4 processos de transição. Sendo o primeiro e o terceiro endotérmico, e o segundo e quarto exotérmico. O primeiro (início em 126,49 °C, final em 136,09, e entalpia de -21,53 J/g). Assim, o extrato etanólico própolis vermelha apresentou uma boa estabilidade térmica. E, dentre os excipientes, o benzoato de sódio foi o mais térmica mente estável. Em contrapartida, o propilenoglicolfoi o excipiente com menor estabilidade térmica. E todos os excipientes mostraram-se compatíveis com o extrato etanólico própolis vermelha. Todas as membranas foram obtidas com êxito, porém as análises termogravimétricas (TGA) determinaram que a MX1 tem uma melhor estabilidade térmica.



  • Mostrar Abstract
  • Red propolis from Alagoas is a sticky resin made from a complex mixture of biologically active substances with great biotechnological potential. Various studies have shown that red propolis extracts have a wide variety of biological activities as an antioxidant. Drug-excipient compatibility testing is one of the most fundamental phases in the pre-formulation research process. Given the above, this research aims to evaluate compatibility and thermal stability of red propolis associated with different excipients in obtaining polymeric membranes. The ethanolic extract of red propolis by maceration. Assays were carried out to quantify the content of phenolic compounds, using the Folin-Ciocalteu reagent method, and flavonoids, using the aluminum chloride method of the EEPV. The investigation of the antioxidant activity of EEPV was carried out using the DPPH method. Synthetic membranes were prepared using the solvent evaporation method. And the physical-chemical properties of thermal stability of membranes, components, and binary mixtures were analyzed by Thermogravimetric Analysis (TGA) and Differential Scanning Calorimetric Analysis (DSC). It was estimated that the content of total phenolic compounds was 208.0 mg EAG.g-1, and the total flavonoid content was 45.3 mg EAG.g-1. The analysis of the antioxidant activities of EEPV by the DPPH method varied between 59.36% and 88.31%. The thermal profile obtained by the EEPV TGA showed 4 thermal degradation events, none of which were superimposed. The second event (onset: 82.01 °C, endset: 135.29 °C and mass loss of 12.83%). Thermogravimetric thermal analyzes (TGA) showed sodium benzoate as the most stable excipient. Second curve (onset: 514.77 °C, endset: 562.11 °C and mass loss of 44.79%). Propylene glycol was the least stable excipient. Its second thermal event (onset: 117.43 °C, endset: 147.35 °C and 82.57% mass loss). Membranes and binary mixtures were successfully obtained and presented a uniform appearance. The MX1 membrane presented 7 thermal degradation events, with the 1st overlapping with the 2nd, the 3rd with the 4th, and the 6th with the 7th. The second thermal event (onset: 54.75 °C, endset: 104.48 °C and mass loss of 15.88%). The EEPV decomposition curve by DSC showed two thermal events. The first transition process was endothermic (onset: 153.32 °C; endset: 364.35 °C; peak: 346.48 °C; enthalpy: -152.62 J/g). The EEPV + sodium benzoate binary mixture curve showed 6 thermal events. The first event was endothermic (onset: 35.12 °C; endset: 79.85 °C; peak: 61.38 °C; enthalpy: -36.04 J/g). The MX1 decomposition curve by DSC showed 4 transition processes. The first and third being endothermic, and the second and fourth exothermic. The first (onset: 126.49 °C, endset at 136.09, and enthalpy: -21.53 J/g). Thus, the red propolis ethanolic extract showed good thermal stability. And, among the excipients, sodium benzoate was the most thermally stable. In contrast, propylene glycol was the excipient with the lowest thermal stability. And all excipients were compatible with red propolis ethanolic extract. All membranes were successfully obtained, however thermogravimetric analysis (TGA) determined that MX1 has better thermal stability.

7
  • ERIKA ELITA ARAUJO LESSA
  • Análise dos problemas relacionados com o sono e sua associação com adesão de medicamentos: a importância do cuidado farmacêutico nos pacientes com doença renal crônica.

     

     
  • Orientador : ELIANE APARECIDA CAMPESATTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE APARECIDA CAMPESATTO
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • JOSE RUI MACHADO REYS
  • Data: 30/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Análise dos problemas relacionados com o sono e sua associação com adesão de medicamentos: a importância do cuidado farmacêutico nos pacientes com doença renal crônica.

    A doença renal crônica (DRC) é considerada um problema de saúde pública mundial, principalmente em países de baixa e média renda, por estarem menos preparados para lidar com a prevenção, tratamento e progressão da DRC. A detecção precoce da DRC e o acompanhamento terapêutico de pacientes com hipertensão e diabetes são necessários para reduzir a morbimortalidade. O estágio 3 e os estágios avançados 4 e 5 da DRC foram associados a 2,2 milhões de mortes na população global, mais da metade foram de doenças cardiovasculares, enquanto 0,96 milhão de mortes foram relacionadas à doença renal terminal. Além disso, os riscos aumentam quando os medicamentos prescritos não são aderidos. Os pacientes fazem hemodiálise três vezes por semana, começando no início da manhã, e podem ocorrer alterações crônicas nos horários do sono por acordar cedo ou dormir tarde. Na literatura já está bem evidenciado a prevalência de distúrbios do sono e baixa adesão de medicamentos em paciente com DRC, mas há poucos estudos sobre os problemas relacionados ao sono se estão associados com a baixa adesão de medicamentos. Além disso, até o momento do estudo, não havia relatos na literatura sobre a identificação de cronotipo circadiano e ocorrência de jetlag social em pacientes de hemodiálise. Diante disso, o estudo tem como objetivo analisar o comportamento da preferência circadiana e os problemas relacionados com o sono se estão associados com adesão terapêutica nos pacientes em hemodiálise. Foi realizado um estudo transversal com 108 pacientes com DRC que realizam tratamento de hemodiálise em três hospitais de Maceió no período de junho a novembro de 2022. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista com o paciente utilizando os seguintes questionários validados: Índice de qualidade de sono de Pittsburgh – PSQI, Escala de sonolência diurna EPWORTH, Escala de fadiga de Chalder, Escala de Adesão Terapêutica Morisky (MMAS-8), Questionário dos fatores de risco de apneia obstrutiva do sono – STOP-Bang, Morningness Eveningness Questionnaire – MEQ e Munich Chronotype Questionnaire - MCQT. Também foram abordadas perguntas sobre condições de saúde, hábitos de vida, dados sociodemográficos e medicação de uso contínuo. Os principais resultados obtidos, os pacientes tinham preferência circadiana matutina (56,5%), dentre as doenças concomitantes, a hipertensão foi a mais frequente (60,2%), os pacientes usavam celular antes de dormir (61,1%) e 13% excediam o uso de celular por mais de 2 horas. A curta duração do sono foi observada nos pacientes, 62,9% tiveram uma duração de sono < 6 horas, má qualidade do sono (81,5%), prevalência de alto risco da síndrome de apneia obstrutiva do sono (64,8%), baixa adesão à medicação (72,2%) e ocorrência de jetlag social em pacientes mais de 1 hora (56,5%). %). As associações foram significativas entre sonolência diurna, fadiga e cronotipo com adesão terapêutica. Portanto, os resultados indicam problemas preocupantes que podem levar a complicações nas comorbidades e piorar o prognóstico. Os ensaios clínicos reforçam a importância para estudos futuros para determinar o melhor método ou combinação de diferentes métodos para gerenciar a adesão de medicamentos e integrar o cuidado farmacêutico na rotina diária dos pacientes.

     




  • Mostrar Abstract
  • Chronic kidney disease (CKD) is considered a global public health problem, especially in low- and middle-income countries, as they are less prepared to deal with the prevention, treatment and progression of CKD. Early detection of CKD and therapeutic follow-up of patients with hypertension and diabetes are necessary to reduce morbidity and mortality. Stage 3 and advanced stages 4 and 5 of CKD were associated with 2.2 million deaths in the global population, more than half of which were from cardiovascular disease, while 0.96 million deaths were related to end-stage renal disease. Furthermore, risks increase when prescribed medications are not adhered to. Patients undergo hemodialysis three times a week, starting early in the morning, and there may be chronic changes in sleep schedules due to waking up early or sleeping late. In the literature, the prevalence of sleep disorders and poor medication adherence in patients with CKD are well evidenced, but there are few studies on whether sleep-related problems are associated with poor medication adherence. In addition, until the time of the study, there were no reports in the literature on the identification of circadian chronotype and occurrence of social jetlag in hemodialysis patients. In view of this, the study aims to analyze the behavior of circadian preference and sleep-related problems if they are associated with therapeutic adherence in patients on hemodialysis. A cross-sectional study was carried out with 108 patients with CKD undergoing hemodialysis treatment in three hospitals in Maceió from June to November 2022. Data collection was performed through interviews with the patient using the following validated questionnaires: Pittsburgh Sleep Quality – PSQI, EPWORTH Daytime Sleepiness Scale, Chalder Fatigue Scale, Morisky Therapeutic Adherence Scale (MMAS-8), Obstructive Sleep Apnea Risk Factor Questionnaire – STOP-Bang, Morningness Eveningness Questionnaire – MEQ and Munich Chronotype Questionnaire - MCQT. Questions about health conditions, life habits, sociodemographic data and continuous use medication were also addressed. The main results obtained, patients had a morning circadian preference (56.5%), among the concomitant diseases, hypertension was the most frequent (60.2%), patients used cell phones before going to sleep (61.1%) and 13% exceeded cell phone use for more than 2 hours. Short sleep duration was observed in patients, 62.9% had a sleep duration < 6 hours, poor sleep quality (81.5%), high-risk prevalence of obstructive sleep apnea syndrome (64.8% ), low adherence to medication (72.2%) and occurrence of social jetlag in patients for more than 1 hour (56.5%). The associations were significant between daytime sleepiness, fatigue and chronotype with therapeutic adherence. Therefore, the results indicate worrisome problems that can lead to complications in comorbidities and worsen the prognosis. Clinical trials reinforce the importance for future studies to determine the best method or combination of different methods to manage medication adherence and integrate pharmaceutical care into patients' daily routine.

8
  • ANDERSON LOPES PIMENTEL
  • Uso de Medicamentos e Substâncias Psicoativas por Estudantes da UFAL Durante a Pandemia de COVID-19

  • Orientador : MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOSE RUI MACHADO REYS
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 30/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • A Pandemia causada pelo SARS-CoV-2 é considerada o maior problema de saúde pública enfrentado pela humanidade nesse século. Tem sido a responsável por provocar importantes mudanças no estilo de vida, nas relações interpessoais refletindo em aumento da violência doméstica, acidentes de trânsito, do desemprego, dos problemas psicológicos, alterações no consumo indevido e indiscriminado de drogas lícitas, ilícitas, e medicamentos, redução da qualidade de vida e bem estar, bem como redução da produtividade e escolaridade. Os estudantes compõem um segmento da população com considerável vulnerabilidade ao uso de substâncias psicoativas. Esse tema é alvo de pesquisas, pois o consumo de substâncias psicoativas pode impactar a vida acadêmica e pessoal do estudante. O objetivo do estudo é determinar o perfil dos estudantes da Universidade Federal de Alagoas, no âmbito da Toxicologia Psicossocial, quanto ao uso e padrão local de uso de substâncias psicoativas (lícitas, ilícitas e medicamentos), considerando a pandemia causada pelo novo coronavírus. Trata-se de um estudo quantitativo descritivo. Para a elaboração da pesquisa foram utilizados os instrumentos de triagem, AUDIT e ASSIST, direcionados aos graduandos, que permitiu a aplicação remota de um questionário. A análise estatística foi realizada com o auxílio do programa EpiInfo 7. Foi realizada a análise univariada para a descrição de variáveis quantitativas ao perfil social e de formação. Análise bivariada para identificação de associação entre as substâncias psicoativas e as variáveis sociais e de formação, com teste de Qui-quadrado e significância de 5%. Foram obtidas 256 respostas. Quanto ao AUDIT, 68,01% dos estudantes, referiram consumir álcool, com 6,64% apresentando comportamento sugestivo de abuso. Dos pesquisados, 14,69% informaram não conseguir parar de beber uma vez tendo começado. Observou-se mudanças no comportamento, sentimento de culpabilidade, e incapacidade de lembrar-se de fatos ao beber, além de uma tendência de aumento de uso de álcool em ambos os sexos durante a pandemia. O ASSIST apontou tendência de aumento do uso de derivados do tabaco, álcool e maconha, além do relato de significativo de consumo de antidepressivos e ansiolíticos. Reportado também o uso de cocaína/crack, anfetaminas, inalantes, sedativos e alucinógenos. Identificada uma relação entre os cursos da área de exatas e o aumento do uso de derivados do tabaco [(18,87%) p=0,0391], maconha [(20,75%) p=0,0066], ansiolíticos [(13,21%) p=0,9946], da área de humana e aumento do consumo de hipnóticos/sedativos [(11,58%) p=0,0202] e antideressivos [(18,95%) p=0,0489]. Assim, a pesquisa apontou uma diversificação no uso de substâncias psicoativas entre os universitários e a contribuição para traçar um perfil de consumo a fim de apoiar a elaboração de políticas internas voltadas aos graduandos quanto ao enfrentamento do uso dessas substâncias no meio acadêmico.



  • Mostrar Abstract
  • Use of medicines and psychoactive substances by UFAL students during the COVID-19 pandemic
    The Pandemic caused by SARS-CoV-2 is considered the biggest public health problem faced by humanity in this century. It has been responsible for causing important changes in lifestyle, in interpersonal relationships, resulting in an increase in domestic violence, traffic accidents, unemployment, psychological problems, changes in the undue and indiscriminate consumption of licit and illicit drugs, and medication, reduction quality of life and well-being, as well as reduced productivity and schooling. Students make up a segment of the population with considerable vulnerability to the use of psychoactive substances. This topic is the subject of research, as the consumption of psychoactive substances can impact the student's academic and personal life. The objective of the study is to determine the profile of students at the Federal University of Alagoas, within the scope of Psychosocial Toxicology, regarding the use and local pattern of use of psychoactive substances (licit, illicit and medicines), considering the pandemic caused by the new coronavirus. This is a descriptive quantitative study. For the elaboration of the research, the screening instruments, AUDIT and ASSIST, were used, aimed at undergraduates, which allowed the remote application of a questionnaire. Statistical analysis was performed using the EpiInfo 7 program. Univariate analysis was performed to describe quantitative variables related to the social and educational profile. Bivariate analysis to identify the association between psychoactive substances and social and educational variables, with the chi-square test and 5% significance. 256 responses were obtained. As for the AUDIT, 68.01% of the students reported consuming alcohol, with 6.64% presenting behavior suggestive of abuse. Of those surveyed, 14.69% reported not being able to stop drinking once they started. Changes in behavior, feelings of guilt, and inability to remember facts when drinking were observed, in addition to a trend towards increased alcohol use in both sexes during the pandemic. The ASSIST pointed to an increasing trend in the use of tobacco, alcohol and marijuana derivatives, in addition to the report of significant consumption of antidepressants and anxiolytics. The use of cocaine/crack, amphetamines, inhalants, sedatives and hallucinogens was also reported. A relationship was identified between exact sciences courses and increased use of tobacco derivatives [(18.87%) p=0.0391], marijuana [(20.75%) p=0.0066], anxiolytics [ (13.21%) p=0.9946], from the human area and increased consumption of hypnotics/sedatives [(11.58%) p=0.0202] and anti-adhesive drugs [(18.95%) p=0 .0489]. Thus, the research pointed to a diversification in the use of psychoactive substances among university students and the contribution to outline a consumption profile in order to support the elaboration of internal policies aimed at undergraduates regarding the confrontation of the use of these substances in the academic environment.

     
9
  • MAIRLA DOS SANTOS RODRIGUES
  • Controle da Pressão Arterial e Fatores Associados entre pacientes com Hipertensão Arterial Sistêmica e fatores associados no contexto da Pandemia de Covid-19.



     
  • Orientador : SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • VALTER ALVINO DA SILVA
  • Data: 31/03/2023

  • Mostrar Resumo
  •  

    Introdução: A hipertensão é uma das doenças crônicas mais prevalentes no Brasil e no mundo e tem sido uma das comorbidades de base mais relacionadas ao óbito por causas cardiovasculares. No contexto da Pandemia de covid-19, tem-se observado que estes pacientes apresentam maior risco de desenvolver quadros graves de infecção e sequelas no pós-covid, bem como pior prognóstico de sua doença de base. Deste modo faz-se necessário compreender como a covid-19 impactou na saúde de pacientes portadores de hipertensão. Objetivo: Avaliar a prevalência do controle da pressão arterial e fatores associados entre pacientes com hipertensão arterial sistêmica (HAS) no contexto da pandemia de covid-19. Métodos: Estudo transversal aninhado a um estudo de coorte retrospectivo realizado nos serviços ambulatoriais de cardiologia em hospitais de Maceió. Foram incluídos 110 pacientes com HAS em tratamento medicamentoso, para a obtenção dos dados optou-se pela aplicação de questionários por meio de entrevista presencial e análise da prescrição médica, bem como mensuração de medidas fisiológicas como pressão arterial, peso e altura. Para verificação da adesão terapêutica ao medicamento anti-hipertensivo foi aplicada a escala Brief Medication Questionaire (BMQ). Resultados: A média de idade foi de 58,2 anos (DP= 11,3) com o predomínio do sexo feminino 68,2%. Quanto ao tratamento para HAS, 43,64% estavam em terapia dupla e a média de medicamentos por paciente foi 2,14. Apenas 32 (29,1%) participantes apresentaram o controle da pressão arterial, contraditoriamente 67,3% apresentavam boa adesão ao tratamento da HAS. A pressão arterial sistólica média foi de 138,05 mmHg (DP= 19,9) e pressão arterial diastólica média foi de 81,20 mmHg (DP= 11,6). A prevalência de covid-19 entre os hipertensos foi de 37,3% (n=41) destes 39 fizeram tratamento para covid, contudo, apenas 25 referiram lembrar dos medicamentos, 69 fármacos relatados, com uma média de 2,76 medicamentos por entrevistado. Por outro lado, 35,5% (n=39) dos pacientes se automedicaram como forma de prevenção para covid-19, um total de 50 medicamentos foram mencionados, com uma média de 1,28 medicamentos por paciente. Dos quais a ivermectina foi o mais prevalente 42%. As sequelas do pós-covid tiveram uma frequência de 58,5% (n=24) no grupo que referiu ter covid-19 (n=41), o problema de saúde mais relacionado após a infecção foi a fadiga com 37,5% (n=9) neste subconjunto. Conclusão: A baixa prevalência de covid-19 entre os entrevistados possivelmente limitou-se devido ao viés de sobrevivente. Para este grupo ter tido covid-19 não esteve relacionado a uma pior situação clínica da doença de base (HAS), fatores associados ao não controle da HAS foram as medidas de IMC circunferência abdominal masculina.



  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Hypertension is one of the most prevalent chronic diseases in Brazil and in the world and has been one of the underlying comorbidities most related to death from cardiovascular causes. In the context of the Covid-19 pandemic, it has been observed that these patients are at greater risk of developing severe infections and post-covid sequelae, as well as a worse prognosis for their underlying disease. In this way, it is necessary to understand how covid-19 has impacted the health of patients with hypertension. Objective: To assess the prevalence of blood pressure control and associated factors among patients with systemic arterial hypertension (SAH) in the context of the covid-19 pandemic. Methods: Cross-sectional study nested within a retrospective cohort study carried out in outpatient cardiology services in hospitals in Maceió. A total of 110 patients with SAH undergoing drug treatment were included. In order to obtain the data, questionnaires were applied through face-to-face interviews and analysis of the medical prescription, as well as measurement of physiological measures such as blood pressure, weight and height. To verify therapeutic adherence to antihypertensive medication, the Brief Medication Questionnaire (BMQ) scale was applied. Results: The mean age was 58.2 years (SD= 11.3) with a predominance of females 68.2%. As for treatment for SAH, 43.64% were on dual therapy and the average number of medications per patient was 2.14. Only 32 (29.1%) participants had blood pressure control, contradictorily 67.3% had good adherence to the SAH treatment. Mean systolic blood pressure was 138.05 mmHg (SD=19.9) and mean diastolic blood pressure was 81.20 mmHg (SD=11.6). The prevalence of covid-19 among hypertensive patients was 37.3% (n=41) of these 39 underwent treatment for covid, however, only 25 reported remembering the medications, 69 reported drugs, with an average of 2.76 medications per respondent . On the other hand, 35.5% (n=39) of patients self-medicated as a means of preventing covid-19, a total of 50 medications were mentioned, with an average of 1.28 medications per patient. Of which ivermectin was the most prevalent 42%. Post-covid sequelae had a frequency of 58.5% (n=24) in the group that reported having covid-19 (n=41), the most related health problem after infection was fatigue with 37.5% (n=9) in this subset. Conclusion: The low prevalence of covid-19 among respondents was possibly limited due to survivor bias. For this group, having had covid-19 was not related to a worse clinical situation of the underlying disease (SAH), factors associated with non-control of SAH were BMI measurements of male abdominal circumference.



10
  • HILDA CAROLINE DO NASCIMENTO SANTOS
  • Produção e avaliação da atividade leishmanicida de extratos de fungos isolados da Antártica e prospecção tecnológica de metabólitos fúngicos.

  • Orientador : MAGNA SUZANA ALEXANDRE MOREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • MAGNA SUZANA ALEXANDRE MOREIRA
  • ALYSSON WAGNER FERNANDES DUARTE
  • AMANDA EVELYN DA SILVA
  • Data: 18/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose é uma doença negligenciada, infecciosa e não contagiosa que é causada por parasitos do gênero Leishmania. A Leishmania possui duas formas evolutivas, a promastigota e a amastigota, e duas manifestações clínicas principais: tegumentar e visceral, sendo esta última a de maior preocupação, pois, caso não seja tratada pode levar o paciente a óbito. Apesar da grande complexidade da doença, o arsenal terapêutico ainda é bastante limitado, sendo os antimoniais pentavalentes a primeira escolha e fármacos como anfotericina b e pentamidina como segunda escolha. Porém, essa terapia apresenta efeitos adversos indesejáveis, além de uma significativa citotoxicidade e resistência parasitária. Diante desta problemática, o presente estudo avaliou extratos de fungos produtores de metabólitos secundários oriundos da Antártica, bem como realizou uma revisão patentária acerca da atividade leishmanicida de metabólitos fúngicos. No estudo experimental, foi produzida a biomassa desses fungos, extração com solventes de acetato de etila e acetona, concentração do pigmento, secagem, diluição, testes de viabilidade celular (MTT) e de avaliação da atividade leishmanicida frente a forma promastigota de L. amazonensis e L. chagasi. Foram produzidos extratos de leveduras (19L15, 4L2, 2L19, NL1 e GL19) e de fungos filamentosos (4FFLQ2, 5YP4, 2FFLQ6 acetato, 2FFLQ6 acetona, 1EMP1, 3EMP4 e 2EMP4), testados nas concentrações de 100, 30, 10, 3, 1 e 0,3 µg/mL. No ensaio de viabilidade celular, o efeito citotóxico máximo encontrado dos extratos de leveduras foi de 40,54 ± 3,37%; 24,37 ± 3,66%; 29,09 ± 3,57%; 6,28 ± 1,00%; 22,98 ± 1,63%, respectivamente. O efeito citotóxico dos fungos filamentosos foi de: 60,53 ± 2,50%; 67,33 ± 1,51%; 19,68 ± 6,62%; 19,68 ± 6,62%; 23,38 ± 7,16%; 17,30 ± 10,59%; 29,08 ± 18,80% e NA. Já no ensaio para avaliar a atividade leishmanicida, os extratos de leveduras testados (nas duas espécies) e de fungos filamentosos (para L. chagasi) não conseguiram ser letais para os parasitos até a máxima concentração testada, que foi 100 µg/mL. Os extratos 2FFLQ6 acetato e 2FFLQ6 acetona apresentaram efeito máximo de 74,36 ± 4,10% e 84,62 ± 5,32% contra a espécie de L. amazonensis, sendo assim necessária a realização de mais estudos na área. Na revisão patentária, foram selecionadas quatro patentes, onde estas demonstraram atividade contra as espécies de L. major, L. amazonensis e L. donovani, além de uma baixa toxicidade. Apesar dos resultados, o assunto ainda é pouco abordado pela comunidade acadêmica e se faz necessária a continuação e o incentivo à pesquisa de bioprospecção utilizando isolados e extratos fúngicos.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is a neglected, infectious, and non-contagious disease caused by parasites of the genus Leishmania. Leishmania has two evolutionary forms, promastigote and amastigote, and two main clinical manifestations: cutaneous and visceral, with the latter being of greater concern as it can lead to the patient's death if untreated. Despite the complexity of the disease, the therapeutic arsenal remains limited, with pentavalent antimonials being the first choice and drugs like amphotericin B and pentamidine as the second choice. However, this therapy presents undesirable adverse effects, along with significant cytotoxicity and parasitic resistance. In light of this issue, the present study evaluated extracts from fungus producing secondary metabolites from Antarctica, and also conducted a patent review regarding the leishmanicidal activity of fungal metabolites. In the experimental study, the biomass of these fungi was produced, followed by solvent extraction using ethyl acetate and acetone, pigment concentration, drying, dilution, cell viability tests (MTT), and evaluation of leishmanicidal activity against the promastigote form of L. amazonensis and L. chagasi. Yeast extracts (19L15, 4L2, 2L19, NL1, and GL19) and filamentous fungus extracts (4FFLQ2, 5YP4, 2FFLQ6 acetate, 2FFLQ6 acetone, 1EMP1, 3EMP4, and 2EMP4) were produced and tested at concentrations of 100, 30, 10, 3, 1, and 0.3 µg/mL. In the cell viability assay, the maximum cytotoxic effect found for yeast extracts was 40.54 ± 3.37%; 24.37 ± 3.66%; 29.09 ± 3.57%; 6.28 ± 1.00%; 22.98 ± 1.63%, respectively. The cytotoxic effect of filamentous fungi was: 60.53 ± 2.50%; 67.33 ± 1.51%; 19.68 ± 6.62%; 19.68 ± 6.62%; 23.38 ± 7.16%; 17.30 ± 10.59%; 29.08 ± 18.80%, and NA. In the assay to evaluate leishmanicidal activity, the tested yeast extracts (for both species) and filamentous fungus extracts (for L. chagasi) were not lethal to the parasites even at the maximum tested concentration of 100 µg/mL. The extracts 2FFLQ6 acetate and 2FFLQ6 acetone exhibited a maximum effect of 74.36 ± 4.10% and 84.62 ± 5.32% against the L. amazonensis species, suggesting the need for further studies in this area. In the patent review, four patents were selected, which demonstrated activity against L. major, L. amazonensis, and L. donovani species, along with low toxicity. Despite the results, the subject is still underexplored by the academic community, and the continuation and encouragement of bioprospecting research using fungal isolates and extracts is warranted.

11
  • CLARA ANDREZZA CRISOSTOMO BEZERRA COSTA
  • DETERMINAÇÃO DA ESTABILIDADE TÉRMICA E DEGRADAÇÃO DAS ACRILAMIDAS LQM330, LQM333, LQM336 E LQM338 ATIVAS CONTRA O VÍRUS CHIKV

     
  • Orientador : EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • ALAN JOHN DUARTE DE FREITAS
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • Data: 21/08/2023

  • Mostrar Resumo

  • A caracterização de sólidos para o desenvolvimento de fármacos e medicamentos é essencial para assegurar o beneficiamento, o transporte e o armazenamento dos produtos finais. As acrilamidas são substâncias orgânicas, dentro delas, algumas são ativas contra os vírus Dengue (DENV) e Zika (ZIKV), apresentando ação biológica significativa e baixa toxicidade em células humanas. Nas últimas décadas, notou-se o número crescente de casos suspeitos de infecção por Chikungunya (CHIKV), doença esta bastante negligenciada, com ausência de vacinação e de tratamentos. O estudo e a caracterização de moléculas ativas são de grande importância para alternativas terapêuticas ainda desconhecidas ou pouco exploradas. Assim, a caracterização por análises térmicas e técnicas analíticas complementares para sólidos são ferramentas essenciais para o desenvolvimento de novos medicamentos, pois elas fornecem dados sobre o comportamento térmico e a estrutura química dos materiais. O objetivo do trabalho foi determinar a estabilidade térmica e degradação das microestruturas de acrilamidas LQM330, 333, 336 e 338 ativas contra o vírus CHIKV. A caracterização das moléculas foi realizada por Termogravimetria (TG), Calorimetria exploratória diferencial (DSC), Espectrofotometria na Região do Ultravioleta e visível (UV-vis) e na região do infravermelho com transformada de Fourier (IVTF), Cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG/EM), Cromatografia líquida de alta-eficiência (CLAE) e Microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os resultados obtidos evidenciaram que as moléculas LQM330, 333, 336 e 338 apresentaram purezas por CG/EM e CLAE na faixa de 92,50 a 99,55 e de 99,81 a 98,88%. As curvas da TG demonstraram que as moléculas são estáveis em diferentes taxas de aquecimento (10, 20,30,40e50ºC/mim). O perfil de decomposição térmica é muito similar entre as acrilamidas, com presença de evento endotérmico, com exceção da amostra LQM330 que apresentou eventos exotérmicos por DSC, esta técnica também forneceu dado sobrea pureza das moléculas na faixa de96,31%a 98,82%. Os espectros de UVvis evidenciaram que os picos máximos de absorção foram em torno de 220 a 335 nm. Já os espectros de IVTF demonstraram a presença do estiramento C=O e estiramentos N-H. As amostras apresentaram morfologia heterogêneas, quebradiças e com aglomerados no geral, com exceção das amostras em T600 °C que expõem formas de cubos inteiros e homogêneos, resultados estes verificados por MEV. Logo, a boa estabilidade térmica das moléculas confirmaram que elas são candidatas promissoras para o desenvolvimento de futuros medicamentos contra o vírus CHIKV e, que a caracterização por análises térmicas e as técnicas analíticas complementares forneceram dados específicos e cruciais para o avanço do setor farmacêutico.
    Análises térmicas; DSC; Fármacos; Medicamentos; TG

     

  • Mostrar Abstract
  • The characterization of solids for the development of pharmaceuticals and medicines is essential to ensure the processing, transport, and storage of final products. Acrylamides are organic substances, some of which are active against Dengue (DENV) and Zika (ZIKV) viruses, showing significant biological action and low toxicity in human cells. In recent decades, it has been noted a growing number of cases of pests infection by chikungunya (CHIKV), this disease, is quite neglected, with the absence of vaccination and treatments. The study and characterization of active molecules are of great importance for therapeutic alternatives still unknown or little explored. Thus, characterization by thermal analysis and complementary analytical techniques for solids are essential tools for the development of new drugs, as they provide data on the thermal behavior and chemical structure of materials. The work aimed to determine the thermal stability and degradation of the microstructures of acrylamides LQM330, 333, 336, and 338 active against the virus CHIKV. The characterization of the molecules was carried out by thermogravimetry (TG), Differential Scanning Calorimetry (DSC), Spectrophotometry in the Ultraviolet and Visible Region (UV-vis) It in the infrared region with Fourier transform (IRTF), Gas chromatography coupled to mass spectrometry (GC/IN), High-Performance Liquid Chromatography (HPLC) It is Scanning electron microscopy (SEM). The obtained results showed that LQM330 molecules, 333, 336, and 338 showed GC/MS and HPLC purities in the range of 92.50 to 99.55 and from 99.81 to 98.88%. The TG curves demonstrated that the molecules are stable at indifferent heating rates (10,20,30,40, and 50 ºC/min). Thermal decomposition profiles are very similar among acrylamides, with the presence of an endothermic event, except for sample LQM330 that presented exothermic events by DSC, this technique also provided data on the purity of the molecules in the range of 96.31% to 98.82%. The UV-vis spectra evidenced that the speak maximums of absorption for around 220 to 335 nm. Already the IR spectra TF demonstrated the presence of C=O stretching and NH stretching. The samples showed morphology heterogeneous, brittle with clusters in general, except for samples at T600 C that expose Forms of whole and homogeneous cubes, results verified by SEM. Soon, the good thermal stability of the molecules confirmed that they are promising candidates for the development of future drugs against the virus CHIKV and, that characterization by thermal analysis and complementary analytical techniques provided specific and crucial data for the advancement of the pharmaceutical sector.

     

     
12
  • FABIO SOUZA MOURA
  • Prospecção Tecnológica e Avaliação do Potencial Leishmanicida de Extratos Pirolenhosos

  • Orientador : ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • CAMILA CALADO DE VASCONCELOS
  • AMANDA EVELYN DA SILVA
  • Data: 29/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose ainda é uma das doenças mais negligenciadas no mundo afetando milhões de pessoas principalmente em países pobres e subdesenvolvidos. No Brasil, essa parasitose é classificada como um problema de saúde pública de restrito arsenal terapêutico. Diante desse cenário,os extratos pirolenhosos têm chamado a atenção de muitos pesquisadores, haja vista que o seu beneficiamento pode contribuir para o desenvolvimento de entidades químicas com potencial farmacológico. Esta pesquisa tem o objetivo de realizar uma prospecção tecnológica sobre o potencial terapêutico desses extratos e avaliar a sua ação citotóxica e leishmanicida. No exercício de prospecção tecnológica foram realizadas buscas de patentes depositadas em plataformas especializadas no período de 2012 – 2022. Para o estudo experimental foram utilizados sete extratos oriundos de vegetais típicos da flora brasileira. Os ensaios foram realizados em macrófagos da linhagem J774.A1 e nas formas evolutivas de promastigota das espécies Leishmania amazonensis e Leishmania chagasi. A prospecção revelou o patenteamento de tecnologias que utilizam o extrato pirolenhoso com finalidade terapêutica. Os ensaios farmacológicos demonstraram efeitos leishmanicidas (100%± 0,00) nas formas evolutivas avaliadas. O extrato do Pennisetum purpureum (95,13% ± 0,09) foi o que apresentou maior atividade citotóxica sobre as células dos macrófagos. Os extratos da Mimosa tenuiflora (CI50- 0,01%) e da Elaeis guineenses (CI50 - 0,03%) foram os que demonstram as maiores potências sobre as espécies L. amazonensis e L. chagasi, respectivamente. Os resultados obtidos na prospecção tecnológica associados aos apresentados nos ensaios  farmacológicos indicam que estudos precisam ser implementados com a finalidade de avaliar a segurança na utilização dos extratos pirolenhosos com finalidade terapêutica.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is still one of the most neglected diseases in the world, affecting millions of people mainly in poor and underdeveloped countries. In Brazil, leishmaniasis is a public health problem due to its ease of propagation and ability to cause epidemics. Given this scenario, pyroligneous extracts have drawn the attention of many researchers, given that their processing can contribute to the development of chemical entities with pharmacological potential. In the Technological Prospecting carried out, it was possible to observe the
    formulation of innovations using pyroligneous extracts for therapeutic purposes and the application of these extracts in the treatment of pathologies such as cancer. The exercise of technological prospection is fundamental to guide the development of new technologies. In the experimental study, seven extracts from plants typical of the Brazilian flora were tested. All extracts showed leishmanicidal effects for the evolutionary form of promastigote amazonensis (100% ± 0.00) with IC 50 ranging from 0.01% (Mimosa tenuiflora) to 0.26%
    (Eucalyptus), however, they showed cytotoxic effects in the order of 95.13% (Pennisetum purpureum) for macrophages of the J774.A1 strain in the MTT assay. The results obtained in the pharmacological tests associated with those presented in the Technological Prospecting indicate that studies need to be implemented in order to standardize an extraction method, thus favoring the obtainment of compounds with pharmacological
    properties.


13
  • FABIO SOUZA MOURA
  • Prospecção Tecnológica e Avaliação do Potencial Leishmanicida de Extratos Pirolenhosos

  • Orientador : ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALINE CAVALCANTI DE QUEIROZ
  • AMANDA EVELYN DA SILVA
  • CAMILA CALADO DE VASCONCELOS
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 29/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose ainda é uma das doenças mais negligenciadas no mundo afetando milhões de pessoas principalmente em países pobres e subdesenvolvidos. No Brasil, essa parasitose é classificada como um problema de saúde pública de restrito arsenal terapêutico. Diante desse cenário,os extratos pirolenhosos têm chamado a atenção de muitos pesquisadores, haja vista que o seu beneficiamento pode contribuir para o desenvolvimento de entidades químicas com potencial farmacológico. Esta pesquisa tem o objetivo de realizar uma prospecção tecnológica sobre o potencial terapêutico desses extratos e avaliar a sua ação citotóxica e leishmanicida. No exercício de prospecção tecnológica foram realizadas buscas de patentes depositadas em plataformas especializadas no período de 2012 – 2022. Para o estudo experimental foram utilizados sete extratos oriundos de vegetais típicos da flora brasileira. Os ensaios foram realizados em macrófagos da linhagem J774.A1 e nas formas evolutivas de promastigota das espécies Leishmania amazonensis e Leishmania chagasi. A prospecção revelou o patenteamento de tecnologias que utilizam o extrato pirolenhoso com finalidade terapêutica. Os ensaios farmacológicos demonstraram efeitos leishmanicidas (100%± 0,00) nas formas evolutivas avaliadas. O extrato do Pennisetum purpureum (95,13% ± 0,09) foi o que apresentou maior atividade citotóxica sobre as células dos macrófagos. Os extratos da Mimosa tenuiflora (CI50- 0,01%) e da Elaeis guineenses (CI50 - 0,03%) foram os que demonstram as maiores potências sobre as espécies L. amazonensis e L. chagasi, respectivamente. Os resultados obtidos na prospecção tecnológica associados aos apresentados nos ensaios  farmacológicos indicam que estudos precisam ser implementados com a finalidade de avaliar a segurança na utilização dos extratos pirolenhosos com finalidade terapêutica.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is still one of the most neglected diseases in the world, affecting millions of people mainly in poor and underdeveloped countries. In Brazil, leishmaniasis is a public health problem due to its ease of propagation and ability to cause epidemics. Given this scenario, pyroligneous extracts have drawn the attention of many researchers, given that their processing can contribute to the development of chemical entities with pharmacological potential. In the Technological Prospecting carried out, it was possible to observe the
    formulation of innovations using pyroligneous extracts for therapeutic purposes and the application of these extracts in the treatment of pathologies such as cancer. The exercise of technological prospection is fundamental to guide the development of new technologies. In the experimental study, seven extracts from plants typical of the Brazilian flora were tested. All extracts showed leishmanicidal effects for the evolutionary form of promastigote amazonensis (100% ± 0.00) with IC 50 ranging from 0.01% (Mimosa tenuiflora) to 0.26%
    (Eucalyptus), however, they showed cytotoxic effects in the order of 95.13% (Pennisetum purpureum) for macrophages of the J774.A1 strain in the MTT assay. The results obtained in the pharmacological tests associated with those presented in the Technological Prospecting indicate that studies need to be implemented in order to standardize an extraction method, thus favoring the obtainment of compounds with pharmacological
    properties.


14
  • VIVIANE AMARAL PORTO
  • TOXICIDADE DO METILARSINATO DE SÓDIO EM EMBRIÕES DE ZEBRAFISH (Danio rerio): ESTUDO ECOTOXICOLÓGICO E ANÁLISE METABOLÔMICA BASEADA EM RMN 1H

     
  • Orientador : THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • DANIELA SANTOS ANUNCIACAO
  • LAZARO WENDER OLIVEIRA DE JESUS
  • ALESSANDRE CARMO CRISPIM
  • Data: 05/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • Pesticidas e produtos veterinários contendo compostos orgânicos de
    arsênio, como o metilarsenato de sódio (MSMA), são amplamente
    utilizados na agricultura e pecuária para aumentar a produtividade.
    Neste estudo, investigamos o impacto do MSMA em uma espécie
    aquática, o peixe zebrafish, combinando o estudo ecotoxicológico e a
    análise metabolômica baseada em ressonância magnética nuclear
    (RMN). A espécie modelo foi escolhida devido às suas características
    vantajosas como modelo de laboratório, incluindo semelhança genética
    com mamíferos, fácil manutenção, alta fecundidade e embriões
    transparentes. O estudo consistiu na exposição aguda (96h) dos
    embriões zebrafish utilizando diferentes concentrações de MSMA (0,
    10, 30 e 60 mg L -1 ), primeiramente para determinar a CL 50 , e
    posteriormente avaliar a embriotoxicidade. Então, amostras (7n) de
    diferentes tratamentos foram selecionadas para análise metabolômica.
    A análise de embriotoxicidade mostrou que a exposição ao MSMA 

    causou teratogenicidade, cardiotoxicidade, neurotoxicidade e
    mortalidade no zebrafish. O perfil metabolômico identificou 34
    metabólitos associados a várias vias metabólicas impactadas pela
    exposição ao MSMA. Além disso, os resultados da análise
    multivariada revelaram metabólitos discriminantes, tais como (i)
    lactato, sugerindo potenciais alterações nas vias de metabolismo
    energético; (ii) glutationa, indicando distúrbios no sistema de proteção
    antioxidante celular; (iii) xantina, sugerindo impactos no metabolismo
    de purinas; (iv) glutamato: sugere efeitos neurotóxicos; (v) triptofano:
    potenciais impactos no metabolismo de aminoácidos e síntese de
    proteínas; (vi) acetoacetato, possíveis distúrbios no metabolismo
    energético e oxidação de ácidos graxos; e adenosina monofosfato
    (AMP), que pode indicar distúrbios no metabolismo energético celular.
    Esses resultados devem contribuir para o avanço do conhecimento
    sobre o impacto de contaminantes no organismo do zebrafish,
    facilitando avaliações de risco e desenvolvendo medidas de proteção
    ambiental. Ainda, a compreensão dos mecanismos de toxicidade deve
    possibilitar a identificação de alvos terapêuticos, auxiliando no
    desenvolvimento de estratégias para minimizar os efeitos adversos da
    exposição a contaminantes e beneficiando a saúde de animais e seres
    humanos.

     
     

  • Mostrar Abstract
  • Pesticides and herbicides are intended to improve crop productivity, protecting them and preventing the proliferation of pests. Equally, the use of veterinary products is based on the search for higher yields in livestock. In this context, substances derived from the element arsenic (As), such as sodium methylarsinate (MSMA), are present in several products for veterinary and agricultural use. Considering that such products are widely used in Brazil, and other countries, the topics that clarify the risks and toxicity of these compounds have not yet been fully explored. Metabolomics is a branch of the omics sciences that seeks to understand, through the analysis of the metabolites produced in a given organism, which factors influence specific metabolic changes, whether these occur due to lifestyle habits or exposure to any xenobiotic. The metabolomics strategy includes the analysis of biological samples using equipment such as Gas Chromatography (GC) and Nuclear Magnetic Resonance (NMR). Thus, this project aimed to investigate, through an ecotoxicological study associated with metabolomics based on 1H NMR, the proportion of impact that arsenic compounds in water can provoke on aquatic species such as zebrafish (Danio rerio). The choice of this species as a model organism was due to its considerable versatility in bioassays. The toxicity study was based on the acute exposure of embryos to MSMA, with serial concentrations in order to obtain the LD50. Sampling for the metabolomic study followed the protocols available in the literature, associated with 1H NMR spectroscopy and statistical study to get the metabolic profile. Thus, the metabolomic analysis revealed 42 metabolites involved in different metabolic pathways. The biochemical profile study suggested that MSMA caused severe impacts, especially on pathways of energy metabolism, endocrine metabolism, hepatic metabolism, and oxidative stress.

2022
Dissertações
1
  • MAILDE JESSICA LIODORIO DOS SANTOS
  • OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MICROCÁPSULAS E GRANULADOS DE PRÓPOLIS VERDE DE ALAGOAS

  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • JOSE MARCOS DOS SANTOS OLIVEIRA
  • MARIA ALINE BARROS FIDELIS DE MOURA
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 01/02/2022

  • Mostrar Resumo

  • A própolis é uma substância resinosa, quimicamente complexa, elaborada por abelhas, cuja variabilidade e características físico-químicas são dependentes do ambiente onde são produzidas. O objetivo do trabalho foi obter e caracterizar os extratos hidroalcoólicos, extrato seco spray-dryer e granulados de Própolis Verde Comercial de Apícolas do Estado de Alagoas, através de métodos analíticos de caracterização químico, físico-químico e antimicrobiano. A matéria-prima (extrato de própolis verde) foi adquirida no comércio local, e submetidas a processos de obtenção de extrato seco spray-dryer, granulados farmacêuticos e caracterizações através de ensaios de determinação de fenóis, flavonoides, atividade antioxidante, grau de encapsulação usando UV-VIS, Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), Ensaios térmicos e ensaio de atividade antibacteriana. A CLAE mostrou perfil cromatográfico de compostos fenólicos como flavonoides e ácidos fenólicos em comprimento de onda de 289 nm e 313 nm. Os particionados do extrato comercial de própolis verde apresentaram atividade antibacteriana frente aos microorganismos Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis e Enterococcus feacalis. O grau de encapsulação para os granulados variou entre 71,92 e 83,27%. A atividade antioxidante variou entre 92,94% e 97,55% na concentração de 100 µg/mL com valores de IC50 de 12,78 µg/mL para o extrato e entre 18,47 µg/mL e 26,13 µg/mL para granulados. A determinação de fenóis totais e flavonoides totais mostrou que os granulados apresentaram menores perdas de teor em relação à microcápsula spray-dryer. Os dados térmicos mostraram processos de perdas de massa na TG e entalpias endotérmicas de volatilização entre 50ºC e 150ºC que são sugestivos de perda de componentes voláteis como ésteres de ácido cinâmico presente no extrato de própolis verde. Os ensaios de atividade antioxidante combinados com ensaios térmicos, flavonóides totais e fenóis totais mostram a importância de monitorar a qualidade dos encapsulados de própolis verde para evitar perdas por volatilização ou decomposição durante etapas de processamento e necessidade de condições especiais de acondicionamento e estocagem do extrato na forma sólida. O mercado de produtos naturais tem atraído a atenção de formas farmacêuticas sólidas livres de álcool.

     

     


  • Mostrar Abstract
  • Propolis is a resinous substance, chemically complex, made by bees, whose variability and physicochemical characteristics are dependent on the environment where they are produced. The objective of this work was to obtain and characterize the hydroalcoholic extracts, spray-dryer dry extract and granules of commercial green propolis from beekeeping in the state of Alagoas, through analytical methods of chemical, physicochemical and antimicrobial characterization. The raw material (green propolis extract) was purchased in local commerce, and subjected to processes for obtaining spray-dryer dry extract, pharmaceutical granules and characterizations through tests to determine phenols, flavonoids, antioxidant activity, degree of encapsulation using UV-VIS, High Performance Liquid Chromatography (HPLC), Thermal tests and antibacterial activity test. The HPLC assay showed a chromatographic profile of phenolic compounds such as flavonoids and phenolic acids at wavelengths of 289 nm and 313 nm. The commercial extract of green propolis partitions showed antibacterial activity against the microorganisms Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis and Enterococcus feacalis. The degree of encapsulation for the granules ranged between 71.92 and 83.27%. The antioxidant activity ranged between 92.94% and 97.55% at the concentration of 100 µg/mL and IC50 values of 12.78 µg/mL for the extract and between 18.47 µg/mL and 26.13 µg/mL for granules. The determination of total phenols and total flavonoids showed that the granules had lower loss of content compared to the spray-dryer microcapsule. Thermal data showed TG mass loss processes and volatilization endothermic enthalpies between 50ºC and 150ºC that are suggestive of loss of volatile components such as cinnamic acid esters present in green propolis extract. The antioxidant activity tests combined with thermal tests, total flavonoids and total phenols show the importance of monitoring the quality of green propolis encapsulates to avoid losses by volatilization or decomposition during processing steps and the need for special conditions for conditioning and storage of the extract in the solid form. The natural products market has attracted the attention of alcohol-free solid dosage forms.

2
  • CAMILA BIANCA FERREIRA DA ROCHA
  • CARACTERIZAÇÃO DE AMILASE PRODUZIDA POR LARVAS DE TRIBOLIUM CASTANEUM E APLICAÇÃO NA REMOÇÃO DE SUJIDADES EM TECIDOS DE ALGODÃO

     

  • Orientador : LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • FRANCIS SOARES GOMES
  • Data: 08/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • Uma praga, em sentido amplo, pode ser definida como o inseto (ou outro organismo) que causa danos diretos ao ser humano, ao seu gado, à sua colheita ou, ainda, às suas posses. A espécie Tribolium castaneum Herbst (coleóptera: Tenebrionidae), destaca-se como uma das principais pragas, a qual, em particular, representa 9% de perda econômica de grãos armazenados em países desenvolvidos, de modo que, nos países em desenvolvimento, essas perdas podem representar 20% em todo o mundo. Devido à sua ampla distribuição ao redor do globo e suas características, o intestino desta espécie pode ser utilizado como fonte de enzimas visando estudos para o controle de pragas e aplicações. Neste trabalho, objetivou-se a caracterização e aplicação biotecnológica de uma enzima amilase, proveniente de larvas de Tribolium castaneum, na remoção de sujidades de tecidos de algodão. Para tanto, tecidos de algodão, previamente delimitados e manchados com solução de amido à 1% e molho de tomate comercial, foram submetidos ao processo de lavagem com extrato bruto enzimático isoladamente e na presença de dois sabões em pó comerciais, detergente A e detergente B. Além disso, caracterizou-se o extrato bruto em relação a parâmetros como temperatura ótima e estabilidade térmica, pH ótimo e o comportamento na presença de alguns íons metálicos, como cobre, zinco, cálcio e o agente quelante EDTA. A espectrofotometria foi utilizada como método analítico para comprovação da remoção das sujidades nos tecidos. Observou-se que, a enzima amilase em estudo, apresentou atividade relativa ótima em ampla faixa de pH, a saber, de 5 à 9, temperatura ótima em 37°C e atividade residual de mais de 80% em 50°C, demonstrando, assim, estabilidade térmica nesta temperatura. Na presença de alguns íons metálicos as maiores taxas de inbição, em relação às concentrações 10mM, 1mM e 0,1mM, foram referentes ao sulfato de cobre (CuSO4) que compreendeu, 95%, 89% e 86% de inibição, respectivamente. Em relação à potencialidade de detergência, observou-se que o extrato enzimático teve a capacidade de quebra do amido nos tecidos sujos com solução de amido e, demonstrou ainda poder limpante superior, se comparado aos detergentes comerciais em estudo, frente ao tecido sujo com molho de tomate comercial, implicando, assim, num importante aliado e potencial enzima adjuvante a ser incorporada na indústria de detergentes enzimáticos e outros produtos para a limpeza.


  • Mostrar Abstract
  • A pest, in a broad sense, can be defined as the insect (or other organism) that causes direct damage to humans, their livestock, their crops, or even their possessions. The species Tribolium castaneum Herbst (Coleoptera: Tenebrionidae), stands out as one of the main pests, which, in particular, represents 9% of economic loss of stored grains in developed countries, so that, in developing countries, these losses can represent 20% worldwide. Due to its wide distribution around the globe and its characteristics, the intestine of this species can be used as a source of enzymes for studies for pest control and applications. The objective of this work was the characterization and biotechnological application of an amylase enzyme, from Tribolium castaneum larvae, in the removal of dirt from cotton fabrics. For this purpose, cotton fabrics, previously delimited and stained with starch solution at 1% commercial tomato sauce, were subjected to a washing process with enzymatic crude extract alone and in the presence of two commercial powder soaps, detergent A and detergent B. Furthermore, the crude extract was characterized in relation to parameters such as optimum temperature and thermal stability, optimum pH and behavior in the presence of some metallic ions, such as copper, zinc, calcium and the chelating agent EDTA. Spectrophotometry was used as an analytical method to prove the removal of dirt from the fabrics. It was observed that the amylase enzyme under study showed optimal relative activity over a wide pH range, namely, from 5 to 9, optimal temperature at 37°C and residual activity of more than 80% at 50°C, demonstrating, thus, thermal stability at this temperature. In the presence of some metallic ions, the highest inhibition rates, in relation to the 10mM, 1mM and 0.1mM concentrations, were related to copper sulfate (CuSO4), which comprised 95%, 89% and 86% inhibition, respectively. In relation to the potentiality of detergency, it was observed that the enzymatic extract had the ability to break starch in dirty tissues with starch solution and also demonstrated superior cleaning power, when compared to comercial detergents under study, in front of the dirty tissue commercial tomato sauce thus implying an importante ally and potential adjuvant enzyme to be incorporated in the industry of enzymatic detergents and other products for cleaning.

3
  • ELANE CONCEICAO DOS SANTOS
  • ATIVIDADE IMUNOMODULADORA DA PRÓPOLIS VERMELHA DE ALAGOAS EM MACRÓFAGOS  MURINOS ATIVADOS POR LIPOPOLISSACARÍDEO IN VITRO

     



  • Orientador : ENIO JOSE BASSI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TÁRCIO TEODORO BRAGA
  • ENIO JOSE BASSI
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 17/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • A própolis vermelha (PV) é uma resina natural, produzida pelas abelhas Apis mellifera a partir do exsudato vegetal (Dalbergia ecastophyllum), que possui diversas propriedades biológicas, incluindo-se a atividade anti-inflamatória. A inflamação é um mecanismo de resposta do organismo contra várias lesões; entretanto, esse processo exacerbado pode desencadear uma doença inflamatória e dano tecidual. Assim, a busca por novos agentes imunomoduladores naturais é necessária para o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas que modulem o processo inflamatório. Dentro desse contexto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial imunomodulador da própolis vermelha de Alagoas (PVA) e dos seus constituintes isoliquirritigenina (ISL) e formononetina (FMT) em macrófagos murinos estimulados com lipopolissacarídeo (LPS) in vitro. Para isso, inicialmente, foi determinada a concentração máxima não tóxica (CMNT) do extrato hidroalcóolico (EH) da PVA, da ISL e da FMT em macrófagos murinos da linhagem J774A.1, a partir da análise de viabilidade celular pelo ensaio de MTT. Em seguida, as atividades imunomoduladoras do EH da PVA, ISL ou FMT foram avaliadas mediante o tratamento dos macrófagos estimulados com LPS sob diferentes condições experimentais. A expressão dos marcadores F4/80 e CD86 foi avaliada por citometria de fluxo multiparamétrica e a quantificação de citocinas pró e anti-inflamatórias foi avaliada pela metodologia de Cytometric Bead Array (CBA) no sobrenadante de cultivo celular. A ativação de MAPKs (do inglês “mitogen-activated protein kinases”) foi avaliada pela análise da fosforilação das proteínas ERK1/2 e p38 por citometria de fluxo intracelular. A expressão dos genes NOS2, Arg1, SOCS3, TGF-β, Lamp2, MIP-1α, Ccne1 e HO-1 foi avaliada por RT-qPCR. Foi observado que o tratamento com o EH da PVA reduziu a percentagem de células duplo positivas (F4/80+ CD86+), diminuiu a expressão da molécula de ativação CD86 e os níveis das citocinas pró-inflamatórias IL-6 e TNF. Além disso, um aumento na fosforilação de ERK1/2, p38 e diminuição da expressão de NOS2 e SOCS3 foram detectados 48h após o tratamento. O tratamento com ISL reduziu significativamente a frequência de células F4/80+ CD86+, diminuiu a expressão de CD86 e a fosforilação das proteínas ERK1/2 e p38. Os níveis de IL-6 e TNF também foram reduzidos após o tratamento com ISL. Ainda, verificou-se uma diminuição significativa da expressão dos genes NOS2 e SOCS3. Por outro lado, o tratamento com a FMT não reduziu a porcentagem de células duplo-positivas (F4/80+ CD86+) e não alterou a fosforilação das vias ERK1/2 e p38 em macrófagos murinos estimulados com LPS. No entanto, foi observado a redução nos níveis de IL-6 e TNF no sobrenadante dos macrófagos tratados com a FMT. Em conclusão, neste estudo, verificou-se uma promissora atividade imunomoduladora da PVA e do composto ISL em macrófagos murinos in vitro. Esses resultados podem contribuir para um maior entendimento da atividade imunomoduladora do PVA e de seus constituintes, favorecendo o desenvolvimento de novas terapias e intervenções imunológicas para o tratamento de doenças inflamatórias.


  • Mostrar Abstract
  • Red propolis (RP) is a natural resin, produced by Apis mellifera bees from plant exudate (Dalbergia ecastophyllum), which has several biological properties, including anti-inflammatory activity. Inflammation is the body's response mechanism against various injuries; however, this exacerbated process can trigger an inflammatory disease. Thus, the search for new natural immunomodulatory agents is necessary for the development of new therapeutic approaches that modulate the inflammatory process. In this context, the objective of this work was to evaluate the immunomodulatory potential of Alagoas red propolis (ARP) and its constituents isoliquiritigenin (ISL) and formononetin (FMT) in murine macrophages stimulated with lipopolysaccharide (LPS) in vitro. Initially, the maximum non-toxic concentration (CMNT) of the hydroalcoholic extract (HE) of PVA, ISL, and FMT in murine macrophages of the J774A.1 cell line was determined, based on the analysis of cell viability by the MTT assay. Then, the EH immunomodulatory activities of ARP, ISL, or FMT were evaluated by treating LPS-stimulated macrophages under different experimental conditions. The expression of markers F4/80 and CD86 was evaluated by multiparametric flow cytometry and the quantification of pro and anti-inflammatory cytokines was evaluated by the Cytometric Bead Array (CBA) methodology in the cell culture supernatant. Activation of MAPKs (mitogen-activated protein kinases) was evaluated by analyzing the phosphorylation of ERK1/2 and p38 proteins by intracellular flow cytometry. The expression of NOS2, Arg1, SOCS3, TGF-β, Lamp2, MIP-1α, Ccne1, and HO-1 genes was evaluated by RT-qPCR. It was observed that treatment with EH of PVA reduced the percentage of double-positive cells (F4/80+ CD86+), decreased the expression of the activating molecule CD86 and the levels of pro-inflammatory cytokines IL-6 and TNF. Furthermore, an increase in ERK1/2 and p38 phosphorylation and a decrease of NOS2 and SOCS3 expression were detected 48h after treatment. Treatment with ISL significantly reduced the frequency of F4/80+ CD86+ cells, decreased CD86 expression and phosphorylation of ERK1/2 and p38 proteins. IL-6 and TNF levels were also reduced after ISL treatment. Furthermore, there was a significant decrease in the expression of NOS2 and SOCS3 genes. On the other hand, FMT treatment did not reduce the percentage of double-positive cells (F4/80+ CD86+) and did not alter the phosphorylation of the ERK1/2 and p38 pathways in LPS-stimulated murine macrophages. However, a reduction in IL-6 and TNF levels was observed in the supernatant of macrophages treated with FMT. In conclusion, in this study, it was detected a promising immunomodulatory activity of ARP and the ISL compound on murine macrophages in vitro. These results contribute to a better understanding of the immunomodulatory activity of ARP and its constituents, favoring the development of new therapies and immunological interventions for the treatment of inflammatory diseases.

4
  • PATRICIA DE OLIVEIRA SAMPAIO SANTOS
  • Desenvolvimento e Validação de Aplicativo de Smartphone para Otimização da Adesão Terapêutica em Pacientes com Hipertensão

  • Orientador : ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • FERNANDO SILVIO CAVALCANTE PIMENTEL
  • Data: 14/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • A adesão terapêutica pode ser compreendida como a medida pela qual os pacientes seguem as recomendações para seus tratamentos prescritos, considerando-se o comportamento real dos indivíduos durante o tratamento. A utilização das tecnologias móveis para monitorar e, promover cuidados a indivíduos com problemas de saúde é um fenômeno crescente que tem sido usado para otimizar a adesão terapêutica nos últimos anos. No entanto, poucos aplicativos para smartphone têm sido desenvolvidos por profissionais de saúde, adotam diferentes estratégias focadas nos diversos domínios da adesão ou foram até o momento validados. Objetivos: Desenvolver e validar o conteúdo de aplicativo de smartphone para otimização da adesão terapêutica em pacientes com Hipertensão. Metodologia: Foi desenvolvido um estudo em duas fases.1) revisão sistemática da literatura para identificação e avaliação de aplicativos de otimização da adesão à terapias medicamentosas e análise dos domínios dos aplicativos e da efetividade de suas funcionalidades 2) Validação de conteúdo por meio da técnica DELPHI. Aspecto éticos: Este estudo aderiu às normas da resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde. Resultados: Das funcionalidades proposta pelo instrumento de validação em adesão terapêutica para o desenvolvimento do aplicativo, tiveram um percentual aceitável, segundo avaliação dos especialistas em adesão terapêutica, para categoria lembrete com 90% o alarme sonoro e 80% notificação push, para categoria mudança comportamental com 94% rastreamento pessoal,82% monitoramento externo e 72% mídia social e a categoria mudança educacional foram aceitas todas as funcionalidades propostas, demonstrando um percentual de 96%,86% e 82% para vídeos, podcast e textos explicativos respectivamente. Conclusão: Os aplicativos utilizados em dispositivos móveis proporciona de forma positiva a adesão terapêutica em pacientes com doenças crônicas como a Hipertensão, com uso de seus domínios e suas funcionalidades tem melhorado os níveis pressóricos, o que denota um valor significativo para o desenvolvimento de dispositivo móveis na área de saúde, dando ênfase para que estudos sejam mais desenvolvidos e testados nessa área.

     


  • Mostrar Abstract
  • Therapeutic adherence can be understood as the measure by which patients follow the recommendations for their prescribed treatments, considering the actual behavior of individuals during treatment. The use of mobile technologies to monitor and provide care to individuals with health problems is a growing phenomenon that has been used to optimize therapeutic adherence in recent years. However, few applications for smartphones have been developed by health professionals, adopt different strategies focused on different domains of adherence or have been validated so far. Objectives: To develop and validate the content of a smartphone application to optimize therapeutic adherence in patients with Hypertension. Methodology: A two-phase study was developed.1) systematic review of the literature to identify and evaluate applications to optimize adherence to drug therapies and analysis of application domains and the effectiveness of their functionalities 2 ) Content validation using the DELPHI technique. Ethical aspects: This study adhered to the norms of resolution 466/2012 of the National Health Council. Results: Of the functionalities proposed by the therapeutic adherence validation instrument for the development of the application, they had an acceptable percentage, according to the evaluation of the therapeutic adherence specialists, for the reminder category with 90% the audible alarm and 80 % push notification, for the behavioral change category with 94% personal tracking, 82% external monitoring and 72% social media and the educational change category all proposed functionalities were accepted, showing a percentage of 96%, 86% and 82% for videos, podcast and explanatory texts respectively. Conclusion: The applications used in mobile devices positively provide therapeutic adherence in patients with chronic diseases such as Hypertension, using their domains and their functionalities has improved blood pressure levels, which denotes a significant value. for the development of mobile devices in the health area, emphasizing that studies are further developed and tested in this area.

5
  • ROBERT RODRIGUES ALVES
  • DESENVOLVIMENTO DE NANOPARTÍCULAS DE QUITOSANA CARREGADAS COM ÓLEO ESSENCIAL DE Syzygium aromaticum (CRAVO-DA-ÍNDIA)

  • Orientador : LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MEIRIELLY KELLYA HOLANDA DA SILVA
  • VALTER ALVINO DA SILVA
  • Data: 29/04/2022

  • Mostrar Resumo
  • Nesta pesquisa cientifica foi realizada a síntese de nanopartículas usando uma quitosana extraída do Rhynchophorus palmarum, considerado um importante inseto praga de palmáceas. Primeiramente, realizou-se a extração de quitina e sua conversão em quitosana, através de uma reação de desacetilação. A quitina é o principal componente estrutural da cutícula dos artrópodes e a partir dela é produzido quitosana, que possui várias aplicabilidades em diversas áreas, como farmacêutica, alimentícia e na agricultura. Análises físico-químicas foram realizadas para caracterização destes produtos: Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), Difração de Raio-X (DRX) e seus rendimentos, obtendo-se ótimos resultados. Em seguida, com a quitosana obtida, foi realizado o desenvolvimento de nanopartículas encapsuladas com óleo essencial de Syzygium aromaticum (cravo-da-índia), através do método de gelificação iônica. Realizou-se análise por Cromatografia Gasosa acoplada com espectrômetro de massas (CG-MS), que revelou teor de 90,71% de eugenol, substância majoritária e responsável pelas propriedades inseticidas do óleo essencial. Com as nanopartículas foi realizado testes de potencial zeta, tamanho médio das partículas, FTIR, Microscopia Eletrônica de Varredura, teor de óleo encapsulado e teste de liberação, através de UV-VIS, além de ensaios inseticidas (repelência e mortalidade) em insetos adultos da espécie Tribolium castaneum, considerado uma praga importante de grãos armazenados (arroz, milho, trigo, entre outros). Os resultados revelaram que o encapsulamento do óleo ocorreu de forma eficaz e que a concentração de óleo essencial conseguiu repelir os insetos, porém não foi o suficiente para causar mortalidade dos mesmos. O desenvolvimento das nanopartículas com o óleo essencial de cravo-da-índia, indicam ser uma estratégia promissora como um bioinseticida, sendo uma alternativa aos inseticidas químicos, que entre os problemas, podem afetar a saúde humana.


  • Mostrar Abstract
  • In this scientific research, the synthesis of nanoparticles was performed using a chitosan extracted from Rhynchophorus palmarum, considered an important insect pest of palm trees. First, chitin was extracted and converted into chitosan, through a deacetylation reaction. Chitin is the main structural component of the cuticle of arthropods and from it chitosan is produced, which has several applications in several areas, such as pharmaceutical, food and agriculture. Physicochemical analyzes were performed to characterize these products: Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR), X-Ray Diffraction (XRD) and their yields, obtaining excellent results. Then, with the chitosan obtained, the development of nanoparticles encapsulated with essential oil of Syzygium aromaticum (clove) was carried out through the ionic gelation method. Analysis was performed by Gas Chromatography coupled with a mass spectrometer (GC-MS), which revealed a content of 90.71% of eugenol, the major substance responsible for the insecticidal properties of the essential oil. With the nanoparticles, tests were carried out on zeta potential, average particle size, FTIR, Scanning Electron Microscopy, encapsulated oil content and release test, through UV-VIS, in addition to insecticidal tests (repellence and mortality) in adult insects of the species Tribolium castaneum, considered an important pest of stored grains (rice, corn, wheat, among others). The results revealed that the encapsulation of the oil occurred effectively and that the concentration of essential oil was able to repel the insects, but it was not enough to cause their mortality. The development of nanoparticles with clove essential oil, indicate a promising strategy as a bioinsecticide, being an alternative to chemical insecticides, which among the problems, can affect human health.

6
  • GABRIELLA SANTOS BARROS
  • COMPREENSÃO DA TERAPIA ANTIRRETROVIRAL: INTERVENÇÕES FARMACÊUTICAS EDUCATIVAS COMO FERRAMENTA NO CUIDADO À PACIENTES PORTADORES DE HIV/AIDS DO ESTADO DE ALAGOAS




  • Orientador : ELIANE APARECIDA CAMPESATTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELIANE APARECIDA CAMPESATTO
  • ERILDO VICENTE MULLER
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • Data: 02/05/2022

  • Mostrar Resumo
  • Apesar dos grandes avanços na terapia antirretroviral ao longo do tempo, para alcançar o sucesso nos resultados clínicos é necessário a efetiva tomada dos medicamentos, seguindo o que foi prescrito pelo profissional de saúde. Contudo, para o paciente utilizar o medicamento de forma adequada, devem ser fornecidas todas as informações possíveis, de forma clara, para que ele compreenda o plano terapêutico a ser seguido. O farmacêutico tem um papel fundamental na utilização correta dos medicamentos visto que no momento da dispensação, é o último contato que o paciente tem com um profissional de saúde antes de iniciar seu tratamento. Com isso, este estudo teve como objetivo verificar o nível de informação dos pacientes sobre sua farmacoterapia e implementar intervenções farmacêuticas educativas acerca de seu conhecimento sobre a terapia antirretroviral. Para tanto, foi realizado um estudo quantitativo prospectivo intervencionista em dois serviços de saúde do estado de Alagoas. Para verificar o nível de informação que os pacientes detinham sobre de sua farmacoterapia antirretroviral, foi utilizado o instrumento validado por Raehl et al. (2002), e os resultados de exames laboratoriais de carga viral foram utilizados para mensurar a adesão antes e após as intervenções farmacêuticas. 32 pacientes foram acompanhados por um farmacêutico clínico durante o período de 10 meses. Dos resultados obtidos foi possível observar que o nível de compreensão das informações dos antirretrovirais foi considerada insuficiente para 76,50% (n=102) dos pacientes (p< 0,001). Quando questionados quanto ao nome do medicamento que faziam uso, a maioria dos participantes não soube informar (78,43%). Observou-se ainda um alto índice de discordância (87,25%) em relação à dose do medicamento, aproximadamente metade dos participantes (53,92%) afirmou não saber se existia algum tipo de interação com alimentos ou se poderia ser administrado próximo a horários de refeição. Entretanto, a maioria sabia a indicação (97,06%) bem como os horários de administração (94,12%) de seus medicamentos. Por fim, quando analisados os resultados dos exames laboratoriais de carga viral realizados antes e durante o acompanhamento farmacêutico, foi possível observar um aumento do número de participantes com resultados de carga viral indetectável (< 50 cópias/mL) (de 56,25% para 93,75%) (n=32) no grupo acompanhado pelo farmacêutico clínico (p< 0,01). O presente estudo mostra que a alta proporção de pacientes com baixo nível de compreensão reforça a importância da equipe de saúde em transmitir as informações com mais clareza, identificar fatores associados ao baixo entendimento e sanar possíveis dúvidas a fim de garantir bons resultados terapêuticos. As intervenções realizadas pelo farmacêutico foram capazes de contribuir na melhora da adesão em virtude da redução dos valores da carga viral para os pacientes acompanhados. Além disso, reforça a importância da presença do farmacêutico na equipe multiprofissional desenvolvendo atividades clínicas, na promoção do uso racional de medicamentos.

     

     


  • Mostrar Abstract
  • Despite the great advances in antiretroviral therapy over time, to achieve success in clinical results it is necessary to effectively take the drugs, following what was prescribed by the health professional. However, for the patient to use the medication properly, all possible information must be provided, clearly, so that he understands the therapeutic plan to be followed. The pharmacist has a fundamental role in the correct use of drug, since at the time of dispensing, it is the last contact that the patient has with a health professional before starting their treatment. Thus, this study objective to verify the level of information of patients about their pharmacotherapy and implement educational pharmaceutical interventions about their knowledge about antiretroviral therapy. Therefore, a prospective interventionist quantitative study was carried out in two health services in the state of Alagoas. To verify the level of information that patients had about their antiretroviral drug therapy, was used the instrument validated by Raehl et al. (2002), and viral charge laboratory test results were used to measure adherence before and after pharmaceutical interventions. 32 patients were followed up by a clinical pharmacist during the 10 month period. From the results obtained, it was possible to observe that the level of understanding of antiretroviral information was considered insufficient for 76.50% (n=102) of patients (p<0.001). When asked about the name of the medication they used, most participants could not inform (78.43%). There was also a high rate of disagreement (87.25%) regarding the dose of the drug, and approximately half of the participants (53.92%) said they did not know if there was any type of interaction with food or if it could be administered close to meal times. However, the most knew the indication (97.06%) as well as the administration times (94.12%) of their medications. Finally, when analyzing the results of viral charge laboratory tests performed before and during pharmaceutical follow-up, it was possible to observe an increase in the number of participants with undetectable viral charge results (< 50 copies/mL) (from 56.25% to 93.75%) (n=32) in the group followed by the clinical pharmacist (p<0.01). The present study shows that the high proportion of patients with a low level of understanding reinforces the importance of the health team in transmitting information more clearly, identifying factors associated with low understanding and solving possible doubts in order to guarantee good therapeutic results. The interventions performed by the pharmacist were able to contribute to the improvement of adherence due to the reduction of the viral charge values for the followed patients. In addition, it reinforces the importance of the pharmacist's presence in the multidisciplinary team developing clinical activities, in promoting the rational use of medicament.

7
  • ANTONY ERNESTO DOS SANTOS SILVA
  • Síntese de compostos aminoquinolínicos com potencial atividade antimalárica

  • Orientador : MARIO ROBERTO MENEGHETTI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ISIS MARTINS FIGUEIREDO
  • JOAO XAVIER DE ARAUJO JUNIOR
  • MARIO ROBERTO MENEGHETTI
  • Data: 27/06/2022

  • Mostrar Resumo
  •  

    A malária é considerada uma das doenças parasitárias mais sérias desta classe, apresentando-se, muitas vezes, de forma fatal e com alto índice de transmissão em países com climas tropicais. Só em 2020, estima-se que houve 241 milhões de casos e 627 mil mortes pela doença. Tais números alarmantes apontam para uma deficiência no tratamento antimalárico desencadeado, basicamente, pela resistência dos parasitas causadores da malària, em especial pelo plasmodium falciparum frente à cloroquina, fazendo-se, assim, necessário o desenvolvimento de novos agentes antimaláricos ativos contra estas cepas resistentes. Diante disso, este trabalho propôs duas estratégias com o intuito de obter compostos com potencial ação antimalárica a partir de um composto aminoquinolínico base que já apresentou boa atividade: i) modificação da cadeia lateral que contém uma ligação tripla CC para as formas olefínicas e saturada; e ii) alteração do grupo amino na extremidade da cadeia lateral por heterociclos. Desta forma, o composto base ativo, N1-(7-cloroquinolin-4-il)-N4,N4-dietil-but-2-ino-1,4-diamina (DAQ), sofreu hidrogenação catalítica, levando a geração dos compostos (E)-N1-(7-cloroquinolin-4-il)-N4,N4-dietil-but-2-eno-1,4-diamina (DAQH2) e N1-(7-cloroquinolin-4-il)-N4,N4-dietil-butano-1,4-diamina (DAQH4) e como subproduto o composto N1-(quinolin-4-il)-N4,N4-dietil-butano-1,4-diamina (DAQH4(-Cl)). O rendimento e proporção entre estes compostos formados é dependente do tempo da reação de hidrogenação. Além disso, os compostos inéditos N-(4-(pirrolidin-1-il)-but-2-in-1-il)-7-cloro-quinolin-4-amina (DAQP), N-(4-(morfolino)-but-2-in-1-il)-7-cloro-quinolin-4-amina (DAQM) e N-(4-(piperidin-1-il)-but-2-in-1-il)-7-cloro-quinolin-4-amina (DAQPP) foram obtidos com rendimentos de 35%, 24% e 25% respectivamente, a partir de reações de Mannich com N-(prop-2-inil)-7-cloro-quinolin-4-amina (PCQ) e os compostos heterociclos. Estes compostos foram caracterizados por técnicas como Ressonância Magnética Nuclear (RMN), Espectroscopia na Região do Infravermelho (FT-IR), Espectrometria de massas (CG-MS), além de Análise Térmica Simultânea (DSC-TGA). Todos os compostos obtidos neste trabalho foram enviados para análises biológicas para determinação de sua toxicidade e ação antimalárica, principalmente frente às cepas resistentes à cloroquina.


  • Mostrar Abstract
  • Malaria is considered one of the most serious parasitic diseases of this class, often being fatal and with a high rate of transmission in countries with tropical climates. In 2020 alone, it is estimated that there were 241 million cases and 627,000 deaths from the disease. Such alarming numbers point to a deficiency in antimalarial treatment triggered, basically, by the resistance of the parasites that cause malaria, especially by plasmodium falciparum against chloroquine, making it necessary to develop new antimalarial agents active against these resistant strains. Therefore, this work proposed two strategies in order to obtain compounds with potential antimalarial action from a base aminoquinoline compound that has already shown good activity: i) modification of the side chain that contains a CC triple bond for the olefinic and saturated forms; and ii) alteration of the amino group at the end of the side chain by heterocycles. Thus, the active base compound, N1-(7-chloroquinolin-4-yl)-N4,N4-diethyl-but-2-yne-1,4-diamine (DAQ), underwent catalytic hydrogenation, leading to the generation of compounds (E)-N1-(7-chloroquinolin-4-yl)-N4,N4-diethyl-but-2-ene-1,4-diamine (DAQH2) and N1-(7-chloroquinolin-4-yl)-N4,N4-diethyl-butane-1,4-diamine (DAQH4) and as a by-product the compound N1-(quinolin-4-yl)-N4,N4-diethyl-butane-1,4-diamine (DAQH4(-Cl)) . The yield and proportion between these compounds formed is dependent on the time of the hydrogenation reaction. In addition, the novel compounds N-(4-(pyrrolidin-1-yl)-but-2-yn-1-yl)-7-chloro-quinolin-4-amine (DAQP), N-(4-(morpholino) )-but-2-yn-1-yl)-7-chloro-quinolin-4-amine (DAQM) and N-(4-(piperidin-1-yl)-but-2-yn-1-yl)- 7-Chloro-quinolin-4-amine (DAQPP) were obtained in yields of 35%, 24% and 25% respectively, from Mannich reactions with N-(prop-2-ynyl)-7-chloro-quinolin- 4-amine (PCQ) and heterocycle compounds. These compounds were characterized by techniques such as Nuclear Magnetic Resonance (NMR), Infrared Spectroscopy (FT-IR), Mass Spectrometry (GC-MS), and Simultaneous Thermal Analysis (DSC-TGA). All compounds obtained in this work were sent for biological analysis to determine their toxicity and antimalarial action, especially against chloroquine-resistant strains.

     
8
  • JOAO PEDRO MONTEIRO CAVALCANTE
  • ATIVIDADE IMUNOMODULADORA DA APITOXINA E MELITINA EM MACRÓFAGOS ATIVADOS POR LIPOPOLISSACARÍDEO IN VITRO

  • Orientador : ENIO JOSE BASSI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • ENIO JOSE BASSI
  • REGIANNE UMEKO KAMIYA
  • Data: 28/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • A apitoxina é uma substância produzida por abelhas que possui inúmeras atividades biológicas tendo como principal peptídeo biologicamente ativo a melitina. Dentre as células da resposta imune, destacam-se os macrófagos, que podem atuar nas respostas pró- ou anti-inflamatória, sendo células-alvo importantes para busca de substâncias capazes de modular a resposta imune. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar a atividade imunomoduladora da apitoxina (API) e melitina (MEL) em macrófagos ativados por lipopolissacarídeo (LPS) in vitro. Para isso, foram utilizados macrófagos murinos (J774.A1) que foram inicialmente incubados por 48h com API ou MEL para a determinação da concentração máxima não tóxica (CMNT) a partir de ensaios de viabilidade celular, cujos resultados obtidos foram 3,125 μg/mL e 0,625 μg/mL, respectivamente. Para a avaliação da atividade imunomoduladora dos compostos, os macrófagos foram ativados in vitro com LPS (200 ng/mL) e tratados com API ou MEL. A atividade imunomoduladora foi investigada por meio de imunofenotipagem por citometria de fluxo, com a avaliação da expressão dos marcadores F4/80 e CD86 e parâmetros de tamanho relativo (FSC) e complexidade/granulosidade (SSC). Também foi avaliada a produção de citocinas pró- e anti-inflamatórias através da metodologia de Cytometric Bead Array (CBA). Foi possível observar que a MEL diminuiu a expressão de CD86, bem como o tamanho e a complexidade/granulosidade dos macrófagos ativados, enquanto a API aumentou a expressão de CD86 e F4/80, e aumentou os parâmetros de tamanho e complexidade celular relativa. Ainda, detectou-se também que a MEL diminuiu a porcentagem de células produtoras de TNF-α intracelular e dos níveis das citocinas IL-6 e TNF-α no sobrenadante de cultivo celular. De modo oposto, a apitoxina aumentou a porcentagem de células produtoras de TNF-α intracelular, bem como dos níveis de IL- 6 e TNF-α no sobrenadante. Não se verificou uma diferença estatisticamente significativa nos níveis de IL-10 em ambos os tratamentos, com API ou MEL, quando comparados ao controle não-tratado estimulado com LPS. Em conclusão, neste estudo verificou-se a atividade imunoestimulante da API e imunossupressora/anti- inflamatória da MEL em macrófagos em um contexto inflamatório estimulado por LPS in vitro, contribuindo para o desenvolvimento de novos agentes bioativos com atividade imunomoduladora.


  • Mostrar Abstract
  • Resumo em inglês: Apitoxin is a substance produced by bees that has numerous biological activities, being melittin the main biologically active peptide. Among the immune response cells, macrophages stand out, which can act in pro- or anti-inflammatory responses, being important target cells for the search for substances capable of modulating the immune response. Thus, the aim of this study was to evaluate the immunomodulatory activity of apitoxin (API) and melittin (MEL) in macrophages activated by lipopolysaccharide (LPS) in vitro. For this, murine macrophages (J774.A1 cell line) were initially incubated for 48h with API or MEL to determine the maximum non-toxic concentration (CMNT) by using cell viability assays, whose results were 3.125 μg/mL and 0.625 μg/mL, respectively. To evaluate the immunomodulatory activity of the compounds, macrophages were activated in vitro with LPS (200 ng/mL) and treated with API or MEL. The immunomodulatory activity was investigated by flow cytometry immunophenotyping, with the evaluation of the expression of markers F4/80 and CD86 and parameters of relative size (FSC) and complexity/granularity (SSC). The production of pro- and anti- inflammatory cytokines was also evaluated using the Cytometric Bead Array (CBA) methodology. It was possible to observe that MEL decreased the expression of CD86, as well as the size and complexity/granularity of activated macrophages, while API increased the expression of CD86 and F4/80, and increased the parameters of size and relative cellular complexity. Furthermore, it was also detected that MEL decreased the percentage of intracellular TNF-α producing cells and the levels of IL-6 and TNF-
    α cytokines in the cell culture supernatant. On the other hand, apitoxin increased the percentage of intracellular TNF-α producing cells, as well as the levels of IL-6 and TNF- α in the supernatant. There was no statistically significant difference in IL- 10 levels in both treatments, with API or MEL, when compared to the untreated cells stimulated with LPS. In conclusion, this study verified the immunostimulatory activity of API and the immunosuppressive/anti-inflammatory activity of MEL in macrophages in an inflammatory context stimulated by LPS in vitro thus contributing to the development of new bioactive agents with immunomodulatory activity.

     

9
  • SUZANNE PINHEIRO VIEIRA
  • Efeitos Cardiovasculares Induzidos pelas Anonnaceas: Uma Revisão de Escopo
     

  • Orientador : EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA KARINE BARROS FERREIRA RODRIGUES
  • EURICA ADELIA NOGUEIRA RIBEIRO
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 29/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • As doenças cardiovasculares (DCVs) são as principais causas de mortalidade mundial e geram significativo impacto financeiro no sistema de saúde. Dentre as DCVs, a que mais prevalece no cenário da
    saúde pública é a Hipertensão arterial sistêmica (HAS), a qual apresenta estado clínico multifatorial, definido pelo aumento sustentado da pressão arterial. O caráter assintomático da HAS desafia o diagnóstico
    precoce e o seu tratamento farmacológico é sobretudo comportamental devido às interações medicamentosas, em razão da polifarmácia, ao custo dos fármacos e a falta de escolaridade. Diante
    dessas circunstâncias, é atrativo implementar novos recursos que ajudem a contornar a falta de aceitação medicamentosa entre os pacientes. Assim, as plantas medicinais se fazem uma importante
    alternativa no tratamento das DCVs e o gênero Annona tem revelado propriedades hipotensora e vasodilatadora em chás e folhas de algumas espécies. Portanto, o atual trabalho teve como objetivo realizar uma revisão de escopo da literatura sobre os efeitos cardiovasculares das espécies vegetais pertencente à família
    Annonaceae, enfatizando as suas implicações na HAS. Para o desenvolvimento desse estudo foi realizado a busca e análise de informações por meios bibliográficos fundamentados em artigos científicos. As bases de dados selecionadas foram: Scielo, Web of Science, Scopus, Lilacs, Pubmed, Science direct e Medline. As estratégias da pesquisa para obtenção das informações foram utilizando as seguintes palavras-chaves:”Anonnacea” OR “Espécie” AND “Cardiovascular System”. 9,6% dos gêneros e 0,72% das espécies vegetais apresentaram estudos acerca de efeitos farmacológicos sobre o sistema cardiovascular (SCV). Destacaram-se os gêneros Annona e Xylopia. 75% avaliaram os efeitos farmacológicos de somente substâncias isoladas a partir das diferentes espécies de Annonaceae, 25% avaliaram somente extratos, enquanto que 5% avaliaram óleo essencial. As classes fitoquímicas com ação no SCV mais encontradas foram os alcalóides e diterpenos, sendo as substâncias que produziram este efeito: Roemerine, Anonaine, Dehydroroemerine, Liriodenine, Norushinsunine, etrahidroisoquinolina, Discretamine, KA-acetoxi, Limacine, Pecrassipine A, Backebergine, Boldine, Apomorphine, Xylopic acid, Oliverine, Ácido Olavénico e Labdane-302. Com relação à parte da planta utilizada para a obtenção dos extratos/frações/substâncias isoladas: 23,07% dos trabalhos utilizaram as folhas; 30,77% as cascas do caule; 23,07% as raízes; 15,38% as sementes; e 7,77% os frutos. Quanto ao tipo de animal experimental: 76,19% dos trabalhos utilizaram ratos, sendo destes 69,23% do tipo Wistar e 30,76% Sprague–Dawley. Quanto ao tipo de abordagem experimental: 37,5% dos trabalhos realizaram uma abordagem in vitro e in vivo; 56,25% somente in vitro; e 6,25% somente in vivo. Conclui-se que a família Annonaceae apresenta substâncias fitoquímicas com grande propriedade farmacológica no SCV, e os efeitos vasorrelaxante e hipotensor teve mencionados várias vezes, revelando de forma uniforme, que o principal mecanismo de ação observado era a indução das alterações dos níveis de cálcio intracelular. Portanto, esta família revelou-se como um grande potencial terapêutico a ser estudado para tratamento de enfermidades que afetam o SCV. 


  • Mostrar Abstract
  • Cardiovascular diseases (CVDs) are the main causes of mortality worldwide and generate a significant financial impact on the health system. Among the CVDs, the most prevalent in the public health
    scenario is Systemic Arterial Hypertension (SAH), which presents a multifactorial clinical state, defined by the sustained increase in blood pressure. The asymptomatic character of SAH defies early diagnosis and
    its pharmacological treatment is mainly behavioral due to drug interactions, due to polypharmacy, the cost of drugs and lack of education. Given these circumstances, it is attractive to implement new resources that help to overcome the lack of drug acceptance among patients. Thus, medicinal plants are an important alternative in the
    treatment of CVDs and the genus Annona has shown hypotensive and vasodilating properties in teas and leaves of some species. Therefore, the current study aimed to carry out a scoping review of the literature on the cardiovascular effects of plant species belonging to the Annonaceae family, emphasizing their implications for SAH. For the development of this study, the search and analysis of information was carried out by bibliographic means based on scientific articles. The selected databases were: Scielo, Web of Science, Scopus, Lilacs,
    Pubmed, Science direct and Medline. The research strategies to obtain information were using the following keywords:”Anonnacea” OR “Species” AND “Cardiovascular System”. 9.6% of the genera and 0.72% of the plant species presented studies on pharmacological effects on the cardiovascular system (CVS). The genera Annona and Xylopia stood out. 75% evaluated the pharmacological effects of only substances isolated from different species of Annonaceae, 25% evaluated only extracts, while 5% evaluated essential oil. The most common
    phytochemical classes with action on SCV were alkaloids and diterpenes, and the substances that produced this effect were: Roemerine, Anonaine, Dehydroroemerine, Liriodenine, Norushinsunine, etrahydroisoquinoline, Discretamine, KA-acetoxy, Limacine, Pecrassipine A, Backebergine, Boldine, Apomorphine, Xylopic acid, Oliverine, Olavenic acid and Labdane-302. Regarding the part of the plant used to obtain the extracts/fractions/isolated substances: 23.07% of the studies used the leaves; 30.77% stem bark; 23.07% the
    roots; 15.38% the seeds; and 7.77% the fruits. Regarding the type of experimental animal: 76.19% of the studies used rats, of which 69.23% were Wistar and 30.76% Sprague–Dawley. Regarding the type of experimental approach: 37.5% of the studies carried out an in vitro and
    in vivo approach; 56.25% only in vitro; and 6.25% only in vivo. It is concluded that the Annonaceae family has phytochemical substances with great pharmacological properties in the SCV, and the vasorelaxant
    and hypotensive effects were mentioned several times, revealing in a uniform way that the main mechanism of action observed was the induction of changes in intracellular calcium levels. Therefore, this family proved to be a great therapeutic potential to be studied for the treatment of diseases that affect the SCV.

10
  • LAYSE MARIA SOARES DE OLIVEIRA
  • IMPACTO DA CONCILIAÇÃO DE MEDICAMENTOS SOBRE DESFECHOS CLÍNICOS, HUMANÍSTICOS E ECONÔMICOS EM PACIENTES NÃO HOSPITALIZADOS

  • Orientador : ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • MARIA DAS GRACAS LEOPARDI GONCALVES
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 30/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A conciliação de medicamentos corresponde ao serviço clínico multiprofissional componente do processo de transição de cuidados. Por meio dela, torna-se possível identificar e resolver potenciais problemas e discrepâncias na farmacoterapia, estando, portanto, entre as intervenções mais importantes que garantem a segurança do paciente. Entretanto, o impacto dessa intervenção sobre desfechos em saúde em pacientes não hospitalizados ainda é pouco conhecido. Objetivo: Avaliar a influência da conciliação de medicamentos sobre desfechos clínicos, econômicos e humanísticos em pacientes adultos não hospitalizados. Método: Foi realizada uma revisão sistemática de estudos que verificaram a associação entre a intervenção proposta e alguns desfechos clínicos, econômicos ou humanísticos publicados até julho de 2021, identificados a partir de busca nas bases de dados Cochrane Library, Embase, LILACS, Pubmed/Medline, Scopus, CINAHL e Web of Science. A estratégia de pesquisa envolveu as palavras com os termos MESH: Medication Reconciliation, Ambulatory care, Ambulatory care facilities, Primary Health Care, Community Pharmacy Services e não MESH: Mortality, Morbidity, Drug Costs, Quality of life e Quality-ajusted life years. Resultados: Foram identificados 6908 artigos, dos quais 28 estudos foram selecionados para leitura de texto completo. Ao final do processo de seleção, 13 estudos foram incluídos nesta revisão. Os estudos incluídos verificaram desfechos importantes e em grande parte deles, houve associação com a intervenção proposta. Seus delineamentos metodológicos são adequados em sua maioria, e a qualidade metodológica geral é moderada. Então, embora haja um número limitado de estudos, há uma evidência inicial importante de que a conciliação de medicamentos realizada em pacientes não hospitalizados pode afetar os desfechos em saúde. Conclusão: Até o momento, a literatura científica indica que a conciliação de medicamentos pode afetar determinados desfechos clínicos em saúde em pacientes não hospitalizados como readmissões hospitalares, visitas a unidade de urgência/emergência e mortalidade. Diante do limitado número de estudos e do uso de determinados desfechos, especialmente aqueles relacionados aos componentes econômicos e humanísticos – observa-se a necessidade de investigar o real impacto da conciliação de medicamentos em estudos adicionais.

     


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Medication reconciliation corresponds to the multiprofessional clinical service component of the care transition process. Through it, it becomes possible to identify and resolve potential problems and discrepancies in pharmacotherapy, being, therefore, among the most important interventions that guarantee patient safety. However, the impact of this intervention on health outcomes in outpatients is still poorly understood. Objective: To assess the influence of medication reconciliation on clinical, economic and humanistic outcomes in adult outpatients. Method: A systematic review of studies was carried out that verified the association between the proposed intervention and some clinical, economic or humanistic outcomes published until July 2021, identified by searching the Cochrane Library, Embase, LILACS, Pubmed/Medline, Scopus, CINAHL and Web of Science databases. The search strategy involved words with the terms MESH: Medication Reconciliation, Ambulatory care, Ambulatory care facilities, Primary Health Care, Community Pharmacy Services and non-MESH: Mortality, Morbidity, Drug Costs, Quality of life and Quality-adjusted life Years. Results: 6908 articles were identified, of which 28 studies were selected for full text reading. At the end of the selection process, 13 studies were included in this review. The included studies verified important outcomes and in most of them, there was an association with the proposed intervention. Its methodological designs are mostly adequate, and the general methodological quality is moderate. So, although there are a limited number of studies, there is important initial evidence that medication reconciliation performed in outpatients can affect health outcomes. Conclusion: To date, the scientific literature indicates that medication reconciliation can affect certain clinical health outcomes in outpatients, such as hospital readmissions, visits to the urgency/emergency unit, and mortality. Given the limited number of studies and the use of certain outcomes, especially those related to the economic and humanistic components – there is a need to investigate the real impact of medication reconciliation in additional studies.

11
  • DAVDSON LUIZ DE SOUZA
  • CARACTERIZAÇÃO DE MICROENCAPSULADOS CONTENDO PRÓPOLIS VERMELHA DE ALAGOAS OBTIDOS POR GELIFICAÇÃO IÔNICA

  • Orientador : EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • VANDERSON BARBOSA BERNARDO
  • Data: 16/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • A própolis é um produto natural que apresenta uma mistura complexa, formada por um material resinoso e balsâmico coletado pelas abelhas dos ramos, flores, pólen, brotos e exsudatos de árvores. No território brasileiro, a própolis vermelha pode ser encontrada em diversas partes do litoral, principalmente, nas áreas de manguezal. Tendo como origem botânica a Dalbergia ecastophyllum, popularmente conhecida como “rabo-de-bugio”, Própolis Vermelha de Alagoas destaca-se por apresentar uma grande quantidade de flavonoides, compostos fenólicos e alguns outros compostos exclusivos. Esses compostos bioativos apresentam diversas atividades biológicas, tais como anti-inflamatória, cicatrizante, antioxidante, antimicrobiana, potencial antiviral, antifúngico, anticâncer, imunomodulador, dentre outros. Nesse estudo, nós desenvolvemos microencapsulados (beads) contendo extrato bruto de própolis vermelha, a partir do método de gelificação iônica utilizando-se alginato de sódio e cloreto de cálcio (CaCl2), em diferentes concentrações. Posteriormente, os beads gerados foram caracterizados por microscopia eletrônica de varredura (SEM), espectrofotometria de infravermelho por transformada de Fourier empregando reflectância total atenuada (FTIR-ATR), termogravimetria (TG), teor de compostos fenólicos, e cromatografia líquida de alta-eficiência com detector de arranjo diodo (HPLC-DAD). No total, 24 formulações feitas, as quais foram inicialmente caracterizadas pro SEM. A formulação com microcápsulas definidas foi, então, caracterizada por infravermelho, observando-se as bandas referentes a grupos funcionais presentes em constituintes da PVA. Posteriormente, as análises térmicas demonstraram dois eventos principais, caracterizado por se trata da perda de umidade do material e, em seguida, carbonização da matriz natural. Por fim, o HPLC-DAD foi capaz de identificar 7 constituintes da PVA na formulação mais promissora, os quais foram quantificados em termos de concentração na mesma.

     




  • Mostrar Abstract

  • Propolis is a natural product that presents a complex mixture, formed by a resinous and balsamic material collected by bees from branches, flowers, pollen, buds and tree exudates. In Brazilian territory, red propolis can be found in several parts of the coast, mainly in mangrove areas. Botanically, originating from Dalbergia ecastophyllum, popularly known as "rabo-de-bugio". Red Propolis of Alagoas stands out for having a large amount of flavonoids, phenolic compounds and some other exclusive compounds. These bioactive compounds have several biological activities, such as anti-inflammatory, healing, antioxidant, antimicrobial, as well as antiviral, antifungal, anticancer, immunomodulatory potential, among others. In this study, we developed microencapsulates (beads) containing crude extract of red propolis, from the ionic gelation method using sodium alginate and calcium chloride, in different concentrations. Subsequently, the generated beads were characterized by scanning electron microscopy (SEM), Fourier-transformed infrared (FTIR), thermogravimetry (TG), phenolic compounds content, and high-performance liquid chromatography with Diodo Array Dection (HPLC-DAD).

2021
Dissertações
1
  • TERESA DE LISIEUX GUEDES FERREIRA LÔBO
  • “Síntese e caracterização de um adesivo dentinário com nanopartículas de Prata biossintetizadas com própolis vermelha de Alagoas.”

  • Orientador : ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • MARCOS ANTÔNIO JAPIASSU RESENDE MONTES
  • Data: 11/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • A síntese biogênica utiliza matéria prima natural para redução através de oxirredução de macromoléculas em nanopartículas e a própolis se apresenta como uma alternativa na redução da toxicidade das nanopartículas de prata. Objetivo: O objetivo desse trabalho foi produzir e caracterizar um adesivo dentinário com nanopartículas de prata biossintetizadas com própolis vermelha de Alagoas. Metodologia: Realizou-se a confecção do extrato hidroetanólico de própolis vermelha de Alagoas (EPV), realizou-se a confecção de nanopartículas de prata biossintetizadas com própolis vermelha de Alagoas (NPAgB) e de nanopartículas de prata sintetizadas de modo convencional (NPAgC). As nanopartículas foram caracterizadas pelo método FTIR, UV-VIS, DRX. Foram avaliadas as atividades antioxidantes (método DPPH) do EPV, NPAgB e NPAgC. A atividade antimicrobiana foi avaliada contra Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Enterococcus faecalis, pelos métodos de Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração Bactericida Mínima (CBM) do EPV, NPAgC e NPAgB. Foram sintetizados seis adesivos com NPAgB 250 µg/mL; NPAgC 250 µg/mL; EPV 250 µg/mL; EPV 300 µg/mL; NPAgC 250 µg/mL + EPV 250 e NPAgC 250 µg/mL + EPV 300. O adesivo puro (AE) e Single Bond 2 (3M/ESPE) (SB) foram usados como controles. Também foi testado AE com 24 µL de etanol (solvente) para verificar o efeito do solvente. O EPV e as NPAgB foram submetidas ao ensaio de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) para determinação e quantificação dos biomarcadores da própolis que reduzem a prata em nanomateriais. Os adesivos experimentais foram caracterizados através das medidas do grau de conversão pela espectroscopia no infravermelho (FTIR), liberação de nanopartículas em saliva artificial a partir do adesivo polimerizado e atividade antibacteriana pelo método de difusão em disco (MDD). Realizou-se uma prospecção tecnológica sobre o tema. Os dados do GC foram analisados usando one-way ANOVA (α = 0,05). Resultados: O teor médio de flavonoides no EPV foi de 1,56% e atividade antioxidante (AA%) variando de 3,15 a 10,53% em média. Foram obtidas NPAgB e NPAgC na forma de um pó leve, fino, formato esférico, de coloração enegrecida para as NPAgB e de coloração prateada para as NPAgC. Comparadas às NPAgC, as NPAgB mostraram melhores resultados de atividade bacteriostática, exceto contra Enterococcus faecalis, onde observou-se resultado similar para os dois tipos de NPs. O efeito bactericida das NPAgB foi melhor para S. mutans e S. epidermidis do que NPAgC. NPAgB apresentou melhor AA% do que NPAgC. Foi obtido os marcadores da própolis vermelha que reduzem a molécula de prata em nanomateriais. O grau de conversão dos adesivos testados variou entre 76,19 e 87,57 % (p<0,05). O ensaio de MDD mostrou melhores resultados para NPAgB com um raio de difusão de 3,7mm. O ensaio de liberação realizado em espectrometria e absorção no UV-Vis demonstrou que os adesivos não liberam NPs. O teste de microtração demonstrou que embora os adesivos NPAgB (39,56 MPa), EPV 250 (45,85 MPa) e EPV 300 (39,77 Mpa) tenham apresentado notadamente a resistência de união imediata mais elevada, do que o grupo controle (34,88 Mpa) não se observa diferença significante entre os adesivos analisados (p>0,05). O teste de modo de fratura predominante em todos os grupos analisados foi fratura mista. Conclusão: A síntese de um adesivo dental com nanopartículas de prata biossintetizadas com própolis vermelha de Alagoas resultou em um material com atividade antimicrobiana e matriz estável com o princípio ativo imobilizado dentro do material.

     


  • Mostrar Abstract
  • Biogenic synthesis uses natural raw material to reduce macromolecules in nanoparticles and propolis is an alternative in reducing the toxicity of silver nanoparticles. Objective: The objective of this work was to produce and characterize a dental adhesive with silver nanoparticles biosynthesized with red propolis from Alagoas. Methodology: Antioxidant (DPPH method) and antimicrobial activities against Streptococcus mutans, Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Enterococcus faecalis, by the methods of Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and Minimum Bactericidal Concentration (CBM) of the ethanolic extract of red propolis from Alagoas (EPV), of silver nanoparticles synthesized in a conventional way (NPAgC) and biosynthesized with EPV (NPAgB) and the mixture of NPAgC + EPV. Six patches with NPAgB 250 µg / mL were developed; NPAgC 250 µg / ml; EPV 250 µg / mL; EPV 300 µg / mL; NPAgC 250 µg / mL + EPV 250 and NPAgC 250 µg / mL + EPV 300. Pure adhesive (AE) and Single Bond 2 (3M / ESPE) were used as controls. AE was also tested with 24 µL of ethanol (solvent) to check the effect of the solvent. EPV and NPAgB were subjected to high performance liquid chromatography (HPLC) assays to determine and quantify propolis biomarkers that reduce silver in nanomaterials. The experimental adhesives were characterized by measurements of the degree of conversion (infrared spectroscopy (FTIR), release of nanoparticles in artificial saliva from the polymerized adhesive and antibacterial activity by the disk diffusion method (MDD). Technological research was carried out on the topic. GC data were analyzed using one-way ANOVA (α = 0.05). Results: The average content of flavonoids in the EPV was 1.56% and antioxidant activity (AA%) ranging from 3.15 to 10.53% on average. NPAgB and NPAgC were obtained in the form of a light, fine, spherical shape, blackish in color for NPAgB and silver in color for NPsAgC. Compared to NPAgC, NPAgB showed better results of bacteriostatic activity, except against Enterococcus faecalis, where a similar result was observed for both types of NPs. The bactericidal effect of NPAgB was better for S. mutans and S. epidermidis than NPAgC. NPAgB showed AA% better than NPAgC. The red propolis markers that reduce the silver molecule in nanomaterials were obtained. The degree of conversion of the adhesives varied between 76.19 and 87.57% (p> 0.05). The MDD assay showed better results for NPAgB with a diffusion radius of 3.7mm. The release test carried out in spectrometry and absorption in UV-Vis demonstrated that the adhesives do not release NPs.The microtensile test demonstrated that although the NPAgB (39.56 MPa), EPV 250 (45.85 MPa) and EPV 300 (39.77 Mpa) adhesives had significantly higher immediate bond strength than the control group (34.88 Mpa) there is no significant difference between the analyzed adhesives (p> 0.05). The predominant fracture mode test in all promotion groups was mixed fracture. Conclusion: The synthesis of a dental adhesive with silver nanoparticles biosynthesized with red propolis from Alagoas resulted in a material with antimicrobial activity and a stable matrix with the active principle immobilized within the material.

2
  • KADJA LUANA CHAGAS MONTEIRO
  • DESENVOLVIMENTO DE NOVOS DERIVADOS INDÓLICOS E BENZIMIDAZÓLICOS COMO POTENCIAIS SONDAS FLUORESCENTES

  • Orientador : THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • JOSUE CARINHANHA CALDAS SANTOS
  • DIMAS JOSE DA PAZ LIMA
  • FRANCISCO ANTÔNIO DA SILVA CUNHA
  • Data: 22/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Pequenas moléculas orgânicas com propriedades fluorescentes quando em contato com um analito tornaram-se um tópico de intensa pesquisa nos últimos anos. Rotuladas como sondas fluorescentes, essas atuam como sinalizadores celulares e apresentam diversos mecanismos de fluorescência. Os núcleos benzimidazol e indol são exemplos de importantes fluoróforos encontrados em diversos corantes e sondas orgânicas, além de apresentar reconhecida afinidade por diversas biomoléculas, tais como o DNA e albuminas séricas; por esse motivo, foram selecionados para a síntese das sondas propostas nesse trabalho. A estratégia de síntese consiste na condensação dos heterociclos mencionados com aldeídos p-funcionalizados por aminas aromáticas, aminas alifáticas e ácidos borônicos através da formação de uma ligação azometina, promovendo a extensão do deslocamento de elétrons, essencial para a fluorescência. Os intermediários de reação foram sintetizados através de reações de Buchwald-Hartwig, Suzuki-Miyaura e SNAr, onde foram obtidos oito benzaldeídos. Os rendimentos variaram de 23-84% para os derivados indólicos e 10-37% para os derivados benzimidazólicos. Os compostos foram avaliados quanto ao grau de pureza por cromatografia, assim como pela determinação do intervalo de fusão. A caracterização estrutural foi realizada por RMN 1H e 13C. Através de uma análise preliminar, quatro das treze sondas sintetizadas apresentaram resposta de fluorescência significativa em contato com BSA. Dessas, a sonda KCH60 (λex/λem= 415/555 nm) foi selecionada para ensaios de otimização dos parâmetros analíticos. O tampão Britton-Robinson a 10 mM (pH 6) e a concentração da sonda a 5 μM apresentaram a máxima sensibilidade. A estequiometria do complexo sonda-BSA foi 1:1 (método de Job). O intervalo linear foi de 0,5 - 4,0 μM com limite de detecção de 0,38 μM e RSD < 6,0% para BSA. Por fim, espera-se que esses resultados possibilitem a utilização desses derivados em ensaios de quantificação de albuminas séricas em amostras reais, além de propiciar o desenho de novas moléculas ativas e/ou com propriedades fluorescentes.


  • Mostrar Abstract
  • Small organic molecules with fluorescent properties when in contact with an analyte have become a topic of intense research in recent years. Labeled as fluorescent probes, these act as cellular beacons and have several fluorescence mechanisms. The benzimidazole and indole nuclei are examples of important fluorophores found in several dyes and organic probes, in addition to having a recognized affinity for several biomolecules, such as DNA and serum albumin; for this reason, they were selected for the synthesis of the probes proposed in this work. The synthesis strategy consists in the condensation of the mentioned heterocycles with p-functionalized aldehydes by aromatic amines, aliphatic amines and boronic acids through the formation of an azomethine bond, promoting the extension of electron displacement, essential for fluorescence. The reaction intermediates were synthesized through Buchwald-Hartwig, Suzuki-Miyaura and SNAr reactions, where eight benzaldehydes were obtained. Yields ranged from 23-84% for indole derivatives and 10-37% for benzimidazole derivatives. The compounds were evaluated for purity by chromatography, as well as by determining the melting range. Structural characterization was performed by 1H and 13C NMR. Through a preliminary analysis, four of the thirteen synthesized probes showed a significant fluorescence response in contact with BSA. Of these, the KCH60 probe (λex / λem = 415/555 nm) was selected for tests to optimize analytical parameters. The Britton-Robinson buffer at 10 mM (pH 6) and the probe concentration at 5 μM showed maximum sensitivity. The stoichiometry of the probe-BSA complex was 1: 1 (Job method). The linear range was 0.5 - 4.0 μM with a detection limit of 0.38 μM and RSD <6.0% for BSA. Finally, it is expected that these results will enable the use of these derivatives in assays for the quantification of serum albumin in real samples, in addition to enabling the design of new active molecules and / or with fluorescent properties.

3
  • INGRID VIEIRA FERNANDES MONTEIRO
  • DESENVOLVIMENTO DE NANOSISTEMA PARA CONTROLE DA LIBERAÇÃO DE FEROMÔNIO DE AGREGAÇÃO RINCOFOROL

  • Orientador : CAMILA BRAGA DORNELAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ARÍDIO MATTOS JUNIOR
  • ANTONIO EUZEBIO GOULART SANTANA
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • HENRIQUE FONSECA GOULART
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • Data: 26/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • O Rincoforol é um feromônio de agregação aplicado como isca em armadilhas para captura de Rhynchophorus palmarum. O desafio da sua comercialização está na forma de acondicionamento, que não garante a sua integridade durante todo o período de aplicação e nem modula sua taxa de liberação. Por isso, é recomendada a formulação desse feromônio em um dispositivo de liberação modificada, assegurando proteção contra degradação e liberação em níveis apropriados. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo desenvolver um dispositivo de liberação modificada do tipo nanocompósito polímero/silicato lamelar (PLN), composto por alginato e bentonita, proporcionando proteção ao Rincoforol e liberação em níveis adequados. Foram preparados filmes e géis através de gelificação ionotrópica e diferentes concentrações de silicato. A análise estrutural do nanocompósito foi realizada através de difratometria de raios-X e espectroscopia de infravermelho. O produto de filmes foi avaliado quanto a adesividade, índice de intumescimento e resistência à tração. DRX e FTIR elucidaram a interação entre os componentes da matriz. A adesividade dos filmes foi perdida de acordo com a metodologia de obtenção aplicada. A adição de silicato à formulação resultou em incremento da resistência mecânica do polímero, resultando em menor captação de água e maior resistência à tração. A matriz, até então, se mostra promissora como um dispositivo de liberação modificada. Espera-se, ainda, concluir os estudos de estabilidade do Rincoforol adsorvido à matriz e de cinética de liberação, de modo a garantir que o nanocompósito seja adequado para liberação modificada deste feromônio.

     

     


  • Mostrar Abstract
  • Rincoforol is an aggregation pheromone applied as bait in traps to capture Rhynchophorus palmarum. The challenge of its commercialization is in the form of packaging, which does not guarantee its integrity during the whole period of application nor modulates its release rate. Therefore, the formulation of this pheromone in a modified release device is recommended, ensuring protection against degradation and release at appropriate levels. Therefore, the present work aims to develop a modified release device of the polymer/silicate lamellar nanocomposite (PLN) type, composed of alginate and bentonite, providing protection to Rincoforol and release at appropriate levels. Films and gels were prepared through ionotropic gelation and different silicate concentrations. The structural analysis of the nanocomposite was performed through X-ray diffractometry and infrared spectroscopy. The film product was evaluated for adhesiveness, swelling index and tensile strength. DRX and FTIR elucidated the interaction between the matrix components. The adhesiveness of the films was lost according to the applied obtaining methodology. The addition of silicate to the formulation resulted in an increase in the mechanical resistance of the polymer, resulting in lower water uptake and greater resistance to traction. The matrix, until then, shows promising as a modified release device. It is also expected to complete stability studies of Rincoforol adsorbed to the matrix and release kinetics to ensure that the nanocomposite is suitable for modified release of this pheromone.

4
  • JOCIMARA RODRIGUES DE LIMA
  • SUPLEMENTAÇÃO DE CÁLCIO NA PREVENÇÃO DE PRÉ-
    ECLÂMPSIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE ENSAIOS
    CLÍNICOS ALEATORIZADOS

  • Orientador : ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALFREDO DIAS DE OLIVEIRA FILHO
  • RUTH FRANCA CIZINO DA TRINDADE
  • SABRINA JOANY FELIZARDO NEVES
  • Data: 15/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • Antecedentes: A pré-eclâmpsia é uma doença multissistêmica que
    ocorre principalmente na segunda metade da gestação, é
    caracterizada por hipertensão e proteinúria, incidindo em
    aproximadamente 10% das gestações, sendo a principal causa de
    mortalidade materna e perinatal. Estudos demonstram aumento
    da sua incidência em populações com baixa ingestão de cálcio, no
    entanto, há pouca evidência na literatura científica sobre a
    efetividade do cálcio na prevenção da pré-eclâmpsia. Objetivo:
    eficácia e efetifidade do efeito da suplementação de cálcio sobre a
    manifestação de pré-eclâmpsia e desfechos perinatais em
    gestantes. Método: Revisão Sistemática de ensaios clínicos
    aleatorizados. Usou-se vocabulário controlado da &quot;National Library
    of Medicines&quot; por meio de &quot;Medical Subject Headings&quot; (MESH).
    PubMed; Cochrane; LILACS e registros incluído Clinical Trials,
    estudos controlados atuais (www.controlled-trials.com/isrctn/) e
    World Health Organization International Trials Registry. Não foi
    determinado limite temporal para a busca e esta foi finalizada em
    31 de junho de 2021. A qualidade das evidências foi avaliada
    usando a abordagem GRADE. Resultados: Trinta ECRs foram
    elegíveis para a presente revisão. Um total de 9.544 mulheres
    usaram apenas cálcio ou cálcio mais outro tipo de suplemento.
    Dessas, 6556 participantes usaram apenas cálcio. Nove ECRs foram
    classificados como de alta ou moderada qualidade. A taxa de
    adesão média foi de 78% no grupo intervenção e 69% no grupo
    controle. Quinze ECRs que utilizaram suplementação de cálcio em
    gestantes versus placebo apontaram valores estatisticamente
    significativo na redução da incidência de PE. Os achados principais 

    foram: níveis pressóricos, incidências de pré-eclâmpsia,
    prematuridade, morbidade e mortalidade neonatal, morbidade e
    mortalidade materna, admissão neonatal em unidade de terapia
    intensiva, scan-doppler da artéria uterina e natimorto. Conclusão:
    O cálcio parece estar associado à prevenção de PE,
    independentemente das dosagens, do início do tratamento e das
    associações testadas. Futuros estudos devem considerar sobretudo
    o cálculo de tamanho amostral com base nos riscos de
    desenvolvimento de PE em subgrupos de pacientes, e a
    mensuração da adesão terapêutica por meio de métodos validados
    e capazes de determinar aspectos comportamentais das gestantes.


  • Mostrar Abstract
  • Preeclampsia is a multisystem disease that occurs mainly in the
    second half of pregnancy, is characterized by hypertension and
    proteinuria, affecting approximately 10% of pregnancies, being the
    main cause of maternal and perinatal mortality. Studies show an
    increase in its incidence in populations with low calcium intake,
    however, there is little evidence in the scientific literature about
    the effectiveness of calcium in preventing pre-eclampsia.
    Objective: efficacy and effectiveness of the effect of calcium
    supplementation on the manifestation of preeclampsia and
    perinatal outcomes in pregnant women. Method: Systematic
    review of randomized clinical trials. Controlled vocabulary from the
    &quot;National Library of Medicines&quot; was used through &quot;Medical Subject
    Headings&quot; (MESH). PubMed; Cochrane; LILACS and registries
    included Clinical Trials, Current Controlled Trials (www.controlled-
    trials.com/isrctn/) and World Health Organization International
    Trials Registry. There was no time limit for the search and it was
    completed on June 31, 2021. The quality of evidence was assessed
    using the GRADE approach. Results: Thirty RCTs were eligible for
    this review. A total of 9,544 women used only calcium or calcium
    plus another type of supplement. Of these, 6556 participants used
    only calcium. Nine RCTs were classified as high or moderate
    quality. The average adherence rate was 78% in the intervention
    group and 69% in the control group. Fifteen RCTs that used calcium
    supplementation in pregnant women versus placebo showed
    statistically significant values in reducing the incidence of PE. The
    main findings were: blood pressure levels, incidences of
    preeclampsia, prematurity, neonatal morbidity and mortality,
    maternal morbidity and mortality, neonatal admission to the
    intensive care unit, uterine artery Doppler scan, and stillbirth.
    Conclusion: Calcium appears to be associated with the prevention
    of PE, regardless of dosages, initiation of treatment and
    associations tested. Future studies should mainly consider the
    sample size calculation based on the risks of developing PE in
    subgroups of patients, and the measurement of therapeutic
    adherence through validated methods capable of determining
    behavioral aspects of pregnant women.

5
  • STEPHANNIE JANAINA MAIA DE SOUZA
  • Avaliação da atividade antiviral da própolis vermelha de Alagoas contra o vírus Chikungunya in vitro

  • Orientador : ENIO JOSE BASSI
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • ENIO JOSE BASSI
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 09/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • O vírus Chikungunya (CHIKV) ocasiona a febre de Chikungunya que pode progredir para a fase crônica caracterizada por uma artralgia persistente. Atualmente, não existem antivirais ou vacinas licenciadas contra esse vírus. A própolis vermelha de Alagoas (PVA) é uma resina natural que as abelhas produzem pela mistura de saliva e exsudato de plantas que apresentam atividades antimicrobianas. Portanto, nosso objetivo foi caracterizar quimicamente e avaliar a atividade antiviral da PVA e suas frações hexânica (FH) e acetato de etila (FAE) contra o CHIKV in vitro. Inicialmente, o CHIKV foi isolado do soro na fase de viremia aguda da doença, replicado em células Vero E6 sendo sua detecção confirmada por RT-PCR usando iniciadores para a região genômica da proteína E1 (882 pb). Por meio do sequenciamento de DNA e análise filogenética (software MEGA7), detectou-se o CHIKV como pertencente ao genótipo ECSA (do inglês “East/Central/South African”). A caracterização química da PVA foi realizada por cromatografia líquida de alta performance (HPLC-DAD), detectando-se a presença dos marcadores liquiritigenina, pinobanksina, daidzeina, formononetina, biocanina A e isoliquiritigenina. A citotoxicidade da PVA em células Vero E6 pelo ensaio colorimétrico MTT mostrou uma CC50 para o extrato hidroalcoólico PVA (EH), FH e FAE de 200,1 μg/mL, 22,57 μg/mL e > 40,0 μg/mL, respectivamente. Para os ensaios de atividade antiviral, a adsorção viral foi realizada por 2h em células Vero E6, seguida pelo tratamento com diferentes concentrações de soluções de PVA por 72h e posterior análise de viabilidade celular por MTT. Como resultado, uma atividade antiviral promissora foi detectada e as CI50 do EH, FH e FAE foram 22,80 μg/mL, 4,24 μg/mL e 5,34 μg/mL, respectivamente. Além disso, foram obtidos altos índices de seletividade (IS) para os compostos (HE = 8,7, HF = 5,3 e FAE > 7,5). Para confirmar a atividade antiviral, foi realizada a marcação intracelular do vírus 48h após o tratamento seguido da análise da percentagem de células positivas por citometria de fluxo. Todas as soluções de PVA testadas apresentaram efeito de redução (> 50%) na percentagem de células positivas infectadas. No ensaio de inativação viral, inicialmente suspensões do CHIKV foram incubadas diretamente com a PVA por 2h, seguido da diluição e infecção de células Vero E6 para posterior avaliação pelo ensaio de unidades formadoras de placa (PFU) onde uma redução significativa no número de PFUs foi detectada [4.867 PFU/mL (EH), 12.767 PFU/mL (FH) e 8.867 PFU/mL (FAE) vs. controle viral sem tratamento = 31.000 PFU/mL]. Para avaliar em quais estágios da infecção viral os compostos estariam agindo, as células foram tratadas com PVA ou suas frações por 2h antes da infecção pelo CHIKV, simultaneamente a infecção (0h), ou por diferentes tempos pós-infecção (2h, 4h e 6h). Como resultado, a atividade inibitória foi detectada 2h, 4h e 6h pós-infecção para EH e FH e 2h e 4h pós-infecção para FAE. Para analisar a atividade dos compostos detectados por HPLC-DAD frente as proteínas do CHIKV, foi realizado um ensaio in silico de Docking molecular, como resultado todos os compostos detectados apresentaram como alvo de suas atividades o complexo de glicoproteínas E3-E2-E1 do CHIKV.Assim, os dados obtidos no presente estudo demonstram a promissora atividade antiviral da PVA contra o CHIKV in vitro, contribuindo para o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos para esta arbovirose.

     


  • Mostrar Abstract
  • Chikungunya virus (CHIKV) causes Chikungunya fever disease that can progress to the chronic phase characterized by persistent arthralgia. There are currently no antivirals or licensed vaccines against this virus. Alagoas Red Propolis (ARP) is a natural resin that bees produce by mixing saliva and exudate from plants that have antimicrobial activities. Therefore, our objective was the chemical characterization and evaluate the antiviral activity of ARP against CHIKV in vitro. First, CHIKV was isolated from serum in the acute viremia phase of the disease, replicated in Vero E6 cells and confirmed by RT-PCR using primers for the E1 protein genomic region (882 bp). DNA sequencing and phylogenetic analysis (MEGA7 software) confirmed East/ Central/ South African (ECSA) as the CHIKV genotype. The chemical characterization of PVA was performed by high performance liquid chromatography (HPLC-DAD) and the presence of the liquiritigenin, pinobanksin, daidzein, formononetin, biochanin A and isoliquiritigenin markers were detected. The ARP cytotoxicity in Vero E6 cells was evaluated by MTT colorimetric assay and CC50 values of 200.1 μg / mL, 22.57 μg / mL and > 40,0 μg / mL was obtained for the hydroalcoholic extract (HE), hexane fraction (HF) and ethyl acetate fraction (EAF), respectively. For the antiviral activity assays, CHIKV adsorption was performed for 2h on Vero E6 cells, followed by treatment with different concentrations of PVA solutions for 72h and cell viability analysis by MTT assay. As result, a promising antiviral activity was detected and the IC50 values were 22.80 μg/mL, 4.24 μg/mL and 5.34 μg/mL for the HE, HF and EAF, respectively. In addition, high selectivity indices (SI) were obtained for the compounds (HE = 8.7, HF = 5.3 and EAF > 7.5). In order to confirm the antiviral activity, virus intracellular labeling was performed and the percentage of positive cells was detected by flow cytometry 48h after infection. As result, all tested ARP solutions showed a reduction effect higher than 50% on the percentage of infected cells. In the inactivation assay, CHIKV suspensions were first incubated with ARP for 2h, diluted and incubated for 48h, followed by the detection of the plaque-forming units (PFU). As result, a reduction in the number of PFUs was detected [4,867 PFU / mL (EH), 12,767 PFU / mL (HF) and 8,867 PFU / mL vs. 31,000 PFU / mL untreated viral control. In addition, to assess which stages of viral infection the compounds are acting on, cells were treated with ARP and their fractions for 2h before CHIKV infection, simultaneously with infection (0h), or for different times post-infection (2h, 4h and 6h). Interestingly, the inhibitory activity was detected at 2h, 4h and 6h post- infection for both HE and HF and 2h and 4h after infection for EAF. To analyze the activity of the compounds detected by HPLC-DAD against the CHIKV proteins, a molecular Docking silica assay was performed, as a result of all the compounds detected above as targets of their activities, the CHIKV E3-E2-E1 glycoproteins complex. In conclusion, the data obtained in the present study demonstrate the promising antiviral activity of ARP against CHIKV in vitro, thus contributing to the development of new therapeutic agents for this arbovirus.

6
  • LALESKA BARROS CASTRO DOS SANTOS
  • Co-terapia própolis vermelha de Alagoas e Glucantime®: avaliação clínica nas leishmanioses

  • Orientador : CAMILA BRAGA DORNELAS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • CELIA MARIA SILVA PEDROSA
  • FERNANDO DE ARAUJO PEDROSA
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • Data: 12/04/2021

  • Mostrar Resumo
  • A leishmaniose é uma doença negligenciada que segundo o agente etiológico pode se apresentar como Leishmaniose Tegumentar (LT) e visceral (LV). Para ambas a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza o uso de antimoniais (no Brasil, o Glucantime®) como medicamento de primeira escolha, apesar de apresentar alguns inconvenientes, como longo período de tratamento, via de administração parenteral e incidência de efeitos colaterais. Daí a importância da busca por alternativas na quimioterapia das leishmanioses. Assim, o projeto tem por objetivo a investigação clínica da co-terapia, propólis vermelha de Alagoas PVA (administração oral) associada ao Glucantime® em pacientes portadores de LT e LV. O estudo foi dividido em dois grupos, controle (GE-LTA e GE-LVA) para pacientes de LT e LV em uso do Glucantime® e os pacientes que fizeram o uso da PVA em co-terapia com Glucantime® (GE-LTAB e GE-LVAB). Foram analisadas as variáveis: sexo, faixa etária, procedência, tempo de cicatrização das lesões, marcadores plasmáticos (AST e ALT) e biomarcadores da função renal (ureia e creatinina). Pacientes com LV foram avaliados os mesmos marcadores, biomarcadores, além dos marcadores hematológicos (hematócritos, leucócitos, linfócitos e plaquetas), redução do tamanho das vísceras, fígado e baço. O extrato de PVA foi previamente caracterizado de acordo com o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Foram admitidos no estudo 20 pacientes com LT, 70% do sexo masculino e maioria na faixa de 20 a 59 anos, procedentes da 3ª R.S. A cicatrização das lesões do grupo GE-LTAB se destacou por apresentar menor tempo de cicatrização quando comparado com o grupo controle. Os marcadores e biomarcadores, não apresentaram diferença entre os grupos. Os pacientes de LV, 75% eram do sexo masculino e a maioria eram menores de 20 anos, procedentes das 7ª e 8ª R.S. Os marcadores como ALT e AST, no grupo GE-LVA estavam alterados e no grupo GE-LVAB se manteve dentro da normalidade. Os biomarcadores não apresentaram diferença entre os grupos e o mesmo ocorreu com os marcadores hematológicos. A redução das vísceras foi maior no grupo GE-LVAB. Esse estudo mostrou redução mais acentuada das vísceras no grupo que fez uso da própolis.


  • Mostrar Abstract
  • Leishmaniasis is a neglected disease that, according to the etiological agent, can present as Tegumentary (LT) and visceral (LV) Leishmaniasis. For both, the World Health Organization (WHO) recommends the use of antimonials (in Brazil, Glucantime®) as a medication of first choice, despite presenting some drawbacks, such as a long period of treatment, route of parenteral administration and incidence of side effects . Hence the importance of the search for alternatives in the chemotherapy of leishmaniasis. Thus, the project aims at the clinical investigation of co-therapy, red propolis from Alagoas PVA (oral administration) associated with Glucantime® in patients with LT and LV. The study was divided into two groups, control (GE-LTA and GE-LVA) for LT and LV patients using Glucantime® and patients who used PVA in co-therapy with Glucantime® (GE-LTAB and GE-LVAB). The variables were analyzed: sex, age, origin, time of healing of the lesions, plasma markers (AST and ALT) and biomarkers of renal function (urea and creatinine). Patients with VL were evaluated using the same markers, biomarkers, in addition to hematological markers (hematocrits, leukocytes, lymphocytes and platelets), reduction in the size of the viscera, liver and spleen. The PVA extract was previously characterized according to the Ministry of Agriculture, Livestock and Supply (MAPA). Twenty LT patients were admitted to the study, 70% male and the majority between 20 and 59 years old, from the 3rd RS The healing of injuries in the GE-LTAB group stood out for presenting a shorter healing time when compared to the group control. The markers and biomarkers showed no difference between the groups. VL patients, 75% were male and the majority were under 20 years old, coming from the 7th and 8th RS The markers such as ALT and AST, in the GE-LVA group were altered and in the GE-LVAB group it remained within normality. Biomarkers showed no difference between groups and the same occurred with hematological markers. The viscera reduction was greater in the GE-LVAB group. This study showed a more marked reduction in the viscera in the group that used propolis.

7
  • GRECIA LILIBETH SOLÓRZANO ANDINO
  • Síntese e avaliação antibacteriana de bases de Schiff

  • Orientador : JOAO XAVIER DE ARAUJO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDEILDO FERREIRA DA SILVA JUNIOR
  • JOAO XAVIER DE ARAUJO JUNIOR
  • THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • ISIS MARTINS FIGUEIREDO
  • Data: 19/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • As bases de Schiff são uma classe importante de compostos orgânicos, estes apresentam o grupo azometina, o qual é responsável por uma grande variedade de aplicações biológicas, incluindo atividade antibacteriana. Assim como as bases de Schiff, heterociclos como tiazol, piridina e indol são farmacóforos presentes em vários produtos farmacêuticos, onde são relatadas também propriedades antibacterianas. Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo a síntese de compostos bases de Schiff contendo os heterociclos: tiazol, indol e piridina através da condensação de aldeídos com aminas aromáticas. Foram obtidos 6 compostos (LQM385- LQM390) com rendimentos superiores a 70%. As estruturas foram caracterizadas pelo método de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) de hidrogênio (1H) e carbono (13C). A atividade antibacteriana foi avaliada pelo método de microdiluição em caldo contra duas cepas bacterianas gram-negativas (Escherichia coli ATCC 25922 e Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853) e duas cepas gram-positivas (Staphylococcus aureus ATCC 25923 e Enterococcus faecalis ATCC 29212), os compostos apresentaram atividade significativa a moderada com concentrações inibitórias mínimas (CIM) de 62,5 µg/mL-500 µg/mL frente à maioria das cepas. A avaliação da atividade antibacteriana mostrou que os compostos LQM385, LQM389 e LQM390 exibiram as melhores CIM frente a cepa S. aureus ATCC 25923, sendo as mais baixas do estudo incluindo também a CIM do composto LQM 


  • Mostrar Abstract
  • Resumo em inglês: Schiff´s bases are an important class of organic compounds, that have the azomethine group which is responsible for a wide variety of biological applications including antibacterial activity. Like Schiff's bases, heterocycles such as thiazole, pyridine and indole are pharmacophores present in several pharmaceutical products, where antibacterial properties are also reported. Thus, the present work aims at the synthesis of Schiff´s bases compounds containing the heterocycles: thiazol, indole and pyridine through the condensation of aldehydes with aromatic amines. Six compounds (LQM385-LQM390) were obtained with yields greater than 70%. The structures were characterized by the Nuclear Magnetic Resonance (NMR) method of hydrogen (1H) and carbon (13C). The antibacterial activity was evaluated by the broth microdilution method against two gram-negative bacterial strains (Escherichia coli ATCC 25922 and Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853) and two gram-positive strains (Staphylococcus aureus ATCC 25923 and Enterococcus faecalis ATCC 29212), the compounds presented significant to moderate activity with minimal inhibitory concentrations (MIC) of 62.5 µg/ml-500 µg/ml against most strains. The evaluation of the antibacterial activity showed that the compounds LQM385, LQM389 and LQM390 exhibited the best MIC against the S. aureus ATCC 25923 strain, being the lowest in the study including also the MIC of the compound LQM 385 against E. faecalis ATCC 29212.

8
  • ARTHUR LUY TAVARES FERREIRA BORGES
  • ESTUDOS DE OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MICROCÁPSULAS SPRAY-DRYER COM EXTRATO DE Uncaria Tomentosa

  • Orientador : TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CÍCERO FLÁVIO SOARES ARAGÃO
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • LARA MENDES DE ALMEIDA
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 31/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • A planta medicinal Uncaria tomentosa vem sendo amplamente utilizada na medicina tradicional, onde, suas decocções, preparadas a partir da sua casca, é usada para o tratamento de diversas doenças e a atividade anti-inflamatória é descrita como principal aplicação farmacológica. O trabalho desenvolveu e caracterizou microcápsulas spray-dryer carregadas com extrato hidroalcoólico de Uncaria tomentosa. O pó das cascas da Uncaria tomentosa foram adquiridas pela empresa de e-commerce Kampo de Ervas® e submetidas a extração por infusão (utilizando solução aquosa) ou maceração (usando solução hidroetanólica 70ºGL e 92ºGL). Os extratos hidroalcoólicos foram particionado usando solventes hexano e diclorometano, seguindo a marcha para extração de alcalóides e, posteriormente, submetido a ensaio de atividade antibacteriano. O extrato etanólico 92°GL foi utilizada para preparação de uma composição de microcápsula de Uncaria tomentosa de obtido pela técnica Spray-Dryer. Os extratos por infusão, extratos etanólico 92ºGL e microcápsula de Uncaria tomentosa foram submetidos a ensaios de caracterização química e físico-química por ensaios de triagem fitoquímica para alcaloides, fenóis totais, flavonoides totais, ensaios de atividade antioxidante, ensaios UV-Vis e UFLC-DAD, ensaio MEV, ensaios de análise térmica, ensaio de infravermelho e ensaios de dissolução.  Os resultados de caracterização dos extrato bruto e microcápsulas de Uncaria tomentosa revelam presença de alcaloides usando teste de Dragendorff e compostos fenólicos como ácido gálico, catequina e ácido caféico usando a técnica comparativa de injeções de padrões analíticos por UFLC-DAD. Uma composição físico-quimicamente estável de microcápsulas de Uncaria tomentosa foi desenvolvida em escala micrométrica quando analisada por Microscopia Eletrônica de Varredura, Infravermelho com Transformada de Fourier (FTIR) e Análise térmica. Os ensaios de dissolução in vitro demonstrou que as microcápsulas de Uncaria tomentosa apresentam características de ser pobremente solúvel em água e adição de adjuvantes farmacotécnicos podem auxiliar na melhor liberação e absorção dos constituintes ativos pelos fluidos gastrointestinais resultando em composições fitoterápicas sólidas atingindo  ~80% de liberação após 240 min. Os extratos etanólico e microcápsulas de Uncaria tomentosa apresentaram atividade antioxidante com valores de IC50 de 5,80 e 5,03 µg/mL. Os extratos diclorometano de Uncaria tomentosa apresentaram atividade antibacteriana contra cepas de bactérias gram-negativa e gram-positiva, a fração UT-7 obteve o melhor resultado para todas as cepas estudadas, obtendo CIMs inferior a 256 μg/mL, provavelmente devido ao efeito sinérgico entre alcaloides e compostos fenólicos.

     


  • Mostrar Abstract
  • The medicinal herbal Uncaria tomentosa has been widely used in traditional medicine, where its decoctions, prepared from its bark, are used for the treatment of various diseases and the anti-inflammatory activity is applied as the main pharmacological application. The work developed and characterized spray-dryer microcapsules of hydroalcoholic extract loaded with Uncaria tomentosa. The Uncaria tomentosa bark powder was acquired by the e-commerce in Kampo de Ervas® and subjected to extraction by infusion (using aqueous solution) or maceration (using 70ºGL and 92ºGL hydroethanolic solution). The hydroalcoholic extracts were partitioned using hexane and dichloromethane solvents, following the extraction method for alkaloids and, subsequently, submitted to an antibacterial activity test. The 92°GL ethanol extract was used to prepare a microcapsule composition of Uncaria tomentosa obtained by the Spray-Dryer technique. The infusion extracts, 92ºGL ethanol extracts and Uncaria tomentosa microcapsule were subjected to chemical and physicochemical characterization tests by phytochemical screening tests for alkaloids, total phenols, total flavonoids, antioxidant activity tests, UV-Vis and UFLC-tests DAD, SEM test, thermal analysis tests, infrared test and dissolution tests. The characterization ethanol extract and microcapsules from Uncaria tomentosa reveal the presence of alkaloids using Dragendorff's test and phenolic compounds such as gallic acid, catechin and caffeic acid using the comparative technique of analytical standard injections by UFLC-DAD. A physicochemically stable composition of Uncaria tomentosa microcapsules was developed on a micrometric scale when analyzed by SEM, FTIR and Thermal Analysis. The dissolution tests showed Uncaria tomentosa microcapsules poorly water-soluble and pharmacotechnical adjuvants can help improve the release and absorption of active constituents by gastrointestinal fluids resulting in solid herbal compositions reaching 80% release after 240 min. The Uncaria tomentosa ethanol extract and microcapsules showed antioxidant activity with IC50 values of 5.80 and 5.03 µg/mL, respectively. The Uncaria tomentosa dichloromethane fractions showed antibacterial activity against gram-negative and gram-positive bacterial strains, the UT-7 fraction obtained the best result for all strains studied, obtaining MICs below 256 μg/mL, probably due to the synergistic effect between alkaloids and phenolic compounds.

9
  • RAFAEL ALEIXO DOS SANTOS SILVA
  • AVALIAÇÃO FARMACOGNÓSTICA E DA ATIVIDADE ANTIFÚNGICA DOS FRUTOS SECOS DE Illicium verum Hook. F. (SCHISANDRACEAE)

  • Orientador : IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • LARA MENDES DE ALMEIDA
  • Data: 11/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Illicium verum Hook f. (Schisandraceae), conhecido como anis-estrelado, é uma espécie nativa da Ásia comercializada mundialmente. A droga vegetal (DV), constituída pelos frutos secos, é empregada na medicina popular e na indústria farmacêutica. No seu óleo essencial, encontra-se o anetol, componente majoritário, ao qual são referidas as atividades farmacológicas. As micoses cutâneas são manifestações clínicas causadas por um grupo de fungos denominados de dermatófitos que afetam humanos e animais. Apesar das várias opções terapêuticas, os efeitos colaterais e resistência aos antifúngicos são um problema para o tratamento, necessitando, assim, da pesquisa por novos agentes antifúngicos. Apesar de seu vasto uso em fitoterapia e comercial, são escassos os estudos que tratam da análise farmacognóstica de I. verum, como os de sua atividade sobre dermatófitos. Assim, o objetivo deste trabalho foi o de fazer o controle de qualidade dos frutos secos de I. verum e avaliar a capacidade antimicótica do óleo essencial (OEIV) sobre dermatófitos. Para o método, foi adquirida uma amostra de anis-estrelado em ervanária na cidade de Maceió/AL, sendo o controle de qualidade da DV realizado de acordo com a Farmacopeia Brasileira 6ª edição (2019), sendo realizados: identificação botânica (macro- e microscopia), determinação da matéria estranha, cinzas totais, teor e perfil químico de voláteis. Os testes de pureza foram realizados em triplicata e expressos pela média e desvio padrão (M± DP). Para a atividade antifúngica foram tomadas seis amostras clínicas de dermatófitos: Microsporum canis (1), Trichophyton rubrum (1), Trichophyton tonsurans (1) e Trichophyton mentagrophytes (3). A pesquisa consistiu pelo teste de microdiluição em caldo, cujas concentrações do OEIV foram de 10.000 µg/mL a 78,1µg/mL, sendo os resultados expressos pela Concentração Inibitória Mínima (CIM) e a partir desta, a da Concentração Fungicida Mínima (CFM). A análise de identidade mostrou que as amostras atenderam aos parâmetros macroscópicos da DV. No entanto, a microscopia apontou diferenças morfológicas dos frutos que não amadureceram, indicando neles, ausência de estruturas especializadas para armazenamento do óleo. O teor de matéria estranha (1,6%±0,32) e de cinzas totais (3,0%±0,10) estavam de acordo com a monografia da espécie. O percentual do marcador químico anetol estava de acordo com a monografia (>99%), no entanto, o teor de voláteis se apresentou abaixo do esperado (6,25% p/v). A CIM/CFM para as amostras foram de 10.000 a 78,1µg/mL (CIM) e 10.000 a 625 ± µg/mL (CFM). Os resultados dessa pesquisa evidenciam que a DV atendeu aos requisitos de qualidade propostos pela farmacopeia e ratificam o potencial e a atividade do OEIV nos fungos devido ao anetol.

     


  • Mostrar Abstract
  • Illicium verum Hook f. (Schisandraceae), known as star anise, is a native specie to Asia marketed worldwide. The herbal drug (HD), consisting of dried fruit, is used in folk medicine and the pharmaceutical industry. In its essential oil is the anethole, the major component, to which pharmacological activities are mentioned. Cutaneous mycoses are clinical manifestations caused by a group of fungi called dermatophytes that affect humans and animals. Despite the various therapeutic options, the side effects and the resistance to antifungals are a problem for treatment, thus requiring the search for new antifungal agents. Despite its extensive use in phytotherapy and commercial, there are few studies dealing with pharmacognostic analysis of I. verum, like those of his activity on dermatophytes. Thus, the aim of this work was to make the quality control of dried fruits of I. verum and evaluate the antimycotic capacity of essential oil (IVEO) on dermatophytes. For the method, a sample of star anise was acquired in a herbal shop of the city of Maceió/AL and the quality control of HD was done according to the Brazilian Pharmacopoeia 6th edition (2019), being performed: botanical identification (macro- and microscopy), determination of foreign matter, total ash, yield and chemical profile of volatiles. Purity tests were performed in triplicate and expressed by mean and standard deviation (M±SD). For antifungal activity, six clinical samples of dermatophytes were taken: Microsporum canis (1), Trichophyton rubrum (1), Trichophyton tonsurans (1), Trichophyton mentagrophytes (3). The search consisted by microdilution in broth, whose concentrations of IVEO were from 10,000 μg/mL to 78.1μg/mL and the results were expressed by the Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and from this, that of the Minimum Fungicidal Concentration (MFC). The identity analysis showed that the samples met the macroscopic parameters of the HD. However, microscopy showed morphological differences in fruits that did not mature, indicating in them, absence of specialized structures for oil storage. The foreign matter yield (1.6%±0.32) and total ash (3.0%±0.10) were in accordance with the monograph of the specie. The percentage of the chemical marker anethole was in accordance with the monograph (>99%), however, the volatile yield was below the expected (6.25% w/v). The MIC/MFC for the samples were from 10,000 to 78.1μg/mL (MIC) and 10,000 to 625 ± μg/mL (MFC). The results of this search show that HD met the quality requirements proposed by the pharmacopoeia and ratifies the potential and activity of IVEO in fungi due to anethole.

10
  • RODRIGO JOSE NUNES CALUMBY
  • Caracterização da microbiota intestinal cultivável de Rhynchophorus palmarum Linnaeus (Coleoptera: Curculionidae) e determinação da atividade celulolítica

  • Orientador : LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • LUCIANO APARECIDO MEIRELES GRILLO
  • VALTER ALVINO DA SILVA
  • LARA MENDES DE ALMEIDA
  • Data: 15/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • Caracterização da microbiota intestinal cultivável de Rhynchophorus palmarum Linnaeus (Coleoptera: Curculionidae) e determinação da atividade celulolítica
    Rhynchophorus palmarum L. é uma praga agrícola que afeta diversas culturas, incluindo as plantações de coco (Cocos nucifera) que ocupam um lugar de destaque na economia do Nordeste brasileiro. A caracterização da microbiota intestinal de R. palmarum, bem como a elucidação de aspectos relacionados à bioquímica e fisiologia da digestão do inseto são essenciais para a intervenção em processos metabólicos específicos como forma de controle da praga. Este estudo teve por objetivo caracterizar a microbiota intestinal de R. palmarum e investigar sua capacidade de degradar substratos celulósicos, visando a exploração de novas formas de controle biológico. Dissecações intestinais de oito insetos adultos (4 machos e 4 fêmeas) de R. palmarum, capturados em campo, foram conduzidas em câmara de fluxo laminar. Os intestinos foram inseridos em caldo infusão de cérebro e coração (BHI) e incubados a ± 35ºC durante 24 horas. Subsequentemente, diluições seriadas (10-1 a 10-6) dessas culturas foram plaqueadas em meios de cultivo nutritivos para o isolamento de bactérias e fungos. Os microrganismos foram identificados por meio de espectrometria de massa MALDI-TOF e, posteriormente, avaliados quanto à capacidade de degradação de celulose como fonte de carbono em meio de cultivo sólido contendo carboximetilcelulose. A pesquisa de T. paradoxa foi realizada a partir da cultura de amostras da carapaça e do tubo digestivo de R. palmarum capturados em campo (n=20) em ágar batata dextrose acrescido de cloranfenicol. Como resultados, 20 microrganismos foram identificados, correspondendo a 16 gêneros bacterianos (Acinetobacter, Alcaligenes, Arthrobacter, Bacillus, Citrobacter, Enterococcus, Kerstersia, Lactococcus, Micrococcus, Proteus, Providencia, Pseudomonas, Serratia e Staphylococcus) e fúngicos (Candida e Saccharomyces), os quais foram atribuídos aos Filos Firmicutes, Actinobacteria, Proteobacteria e Ascomycota. As microbiotas intestinais se mostraram bastante diversificadas com poucas diferenças observadas entre os sexos. Em relação às espécies identificadas, Enterococcus faecalis foi mais abundante tanto em insetos machos (25,3%), quanto em fêmeas (47,1%), seguida por Citrobacter koseri (15,2%) e Alcaligenes faecalis (8,8%) em machos e Bacillus cereus (10,4%) e Citrobacter koseri (4,4%) em fêmeas. Seis espécies bacterianas e uma fúngica apresentaram atividade celulolítica, com destaque para Bacillus cereus que demonstrou alta síntese de enzima (IE = 4,6). Os isolamentos realizados a partir da carapaça de R. palmarum evidenciaram 15,0% de crescimento micelial de T. paradoxa, correspondente a três insetos infectados. Não foi encontrado T. paradoxa no trato intestinal dos insetos. Este é o primeiro estudo em nível mundial sobre a caracterização da microbiota intestinal de R. palmarum, composta principalmente por microrganismos facultativos e com metabolismo fermentativo capazes de degradar polissacarídeos da planta, os quais podem desempenhar um papel importante na nutrição do inseto. Esses achados abrem perspectivas interessantes para o desenvolvimento de novas estratégias para o controle simbiótico de R. palmarum.


  • Mostrar Abstract
  • Rhynchophorus palmarum L. is an agricultural pest that affects various palm crops, including coconut (Cocos nucifera) plantations which are prominent in the economy of Northeastern Brazil. Characterization of the intestinal microbiota of R. palmarum, as well as elucidation of aspects related to the biochemistry and physiology of the insect's digestion are essential for intervention in specific metabolic processes as a form of pest control. This study aimed to characterize the intestinal microbiota of R. palmarum and investigate its ability to degrade cellulosic substrates, in order to explore new biological control measures. Intestinal dissections of eight adult insects (4 males and 4 females) of R. palmarum captured in the field was performed in a laminar flow chamber. The intestines were then inserted into brain heart infusion (BHI) broth and incubated at ± 35°C for 24 hours. Subsequently, serial dilutions (10-1 to 10-6) of these cultures were plated on nutritious culture media for the isolation of bacteria and fungi. The microorganisms were identified by MALDI-TOF mass spectrometry, and subsequently evaluated for their ability to degrade cellulose as a carbon source in a solid culture medium containing carboxymethylcellulose. The research of T. paradoxa was carried out from the culture of R. palmarum carapace and digestive tract samples captured in the field (n = 20) on potato dextrose agar plus chloramphenicol. As a result, 20 microorganisms were identified, corresponding to 16 bacterial (Acinetobacter, Alcaligenes, Arthrobacter, Bacillus, Citrobacter, Enterococcus, Kerstersia, Lactococcus, Micrococcus, Proteus, Providencia, Pseudomonas, Serratia and Staphylococcus) and fungal (Candida e Saccharomyces), which have been found in Phyla Firmicutes, Actinobacteria, Proteobacteria and Ascomycota. The intestinal microbiotas proved to be quite diversified with few differences observed between the sexes. Regarding the species identified, Enterococcus faecalis was more abundant both in male insects (25.3%) and in females (47.1%), followed by Citrobacter koseri (15.2%) and Alcaligenes faecalis (8.8%) in males and Bacillus cereus (10.4%) and Citrobacter koseri (4.4%) in females. Six bacterial and one fungal species showed cellulolytic activity, with emphasis on Bacillus cereus, which showed high enzyme synthesis (IE = 4.6). The isolations made from the carapace of R. palmarum showed 15.0% of mycelial growth of T. paradoxa, corresponding to three infected insects. T. paradoxa was not found in the intestinal tract of insects. This is the first worldwide study on the characterization of the intestinal microbiota of R. palmarum, composed mainly of facultative microorganisms with fermentative metabolism capable of degrading plant polysaccharides, which can play an important role in insect nutrition. These findings open interesting perspectives for the development of new strategies for the symbiotic control of R. palmarum.

2020
Dissertações
1
  • ILZA FERNANDA BARBOZA DUARTE
  • ESTUDO DOS CONSTITUINTES VOLÁTEIS E ATIVIDADES ANTIOXIDANTE E MICROBIOLÓGICA DOS EXTRATOS DE PRÓPOLIS VERMELHA DE ALAGOAS

  • Orientador : IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IRINALDO DINIZ BASILIO JUNIOR
  • LARA MENDES DE ALMEIDA
  • SAMIA ANDRICIA SOUZA DA SILVA
  • JOHNNATAN DUARTE DE FREITAS
  • Data: 24/01/2020

  • Mostrar Resumo
  • O termo “própolis” é designado para o material resinoso composto de um conjunto de substâncias naturais, no qual são colhidas diretamente de diferentes partes e exsudados de plantas em que são acrescidas secreções salivares das abelhas, cera e pólen para formação do produto final. Algumas investigações fitoquímicas utilizando a própolis vermelha de Alagoas (PVA) possibilitaram a identificação de diversas classes de compostos na sua composição, porém ainda não se conhece muito bem a sua composição volátil. Com esse propósito, o projeto tem por objetivo extrair o óleo essencial da própolis vermelha (OEPV), caracterizar físico-quimicamente a composição química dos extratos, extrato etanólico de própolis vermelha (EEPV), extrato etanólico da borra de própolis vermelha (EEBPV), extrato aquoso de própolis vermelha (EAPV) e do OEPV do estado de Alagoas, avaliando as suas atividades biológicas. Realizou-se a extração do OEPV por hidrodestilação da própolis vermelha, em sua forma bruta, e preparou-se os extratos (EEPV, EEBPV e EAPV), afim de avaliar a qualidade da própolis comparando os resultados dos seus extratos frente ao óleo essencial. As metodologias empregadas foram as pesquisas físico-químicas (teor de ceras, cinzas, umidade, flavonoides e fenóis totais), atividade antioxidante, análise do perfil cromatográfico e fitoquímico por CG-EM (Cromatografia Gasosa acoplada a Espectrometria de Massas), extração por Headspace e UPLC-DAD (Cromatografia Líquida de Ultra Performance acoplada a Detector por Arranjo de Diodos) e a avaliação da atividade antibacteriana frente as cepas Staphlococcus aureus ATCC 25923, Staphlococcus epidermidis CCCD-S010, Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853 e Escherichia coli ATCC 14942. Observou-se nos resultados encontrados nas análises físico-químicas que os EEPV, EEBPV, EAPV e OEPV, estão dentro dos padrões preconizado pelo MAPA, sendo encontrado valores respectivos de 216,1, 272,93, 188,37 e 713,95 mg EAG.g-1 para fenóis e 25,3, 20,1 e 27,3 mg EQ.g- 1 para flavonoides totais, no entanto o OEPV não apresentou nenhuma concentração de flavonoides. A atividade antioxidade dos extratos mostrou valores de IC50 de 11,88 μg/mL para o EEPV, 13,81 μg/mL para o EEBPV, 18,81 μg/mL para o EAPV e 64,20 μg/mL para o OEPV. As análises por CG-EM e Headspace mostraram a presença de compostos fenólicos majoritários como o anetol e metileugenol. O UPLC-DAD mostrou a presença de liquiritigenina, isoliquiritigenina, formononetina e bolusantol no EEPV, EEBPV e no EAPV. Na análise bacteriana os extratos EEPV e EEBPV não apresentaram atividade contra as cepas testadas, já os EAPV e OEPV apresentaram atividades e valores respectivos contra S. aureus (CIM 250 e 4500 μg/mL), S. epidermidis (CIM 500 e 2250 μg/mL), P. aeruginosa (CIM 1000 e 4500 μg/mL) e E. coli (CIM 500 e 4500 μg/mL). Desta forma, foi possível concluir que os resultados inéditos são promissores e oferecem uma base para ampliar o escopo da pesquisa com própolis vermelha, observando nos extratos características físico-químicas, perfis cromatográficos e fitoquímicos semelhantes, com características de uma própolis vermelha de boa qualidade.


  • Mostrar Abstract
  • The term "propolis" is meant for resinous material composed of a set of natural substances, which are not collected directly from different parts and exudates from plants where salivary sections of bees, wax and pollen are added for training of the final product. Some phytochemical investigations using Alagoas red propolis (PVA) allow the identification of several classes of compounds in their composition, but are not yet well known in their volatile composition. To this end, the project aims to extract essential oil from red propolis (OEPV), physically and chemically characterize a chemical composition of extracts, ethanolic extract of red propolis (EEPV), ethanolic extract of red propolis sludge (EEBPV) Red Propolis Aqueous (EAPV) and OEPV from the state of Alagoas, evaluated as their biological activities. It performed the extraction of OEPV by hydrodistillation of red propolis, in its crude form, and the preparation of extracts (EEPV, EEBPV and EAPV), besides evaluating the quality of propolis comparing the results of the extracts against the essential oil. As the methodologies used were the physicochemical research, ash, collected, flavonoids and total phenolics), antioxidant activity, chromatographic and phytochemical profile analysis by GC-MS (Mass Spectrometry Gas Chromatography), Headspace extraction and UPLC- DAD (Ultra Performance Liquid Chromatography coupled to a Diodes Array Detector) and evaluation of antibacterial activity against Staphlococcus aureus ATCC 25923, Staphlococcus epidermidis CCCD-S010, Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853 and Escherichia coli ATCC 14942. It was observed in the results found in the physicochemical analysis that the EEPV, EEBPV, EAPV and OEPV, are within the standards recommended by the ABPM, being found respective values of 216.1, 272.93, 188.37 and 713.95 mg. EAG.g-1 for phenols and 25.3, 20.1 and 27.3 mg EQ.g-1 for total flavonoids, however OEPV showed no flavonoid concentration. The antioxidant activity of the extracts showed IC50 values of 11.88 μg/mL for EEPV, 13.81 μg/mL for EEBPV, 18.81 μg/mL for EAPV and 64.20 μg/mL for OEPV. GC-MS and Headspace analyzes showed the presence of major phenolic compounds such as anethole and metileugenol. UPLC-DAD showed the presence of liquiritigenin, isoliquiritigenin, formononetin and bolusanthol in EEPV, EEBPV and EAPV. In the bacterial analysis the EEPV and EEBPV extracts showed no activity against the strains tested, while the EAPV and OEPV presented activities and respective values against S. aureus (MIC 250 and 4500 μg/mL), S. epidermidis (MIC 500 and 2250 μg/mL), P. aeruginosa (MIC 1000 and 4500 μg/mL) and E. coli (MIC 500 and 4500 μg/mL). Thus, it was possible to conclude that the unprecedented results are promising and offer a basis to broaden the scope of the research with red propolis, observing in the extracts physicochemical characteristics, chromatographic and phytochemical profiles, with characteristics of a good quality red propolis.

     

2
  • SAMAYSA DE LIMA LINS
  • SÍNTESE DE NANOLIPOSSOMAS E ESTUDO DE COMPLEXO DE INCLUSÃO COM A LQM168 UTILIZANDO TÉCNICAS ELETROQUÍMICAS, ESPECTROSCÓPICAS E DE DINÂMICA MOLECULAR

     
  • Orientador : THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • THIAGO MENDONCA DE AQUINO
  • CAMILA BRAGA DORNELAS
  • FABRICIA DA ROCHA FERREIRA
  • Data: 17/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Estratégias modernas para o planejamento e desenvolvimento de fármacos se baseiam no conhecimento da fisiopatologia da doença, no estudo de vias bioquímicas e na seleção de alvos moleculares, permitindo o desenvolvimento de moléculas mais seguras e efetivas. A hibridação molecular é uma estratégia racional para obtenção de novos fármacos que vem se destacando devido a possibilidade de potencialização do efeito farmacológico, diminuição da toxicidade e menor risco de interação farmacológica. Além disso, o desenvolvimento de metodologias que possibilitem aumentar a biodisponibilidade desses compostos sem alterar sua estrutura química e permitindo a sua liberação no alvo de ação é de extrema importância e, nesse sentido, os lipossomas ocupam uma posição de destaque como carreadores de fármacos devido à sua biocompatibilidade, variabilidade estrutural e por serem altamente funcionalizáveis permitindo a associação de estruturas independentemente da sua carga ou massa molecular. Com o objetivo de aumentar a solubilidade e a estabilidade da LQM168 (a qual apresenta os núcleos quinolina e tiazolidina, com atividade antitumoral comprovada) em meio aquoso, foi avaliada a formação de complexo de inclusão com lipossomas unilamelares catiônicos funcionalizados com CdSe/CdS através de técnicas eletroquímicas, espectroscópicas e de dinâmica molecular. Os lipossomas unilamelares catiônicos e os complexos de inclusão estudados foram sintetizados através do método de hidratação do filme lipídico e caracterizados utilizando AFM, UV-VIS, espectroscopia de fluorescência e FTIR. Os estudos eletroquímicos para a LQM 168 foram realizados em meio aprótico (DMF+TBAP) e em meio prótico (PBS pH: 7,0) em um sistema eletroquímico constituído por 3 eletrodos (eletrodo de trabalho: carbono vítreo, referência: Ag|AgCl|Cl-, contra eletrodo: fio de platina). Nos estudos de VC, a LQM 168 apresentou um perfil eletroquímico de natureza reversível com valores de potencial redox favoráveis aos processos fisiológicos de transferências de elétrons (Epa: -0,056V e Epc: -0,085V). No comportamento da LQM168 frente ao ssDNA e o dsDNA por VPD, foi observado uma interação da LQM168 com as bases guanina e adenina sem ocasionar a quebra da fita de dupla hélice do DNA; a LQM168 em presença de oxigênio não promoveu a geração de ERO´s. Os estudos de interação entre a LQM 168 e os lipossomas por UV-vis demonstrou o suprimento da banda em 315nm e um deslocamento batocrômico e hipocrômico  da banda em 415nm; a interação da LQM168 com lipossomas por fluorescência foi possível avaliar pela diminuição da intensidade da fluorescência; por FTIR, a caracterização do complexo foi verificada pelo suprimento das bandas em 815cm-1 referente ao estiramento C-Cl e pela permanência da banda em 1477 cm-1 referente ao metil na posição 4 do anel tiazolidínico. Os lipossomas unilamelares catiônicos são uma alternativa promissora para driblar os fatores físico-químicos da LQM168 permitindo o aumento da sua estabilidade e solubilidade em meio aquoso. O uso das técnicas eletroquímicas na investigação do comportamento de transferência de elétrons e na elucidação de mecanismos de ação é simples, útil, barato e completamente reprodutível permitindo a obtenção de parâmetros químicos similares aos que acontecem a nível celular.

     

  • Mostrar Abstract
  • Modern strategies for drug planning and development are based on knowledge of the pathophysiology of the disease, on the study of biochemical pathways and on the selection of molecular targets, allowing the development of safer and more effective molecules. Molecular hybridization is a rational strategy for obtaining new drugs that has been highlighted due to the possibility of potentiating the pharmacological effect, reducing toxicity and lower risk of drug interaction. In addition, the development of methodologies that make it possible to increase the bioavailability of these compounds without altering their chemical structure and allowing their release to the target of action is extremely important and, in this sense, liposomes occupy a prominent position as drug carriers due to their their biocompatibility, structural variability and because they are highly functional, allowing the association of structures regardless of their charge or molecular mass. In order to increase the solubility and stability of LQM168 (which has quinoline and thiazolidine nuclei, with proven antitumor activity) in aqueous media, the formation of an inclusion complex with unilamellar cationic liposomes functionalized with CdSe/CdS was evaluated through electrochemical, spectroscopic and molecular dynamics techniques. The cationic unilamellar liposomes and inclusion complexes studied were synthesized using the lipid film hydration method and characterized using AFM, UV-VIS, fluorescence spectroscopy and FTIR. The electrochemical studies for LQM 168 were carried out in aprotic medium (DMF+TBAP) and in protic medium (PBS pH: 7.0) in an electrochemical system consisting of 3 electrodes (working electrode: glassy carbon, reference: Ag|AgCl |Cl-, against electrode: platinum wire). In the VC studies, LQM 168 showed a reversible electrochemical profile with redox potential values favorable to the physiological processes of electron transfers (Epa: -0.056V and Epc: -0.085V). In the behavior of LQM168 against ssDNA and dsDNA by VPD, an interaction of LQM168 with the guanine and adenine bases was observed without causing the breakage of the DNA double helix strand; LQM168 in the presence of oxygen did not promote the generation of ROS. Interaction studies between LQM 168 and liposomes by UV-vis demonstrated band supply at 315nm and a bathochromic and hypochromic shift of the band at 415nm; the interaction of LQM168 with liposomes by fluorescence was possible to assess by the decrease in fluorescence intensity; by FTIR, the characterization of the complex was verified by the supply of bands at 815cm-1 referring to the C-Cl stretching and by the permanence of the band at 1477 cm-1 referring to the methyl in position 4 of the thiazolidine ring. Cationic unilamellar liposomes are a promising alternative to circumvent the physicochemical factors of LQM168, allowing an increase in its stability and solubility in aqueous media. The use of electrochemical techniques in the investigation of electron transfer behavior and in the elucidation of mechanisms of action is simple, useful, cheap and completely reproducible, allowing the achievement of chemical parameters similar to those that occur at the cellular level.

3
  • AUBERT KRISTHIAN SANTOS ALVES
  • Influência da Aplicação Tópica do Gel de Própolis Vermelha Alagoana na Progressão da Periodontite Experimental em Ratos

  • Orientador : ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA REGINA OLIVEIRA MOREIRA
  • ISABEL CRISTINA CELERINO DE MORAES PORTO
  • LUIZ ALEXANDRE MOURA PENTEADO
  • TICIANO GOMES DO NASCIMENTO
  • Data: 08/06/2020

  • Mostrar Resumo
  • As doenças periodontais compreendem patologias que causam a destruição progressiva de tecidos de sustentação e proteção dentária em indivíduos suscetíveis. Diversos agentes químicos têm sido usados como coadjuvantes para inibir a formação do biofilme oral e impedir a progressão da doença periodontal. Este estudo avaliou radiograficamente a ação da própolis vermelha no desenvolvimento da doença periodontal induzida por ligadura em ratos. O extrato etanólico de própolis vermelha alagoana foi caracterizado por UPLC-DAD e sua citotoxicidade foi testada  em macrófagos J774.A1. Quarenta e dois ratos Wistar, divididos em grupos (n=6): Grupo C (sem tratamento); Grupo G (Gel - aplicação de gel a base de natrosol puro); Grupo CHX (Clorexidina - gel de clorexidina a 2%); Grupo PV10 (Gel de Própolis Vermelha a 10 mg/ml); Grupo PV15 (Gel de Própolis Vermelha a 15 mg/ml); Grupo PV10+CHX (Gel Própolis Vermelha 10 mg/ml + Clorexidina a 2%); Grupo PV15+CHX (Gel de Própolis Vermelha 15 mg/ml + Clorexidina a 2%) foram usados no estudo. Os géis foram aplicados diariamente, a partir da inserção da ligadura, por um período de 15 dias. Decorrido o tempo experimental, os animais foram eutanasiados e foram realizadas análises radiográficas por tomografia computadorizada cone beam para medir o suporte ósseo periodontal. Os valores obtidos passaram por análise de variância (ANOVA) seguida por post-hoc de Tukey. Os resultados obtidos indicaram a presença de flavonoides anti-inflamatórios e imunomoduladores, como a liquiritigenina, daidzeína, formononetina, isoliquiritigenina, pinobanksina, biochanina A e pinocembrina. O teste de citotoxicidade demonstrou a própolis vermelha alagoana como não tóxica em concentrações de até 10 µg/ml. A avaliação tomográfica evidenciou perda óssea significantemente menor (p<0,05) nos grupos que utilizaram própolis vermelha em relação ao controle e veículo, ao passo que não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos experimentais. Em conclusão, a aplicação de gel com própolis vermelha alagoana demonstrou efeito protetor para a reabsorção óssea decorrente de periodontite experimental similar à clorexidina, sendo um potencial agente terapêutico no manejo da doença periodontal.

     


  • Mostrar Abstract
  • Periodontal diseases are pathologies that cause progressive destruction of supporting tissues and dental protection in susceptible individuals. Several chemical agents have been used as adjuvants to inhibit the formation of oral biofilm and prevent the progression of periodontal disease. This study radiographically evaluated the action of Brazilian Red Propolis (BRP) in the progression of ligature-induced periodontal disease in rats. The ethanolic extract of BRP from Alagoas State was characterized by UPLC-DAD and tested for cytotoxicity in J774.A1 macrophages. Forty-two Wistar rats, divided into groups (n = 6): Group C (without treatment); Group G (Gel - pure natrosol gel application); CHX Group (Chlorhexidine - 2% chlorhexidine gel); Group PV10 (BRP gel at 10 mg / ml); Group PV15 (BRP gel at 15 mg / ml); Group PV10 + CHX (BRP 10 mg / ml + 2% chlorhexidine gel); Group PV15 + CHX (BRP 15 mg / ml + 2% chlorhexidine gel) were used in the study. The gels were applied daily, since the insertion of the ligature, for a period of 15 days. After the experimental period, the animals were euthanized and radiographic analyzes were performed using cone beam computed tomography to measure periodontal bone support. The values obtained were analyzed by variance (ANOVA) followed by Tukey's post-hoc. The results obtained indicated the presence of anti-inflammatory and immunomodulatory flavonoids, such as liquiritigenin, daidzein, formononetin, isoliquiritigenin, pinobanksin, biochanin A and pinocembrin. The cytotoxicity test demonstrated BRP was non-toxic in concentrations up to 10 µg / ml. The tomographic evaluation showed significantly less bone loss (p <0.05) in the groups that used BRP in relation to the control and vehicle, whereas there was no statistically significant difference between the experimental groups. In conclusion, the application of gel with BRP from Alagoas demonstrated a protective effect against bone resorption due to experimental periodontitis similar to chlorhexidine, being a potential therapeutic agent in the management of periodontal disease.

     

     

SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-4.srv4inst1 21/04/2024 20:40