Banca de DEFESA: JAIRO SILVA NUNES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JAIRO SILVA NUNES
DATA : 25/01/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 20 - ProfBio
TÍTULO:

USO POPULAR DE PLANTAS MEDICINAIS: UM LEVANTAMENTO POR ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO


PALAVRAS-CHAVES:

conhecimento popular; ensino por investigação; etnobotânica.


PÁGINAS: 89
RESUMO:
O ensino por investigação é uma abordagem didática que permite o planejamento, o questionamento e a construção do próprio conhecimento. Analisando o contexto escolar atual é notável a necessidade de métodos alternativos que considerem os conhecimentos prévios dos discentes, fornecendo caminhos para que esses consigam relacionar o conhecimento popular ao conhecimento científico, construindo dessa forma uma aprendizagem significativa. O principal objetivo desse trabalho foi promover ações investigativas com alunos do Ensino Médio, da rede pública, por meio da pesquisa e catalogação de espécies de plantas utilizadas, para fins medicinais, pela comunidade regional, a fim de que conhecessem seu uso popular e o comparassem com o uso disponibilizado na literatura científica específica. O estudo foi realizado com 60 alunos dos 2°s anos do Ensino Médio da Escola Estadual Francisco Domingues, no município de Limoeiro de Anadia (AL). A pesquisa foi conduzida de acordo com as seguintes etapas: 1) Apresentação da proposta e aplicação de um questionário prévio de conhecimentos; 2) Lançamento de questões-problema para estimular os alunos a pensarem que tipo de trabalho poderia ser feito na comunidade, seguida de socialização de bibliografia específica pelo professor-mestrando; 3) Divisão dos discentes em grupo para formulação de questionário a ser aplicado na comunidade para levantar as plantas e seus usos medicinais; 4) Confecção de folder com informações relacionadas às plantas medicinais usadas pela comunidade; 5) Aplicação do questionário de percepção sobre a metodologia utilizada. Os resultados demonstraram que os alunos possuem conhecimento prévio sobre o uso de plantas medicinais pela comunidade, sendo as mais citadas: hortelã, erva-cidreira, boldo, arruda, manjericão e alecrim, voltadas para doenças e sintomas do sistema digestório, respiratório e geniturinário. O levantamento na comunidade apontou que as folhas são os órgãos mais utilizados, sendo o chá a principal forma de preparo. As respostas dadas pelos alunos, em um levantamento inicial, foram bastante coincidentes com as dadas pela comunidade, o que indicou que os alunos já apresentavam um conhecimento prévio, empírico, sobre o uso medicinal de algumas plantas na comunidade em que residem. Como produto, foi desenvolvido um folder apresentando algumas informações sobre as plantas mais citadas pela população entrevistada. Todo o trabalho foi desenvolvido de forma contínua e o protagonismo dos alunos no desenvolvimento do projeto foi constantemente estimulado pelo professormestrando.

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1676996 - LETICIA RIBES DE LIMA
Interno(a) - 2579081 - DANIEL LEITE GOES GITAI
Externo(a) ao Programa - 1967102 - GRAZIELA CURY GUAPO
Notícia cadastrada em: 18/01/2023 10:42
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 30/05/2024 10:06