Banca de QUALIFICAÇÃO: ROOSSELINY PONTES SILVA



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: ROOSSELINY PONTES SILVA
DATA: 08/10/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de reuniões do LCCV/UFAL
TÍTULO:

PROPOSTA DE MODELO DE INDICADORES E MÉTRICAS DE INOVAÇÃO PARA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS


RESUMO:

A construção de metodologia para diagnosticar e avaliar a inovação no setor público em nível
institucional, especificamente em universidades, continua um desafio para as agências de
financiamento governamentais. Embora existam várias iniciativas, e em especial no caso do
Brasil, resta muito a ser feito para desenvolver um quadro de referência neste segmento.
Este trabalho desenvolve um modelo de indicadores e métricas de inovação para a
Universidade Federal de Alagoas-Ufal. De acordo com a delimitação do escopo, foi norteado
por duas questões: Por que precisamos mensurar a inovação em instituição pública de ensino
superior? Quais criterios e diretrizes devem ser utilizados para avaliar a inovação ?. O
alcance dos objetivos caracterizou-se pela utilização de método misto, baseado no princípio
da triangulação, que reúne informações obtidas por diferentes técnicas de levantamento de
dados. O estudo compila a análise documental dos manuais internacionais desenvolvidos na
área e molda-se a Lei n.º 13.243, que dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à
pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação. Abarca, ainda, pesquisa para
avaliar contextos específicos da instituição federais de ensino superior quanto ao uso de
metodologia para avaliar o desempenho inovativo institucional. Além disso, realiza estudo de
caso com inferência sobre a aplicabilidade do modelo a partir do Sistema Institucional
Integrado de Gestão-SIG, com o propósito de medir e criar o desenho de indicadores
adaptados à fonte de dado. A proposta inclui análise específica em cada dimensão e
estruturação em subdimensão para definição dos indicadores de insumo e resultado, voltados
para o conhecimento que gera inovação e fomenta o empreendedorismo. O processo de
mensuração tem por base procedimento matemático e cruzamento de dados das atividades
processuais e de resultados para elaboração do perfil inovativo. O instrumento gerado no
processo agrega 172 indicadores, distribuídos em 5 dimensões e 17 subdimensões. Este
estudo tem por resultado um sistema de indicadores que fornece uma visão descritiva e
permite determinar padrões e tendências do processo inovativo, adequadamente estruturado e
condizente com as características da instituição. Um modelo padronizado de indicadores
contribui para gestão da inovação, principalmente quando são levados em consideração o
gerenciamento de informações e conhecimento institucional para a definição de alternativas
que possam subsidiar o processo de tomada de decisão, alinhado ao planejamento estratégico
de forma a identificar as contribuições da Universidade, por meio da inovação e do
empreendedorismo, no alcance das metas relativas à contribuição desenvolvimento
socioeconômico.


PALAVRAS-CHAVE:

Indicador, Métrica, Inovação, Empreendedorismo, Universidade


PÁGINAS: 87
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1742402 - JOAO PAULO LIMA SANTOS
Interno(a) - 310567 - ELIANA SILVA DE ALMEIDA
Interno(a) - 5198835 - JOSE EDMUNDO ACCIOLY DE SOUZA
Externo(a) à Instituição - GABRIEL MARCUZZO DO CANTO CAVALHEIRO - UFF
Notícia cadastrada em: 08/10/2019 13:41
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 28/02/2024 13:06