Banca de DEFESA: BRUNA PINTO DE CERQUEIRA PEDROSA DE OLIVEIRA



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: BRUNA PINTO DE CERQUEIRA PEDROSA DE OLIVEIRA
DATA: 19/02/2020
HORA: 13:00
LOCAL: FEAC/UFAL
TÍTULO:

GESTÃO DA INOVAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DAS MICRO E PEQUENAS
EMPRESAS INDUSTRIAIS EM ALAGOAS


RESUMO:

A inovação e seu gerenciamento veem se tornando um tema bastante discutido no setor industrial, em especial para aqueles que pretendem se diferenciar e tornar-se mais competitivo no mercado. A sistematização de rotinas e ferramentas voltadas para a prática da inovação - demonstram um papel indispensável para otimização dos processos internos e atuação dos gestores e colaboradores na empesa. Nesse sentido, o estudo foi desenvolvido com o propósito de avaliar a gestão da inovação em micro e pequenas empresas industriais de Alagoas. Na oportunidade foram estudadas 19 empresas de diversos segmentos industriais do Estado. Dessa forma, foi aplicado o diagnóstico da metodologia de gestão da inovação do Instituto Euvaldo Lodi –IEL. De forma a cooperar com decisões estratégicas, inteligentes e inovadoras que permitam o diferencial competitivo diante da concorrência a realização do diagnóstico possibilita de maneira mais eficiente, a partir do conhecimento do cenário em que sua empresa se encontra, um planejamento com ações mapeadas e controle dos resultados, de forma contínua e formalizada. Como classificação do estudo foi utilizada pesquisa aplicada, quantos aos objetivos exploratório e descritivo, complementado com uma abordagem qualitativaquantitativa. As empresas foram analisadas por meio de diagnósticos, sendo selecionadas as que aderiram ao projeto “Gestão da inovação para micro e pequenas empresas industriais”. Para corroborar com os dados foi utilizada também a analise não paramétrica DEA - Data Envelopment Analysis a fim de mensurar o grau de eficiência das empresas pesquisadas. De modo geral, os resultados demonstram uma otimização da maturidade após participação no projeto, por meio da evolução nos momentos T0 e T1, antes e após participação no projeto, respectivamente. Uma grande dificuldade encontrada se deu devido ao engessamento de algumas empresas quanto ao tema inovação, no entanto foi possível uma descoberta do próprio empresariado na concordância dos benefícios e resultados gerados da inovação, por meio da utilização de técnicas inovadoras dentro da empresa, alterando para novas condutas, aprendizado e amadurecimento no ambiente. Por fim, o estudo contribuirá na decisão de futuros projetos e avanços em inovação na Indústria alagoana, reformulando mecanismos que impulsionem o potencial inovador industrial do Estado.


PALAVRAS-CHAVE:

Inovação. Gestão da Inovação. Metodologia. Indústria alagoana.


PÁGINAS: 157
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - OLIVAN DA SILVA RABELO - UFMT
Interno(a) - 1120955 - REYNALDO RUBEM FERREIRA JUNIOR
Presidente - 1775449 - TATIANE LUCIANO BALLIANO
Notícia cadastrada em: 19/02/2020 11:28
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 28/02/2024 12:27