Banca de DEFESA: KALINE SILVA DOS SANTOS



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: KALINE SILVA DOS SANTOS
DATA: 28/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: PLATAFORMA GOOGLE MEET - VIDEOCONFERÊNCIA
TÍTULO:

Análise do conceito de Smart City a partir de prospecção patentária e diagnóstico da cidade de Maceió


RESUMO:

Através de revisão bibliográfica sobre o termo smart city, pôde-se apresentar porque é tão importante a sua aplicabilidade e os ganhos promovidos para a sociedade através da gestão pública. Especificamente, esse trabalho vem contribuir com uma discussão sobre os principais conceitos adotados para as smart cities, quais os principais pilares adotados, critérios para ranking dessas cidades e principais exemplos globais. Percebeu-se pela literatura que ainda os conceitos estão muito associados a tecnologia da informação e comunicação, comunicação digital, tecnologia audiovisual e ciência estruturais como engenharia civil. Os principais pilares elencados na literatura foram qualidade de vida, economia, gestão pública, meio ambiente e sustentabilidade, mobilidade e transporte, planejamento urbano e aspectos tecnológicos. Cidades modelo presentes em países como Coréia, Emirados Árabes Unidos, Holanda, Estados Unidos, Austrália, China e Espanha, puderam mostrar que os pilares básicos para a caracterização de uma smart city, elencados acima, podem dar prioridade a determinada característica em relação a outra dependendo das caraterísticas sociais, ambientais, econômicas e culturais de cada país, ou seja, as necessidades de desenvolvimento são distintas para cada cultura. A partir dessas premissas, realizou-se um estudo prospectivo a partir de patentes na plataforma do Orbit Intelligence, encontrando-se 4270 patentes associadas a 6122 áreas (IPCs – International Patent Classification, ou seja, um documento de patente pode estar associado a mais de um IPC). Os principais líderes em depósitos de patentes mundiais foram China, Coreia, Escritório Europeu (organização), Estados Unidos, OMPI/WIPO, Índia, Japão, Reino Unido, Austrália, Alemanha, Suíça, França e Irlanda. No Brasil, encontrou-se apenas 3 depósitos, mostrando-se a necessidade da disseminação desse conceito e de associá-lo às tecnologias desenvolvidas. A partir desses resultados, se pôde delimitar como áreas tradicionalmente associadas ao termo smart city, sendo sequencialmente 1134 na área de Telecomunicações, 1029 em Comunicação Digital, 841 em Controle, 630 em Métodos de TI para gestão, 508 em Energia, aparatos e máquinaselétricas, 429 em Tecnologia computacional, 294 em Engenharia civil, 234 em Medição e 230 em Tecnologia Audiovisual, totalizando 87% dos documentos encontrados. Dos 13% menos pronunciados, 70% dos documentos estiveram associados a Tecnologia ambiental com 153 associação, Outras máquinas especiais com 109, Transporte com 95, Elementos mecânicos com 83, Engenharia química com 55 e Processos e aparatos térmicos com 54, percebendo-se que nas mais diversas áreas tecnológicas pode-se haver produtos de interesse às smart cities, e que se poderiam associar essas tecnologias às demandas atuais delas. Setores de destaque, essas áreas foram o tratamento de água e efluentes, coleta especial para lixo, aparelhos de aplicação agrícola (cultivo, rega, colheita e descasque), circuitos e materiais para aplicação em eletromobilidade, elementos e detalhes em sistemas de televisão, tecnologia fotovoltaica e elementos associados e sistemas de aquecimento e resfriamento. Em relação a Maceió, percebeu-se que há muito a se desenvolver no âmbito das smart cities, e de certeza, a implementação da Lei de Inovação, Lei Municipal Nº 6.902,26 de Julho de 2019 (ainda imatura) e do Projeto Maceió: Cidade Inteligente, devem propor medidas administrativas crescentes de modo a elencar todos os pilares supracitados e visando melhorar a qualidade de vida dos maceioenses.


PALAVRAS-CHAVE:

Cidades inteligentes. População. Centro urbano.


PÁGINAS: 102
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Administração

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - ANA KARLA DE SOUZA ABUD - UFS
Presidente - 3081569 - CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
Interno(a) - 776.707.014-04 - CENIRA MONTEIRO DE CARVALHO - UFAL
Interno(a) - 1121401 - JOSEALDO TONHOLO
Notícia cadastrada em: 21/12/2020 13:22
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 22/02/2024 04:46