Banca de QUALIFICAÇÃO: WILLAMS PEREIRA LOPES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WILLAMS PEREIRA LOPES
DATA : 26/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO:

PROPOSTA DE POLÍTICA MERCADOLÓGICA PARA VALORIZAÇÃO DE ATIVOS COMERCIAIS DE
INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS BRASILEIRAS


PALAVRAS-CHAVES:

Indicação Geográfica, Acesso a Mercados, Comercialização, Política.


PÁGINAS: 100
RESUMO:

Comercializar produtos de forma estruturada e imperecível é um dos grandes gargalos
encontrados pelos detentores de registros de indicação geográfica (IG) no Brasil. A
partir da problemática de pesquisa, sobre como estruturar uma política mercadológica
para valorização de ativos comerciais de IG brasileiras, observou-se que não há um
método estruturado para oferta de produtos certificados, com base nas boas práticas
de mercado, e a ausência desse caminho dificulta a comercialização. O objetivo geral
deste estudo é estruturar uma política mercadológica para valorização de ativos
comerciais de indicações geográficas brasileiras. Para alcançá-lo, são apontados
objetivos específicos para identificar as percepções dos atores do ecossistema de
apoio sobre o modelo mais adequado para potencialização de resultados, constatar
as dificuldades existentes nas cadeias produtivas e oportunidades para inferência de
ações estratégicas, estimular a ampla divulgação do selo de IG e incentivar ações de
promoção dos produtos, associando-os ao signo distintivo. A pesquisa possui
natureza aplicada e utiliza o método abdutivo. Sua abordagem é qualitativa e possui
objetivo exploratório, utilizando como métodos de pesquisa o metaestudo;
levantamento de dados, via
survey; pesquisa-ação e Design Science research. Os
dados foram coletados por meio de pesquisas bibliográficas e documentais e
observação direta intensiva e extensiva, os quais foram tratados através da análise
de conteúdo. Percebe-se, como resultados parciais, que falta certa estrutura
profissional para desenvolver ações coordenadas de acesso a novos mercados, além
da carência de ações de promoção comercial do sinal marcário, visando adequado
posicionamento. Há pouco apoio do ecossistema empreendedor para a ampla
divulgação do selo e ações que apoiem a comercialização, em vista de resultados,
além da alta dependência técnica e financeira dos grupos produtores, menos
estruturados tecnicamente, o que trava o desenvolvimento de ações que possam
elevar o potencial oferecido por uma IG e os resultados necessários para motivação
do grupo.



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRED LEITE SIQUEIRA CAMPOS - UFSC
Presidente - 1454996 - LUCIANA PEIXOTO SANTA RITA
Interna - 2120992 - SILVIA BEATRIZ BEGER UCHOA
Notícia cadastrada em: 09/04/2021 13:04
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 28/02/2024 12:41