PPF PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA INSTITUTO DAS CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES Telefone/Ramal: Não informado

Banca de QUALIFICAÇÃO: GLAUBER FRANCO DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GLAUBER FRANCO DE OLIVEIRA
DATA : 26/04/2023
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com/edm-semk-iaj
TÍTULO:

SOBRE A CONTRADIÇÃO EM ARTHUR GIANNOTTI: LÓGICA E DIALÉTICA

NO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO


PALAVRAS-CHAVES:

Contradição. Arthur Giannotti. Capitalismo contemporâneo. Lógica.
Dialética.


PÁGINAS: 199
RESUMO:

No século XIX, o filósofo moderno Friedrich Hegel rompe com a milenar Filosofia Clássica
de matriz aristotélica e coloca as contradições no devir, onde o ser e o pensar se encontram
no plano do idealismo objetivo e especulativo. Já seu conterrâneo Karl Marx, o “supera” ao
propor sua “inversão” ao materialismo histórico-dialético. Coloca as contradições como
ontológicas, reais e logo no fundamento do ser social, pressupondo uma antropologia
fundante. Em outra tradição e no século XX, para Wittgenstein as contradições estão fora da
realidade interna de que ambos tratam, são expressivas e linguísticas. Ela acontece por jogos
que guardam jogos de linguagem verbais e não-verbais. Reunidor destas três teorias distintas
na contemporaneidade, o filósofo brasileiro Arthur Giannotti é crítico, polêmico,
interdisciplinar e apresenta sua própria filosofia. Apresenta a contradição que se resumiria
em assentar: ou nos limites hegelianos, tendo um Marx fracassado em “inverter” Hegel e
resolver a sua escatologia leiga; ou na proposta de ampliação da expressividade e a partir de
jogos de linguagem de Wittgenstein. Para tratar disso, Giannotti distingue, por um lado, uma
história contemporânea das categorias capitalistas, que é a do seu desdobramento formal.
Por exemplo, a história do desdobramento formal da categoria mercado, onde os
trabalhadores trocam mercadorias. Essa é sua a principal peça lógica. E distingue, por outro
lado, a história do vir-a-ser dessas categorias capitalistas, que é a do sistema capitalista. Por
exemplo, a história do desenvolvimento das tecnologias humanas pelos agentes sociais que
criam o vir-a-ser das categorias capitalistas. Essa é sua principal peça ontológica. E, nisto,
na afirmação destas duas histórias distintas, ele pergunta como é possível encontrar
parâmetros de conduta que sejam ao mesmo tempo identitários e contraditórios. Isto é, o
filósofo pergunta como é possível parâmetros que identificam na contradição estas duas
histórias. Esta é a sua dobradiça entre as peças lógica e ontologia. Nelas, é permeada a
complexidade da lógica, da ontologia e da ilusão necessária que constituem o capitalismo
contemporâneo alienante e fetichizante. Caracteriza-se uma gramatica do capital peculiar.
Diante desse cenário e com essas principais peças, um antigo problema sobre a contradição
em Giannotti é como a contradição penetra o real estando no discurso. A grande novidade
são suas contribuições no Cebrap, na USP e no Seminários Marx. De igual modo, sua grande
novidade é resgatar filosoficamente a linguagem não-verbal e no nível do cotidiano para o
problema da contradição, que agora tem um novo sentido. Portanto, é resumida aqui uma
pesquisa bibliográfica das obras, artigos e documentos diversos da produção intelectual de
Giannotti. O caráter da dissertação se deu mais organizativo do que conclusivo, dentre tudo
porque o filósofo ainda é pouco estudado. Por fim, a dissertação percorre três grandes frentes:
uma biográfica; outra dos problemas gerais e específicos que rondam a contradição no
capitalismo atual e a interdisciplinaridade de Giannotti com Hegel, Marx e Wittgenstein; e
por último a de como Giannotti se insere no conflito entre duas tradições: Dialética e
Analítica.


MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - João Vergílio Gallerani Cuter
Presidente - 2269277 - MARCOS ANTONIO DA SILVA FILHO
Interno(a) - 1365039 - MARCUS JOSE ALVES DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 05/04/2023 21:42
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 24/05/2024 20:49