PPF PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA INSTITUTO DAS CIÊNCIAS HUMANAS, COMUNICAÇÃO E ARTES Telefone/Ramal: Não informado

Banca de DEFESA: JOSÉ ALFREDO MELO DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSÉ ALFREDO MELO DOS SANTOS
DATA : 29/11/2023
HORA: 15:00
LOCAL: https://meet.google.com/rsj-swbs-irr
TÍTULO:

A TESE FUNCIONALISTA DE DANIEL DENNETT: A mente como um software rodando no cérebro


PALAVRAS-CHAVES:

Cérebro. Dennett. Meme. Consciência. Mente.  


PÁGINAS: 138
RESUMO:

Este projeto tem por finalidade examinar o problema da relação mente-cérebro – uma querela ontológica e milenar examinada hoje não só pela filosofia, mas também por outras áreas de pesquisas, tais como a neurociência, a ciência cognitiva e a inteligência artificial – sob a ótica do filósofo estadunidense Daniel C. Dennett. Tendo como embasamento o seu texto Consciousness Explained, de 1991, iremos seguir a trajetória que o levou a considerar a consciência com um ninho de memes, um pandemonium de ficções úteis. Veremos como, em seu pensamento, procura subjugar o dualismo cartesiano (e todo seu legado) nos apresentando um fisicalismo de dupla face, refletido na relação softwarehardware. Inicialmente, iremos abordar algumas interfaces que servem de valimentos para fundamentar o funcionalismo homuncular dennettiano. Em virtude disso, iremos realizar um breve exame sobre as pesquisas realizadas nas ciências cognitivas, na neurociência e na tese darwiniana sobre a evolução das espécies, bem como verificar como Dennett realiza um aproveitamento das descobertas nessas áreas. Além disso, analisaremos um recurso amplamente utilizado pelos filósofos na edificação de teorias – os chamados experimentos de pensamento. Na sequência, abordaremos três dos principais conceitos dennettiano na edificação de sua teoria da consciência, a saber: o método heterofenomenológico, o meme e os sistemas intencionais. Por fim, os reacionários à teoria de Dennett, segundo os quais destacamos John Searle e David Chalmers, serão objeto de estudo. Concluiremos nossa exposição com um exame da teoria da identidade de Dennett, o self. Ao que parece, o pensamento de Dan Dennett é um bom recurso introdutório para qualquer pesquisador que queira se aventurar nesse tema tão complexo que é a natureza da inteligência consciente


MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - TÁRIK DE ATHAYDE PRATA - UFPE
Interno(a) - 1238110 - ANDRE LUIZ DE ALMEIDA LISBOA NEIVA
Presidente - 1297553 - RICARDO SEARA RABENSCHLAG
Notícia cadastrada em: 01/11/2023 18:58
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-4.srv4inst1 23/04/2024 12:03