Banca de DEFESA: LETÍCIA CAMPOS DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LETÍCIA CAMPOS DE LIMA
DATA : 29/02/2024
HORA: 10:00
LOCAL: Campus Arapiraca
TÍTULO:

AS CRIANÇAS E OS ESPAÇOS EM MATA GRANDE-AL: PERCEPÇÕES A PARTIR DA INVESTIGAÇÃO TEMÁTICA FREIREANA


PALAVRAS-CHAVES:

Espaços educativos; Prática pedagógica; Paulo Freire; Educação humanizadora; Educação Infantil


PÁGINAS: 117
RESUMO:

O trabalho tem por objetivo investigar os limites e as possibilidades de um curso formativo de educadores da Educação Infantil pautado no processo de Investigação Temática Freireana na ressignificação dos usos dos espaços na comunidade local e escolar. Alicerçado nos referenciais teóricos da Sociologia da Infância e da pedagogia de Paulo Freire, as possíveis aproximações e contribuições teóricas-metodológicas de  Freire com a Educação Infantil, pois compreendendo que os pressupostos freireanos corroboram com o sentido de criança e infância sociológica, e a educação humanizadora e emancipatória pode ser contextualizada na Educação Infantil. O percurso metodológico parte de uma pesquisa qualitativa, que faz a discussão teórica de como as noções de espaço estão relacionadas aos aspectos históricos, políticos e pedagógicos de espaço na Educação Infantil. A pesquisa de campo empírico, se configura com a realização do processo de Investigação Temática Freireana em uma creche de Mata Grande-AL. Os instrumentos utilizados nesta pesquisa participante foram a observação, fotografias, vídeos, diário de campo, entrevistas. A análise dos dados foi tratada pela Análise Textual Discursiva. Assim, o processo de Investigação Temática daquela comunidade buscou obter as perspectivas dos moradores, das crianças da creche e suas educadoras sobre sua realidade, no qual situações-limite foram identificadas, dentre elas, a percepção dos usos que se fazem dos espaços na comunidade escolar e local e suas relações com a educação das crianças da creche. Os resultados evidenciaram a existência de limitações dos usos dos espaços para as crianças habitarem a cidade e que os agentes participantes esperançam por mudanças dessa realidade. Por outro lado, a creche revela não ser apenas um espaço educativo, como também lugar de pertencimento para os educandos e um território da infância. Provocando novo olhar para os espaços da creche e suas potencialidades, propõe-se que a ressignificação dos usos desses espaços  direcionada à prática docente, tendo em vista a superar a ênfase da sala de referência como espaço de aprendizagem. Assim, a prática pedagógica e a dimensão espaço-tempo estão estritamente unidas pelo elo da educação humanizadora freireana presente nas experiências, interações e brincadeiras no cotidiano da creche, potencializando seu desenvolvimento integral e sendo capazes de protagonizar ações transformadoras de sua realidade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - 3060149 - ANA PAULA SOLINO BASTOS
Externo(a) à Instituição - LAISE SOARES LIMA - UNEB
Interno(a) - 2270369 - MARIA DANIELLE ARAUJO MOTA
Notícia cadastrada em: 16/02/2024 19:04
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 21/04/2024 21:14