PPGA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99953-0176
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFAL

2024
Dissertações
1
  • HILDA RAFAELLA DA SILVA SANTOS
  • CURVAS DE DOSE-RESPOSTA DE HERBICIDAS PRÉ-EMERGENTES PARA Euphorbia hyssopifolia L.

  • Orientador : RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • HERMESON DOS SANTOS VITORINO
  • HUGO HENRIQUE COSTA DO NASCIMENTO
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • Data: 08/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • A espécie Euphorbia hyssopifolia L. é pertencente ao gênero Euphorbia e à família Euphorbiaceae, e tem ocorrência em áreas de pastagens, estradas e canaviais. Dessa forma, pode interferir na produção agrícola e assim precisam ser manejadas. O mecanismo de ação dos herbicidas fundamenta-se em uma série de acontecimentos baseados na ação inicial do herbicida, o qual elimina a planta daninha. Entender como os herbicidas atuam, auxilia na indicação de uso destes produtos, identificando falhas na atuação e sua ligação com manifestações de injúrias. Estes defensivos operam em rotas metabólicas existentes nas plantas e seu mecanismo de ação está relacionado à área primária de atuação do herbicida. O controle químico com herbicidas é a ferramenta mais usada em diversas culturas, porém não existem informações sobre a suscetibilidade de todas as espécies frequentes em uma determinada área. A chave para solucionar esse problema é a construção de curvas dose-resposta com herbicidas comumente registrados para as culturas. Assim, o presente trabalho tem por objetivo, construir curvas de dose-resposta com herbicidas amplamente utilizados na cultura da cana-de-açúcar pertencentes aos mecanismos de ação dos inibidores da ALS (Enzima Acetolactato Sintase), inibidores da Biossíntese de Carotenóides, inibidores do Fotossistema II (FS II), inibidores da Biossíntese da Celulose e inibidores da Protóx (Enzima Protoporfirinogênio Oxidase), para E. hyssopifolia. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, com aplicação dos herbicidas, em pré-emergência, diclosulam, imazapique, metsulfurom-metílico, clomazona, isoxaflutole, indaziflam, hexazinona, tebutiurom, amicarbazona, flumioxazina, oxifluorfem e sulfentrazona em doses crescentes de: 0; 12,5; 25; 50; 100; 200 e 400% na dose recomendada para a cultura da cana-de-açúcar. Foi realizado o semeio das sementes em copos com capacidade de 500 ml e em seguida foram aplicados os tratamentos herbicidas. A aplicação dos tratamentos foi realizada em pré-emergência, utilizando-se um pulverizador costal a CO2 e equipado com barras contendo duas pontas de pulverização de jato plano Adia 110, com pressão constante de 200 KPa, para proporcionar um volume de calda correspondente a 120 L.ha-1. Foi realizada avaliação visual de controle, onde 0% representava ausência total de sintomas e 100% morte da planta e, ao término dos experimentos foram realizadas as coletas das plantas para a massa seca de parte aérea. Os herbicidas diclosulam, imazapique, metsulfurom-metílico, clomazona, indaziflam, flumioxazina e oxifluorfem são eficientes no controle da E. hyssopifolia desde as menores doses, atigindo mais de 50% de controle da população desejada, exceto o hexazinona que nas doses de 12,5 e 50% não atingiram os 50% de controle satisfatórios exigidos com relação à letalidade. Os demais herbicidas isoxaflutole, tebutiurom, amicarbazona e sulfentrazona não controlam a E. hyssopifolia assim não alcançando índices letais.


  • Mostrar Abstract
  • The species Euphorbia hyssopifolia L. belongs to the genus Euphorbia and the family Euphorbiaceae, and it occurs in pasture areas, roadsides, and sugarcane fields. Consequently, it can interfere with agricultural production and needs to be managed accordingly. The mechanism of action of herbicides is based on a series of events triggered by the initial action of the herbicide, which eliminates the weed. Understanding how herbicides work helps determine their usage, identifying flaws in their action and their connection to injury manifestations. These chemical defenses operate within the metabolic pathways of plants, and their mode of action is associated with the primary area of the herbicide's effect. Chemical control using herbicides is the most commonly employed tool in various crops. However, information regarding the susceptibility of all species in a given area might not be available. The key to addressing this issue lies in constructing dose-response curves using herbicides commonly registered for specific crops. Thus, the aim of this study is to construct doseresponse curves using herbicides widely used in sugarcane cultivation, specifically those belonging to the mechanisms of ALS inhibitors (Acetolactate Synthase Enzyme), carotenoid biosynthesis inhibitors, Photosystem II (PS II) inhibitors, cellulose biosynthesis inhibitors, and Protoporphyrinogen Oxidase inhibitors, for E. hyssopifolia. The experiments were conducted in the greenhouse of the Engineering and Agricultural Sciences Campus of the Federal University of Alagoas, with the application of the following herbicides, in pre-emergence, diclosulam, imazapic, metsulfuronmethyl, clomazone, isoxaflutole, indaziflam, hexazinone, tebuthiuron, amicarbazone, flumioxazin, oxifluorfen, and sulfentrazone, at increasing doses: 0, 12.5, 25, 50, 100, 200, and 400% of the recommended dose for sugarcane cultivation. Seeds were sowed in 500 ml capacity cups, followed by the application of herbicide treatments in pre-emergence. These treatments were practiced using a CO2-powered backpack sprayer equipped with bars containing two flat fan Adia 110 spray nozzles, maintaining a constant pressure of 200 KPa to achieve a spray volume of 120 L.ha-1. Visual evaluation of control was conducted, with 0% representing total absence of symptoms and 100% representing plant death. At the end of the experiments, plant samples were collected for aboveground dry mass determination. Diclosulam, imazapic, metsulfuronmethyl, clomazone, indaziflam, flumioxazin, and oxifluorfen herbicides effectively controlled E. hyssopifolia from their lowest doeses, achieving more than 50% of control of the desired population, with an exception for hexazinone, wich didn’t reach the 50% satisfactory lethality control required at doses of 12,5 and 50%. However, the remaining herbicides isoxaflutole, tebuthiuron, amicarbazone, and sulfentrazone did not provide effective control of E. hyssopifolia, failing to achieve lethal rates.

2
  • DALMO DE FREITAS SANTOS
  • Crescimento e composição química das braquiárias brizantha e decumbens, usadas como plantas forrageiras ou de cobertura de solo, na região de Coruripe - AL

  • Orientador : MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • Data: 19/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • As braquiárias (Urochloa spp.) tem sido muito utilizada na pecuária e na agricultura brasileira, como plantas forrageiras e de cobertura de solo. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar no ambiente edafoclimático de Coruripe, as taxas de acúmulo de matéria seca e a qualidade bromatológica das braquiárias brizantha e decumbens. O solo utilizado foi um Latossolo Vermelho-Amarelo distrófico, de textura média, tendo saturação por bases de 47% na camada de 0 a 20 cm, teor médio de fósforo e alto de potássio. A semeadura das braquiárias foi realizada em abril, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com cinco repetições. As adubações químicas realizadas foram em doses equivalentes a 150 kg, 50 kg, 150 kg de N, P e K por hectare. As avaliações da produção e da qualidade bromatológica das braquiárias foram realizadas aos 45 e 60 dias após a emergência das plantas (D.A.E). Para as taxas de acúmulo de matéria seca as avaliações foram aos 30, 45, 60, 75, 90 e 105 D.A.E. As braquiárias brizantha e decumbens tiveram alta taxa de crescimento, mas nas avaliações realizadas aos 45 e 60 D.A.E, a braquiária decumbens teve acúmulo de matéria seca em toda a parte aérea cerca de 25% maior que a braquiária brizantha. Quanto a concentração de nutrientes em toda a biomassa aérea, as braquiárias tiveram a mesma concentração de proteína bruta, fósforo e magnésio. Para o cálcio, os teores na parte aérea da braquiária brizantha foram maiores que os da braquiária decumbens, ocorrendo o contrário quanto à concentração de enxofre. Quando avaliadas como plantas de cobertura de solo e recicladoras de nutrientes, as braquiárias brizantha e decumbens tiveram alta produtividade no ambiente edafoclimático de Coruripe. Aos 105 D.A.E. o acúmulo de matéria seca pela braquiária brizantha foi de 22,75 t por hectare, superando o acúmulo da braquiária decumbens em 126,4%, uma vez que a produção da braquiária decumbens foi de 18,00 t de matéria seca por hectare. Os acúmulos médios de nitrogênio e de fósforo foram respectivamente de 267 e 73 kg ha-1 para a braquiária brizantha, sendo de 228 e 44 kg ha-1 para a braquiária decumbens. Não houve diferença entre as braquiárias quanto aos acúmulos de potássio, cálcio, magnésio e enxofre. O potássio foi o nutriente que mais acumulou na parte aérea: 604 kg ha-1, superando, portanto, o acúmulo médio de nitrogênio em 357 kg por hectare. Os valores médios de acúmulo de cálcio, magnésio e enxofre foram, respectivamente de 58, 44 e 34 kg ha-1. Nas condições edafoclimáticas do presente estudo, tanto a braquiária brizantha quanto a braquiária decumbens foram excelentes plantas forrageiras, e tiveram grande acúmulo de matéria seca, podem ser usadas como cobertura morta do solo, e recicladoras de nutrientes, especialmente potássio, em sistemas de semeadura direta.


  • Mostrar Abstract
  • Brachiaria (Urochloa spp.) has been widely used in livestock and Brazilian agriculture, as forage and soil cover plants. Thus, the objective of the present study was to evaluate the dry matter accumulation rates and bromatological quality of brachiarias brizantha and decumbens in the edaphoclimatic environment of Coruripe. The soil used was a dystrophic Red-Yellow Latosol, of medium texture, with base saturation of 47% in the layer from 0 to 20 cm, medium phosphorus and high potassium content. Brachiaria sowing was carried out in April, in a randomized block experimental design, with five replications. The chemical fertilizers carried out were in doses equivalent to 150 kg, 50 kg, 150 kg of N, P and K per hectare. Evaluations of production and bromatological quality of brachiaria were carried out 45 and 60 days after plant emergence (D.A.E). For dry matter accumulation rates, the assessments were at 30, 45, 60, 75, 90 and 105 D.A.E. The brachiaria brizantha and decumbens had a high growth rate, but in the evaluations carried out at 45 and 60 D.A.E, the brachiaria decumbens had an accumulation of dry matter in the entire aerial part around 25% greater than the brachiaria brizantha. Regarding the concentration of nutrients in the entire aerial biomass, the brachiarias had the same concentration of crude protein, phosphorus and magnesium. For calcium, the levels in the aerial part of Brachiaria brizantha were higher than those of Brachiaria decumbens, with the opposite occurring in terms of sulfur concentration. When evaluated as soil cover plants and nutrient recyclers, brachiarias brizantha and decumbens had high productivity in the edaphoclimatic environment of Coruripe. At 105 A.D.E. the accumulation of dry matter by Brachiaria brizantha was 22.75 t per hectare, exceeding the accumulation of Brachiaria decumbens by 126.4%, since the production of Brachiaria decumbens was 18.00 t of dry matter per hectare. The average accumulations of nitrogen and phosphorus were respectively 267 and 73 kg ha-1 for brachiaria brizantha, and 228 and 44 kg ha-1 for brachiaria decumbens. There was no difference between brachiarias in terms of potassium, calcium, magnesium and sulfur accumulation. Potassium was the nutrient that accumulated the most in the aerial part: 604 kg ha-1, therefore exceeding the average accumulation of nitrogen by 357 kg per hectare. The average values of calcium, magnesium and sulfur accumulation were 58, 44 and 34 kg ha-1, respectively. Under the edaphoclimatic conditions of the present study, both Brachiaria brizantha and Brachiaria decumbens were excellent forage plants, and had a large accumulation of dry matter, can be used as soil mulch, and recycle nutrients, especially potassium, in direct seeding systems.

     

3
  • WENDERSON ANDREY AGUIAR DA SILVA
  • POTENCIAL FISIOLÓGICO DE SEMENTES ESCURAS E CLARAS DE Euphorbia hyssopifolia Lam. EM FUNÇÃO DOS ESTRESSES HÍDRICO E SALINO E DE CONDIÇÕES QUÍMICAS DO SUBSTRATO.

  • Orientador : JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • LUAN DANILO FERREIRA DE ANDRADE MELO
  • Data: 29/02/2024

  • Mostrar Resumo
  • Euphorbia hyssopifolia é uma espécie daninha que ocorre em vários estados do Brasil, incluindo Alagoas, onde tem sido encontrada em áreas ocupadas com soja, milho, cana de açúcar e pastagens, ocasionando problemas diretos e indiretos. Dessa forma, há necessidade de estudos que possam gerar informações para uso no controle dessa planta daninha em campo. Assim, o presente trabalho foi conduzido no Campus de Engenharia e Ciências Agrárias (CECA/UFAL) com o objetivo de estudar o potencial fisiológico das sementes de E. hyssopifoliaem função da coloração e interação desta com os estresses hídrico e salino, pH, e de teores de alumínio e de cálcio no substrato. Assim, sementes de coloração escura e clara foram postas para germinar sob condições de estresse hídrico. Utilizando soluções de PEG 6000 em diferentes potenciais hídricos (-0,3; - 0,6; -0,9 e -1,2 MPa); estresse salino, utilizando o NaCl (potencial isotônico 1,8) para a obtenção dos potenciais 0,0; -0,3; -0,6; -0,9 e - 1,2 MPa., sob diferentes condições de pH (2.5 , 4.0 , 5.5 , 7.0 , 8.5 e 10); teores de alumínio preparadas a partir de sulfato de alumínio - Al2(SO4)3 nas concentrações de 0; 1,5; 3,0; 4,5; e 6,0 mmolc.dm-3 diferentes doses de cálcio (0,0; 1,5; 3,0; 4,5; e 6,0 meq 100 ml-1) e doses de magnésio (0,0; 3,0; 6,0; 9,0; e 12,0 meq 100 ml-1). Para cada experimento, foram utilizadas quatro repetições de 25 sementes, colocadas sobre papel 

    mata-borrão umedecidas com as soluções de acordo com o experimento e tratamento, acondicionadas em câmara de germinação (B.O.D.), reguladas à temperatura de alternada de 20-30ºC e constante de 200C para os experimentos de estresse hídrico e salino, com fotoperíodo de oito horas em todos os testes. Os testes duraram 21º dias, considerando-se germinadas as sementes que apresentarem protrusão radicular com 2 mm de comprimento. Ao final dos experimentos, as plântulas obtidas foram medidas e em seguida secas em estufa para determinação da massa seca. A partir dos dados de contagem diária foram calculadas a porcentagem e velocidade de germinação (tempo médio e IVG). Os experimentos foram realizados em delineamento inteiramente casualizado (DIC), sendo os dados submetidos a análise de variância, cujas médias foram avaliadas pelo teste de Tukey a 5% e análise de regressão para as variáveis quantitativas. De acordo com os resultados obtidos, verificou-se que o comportamento das sementes sobre a influência dos níveis de salinidade apresentou um decréscimo na germinação com o aumento das pressões osmóticas. O pH ideal para o máximo de germinação foi de 7.0, independente da coloração. A germinabilidade foi afetada a partir de 1,5 mmolc.dm-3 de Al3+. Os níveis de PEG 6000 e NaCl estudados apresentaram influência na germinabilidade a partir de -0,3 Mpa. O processo de germinação foi totalmente inibido a partir da concentração de 9,0 (cmolc.dm-3) de Cloreto de Calcio e 9,0 (cmolc.dm-3) de Cloreto de Magnésio em sementes de E. hyssopifolia.


  • Mostrar Abstract
  • Euphorbia hyssopifolia is a weed species occurring in several states of Brazil, including Alagoas, where it has been found in areas occupied with soybean, corn, sugarcane, and pastures, causing direct and indirect problems. Thus, there is a need for studies that can generate information for use in controlling this weed in the field. Therefore, the present study was conducted at the Campus of Engineering and Agricultural Sciences (CECA/UFAL) with the aim of studying the physiological potential of E. hyssopifolia seeds as a function of their 

    maturity and the interaction of this with water and saline stress, pH, and aluminum and calcium levels in the substrate. Six experiments were conducted as follows: 1– Influence of water potential, using PEG 6000 solutions at different water potentials (-0.3; -0.6; -0.9 and -1.2 MPa) to mimic the effect of water deficiency in the substrate; 2– Influence of saline stress using NaCl (isotonic potential 1.8) to obtain potentials 0.0; -0.3; -0.6; -0.9 and -1.2 MPa, using NaCl solutions to mimic the effect of salinity in the substrate; 3 – Influence of pH (2.5, 4.0, 5.5, 7.0, 8.5 and 10); 4 – Influence of aluminum levels prepared from aluminum sulfate - Al2(SO4)3. The Al2(SO4)3 loads used will be (0; 1.5; 3.0; 4.5; and 6.0 mmolc.dm-3) of Al3+; 5 – Influence of calcium doses (0.0; 1.5; 3.0; 4.5; and 6.0 meq 100 ml-1); 6- Influence of magnesium doses (0.0; 3.0; 6.0; 9.0; and 12.0 meq 100 ml-1). For each experiment, 4 replicates of 25 seeds were used, placed on moistened blotting paper with the solutions according to the experiment and treatment, placed in a germination chamber (B.O.D.), set at a constant temperature of 20°C or alternated between 20-30°C and an 8-hour photoperiod. From the day after the experiments were set up until the 21st day, germination counts were made, considering seeds with radicle protrusion as germinated. At the end of the experiments, the obtained seedlings were measured and then dried in an oven to determine dry weight. From the daily counting data, the percentage and speed of germination (mean time and IVG) were calculated. The experiments were conducted in a completely randomized design (CRD), and the data were subjected to analysis of variance, with means evaluated by the Tukey test at 5% and regression analysis for the quantitative variables. According to the results obtained, it was found that the behavior of the seeds under the influence of salinity levels showed a decrease in germination with increasing osmotic pressures. The ideal pH for maximum germination was 7.0. Germinability was affected from 1.5 mmolc.dm-3 of Al3+. The levels of PEG 6000 and NaCl studied influenced germinability from -0.3 MPa. The germination process was completely inhibited from the concentration of 9.0 (cmolc.dm-3) of Calcium Chloride and 9.0 (cmolc.dm-3) of Magnesium Chloride in E. hyssopifolia seeds. Such results obtained in this study are proposed for inclusion in the Seed Analysis Rules (RAS).

4
  • MICAELY CALIXTO FIDELIS DA SILVA
  • PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE SELEÇÕES DE CAMBUIZEIROS [Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • Data: 04/03/2024

  • Mostrar Resumo
  • O Brasil é um país que possui uma vasta diversidade biológica, principalmente em relação a sua flora, sendo considerado um dos principais centros de diversidade genética em espécies frutíferas do mundo, dentre as quais a família Myrtaceae ocupa um lugar de destaque, apresentando o maior número de espécies com potencial alimentício. Dentre as diversas espécies pertencentes à família Myrtaceae, se encontra a Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg, conhecida popularmente como “Cambuí”. Esta é uma planta frutífera distribuída em todo o território brasileiro, e, no Estado de Alagoas, ocorre naturalmente nas regiões litorâneas de restingas. Além de possuir características organolépticas interessantes, a espécie apresenta grande potencial nutricional, ornamental e farmacológico, devido sua alta concentração de ácido ascórbico, além de ser rica em óleos essenciais. Apesar da sua importância, o cultivo em escala comercial ainda não foi alcançado, pois ainda são escassas as informações acerca da propagação vegetativa dessa frutífera, que por ser uma espécie alógama possui variabilidade genética quando propagada por semente. Logo, o objetivo desse trabalho foi avaliar métodos para propagação vegetativa de Cambuí (Myrciaria floribundaO. Berg), a fim de levantar informações técnicas e científicas que gerem conhecimentos sobre sua propagação que contribuam para o seu cultivo. Para tal, o trabalho foi dividido em dois capítulos. O capítulo I objetivou realizar uma revisão para sistematizar as diferentes técnicas de propagação vegetativa de alguns gêneros importantes dentro da família Myrtaceae, a fim de compreender as técnicas mais 

    O Brasil é um país que possui uma vasta diversidade biológica, principalmente em relação a sua flora, sendo considerado um dos principais centros de diversidade genética em espécies frutíferas do mundo, dentre as quais a família Myrtaceae ocupa um lugar de destaque, apresentando o maior número de espécies com potencial alimentício. Dentre as diversas espécies pertencentes à família Myrtaceae, se encontra a Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg, conhecida popularmente como “Cambuí”. Esta é uma planta frutífera distribuída em todo o território brasileiro, e, no Estado de Alagoas, ocorre naturalmente nas regiões litorâneas de restingas. Além de possuir características organolépticas interessantes, a espécie apresenta grande potencial nutricional, ornamental e farmacológico, devido sua alta concentração de ácido ascórbico, além de ser rica em óleos essenciais. Apesar da sua importância, o cultivo em escala comercial ainda não foi alcançado, pois ainda são escassas as informações acerca da propagação vegetativa dessa frutífera, que por ser uma espécie alógama possui variabilidade genética quando propagada por semente. Logo, o objetivo desse trabalho foi avaliar métodos para propagação vegetativa de Cambuí (Myrciaria floribunda O. Berg), a fim de levantar informações técnicas e científicas que gerem conhecimentos sobre sua propagação que contribuam para o seu cultivo. Para tal, o trabalho foi dividido em dois capítulos. O capítulo I objetivou realizar uma revisão para sistematizar as diferentes técnicas de propagação vegetativa de alguns gêneros importantes dentro da família Myrtaceae, a fim de compreender as técnicas mais recomendadas para as espécies que ainda possuem informações escassas em relação à clonagem, como, por exemplo, a Myrciaria floribunda, a partir de buscas nas principais bases de pesquisa acadêmica. A busca ocorreu nas bases Scielo, Scopus e Web of Science, nas quais foram utilizados conjuntos de palavras-chaves em inglês, sendo estes: “Air layering”, “Cuttings”, “Grafting” e “Micropropagation” associados aos gêneros Myrciaria, Myrcia, Plinia e Eugenia. Depois do refinamento e seleção dos artigos, chegou-se em 58 artigos para serem utilizados no estudo. Na revisão realizada, foi possível observar que todos os métodos de clonagem, de maneira geral, podem ser empregados com eficiência para os gêneros estudados, porém sendo dependentes de uma série de fatores, como escolha da técnica utilizada, características do material biológico, substrato, facilidade de enraizamento, regulador de crescimento, concentração do regulador e épocas do ano. O capítulo II objetivou estabelecer métodos confiáveis de propagação clonal de genótipos elite do Banco Ativo de Germoplasma de cambuí do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas. O estudo de estaquia foi realizado em delineamento experimental inteiramente casualizado em esquema fatorial, sendo avaliadas diferentes concentrações de ácido indolbutírico (0, 2000, 4000 e 6000 mg L-1) e diferentes substratos (Esfagno, Vermiculita, Areia e Bioplant). Para o experimento de alporquia foram testados três diâmetros de ramos (0,5; 1,0 e 2,0 cm) e quatro concentrações de ácido indolbutírico (0, 2000, 4000 e 6000 mg L-1) em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial. No estudo da enxertia foi utilizado o método de garfagem (topo em fenda cheia), sendo avaliados três diâmetros de porta-enxertos (3-5 mm; 5-7 mm; 7-9 mm) em delineamento experimental inteiramente casualizado. Os resultados obtidos indicam que o método de enxertia foi o mais eficiente dentre os métodos testados, proporcionando pegamento e brotação de enxertos. Embora não tenham apresentado raízes, os métodos de estaquia e alporquia apresentaram respostas positivas ao enraizamento, principalmente pela formação de tecidos calosos e morfogênicos.

     


  • Mostrar Abstract
  • Brazil is a country with a vast biological diversity, especially in relation to its flora, and is considered one of the main centers of genetic diversity in fruit species in the world, among which the Myrtaceae family occupies a prominent place, with the largest number of species with food potential. Among the various species belonging to the Myrtaceae family is Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg, popularly known as Rumberry or Cambuí. This is a fruit plant distributed throughout Brazil and, in the state of Alagoas, it occurs naturally in the coastal regions of restingas. As well as having interesting organoleptic characteristics, the species has great nutritional, ornamental and pharmacological potential, due to its high concentration of ascorbic acid, as well as being rich in essential oils. Despite its importance, cultivation on a commercial scale has not yet been achieved, as there is still little information on the vegetative propagation of this fruit tree, which, being an allogamous species, has genetic variability when propagated by seed. The aim of this study was therefore to evaluate methods for the vegetative propagation of Cambuí (Myrciaria floribunda O. Berg), in order to gather technical and scientific information that will generate knowledge about its propagation and contribute to its cultivation. To this end, the work was divided into two chapters. Chapter I aimed to carry out a review to systematize the different vegetative propagation techniques of some important genera within the Myrtaceae family, in order to understand the most recommended techniques for species that still have scarce information regarding cloning, such as Myrciaria floribunda, based on searches in the main academic research databases. The search took place on the Scielo, Scopus and Web of Science databases, using sets of keywords in English: "Air layering", "Cuttings", "Grafting" and "Micropropagation" associated with the Myrciaria, Myrcia, Plinia and Eugenia genera. After refining and selecting the articles, 58 articles were selected for use in the study. The review showed that, in general, all the cloning methods can be used efficiently for the genera studied, but that they depend on a series of factors, such as the choice of technique used, the characteristics of the biological material, the substrate, the ease of rooting, the growth regulator, the concentration of the regulator and the time of year. Chapter II aimed to establish reliable methods for clonal propagation of elite genotypes from the Active Cambuí Germplasm Bank at the Campus of Engineering and Agrarian Sciences of the Federal University of Alagoas. The cuttings study was carried out using a completely randomized experimental design in a factorial scheme, evaluating different concentrations of indolbutyric acid (0, 2000, 4000 and 6000 mg L-1) and different substrates (Sphagnum, Vermiculite, Sand and Bioplant). For the cuttings experiment, three branch diameters (0.5, 1.0 and 2.0 cm) and four concentrations of indolbutyric acid (0, 2000, 4000 and 6000 mg L-1) were tested in a completely randomized design in a factorial scheme. The grafting method was used (full slit top) and three rootstock diameters were evaluated (3-5 mm; 5-7 mm; 7-9 mm) in a completely randomized experimental design. The results obtained indicate that the grafting method was the most efficient of the methods tested, providing graft set and sprouting. Although they didn't show roots, the methods of cuttings and air layering showed positive responses to rooting, mainly due to the formation of callous and morphogenic tissues.

Teses
1
  • GERLAN DO NASCIMENTO RODRIGUES
  • Seletividade de herbicidas e adubação nitrogenada no cultivo de palma forrageira (Nopalea cochenillifera) (L.) Salm – dick cv miúda.

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANILDE DA GRAÇA SOUSA MACIEL
  • IEDO TEODORO
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • JOÃO GOMES DA COSTA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • Data: 29/05/2024

  • Mostrar Resumo
  • A pesquisa teve como objetivos avaliar o efeito da adubação nitrogenada e a seletividade de herbicidas no cultivo da palma forrageira (N cochenillifera) cv miúda. Foram montados dois experimentos, o primeiro para avaliação da adubação nitrogenada e o segundo para avaliação da seletividade de herbicidas. O primeiro experimento foi realizado no delineamento em blocos casualizado, os tratamentos foram compostos por doses de nitrogênio (0, 25, 50, 100, 200, 400) kg ha-1 de N e 4 repetições, totalizando 24 parcelas. As avaliações ocorreram aos 720 dias após o plantio e foram avaliadas a produtividade de massa verde (MV) e seca (MS) da parte aérea, número de cladódios por planta (NCP) e por hectare (NCH), altura (ALP) e largura (LGP) de planta, índice de área de cladódios (IAC) e a dose econômica de N. Os dados obtidos foram analisados pelo teste F e análise de regressão polinomial. Para avaliação da seletividade de herbicidas o experimento foi realizado no delineamento inteiramente casualizado no esquema fatorial 5 x 5 com quatro repetições totalizando 100 parcelas experimentais, sendo o primeiro fator composto por (ixosaflutole 262,5 g.i.a/ha, flumioxazina 62,50 g.i.a/ha, imazapique 147 g.i.a/ha, sulfentrazone 400 g.i.a/ha e testemunha sem herbicida), o segundo fator foi composto por épocas de aplicação (0, 30, 60, 90 e 120) dias após o plantio. As parcelas foram compostas por vasos de 20L com solo previamente analisado. Foram avaliados a fitotoxicidade dos herbicidas, número de cladódios por planta (NCP), altura (ALP) e largura (LGP) das plantas e índice de área de cladódios (IAC), eficiência fotoquímica do fotossistema II (Fv/Fm) e produtividade de massa verde (MV) e seca (MS) da parte aérea e massa seca da raiz da palma forrageira.  Fora mrealizadas duas avaliações, aos 15 e 60 dias após a aplicação dos herbicidas, exceto para as variáveis de produtividade que ocorreram no momento da colheita aos 300 dias após o plantio. Para o primeiro experimento, todas as variáveis foram influenciadas pela adubação nitrogenada e apresentaram resposta quadrática significativa (p<0,01). Os maiores valores estimados de produtividade de MV e MS 308,84 e 31,29 t ha-1 respectivamente estão associados às doses de 214,17 e 251 kg ha-1 de N o que representa um incremento produtivo de 45,32 e 67,42% em relação ao tratamento sem adubação, o NCP e NCH apresentaram resposta quadrática significativa (p<0,01) à adubação nitrogenada com valores máximos estimados de 48,62 e 2.035.100,43 cladódios respectivamente. Para ALP e LGP os valores máximos estimados foram de 95,98 e 65 cm nas doses de 212 e 200 kg ha-1 de N respectivamente. O IAC apresentou valor máximo de 3,88 m² m-2 na dose de 221 kg ha-1 de N, que representa um incremento 55,20% quando não se usa N. A palma forrageira (N. cochenillifera) cv miúda é responsiva a adubação nitrogenada que promove ganhos significativos em suas características produtivas e de crescimento. Para o segundo experimento, todas as variáveis foram influenciadas pelos herbicidas. Ixosaflutole e Flumioxazina causaram injúrias nas plantas independente da época de aplicação, provocaram redução na altura e largura das plantas e no IAC, porém as plantas se recuperaram ao longo do tempo. O número de cladódios por planta foi influenciado pelos herbicidas aos 15 DAA e aos 60 DAA apresentou resposta quadraticaa produtividade de massa verde e seca da parte área da palma e produtividade da raiz não foram afetadas pelos herbicidas. Imazapique e Sulfentrazone não afetaram as característica produtivas e morfológica da palma forrageira, independente da época de aplicação. Imazapique e Sulfentrazone são seletivos para a palma forrageira cv miúda, já Isoxaflutole e Flumioxazina provocam injúrias na palma cv miúda, porém as plantas se recuperam ao longo do tempo, não podendo, desse modo, serem aplicados em plantas com cladódios recém brotados.

     


  • Mostrar Abstract
  • The research aimed to evaluate the effect of nitrogen fertilization and the selectivity of herbicides on the cultivation of forage palm (N. cochenillifera) cv miúda. Two experiments were set up, the first to evaluate nitrogen fertilization and the second to assess herbicide selectivity. The first experiment was conducted in a randomized complete block design, with treatments consisting of nitrogen doses (0, 25, 50, 100, 200, 400) kg ha-1 of N and 4 repetitions, totaling 24 plots. Evaluations took place at 720 days after planting, assessing green mass (GM) and dry mass (DM) productivity of the aerial part, number of cladodes per plant (NCP) and per hectare (NCH), plant height (PH) and width (PW), cladode area index (CAI), and the economic dose of N. Data obtained were analyzed by F test and polynomial regression analysis. For herbicide selectivity assessment, the experiment was conducted in a completely randomized design in a 5 x 5 factorial scheme with four repetitions, totaling 100 experimental plots. The first factor consisted of (ixosaflutole 262.5 g.a.i/ha, flumioxazin 62.50 g.a.i/ha, imazapic 147 g.a.i/ha, sulfentrazone 400 g.a.i/ha, and a control without herbicide), and the second factor consisted of application times (0, 30, 60, 90, and 120) days after planting. The plots consisted of 20L pots with previously analyzed soil. The herbicide phytotoxicity, number of cladodes per plant (NCP), plant height (PH) and width (PW), cladode area index (CAI), photosystem II photochemical efficiency (Fv/Fm), and green mass (GM) and dry mass (DM) productivity of the aerial part and root dry mass of the forage palm were evaluated. Two assessments were carried out, at 15 and 60 days after herbicide application, except for productivity variables, which were assessed at harvest time at 300 days after planting. For the first experiment, all variables were influenced by nitrogen fertilization and showed significant quadratic response (p <0.01). The highest estimated values for GM and DM productivity, 308.84 and 31.29 t ha-1 respectively, were associated with doses of 214.17 and 251 kg ha-1 of N, representing a productive increase of 45.32 and 67.42% compared to the treatment without fertilization. NCP and NCH showed significant quadratic response (p <0.01) to nitrogen fertilization with maximum estimated values of 48.62 and 2,035,100.43 cladodes, respectively. For PH and PW, the maximum estimated values were 95.98 and 65 cm at doses of 212 and 200 kg ha-1 of N, respectively. CAI showed a maximum value of 3.88 m² m-2 at the dose of 221 kg ha-1 of N, representing an increase of 55.20% when N is not used. The forage palm (N. cochenillifera) cv miúda is responsive to nitrogen fertilization, promoting significant gains in its productive and growth characteristics. For the second experiment, all variables were influenced by the herbicides. Ixosaflutole and flumioxazin caused injuries to the plants regardless of the application time, reducing plant height and width and CAI, but the plants recovered over time. The number of cladodes per plant was influenced by the herbicides at 15 DAA, and at 60 DAA, it showed a quadratic response. The productivity of green and dry mass of the palm aerial part and root productivity were not affected by the herbicides. Imazapic and sulfentrazone did not affect the productive and morphological characteristics of the forage palm, regardless of the application time. Imazapic and sulfentrazone are selective for forage palm cv miúda, while ixosaflutole and flumioxazin cause injuries to cv miúda, but the plants recover over time, therefore cannot be applied to plants with newly sprouted cladodes.

2023
Dissertações
1
  • JOSÉ WANDERSON SILVA DOS SANTOS
  • DEFINIÇÃO DE ÉPOCAS DE SEMEADURA DA SOJA EM ALAGOAS UTILIZANDO O AQUACROP

  • Orientador : ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ELVIS FELIPE ELLI
  • JORGE LUIZ MORRETI DE SOUZA
  • ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 28/02/2023

  • Mostrar Resumo
  • O cultivo da soja tem um importante papel socioeconômico para a agricultura brasileira devido ao seu elevado potencial produtivo nas diferentes regiões climáticas do País.A soja é uma das culturas em expansão nos Tabuleiros Costeiros de Alagoas. Todavia, embora a soja seja considerada uma cultura com ampla adaptação aos mais diversos ambientes, informações e tecnologias para o cultivo da soja nessa região ainda são escassas. Definir as melhores épocas de semeadura para cultivares de soja em condição de sequeiro para Alagoas utilizando o modelo AquaCrop. As simulações/ avaliações de produtividade e crescimento da soja foram realizadas para sete cenários de datas de semeadura dentro do período de cultivo recomendado pelo zoneamento da cultura na região. Os sete cenários testaram datas de semeadura com intervalo de quinze dias, começando da primeira quinzena de abril até a segunda quinzena de julho. Para tanto foi utilizado o modelo agrometeorológico AquaCrop, versão 6,1 desenvolvido pela FAO, calibrado com dados experimentais de cultivares de soja sob condições de irrigação suplementar e sequeiro. Os dados experimentais foram obtidos de dois experimentos conduzidos na região de estudo.O modelo foi parametrizado e calibrado antes de ser usado nas simulações das épocas de semeadura. Durante a parametrização e calibração, foram alterados os parâmetros padrões do modelo, a fim de obter resultados simulados que correspondam aos dados experimentais observados em campo. A produtividade da soja foi altamente afetada pelas datas de semeadura, os efeitos variaram em todos os anos. Para a maioria dos anos estudadas, as maiores produtividades da soja simulada foram alcançadas quando a semeadura ocorreu entre as épocas 4 e 8 (16 de abril a 1 de julho). A semeadura antecipada para março e a atrasada após 16 de julho resultaram em perdas de rendimento.


  • Mostrar Abstract
  • Soybean cultivation has an important socioeconomic role for Brazilian agriculture due to its high productive potential in the different climatic regions of the country. Soybean is one of the crops that is expanding in the Coastal Plateaus of Alagoas. However, although soybeans are considered a crop with wide adaptation to the most diverse environments, information and technologies for soybean cultivation in this region are still scarce. Define the best sowing times for soybean cultivars in rainfed conditions for Alagoas using the AquaCrop model. Soybean productivity and growth simulations/evaluations were carried out for seven sowing date scenarios within the cultivation period recommended by the culture's zoning in the region. The seven scenarios tested sowing dates with an interval of fifteen days, starting from the first half of April to the second half of July. For this purpose, the AquaCrop agrometeorological model, version 6.1, developed by FAO, was used, calibrated with experimental data from soybean cultivars under conditions of supplementary irrigation and rainfed conditions. Experimental data were obtained from two experiments conducted in the study region. The model was parameterized and calibrated before being used in simulations of sowing dates. During the parameterization and calibration, the standard parameters of the model were changed, in order to obtain simulated results that correspond to the experimental data observed in the field. Soybean productivity was highly affected by sowing dates, the effects varied in all years. For most of the years studied, the highest simulated soybean yields were achieved when sowing occurred between seasons 4 and 8 (April 16 to July 1). Early sowing to March and late sowing after July 16 resulted in yield losses.

2
  • PATRICIA DA SILVA SANTOS
  •  

    PRODUÇÃO DE MUDAS DE CARÁ SÃO TOMÉ (Dioscorea alata L.) A PARTIR DE SEGMENTOS DE TÚBERAS

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • TACIANA DE LIMA SALVADOR
  • Data: 28/02/2023

  • Mostrar Resumo
  • As diversas espécies de Dioscorea spp. (Dioscoreaceae) cultivadas no Brasil são conhecidas por vários nomes comuns, entre os quais se destacam o inhame e o cará. O cará é algumas vezes associado a espécies de outras famílias botânicas que também apresentam uma estrutura subterrânea amilácea comestível. O cará São Tomé (Dioscorea alata L.) é uma planta de origem africana que produz túberas comestíveis de alto valor nutricional e econômico muito cultivada no Brasil para consumo interno e exportação. As suas túberas são ricas em carboidratos, fibras, proteínas, vitaminas do complexo B e possuem baixo índice glicêmico. A propagação dos inhames e carás geralmente é feito através de túberas-semente ou por pedaços de túberas. Embora o uso de túberas-semente seja a maneira mais adequada de propagação, ainda é pouco utilizado devido ao seu elevado custo e à baixa disponibilidade. Dentre os principais fatores que limitam a produtividade dos inhames e carás, está a ocorrência de doenças com destaque para a casca preta, que representa o principal problema fitossanitário dessas culturas no Brasil, tendo como agentes etiológicos os nematoides endoparasitas migradores Pratylenchus spp. e Scutellonema bradys. O aumento dessa doença dá-se principalmente pela constante disseminação dos nematoides através dos sucessivos plantios utilizando túberas-sementes contaminadas. Com a produção reduzida de túberas-sementes livres de patógenos o valor desse tipo de propágulo é elevado, o que leva os produtores a buscar outras alternativas para viabilizar o plantio da cultura. Com isso, fazem-se necessários estudos que possibilitem a obtenção de propágulos de baixo custo que disponham de qualidade fitossanitária para a realização de plantios seguros e livres de doenças. Nessa perspectiva, este trabalho objetivou estabelecer uma alternativa de produção de mudas do cará São Tomé (Dioscorea alata L.) a partir de diferentes posições e pesos de segmentos de túberas capazes de, no futuro, fornecer túberas-sementes ou túberas comerciais de alto padrão de qualidade fitossanitária e fisiológica que atenda as necessidades comerciais de produtores. O estudo contou com dois experimentos realizados separadamente e foi adotado o delineamento em blocos casualizados. O primeiro experimento constou de 3 tratamentos e 12 repetições. Os tratamentos foram constituídos de: diferentes posições de segmentos de túbera (T1 - segmento apical; T2 - segmento medial e T3 - segmento basal) e foi adotado o peso único de 200g para todos os tratamentos. No segundo experimento foi adotado o esquema fatorial 3x3, sendo 9 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos foram constituídos de 2 fatores: posição dos segmentos de túbera (T1 - segmento apical; T2 - segmento medial e T3 - segmento basal), pesos (A1 - 200, A2 - 100 e A3 - 50 g). Os experimentos tiveram duração de 45 dias. As variáveis avaliadas foram: presença ou ausência de raízes, número de brotações, comprimento das ramas, massa seca e massa verde das ramas e massa verde e seca das raízes. Os resultados mostraram que os segmentos apicais e mediais apresentaram bons resultados nos pesos de 200 e 100g quanto à produção de brotações e desenvolvimento das ramas, bem como para a produção de massa verde e seca da parte aérea. No peso de 50g apenas o segmento apical apresentou números significativos quanto à produção de brotações e desenvolvimento das ramas, com isso conclui-se que não é indicado utilizar este peso nos segmentos provenientes das posições mediais e basais.


  • Mostrar Abstract
  • The different species of Dioscorea spp. (Dioscoreaceae) grown in Brazil are known by several common names, among which yam and cará. Yam is sometimes associated with species from other botanical families that also have an edible starchy underground structure. The São Tomé yam (Dioscorea alata L.) is a plant of African origin that produces edible tubers of high nutritional and economic value, widely cultivated in Brazil for domestic consumption and export. Its tubers are rich in carbohydrates, fiber, protein, B vitamins and have a low glycemic index. Propagation of yams and yams is usually done using seed tubers or pieces of tubers. Although the use of seed tubers is the most suitable way of propagation, it is still little used due to its high cost and low availability. Among the main factors that limit the productivity of yams and carás, there is the occurrence of diseases, with emphasis on the black bark, which represents the main phytosanitary problem of these crops in Brazil, having as etiological agents the migratory endoparasitic nematodes Pratylenchus spp. and Scutellonema bradys. The increase in this disease is mainly due to the constant dissemination of nematodes through successive plantings using contaminated seed tubers. With the reduced production of pathogen-free seed tubers, the valuesof this material are high, which leads producers to seek other alternatives to make the planting of the crop feasible. Therefore, studies are needed to make it possible to obtain low-cost propagules that have phytosanitary quality to carry out safe and disease-free plantings. In this perspective, this work aimed to establish an alternative to produce seedlings of São Tomé yam (Dioscorea alata L.) from different positions and weights of tuber segments capable of, in the future, supplying tuber-seeds or high-quality commercial tuber with phytosanitary and physiological quality that meets the commercial needs of producers. The study had two experiments carried out separately and a randomized block design was adopted. The first experiment consisted of 3 treatments and 12 repetitions. The treatments consisted of different positions of tuber segments (T1 - apical segment; T2 - medial segment and T3 - basal segment) and a single weight of 200g was adopted for all treatments. In the second experiment, a 3x3 factorial scheme was adopted, with 9 treatments and 4 repetitions. The treatments consisted of 2 factors: position of the tuber segments (T1 - apical segment; T2 - medial segment and T3 - basal segment), weights (A1 - 200, A2 - 100 and A3 - 50 g). The experiments lasted 45 days. The evaluated variables were presence or absence of roots, number of shoots, length of branches, dry mass and green mass of branches and green and dry mass of roots. The results showed that the apical and medial segments presented good results in the weights of 200 and 100g regarding the production of shoots and development of the branches, as well as to produce green and dry mass of the aerial part. In the weight of 50g, only the apical segment presented significant numbers regarding the production of shoots and development of the branches, with that it is concluded that it is not indicated to use this weight in the segments coming from the medial and basal positions.

3
  • NATHANYEL EWERTTHON ALVES DOS SANTOS
  • Seletividade de hrebicidas em pós emergência na cultura do sorgo (Sorghum bicolor L.)

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • Data: 06/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • Um dos principais problemas na cultura do sorgo tem sido o manejo das plantas daninhas, pela falta de produtos que controlem essas espécies quando aplicados em pré emergência e sejam seletivos para a cultura. Diante isso, o objetivo desse estudo foi avaliar o comportamento de genótipos de sorgo granífero submetidos ao controle químico utilizando várias moléculas não indicadas para cultura. Os genótipos de sorgo utilizados foram o 1G-100 e 1G-233, com 7 doses dos herbicidas pré-emergentes, atrazine, tebutiuron e amicarbazona, com os seguintes tratamentos: T1 – controle; T2 – 25% da dose comercial (625 g.i.a.ha-1, 300 g.i.a.ha-1, 350 g.i.a.ha-1, respectivamente); T3 – 50% da dose comercial (1250 g.i.a.ha-1, 600 g.i.a.ha-1, 700 g.i.a.ha-1, respectivamente); T4 - 75% da dose comercial (1875 g.i.a.ha-1, 900 g.i.a.ha-1, 1050 g.i.a.ha-1, respectivamente); T5 - 100% da dose comercial (2500 g.i.a.ha-1, 1200 g.i.a.ha-1, 1400 g.i.a.ha-1, respectivamente); T6 - 125% da dose comercial (3125 g.i.a.ha-1, 1500 g.i.a.ha-1, 1750 g.i.a.ha-1, respectivamente) e T7 - 150% da dose comercial (3750 g.i.a.ha-1, 1800 g.i.a.ha-1, 2100 g.i.a.ha-1, respectivamente). O experimento foi realizado em área experimental do Laboratório de Tecnologia e Produção da Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo – AL. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 7, com quatro repetições. Foram realizadas avaliações da produção de biomassa verde e seca e dos caracteres relacionadas a biometria das plantas. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância, teste de comparação de média e regressão. As doses de 300 e 600 g.ha-1 de tebutiuron e até 2500 g.ha-1 de atrazina foram seletivas para a cultura, não interferindo na produtividade, com eficiente controle das espécies daninhas, podendo ser utilizado em áreas cultivadas com essa cultura.


  • Mostrar Abstract
  • One of the main problems in the sorghum crop has been the management of weeds due to the lack of products that control these species when applied in pre-emergence and are selective for the crop. Therefore, the objective of this study was to evaluate the behavior of patented grain sorghum genotypes to chemical control using several arrows not indicated for culture. The sorghum genotypes used were 1G-100 and 1G-233, with 7 doses of pre-emergent herbicides, atrazine, tebuthiuron and amicarbazona, with the following treatments: T1 – control; T2 – 25% of the commercial dose (625 g.a.i.ha-1, 300 g.a.i.ha-1, 350 g.a.i.ha-1, respectively); T3 – 50% of the commercial dose (1250 g.a.i.ha-1, 600 g.a.i.ha-1, 700 g.a.i.ha-1, respectively); T4 - 75% of the commercial dose (1875 g.a.i.ha-1, 900 g.a.i.ha-1, 1050 g.a.i.ha-1, respectively); T5 - 100% of the commercial dose (2500 g.a.i.ha-1, 1200 g.a.i.ha-1, 1400 g.a.i.ha-1, respectively); T6 - 125% of commercial dose (3125 g.i.a.ha-1, 1500 g.i.a.ha-1, 1750 g.i.a.ha-1, respectively) and T7 - 150% of commercial dose (3750 g.i.a.ha-1, 1800 g.i.a.ha-1, 2100 g.i.a.ha-1, respectively). The experiment was carried out in an experimental area of the Technology and Production Laboratory of the Federal University of Alagoas, Rio Largo – AL. The experimental design adopted was in randomized blocks, in a 3 x 7 factorial scheme, with four replications. Estimates of the production of green and dry biomass and of the characters related to the biometry of the plants were carried out. The data obtained were examined using analysis of variance, mean comparison test and regression. Doses of 300 and 600 g.ha-1 of tebuthiuron and up to 2500 g.ha-1 atrazine were selective for the crop, not interfering with productivity, with efficient control of weed species, and can be used in areas cultivated with this crop.

4
  • TÂMARA INGRYD BARBOSA DUARTE DE SOUZA
  • CARACTERIZAÇÃO MORFOLÓGICA DE FRUTOS, SEMENTES E PLÂNTULAS E, GERMINAÇÃO DE Euphorbia hyssopifolia Lam.

  • Orientador : VILMA MARQUES FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • Data: 23/03/2023

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho teve como objetivo caracterizar as sementes de Euphorbia hyssopifolia do ponto de vista físico e morfológico, estudar o potencial fisiológico de sementes em função da temperatura, luz e água, bem como acompanhar e registrar o desenvolvimento pós-seminal. descobrir a sua exigência hídrica e a sua longevidade em condições de solo, alagamento e altas temperaturas. Para a caracterização física, oito repetições de cem sementes e frutos foram pesadas e determinadas o peso de mil sementes, número de sementes por quilograma, sendo calculada as medidas de tendência central para cada variável. Na caracterização morfológica, verificou-se o tipo, o tamanho e a localização do eixo embrionário, bem como a localização da micrópila, funículo e material de reserva. Além destes, estudou-se o comportamento germinativo das sementes (maduras e maduras) em função das temperaturas constantes de 20°C, 25°C, 30°C, 35ºC e alternada 20-30˚C na ausência e presença de luz, adotando o esquema fatorial 2 x 5 x 2 (condição de maturação da semente x temperatura x regime de luz); do volume de água (1,5; 2,0; 2,5; 3,0), tempo de enterrio das sementes no solo e altas temperaturas (80ºC, 100ºC, 120ºC e 140ºC) no potencial fisiológico das mesmas, nos intervalos de tempo de um minuto e cinco minutos, sendo analisadas as variáveis: Porcentagem, velocidade, frequência de relativa da germinação das sementes e comprimento de plântulas. No desenvolvimento pós-seminal, o processo germinativo foi registrado durante vinte dias. Após o período do processo germinativo, as plântulas foram cortadas na região de transição denominada de colo, para a realização do estudo da capacidade de rebrota. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições de 25 sementes para cada tratamento. A semente é testal e o embrião é de subdivisão foliolada do tipo espatulado. A germinação é epígea e a sua plântula é do tipo fanerocotiledonar. As plântulas não apresentaram capacidade de rebrota após serem cortadas na região do colo. A maior porcentagem e velocidade de germinação foi obtida na temperatura alternada de 20-30ºC, na presença de luz. Sua viabilidade é perdida rapidamente após enterrio em solo, submersão em água e quando expostas a altas temperaturas. Essas condições ambientais afetam drasticamente a sua capacidade germinativa e são relevantes para o manejo da espécie em áreas agrícolas.


  • Mostrar Abstract
  • The present work aimed to characterize the seeds of Euphorbia hyssopifolia from the physical and morphological point of view, to study the physiological potential of seeds as a function of temperature, light and water, as well as to monitor and record the post-seminal development. find out its water requirement and its longevity in soil conditions, flooding and high temperatures. For the physical characterization, eight repetitions of one hundred seeds and fruits were weighed and the weight of one thousand seeds determined, number of seeds per kilogram, and measures of central tendency were calculated for each variable. In the morphological characterization, the type, size and location of the embryonic axis were verified, as well as the location of the micropyle, funiculus and reserve material. In addition to these, the germination behavior of seeds (mature and mature) was studied as a function of constant temperatures of 20°C, 25°C, 30°C, 35°C and alternating 20-30°C in the absence and presence of light, adopting the factorial scheme 2 x 5 x 2 (seed maturation condition x temperature x light regime); of water volume (1.5; 2.0; 2.5; 3.0), seed burial time in the soil and high temperatures (80ºC, 100ºC, 120ºC and 140ºC) on their physiological potential, in the intervals of time of one minute and five minutes, the variables being analyzed: Percentage, speed, relative frequency of seed germination and seedling length. In the post-seminal development, the germination process was recorded during twenty days. After the period of the germination process, the seedlings were cut in the transition region called the collar, in order to carry out the study of the regrowth capacity. The experimental design was completely randomized, with four replications of 25 seeds for each treatment. The seed is testal and the embryo is of spatulate leaf-like subdivision. The germination is epigeal and its seedling is of the phanerocotyledonary type. Seedlings did not show regrowth capacity after being cut in the collar region. The highest percentage and speed of germination was obtained at the alternating temperature of 20-30ºC, in the presence of light. Its viability is rapidly lost after burial in soil, submersion in water and when exposed to high temperatures. These environmental conditions drastically affect its germination capacity and are relevant for the management of the species in agricultural areas.

5
  • SAVIO TAVARES FERREIRA BORGES
  • EFEITO DOS SISTEMAS DE COLHEITA DA CANA-DE-AÇÚCAR SOBRE O ESTOQUE DE CARBONO E QUALIDADE DO SOLO EM ALAGOAS, BRASIL

  • Orientador : STOÉCIO MALTA FERREIRA MAIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO ALISSON DA SILVA XAVIER
  • ALDAIR DE SOUZA MEDEIROS
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • STOÉCIO MALTA FERREIRA MAIA
  • Data: 26/04/2023

  • Mostrar Resumo
  • O cultivo de cana-de-açúcar é uma das principais atividades agrícolas do Brasil, dentre os sistemas de colheita existentes para a cultura, a colheita mecanizada ganhou espaço, principalmente em substituição à colheita com prévia despalha a fogo. A colheita mecanizada deposita sobre a superfície do solo material orgânico, que pode favorecer o aumento de carbono orgânico do solo (COS). Com isso, o objetivo deste trabalho foi avaliar os impactos promovidos pela conversão de cana-de-açúcar com queima (CQ) para cana-de-açúcar com colheita mecanizada (CM) e a conversão de vegetação nativa (VN) para os sistemas CQ e CM sobre os estoques de COS no Brasil, por meio de derivação de fatores de mudança nos estoques de COS, e compartimentos da matéria orgânica do solo (MOS) em Alagoas. Este estudo contemplou amostragens de solo e uma revisão de literatura com dados de COS em áreas de cana-de-açúcar no Brasil. As amostragens de solo ocorreram em áreas de cana-de-açúcar (CQ e CM) e VN. As amostras foram coletadas em cinco repetições por área de estudo nas profundidades de 0-10, 10-20, 20-30 e 30-50 cm. Foram determinados os estoques de COS, fracionamento físico da MOS, mineralização do carbono, carbono microbiano, densidade, granulometria e complexo sortivo do solo. Brevemente, os fatores de mudança de COS (fatores de emissão), mostraram que a conversão CQ-CM no Brasil, variaram entre 1,03 ± 0,15 a 1,21 ± 0,10, os ganhos variaram entre 3% a 21% dependendo do tempo de conversão, profundidade e da região. Os fatores de mudança nos estoques de COS indicam que a conversão CQ-CM no Sudeste aumenta os estoques de COS em 17% e 16% nas camadas 0-30 e 0-50 cm, respectivamente, após 10 anos de conversão, valor superior ao encontrado no Nordeste, 9% e 3%, mesma camada e anos de conversão. A conversão VN-CM, promove reduções nos estoques de COS, apresentando fator variando entre 0,65 ± 0,07 a 0,80 ± 0,04. A conversão VN-CQ, promove reduções nos estoques de COS, apresentando razão de resposta variando entre 0,65 ± 0,15 a 0,85 ± 0,16. Os resultados para as alterações nos compartimentos da MOS em Alagoas mostraram que a conversão de VN em áreas de cultivo de cana-de-açúcar, independente do sistema de colheita, reduziu os estoques de COS entre 7 e 62%, reduziu a qualidade do solo devido a alterações de propriedades importantes do solo, tais como, a redução da matéria orgânica particulada (MOP), aumento da densidade do solo e redução da biomassa microbiana (Cmic), sendo corroboradas por índices, por exemplo, elevados valores do Quociente Metabólico (qCO2) e Grau de Compactação do Solo (GCS) e menores valores do Índice de Estabilidade Estrutural (IEE). A conversão CQ-CM apresentou aumento sucinto no COS em algumas áreas, entre 2% e 9%. No geral, apresentou melhorias para as propriedades do solo, como, MOP, densidade e Cmic, confirmado por índices que mostram melhoria, por exemplo, menor GCS e maior IEE. Entretanto, não foi um consenso, algumas áreas de CM mostraram valores piores para as propriedades do solo em comparação com CQ.


  • Mostrar Abstract
  • The cultivation of sugarcane is one of the main agricultural activities in Brazil, among the existing harvesting systems for the crop, mechanized harvesting has gained ground, mainly replacing harvesting with previous straw removal by fire. Mechanized harvesting deposits organic material on the soil surface, which may favor the increase of soil organic carbon (SOC). Thus, the objective of this work was to evaluate the impacts promoted by the conversion of sugarcane with burning (CQ) to sugarcane with mechanized harvesting (CM) and the conversion of native vegetation (VN) to CQ systems and CM on SOC stocks in Brazil, by deriving change factors in SOC stocks, and soil organic matter (SOM) compartments in Alagoas. This study included soil sampling and a literature review with COS data in sugarcane areas in Brazil. Soil sampling took place in sugarcane areas (CQ and CM) and VN. Samples were collected in five replicates per study area at depths of 0-10, 10-20, 20-30 and 30-50 cm. COS stocks, physical fractionation of SOM, carbon mineralization, microbial carbon, density, granulometry and soil sorption complex were determined. Briefly, the COS change factors (emission factors), showed that the CQ-CM conversion in Brazil, ranged from 1.03 ± 0.15 to 1.21 ± 0.10, gains ranged from 3% to 21 % depending on conversion time, depth and region. The factors of change in the COS stocks indicate that the CQ-CM conversion in the Southeast increases the COS stocks by 17% and 16% in the 0-30 and 0-50 cm layers, respectively, after 10 years of conversion, a value higher than the found in the Northeast, 9% and 3%, same layer and years of conversion. The VN-CM conversion promotes reductions in COS stocks, with a factor ranging from 0.65 ± 0.07 to 0.80 ± 0.04. The VN-CQ conversion promotes reductions in COS stocks, with response ratios ranging from 0.65 ± 0.15 to 0.85 ± 0.16. The results for changes in SOM compartments in Alagoas showed that VN conversion in sugarcane cultivation areas, regardless of the harvesting system, reduced COS stocks between 7 and 62%, reduced soil quality due to changes in important soil properties, such as the reduction of particulate organic matter (MOP), increase in soil density and reduction in microbial biomass (Cmic), being corroborated by indices, for example, high values of the Metabolic Quotient ( qCO2) and Soil Compaction Degree (GCS) and lower Structural Stability Index (SSI) values. The CQ-CM conversion showed a brief increase in COS in some areas, between 2% and 9%. In general, it showed improvements for soil properties, such as MOP, density and Cmic, confirmed by indices that show improvement, for example, lower GCS and higher IEE. However, it was not a consensus, some areas of CM showed worse values for soil properties compared to CQ.

6
  • ANA ROSA DE OLIVEIRA FARIAS
  • AMINÓACIDOS PARA ATENUAÇÃO DA FITOINTOXICAÇÃO POR HERBICIDAS INIBIDORES DA ALS EM CANA-DE-AÇÚCAR

  • Orientador : RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDERSON CARLOS MARAFON
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • LUAN DANILO FERREIRA DE ANDRADE MELO
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • Data: 12/06/2023

  • Mostrar Resumo
  • A seletividade de herbicidas têm sido  amplamente estudada na cultura da cana-de-açúcar, sendo fundamental para o sucesso do controle químico. Contudo, sintomas visuais de fitointoxicação podem ser observados após a aplicação de algumas moléculas, se forem aplicadas fora da recomendação ou se o ambiente proporcione grande disponibilidade para a cultura. Nesse contexto, produtos conhecidos como safeners ou fitoprotetores, previnem danos e aumentam a seletividade da cultura, preservando a ação herbicida do produto sob as plantas daninhas; e o suprimento exógeno de aminoácidos pode ser capaz de reverter sintomas de fitointoxicação. Deste modo, o presente trabalho teve como objetivo atenuar a intoxicação por herbicidas inibidores da ALS, com a aplicação de aminoácidos em cana-de-açúcar. O experimento foi conduzido no Centro de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL), localizado em Rio Largo – AL. A variedade de cana-de-açúcar escolhida foi a RB92579, plantada em vasos com capacidade para 20 L de solo. Para se avaliar o efeito dos herbicidas, o ensaio foi conduzido inicialmente no delineamento inteiramente casualizado, onde foram utilizados os herbicidas: imazapique (147 g ha-1), diclosulam (194,04 g ha-1 ), metsulfurom-metilico (18 g ha-1), imazapique + s-metolacloro (147 g ha-1 + 2880 g ha-1), diclosulam + s-metolacloro (194,04 g ha-1 + 2880 g ha-1), metsulfurom-metililico + s-metolacloro (18 g ha-1  + 2880 g ha-1)  e as testemunhas sem herbicida, com 8 repetições, totalizando 56 parcelas experimentais, sendo a modalidade de aplicação dos herbicidas em pré-emergência total. A aplicação do mix de aminoácidos foi realizada aos 65, 95 e 125 dias após a aplicação dos tratamentos herbicidas, sendo aplicados 2 L/ha-1 do produto comercial Kymon plus®. Após a aplicação do aminoácido, o estudo foi conduzido em ensaios fatorial 2x7, constituído por 2 condições (com aminoácidos e sem aminoácidos) x 7 herbicidas, com 4 repetições. As variáveis avaliadas  foram: altura até a folha +1, número de folhas verdes, diâmetro do colmo e escala de fitointoxicação aos 45, 75, 105, 135, 165, 195 e 225 DAA. Ao término do experimento foram avaliadas a massa seca de folhas e colmos. Após a rebrota aos 30 dias, avaliou-se o número de perfilhos e altura até a folha +1. Os dados obtidos foram  submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey à 5% de  probabilidade, utilizando-se o software SISVAR. Os resultados obtidos demonstraram que a aplicação exógena de aminoácidos aos 65, 95 e 125 dias após a aplicação dos tratamentos, não atenua a fitointoxicação por herbicidas inibidores da ALS em cana-de-açúcar.


  • Mostrar Abstract
  • The selectivity of herbicides has been widely studied in sugarcane cultivation, being fundamental for the success of chemical control. However, visual symptoms of phytointoxication can be observed after the application of some molecules, if they are applied outside the recommendation or if the environment provides great availability for the culture. In this context, products known as safeners or phytoprotectors prevent damage and increase crop selectivity, preserving the herbicidal action of the product on weeds; and the exogenous supply of amino acids may be able to reverse symptoms of phytointoxication. Thus, the present work aimed to attenuate intoxication by ALS-inhibiting herbicides, with the application of amino acids in sugarcane. The experiment was conducted at the Center for Engineering and Agricultural Sciences at the Federal University of Alagoas (CECA/UFAL), located in Rio Largo – AL. The sugarcane variety chosen was RB92579, planted in pots with a capacity of 20 L of soil. To evaluate the effect of herbicides, the trial was initially conducted in a completely randomized design, where the following herbicides were used: imazapic (147 g ha-1), diclosulam (194, 04 g ha-1), metsulfuron-methyl (18 g ha-1), imazapic + s-metolachlor (147 g ha-1 + 2880 g ha-1), diclosulam + s-metolachlor (194,04 g ha-1 + 2880 g ha-1), metsulfuron-methylyl + s-metolachlor (18 g ha-1 + 2880 g ha-1) and the controls without herbicide, with 8 replications, totaling 56 experimental plots, with herbicide application modality in total pre-emergence. The application of the amino acid mix was carried out at 65, 95 and 125 days after the application of the herbicide treatments, applying 2 L/ha-1 of the commercial product Kymon plus®. After application of the amino acid, the study was conducted in 2x7 factorial assays, consisting of 2 conditions (with amino acids and without amino acids) x 7 herbicides, with 4 replications. The evaluated variables were: height to leaf +1, number of green leaves, stem diameter and phytotoxicity scale at 45, 75, 105, 135, 165, 195 and 225 DAA. At the end of the experiment, the dry mass of leaves and stems were evaluated. After regrowth at 30 days, the number of tillers and height up to leaf +1 were evaluated. The data obtained were subjected to analysis of variance and means compared by Tukey's test at 5% probability, using the SISVAR software. The obtained results demonstrated that the exogenous application of amino acids at 65, 95 and 125 days after the treatments application, does not attenuate phytointoxication by ALS-inhibiting herbicides in sugarcane.

7
  • MARIA DA LUZ LIMA SILVA
  • BALANÇO HÍDRICO PARA AS ÉPOCAS PRECOCE, MÉDIA E TARDIA DA CANA-DE-AÇUCAR NOS TABULEIROS COSTEIROS DE ALAGOAS

  • Orientador : GUILHERME BASTOS LYRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • IEDO TEODORO
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 26/06/2023

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo dessa pesquisa foi fazer Balanço hídrico móvel para períodos de plantio da cultura da cana-de-açúcar na região de Rio Largo, AL, visando identificar o período de plantio onde a cultura terá menos estresse hídrico nessa região. As simulações da pesquisa foram realizadas entre 2015 e 2019 e foram consideradas três épocas de plantio normalmente utilizadas na região: precoce – plantio em março e colheita em fevereiro; media- plantio setembro e colheita em novembro; e tardio plantio em junho e colheita em dezembro. As variáveis analisadas foram Precipitação (P), Evapotranspiração da cultura (ETc), Evapotranspiração Real (ETr), Déficit hídrico (DEF) e Excesso hidrico (EXC). Os valos de precipitação, evapotranpiração da cultura, evapotranspiração real, excesso hídrico e deficiência hídrica foram diferentes entre as mesmas variedades, sendo o mesmo local e mesmo período, isso porque o tempo de lavoura é diferente. O ciclo tardio apresenta os maiores valores para as variáveis: precipitação (P), evapotranspiração da cultura (ETc),  evapotranspiração real (ETr) e excedente hídrico (EXC) independentemente dos anos.Cana-de-açúcar de ciclo tardio tem maior demanda hídrica, seguidas pelas de ciclo médio e precoce. A lacuna do déficit hídrico no ciclo precoce ocorre nos meses de setembro a dezembro no período de 2015 a 2019. O excesso acontece no primeiro decêndio de março ao primeiro decêndio de junho para todos os anos. O ciclo intermediário é penalizado por déficit hídrico durante o primeiro decêndio de outubro se estendendo até o terceiro decêndio de março. O excedente hídrico ocorre no segundo decêndio de maio ao segundo decêndio de julho. O déficit hídrico é mais acentuado entre os meses de setembro a março no ciclo tardio para qualquer ano observado. O excesso é maior entre os meses de abril a agosto.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this research was to make a mobile water balance for sugarcane planting periods in the region of Rio Largo, AL, in order to identify the planting period where the crop will have less water stress in this region. The research simulations were carried out between 2015 and 2019 and three planting times normally used in the region were considered: early – planting in March and harvesting in February; middle- planting in September and harvesting in November; and late planting in June and harvesting in December. The variables analyzed were Precipitation (P), Crop Evapotranspiration (ETc), Actual Evapotranspiration (ETr), Water Deficit (DEF) and Water Excess (EXC). The values of precipitation, evapotranspiration of the crop, real evapotranspiration, water excess and water deficiency were different between the same varieties, being the same place and the same period, because the farming time is different. The late cycle presents the highest values for the variables: precipitation (P), crop evapotranspiration (ETc), real evapotranspiration (ETr) and water surplus (EXC) regardless of the years. Late-cycle sugarcane has the highest water demand, followed by mid- and early-cycle sugarcane. The water deficit gap in the early cycle occurs from September to December in the period from 2015 to 2019. The excess occurs in the first ten-day period from March to the first ten-day period from June for all years. The intermediate cycle is penalized by a water deficit during the first ten-day period in October extending to the third ten-day period in March. The water surplus occurs from the second ten-day period of May to the second ten-day period of July. The water deficit is most pronounced between September and March in the late cycle for any observed year. The excess is greater between the months of April to August.

8
  • JOSE ANTONIO COSTA SILVA
  • CRECIMENTO, PRODUTIVIDADE E RENDIMENTOS FINANCEIROS DO FEIJÃO COMUM IRRIGADO

  • Orientador : IEDO TEODORO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADOLPHO EMANUEL QUINTELA DA ROCHA
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • IEDO TEODORO
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 12/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • As respostas da cultura do feijão à diferentes níveis de irrigação é essencial para estimar a produtividade dessa cultura nos Tabuleiros Costeiros de Alagoas. Por isso, essa pesquisa teve como objetivo avaliar o crescimento, produtividade e os rendimentos financeiros do cultivo do feijão irrigado. O experimento foi realizado no período de 17/11/2015 a 01/02/2016 no Campus de Engenharia e Ciências Agrária (CECA) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Os tratamentos foram seis níveis de irrigação, em função da evapotranspiração da cultura – ETC (25%,50%, 75%, 100%, 125% e 150% da ETc). E, as variáveis de crescimento e produção analisadas foram: altura de plantas, massa seca, número de folhas, número de vagens por planta, peso de mil (1000) grãos, índice de área foliar, produtividade de grãos e índice de colheita. Nessa pesquisa, a lâmina total foi definida como a irrigação total mais a chuva efetiva, a precipitação pluvial (chuva) total acumulada, durante o ciclo de cultivo, foi 291 mm e a maior concentração de chuva ocorreu em janeiro de 2016, entre 45 a 76 dias após o plantio – DAP (170,43 mm). O valor de IAF máximo estimado pelo modelo matemático Pic Log normal de 3 parâmetros, dentre os níveis de irrigação, foi 7,07, obtido aos 41 dias, com coeficiente de determinação (R2) de 0,91, observado na lâmina de irrigação de 150% da ETC, que é a maior lâmina utilizada (654 mm). O modelo Pic Log normal de 3 parâmetro demonstrou que a maior altura de plantas foi 61,90 cm, na área de irrigação com a ETC 125% (614,48 mm), e a maior massa seca de plantas estimada pelo modelo foi 218,10 g, na lâmina na ETC de 150%. O maior peso de 1000 grãos observado foi 215,05 g, na lâmina de 100% (578 mm). A produtividade de máxima eficiência financeira (PMEF) da cultura do feijão, com o preço médio de R$ 333,19, por saca de 60 kg, e o valor do milímetro aplicado de R$ 4,74, pelo modelo polinomial quadrático, a melhor lâmina é 582 mm (chuva efetiva mais irrigação), que obtém uma produtividade de 2.100 kg ha-1, respectivamente com o índice de colheita 0,68, na região de Rio Largo, AL.

     


  • Mostrar Abstract
  • The responses of the bean crop to different levels of irrigation is essential to estimate the productivity of this crop in the Coastal Tablelands of Alagoas. Therefore, this research aimed to evaluate the growth, productivity and financial returns of irrigated bean cultivation. The experiment was carried out from 11/17/2015 to 02/01/2016 at the Campus of Engineering and Agricultural Sciences (CEAS) of the Federal University of Alagoas (UFAL). The treatments were six levels of irrigation, depending on the evapotranspiration of the crop - ETC (25%, 50%, 75%, 100%, 125% and 150% of ETc). And, the growth and production variables analyzed were: plant height, dry mass, number of leaves, number of pods per plant, weight of one thousand (1000) grains, leaf area index (LAI), grain yield and harvest index. In this research, the total depth was defined as the total irrigation plus the effective rainfall, the total accumulated rainfall (rain) during the cropping cycle was 291 mm and the highest concentration of rain occurred in January 2016, between 45 to 76 days after planting – DBH (170.43 mm). The maximum LAI value estimated by the 3-parameter normal Pic Log mathematical model, among the irrigation levels, was 7.07, obtained at 41 days, with a coefficient of determination (R2) of 0.91, observed in the irrigation depth of 150% of the ETC, which is the largest blade used (654 mm). The  normal Pic Log model of 3 parameter demonstrated that the highest plant height was 61.90 cm, in the irrigation area with ETC 125% (614.48 mm), and the highest plant dry mass estimated by the model was 218, 10 g, on slide at 150% ETC. The highest weight of 1000 grains observed was 215.05 g, at the 100% depth (578 mm). The productivity of maximum financial efficiency (PMFE) of the bean crop, with an average price of R$ 333.19, per 60 kg bag, and the applied millimeter value of R$ 4.74, by the quadratic polynomial model, the the best depth is 582 mm (effective rainfall plus irrigation), which obtains a productivity of 2,100 kg ha-1, respectively with a harvest index of 0.68, in the region of Rio Largo, AL.

9
  • LAILSON CESAR ANDRADE GOMES
  • PADRÕES DE USO E POTENCIAL PARA POPULARIZAÇÃO DE PLANTAS ALIMENTÍCIAS SILVESTRES NO BRASIL: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA E METANÁLISE

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MARCELO ALVES RAMOS
  • MATEUS AUGUSTO DONEGÁ
  • PATRICIA MUNIZ DE MEDEIROS
  • WASHINGTON SOARES FERREIRA JUNIOR
  • Data: 17/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • A maior parte dos estudos etnobotânicos tem focado em investigações de plantas medicinais e plantas alimentícias silvestres associadas a seus usos por comunidades ao redor do mundo, listando espécies e classificando-as taxonomicamente. Já outras investigações têm buscado compreender quais plantas usadas para fins medicinais são sobreutilizadas e subutilizadas em diferentes contextos, levando em consideração a teoria da seleção não aleatória, além de investigações que buscam identificar outros padrões que podem auxiliar na identificação de possíveis problemas ecológicos associados à utilização dessas plantas. Portanto, a presente revisão sistemática foi realizada com o objetivo de contribuir tanto do ponto de vista prático quanto teórico, no sentido de identificar padrões no conhecimento e uso de plantas, além de confirmar se existem clados de plantas sobreutilizados ou subtilizados. Para isso, foram feitas buscas em 4 bases de dados, tais quais, Web of Science, Scielo, Scopus e PubMed, utilizando 8 conjuntos de palavras-chave, no idioma inglês e português com o intuito de registrar plantas alimentícias silvestres de ocorrência no Brasil. As etapas foram: critérios de inclusão e exclusão, triagem, método de seleção dos estudos com base no risco de viés, tratamento dos dados e, por fim, análise de dados. Atenderam aos critérios de inclusão desta revisão 80 artigos. Porém, 45 deles foram considerados com alto risco, 17 com risco moderado e 18 com baixo risco de viés para a identificação de famílias sobreutilizadas e subutilizadas, restando 35 artigos. Num segundo momento, artigos que continham menos de cinco espécies citadas e os que não traziam a informação da parte usada foram excluídos para a metanálise, restando 22. Quanto aos resultados, os mesmos foram inferidos através da utilização de duas abordagens diferentes (IDM e Bayesiana), e as famílias Annonaceae, Arecaceae, Basellaceae, Cactaceae, Capparaceae, Caryocaraceae, Myrtaceae, Passifloraceae, Rhamnaceae, Rosaceae, Sapotaceae, Talinaceae e Typhaceae foram consideradas sobreutilizadas e Eriocaulaceae, Orchidaceae e Poaceae foram consideras subutilizadas. Já em relação à metanálise, os resultados demonstram que houve predomínio, nesta revisão, do conhecimento e uso de partes reprodutivas, não-persistentes, plantas lenhosas e não-destrutivas, porém não houve interferência dos diferentes ecossistemas. Portanto, a seleção de plantas alimentícias silvestres no Brasil não é aleatória. E os padrões indicam que há predomínio de partes reprodutivas, não-persistentes, plantas lenhosas e não-destrutivas, e esses fatores são cruciais para direcionar políticas públicas que visem melhorar o manejo dos recursos vegetais alimentícios para evitar possíveis problemas ecológicos.


  • Mostrar Abstract
  • Most ethnobotanical studies have focused on investigations of medicinal plants and wild food plants associated with their uses by communities around the world, listing species and classifying them taxonomically. Other investigations have sought to understand which plants used for medicinal purposes are overused and underutilized in different contexts, taking into account the theory of non-random selection, in addition to investigations that seek to identify other patterns that can help identify possible ecological problems associated with the use of these plants. Therefore, this systematic review was carried out with the aim of contributing both from a practical and theoretical point of view, in the sense of identifying patterns in the knowledge and use of plants, in addition to confirming that there are clades of plants that are overused and others that are underused. Therefore, searches were carried out in 4 databases, such as Web of Science, Scielo, Scopus and PubMed, using 8 sets of keywords, in English and Portuguese, in order to register wild food plants occurring in Brazil . The steps were: inclusion and exclusion criteria, screening, study selection method based on the risk of bias, data processing and, finally, data analysis. A total of 80 articles met the inclusion criteria for this review. However, 45 of them were considered at high risk, 17 at moderate risk and 18 at low risk of bias for identifying overused and underused families, leaving 35 articles. In a second moment, articles that contained less than 5 cited species and those that did not bring information about the part used were excluded from the meta-analysis, leaving 22. As for the results, the families Annonaceae, Arecaceae, Basellaceae, Cactaceae, Capparaceae, Caryocaraceae, Myrtaceae, Passifloraceae, Roussel, Rhamnaceae, Rosaceae, Sapotaceae, Talinaceae and Typhaceae were considered overutilized and the families Eriocaulaceae, Orchidaceae and Poaceae were considered underutilized, using two different approaches (IDM and Bayesian). As for the meta-analysis, the results show that there was a predominance, in this review, of the knowledge and use of reproductive parts, non-persistent, woody and non-destructive plants, but there was no interference from the different ecosystems. Therefore, the selection of wild food plants in Brazil is not random. And the patterns indicate that there is a predominance of reproductive parts, non-persistent, woody and non-destructive plants, and these factors are crucial to guide public policies that aim to improve the management of food plant resources to avoid possible ecological problems.

10
  • JOSE WELLINGTON SANTOS DO NASCIMENTO
  • INTERCEPTAÇÃO DA CHUVA EM POVOAMENTO DE CLONES DE EUCALIPTO EM FUNÇÃO DE DIFERENTES DENSIDADES POPULACIONAIS

  • Orientador : ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADOLPHO EMANUEL QUINTELA DA ROCHA
  • ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • GEORGE DO NASCIMENTO ARAÚJO JÚNIOR
  • RICARDO ARAUJO FERREIRA JUNIOR
  • Data: 31/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • A expansão crescente de florestas comerciais de eucalipto levanta questões sobre seu possível impacto no ciclo hidrológico regional, especialmente em regiões com períodos de escassez de água durante a estação seca. Neste estudo, foi investigada a dinâmica de interceptação da chuva em povoamentos de clones de eucalipto, considerando diferentes densidades populacionais (espaçamentos de plantio) no estado de Alagoas. O objetivo foi compreender como essas plantações afetam a disponibilidade hídrica regional. Durante a estação chuvosa (abril a agosto), foram coletados dados de precipitação total acumulada próxima aos povoamentos e os componentes hidrológicos: precipitação interna (Pi), escoamento de água pelo tronco (Et), precipitação efetiva (Pe) e perdas por interceptação (I). Os clones VE41 e I144 foram avaliados nos espaçamentos de 3x2, 3x3 e 3x4 metros. Os resultados indicam que o espaçamento de plantio teve um impacto significativo nas variáveis hidrológicas. À medida que o espaçamento aumentou, a precipitação interna média também aumentou, enquanto o escoamento de água pelo tronco diminuiu durante a estação chuvosa. Não foram observadas diferenças marcantes entre os clones VE41 e I144 em relação à precipitação interna em cada espaçamento de plantio. Na estação seca (setembro a março), ambos os clones apresentaram comportamento similar em relação à quantidade de água coletada e escoada, independentemente do espaçamento adotado. O espaçamento de 3x4 metros se destacou ao apresentar a menor média de escoamento de água pelo tronco para ambos os clones durante esse período. Além disso, o espaçamento de plantio influenciou o estoque de serrapilheira e a capacidade de retenção hídrica da serrapilheira. Densidades de plantio mais amplas resultaram em menores estoques de serrapilheira e menor capacidade de retenção hídrica. Esses resultados têm implicações importantes para o manejo sustentável de plantações de eucalipto em regiões com escassez de água na estação seca, enfatizando a relevância da escolha adequada do espaçamento de plantio para a conservação dos recursos hídricos e a sustentabilidade ambiental da região.


  • Mostrar Abstract
  • The increasing expansion of commercial eucalyptus forests raises questions about their possible impact on the regional hydrological cycle, especially in regions with periods of water scarcity during the dry season. In this study, the dynamics of rainfall interception in stands of eucalyptus clones was investigated, considering different population densities (planting spacing) in the state of Alagoas. The objective was to understand how these plantations affect regional water availability. During the rainy season (April to August), data were collected on total accumulated precipitation near the stands and the hydrological components: internal precipitation (Pi), water runoff through the trunk (Et), effective precipitation (Pe) and interception losses ( I). Clones VE41 and I144 were evaluated in spacings of 3x2, 3x3 and 3x4 meters. Results indicate that planting spacing had a significant impact on hydrological variables. As spacing increased, mean indoor precipitation also increased, while trunk runoff decreased during the wet season. No marked differences were observed between clones VE41 and I144 in relation to internal precipitation in each planting spacing. In the dry season (September to March), both clones showed similar behavior in relation to the amount of water collected and drained, regardless of the spacing adopted. The spacing of 3x4 meters stood out by presenting the lowest average of water flow through the trunk for both clones during this period. In addition, the planting spacing influenced the litter stock and the litter water retention capacity. Wider planting densities resulted in lower litter stocks and lower water retention capacity. These results have important implications for the sustainable management of eucalyptus plantations in regions with scarce water in the dry season, emphasizing the importance of choosing the appropriate planting spacing for the conservation of water resources and the environmental sustainability of the region.

11
  • VICENTE FERREIRA DE ARAUJO NETO
  • MANEJO INTEGRADO DAS PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA LARANJA LIMA (Citrus aurantifolia)

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • Data: 29/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • O Brasil é o segundo maior produtor de laranjas do mundo em terceiro a União Europeia, onde a China encontra-se na primeira colocação. No Nordeste é uma atividade importante, especialmente nos estados da Bahia, Pernambuco e Sergipe. O estado de Alagoas, possui condições climáticas favoráveis para o cultivo da fruta, com temperaturas elevadas, disponibilidade de água e solos adequados. O objetivo geral desse trabalho buscou analisar no estado de Alagoas, se há carência de estudos sobre o manejo adequado de plantas daninhas em citros e sua influência na produtividade. Obtendo então o melhor método de manejo de plantas daninhas para se ter a produção potencial dessa cultura no Estado. A metodologia utilizada integrou a área experimental localizada no Campus de Engenharias e Ciências Agrárias – CECA, da Universidade Federal de Alagoas – UFAL, no município de Rio Largo, sob as coordenadas geográficas 9º28’29,1” de latitude sul e 35º49’43,6” de longitude oeste e a 127 m de altitude. A média das temperaturas mínimas e máximas apresenta uma variação entre 17,7°C e 34,1°C, durante o período deste estudo. A maior temperatura média, foi verificada em março com 21,4°C, e a menor em setembro com 17,6°C, tendo aproximadamente uma exibição de 21,59% da diferença entre março e setembro. O experimento foi em uma área de 1.885m2, o espaçamento entre linhas foram de 4m, o mesmo que o espaçamento entre plantas. As parcelas foram de 16m2 (4m X 4m). Para os métodos de manejo integrado das plantas daninhas, o experimento foi dividido em 5 blocos e 9 tratamentos, na área experimental. O solo da área experimental é classificado em Argissolo acinzentado distrófico. Os dados obtidos foram submetidos às análises de variância pelo teste F, e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. A análise estatística foi utilizado o programa Sisvar versão 5.7. Nos resultados e discussões, a utilização de cobertura morta apresentou maior média no variável número de frutos, seguido pelo tratamento capina com enxada e químico, 116,2; 109,8; 64,6 frutos respectivamente. Já os tratamentos com crotalária e amendoim apresentaram as menores médias de número de frutos 3,4 e 7,0, respectivamente. Ao verificar o número de plantas daninhas, a cobertura morta junto ao controle químico e a cobertura com feijão de porco. Mostrou-se superiores aos demais tipos de manejos, o controle das plantas daninhas foi superior aos demais tratamentos, não apresentando plantas infestantes nestes tratamentos. Foi possível observar ainda, que o uso de herbicidas é uma das formas mais eficientes de controle de plantas daninhas em uma cultura. Evidencia-se redução de 100% na incidência de espécies a partir da primeira avaliação até a conclusão do experimento, demonstrando a expressiva efetividade desse método. Por fim, concluiu-se que, o manejo com cobertura morta foi eficiente no controle das plantas daninhas, resultando também em maior número de frutos. A capina com enxada, o controle químico e a cobertura morta foram eficazes no controle das plantas daninhas. A Urochloa decumbens, Crotalária juncea e amendoim forrageiro, controlam satisfatoriamente as plantas daninhas, no entanto, reduz o número de frutos.


  • Mostrar Abstract
  • Brazil is the second largest producer of oranges in the world, third to the European Union, where China is in first place. In the Northeast it is an important activity, especially in the states of Bahia, Pernambuco and Sergipe. The state of Alagoas has favorable climatic conditions for the cultivation of fruit, with high temperatures, availability of water and suitable soils. The general objective of this work sought to analyze in the state of Alagoas, if there is a lack of studies on the proper management of weeds in citrus and its influence on productivity. Obtaining then the best weed management method to have the potential production of this crop in the State. The methodology used was part of the experimental area located on the Campus of Engineering and Agricultural Sciences – CECA, of the Federal University of Alagoas – UFAL, in the municipality of Rio Largo, under the geographical coordinates 9º28'29.1” south latitude and 35º49'43, 6” west longitude and 127 m altitude. The average of minimum and maximum temperatures varies between 17.7°C and 34.1°C during the period of this study. The highest average temperature was verified in March with 21.4°C, and the lowest in September with 17.6°C, showing approximately 21.59% of the difference between March and September. The experiment was in an area of 1,885m2, the spacing between rows was 4m, the same as the spacing between plants. The plots were 16m2 (4m X 4m). For integrated weed management methods, the experiment was divided into 5 blocks and 9 treatments in the experimental area. The soil in the experimental area is classified as dystrophic grayish Argisol. The data obtained were subjected to analysis of variance using the F test, and the means compared using the Tukey test at 5% probability. Statistical analysis was performed using the Sisvar version 5.7 program. In the results and discussions, the use of mulch presented the highest average in the variable number of fruits, followed by weeding with a hoe and chemical treatment, 116.2; 109.8; 64.6 fruits respectively. The treatments with sunn hemp and peanut showed the lowest mean number of fruits, 3.4 and 7.0, respectively. When checking the number of weeds, the mulch together with the chemical control and the cover with jack beans. It was superior to the other types of management, the weed control was superior to the other treatments, not presenting weeds in these treatments. It was also possible to observe that the use of herbicides is one of the most efficient ways of controlling weeds in a crop. A 100% reduction in the incidence of species is evident from the first evaluation to the conclusion of the experiment, demonstrating the expressive effectiveness of this method. Finally, it was concluded that the management with mulch was efficient in controlling weeds, also resulting in a greater number of fruits. Weeding with a hoe, chemical control and mulching were effective in controlling weeds. Urochloa decumbens, Crotalaria juncea and forage peanut satisfactorily control weeds, however, reduce the number of fruits.
    Keywords:

12
  • BRENDA STEPHANIE DE OLIVEIRA CHAVANTE
  •  

    CARACTERIZAÇÃO BIOMORFOLÓGICA DE FRUTOS E SEMENTES E ECOFISIOLOGIA DA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Tephrosia noctiflora Bojer ex Baker.

     

  • Orientador : JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • LUAN DANILO FERREIRA DE ANDRADE MELO
  • Data: 22/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • A Tephrosia noctiflora (Bojer ex Baker), é uma espécie endêmica do Brasil, sendo encontrada em áreas cultivadas e pastagens no estado de Alagoas, causando impactos negativos na produção. A literatura apresenta poucas informações referentes a espécie, neste sentido o objetivo deste trabalho foi caracterizar biomorfologicamente as sementes de Tephrosia noctiflora, registrar o desenvolvimento pós-seminal e estudar o potencial fisiológico em função de diferentes tratamentos pré germinativos, temperatura e pH. As sementes foram coletadas no município de Atalaia, Alagoas, sendo transferidas para o Laboratório de propagação de plantas, pertencente a Universidade Federal de Alagoas, localizado no município de Rio Largo. Para caracterização física foi avaliado o peso de mil sementes, número de sementes por quilograma, comprimento e largura de cada semente, sendo os resultados avaliados pela média, moda, mediana, amplitude de variação para cada variável. Na caracterização morfológica, verificou-se o formato da semente, sua coloração, localização das estruturas da semente, tipo de germinação e plântulas. A avaliação do potencial fisiológico foi realizada utilizando oito tratamentos pré germinativos realizados com intuído de acelerar e uniformizar a germinação das sementes, sendo estes descritos:T0–Testemunhas (sementes intactas); T1 – imersão das sementes em banho maria a temperatura de 45 0C por 20 minutos; T2 – Choque térmico (imersão das sementes em água em ebulição seguido do resfriamento em água corrente); T3 – imersão das sementes e em ácido sulfúrico (H2So4) por cinco minutos, 10 minutos (T4), 15 minutos (T5), 20 minutos (T6) e 25 minutos (T7). Após as sementes serem submetidas a cada tratamento, as mesmas foram incubadas em germinador tipo BOD regulados em duas temperaturas, constante de 30 oC e outra alternada de 20-30°C, utilizando o delineamento inteiramente casualizado montado em esquema fatorial do tipo 8X2 (tratamentos x temperatura) com quatro repetições de 25 sementes cada. Após definido o melhor tratamento pré germinativo, acompanhou-se e registrou-se o desenvolvimento pós-seminal, indicando plântulas normais e anormais. Transcorrida esta etapa, o potencial fisiológico das sementes foi avaliado em função de diferentes níveis de pH (2,5; 4,0; 5,5; 7,0; 8,5 e 10). Os experimentos foram realizados em delineamento inteiramente casualizado (DIC), sendo os dados submetidos à análise de variância, cujas médias foram avaliadas pelo teste de Tukey a 5% e análise de regressão para as variáveis quantitativas. De acordo com os resultados obtidos, verificou-se que o peso de mil sementes foi em média de 0,81g, correspondendo a 1.234.568 sementes/Kg. As dimensões das sementes variaram entre 3,18 a 1,27 mm de comprimento, por 2,20 a 1,04 mm de largura, com umidade de 7,58%. O formato da semente é reniforme, o tegumento apresenta superfície rugosa e coloração marrom. O embrião é do tipo axial e a germinação é do tipo epígea com plântulas fanecotiledonares. Na avaliação do potencial fisiológico, a melhor porcentagem de germinação (85%) foi obtida com a utilização de ácido sulfúrico por 25 minutos a temperatura constante de 30°C. A espécie não sofreu grande influência do pH mantendo germinação superior a 50% em todas as faixas testadas, com destaque para o pH 7 que proporcionou a mais alta taxa de germinação.

     


  • Mostrar Abstract
  • Tephrosia noctiflora (Bojer ex Baker), is an endemic species of Brazil, being found in areas of grains, sugarcane and pastures in the state of Alagoas, causing negative impacts on production. The literature presents little information regarding the species, in this sense the objective of this work is to biomorphologically characterize the seeds of Tephrosia noctiflora, record the post-seminal development and study the physiological potential as a function of germination, temperature and pH. The seeds were collected in the municipality of Atalaia – AL, and the tests were conducted in the plant propagation laboratory of the Federal University of Alagoas, located in the municipality of Rio Largo. For physical characterization, the weight of one thousand seeds, number of seeds per kilogram, length and width were evaluated, and the means for each variable were calculated. In the morphological characterization, it was verified the shape of the seed, its coloration, location of the embryonic axis, type of germination. The evaluation of the physiological potential was performed using eight treatments to overcome dormancy (T1 - control, T2 - water bath 45°c for 20 minutes, T3- thermal shock, T4- 5 minutes sulfuric acid, T5- 10 min. sulfuric acid, T6- 15 min. sulfuric acid, (T7)- 20 min. sulfuric acid, T8- 25 min. sulfuric acid) and two temperatures being one constant and the other alternating (30 and 20-30°C),  using a completely randomized design mounted in an 8X2 factorial scheme (treatments x temperature) with four replicates of 25 seeds each. The variable studied was germination percentage. After the best treatment was defined, post-seminal development was monitored and recorded. After this phase, the physiological potential of the seeds was evaluated as a function of pH (2.5, 4.0, 5.5, 7.0, 8.5 and 10). The experiments were carried out in a completely randomized design (DIC), and the data were submitted to analysis of variance, whose means were evaluated by Tukey's test at 5% and regression analysis for quantitative variables. According to the results obtained, it was found that the weight of one thousand seeds was on average 0.81g, corresponding to 1,234,568 seeds/Kg. The seed dimensions ranged from 3.18 to 1.27 mm in length, by 2.20 to 1.04 mm in width, with humidity of 7.58%. The shape of the seed is reniform, the integument has a rough surface in brown coloration. The embryo is of the axial type and the germination is of the epigeal type. In the evaluation of the physiological potential, the best germination percentage (85%) was obtained with the use of sulfuric acid for 25 minutes at a constant temperature of 30°C.  The species did not suffer great influence of the pH maintaining germination higher than 50% in all the tested ranges, the ideal pH of the species is 7.67 with 93% of germination.

Teses
1
  • JULIANY MAYRA TEIXEIRA DE MOURA BARROS
  • APLICAÇÃO FOLIAR DE 24-EPIBRASSINOLÍDEO NA ATENUAÇÃO DO ESTRESSE HÍDRICO EM PLANTAS DE SOJA NAS FASES DE FLORAÇÃO E ENCHIMENTO DOS GRÃOS

  • Orientador : VILMA MARQUES FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLAUDIANA MOURA DOS SANTOS
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • JOSE VIEIRA SILVA
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • Data: 26/04/2023

  • Mostrar Resumo
  • A soja é uma das culturas mais importantes para o agronegócio mundial, responsável pela produção de grãos, farelo e óleo de soja, bem como na indústria de cosméticos. A seca é um dos fatores mais limitantes à produtividade dessa cultura. Com a finalidade de diminuir os efeitos negativos do estresse hídrico, a aplicação foliar de 24-epibrassinolídeo (EBL) tem sido utilizada em diversas culturas, no entanto, estudos ainda são escassos em sojicultura nas fases de floração e enchimento do grão. Diante disso, esse trabalho tem como objetivo avaliar a eficiência do (EBL) sobre o crescimento e mecanismos fisiológicos em soja nas fases de floração e enchimento do grão sob deficiência hídrica e reidratação. Os experimentos foram desenvolvidos em casa de vegetação utilizando-se a cultivar IMA 84114RR. O delineamento experimental utilizado em ambos os experimentos foi em blocos inteiramente casualizados, em esquema fatorial 2x2 (Regimes hídricos x Aplicação com EBL) com sete repetições. Os regimes hídricos, plantas irrigadas e sob estresse hídrico seguido de reidratação, foram impostos quando, no experimento I, as plantas de soja estavam na fase de floração e após pré-tratamento com EBL, enquanto que no experimento II, as plantas estavam na fase de enchimento de grãos. Na fase de floração, o EBL promoveu melhor recuperação na altura da planta, número de folhas e diâmetro do caule em relação às plantas sem EBL, não foi observado efeito do EBL para área foliar. O EBL contribuiu com a maior produção de massa seca foliar e do caule das plantas, porém o EBL não melhorou a produtividade da soja. Em plantas irrigadas, o EBL promoveu melhores processos metabólicos como trocas gasosas, eficiência fotossíntese e síntese de clorofila. As plantas tratadas com EBL sob deficiência hídrica apresentaram redução da condutância estomática e fotossíntese semelhantes às sem EBL. As plantas com EBL apresentaram aumento na transpiração e concentração interna de CO2 sob estresse hídrico. A eficiência quântica máxima do fotossistema II (Fv/Fm) não alterou em plantas com e sem EBL independente do estresse. No tocante à fase de enchimento do grão, a aplicação foliar do EBL em soja não atenuou as trocas gasosas das plantas estressadas, no entanto, melhorou na recuperação pós o estresse. Além disso, o EBL atenuou os danos causados pelo déficit hídrico sobre TRA e a (ΦPSII), o que contribuiu com maior massa seca das plantas, número de vagens e de grãos, bem como o tamanho dos grãos.


  • Mostrar Abstract
  • Soybean is one of the most important crops for the world's agribusiness, responsible for the production of grains, meal and soy oil, as well as in the cosmetics industry. Drought is one of the most limiting factors to the productivity of this crop. In order to reduce the negative effects of water stress, the foliar application of 24-epibrassinolide (EBL) has been used in several crops, however, studies are still scarce in soybeans in the flowering and grain filling phases. Therefore, this work aims to evaluate the efficiency of (EBL) on growth and physiological mechanisms in soybean in the flowering and grain filling stages under water deficit and rehydration. The experiments were carried out in a greenhouse using the cultivar IMA 84114RR. The experimental design used in both experiments was in completely randomized blocks, in a 2x2 factorial scheme (Water regimes x Application with EBL) with seven replications. The water regimes, irrigated plants and under water stress followed by rehydration, were imposed when, in experiment I, the soybean plants were in the flowering phase and after pre-treatment with EBL, while in experiment II, the plants were in the grain filling phase. In the flowering phase, EBL promoted better recovery in plant height, number of leaves and stem diameter in relation to plants without EBL, no effect of EBL was observed for leaf area. The EBL contributed with the highest production of leaf and stem dry mass of the plants, but the EBL did not improve soybean productivity. In irrigated plants, EBL promoted better metabolic processes such as gas exchange, photosynthesis efficiency and chlorophyll synthesis. Plants treated with EBL under water stress showed a reduction in stomatal conductance and photosynthesis similar to those without EBL. Plants with EBL showed increased transpiration and internal CO2 concentration under water stress. The maximum quantum efficiency of photosystem II (Fv/Fm) did not change in plants with and without EBL regardless of stress. Regarding the grain filling phase, the foliar application of EBL in soybean did not attenuate the gas exchanges of the stressed plants, however, it improved the post-stress recovery. In addition, EBL attenuated the damage caused by water deficit on TRA and (ΦPSII), which contributed to higher plant dry mass, number of pods and grains, as well as grain size.

2
  • JULIANNA CATONIO DA SILVA
  • CONSUMO DE ÁGUA, RESPOSTAS FISIOLÓGICAS E DESEMPENHO PRODUTIVO DA CULTURA DO GERGELIM EM FUNÇÃO DA DISPONIBILIDADE HÍDRICA.

  • Orientador : ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • GUSTAVO BASTOS LYRA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • ALEXANDRE MANIÇOBA DA ROSA FERRAZ JARDIM
  • ADOLPHO EMANUEL QUINTELA DA ROCHA
  • CERES DUARTE GUEDES CABRAL DE ALMEIDA
  • GEORGE DO NASCIMENTO ARAÚJO JÚNIOR
  • Data: 11/07/2023

  • Mostrar Resumo
  • O manejo de irrigação é uma prática essencial quando deseja-se aumentar a produtividade de uma cultura.  Por isso, dois experimentos de campo foram conduzidos para determinar a necessidade hídrica (ETC), assim como avaliar a fisiologia e a produtividade do gergelim em função da disponibilidade de água no solo. As pesquisas foram conduzidas entre fevereiro a junho de 2021 (período chuvoso) e outubro de 2021 a de janeiro de 2022 (período seco). A ETC foi obtida através de uma bateria de lisimetros de drenagem e aplicação do balanço hídrico de água no solo. A Evapotranspiração de referência (ET0) foi calculada pelo método de Penman-Monteith-FAO. Através da razão ETC/ET0 foram obtidos os valores de coeficiente da cultura (KC) para cada fase fenológica do gergelim. Um experimento foi instalado adotando o delineamento em blocos ao acaso (DBC), com cinco tratamentos e quatro blocos. Os tratamentos foram: 50, 75, 100, 125 e 150% da ETC com aplicações diárias via irrigação por gotejamento. Quando a cultura atingiu a floração plena, foram avaliados os seguintes parâmetros: teor relativo de água na folhas (TRA), potencial hídrico foliar antemanhã (Ѱw antemanhã) e ao meio-dia (Ѱw meio-dia), condutância estomática (gs), taxa transpiratória (E), concentração interna de CO2 (Ci), taxa fotossintética liquida (A), temperatura foliar (Tf), eficiência instantânea do uso da água (EUAi), eficiência quântica do PSII (ΦPSII), máxima eficiência fotoquímica do fotossistema II (FvFm) e índice SPAD. Quinzenalmente foram feitas avaliações para determinar os seguintes parâmetros de crescimento: altura da planta (AP), diâmetro do caule (DC), índice de área foliar (IAF) e fitomassa seca total (FSTa). Ao final de cada ciclo foram analisados os componentes de produção: produtividade, eficiência do uso da água, peso de 1000 grãos, número de cápsulas por planta, número de grãos por cápsula e massa seca de grãos. As lâminas acumuladas da precipitação pluvial, ETC e a ET0 foram iguais a 870,1 e 212,9 mm, 450,4 e 440,1 mm e 476,50 e 513,40 mm para os períodos chuvoso e seco, respectivamente. Os valores médios de KC para cada fase fenológica foram iguais a 0,26; 0,90; 1,26 e 0,75 para o período chuvoso e 0,29; 0,94; 1,17 e 0,59 para o período seco. A evapotranspiração total (chuva + irrigação) obtida para cada lâmina de irrigação foram de: 904,6; 927,1; 957,7; 979,6 e 1003,6 mm para o período chuvoso e 419,9; 511,5; 616,1; 721,8 e 815,9 mm para o período seco, em L1, L2, L3, L4 e L5, respectivamente. A deficiência hídrica variou de 105 a 73 mm e 177 a 34mm para as lâminas de 50 e 150% da ETC, no período chuvoso e seco, respectivamente. O excesso hídrico variou de 491 a 558 mm e 53 a 306 mm para as lâminas de 50 e 150% da ETC, no período chuvoso e seco, respectivamente. No período chuvoso, o Ѱw foliar variou de -3,7 a -1,1 MPa ao meio-dia para 50 e 150% da ETC, respectivamente. No período seco, para esses mesmos níveis, o Ѱw foliar variou de -1,74 a -0,98 e -3,9 a 1,0 para a antemanhã e meio-dia, respectivamente. O nível de 50% da ETC reduziu a gs (180 e 303%), a “E” (56 e 97%), a Ci (239 e 400%), ΦPSII (36%), FvFm (18%) e aumentou a Tf (8%) respectivamente, para o período chuvoso e seco, em relação à 150% da ETC. Os maiores valores de A (35,8 e 33,7 μmol CO2 ·m–2·s–1) foram obtidas com a aplicação dos níveis de 109 e 108% da ETC, respectivamente. Para o período seco, os maiores valores obtidos foram: 249,0 cm; 18,7 mm; 6507 cm2; 10,8 m2 m-2 e 16629,8 kg ha-1, para as variáveis AP, DC, AF, IAF e MSTa, respectivamente. Para o período seco, a máxima produtividade foi de 3114,5 kg ha-1, com a aplicação de 622 mm (101% da ETC) de água foi 20% superior à média do período chuvoso.  A máxima EUA (5,78 kg ha-1 mm-1) foi obtida com a lâmina de 557 mm (90% da ETC). Tanto no período chuvoso como no seco, a cultura do gergelim alcançou valores de produtividade superiores à média nacional, todavia, com o correto manejo da irrigação ela tende a apresentar melhores resultados. 


  • Mostrar Abstract
  • Irrigation management is an essential practice when it is desired to increase the productivity of a crop.  Therefore, two field experiments were conducted to determine the water requirement (WUE), as well as to evaluate sesame physiology and productivity as a function of soil water availability. The research was conducted from February 12 to June 14, 2021 (rainy season) and October 08, 2021 to January 24, 2022 (dry season). The ETC was obtained through a battery of drainage lysimeters and application of the soil water balance. Reference evapotranspiration (ET0) was calculated by the Penman-Monteith-FAO method. Through the ratio ETC/ET0 the crop coefficient (KC) values were obtained for each phenological phase of sesame. An experiment was set up adopting randomized block design (BCT), with five treatments and four blocks. The treatments were 50, 75, 100, 125 and 150% of the ETC with daily applications via drip irrigation. When the crop reached full flowering, the following parameters were evaluated: relative leaf water content (TRA), leaf water potential before morning (Ѱw before morning) and at noon (Ѱw noon), stomatal conductance (gs), transpiration rate (E), internal CO2 concentration (Ci), net photosynthetic rate (A), leaf temperature (Tf), instantaneous water use efficiency (EUAi), quantum efficiency of PSII (ΦPSII), maximum photochemical efficiency of photosystem II (FvFm) and SPAD index. Fortnightly evaluations were made to determine the following growth parameters: plant height (PA), stem diameter (CD), leaf area index (LAI) and total dry phytomass (TDFa). At the end of each cycle the production components were analyzed: yield, water use efficiency, weight of 1000 grains, number of pods per plant, number of grains per pod and dry mass of grains. The accumulated rainfall, ETC and ET0 were equal to 870.1 and 212.9 mm, 450.4 and 440.1 mm and 476.50 and 513.40 mm for the rainy and dry periods, respectively. The average KC values for each phenological phase were equal to 0.26; 0.90; 1.26 and 0.75 for the rainy period and 0.29; 0.94; 1.17 and 0.59 for the dry period. The total evapotranspiration (rainfall + irrigation) obtained for each blade of irrigation were: 904.6; 927.1; 957.7; 979.6 and 1003.6 mm for the rainy period and 419.9; 511.5; 616.1; 721.8 and 815.9 mm for the dry period, in L1, L2, L3, L4 and L5, respectively. The water deficiency ranged from 105 to 73 mm and 177 to 34 mm for the 50 and 150% of ETC for the wet and dry periods, respectively. The excess water varied from 491 to 558 mm and 53 to 306 mm for the blades of 50 and 150% of the ETC, in the rainy and dry periods, respectively. In the rainy period, the leaf Ѱw ranged from -3.7 to -1.1 MPa at noon for 50 and 150% of ETC, respectively. In the dry period, for these same levels, the leaf Ѱw ranged from -1.74 to -0.98 and -3.9 to 1.0 for the early morning and midday, respectively. The level of 50% of ETC reduced gs (180 and 303%), E (56 and 97%), Ci (239 and 400%), ΦPSII (36%), FvFm (18%) and increased Tf (8%) respectively for the wet and dry periods, relative to 150% of ETC. The highest values of A (35.8 and 33.7 μmol CO2 -m-2-s-1) were obtained with the application of the levels of 109 and 108% of ETC, respectively. For the dry period, the highest values obtained were: 249.0 cm; 18.7 mm; 6507 cm2; 10.8 m2 m-2 and 16629.8 kg ha-1, for the variables AP, AD, AF, LAI and MSTa, respectively. For the dry period, the maximum yield was 3114.5 kg ha-1, with the application of 622 mm (101% of ETC) of water was 20% higher than the rainy period average.  The maximum WUE (5.78 kg ha-1 mm-1) was obtained with 557 mm (90% of the ETC). Both in the rainy and dry periods, the sesame culture reached productivity values higher than the national average, however, with the correct management of irrigation it tends to present better results.

     

3
  • MARCELO AUGUSTO DA SILVA SOARES
  • INTERFERÊNCIA DAS PLANTAS DANINHAS E DIFERENTES ADUBAÇÕES NA CULTURA DA PALMA FORRAGEIRA (Nopalea cochenillifera L.) Salm – Dick CV MIÚDA

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IEDO TEODORO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • SAMUEL SILVA
  • VINICIUS SANTOS GOMES DA SILVA
  • Data: 29/08/2023

  • Mostrar Resumo
  • A palma forrageira é uma cultura que apresenta múltiplos usos, no Brasil ela é amplamente utilizada na alimentação animal como forrageira, essa cultura é uma ótima alternativa para as regiões semiáridas, por apresentar em sua composição em média 10% de matéria seca e 90% de água, dessa forma satisfaz em parte a demanda hídrica e nutricional dos animais, principalmente nos períodos de escassez de alimento. Diversos fatores podem influenciar no desenvolvimento e na produtividade da palma forrageira dentre eles merecem destaque a interferência exercida pelas plantas daninhas que emergem espontaneamente e competem por água, luz e nutrientes, comprometendo a quantidade e qualidade dos produtos colhidos e a baixa utilização de tecnologias que trazem aumento no rendimento, como o manejo de adubação. Diante do exposto, foram conduzidos no campo experimental do Campus de Engenharia e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL), dois experimentos com o objetivo de avaliar a interferência das plantas daninhas e diferentes adubações na cultura da palma forrageira (Nopalea cochenillifera). O primeiro experimento, foi conduzido por dois ciclos de produção (dois anos), e utilizou-se o delineamento estatístico de blocos casualizados, com 20 tratamentos e quatro repetições. Nas parcelas ficaram os dez períodos de controle e convivência entre as plantas daninhas e a palma: 0; 0-30; 0-60; 0-90; 0-120; 0-150; 0-180; 0-240; 0-300 e 0-360 dias após o plantio e colheita, respectivamente 1º e 2º ciclo de produção. Antes de cada capina e na ocasião da colheita, foram avaliadas as espécies, a densidade e a matéria seca das plantas daninhas. Na cultura da palma foram avaliados o número de cladódios por hectare, índice de área de cladódio e produtividade de massa verde. No primeiro e segundo ciclo de produção, a palma quando mantida livre da competição com as plantas daninhas, a produtividade foi 92,9 e 95,6% maior, respectivamente, quando comparado com o tratamento que foi mantido todo ciclo com a presença das plantas daninhas. O período crítico de prevenção à interferência foi de 16 a 174 dias após o plantio no primeiro ciclo de produção e de 21 a 323 dias após a colheita no segundo ciclo de produção. O segundo experimento, também foi conduzido por dois ciclos de produção (dois anos), e foi utilizado o delineamento estatístico de blocos casualizados no esquema de parcelas subdivididas, com 12 tratamentos e sete repetições. Nas parcelas ficaram os quatro tipos de adubação (adubação orgânica mais mineral, orgânica, mineral e testemunha sem adubação) e nas subparcelas ficaram os cladódios plantados de 1ª, 2ª e 3ª ordem. A interação entre os tipos de adubação e ordem de cladódios plantados não foi significativa, uma justificativa para isso é que não houve diferença no desenvolvimento das plantas independente das três ordens de cladódios plantados. As plantas de palma adubadas com esterco caprino associadas ou não a fertilizantes químicos tiveram influência significativa e promoveram os melhores resultados, no primeiro e segundo ciclo de produção, para as variáveis: altura e largura de plantas, número de cladódios por hectare, índice de área de cladódio, massa verde e seca por hectare. Ao comparar os mesmos tratamentos deste experimento, no primeiro e segundo ciclo de produção da palma forrageira, observa-se um incremento acima de 230 e 340 % nas variáveis massa verde e seca por hectare, respectivamente. A não adubação da palma, apesar de permitir um desenvolvimento da planta, ocasiona redução nos índices de crescimento e produtivos.


  • Mostrar Abstract
  • Forage cactus is a crop that has multiple uses, in Brazil it is widely used in animal feed as forage, this crop is a great alternative for semi-arid regions, as it has an average of 10% dry matter and 90% water in its composition, thus increasing the water and nutritional demand of animals, especially in periods of reduced food. Several factors can influence the development and productivity of cactus pear, among them the interference exerted by weeds that emerge spontaneously and compete for water, light and nutrients, compromising the quantity and quality of harvested products and the low use of technologies that increase yields, such as fertilization management. In view of the above, two experiments were carried out in the experimental field of the Center for Engineering and Agricultural Sciences of the Federal University of Alagoas (CECA/UFAL) with the objective of evaluating the interference of weeds and different fertilizations in the culture of cactus pear (Nopalea cochenillifera). The first experiment was carried out over two production cycles (two years), and a statistical design of randomized blocks was used, with 20 treatments and four replications. The ten periods of control and coexistence between weeds and cactus remained in the plots: 0; 0-30; 0-60; 0-90; 0-120; 0-150; 0-180; 0-240; 0-300 and 0-360 days after planting and harvesting, respectively 1st and 2nd production cycle. Before each weeding and at the time of harvest, weed species, density and dry matter were evaluated. In the palm crop, the number of cladodes per hectare, cladode area index and green mass productivity were evaluated. In the first and second production cycles, when the palm was kept free from competition with weeds, productivity was 92.9 and 95.6% higher, respectively, when compared to the treatment that was maintained throughout the cycle with the presence of weeds. The critical period for preventing interference was from 16 to 174 days after planting in the first production cycle and from 21 to 323 days after harvesting in the second production cycle. The second experiment was also conducted for two production cycles (two years), and a statistical design of randomized blocks was used in a split-plot scheme, with 12 treatments and seven replications. The four types of fertilization remained in the plots (organic plus mineral fertilization, organic, mineral and control without fertilization) and in the subplots remained the planted cladodes of 1st, 2nd and 3rd order. The interaction between types of fertilization and order of cladodes planted was not significant, a justification for this is that there was no difference in plant development regardless of the three orders of planted cladodes. Palm plants fertilized with goat manure, associated or not with chemical fertilizers, had a significant influence and promoted the best results, in the first and second production cycles, for the variables: plant height and width, number of cladodes per hectare, cladode area index, green and dry mass per hectare. When comparing the same treatments in this experiment, in the first and second cycle of cactus pear production, an increase above 230 and 340% in the variables green and dry mass per hectare, respectively, is observed. The non-fertilization of palm, despite allowing the plant to develop, causes a reduction in growth and production rates.

4
  • JHULYANNE CHRISTINY MARCELINO DOS SANTOS
  • EFEITO DA SECA SAZONAL EM COMUNIDADES NATURAIS E CULTIVADAS
    DE CAMBUIZEIRO (Myrciaria floribunda (H.WEST EX WILLD.) O.BERG):
    RELAÇÕES HÍDRICAS, TROCAS GASOSAS, EFICIÊNCIA FOTOQUÍMICA E
    PIGMENTOS FOTOSSINTETIZANTES

  • Orientador : LAURICIO ENDRES
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLAUDIANA MOURA DOS SANTOS
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JOÃO GOMES DA COSTA
  • LAURICIO ENDRES
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • Data: 01/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • Myrciaria floribunda O. Berg é uma espécie frutífera da família Myrtaceae, com grande
    potencial para exploração econômica devido às características nutricionais de seus frutos que
    podem ser consumidos tanto in natura quanto processados. Essa espécie não é domesticada
    nem cultivada e ocorre naturalmente em áreas de restinga do Sul de Alagoas, em Sergipe e
    outros estados brasileiros, de onde é retirada através do extrativismo por populações locais. Em
    Alagoas, as áreas de ocorrência dessa espécie são, em mais de 70%, áreas de preservação
    ambiental, movimentando catadores e a economia durante a sua safra anual que ocorre
    geralmente nos meses de chuva na região (outono-inverno). É uma espécie com ampla
    distribuição geográfica, ocorrendo desde o Pará ao Rio Grande do Sul, podendo ser encontrada
    nos biomas Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, com populações de plantas que se
    adaptaram as condições de clima e solo dos locais onde ocorrem, tornando-se exclusivas
    daquele ambiente, dando origem a vários ecótipos. Em Alagoas pode ser encontrada
    naturalmente em áreas de Restinga, com registos nos municípios de Coruripe, Feliz Deserto,
    Piaçabuçu e Penedo. O estado de Alagoas tem como característica climática a ocorrência de
    períodos secos seguidos por período de chuvas, por isso é importante entender como essa planta
    responde a variação sazonal de chuvas e quais processos fisiológicos estão envolvidos na
    adaptação de disponibilidade hídrica nos diferentes ambientes. O experimento I teve por
    objetivo avaliar como a Myrciaria floribunda tolera períodos de secas sazonais em seu habitat
    natural e identificar os mecanismos fisiológicos envolvidos nesse processo, foi realizado em
    três localidades distintas do Estado de Alagoas nas estações seca e chuvosa nos anos de 2020 e
    2021, respectivamente. As localidades selecionadas foram em Feliz Deserto e Piaçabuçu (in
    situ) e Rio Largo (ex situ). Neste estudo foram comparados diversos parâmetros fisiológicos
    em 24 progênies adultas de M. floribunda, selecionadas em cada área estudada. Considerando
    as trocas gasosas, o comportamento de gs e E foi similar entre as plantas nas três localidades,
    sendo maior no período chuvoso. A concentração de clorofila a, b, total e carotenoides foram
    maiores no período chuvoso do que no período seco nos municípios de Feliz Deserto e
    Piaçabuçu, indicando que as plantas dessas localidades tiveram a biossíntese dos pigmentos
    fotossintéticos limitada pela restrição hídrica. No experimento II estudou-se os mesmos
    parâmetros fisiológicos do experimento I sendo conduzido em condições de campo no
    município de Rio Largo, com dois tratamentos: plantas sempre irrigadas versus plantas de não
    irrigado (até a taxa fotossintética líquida das plantas atingirem valores próximos de zero) e,
    posteriormente, reidratadas. Nesse estudo, foi constatado que a fotossíntese de plantas de
    Myrciaria floribunda é sensível à redução da disponibilidade de água em períodos de baixa
    precipitação em condições de campo com reflexos no aproveitamento da energia luminosa. O
    conhecimento dos mecanismos fisiológicos que atuam nas plantas de Myrciaria floribunda, em
    diferentes condições hídricas é fundamental para que seja possível estabelecer estratégias, de
    manejo que visem o melhor aproveitamento e exploração da cultura bem como entender a
    relação entre taxas de assimilação de carbono e a produtividade da cultura sugerindo assim que
    novos estudos mais amplos devem investigar tais relação com foco na produção.


  • Mostrar Abstract
  • Myrciaria floribunda O. Berg is a fruit species of the Myrtaceae family, with
    great potential for economic exploitation due to the nutritional characteristics of its fruits, which
    can be consumed both in natura and processed. This species is neither domesticated nor
    cultivated and occurs naturally in restinga areas in the south of Alagoas, Sergipe and other
    Brazilian states, where it is removed through extractivism by local populations. In Alagoas, the
    areas of occurrence of this species are, in more than 70%, areas of environmental preservation,
    moving collectors and the economy during its annual harvest, which usually occurs in the rainy
    months in the region (autumn-winter). It is a species with a wide geographic distribution,
    occurring from Pará to Rio Grande do Sul, and can be found in the Amazon, Caatinga, Cerrado
    and Atlantic Forest biomes, with plant populations that have adapted to the climate and soil
    conditions of the places where they occur, becoming exclusive to that environment, giving rise
    to several ecotypes. In Alagoas it can be found naturally in areas of Restinga, with records in
    the municipalities of Coruripe, Feliz Deserto, Piaçabuçu and Penedo. The state of Alagoas has
    as a climatic characteristic the occurrence of dry periods followed by rainy periods, so it is
    important to understand how this plant responds to seasonal variation in rainfall and which
    physiological processes are involved in adapting water availability in different environments.
    Experiment I aimed to evaluate how Myrciaria floribunda tolerates periods of seasonal drought
    in its natural habitat and to identify the physiological mechanisms involved in this process. It
    was carried out in three different locations in the State of Alagoas in the dry and rainy seasons
    in 2020 and 2021, respectively. The selected locations were in Feliz Deserto and Piaçabuçu (in
    situ) and Rio Largo (ex situ). In this study, several physiological parameters were compared in
    24 adult progenies of M. floribunda, selected in each studied area. Considering gas exchange,
    the behavior of gs and E was similar among the plants in the three locations, being higher in the
    rainy season. The concentration of chlorophyll a, b, total and carotenoids were higher in the
    rainy season than in the dry season in the municipalities of Feliz Deserto and Piaçabuçu,
    indicating that the plants in these locations had the biosynthesis of photosynthetic pigments
    limited by water restriction. In experiment II, the same physiological parameters of experiment
    I were studied, being conducted under field conditions in the municipality of Rio Largo, with
    two treatments: always irrigated plants versus non-irrigated plants (until the net photosynthetic
    rate of the plants reached values close to zero) and subsequently rehydrated. In this study, it
    was verified that the photosynthesis of Myrciaria floribunda plants is sensitive to the reduction
    of water availability in periods of low precipitation in field conditions with reflections in the
    use of light energy. Knowledge of the physiological mechanisms that act on Myrciaria
    floribunda plants under different water conditions is essential to establish management
    strategies that aim at the best use and exploitation of the crop, as well as understanding the
    relationship between carbon assimilation rates and crop productivity, thus suggesting that new
    broader studies should investigate such relationship with a focus on production.

5
  • GABRIEL DE LIMA FAUSTINO
  • Efeito de espaçamentos entre plantas e entre linhas, associado ao índice de vegetação NDVI, na produção de sementes de feijão-de-porco (Canavalia ensiformis) (L) DC).

  • Orientador : PAULO VANDERLEI FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • FRANCISCO RAFAEL DA SILVA PEREIRA
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • JOÃO GOMES DA COSTA
  • PAULO VANDERLEI FERREIRA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • Data: 12/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho de tese aborda a busca atual por métodos mais eficientes e sustentáveis na produção agrícola, considerando os desafios alimentares e ambientais. É destacada a importância do feijão-de-porco, tanto para a alimentação humana quanto para a melhoria da qualidade do solo devido à fixação de nitrogênio e material orgânico. Com os resultados desse trabalho, foi elaborada uma tese com três capítulos: I) Introdução geral e revisão bibliográfica; II) Efeito de espaçamentos entre plantas e entre linhas na produção de sementes de feijão-de-porco (Canavalia ensiformis) (L) DC.) e III) Avaliação da produtividade de feijão-de-porco (Canavalia Ensiformis) (L), através dados de NDVI. O estudo do primeiro capítulo, se concentra em investigar os efeitos de diferentes espaçamentos no crescimento e desenvolvimento do feijão-de-porco, reconhecendo que a variação de espaçamentos influencia a alocação de recursos e, consequentemente, a produtividade da cultura. E o segundo capítulo, explora a relação entre o NDVI, um indicador da saúde vegetal obtido por sensoriamento remoto, e a produtividade de grãos do feijão-de-porco, visando estabelecer uma abordagem não destrutiva para estimar o rendimento da cultura. O experimento revelou que os espaçamentos mais adensados resultaram em maior produtividade de feijão-de-porco, com o arranjo de 0,5 m x 0,25 m apresentando a melhor produtividade média de 5241,20 Kg ha-1. A análise do NDVI mostrou que os espaçamentos mais adensados também resultaram em valores mais altos de NDVI, indicando maior vigor nas plantas. Houve uma forte correlação positiva (R = 0,81) entre os valores de NDVI e a produção de grãos, sugerindo que o NDVI pode ser uma ferramenta eficaz para estimar a produtividade. No entanto, o coeficiente de determinação (R² = 0,66) indicou que outros fatores, como condições ambientais e manejo, também podem influenciar a produção. O estudo destacou a importância dos espaçamentos na produção de feijão-de-porco, com espaçamentos mais adensados promovendo maior produtividade e vigor das plantas. Além disso, o NDVI mostrou-se uma ferramenta promissora para estimar a produtividade da cultura de forma não invasiva. No entanto, ressalta-se a necessidade de considerar outros fatores além do espaçamento, como as condições ambientais e o manejo, na otimização da produção sustentável do feijão-de-porco. Este estudo contribui para o avanço do conhecimento agrícola relacionado a essa cultura e oferece informações valiosas para a produção sustentável de sementes e a adoção de práticas agrícolas mais eficazes.


  • Mostrar Abstract
  •  

    This thesis work addresses the current quest for more efficient and sustainable methods in agricultural production, considering the challenges in food security and the environment. It highlights the significance of jack beans, both for human consumption and for improving soil quality through nitrogen fixation and organic material. Based on the results of this research, a thesis was developed, comprising three chapters: I) General introduction and literature review; II) The effect of spacing between plants and rows on jack bean (Canavalia ensiformis) (L) DC.) seed production; and III) Evaluation of jack bean (Canavalia ensiformis) (L) productivity through NDVI data. The first chapter focuses on investigating the effects of different spacings on the growth and development of jack beans, recognizing that spacing variations influence resource allocation and, consequently, crop productivity. The second chapter explores the relationship between NDVI, an indicator of plant health obtained through remote sensing, and jack bean grain productivity, aiming to establish a non-destructive approach to estimate crop yield. The experiment revealed that denser spacings resulted in higher jack bean productivity, with the arrangement of 0.5m x 0.25m yielding the best average productivity of 5241.20 Kg ha-1. NDVI analysis showed that denser spacings also resulted in higher NDVI values, indicating greater plant vigor. There was a strong positive correlation (R = 0.81) between NDVI values and grain production, suggesting that NDVI can be an effective tool for yield estimation. However, the coefficient of determination (R² = 0.66) indicated that other factors, such as environmental conditions and management practices, may also influence production. The study underscored the importance of spacing in jack bean production, with denser spacings promoting higher productivity and plant vigor. Furthermore, NDVI proved to be a promising tool for non-invasive crop yield estimation. However, it is essential to consider other factors beyond spacing, such as environmental conditions and management practices, in optimizing sustainable jack bean production. This study contributes to advancing agricultural knowledge related to this crop and provides valuable insights for sustainable seed production and the adoption of more effective agricultural practices.

6
  • VERA LUCIA DUBEUX TORRES
  • RENDIMENTOS AGROINDUSTRIAIS DE DIFERENTES PERFIS DE CANA, SOB AS CONDIÇÕES AGROMETEOROLÓGICAS DA ZONA DA MATA ALAGOANA

  • Orientador : IEDO TEODORO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IEDO TEODORO
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • MARCOS ALEX DOS SANTOS
  • RICARDO ARAUJO FERREIRA JUNIOR
  • CARLOS ASSIS DINIZ
  • PAULO PEDRO DA SILVA
  • Data: 13/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • As soluções para mitigar os efeitos da deficiência hídrica, sobre a cultura da cana-de-açúcar, é o uso da irrigação. Mas essa tecnologia é onerosa e quando acontece secas severas falta água para irrigar a maior parte dos canaviais. Então, outra alternativa é a seleção de cultivares adaptadas a ambientes restritivos, com ocorrências de déficits hídricos (secas) e com outros perfis agronômicos, como a cana-energia, para atender às demandas de biomassa para geração de eletricidade e etanol de segunda geração. Por isso, com o objetivo de avaliar os rendimentos agroindustriais de genótipos de cana RB, com diferentes perfis (cana-de-açúcar tradicional, cana-energia e cana-de-açúcar tolerante à seca), e correlaciona-los com as características hídricas da região da Zona da Mata alagoana, foi realizado um experimento com seis genótipos de cana, agrupados em três perfis: I - cana-de-açúcar tradicionais (RB92579 e RB951541); II - cana-de-açúcar tolerantes à seca (RB0442 e RB0459) e; III - cana-energia (RB11999 e RB13403), no período de novembro de 2016 a fevereiro de 2021, na região Rio Largo, Alagoas. Nos quatro ciclos de colheitas avaliados, as produtividades médias dos genótipos foram: RB13403 (103,6 t ha-1), RB0459 (95,2 t ha-1), RB11999 (90,8 t ha-1), RB0442 (88,3 t ha-1), RB92579 (73,5 t ha-1) e RB951541(72,4 t ha-1). A produtividade agrícola e de fibra dos genótipos de cana-energia, de modo geral, são maiores do que a dos genótipos de cana tolerantes à seca que, por sua vez, são maiores do que a dos genótipos de cana-de-açúcar convencionais. Por isso, os genótipos RB0449 e RB0442 são mais recomendados para cultivos, em regime de sequeiro, voltados para produção de açúcar, e os genótipos de cana-energia, RB13403 e RB11999, para a produção de etanol de segunda geração e energia elétrica a partir do bagaço dos colmos. As cultivares RB92579 e RB951541 são mais apropriadas para os cultivos irrigados e ambientes de produção com menores restrições hídricas.


  • Mostrar Abstract
  • The solutions to mitigate the effects of water deficiency on sugarcane crop is the use of irrigation. But this technology is expensive and when severe droughts occur there is no water to irrigate most of the sugarcane fields. Then, another alternative is the selection of cultivars adapted to restrictive environments, with occurrences of water deficits (droughts) and with other agronomic profiles, such as energy-cane, to meet the demands for biomass for generating electricity and second-generation ethanol. Therefore, in order to evaluate the agro-industrial yields of RB sugarcane genotypes, with different profiles (traditional sugarcane, energy-cane and drought tolerant sugarcane), and correlating them with water characteristics of the Zona da Mata region of Alagoas, was carried an experiment  with six sugarcane genotypes, grouped into three profiles: I - traditional sugarcane (RB92579 and RB951541); II - drought tolerant sugarcane (RB0442 and RB0459) and; III – energy-cane (RB11999 and RB13403), from November 2016 to February 2021, in the Rio Largo region, Alagoas. In the four harvest cycles evaluated, the average yields of the genotypes were: RB13403 (103.6 t ha-1), RB0459 (95.2 t ha-1), RB11999 (90.8 t ha-1), RB0442 (88.3 t ha- 1), RB92579 (73.5 t ha-1) and RB951541 (72.4 t ha-1). The agricultural and fiber productivity of energy-cane genotypes, in general, are higher than that of drought-tolerant sugarcane genotypes, which, in turn, are higher than conventional sugarcane genotypes. Therefore, the RB0449 and RB0442 genotypes are more recommended for rainfed cultivation, aimed for the  sugar production, the energy-cane genotypes, RB13403 and RB11999, for the production of ethanol of second generation and electrical energy, from the cane bagasse. And, the cultivars RB92579 and RB951541 are more suitable for irrigated crops and production environments with less water restrictions.

7
  • CONSTANTINO ANTONIO CAVALCANTE JUNIOR
  • CULTIVO DE SOJA IRRIGADA E MODELAGEM COM O AQUACROP® FAO

  • Orientador : GUSTAVO BASTOS LYRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • GUSTAVO BASTOS LYRA
  • IEDO TEODORO
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • SAMUEL SILVA
  • Data: 22/09/2023

  • Mostrar Resumo
  • A soja (Glycine max (L.) Merrill) é uma cultura agrícola com grande importância econômica e social para o Brasil. O presente trabalho teve por objetivo, avaliar o crescimento e produtividade da soja cultivada sob diferentes níveis de irrigação, na região de Rio Largo, AL e ajustar o modelo AquaCrop® FAO para estimativa de componentes de produção como: acúmulo de fitomassa total, rendimento de grãos e aspectos fisiológicos. O experimento foi conduzido entre 28 de outubro de 2020 e 01 de março de 2021 (124 dias), em uma área de 2.660 m2, as sementes foram inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio, com semeadura manual e população de plantas final para cultivar M8644 (C1) e M8349 (C2) de 200.000 e 300.000 plantas por hectare, respectivamente. O delineamento utilizado foi em blocos ao acaso com parcelas subdivididas e quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos de frações da evapotranspiração da cultura (35, 70, 105, 140, 175 e 210% e duas cultivares de soja). Os seis níveis de irrigação ficaram nas parcelas e as duas cultivares nas subparcelas. Para avaliar o modelo AquaCrop® FAO foram utilizados os dados provenientes do experimento conduzido em Rio Largo com diferentes níveis de irrigação. As variáveis de crescimento coletadas quinzenalmente foram utilizadas para ajustar os modelos: logístico de crescimento, Sigmoidal, de 3 parâmetros e pico log normal, além da regressão múltipla para estimativa de fitomassa seca total e rendimento de grãos da soja. A aplicação dos diferentes tratamentos em função da evapotranspiração da cultura (ETc) promoveu diferença significativa para: taxa de fotossíntese líquida, potencial hídrico foliar, rendimento quântico do fotossistema II, eficiência quântica efetiva e índice SPAD. O estresse hídrico provocado por excesso ou déficit resultaram em redução na condutância estomática, transpiração, fotossíntese e clorofila total das duas cultivares de soja. O modelo AquaCrop® FAO apresentou boa performance entre valores observados e simulados de umidade do solo, acúmulo de fitomassa total e rendimento de grãos, sendo indicado para auxiliar na tomada de decisão de manejo de irrigação e estratégias de cultivo da soja.


  • Mostrar Abstract
  • Soybean (Glycine max (L.) Merrill) is an agricultural crop with great economic and social importance for Brazil. The present work aimed to evaluate the growth and productivity of soybeans cultivated under different levels of irrigation, in the region of Rio Largo, AL and adjust the AquaCrop® FAO model to estimate production components such as: accumulation of total phytomass, yield of grains and physiological aspects. The experiment was conducted between October 28, 2020 and March 1, 2021 (124 days), in an area of 2,660 m2, the seeds were inoculated with nitrogen-fixing bacteria, with manual sowing and final plant population for cultivar M8644 ( C1) and M8349 (C2) of 200,000 and 300,000 plants per hectare, respectively. The design used was randomized blocks with split plots and four replications. The treatments consisted of fractions of crop evapotranspiration (35, 70, 105, 140, 175 and 210% and two soybean cultivars). The six irrigation levels were in the plots and the two cultivars in the subplots. To evaluate the AquaCrop® FAO model, data from the experiment conducted in Rio Largo with different irrigation levels were used. The growth variables collected biweekly were used to adjust the models: logistic growth, Sigmoidal, 3-parameter and peak log normal, in addition to multiple regression to estimate total dry phytomass and soybean grain yield. The application of different treatments depending on crop evapotranspiration (ETc) promoted a significant difference for: net photosynthesis rate, leaf water potential, quantum yield of photosystem II, effective quantum efficiency and SPAD index. Water stress caused by excess or deficit resulted in a reduction in stomatal conductance, transpiration, photosynthesis and total chlorophyll of the two soybean cultivars. The AquaCrop® FAO model showed good performance between observed and simulated values of soil moisture, total phytomass accumulation and grain yield, being indicated to assist in decision-making regarding irrigation management and soybean cultivation strategies.

8
  • MOISES TEODOZIO DA SILVA
  • VIABILIDADE ECONÔMICA E EFICIÊNCIA DO USO DA ÁGUA DA PALMA FORRAGEIRA SOB INTERFERÊNCIA DE PLANTAS DANINHAS

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IEDO TEODORO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • JOÃO GOMES DA COSTA
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • Data: 11/12/2023

  • Mostrar Resumo
  • Objetivou-se estraves desse trabalho, analisar a viabilidade econômica e a eficiência do uso da água da palma forrageira, submetida diferentes períodos de interferência de plantas daninhas. Para condução do experimento foi adotado o DBC, sendo cultivada a variedade de palma forrageira miúda, submetida a 10 períodos de controle, sem plantas daninhas (SPD) e 10 períodos de convivência com plantas daninhas (CPD). A comunidade de plantas infestantes foi avaliada através de índices fitossociológicos, enquanto que a análise econômica consistiu de relações entre os custos de produção e as receitas geradas com a venda da palma como forragem e como sementes. Para a análise econômica, de acordo com as receitas liquidas o cultivo da palma forrageira no primeiro ciclo mostrou-se viável econômicamente quando 1/3 da produção foi destinado a venda de cladódio sementes, proporcionando lucro de até R$114836,78 (0 CPD), enquanto que no segundo ciclo, as duas formas de comercialização da palma forrageira demostrou ser atividades rentáveis desde que seja realizado o controle das plantas daninhas, com receitas de até 37730,00 com a venda de forragem, e 121141,80 com a venda de forragem (2/3) e de cladódio semente (1/3). As interferências exercidas pelas plantas daninhas causaram grandes reduções na eficiência do uso da água, sendo observado no promeiro ciclo reduão de 88,70% da produção de massa verde, e no segundo ciclo essa redução foi de 95,61%. Em relação a fitossociologia, no primeiro ciclo o Mata pasto (Sida rhombifolia) obteve os maiores índices para a Abu, Abr e IVI, com valores de 3, 12 142,7, respectivamente, seguido do Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk), que nas mesmas condições apresentou Abu (19,0), Abr (76,0%) e IVI (169,1). Já no segundo ciclo, o capim-colonião (Panicum maximum) superou às demais espécies com 36,4 % da Abu total, e IVI na ordem de 158,5, enquanto que o Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk) alcançou o segundo maior IVI com valor de 97,1. Mediante aos resultados apresentados pode-se concluir que, as maiores receitas foram obtidas quando a cultura conviveu o tempo todo no limpo, independente do destino final da produção da palma forrageira, e o capim-colonião (Panicum maximum) e o Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk), por apresentarem os maiores índices fitossociolóicos são espécies alvos de futuros programas de controle de plantas daninhas.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this work was to analyze the economic viability and efficiency of using water from cactus pear, subjected to different periods of interference from weeds. To conduct the experiment, DBC was adopted, with the small forage cactus variety being cultivated, subjected to 10 periods of control, without weeds (SPD) and 10 periods of coexistence with weeds (CPD). The weed plant community was evaluated using phytosociological indices, while the economic analysis consisted of relationships between production costs and revenues generated from the sale of palm as forage and as seeds. For the economic analysis, according to net revenues, the cultivation of forage cactus in the first cycle proved to be economically viable when 1/3 of the production was destined for the sale of cladode seeds, providing a profit of up to R$114836.78 (0 CPD) , while in the second cycle, the two forms of commercialization of forage cactus proved to be profitable activities as long as weed control is carried out, with revenues of up to 37730.00 from the sale of forage, and 121141.80 from the sale of forage (2/3) and seed cladode (1/3). The interference exerted by weeds caused major reductions in water use efficiency, with an 88.70% reduction in green mass production being observed in the first cycle, and in the second cycle this reduction was 95.61%. Regarding phytosociology, in the first cycle Mata pasto (Sida rhombifolia) obtained the highest indexes for Abu, Abr and IVI, with values of 3, 12 142.7, respectively, followed by Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk) , which under the same conditions presented Abu (19.0), Apr (76.0%) and IVI (169.1). In the second cycle, crabgrass (Panicum maximum) surpassed the other species with 36.4% of total Abu, and IVI in the order of 158.5, while Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk) reached second highest IVI with a value of 97.1. Based on the results presented, it can be concluded that the highest revenues were obtained when the crop lived all the time in a clean environment, regardless of the final destination of cactus production, and colonial grass (Panicum maximum) and Brachiaria decumbens (Brachiaria decumbens cv. Basilisk), as they have the highest phytosociological indices, are target species for future weed control programs.

2022
Dissertações
1
  • JOÃO PEDRO FERREIRA BARBOSA
  • ASPECTOS ECOFISIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS DE PLANTAS DE CAMBUÍ (Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg) (Myrtaceae) SUBMETIDAS À CONDIÇÃO DE DEFICIÊNCIA HÍDRICA

  • Orientador : GILBERTO COSTA JUSTINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • LAURICIO ENDRES
  • CLAUDIANA MOURA DOS SANTOS
  • Data: 08/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • No estado de Alagoas crescem espécies frutíferas nativas pouco conhecidas, com potencial para se tornarem importantes para a fruticultura. Entre estas espécies, pode-se citar a Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg (Myrtaceae), conhecida popularmente como cambuí. Dado o potencial que esta planta possui, atualmente, não há dados na literatura sobre respostas a estresses ambientais, como a deficiência hídrica. Com isso, objetivou-se analisar os aspectos ecofisiológicos e bioquímicos de plantas de cambuí submetidas à condição de deficiência hídrica. O estudo foi realizado com plantas de aproximadamente 2,5 anos em uma casa de vegetação do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas. A definição de estresse se deu por análise conjunta a cada três dias dos teores de umidade no solo a 20 cm de profundidade, eficiência fotoquímica do PSII e análise visual diária para observação de murcha significativa. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com dois tratamentos, controle (irrigação de acordo com as necessidades da planta) e deficiência hídrica (suspensão total da irrigação), com 10 repetições de uma planta para cada tratamento. Foram analisadas as variáveis de eficiência quântica efetiva (ΦPSII) e eficiência quântica potencial do PSII (Fv/Fm) em medidas repetidas no tempo até se constatar o estresse o máximo. Para as demais variáveis, número de folhas, teor relativo de água, extravasamento de eletrólitos, índice SPAD, clorofilas a e b, clorofilas totais, razão clorofila a/b, teores de proteínas, aminoácidos e açúcares solúveis totais, prolina livre foliar, conteúdo de Malondialdeído (MDA) e capacidade antioxidante das enzimas Superóxido Dismutase (SOD), Ascorbato Peroxidase (APX) e Catalase (CAT), as análises foram realizadas ao 30° dia de imposição à deficiência hídrica, considerado o estresse máximo. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variância pelo teste F (p<0,05) no software SISVAR. A imposição de deficiência hídrica diminuiu os valores de ΦPSII a partir do 21° dia, já para Fv/Fm, a partir do 24° dia, comportamento que se seguiu para as citadas variáveis nos dias de avaliação posteriores. Ademais, a deficiência hídrica promoveu diminuição do teor relativo de água, proteínas solúveis totais e atividade antioxidante da enzima SOD. Por outro lado, a deficiência hídrica induziu o aumento dos teores de aminoácidos solúveis totais, prolina livre foliar e atividade antioxidante das enzimas CAT e APX. O cambuí possui grande tolerância ao estresse por deficiência hídrica, pois mesmo ocorrendo algumas alterações deletérias, houve aumento e manutenção de características associadas à tolerância ao estresse.


  • Mostrar Abstract
  • In the state of Alagoas, little known native fruit species grow, with the potential to become important for fruit growing. Among these species, Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg (Myrtaceae) can be mentioned, popularly known as Cambuí. Given the potential that this plant currently has, there are no data in the literature on responses to environmental stressors, such as water deficit. Thus, the objective was to analyse the ecophysiological and biochemical aspects of Cambuí plants subjected to water deficit conditions. The study was conducted with plants of approximately 2.5 years old in a greenhouse on the Engineering and Agricultural Sciences Campus of the Federal University of Alagoas. Stress was defined by joint analysis every three days of soil moisture content at 20 cm depth, PSII photochemical efficiency and daily visual analysis for the observation of significant wilt. The experimental design was completely randomized, with two treatments, irrigated (irrigation according to plant needs) and water deficit (total suspension of irrigation), with 10 replications of a plant for each treatment. The variables effective quantum efficiency (ΦPSII) and potential quantum efficiency of PSII (Fv/Fm) were analysed in repeated measures over time until maximum stress was found. For the other variables (number of leaves, relative water content, electrolyte leakage, SPAD index, chlorophyll a and b, total chlorophyll, chlorophyll a/b ratio, protein content, total amino acids and soluble sugars, free leaf proline, malondialdehyde content (MDA) and antioxidant capacity of enzymes superoxide dismutase (SOD), ascorbate peroxidase (APX) and catalase (CAT)), the analyses were performed on the 30th day of water deficit imposition, considered the maximum stress. The data obtained were subjected to analysis of variance using the F test (p<0.05) in the software SISVAR. Water deficit imposition reduced ΦPSII values from the 21st day onwards, while Fv/Fm from the 24th day onwards, a behaviour that followed by the mentioned variables on the subsequent days of assessment. Furthermore, water deficit promoted a decrease in relative water content, total soluble proteins, and antioxidant activity of SOD enzyme. On the other hand, water deficit induced an increase in levels of total soluble amino acids, free leaf proline and antioxidant activity of CAT and APX. Cambuí has a high tolerance to stress due to water deficit, as even with some deleterious changes there was an increase and maintenance of characteristics associated with stress tolerance.

2
  • TIAGO AMARAL
  • OTIMIZAÇÃO DE MODELOS PARA A ESTIMATIVA DO ARMAZENAMENTO DE AGUA NO SOLO EM UM CULTIVO DE FEIJÃO SOB DIFERENTES LAMINAS DE IRRIGAÇÃO

  • Orientador : GUILHERME BASTOS LYRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • GUSTAVO BASTOS LYRA
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 17/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • A produtividade do feijão comum na região Nordeste do Brasil (NEB) é considerada baixa comparada às demais regiões. Um dos fatores limitantes para produção agrícola, sobretudo nas regiões ageoecológicas inseridos no NEB, é a distribuição sazonal irregular da precipitação pluvial. Para diminuir os efeitos do déficit hídrico, a irrigação é uma prática essencial para um bom desempenho agronômico da cultura, além de manter a produtividade do feijão competitiva no setor agrícola, pois a agricultura irrigada reduz os riscos e proporciona aumento na produtividade. Assim, faz-se necessário conhecer o armazenamento de água no solo, responsável por suprir a demanda da cultura. Modelos de estimativas do armazenamento de água no solo, baseados em dados meteorológicos e parâmetros do solo e da cultura, destacam-se em relação às medidas diretas, devido a possibilidade de extrapolação e a maior representatividade espacial. Assim, objetivou-se nessa pesquisa otimizar e avaliar o balanço hídrico determinado pelo método de Thornthwaite e Mather (1955) adaptado para cultivos agrícolas e o método da FAO-56 com a abordagem do KcDual, no qual é possível estimar a umidade do solo. Os dados agrometeorológicos e da cultura foram obtidos em experimento de campo conduzido no município de Rio Largo, Alagoas (09°28'02" S; 35°49’43" W; 127 m) no período de 17 de novembro de 2015 a 1 de fevereiro de 2016, com a cultura do feijão, variedade rosinha. O experimento contou com um sistema de irrigação por aspersão no qual foram aplicadas lâminas referentes à 25%, 50%, 75%, 100%, 125% e 150% da evapotranspiração da cultura (ETc). Os modelos foram implementados em ambiente de modelagem do software OpenModel©, onde também foi realizada a análise estatística de desempenho dos modelos e a otimização de parâmetros da cultura (Kc e Kcb) e do solo (f e PMP) pelo método de Levenberg-Marquardt (LM). A análise estatística foi baseada no coeficiente de determinação (r²) entre o armazenamento de água estimado e observado, no índice de concordância de Willmott (d) modificado no índice de NashSutcliffe (IN) e na raiz do quadrado médio do erro (RQME). Concluiu-se que os métodos podem ser utilizados para estimar o ARM, pois apresentaram boa precisão para as estimativas realizadas em cultivo de feijão em Rio Largo, AL. Entretanto, se faz necessário, ajustes considerando características da cultura, solo e clima da região. A otimização por modelagem inversa LM retornou valores de Kc médio, Kcb inicial, Kcb médio, f  e PMP dentro da literatura encontrada, entretanto Kc inicial apresentou elevação em seu valor. Diante disso, recomenda-se testar outros metodos de modelagem inversa. Depois de um período de estresse hídrico e com a volta da infiltração de agua no solo, os dois métodos apresentam estimativas de ARM subestimadas e quando o sistema apresentou um novo período seco, os métodos retornaram valores superestimados. Considera-se suspeitar dos efeitos da histerese da agua no solo, que não é considerado nas formulas dos métodos. Os métodos apresentaram maiores erros na estimativa de ARM nos tratamentos em deficit hidrico e excesso de agua pela irrigação. O BH pelo método de Thornthwaite e Mather (1955) apresentou erros menores em seus resultados e por isso pode ser indicado para analises do fluxo de água para culturas agrícolas


  • Mostrar Abstract
  • Common bean productivity in the Northeast region of Brazil (NEB) is considered low compared to other regions. One of the limiting factors for agricultural production, especially in the agroecological regions included in the NEB, is the irregular seasonal distribution of rainfall. To reduce the effects of water deficit, irrigation is an essential practice for a good agronomic performance of the crop, in addition to maintaining competitive bean productivity in the agricultural sector, as irrigated agriculture reduces risks and provides an increase in productivity. Thus, it is necessary to know the storage of water in the soil, responsible for supplying the demand of the crop. Models for estimating soil water storage, based on meteorological data and soil and crop parameters, stand out in relation to direct measurements, due to the possibility of extrapolation and greater spatial representation. Thus, the objective of this research was to optimize and evaluate the water balance determined by the Thornthwaite and Mather (1955) method adapted for agricultural crops and the FAO-56 method with the KcDual approach, in which it is possible to estimate soil moisture. Agrometeorological and crop data were obtained in a field experiment conducted in the municipality of Rio Largo, Alagoas (09°28'02" S; 35°49'43" W; 127 m) from 17th November 2015 to 1st February 2016, with the bean crop, rosinha variety. The experiment had a sprinkler irrigation system in which 25%, 50%, 75%, 100%, 125% and 150% of crop evapotranspiration (CET) were applied. The models were implemented in a software modeling environment, OpenModel©, where the statistical analysis of the performance of the models and the optimization of parameters of the culture (Kc and Kcb) and of the soil were also carried out (f and PMP) by the Levenberg-Marquardt method (LM). Statistical analysis was based on the coefficient of determination (r²) between estimated and observed water storage, the Willmott concordance index (d) modified by the NashSutcliffe index (NI) and the root mean square error (RMSE). It was concluded that the methods can be used to estimate the ARM, as they presented good precision for the estimates made in bean cultivation in Rio Largo, AL. However, adjustments are necessary considering the characteristics of the culture, soil and climate of the region. LM inverse modeling optimization returned average Kc, initial Kcb, average Kcb values, f and PMP within the literature found, however initial Kc showed an increase in its value. Therefore, it is recommended to test other inverse modeling methods. After a period of water stress and with the return of water infiltration into the soil, both methods present underestimated ARM estimates and when the system presented a new dry period, the methods returned overestimated values. The effects of water hysteresis on the soil are suspected to be suspected, which are not considered in the method formulas. The methods presented greater errors in the estimation of ARM in the treatments in water deficit and excess of water by irrigation. The BH by the method of Thornthwaite and Mather (1955) presented smaller errors in its results and therefore it can be indicated for analyzes of the flow of water for agricultural cultures.

3
  • WESLEY OLIVEIRA DE ASSIS
  • Acúmulo e alocação da matéria seca e de nutrientes nas braquiárias decumbens e ruziziensis, em sistema intensivo de produção de forragem

  • Orientador : MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANTONIO DIAS SANTIAGO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • TEREZINHA BEZERRA ALBINO OLIVEIRA
  • Data: 22/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • As pastagens são a principal fonte de alimentos
    volumosos para os ruminantes e, nos últimos anos, têm-se
    constatado aumento dos sistemas de produção intensiva de
    forragem. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar, em solo
    com adequado suprimento de nutrientes, o acúmulo e a
    alocação de matéria seca e de nutrientes pela braquiária
    decumbens (Urochloa decumbens) e pela braquiária ruziziensis
    (Urochloa ruziziensis), em três cortes, no ambiente
    edafoclimático de Rio Largo - AL. O delineamento utilizado foi o
    de blocos ao acaso, com cinco repetições, sendo as parcelas
    constituídas de cinco sulcos de cinco metros de comprimento,
    espaçados de 0,70 metro. A semeadura das braquiárias foi
    realizada em 15 de maio de 2019, aplicando-se 50 kg de P ha -1
    no fundo do sulco de semeadura. O nitrogênio e o potássio, na
    dose de 150 kg de N e 150 kg de K por hectare, foram
    aplicados quando as plantas apresentaram cerca de 5 cm de
    altura. Aos 45 dias após a semeadura, foi realizado um corte de 

    nivelamento, avaliando posteriormente, a cada quatro semanas,
    o acúmulo e a alocação de matéria seca e de nutrientes na
    parte aérea das braquiárias. Os cortes das braquiárias foram
    realizados em 25 de julho, 22 de agosto e 20 de setembro de
    2019. Após cada corte as plantas foram novamente adubadas
    com 150 kg de N e 150 kg de K, por hectare. O sistema adotado
    permitiu a obtenção de alta produtividade de forragem e os
    valores médios de acúmulo de matéria natural (MN) e de
    matéria seca (MS) nos três cortes, foram, respectivamente, de
    41,0 e 6,53 t por hectare, a cada quatro semanas. Observou-se
    que não houve diferença estatística entre as braquiárias;
    entretanto, houve efeito significativo de época de corte para a
    produção de forragem, uma vez que no segundo corte a
    produção média das duas braquiárias foi de 7,26 t de MS,
    superando em 11,77% a média dos primeiro e terceiro cortes,
    estatisticamente iguais. A maior produtividade de MS no
    segundo corte deveu-se, provavelmente, à maior
    disponibilidade hídrica do período e ao início do aumento do
    fotoperíodo. No terceiro corte, possivelmente, a baixa
    precipitação pluvial ocorrida em setembro (apenas 39 mm)
    associada à alta evaporação de referência (118 mm), não
    compensaram o aumento do fotoperíodo. Em relação à
    alocação da matéria seca na planta, constatou-se efeito de
    braquiária e de corte, não havendo, entretanto, interação entre
    esses fatores. A braquiária ruziziensis teve maior alocação de
    MS nas folhas, cerca de 12% a mais que a braquiária
    decumbens. Devido à alta produtividade das braquiárias, houve
    também grande remoção de nutrientes, que em média foi de
    107; 15,6 e 178 kg de N, P e K, respectivamente, por corte.
    Com base nos resultados obtidos em apenas três cortes,
    constatou-se alta produtividade das braquiárias decumbens e
    ruziziensis, nesse sistema intensivo de produção de forragem.


  • Mostrar Abstract
  • Pastures are the main source of roughage for ruminants and, in recent
    years, there has been an increase in intensive forage production
    systems. Thus, the objective of this study was to evaluate, in soil with
    adequate nutrient supply, the accumulation and allocation of dry matter
    and nutrients by Brachiaria decumbens (Urochloa decumbens) and
    Brachiaria ruziziensis (Urochloa ruziziensis), in three cuts, in the
    environment edaphoclimatic of Rio Largo - AL. The design used was
    randomized blocks, with five replications, and the plots consisted of
    five five-meter-long furrows, spaced 0.70 meters apart. The sowing of
    Brachiaria was carried out on May 15, 2019, applying 50 kg of P ha-1
    at the bottom of the sowing furrow. Nitrogen and potassium, at a dose
    of 150 kg of N and 150 kg of K per hectare, were applied when the
    plants were about 5 cm tall. At 45 days after sowing, a leveling cut was
    performed, subsequently evaluating, every four weeks, the
    accumulation and allocation of dry matter and nutrients in the aerial
    part of the brachiaria. The Brachiaria cuts were carried out on July 25,
    August 22 and September 20, 2019. After each cut, the plants were
    again fertilized with 150 kg of N and 150 kg of K per hectare.The
    adopted system allowed obtaining high forage productivity and the
    average values of accumulation of natural matter (MN) and dry matter
    (DM) in the three cuts were, respectively, 41.0 and 6.53 t per hectare,
    every four weeks. It was observed that there was no statistical
    difference between the brachiaria; however, there was a significant
    effect of the cutting season on forage production, since in the second
    cut the average production of the two Brachiaria was 7.26 t of DM,
    exceeding the average of the first and third cuts by 11.77%.
    statistically equal. The higher DM productivity in the second cut was
    probably due to the greater water availability in the period and the
    beginning of the increase in the photoperiod. In the third cut, possibly
    the low rainfall in September (only 39 mm) associated with the high
    reference evaporation (118 mm) did not compensate for the increase in
    photoperiod. Regarding the allocation of dry matter in the plant, there
    was an effect of Brachiaria and cutting, however, there was no
    interaction between these factors. Brachiaria ruziziensis had higher
    DM allocation in leaves, about 12% more than brachiaria decumbens.
    Due to the high productivity of Brachiaria, there was also a great
    removal of nutrients, which on average was 107; 15.6 and 178 kg of N,
    P and K, respectively, per cut. Based on the results obtained in only
    three cuts, high productivity was observed for Brachiaria decumbens
    and ruziziensis, in this intensive forage production system.

4
  • AGBERTO FERREIRA DOS SANTOS
  • PADRÕES DE USO DE CYPERACEAE PARA FINS MEDICINAIS EM POPULAÇÕES MUNDIAIS: REVISÃO SISTEMÁTICA E META ANÁLISE

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDRÉ DOS SANTOS BRAGANÇA GIL
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • IEDO TEODORO
  • MARIA GABRIELA LÓPEZ
  • Data: 22/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • A família Cyperaceae está atualmente representada por 95 gêneros e 5796 espécies, com ocorrência em várias regiões do mundo. Representantes do gênero Cyperus L. destacam-se por serem amplamente utilizados para fins medicinais. Pesquisas que investigam as diferentes formas de usos de plantas na medicina popular são importantes para auxiliar na bioprospecção de bioativos em espécies pouco estudadas cientificamente. Assim, o presente estudo foi realizado com o objetivo de verificar as tendências de utilização terapêutica das Cyperaceae em escala global, incluindo a existência de táxons sobreutilizados e subutilizados pelas populações mundiais para fins medicinais e se os diferentes sistemas corporais são tratados com grupos taxonômicos distintos. Para isso, foi realizada uma revisão sistemática e meta análise de documentos científicos dos quais foram coletados informações em diferentes bases de dados (PubMed, SciElo, Science Direct e Web of Science). Na amostragem foram incluídos apenas artigos no idioma inglês, publicados entre 1984 a 2021. Em relação aos critérios de exclusão, foram descartados artigos com alto risco de viés, artigos de revisão, trabalhos que não especificaram os tratamentos com as Cyperaceae e trabalhos onde as espécies estavam identificadas apenas em nível de gênero. Foram analisados 548 artigos, dos quais apenas 144 de origem de 50 países foram incluídos nesta revisão sistemática. Foi calculada a importância relativa (IR) para cada espécie. Para identificar gêneros sobreutilizados e subutilizados foram utilizadas duas abordagens distintas: o modelo Bayesiano e o IDM (Modelo Impreciso de Dirichlet). Para observar se há sinal filogenético no que diz respeito à importância relativa das espécies de Cyperaceae medicinais, foi construída uma árvore filogenética apenas com as espécies medicinais presentes na base de dados. O sinal filogenético foi calculado por meio do índice K para dados quantitativos. Após a tabulação dos dados, foi verificada nos 144 trabalhos analisados a ocorrência de 16 gêneros e 68 espécies de Cyperaceae medicinais. Destaca-se que este trabalho se constitui na primeira revisão sistemática da família Cyperaceae. As espécies com maior importância relativa (IR >0.4) foram Cyperus rotundus (espécie mais versátil), Cyperus articulatus, Carex baccans, Cyperus mindorensis, Rhynchospora colorata, Cyperus brevifolius e Cyperus conglomeratus. O teste do sinal filogenético não foi significativo (K=0,019; p>0,05) dificultando o entendimento sobre a existência de um padrão filogenético associado a uma maior versatilidade das espécies. A análise Bayesiana evidenciou os gêneros Cyperus, Lepironia e Scleria como sobreutilizados e Carex como subutilizado. Já com o uso do IDM os resultados para Lepironia não foram significativos. Em relação as indicações terapêuticas referidas neste trabalho (309), os gêneros Cyperus (236, incluindo Juncellus, Kyllinga e Mariscus), Scleria (22), Carex (16) e Rhynchospora (12) apresentaram a maior quantidade de indicações terapêuticas. As 10 indicações terapêuticas mais citadas foram: analgésico (4,85%), tosse (3,88%), dor na barriga/diarreia (3,24%), febre (2,27%), malária e regulação da menstruação (ambos com 1,94%), asma e disenteria (ambos com 1,29%) e bactericida e diurético (ambos com 0,97%) demonstrando serem essas as tendência de uso/indicação terapêutica das Cyperaceae em escala global. Em relação à classificação infrafamiliar e a proximidade taxonômica entres os táxons de Cyperaceae medicinais, a subfamília Cyperoideae apresentou mais representantes medicinais do que a subfamília Mapanioideae. Além disso, os gêneros de Cyperaceae medicinais inseridos na tribo Cypereae apresentaram maior quantidade de indicações terapêuticas (258), seguida por Sclerieae (22), Cariceae (16), Rhynchosporeae (12), Scirpeae (9), Eleocharideae (7), Abildgaardieae (3), Cladieae (1) e Oreobolinae (1). Dentre os sistemas corporais mais citados nos documentos científicos incluídos nesta revisão sistemática o SSND (Sintomas e sinais que não são classificados em lugar nenhum) foi o mais representado com 21,04 %, seguido de DSD (Distúrbios do sistema digestivo) com 14,89%, DIP (Doenças infecciosas e parasitárias) 11,65%, e DSG (Distúrbios do sistema geniturinário) com 10,36%. As partes das plantas mais utilizadas foram raiz (28,35%), planta inteira (17,19%), rizoma (15,18%), folha (11,16%), tubérculo (8,48%) e caule (7,81%). Em relação aos continentes e países que as espécies de Cyperaceae medicinais foram citados destaca-se África (em 22 países especialmente Congo (2,08 %), Quênia (2,78 %) e África do Sul (4,86 %)), Ásia (em 15 países especialmente em China (9,03 %), Paquistão (11,81 %) e Índia(17,36)), América (em 8 países, especialmente no México (2,08 %), Peru (2,08 %) e Brasil (3,47 %)), Europa (em 3 países Itália (1,39 %), Espanha (2,08 %) e Turquia (2,08 %) ) e Oceania (2 países Ilhas Marquesas (0,69 %) e Nova Guiné (0,69 %) ) como os continentes que, respectivamente, possuem mais documentos científicos que reportam a utilização de espécies desta família como medicinais.


  • Mostrar Abstract
  • Cyperaceae is currently represented by 95 genera and 5796 species, occurring in several regions of the world. Representatives of the genus Cyperus L. stand out for being widely used for medicinal purposes. Research that investigates the different forms of uses of plants in folk medicine is important to assist in the bioprospecting of bioactives in species that have been little studied scientifically. Thus, the present study was carried out with the objective of verifying trends in the therapeutic use of Cyperaceae on a global scale, including the existence of overused and underused taxa by world populations for medicinal purposes and whether different body systems are treated with distinct taxonomic groups. For this, we performed a systematic review and meta-analysis of scientific documents from which information was collected in different databases (PubMed, SciElo, Science Direct and Web of Science). Only articles in the English language, published between 1984 and 2021, were included in the sample. Regarding the exclusion criteria, articles with high risk of bias, review articles, studies that did not specify treatments with Cyperaceae and studies where the species were identified only at the gender level. A total of 548 articles were analyzed, of which only 144 from 50 countries were included in this systematic review. The relative importance (RI) for each species was calculated.To identify overused and underused genres, two different approaches were used: the Bayesian model and the IDM (Dirichlet's Imprecise Model). To observe if there is a phylogenetic signal regarding the relative importance of medicinal Cyperaceae species, a phylogenetic tree was constructed with only the medicinal species present in the database. The phylogenetic signal was calculated using the K index for quantitative data. After tabulating the data, the occurrence of 16 genera and 68 species of medicinal Cyperaceae was verified in the 144 works analyzed. It is noteworthy that this work constitutes the first systematic review of the Cyperaceae family. The species with the greatest relative importance (RI >0.4) were Cyperus rotundus (most versatile species), Cyperus articulatus, Carex baccans, Cyperus mindorensis, Rhynchospora colorata, Cyperus brevifolius and Cyperus conglomeratus. The phylogenetic signal test resulted in non-significant (K=0.019; p>0.05) making it difficult to understand the existence of a phylogenetic pattern associated with a greater versatility of the species. The Bayesian analysis showed the genera Cyperus, Lepironia and Scleria as overused and Carex as underused. With the use of IDM, the results for Lepironia were not significant. Regarding the therapeutic indications mentioned in this work (309), the genera Cyperus (236, including Juncellus, Kyllinga and Mariscus), Scleria (22), Carex (16) and Rhynchospora (12) had the highest number of therapeutic indications. The 10 most cited therapeutic indications were: analgesic (4.85%), cough (3.88%), abdominal pain/diarrhea (3.24%), fever (2.27%), malaria and menstruation regulation (both with 1.94%), asthma and dysentery (both with 1.29%) and bactericidal and diuretic (both with 0.97%) demonstrating that these are the trends in the use/therapeutic indication of Cyperaceae on a global scale. Regarding the infrafamily classification and the taxonomic proximity between the medicinal Cyperaceae taxa, the Cyperoideae subfamily had more medicinal representatives than the Mapanioideae subfamily. In addition, the genera of medicinal Cyperaceae included in the tribe Cypereae had the highest number of therapeutic indications (258), followed by Sclerieae (22), Cariceae (16), Rhynchosporeae (12), Scirpeae (9), Eleocharideae (7), Abildgadieae (3), Cladieae (1) and Oreobolinae (1). Among the most cited body systems in the scientific documents included in this systematic review, the SSND (Symptoms and signs that are not classified anywhere) was the most represented with 21.04%, followed by DSD (Digestive system disorders) with 14.89 %, DIP (Infectious and Parasitic Diseases) 11.65%, and GSD (Disorders of the Genitourinary System) with 10.36%. The most used plant parts were root (28.35%), whole plant (17.19%), rhizome (15.18%), leaf (11.16%), tuber (8.48%) and stem ( 7.81%). Regarding the continents and countries that medicinal Cyperaceae species were cited, Africa (in 22 countries especially Congo (2.08%), Kenya (2.78%) and South Africa (4.86%) stands out, Asia (in 15 countries especially China (9.03%), Pakistan (11.81%) and India (17.36)), America (in 8 countries, especially Mexico (2.08%), Peru (2 .08 %) and Brazil (3.47 %)), Europe (in 3 countries Italy (1.39 %), Spain (2.08 %) and Turkey (2.08 %) ) and Oceania (2 countries Marquesas Islands (0.69%) and New Guinea (0.69%) ) as the continents that, respectively, have more scientific documents that report the use of species of this family as medicinal.

5
  • LUIS EUGENIO LESSA BULHOES
  • SITUAÇÃO DE RESISTÊNCIA DE ARROZ DANINHO A HERBICIDAS NO BAIXO SÃO FRANCISCO

  • Orientador : RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CICERO LUIZ CALAZANS DE LIMA
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • HUGO HENRIQUE COSTA DO NASCIMENTO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • Data: 24/02/2022

  • Mostrar Resumo
  • O arroz é um dos principais cereais produzidos e consumidos no mundo. Todavia, essa atividade enfrenta uma série de gargalos, com destaque para a competição de plantas daninhas. Para lidar com esse problema, estratégias de manejo foram desenvolvidas, como o sistema de produção de arroz Clearfield®. No entanto, o uso contínuo de um mesmo mecanismo de ação para o controle de plantas daninhas, pode levar ao desenvolvimento de populações de plantas daninhas resistentes. Nesse sentido, esse estudo objetivou identificar a presença de arroz daninho resistente a esse sistema de produção na região do Baixo São Francisco, importante região produtora desse cereal. Para tanto, 7 populações de arroz daninho, sendo 5 em áreas de produção com o sistema Clearfield® e 2 em área sem utilização desse sistema, juntamente com uma variedade de arroz resistente e outra não resistente aos herbicidas do sistema Clearfield® foram submetidas a ensaios de aplicação de diferentes dosagens de imazapir e imazapique em três experimentos, no qual avaliou-se a % de controle das populações e % massa seca relativa. Os resultados demonstraram a ocorrência de interação entre as populações de arroz e as doses aplicadas de herbicida em pós-emergência para ambas as variáveis analisadas. Contudo, embora a aplicação tenha refletido na redução da % de massa seca relativa e no controle dessas populações, observou-se que algumas destas, P3, P4 e P5, não foram controladas em 100% mesmo com a aplicação de 200% da dose recomendada desse herbicida. Ainda, em duas populações do F1 da P7 e P8, a aplicação de imazapir e imazapique, mesmo em dosagem 24 vezes superior a dose recomendada não propiciou o controle total, indicando o elevado grau de resistência presente. Nessa conjuntura, torna-se necessário o desenvolvimento de estratégias que visem retardar a evolução de novos casos de resistência na região do Baixo São Francisco. 


  • Mostrar Abstract
  • Rice is one of the main cereals produced and consumed in the world. However, this activity faces a series of bottlenecks, especially the attack of weeds. To deal with this problem, management strategies have been developed, such as the Clearfield® rice production system. However, the continuous use of the same mechanism of action for weed control can lead to the development of resistant weed populations. In this sense, this study aimed to identify the presence of weedy rice resistant to this production system in the Baixo São Francisco region, an important producing region of this cereal. For this purpose, 7 populations of weedy rice, 5 in production areas with the Clearfield® system and 2 in an area without use of this system, together with a variety of resistant rice and another not resistant to the Clearfield® system herbicides, were submitted to application tests. of different doses of imazapir and imazapique in three experiments, in which the % of population control and % relative dry mass were evaluated. The results showed the occurrence of interaction between rice populations and post-emergence herbicide doses applied for both variables analyzed. However, although the application has reflected in the reduction of the % of relative dry mass and in the control of these populations, it was observed that some of these, P3, P4 and P5, were not controlled in 100% even with the application of 200% of the recommended dose. of that herbicide. Furthermore, in two populations of F1 of P7 and P8, the application of imazapyr and imazapique, even at a dose 24 times higher than the recommended dose, did not provide total control, indicating the high degree of resistance present. In this context, it is necessary to develop strategies that aim to delay the evolution of new cases of resistance in the Baixo São Francisco region.

6
  • TEREZINHA RAMALHO NETA
  • Micropropagação e aclimatização de duas espécies de pitaya (Hylocereus undatus (Haw.) Britton & Rose e Hylocereus megalanthus (K. Schum Ex Vaupel) sob diferentes concentra~ções de reguladores de crescimento e substratos.

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JOSE DAILSON SILVA DE OLIVEIRA
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • Data: 28/03/2022

  • Mostrar Resumo
  • A bu7sca por novos conhecimentos técnicos sobre a produção de espécies de pitaya tem sido uma constante para suprir a grande demanda internacional dos mercados consumidores. Esse trabalho objetivou estabelecer a técnica de micropropagação para duas espécies de pitaya (Hylocerereu undatos e H. megalanthus) sob diferentes concentrações de reguladores de crescimento e o efeito de diferentes substratos na aclimatização das plântulas. A pesquisa foi desenvolvida no laboratório de biotecnologia vegetal do CECA-UFAL entre os anos de 2019 e 2020. O material vegetal utilizado foi sementes de frutos maduros oriundos de plantios comerciais nos estados de Pernambuco e Ceará. O delineamento experimental utilizado nos experimentos foi inteiramente casualizado conduzidos em esquema fatorial 2x5 sendo dois genótipos e cinco concentrações de AIB e dois genótipos e cinco concentrações de BAP. Os resultados da fase in vitro e ex vitro são apresentados.


  • Mostrar Abstract
  • The seach of new technical knowledge on the producttion of pitaya species has been a constant to meet the great demand of the market.

7
  • ALLAN HEMERSON DE MOURA
  • INFLUÊNCIA DO ESPAÇAMENTO NA INTERCEPTAÇÃO DE ÁGUA PELA COPA E ARMAZENAMENTO DE ÁGUA NO SOLO EM CLONES DE EUCALIPTO

  • Orientador : ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADOLPHO EMANUEL QUINTELA DA ROCHA
  • ALEXSANDRO CLAUDIO DOS SANTOS ALMEIDA
  • GUSTAVO BASTOS LYRA
  • IEDO TEODORO
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 28/06/2022

  • Mostrar Resumo
  • O balanço de água em cultivos florestais é influenciado pela copa das árvores, que varia de acordo com o tipo de espécie/clone e densidade populacional, dentre outros fatores.  Nesse sentido, esse trabalho teve propósito de avaliar a influência dos diferentes tipos de clones e espaçamentos entre plantas nos componentes do balanço hídrico em cultivos de eucalipto. Para tanto, foi avaliado a distribuição da precipitação nos cultivos (precipitações: incidente acima do cultivo; interceptada pelo dossel e pela serapilheira; e chuva que chega ao solo). Para a coleta da precipitação interceptada pelo dossel, foram instalados 54 pluviômetros distribuídos uniformemente em cada densidade populacional (18 por espaçamento) dentro do experimento, com coletas realizadas a cada 15 dias. O monitoramento da umidade do solo foi realizado mensalmente, a partir da coleta de solo em trincheiras de 2 m de profundidade. Este estudo foi conduzido no período de agosto de 2019 a dezembro de 2020, no Centro de Ciências Agrarias (CECA) localizado no município de Rio Largo, Estado de Alagoas, que conta com uma estação agrometeorológica a cerca de 1 km do plantio clonal com idade de 3 anos, plantado em 2017, com os clones: VE41 e I144, com diferentes espaçamentos (3 x 2, 3 x 3 e 3 x 4 m). A precipitação interna demonstrou crescimento linear, quando comparado com precipitação total em aberto. O escoamento pelo tronco representou grande contribuição de entrada de água principalmente para os menores espaçamentos, a precipitação efetiva foi maior em espaçamentos mais adensados, devido ao maior número de plantas por m². A taxa de interceptação foi menor em precipitações maiores, aumentando em precipitações menores. Em ambos os clones os menores espaçamentos demonstrarão maior altura de plantas, já diâmetro na altura do peito (DAP) demonstrou crescimento linear do menor ao maior espaçamento.

     


  • Mostrar Abstract
  • The water balance in forest crops is influenced by the canopy of the trees, which varies according to the type of species/clone and population density, among other factors. In this sense, this work aimed to evaluate the influence of different types of clones and spacing between plants on the components of the water balance in eucalyptus crops. Therefore, the distribution of precipitation in the crops was evaluated (rainfall: incident above the crop; intercepted by canopy and leaf litter; and rain that reaches the ground).  For the collection of rainfall intercepted by the canopy, 54 rain gauges were installed evenly distributed in each population density (18 per spacing) within the experiment, with collections carried out every 15 days. The monitoring of soil moisture was carried out monthly, from the collection of soil in trenches 2 m deep. This study was conducted from August 2019 to December 2020, at the Centro de Ciências Agrarias (CECA) located in the municipality of Rio Largo, State of Alagoas, which has an agrometeorological station about 1 km from the 3-year-old clonal plantation, planted in 2017, with clones: VE41 and I144, with different spacings (3 x 2, 3 x 3 and 3 x 4 m). Internal precipitation showed linear growth when compared to total open precipitation. The flow through the trunk represented a great contribution of water entry mainly for the smallest spacings, the effective precipitation was greater in denser spacings, due to the greater number of plants per m². The interception rate was lower in higher rainfall, increasing in smaller rainfall.  In both clones, the smallest spacings will demonstrate greater plant height, whereas diameter at breast height (DBH) showed linear growth from the smallest to the largest spacing.

8
  • ADEILSON MASCARENHAS DE OLIVEIRA SILVA
  • “SEVERIDADE DA FERRUGEM ALARANJADA NA RB951541 E EM NOVAS CULTIVARES DE CANA-DE-AÇÚCAR LIBERADAS PELO PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL”

  • Orientador : IEDO TEODORO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS ASSIS DINIZ
  • GERALDO VERISSIMO DE SOUZA BARBOSA
  • JOAO MESSIAS DOS SANTOS
  • RICARDO ARAUJO FERREIRA JUNIOR
  • Data: 14/09/2022

  • Mostrar Resumo
  • Em 2009, foi divulgada a informação de surgimento da doença da cana-deaçúcar,
    ferrugem alaranjada (Puccinia kuehnii), no Brasil. Em 2010, o Programa
    de Melhoramento Genético da Cana-de-açúcar, do Campus de Engenharias e
    Ciências Agrárias, da Universidade Federal de Alagoas –
    PMGCA/RIDESA/CECA/UFA, liberou a cultivar de cana-de-açúcar RB951541,
    com características de alta produtividade agrícola, alto teor de açúcar e
    precocidade. E, em 2011 foi confirmada a presença dessa doença em Alagoas.
    A RB951541, de 2010 a 2015 teve grande expansão de cultivo em Alagoas e,
    nesse período, ficou entre as mais plantadas. No entanto, ela começou a
    apresentar problemas de suscetibilidade à ferrugem alaranjada, com quedas de
    produtividade e por isso foi gradativamente eliminada dos plantios. Em seguida,
    em 2021, o PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL programou a liberação de cinco
    cultivares RB de cana-de-açúcar (RB01494, RB011549, RB0442, RB07818 e
    RB08791). Então, com o objetivo de avaliar o comportamento dessas cultivares
    em relação à ferrugem alaranjada, foram conduzidos ensaios nas três Bases de
    Pesquisa do programa, e compará-las com a cultivar suscetível RB951541.O
    plantio ocorreu entre julho e agosto de 2018 es as colheitas em 2019 (corte 1) e
    2020 (corte 2). A variável adotada para a avaliação, foram notas de severidade
    à ferrugem alaranjada e as características agroindustriais TCH (tonelada de cana
    por hectare), ATR (açúcar total recuperável por tonelada de cana) e TATRH (total
    de ATR por hectare). Na cultivar RB951541, a nota média de severidade da
    ferrugem alaranjada foi 6,76 e foi classificada como suscetível à doença; as
    cultivares RB01494, RB011549, RB0442, RB07818 e RB08791, tiveram nota
    média de 1,00 e foram classificadas como resistentes. As cultivares resistentes
    à ferrugem alaranjada produzem 24,51 t ha-1 a mais que a cultivar suscetível
    RB951541, ou equivalente a um ganho de rendimento agrícola de 22,59%. Para
    cada incremento unitário na nota de ferrugem alaranjada, há uma perda de 4,25
    t ha-1 e não há efeito da ferrugem alaranjada sobre a variável ATR. As cultivares
    resistentes à ferrugem alaranjada produzem, em média de 3,03 t ha-1 de ATR a
    mais que a RB951541, ou equivalente a um ganho de rendimento de açúcar de
    20,53%; A redução de rendimento de açúcar do primeiro para o segundo corte
    da cultivar suscetível RB951541 é 22,58%, enquanto, a perda média nas
    cultivares resistentes, liberadas pelo PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL em 2021, é
    apenas 7,67%.


  • Mostrar Abstract
  • In 2009, information about the disease of the sugarcane, orange rust (Puccinia
    alaranjada), was released in Brazil. In 2010, the Sugarcane Genetic Improvement
    Program, from the Campus of Engineering and Agricultural Sciences, of the
    Federal University of Alagoas – PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL, released the
    cultivar of sugarcane RB951541, with characteristics of high agricultural
    productivity, high sugar content and precocity. And, in 2011, the presence of this
    disease was confirmed in Alagoas. The RB951541, from 2010 to 2015, had a
    great expansion of cultivation in Alagoas and, in this period, it was among the
    most planted. However, it began to present problems of susceptibility to orange
    rust, with productivity drops and for this reason it was gradually eliminated from
    the plantations. Then, in 2021, the PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL programmed
    the release of five sugarcane sugar cultivars (RB01494, RB011549, RB0442,
    RB07818 and RB08791). So, in order to evaluating the behavior of this cultivar in
    relation to the orange rust, tests were carried out in the three Research Bases of
    the program, and compare them with the susceptible cultivar RB951541.The
    plantiig was done between July and August 2018 and the harvests in 2019 (cut
    1) and 2020 (cut 2). The variable designed for evaluation were orange rust
    severity grades and the agro-industrial characteristics TCH (ton of cane per
    hectare), TRS (total recoverable sugar per ton of cane) and TATRH (total TRS
    per hectare). In the cultivar RB951541, the average grade to severity of the
    orange rust was 6.76 and it was classified as susceptible to the disease; The
    cultivars RB01494, RB011549, RB0442, RB07818 and RB08791, had an
    average score of 1.00 and were classified as resistant.The cultivars resistant to
    orange rust produce 24.51 t ha-1 more than the susceptible cultivar RB951541,
    or equivalent to an yield gain of 22.59%. For each unit increment in the orange
    rust note, there is a loss of 4.25 t ha-1 and there is no effect of the orange rust on
    the TRS variable. The cultivars resistant to orange rust produce, on average, 3.03
    t ha-1 of TRS more than RB95154, equivalent to a gain in sugar yield of 20.53%;
    The reduction in sugar yield from the first to the second cut of susceptible cultivar,
    RB951541, is 22.58%, while the average in resistant cultivars, released by
    PMGCA/RIDESA/CECA/UFAL in 2021, is only 7.67%.

9
  • VICTOR DOS SANTOS GUIMARAES
  • Crescimento, produção e qualidade da biomassa em variedades de capim-elefante na Zona da Mata de Alagoas.

  • Orientador : GUILHERME BASTOS LYRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • GUSTAVO BASTOS LYRA
  • ADOLPHO EMANUEL QUINTELA DA ROCHA
  • Data: 04/11/2022

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo deste trabalho de pesquisa foi avaliar o crescimento e a qualidade da biomassa de três genótipos de capim-elefante (Cenchrus purpureus (Schumach.) Morrone) cultivados na região dos Tabuleiros Costeiros de Alagoas, em diferentes épocas ou idades de corte, levando em consideração a produção e a qualidade energética da biomassa produzida. Foram avaliados três genótipos de capim-elefante (BRS Capiaçu, Madeira e Pasto Panamá) cultivados em uma área experimental implantada no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL), situado no município de Rio Largo, Estado de Alagoas. Foram avaliadas idades de corte (1, 2, 3, 4, 6, 8 e 10 meses) após o corte. As avaliações de crescimento corresponderam à análise do índice de área foliar (IAF), altura média das plantas, diâmetro médio dos colmos e número de perfilhos por metro linear. Além disso, para cada um dos genótipos e cada época de corte foi avaliado o acúmulo de biomassa da parte aérea, mediante determinações das produções de biomassa fresca e seca. A caracterização da qualidade energética da biomassa foi realizada a partir da determinação dos teores carbono e nitrogênio e das concentrações de celulose, hemicelulose, lignina e cinzas.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this research was to evaluate the growth and biomass quality of three genotypes of elephant grass (Cenchrus purpureus (Schumach.) Morrone) cultivated in the Coastal Tablelands region of Alagoas, at different times or cutting ages, taking into account the production and energy quality of the biomass. Three elephantgrass genotypes (BRS Capiaçu, Madeira and Pasto Panamá) cultivated in an experimental area located at the Center for Agricultural Sciences of the Federal University of Alagoas (CECA/UFAL), in the municipality of Rio Largo, State of Alagoas, were evaluated. Cutting ages (1, 2, 3, 4, 6, 8 and 10 months) after cutting were evaluated. The growth evaluations corresponded to the analysis of the leaf area index (LAI), average plant height, average stem diameter and number of tillers per linear meter. In addition, for each of the genotypes and cutting season, the accumulation of aerial part biomass was evaluated, through determinations of the production of fresh and dry biomass. The characterization of the energy quality of the biomass was carried out from the determination of the carbon and nitrogen contents and the concentrations of cellulose, hemicellulose, lignin and ash.

Teses
1
  • JOSE DAILSON SILVA DE OLIVEIRA
  •  

     Caracterização morfoanatômica, fenológica, pós-colheita e produtiva do cambuí (Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg)

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIBELE MERCHED GALLO
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • TATIANA DE LIMA SALVADOR
  • Data: 14/01/2022

  • Mostrar Resumo
  • A Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg conhecida popularmente como cambuí, camboim ou jabuticabinha é uma espécie frutífera com distribuição em todo o território brasileiro e, no Estado de Alagoas, ocorre naturalmente nas regiões litorâneas e nas restingas. Apesar da exploração em caráter extrativista, seus frutos vêm ganhando interesse comercial graças à variedade de sabores e a riqueza em compostos que possuem ação antioxidante, como antocianinas, carotenóides, flavonóides e vitamina C. Apesar do aumento no interesse por frutas nativas a exemplo do cambuí, a produção em escala comercial com alta qualidade só é possível através do estudo, seleção e melhoramento visando a domesticação dessas espécies vegetais. O objetivo deste trabalho foi estudar a morfoanatomia e biologia floral, fenologia reprodutiva, caracterização morfológica e análise produtiva em acessos de cambuí com vistas a fornecer informações que possam nortear o melhoramento da espécie. A pesquisa foi realizada no Banco Ativo de Germoplasma de cambuí (BAG-Cambuí) do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL) em Rio Largo, Alagoas. Para o estudo da biologia floral foram selecionados 145 acessos avaliado-se a receptividade do estigma, viabilidade do grão de pólen, determinação da antese e visitantes florais; para a morfoanatomia floral foram feitas observações em microscópio ótico e microscopia de varredura (MEV) das estruturas morfoanatômicas de flores desde o surgimento dos botões até a antese. No estudo de fenologia reprodutiva foram observados os eventos de floração e frutificação a cada 7 dias correlacionando-os a registros meteorológicos. Para a caracterização morfológica das plantas (acessos) foram utilizados 9 descritores quantitativos e 14 descritores qualitativos, cujos dados foram utilizados em teste de agrupamento para obtenção de um dendrograma. Para a análise produtiva e econômica os acessos foram avaliados em três safras, quando foram feitas avaliações pós-colheita dos frutos, como peso do fruto (PF), peso da semente (PS), número de sementes por fruto (NS), firmeza da polpa (F), rendimento da polpa, diâmetro longitudinal (DL) e diâmetro transversal (DT), sólidos solúveis totais (SST) e acidez total titulável (ATT), rátio (relação SST/AT), peso de mil sementes, peso de mil frutos e peso total dos frutos por acesso e estimativa do número de frutos por acesso. Os resultados mostraram que a Apis melífera e Trigona spinipes são os principais visitantes florais do cambuí. Em relação a receptividade do estigma foi possível notar que este fica viável por um período de até 5 h após a abertura da flor; a flor começa a senescer após o período de 48 h; o grão de pólen apresenta forma triangular, medindo em média 11 μm e viabilidade acima de 90%. Com relação à 

    fenologia reprodutiva foi possível observar que os acessos avaliados florescerem de forma irregular praticamente o ano inteiro com exceção dos meses mais quentes e secos do ano. De uma maneira geral, as plantas concentram a floração em duas épocas do ano com maiores picos em março e agosto, enquanto os maiores picos de frutificação foram observados em abril e setembro. A análise morfológica quantitativa mostrou grande variabilidade entre os acessos, com destaque para altura da planta que variou 0,78 m e 2,58 m para as plantas com 9 anos de idade, indicando diferentes potenciais de crescimento e vigor vegetativo. A análise de agrupamento indicou a formação de grupos homogêneos, com destaque para o grupo 2 da caracterização quantitativa, que foi formado por 12 acessos com maiores médias de altura da planta (2,23 m), altura de inserção da copa (0,42 m), comprimento da copa (1,80 m), diâmetro da copa (2,06 m), altura da primeira bifurcação (0,43 m), diâmetro do caule a 10 cm do solo (0,50 m) e proporção da copa (81,11%). A caracterização qualitativa indicou que 74,48% dos acessos possuem a copa arredonda, com densidade de copa de média a alta, com porcentagem de 39,31% e 57,24% dos acessos respectivamente. A análise de otimização de Tocher indicou que o índice de saliência e proporção da copa foram as variáveis que mais contribuíram para a formação dos grupos quantitativos e que a arquitetura da copa (16,60%) foi a variável que mais contribuiu para a formação dos grupos qualitativos. A caracterização pós-colheita do fruto evidenciou que os acessos AC52 e AC140 se destacou com relação ao PF, com 1,009 g e 1,059 g, respectivamente. O Acesso AC52 também se destacou no PF, NS, F, DL e DT, enquanto o AC140 obteve o menor valor para firmeza do fruto (3,353 N). O acesso AC08 Apresentou menor PF (0,359 g) e menor PS (0,072 g). O acesso AC02 apresentou menor NS (1,0), e com relação a firmeza do fruto o maior valor foi observado no acesso AC107 (5,207 N), os acessos AC33 (26,40 ºBrix) e AC11 (25,63 ºBrix) apresentaram maior teor de SST, o acesso AC11 também apresentou maior valor de rátio (6,53). com relação aos atributos pós-colheita observados nas diferentes safras, foi possível destacar a safra 1 que apresentou maior PF (0,647 g), maior PS (0,171 g), maior NS (1,32), Maior DL (9,557 mm) e maior DT (8,647 mm). Em relação a análise produtiva os acessos AC107 e AC52 apresentaram maior peso total dos frutos com 5,2 kg e 5,01 kg, respectivamente com relação a estimativa do número de frutos por planta o AC63 se destacou com 12.464 frutos. Com relação a avaliação de safras, a safra 3 apresentou maior rendimento de polpa e diferiu estatisticamente dos demais, e com relação ao número de frutos por planta, a safra 1 apresentou pior resultado. Não houve diferença estatística com relação a produção total. 


  • Mostrar Abstract
  • Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg, popularly known as cambuí, camboim or jabuticabinha, is a fruit species distributed throughout Brazil and, in the state of Alagoas, it occurs naturally in coastal regions and restingas. Despite its extractive exploitation, its fruits have been gaining commercial interest thanks to the variety of flavors and the richness in antioxidant compounds, such as anthocyanins, carotenoids, flavonoids, and vitamin C. Despite the increase in interest for native fruits like cambuí, commercial scale production with high quality is only possible through study, selection and improvement aiming the domestication of these plant species. The objective of this work was to study the morphoanatomy and floral biology, reproductive phenology, morphological characterization and productive analysis in cambuí accessions in order to provide information that can guide the improvement of the species. The research was conducted at the Active Bank of Cambuí Germplasm (BAG-Cambuí) of the Campus of Engineering and Agricultural Sciences, Federal University of Alagoas (CECA/UFAL) in Rio Largo, Alagoas. For the study of floral biology 145 accessions were selected and evaluated for stigma receptivity, pollen grain viability, anthesis determination and floral visitors; for floral morphoanatomy observations were made under light microscope and scanning microscopy (SEM) of flower morphoanatomical structures from bud emergence to anthesis. In the reproductive phenology study, flowering and fruiting events were observed every 7 days and correlated to meteorological records. For the morphological characterization of the plants (accessions), 9 quantitative descriptors and 14 qualitative descriptors were used, whose data were used in a grouping test to obtain a dendrogram. For the productive and economic analysis the accessions were evaluated in three harvests, when post-harvest evaluations of the fruits were made, such as fruit weight (FP), seed weight (PS), number of seeds per fruit (NS), pulp firmness (F), pulp yield longitudinal diameter (LD) and transverse diameter (TD), total soluble solids (TSS) and total titratable acidity (TTA), ratio (TSS/TA ratio), thousand seed weight, thousand fruit weight and total fruit weight per access and estimated number of fruits per access. The results showed that Apis mellifera and Trigona spinipes are the main floral visitors of cambuí. Regarding the receptivity of the stigma, it was possible to note that it remains viable for a period of up to 5 h after opening the flower; the flower begins to senesce after 48 h; the pollen grain has a triangular shape, measuring on average 11 μm and viability above 90%. Regarding the reproductive phenology it was possible to observe that the accessions evaluated bloom irregularly almost the entire year with the 

    exception of the hottest and driest months of the year. In general, the plants concentrate the flowering in two periods of the year with major peaks in March and August, while the highest peaks of fruiting were observed in April and September. The quantitative morphological analysis showed great variability among the accessions, especially for plant height, which varied from 0.78 m and 2.58 m for plants that were 9 years old, indicating different growth potentials and vegetative vigor. The cluster analysis indicated the formation of homogeneous groups, especially group 2 of quantitative characterization, which was formed by 12 accessions with higher means of plant height (2.23 m), crown insertion height (0.42 m), crown length (1.80 m), crown diameter (2.06 m), height of the first fork (0.43 m), stem diameter at 10 cm from the ground (0.50 m) and crown proportion (81.11%). The qualitative characterization indicated that 74.48% of the accessions have rounded crown, with medium to high crown density, with percentage of 39.31% and 57.24% of the accessions respectively. The Tocher optimization analysis indicated that the protrusion index and crown proportion were the variables that contributed most to the formation of the quantitative groups and that the crown architecture (16.60%) was the variable that contributed most to the formation of the qualitative groups. The postharvest characterization of the fruit showed that the accessions AC52 and AC140 stood out with respect to PF, with 1.009 g and 1.059 g, respectively. Accession AC52 also stood out in PF, NS, F, DL and DT, while AC140 obtained the lowest value for fruit firmness (3.353 N). The access AC08 presented the lowest PF (0.359 g) and the lowest PS (0.072 g). The access AC02 showed lower NS (1.0), and with respect to fruit firmness the highest value was observed in access AC107 (5.207 N), the access AC33 (26.40 ºBrix) and AC11 (25.63 ºBrix) showed higher content of TSS, access AC11 also showed higher value of ratio (6.53). with respect to postharvest attributes observed in the different harvests, it was possible to highlight the harvest 1 that showed higher FP (0.647 g), higher PS (0.171 g), higher NS (1.32), higher DL (9.557 mm) and higher DT (8.647 mm). Regarding the productive analysis, the accessions AC107 and AC52 presented the highest total weight of the fruits with 5.2 kg and 5.01 kg, respectively. Regarding the estimation of the number of fruits per plant, AC63 stood out with 12,464 fruits. Regarding the evaluation of harvests, harvest 3 presented the highest yield of pulp and differed statistically from the others, and regarding the number of fruits per plant, harvest 1 presented the worst result. There was no statistical difference regarding the total. 

2
  • JÚLIA GABRIELLA DA SILVA ROCHA
  •  

    POTENCIAL FISIOLÓGICO DE SEMENTES DE PIMENTA CONDICIONADAS COM 24-EPIBRASSINOLÍDEO E DESEMPENHO PÓS ESTRESSE SALINO.

     

  • Orientador : JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • EDNA URSULINO ALVES
  • SILVIA SANIELLE COSTA DE OLIVEIRA
  • Data: 01/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • A salinidade da água de irrigação é apontada como uma das principais restrições ambientais para o desenvolvimento das culturas, especialmente nos estágios iniciais de crescimento, sendo as sementes de pimenta consideravelmente afetadas por essa condição de estresse. Atualmente, uma nova proposta para amenizar essa adversidade em sementes desta cultura vem sendo estudada. O regulador vegetal, 24-epibrassinolídeo (24-EpiBL), em associação com o condicionamento fisiológico de sementes, tem sido reconhecido por proporcionar diversas vantagens em sementes de diferentes culturas, dentre elas, destacam-se a mais importante, a resistência a estresses abióticos. Dessa forma, objetivou-se avaliar o vigor de sementes de pimenta (Capsicum chinense) condicionadas com 24-EpiBL após a indução do estresse salino. Para isto, foram utilizados três lotes de sementes do cultivar Airetama Biquinho Amarela. A pesquisa foi dividida em três etapas, onde na primeira foi realizada a  caracterização inicial dos lotes mediante os testes de germinação e vigor; na segunda etapa, foi realizada a marcha de absorção de água e secagem das sementes condicionadas e a terceira etapa consistiu no condicionamento fisiológico das sementes com água (hidrocondicionamento) e a 10-8 M de 24-EpiBL; bem como o  condicionamento fisiológico das sementes a 10-8 M de 24-EpiBL, submetidas ao estresse salino, nas seguintes concentrações: (0; -0,2; -0,4 e -0,6 MPa). Foi observada uma atenuação dos efeitos deletérios do estresse salino nas sementes hidrocondicionadas e condicionadas com 24 EpiBL. Dessa forma, a utilização de sementes de pimenta hidrocondicionadas e condicionadas com 24-EpiBL a 10-8 M é considerada uma alternativa viável na redução das injúrias provocadas pelo estresse salino. Não houve diminuição do potencial fisiológico nas concentrações salinas utilizadas no presente estudo.


  • Mostrar Abstract
  • The salinity of irrigation water is described as one of the main environmental restrictions for crop development, especially in the early stages of growth, and pepper seeds are considerably affected by this stress condition. Currently, a new alternative to attenuate this adversity in the pepper seed crop is being studied. The plant growth regulator 24-epibrassinolide (24-EpiBL), in association with seed physiological conditioning, has been recognized as an agent that provides several benefits to seeds of different crops, of which the most important is resistance to abiotic stresses. Thus, the objective was to evaluate the vigor of pepper seeds (Capsicum chinense) conditioned with 24-EpiBL after induction of salt stress. For this purpose, three seed lots of the Airetama Biquinho Amarela cultivar were used. The study was divided into three stages: the first stage consisted in the initial characterization of the lots by means of germination and vigor tests; the second stage included water uptake and drying of the conditioned seeds; and the third stage consisted in the physiological conditioning of seeds with water (hydro-conditioning) and 24-EpiBL (10-8 M), as well as the physiological conditioning of seeds with of 24-EpiBL (10-8 M) subjected to salt stress, at the following concentrations of salt: (0; -0.2; -0.4, and -0.6 MPa). An attenuation of the deleterious effects of salt stress was observed in hydro-conditioned seeds and in seeds conditioned with 24-EpiBL. Thus, the use of hydro-conditioned pepper seeds and seeds conditioned with 24-EpiBL at 10-8 M is considered a viable alternative to reduce damage caused by salt stress. There was no reduction in the physiological potential at the salt concentrations used in the present study

3
  • LYDAYANNE LILÁS DE MELO NOBRE
  • AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE BATATA-DOCE [Ipomoea batatas (L.) Lam.] PARA CONSUMO HUMANO, PRODUÇÃO DE ETANOL E ALIMENTAÇÃO ANIMAL.

  • Orientador : PAULO VANDERLEI FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDERSON CARLOS MARAFON
  • CARLOS EDUARDO DE FARIAS SILVA
  • JAIR TENORIO CAVALCANTE
  • KEDES PAULO PEREIRA
  • PAULO VANDERLEI FERREIRA
  • Data: 22/07/2022

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo desse trabalho é avaliar sete genótipos de Batata-doce [Ipomoea batatas (L.) Lam.] e identificar materiais destinados ao consumo humano, produção de etanol e alimentação animal, dentro das condições edafoclimáticas do município de Rio Largo - AL. O experimento foi realizado na área experimental do Setor de melhoramento Genético de Plantas (SMGP) no Campus de Engenharias e Ciências Agrárias (CECA) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). O plantio foi feito em blocos casualizados, com sete genótipos e três repetições. As variáveis foram analisadas aos 120 dias após o plantio (DAP) da parte aérea da planta e aos 150 DAP, as variáveis das raízes: Produtividade (PROD); Produtividade Total (PRODT); Produtividade de Raízes Seca (PRODRS); Produtividade Média de Raízes Comerciais (PRODM); Número de Raízes Comerciais (NRC); Comprimento de Raízes Comerciais (CRC); Diâmetro de Raízes Comerciais (DRC); Porcentagem de Raízes Comerciais (PRC); Porcentagem de Massa Seca de Raízes Comerciais (PMSRC); Número de Raízes Não-Comerciais (NRNC); Produtividade de Raízes Não-Comerciais (PRNC); Número de Plantas da Área Útil (NPAU); Produtividade da Parte Aérea (PPA); Produtividade a Parte Aérea Seca (PPAS); Porcentagem de Massa Seca da Parte Aérea (PMSPA); Comprimento da Rama (CR); Diâmetro do Caule (DC); Produtividade da Rama (PR); Produtividade da Rama Seca (PRS); Número de Folhas (NF); Produtividade da Folha (PF); Produtividade da Folha Seca (PFS). As amostras da matéria seca da parte aérea e das raízes dos sete genótipos de batata-doce foram encaminhadas ao Laboratório de Análises Bromatológicas (CECA-UFAL) para análise das seguintes variáveis: Fibra em Detergente Neutro (FDN); Fibra em Detergente Ácido (FDA); Proteína Bruta (PB); Extrato Etérico (EE); Matéria Seca (MS); Matéria Mineral (MM); Matéria Orgânica (MO); Lignina (L); Carboidratos Totais (CHT); Carboidratos Não Fibrosos (CNF). Os dados foram submetidos à análise de variância utilizando o teste de Tukey a 5% de probabilidade com o auxílio do programa estatístico Sistema para Análise de Variância – SISVAR. Foi realizado o teste sensorial, através de um questionário semiestruturado utilizando a Escala Hedônica, atribuindo notas de 1 a 9 para cada variável: aceitação global; textura; coloração; sabor; doçura; aroma. Os dados foram avaliados de forma descritiva por média e erro padrão. As raízes de batata-doce secas foram trituradas levadas para o Laboratório de Tecnologia de Bebidas e Alimentos (LTBA) do Centro de Tecnologia (CTEC), localizado no campus A.C Simões, onde foram realizadas as avaliações da fermentação alcoólica para produção de etanol combustível a partir da metodologia de Trevelyan e Hanrrison (1952) para o método Antrona e metodologia de Miller (1959) para o método DNS. A determinação de etanol foi realizada a partir do método de Dicromato de AOAC (2002). E a determinação do Teor de Amido pelo método Lane-Eynon (1953). Concluindo que o genótipo BRS Gaita é o que mais produz raiz de batata-doce. E os mais indicados para alimentação humana são os genótipos Rainha da Praia e Campinas. Para a produção de etanol o mais indicado é o que tem maior produtividade.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of this work is to evaluate seven genotypes of Sweet Potato [Ipomoea batatas (L.) Lam.] and to identify materials intended for human consumption, ethanol production and animal feed, within the soil and climate conditions of the municipality of Rio Largo - AL. The experiment was carried out in the experimental area of the Plant Genetic Improvement Sector (SMGP) at the Campus of Engineering and Agricultural Sciences (CECA) of the Federal University of Alagoas (UFAL). The planting was done in randomized blocks, with seven genotypes and three replications. The variables were analyzed at 120 days after planting (DAP) of the aerial part of the plant and at 150 DAP, the variables of the roots: Productivity (PROD); Total Productivity (PRODT); Dry Root Productivity (PRODRS); Average Productivity of Commercial Roots (PRODM); Number of Business Roots (NRC); Length of Commercial Roots (CRC); Diameter of Commercial Roots (DRC); Percentage of Commercial Roots (PRC); Percentage of Dry Mass of Commercial Roots (PMSRC); Number of Non-Commercial Roots (NRNC); Productivity of Non-Commercial Roots (PRNC); Number of Plants in the Useful Area (NPAU); Aerial Productivity (PPA); Dry Aerial Productivity (PPAS); Aerial Dry Mass Percentage (PMSPA); Branch Length (CR); Stem Diameter (DC); Rama productivity (PR); Dry Grain Productivity (PRS); Number of Sheets (NF); Folha's Productivity (PF); Dry Leaf Productivity (PFS). Dry matter samples from shoots and roots of the seven sweet potato genotypes were sent to the Laboratory of Bromatological Analysis (CECA-UFAL) for analysis of the following variables: Fiber in Neutral Detergent (NDF); Fiber in Acid Detergent (FDA); Crude Protein (CP); Etheric Extract (EE); Dry Matter (MS); Mineral Matter (MM); Organic Matter (OM); Lignin (L); Total Carbohydrates (CHT); Non-Fibrous Carbohydrates (NFC). Data were submitted to analysis of variance using Tukey's test at 5% probability with the aid of the statistical program System for Analysis of Variance - SISVAR. The sensory test was carried out through a semi-structured questionnaire using the Hedonic Scale, assigning scores from 1 to 9 for each variable: global acceptance; texture; coloring; flavor; sweetness; aroma. Data were descriptively evaluated by mean and standard error. The dried sweet potato roots were crushed and taken to the Laboratory of Food and Beverage Technology (LTBA) of the Technology Center (CTEC), located on the AC Simões campus, where the evaluations of the alcoholic fermentation for the production of fuel ethanol were carried out. from Trevelyan and Hanrrison's (1952) methodology for the Antrona method and Miller's (1959) methodology for the DNS method. Ethanol determination was performed using the Dichromate method of AOAC (2002). And the determination of the Starch Content by the Lane-Eynon method (1953). Concluding that the BRS Gaita genotype is the one that produces the most sweet potato root. And the most suitable for human consumption are the Rainha da Praia and Campinas genotypes. For the production of ethanol, the most suitable is the one with the highest productivity.

4
  • JONATAS VIEIRA SANTOS
  • ATUAÇÃO DO 24-EPIBRASSINOLÍDEO EM PLANTAS JOVENS DE CANA-DE-
    AÇÚCAR SUBMETIDAS AO DÉFICIT HÍDRICO: TROCAS GASOSAS, RELAÇÕES
    HÍDRICAS, EFICIÊNCIA FOTOQUÍMICA E ATIVIDADE ENZIMÁTICA

  • Orientador : VILMA MARQUES FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANDERSON CARLOS MARAFON
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • IEDO TEODORO
  • JOSE VIEIRA SILVA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • Data: 16/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • A cana-de-açúcar é uma cultura de ampla importância econômica, utilizada na produção de
    alimentos, etanol e energia. A deficiência hídrica é um dos principais fatores que limitam a
    produtividade dessa cultura em todo mundo. Uma nova estratégia no cenário agrícola vem
    ganhando ênfase para minimizar os efeitos dos estresses abióticos nas plantas cultivadas,
    através da aplicação exógena de reguladores de crescimento vegetal, como o brassinosteróide,
    análogo 24-Epibrassinolídeo. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi avaliar a ação
    exógena de 24-epibrassinolídeo nos mecanismos fisiológicos e defesa antioxidante em cana-
    de-açúcar sob deficiência hídrica na fase vegetativa. O experimento foi realizado no Campus
    de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo, Alagoas,
    em casa de vegetação. Foi utilizada a cultivar de cana-de-açúcar RB92579. O estudo
    compreendeu a combinação dos fatores concentrações do hormônio 24-Epibrassinolídeo (24-
    EpiBL, 0; 0,25; 0,50; 0,75; 1,00 e 1,25 mg L -1 ) e regime hídrico (RH), de acordo com a água
    disponível (AD): controle (100-80% de AD) e estresse hídrico (30-10% de AD). O
    delineamento foi em blocos ao acaso, em arranjo fatorial 6 x 2 com cinco repetições,
    totalizando 60 parcelas. A aplicação do hormônio deu-se em cinco épocas, no intervalo de
    quatorze dias, com início aos 74 dias após o plantio (DAP) com a imposição do regime
    hídrico. Foram realizadas as análises fisiológicas e bioquímica sete dias após a última
    aplicação A deficiência hídrica causou reduções das atividades fisiológicas e bioquímicas das
    plantas, porém após as aplicações das doses intermediárias de 0,5 e 0,75 mg L -1 de 24-EpiBL,
    conseguiu atenuar os dados causados do estresse, através do melhor status hídrico foliar,
    maior acúmulo de pigmentos fotossintéticos, eficiência quântica efetiva do fotossistema II
    (Φ PSII ), desempenho das trocas gasosas, atividade enzimáticas e ajuste osmótico, assim
    melhorou o grau de tolerância ao déficit hídrico.


  • Mostrar Abstract
  • Sugarcane is a crop of great economic importance, used in the production of food, ethanol and
    energy. Water deficit is one of the main factors that limit the productivity of this crop
    worldwide. A new strategy in the agricultural scenario has been gaining emphasis to minimize
    the effects of abiotic stresses on cultivated plants, through the exogenous application of plant
    growth regulators, such as brassinosteroid, a 24-Epibrassinolide analogue. Therefore, the
    objective of this work was to evaluate the exogenous action of 24-epibrassinolide in the
    physiological mechanisms and antioxidant defense in sugarcane under water deficit in the
    vegetative phase. The experiment was carried out at the Campus of Engineering and
    Agricultural Sciences of the Federal University of Alagoas, Rio Largo, Alagoas, in a
    greenhouse. The sugarcane cultivar RB92579 was used. The study comprised the combination
    of factors concentrations of the hormone 24-Epibrassinolide (24-EpiBL, 0; 0.25; 0.50; 0.75;
    1.00 and 1.25 mg L-1) and water regimen (RH) , according to water available (AW): control
    (100-80% AW) and water stress (30-10% AW). The design was a randomized blocks, in a 6 x
    2 factorial arrangement with five replications, totaling 60 plots. The hormone was applied in
    five periods, within a fourteen-day interval, starting 74 days after planting (DAP) with the
    imposition of the water regime. Physiological and biochemical analyzes were carried out
    seven days after the last application. Water deficit caused reductions in the physiological and
    biochemical activities of the plants, but after the applications of intermediate doses of 0.5 and
    0.75 mg L -1 , it managed to attenuate the data caused by stress, through better leaf water status,
    greater accumulation of photosynthetic pigments, effective quantum efficiency of
    photosystem II (ΦPSII), gas exchange performance, enzymatic activity and

5
  • DAVID JAVIER MATUZ ZARATE
  • PROPAGAÇÃO SEXUADA E USO DA CIANAMIDA
    HIDROGENADA ASSOCIADA À DESFLOHA NA INDUÇÃO
    AO FLORESCIMENTO DE Annona macroprophyllata Donn. Sm.

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • IEDO TEODORO
  • JOSE DAILSON SILVA DE OLIVEIRA
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • TACIANA DE LIMA SALVADOR
  • Data: 22/12/2022

  • Mostrar Resumo
  • As anonáceas compreendem de aproximadamente 50 gêneros dos
    quais, Annona, Duguetia e Asimina, produzem frutos comestíveis, e os
    dois primeiros são de importância comercial. A maioria das espécies
    de Annona tem registros em diferentes regiões da América do Sul e
    América central. A Annona macroprophyllata Donn (papausa), espécie
    que produz frutos comestíveis com exploração comercial, é encontrada
    na região sudeste de México e na Guatemala. A maior demanda desse
    fruto é in natura, e fatores como o grau de maturidade na época da
    colheita, a incidência de podridões e alto metabolismo pós-colheita,
    limitam significativamente sua vida de prateleira sob condições
    ambientais. As mudas da papausa são produzidas de sementes, mas
    não é recomendado por apresentar baixa porcentagem germinação. A
    baixa germinação das sementes ocorre pela impermeabilidade e
    dormência, características germinativas das sementes que as protegem
    e fornecem condições de sobrevivência para seu estabelecimento e
    desenvolvimento em épocas inadequadas. Conhecer o substrato é
    muito importante e indispensável para a germinação das sementes já
    que as propriedades físicas como retenção de água, porosidade,
    aeração e temperatura podem ajudar a uma germinação uniforme.
    Além disso, a papausa tem características morfológicas e fisiológicas
    de forma semelhantes aquelas espécies adaptadas a regiões dos
    trópicos secos sob condições limitantes de umidade ambiental e do
    solo. O hábito de crescimento caducifólio constitui um dos aspectos
    fenológicos mais destacados desta anonácea, que lhe permite evitar
    períodos prolongados de estresse hídrico, crescer e frutificar em 

    condições secas, sem nenhum tipo de manejo. A fenologia da planta é
    regida diretamente pela flutuação da temperatura e disponibilidade de
    água, sendo que a maior taxa de crescimento ocorre durante a estação
    chuvosa (maio-setembro), enquanto a estação de menor atividade
    vegetativa coincide com a diminuição das temperaturas e umidade do
    solo (dezembro-março). Para a germinação das sementes, o objetivo
    foi obter o melhor substrato para uma germinação uniforme das
    sementes de papausa da variedade Branca e Rosa e, para a indução a
    floração da papausa, foi avaliar a concentração de cianamida
    hidrogenada associada a poda e desfolha dos ramos. O substrato
    vermiculita© fina proporcionou melhor resposta no processo
    germinativo das sementes, com 80% de germinação para variedade
    Branca e 48% de germinação para a variedade Rosa. O substrato
    Bioplant® apresentou menores valores de germinação (8% e 6%) para
    as mesmas variedades. O substrato vermiculita © apresenta as
    melhores propriedades físicas para a germinação das sementes dessa
    espécie, após a superação da dormência. Na indução de brotações com
    o uso de cianamida hidrogenada associada poda e desfolha dos ramos,
    os melhores resultados foram na concentração de 0,50% para a indução
    de gemas vegetativas e 1% para a indução de gemas florais.


  • Mostrar Abstract
  • The Annonaceae family comprises approximately 50 genera where,
    Annona, Duguetia and Asimina, produce edible fruits with some
    commercial importance. Most of the Annona species are found in
    South America and Central America. In the southeast region of Mexico
    and in Guatemala we find the papausa (Annona macroprophyllata
    Donn.). The highest demand for this fruit is in natura, and that factors
    such as maturity status by harvest time, incidence of rot and high
    metabolism significantly limit its shelf life under environmental
    conditions. The propagation of papausa is usually done in a sexual way
    through seeds, but it is not recommended because it presents low seed
    germination by impermeability and dormancy that protect them and
    provide survival conditions for their establishment and development in
    inappropriate times. Knowing the substrate is very important and
    indispensable for seed germination since physical properties such as
    water retention, porosity, aeration and temperature can help uniform
    germination. In addition, papausa has morphological and physiological
    characteristics similar to those species adapted to regions of the dry
    tropics under limiting conditions of environmental and soil moisture.
    The habit of deciduous growth is one of the most outstanding
    phenological aspects of this annoaceous, which allows it to avoid
    prolonged periods of water stress, grow and fructify on dry conditions
    without any type of management. Plant phenology is directly governed
    by temperature fluctuation and water availability, and the highest 

    growth rate occurs during the rainy season (May-September), while the
    season of lower vegetative activity coincides with the decrease in soil
    temperatures and humidity (December-March). For seed germination,
    the objective was to obtain the best substrate for a uniform germination
    of papausa seeds of the white and pink variety and, for induction of
    papausa flowering, was to evaluate the effect of hydrogenated
    cyanamide at different concentrations associated with defoliation. For
    seed germination, the best substrate was medium granules vermiculite,
    presenting 80% germination in the white variety and 48% in the pink
    variety. The commercial substrate Bioplant showed a low germination
    of 8% and 6% in the varieties, thus indicating that the vermiculate of
    medium granules presents the best physical properties for a good
    germination of this Annona without the use of any chemical. In the
    floral induction with the use of hydrogenated cyanamide associated
    with defoliation, the best result presented with the concentration of
    0.50% for the induction of vegetable buds and 1% for the induction of
    floral buds.

2021
Dissertações
1
  • CARLOS HENRIQUE DE CASTRO NOGUEIRA
  • Acúmulo de nutrientes, produção e qualidade do caldo de três variedades de cana-de-açúcar nos ciclos de cana-planta, primeira, segunda e terceira rebrotas

  • Orientador : MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • MAURO WAGNER DE OLIVEIRA
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • TEREZINHA BEZERRA ALBINO OLIVEIRA
  • REINALDO DE ALENCAR PAES
  • VINICIUS SANTOS GOMES DA SILVA
  • Data: 10/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • Avaliaram-se nos ciclos de cana-planta, primeira, segunda e terceira rebrotas o estado nutricional, a produção de colmos industrializáveis, qualidade do caldo e o acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio pela RB961552 e RB98710, comparativamente a RB92579, variedade padrão. O estudo foi conduzido no ambiente edafoclimático de Anadia, Agreste alagoano, em latossolo amarelo distrófico. Plantaram-se as três variedades de cana-de-açúcar usando o delineamento estatístico de blocos ao acaso, com cinco repetições. A adubação química aplicada no fundo do sulco de plantio foi de 500 kg por hectare de 09-14-22. As parcelas foram constituídas de sete sulcos de oito metros de comprimento. A densidade de plantio foi de 18 gemas por metro de sulco, usando-se mudas de cana com oito meses de idade. Após o plantio, aplicou-se herbicida pré-emergente para o controle de plantas daninhas. Na fase de crescimento máximo da cana foram coletadas amostras de folhas para avaliação do estado nutricional.  Em dezembro do ano subsequente ao plantio, realizou-se o corte da cana-de-açúcar, avaliando-se a produção de colmos industrializáveis e a qualidade do caldo. Após a colheita da cana-planta, realizou-se a adubação da primeira rebrota, aplicando-se dose equivalente a 500 kg do adubo 20-05-20 por hectare, com distribuição manual do fertilizante. Em dezembro do ano subsequente do corte da cana-planta, realizou-se o corte da primeira rebrota, avaliando-se novamente a produção de colmos industrializáveis e a qualidade do caldo. Após o corte da primeira rebrota adubou-se a segunda rebrota com 500 kg do adubo 20-05-20 por hectare. Após o corte da segunda rebrota adubou-se a terceira rebrota com 500 kg do adubo 20-05-20 por hectare. Tanto na cana da primeira rebrota quanto na de segunda e terceira rebrotas foram adotados os mesmos procedimentos utilizados na cana-planta, para avaliação de colmos industrializáveis e a qualidade do caldo. Os dados obtidos foram submetidos a análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knot a 5% de probabilidade. Em todos os ciclos houve diferença entre as variedades quanto aos teores de nutrientes no limbo foliar, mas nenhuma das três variedades destacou-se generalizadamente para todos os nutrientes. Apenas para o cálcio, magnésio, boro, ferro e zinco constataram-se teores foliares adequados para todas as variedades, em todos os quatro ciclos. Ocorreu deficiência nutricional generalizada para os teores de cobre e em nenhum ciclo ou variedade, os teores atingiram 6,0 mg por kg de matéria seca de limbo foliar, teor mínimo de suficiência. Para o manganês as plantas apresentaram teores suficientes apenas na segunda rebrota. Para os ciclos os teores foliares de manganês estiverem bem abaixo do limite mínimo de suficiência: 25 mg por kg de matéria seca de limbo foliar. Constatou-se efeito de variedade e de ciclos sobre a produção de colmos industrializáveis, ocorrendo decréscimo de produtividade ao longo do estudo. A quantidade total de colmos industrializáveis produzidos pelo RB92579, nos quatro ciclos, foi de 374 t por hectare. Comparativamente à RB92579, a produção de colmos da RB961552 e da RB98710 foi de 93,6 e 86,6%, respectivamente. Verificaram-se efeito de variedade para a produção de açúcares recuperáveis, sólidos solúveis, sacarose aparente nos colmos e fibra, entretanto o percentual de pureza do caldo não foi influenciado por variedade. Houve efeito de ciclo para TCH, ATR por t de colmos, ATR por hectare, sacarose aparente nos colmos, pureza do caldo e porcentagem de fibra nos colmos. O total de açúcares recuperáveis produzidos pelo RB92579, nos quatro ciclos, foi de 52,58 t por hectare, mas a produção de açúcares recuperáveis da RB961552 e a RB98710 foi de 87% da RB92579. Nos quatro ciclos, a remoção de nutrientes pela cana foi muito grande, atingindo valores médios de aproximadamente 400 kg de nitrogênio, 65 kg de fósforo e 600 kg de potássio por hectare.


  • Mostrar Abstract
  • In the cane-plant cycles, the first, second and third regrowths were evaluated for nutritional status, production of industrialized stalks, juice quality and the accumulation of nitrogen, phosphorus and potassium by RB961552 and RB98710, compared to RB92579, standard variety. The study was conducted in the edaphoclimatic environment of Anadia, Agreste Alagoas, in a dystrophic yellow latosol. The three varieties of sugarcane were planted using a randomized block design with five replications. The chemical fertilizer applied to the bottom of the planting furrow was 500 kg per hectare from 09-14-22. The plots consisted of seven eight-meter-long ridges. The planting density was 18 buds per meter of furrow, using eight-month-old cane seedlings. After planting, pre-emergent herbicide was applied for weed control. In the phase of maximum cane growth, leaf samples were collected to assess nutritional status. In December of the year following planting, sugar cane was cut, evaluating the production of industrialized stalks and the quality of the juice. After the harvest of the sugarcane plant, the first regrowth was fertilized, applying a dose equivalent to 500 kg of the 20-05-20 fertilizer per hectare, with manual fertilizer distribution. In December of the subsequent year of the cut of the cane-plant, the first regrowth was cut, again evaluating the production of industrialized stalks and the quality of the juice. After the first regrowth was cut, the second regrowth was fertilized with 500 kg of fertilizer 20-05-20 per hectare. After cutting the second sprout, the third sprout was fertilized with 500 kg of fertilizer 20-05-20 per hectare. Both in the cane of the first regrowth and in the second and third regrowth, the same procedures used in the cane plant were adopted, for the evaluation of industrialized culms and the quality of the juice. The data obtained were subjected to analysis of variance and the means compared by the Scott-Knot test at 5% probability. In all cycles there was a difference between the varieties regarding the levels of nutrients in the leaf blade, but none of the three varieties stood out in general for all nutrients. Only for calcium, magnesium, boron, iron and zinc, leaf levels were found to be adequate for all varieties, in all four cycles. There was a generalized nutritional deficiency for copper levels and in no cycle or variety, the levels reached 6.0 mg per kg of dry matter of leaf blade, minimum content of sufficiency. For manganese, the plants showed sufficient levels only in the second regrowth. For the cycles, the manganese leaf contents are well below the minimum sufficiency limit: 25 mg per kg of dry leaf limb material. There was an effect of variety and cycles on the production of industrialized stalks, with a decrease in productivity throughout the study. The total amount of industrialized stalks produced by RB92579, in the four cycles, was 374 t per hectare. Compared to RB92579, the stalk production of RB961552 and RB98710 was 93.6 and 86.6%, respectively. There was a variety effect for the production of recoverable sugars, soluble solids, apparent sucrose in stalks and fiber, however the percentage of purity of the juice was not influenced by variety. There was a cycle effect for TCH, ATR per t of stalks, ATR per hectare, apparent sucrose in stalks, broth purity and percentage of fiber in stalks. The total recoverable sugars produced by RB92579, in the four cycles, was 52.58 t per hectare, but the production of recoverable sugars by RB961552 and RB98710 was 87% of RB92579. In the four cycles, the removal of nutrients by the cane was very large, reaching average values of approximately 400 kg of nitrogen, 65 kg of phosphorus and 600 kg of potassium per hectare.

2
  • ANDRE LUCAS JANUARIO SILVA
  • 24-EPIBRASSINOLÍDEO ATENUA O ESTRESSE HÍDRICO EM PLANTAS DE SOJA NA FASE DE CRESCIMENTO VEGETATIVO

  • Orientador : VILMA MARQUES FERREIRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • SEBASTIAO DE OLIVEIRA MAIA JUNIOR
  • Data: 23/02/2021

  • Mostrar Resumo
  • A soja é uma cultura de grande importância econômica mundial, utilizada na alimentação humana e animal, e também para a produção de biocombustível. O déficit hídrico é o principal fator limitante para a produtividade dessa cultura no mundo. Alternativas para minimizar os impactos do déficit hídrico em plantas envolvem a aplicação de biorreguladores vegetais, dentre os quais, destacam-se os Brassinosteróides.  Em razão disso, este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência do biorregulador 24-epibrassinolídeo em plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill), submetidas a estresse por déficit hídrico. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, no esquema fatorial 2x2, com 8 repetições. Os tratamentos consistiram em aplicação ou não do hormônio na concentração de 0,1 mg/L, bem como presença ou ausência de estresse hídrico. As sementes de soja da cv. IMA 84114 RR foram semeadas e a aplicação do biorregulador foi realizada aos 12 dias após semeadura, com posteriores aplicações a cada 5 dias. O experimento foi realizado na fase vegetativa, e a supressão hídrica foi imposta ao vigésimo sétimo dia após plantio (DAP). O período máximo de deficiência hídrica foi determinado pelo murchamento das plantas de soja, seguidos pela reidratação. Os dados dos parâmetros avaliados no experimento foram submetidos às análises de variâncias a 0.1, 1 e 5% de probabilidade pelo teste F, e, quando observada diferença estatística significativa, empregou-se o Teste de Tukey para a comparação das médias. As trocas gasosas, o status hídrico, a fluorescência das clorofilas, os atributos morfológicos e os componentes de produção da soja foram afetados pelo déficit hídrico. Porém, o 24-EPiBL atenuou as interferências negativas provocadas pela deficiência hídrica nesses parâmetros. Dessa maneira, a aplicação foliar do 24-epibrassinolídeo na fase vegetativa alivia os efeitos prejudiciais do déficit hídrico nas trocas gasosas, melhora o status hídrico da planta, bem como auxilia na manutenção dos pigmentos fotossintéticos, reduzindo os danos causados pelo déficit hídrico ao aparelho fotossintético. Além disso, após a reidratação das plantas, o 24-Epibrassinolídeo melhora o crescimento, o desenvolvimento e consequentemente a produtividade da cultura da soja.


  • Mostrar Abstract
  • Soybean is a crop of great economic importance worldwide, used in human and animal food, and also for the production of biofuel. The water deficit is the main limiting factor for the productivity of this crop in the world. Alternatives to minimize the impacts of the water deficit on plants involve the application of plant bio-regulators, among which are the Brassinosteroids.  Because of this, this work aimed to evaluate the efficiency of the 24-epibrassinolide bioregulator in soybean plants (Glycine max (L.) Merrill), submitted to stress by water deficit. The experiment was conducted in a 2x2 factorial scheme, with 8 repetitions. The treatments consisted in the application or not of the hormone at a concentration of 0.1 mg/L, as well as the presence or absence of hydric stress. The soybean seeds of IMA 84114 RR were sown and the application of the bioregulator was performed at 12 days after sowing, with subsequent applications every 5 days. The experiment was carried out in the vegetative phase, and the hydric suppression was imposed on the 27th day after planting (DAP). The maximum period of water deficiency was determined by the withering of the soybean plants, followed by rehydration. The data of the parameters evaluated in the experiment were submitted to the analysis of variances at 0.1, 1 and 5% probability by the F test, and when a statistically significant difference was observed, the Tukey Test was used to compare the means. Gas exchange, water status, chlorophyll fluorescence, morphological attributes and soy production components were affected by the water deficit. However, the 24-EPiBL attenuated the negative interferences caused by water deficiency in these parameters. Thus, the foliar application of 24-epibrassinolide in the vegetative phase alleviates the harmful effects of water deficit on gas exchange, improves the water status of the plant, as well as helps in the maintenance of photosynthetic pigments, reducing the damage caused by water deficit to the photosynthetic apparatus. Furthermore, after the rehydration of the plants, the 24-Epibrassinolide improves the growth, development and consequently the productivity of the soybean crop.

3
  • ANDRESSA CRISTINA RIBEIRO ASSUNÇÃO
  • Crescimento de Cyperus sesquiflorus (Torr.) Mattf. & Kük. e a relação entre o tempo de cultivo, rendimento e composição química do seu óleo essencial

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • MARIA GABRIELA LÓPEZ
  • EMMANOEL VILAÇA COSTA
  • Data: 26/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • RESUMO GERAL Cyperus sesquiflorus (Torr.) Mattf. & Kük.), conhecida popularmente como capim cheiroso é uma espécie ruderal, popularmente utilizada para fins medicinais, produtora de óleo essencial com propriedades e usos pouco conhecidos. Nesse contexto, o objetivo do atual trabalho foi definir o perfil químico e maior rendimento de óleo essencial dessa espécie. Para tal, verificou-se o estado do material vegetal em que o rendimento de Cyperus sesquiflorus foi maior, verificando-se alterações no seu perfil químico. A espécie também foi submetida ao cultivo a fim de conhecer-se o seu crescimento e a produção de óleo essencial em função dos dias após o transplantio. As plantas foram coletadas e cultivadas no Campus de Engenharias e Ciências Agrárias da Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo-AL. Foram feitas 15 avaliações periódicas de crescimento, determinando-se: altura da parte aérea, comprimento radicular, diâmetro do colmo, massa fresca e seca total, da parte aérea e das raízes. Realizouse a contagem do número de folhas vivas, de inflorescências e de perfilhos vivos e mortos. O óleo essencial foi obtido por Hidrodestilação em aparelho Clevenger e analisado por Cromatografia Gasosa-Espectrometria de Massas. Os resultados encontrados revelaram diferenças significativas no rendimento de óleo essencial entre plantas frescas (0,14%) e plantas desidratadas (0,097%). O DAT 28 foi o melhor tratamento para obtenção de maior altura de folhas (30 cm). Os DAT 0, 6, 17, 22, 28 e 34 foram os melhores para colmo, com diâmetro de 3,0 mm. O número de folhas inicial (9) diminuiu ao longo dos tratamentos, sendo 0, 6, 17, 22, 28 e 34 DAT os melhores para obtenção de plantas entre 6 e 7,5 folhas. O comprimento radicular quase duplicou do DAT 0 ao DAT 34, atingindo 15 cm, sem diferir dos 22 e 28 DAT. Os tratamentos 0, 6 e 17 DAT forneceram plantas com menor número de inflorescências, cujo máximo foi obtido no DAT 90. Este tratamento também forneceu o maior número de perfilhos e o maior peso de matéria seca total. A alocação de biomassa foi maior nas raízes nos DAT 6, 76 e 90 e o único tratamento com maior alocação de biomassa na parte aérea foi o DAT 61. O perfil químico é composto principalmente por Aristoloqueno, Valenceno, Miltail-4(12)-eno e β-Elemeno e o majoritário não foi identificado. Houve alterações qualitativas e quantitativas no óleo essencial de plantas frescas, desidratadas e em função dos DAT. Por fim, concluiu-se que o trabalho forneceu informações que subsidiarão novas investigações sobre a espécie. 


  • Mostrar Abstract
  • GENERAL ABSTRACT Cyperus sesquiflorus (Torr.) Mattf. & Kük.), Popularly known as fragrant grass is a ruderal species, popularly used for medicinal purposes, producing essential oil with little known properties and uses. In this context, the objective of the current work was to define the chemical profile and higher yield of essential oil of this species. For this, it was verified the state of the plant material in which the Cyperus sesquiflorus yield was higher, with changes in its chemical profile. The species was also submitted to cultivation in order to know its growth and the production of essential oil depending on the days after transplanting. The plants were collected and cultivated at the Agricultural Engineering and Sciences Campus of the Federal University of Alagoas, Rio Largo-AL. Fifteen periodic growth assessments were performed, determining: shoot height, root length, stem diameter, total fresh and dry mass, shoot and roots. The number of live leaves, inflorescences and live and dead tillers was counted. The essential oil was obtained by Hydrodistillation in Clevenger apparatus and analyzed by Gas Chromatography-Mass Spectrometry. The results found revealed significant differences in the essential oil yield between fresh plants (0.14%) and dehydrated plants (0.097%). DAT 28 was the best treatment for obtaining greater leaf height (30 cm). DAT 0, 6, 17, 22, 28 and 34 were the best for thatch, with a diameter of 3.0 mm. The initial number of leaves (9) decreased during the treatments, with 0, 6, 17, 22, 28 and 34 DAT being the best for obtaining plants between 6 and 7.5 leaves. The root length almost doubled from DAT 0 to DAT 34, reaching 15 cm, without differing from 22 and 28 DAT. Treatments 0, 6 and 17 DAT provided plants with the lowest number of inflorescences, the maximum of which was obtained in DAT 90. This treatment also provided the largest number of tillers and the highest weight of total dry matter. The biomass allocation was higher in the roots in DAT 6, 76 and 90 and the only treatment with higher biomass allocation in the aerial part was DAT 61. The chemical profile is composed mainly of Aristoloquene, Valenceno, Miltail-4 (12) - eno and β-Elemeno and the majority was not identified. There were qualitative and quantitative changes in the essential oil of fresh, dehydrated plants and depending on the DAT. Finally, it was concluded that the work provided information that will support further investigations about the species. 

4
  • ALLANA CAROLINE IDALINO DOS SANTOS
  • MICROPROPAGAÇÃO E CALOGÊNESE EM TECIDOS EMBRIONÁRIOS DE FEIJÃO-FAVA (Phaseolus lunatos L.) VAR. BRANCA

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CIBELE MERCHED GALLO
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • Data: 30/03/2021

  • Mostrar Resumo
  • O feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) é uma planta trepadeira da família Fabaceae, considerada a segunda espécie mais importante do seu gênero. Tem sido considerado uma fonte de renda e alternativa alimentar para parte da população da região Nordeste do Brasil, onde é muito consumida. No entanto, existem poucos estudos sobre a genética e melhoramento do feijão-fava, sendo os estudos de cultivo in vitro de extrema importância para a compreensão genética da cultura, tendo em vista a obtenção de novas variedades. O objetivo deste trabalho foi estabelecer protocolos iniciais de introdução, estabelecimento e multiplicação in vitro de fava branca (P. lunatus L.) e induzir calos em tecidos embrionários com vistas a futuros estudos de suspensões celulares para organogênese e embriogênse somática da espécie. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Biotecnologia Vegetal (BIOVEG) do CECA/UFAL. Sementes de feijão-fava (P. lunantus L.) foram obtidas diretamente do produtor rural na feira livre do município de São Miguel dos Campos – Alagoas. Após a classificação, limpeza e desinfestação das sementes, os embriões foram extraídos das sementes em câmara de fluxo laminar com auxílio de pinças e bisturis. Os embriões excisados foram transferidos para meio de cultura MS com diferentes combinações de benzilaminopurina (BAP) e ácido indolbutírico (AIB).  Avaliou-se o crescimento e a multiplicação dos explantes nas diferentes combinações propostas durante 60 dias em cultivo.  Em um segundo experimento avaliou-se a indução de calos em embriões zigóticos submetidos a diferentes concentrações de 2,4 D em condições de claro e escuro. Os resultados obtidos mostraram que as maiores concentrações de BAP (1,0 e 2,0 mgL-1) foram capazes de multiplicar em até mais de 10 vezes o número de brotos da testemunha (sem BAP). O uso de 0,5 mgL-1de AIB foi capaz de induzir raízes adventícias apenas nos explantes com pouco (0,5 mgL-1) ou nenhum BAP, indicando para um sistema de micropropagação em duas etapas distintas – multiplicação e enraizamento. Todas as concentrações de 2,4 D utilizadas (10, 20, 30, 40 e 50 mgL-1) induziram rapidamente uma boa massa de calos apenas nos explantes que ficaram no escuro, mas não nos explantes em ambiente iluminado. A micropropagação e a calogênese em fava branca poderão servir de importantes ferramentas no melhoramento genético e transformação da espécie.


  • Mostrar Abstract
  • Lima bean (Phaseolus lunatus L.) is a climbing plant in the Fabaceae family, considered a second most important species of its genus. It has been considered a source of income and alternative food for part of the population of the Northeast Brazil, where it is widely consumed. However, there are few studies on the genetics and improvement of lima beans, and in vitro cultivation studies are extremely important for the genetic understanding of the culture, with a view to obtaining new varieties. The objective of this work was to establish initial protocols for the introduction, establishment and in vitro multiplication of white lima beans (P. lunatus L.) and to induce calluses in embryonic tissues with a view to future studies of cell suspensions for organogenesis and somatic embryogenesis of the species. The work was conducted at the Plant Biotechnology Laboratory (BIOVEG) of CECA / UFAL. Seeds of lima beans (P. lunantus L.)  cv. Branca were obtained from rural producers in a open market in the municipality of São Miguel dos Campos - Alagoas. After sorting, cleaning and disinfesting seeds, the embryos were extracted in a laminar flow chamber with the aid of tweezers and scalpels. The excised embryos were transferred to MS culture medium with different concentrations of benzylaminopurine (BAP) and indole butyric acid (AIB). Growth and multiplication of the explants were evaluated during 60 days in cultivation. In a second experiment, callus induction in zygotic embryos was evaluated for different 2.4 D concentrations in light and dark conditions. The results showed that the highest concentrations of BAP (1.0 and 2.0 mgL-1) were able to multiply up to more than 10 times the number of shoots of the control (without BAP). The use of 0.5 mgL-1 of IBA was able to induce adventitious roots only in explants with little (0.5 mgL-1) or no BAP, indicating for a micropropagation system in two distinct stages - multiplication and rooting. All of the 2.4 D concentrations used (10, 20, 30, 40 and 50 mgL-1) readily induced a good mass of callus only in explants that were kept in the dark, but not in explants kept in a lighted environment. This work showed that micropropagation and callogenesis lima bean cv. Branca will serve as important tools in the genetic improvement and transformation of the species.

5
  • SANIEL CARLOS DOS SANTOS
  • EMISSÕES DE GASES DO EFEITO ESTUFA E ESTOQUE DE CARBONO NO SOLO EM CENÁRIOS DE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E USO DA TERRA NA BACIA ESTENDIDA DO RIO SÃO FRANCISCO

  • Orientador : STOÉCIO MALTA FERREIRA MAIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EDUARDO DELGADO ASSAD
  • ANDRE LUIZ DE CARVALHO
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • STOÉCIO MALTA FERREIRA MAIA
  • Data: 27/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • As emissões de gases do efeito estufa (GEE) são os principais agentes das mudanças climáticas e provém principalmente de atividades associadas ao uso de combustíveis fósseis, a agropecuária e da mudança de uso da terra. Com isso, o solo, por ser o principal reservatório terrestre de carbono orgânico, tornou-se uma importante base para pesquisas sendo sugerido como um potencial dreno para o C atmosférico. Estudos que realizem as estimativas de emissões de GEE e alterações de C no solo são de fundamental importância para auxiliar com eficiência o uso da terra. O objetivo deste trabalho foi estimar as emissões de gases do efeito estufa para o setor agropecuário e as mudanças nos estoques de C do solo devido às mudanças de uso da terra em diferentes períodos e cenários futuros de mudanças climáticas na Bacia Estendida do Rio São Francisco (BESF). As estimativas de emissões de GEE para o setor agropecuário na BESF para o período de 2005 a 2017 foram baseadas nas metodologias empregadas no Guia para Inventários Nacionais de Gases do Efeito Estufa do Painel Internacional sobre Mudanças Climáticas e os relatórios referências da Quarta Comunicação Nacional do Brasil à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, utilizando dados obtidos dos censos agropecuários. Além disso, as estimativas de emissões em períodos futuros foram realizadas com dados de produtividade simulados pelo modelo climatológico ETA HadGEM2-ES CIMIP5. As estimativas das alterações nos estoques de C do solo para os períodos 1985 a 2005, 1997 a 2017 e 1985 a 2017 foram realizadas considerando a associação entre a região da BESF e as classes agregadas por sistema de uso e manejo do solo baseadas na metodologia descrita pelo IPCC, por meio de técnicas de geoprocessamento utilizando a combinação dos dados de carbono de referência, classes de uso da terra e fatores de emissão específicos dos sistemas de manejo. A população animal na BESF em 2017 foi de 106,06 milhões de cabeças e produção total das principais culturas analizadas de 33,64 milhões de toneladas. As emissões do setor agropecuária totalizaram 36.946,26 Gg CO2eq em 2017, com maior contribuição atribuída ao subsetor Fermentação Entérica com emissão estimada em 21.714,63 Gg CO2eq em 2017. Para o período de 2041-50 estima-se emissão equivalente a 44906,98 Gg CO2eq do setor agropecuária na região da BESF. O uso e cobertura da terra por atividades antrópicas e corpos hídricos ocupam 41,1% da área total da BESF. A mudança nos estoques de carbono orgânico do solo na BESF durante todo período analisado que compreende de 1985 a 2017, resultaram em um aumento de 0,72 Mt C ano-1, com taxa média de 0,12 t C ha-1 ano-1. A atividade agropecuária na BESF cresceu ao longo dos anos, com tendência de alterações na população animal e no ganho de produtividade média das culturas agrícolas diante dos cenários de mudanças climáticas futuras, com preocupante aumento nas emissões de GEE, sendo o solo um potencial sistema mitigador de C por meio de adoção de manejos conservacionistas.


  • Mostrar Abstract
  • Greenhouse gas (GHG) emissions are the main agents of climate change and come mainly from activities associated with the use of fossil fuels, agriculture and land use change. With this, the soil, being the main terrestrial reservoir of organic carbon, has become an important base for research and has been suggested as a potential drain for atmospheric C. Studies that carry out estimates of GHG emissions and C changes in the soil are of fundamental importance to efficiently assist land use. The objective of this study was to estimate greenhouse gas emissions for the agricultural sector and changes in soil C stocks due to land use changes in different periods and future climate change scenarios in the São Francisco River Extended Basin (BESF). Estimates of GHG emissions for the Agricultural Sector at BESF for the period from 2005 to 2017 were based on the methodologies used in the Guide to National Greenhouse Gas Inventories of the International Panel on Climate Change and the reference reports of the Fourth National Communication of Brazil the United Nations Framework Convention on Climate Change, obtaining data from agricultural censuses. In addition, emissions estimates for future periods were performed with productivity data simulated by the climatological model ETA HadGEM2-ES CIMIP5. Estimates of changes in C stocks for the periods 1985 to 2005, 1997 to 2017 and 1985 to 2017 were made considering the association between the BESF region and the aggregated classes by land use and management system based on the methodology described by the IPCC , by means of geoprocessing techniques using the combination of reference carbon data, classes of land use and specific emission factors of the management systems. The animal population at BESF in 2017 was 106,06 million heads and total production of the main crops was 33,64 million tons. Emissions from the agricultural sector totaled 36.946,26 Gg CO2eq in 2017, with the largest contribution attributed to the Enteric Fermentation subsector with an estimated emission of 21.714,63 Gg CO2eq in 2017. For the period of 2041-50, an emission equivalent to 44.906,98 is estimated Gg CO2eq. The use and coverage of land by human activities and water bodies occupy 41.1% of the total area of BESF. The change in the stocks of organic carbon in the soil at BESF during the entire period analyzed, from 1985 to 2017, resulted in an increase of 0,72 Mt C year-1, with an average rate of 0,12 t C ha-1 year-1. Agricultural activity at BESF has grown over the years, with a tendency for changes in the animal population and in the gain in average productivity of agricultural crops in the face of future climate change scenarios, with a worrying increase in GHG emissions, with the soil being a potential mitigating system of C through the adoption of conservationist managements.

6
  • CARLOS HENRIQUE DE FARIAS TERTO
  • Rizóbios naturalmente estabelecidos em áreas da Caatinga com
    potencial de promover a produção vegetal de leguminosas

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • CICERO CARLOS DE SOUZA ALMEIDA
  • FLAVIA DE BARROS PRADO MOURA
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • Data: 27/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • A fixação biológica (FBN) é um processo de grande relevância para o
    desenvolvimento das plantas, sendo que de forma simbiótica torna-se
    um dos fenômenos naturais, biológico, sustentável e seguro para a
    planta. Contudo, é importante ressaltar que esta atividade tem grandes
    resultados quando a simbiose acontece com a família Fabaceae, tendo
    em vista que, são vegetais com um potencial simbiótico bem elevado
    quando nos referimos a sua relação com rizóbios. Pesquisas
    desenvolvidas com leguminosas e bactérias de solos da Caatinga torna-
    se um fator referencial para o melhor conhecimento e compreensão
    deste conteúdo que ainda é algo desconhecido, no que diz desrespeito á
    ecologia da Caatinga. O presente trabalho foi realizado com o objetivo
    de avaliar o potencial de nodulação de bactérias de solos da caatinga
    associadas aos nódulos de Vigna unguiculata. A pesquisa foi
    desenvolvida em duas etapas as quais foram nomeadas de experimento
    1 ( experimento de autenticação) e experimento 2 ( experimento de
    eficiência em campo). As bactérias utilizadas foram obtidas
    anteriormente a esta pesquisa, e encontram-se depositadas na coleção
    de cultura de microrganismo do Centro de Referência para
    Recuperação de Áreas Degradadas (CRAD-AL), localizado na
    Universidade Federal de Alagoas (UFAL-Campus Maceió). Os
    isolados foram submetidos à avaliação quanto a sua capacidade de
    formar simbiose com Vigna unguiculata, onde das 28 amostras da
    coleção utilizou-se 12 amostras. As bactérias foram selecionada de
    acordo com suas características fenotípicas. As 12 amostras de
    bactérias foram oriundas de Pão de Açúcar, Traipu, Delmiro Gouveia, 

    Olho D’Água do Casado. As sementes foram submetidas à
    desinfestação com álcool (70%) por um minuto, hipoclorito de sódio
    (2%) por três minutos e cinco lavagens sucessivas em água destilada
    estéril. Após este processo foi realizado o plantio tendo sido
    adicionado 100g de solo. O mesmo foi armazenado em vasos
    desinfestados com capacidade de 300 ml, onde foram adicionadas
    quatro sementes contendo areia autoclavada e vermiculita na
    proporcação de 2:1. 45 dias após a emergência houve a coleta das
    plantas, na ocasião foi determinada a presença e ausência de nódulos e
    número de nódulos por plantas. O delineamento experimental foi em
    blocos ao acaso com quatro repetições. Houve uma variação
    significativa na nodulação de Vigna Unguiculata, ao nível de 5% de
    probabilidade pelo teste de Tukey. Os solos de Pão de Açúcar e Olho
    D’Água do Casado proporcionaram maior nodulação comparada às
    bactérias oriundas de Delmiro Gouveia e Traipu. Para o experimento
    dois foram utilizadas sete amostras de bactérias. A escolha destas
    bactérias se deu após o resultado do experimento um, que permitiu
    detectar quais bactérias tiveram melhor desempenho. Sendo assim após
    os resultados do experimento um, foi possível utilizar as bactérias: uma
    de Pão de Açúcar, duas de Traipu, uma de Delmiro Gouveia, duas de
    Olho D’Água do Casado, um inoculante comercial BR3267 e um
    controle não inoculado. O experimento foi conduzido em uma área
    delimitada na própria Universidade Federal de Alagoas, UFAL-
    Campus Maceió. O delineamento adotado foi em blocos casualizados
    com treze parcelas e trezes repetições para cada inoculante. Após as
    avaliações citadas acima, a biomassa vegetal, raiz e nódulos, foram
    colocados para secar em estufa a 65ºC por 72 horas para a  obtenção da
    massa seca da parte aérea (MSPA), da raiz (MSR) e massa seca dos
    nódulos (MSN). Após a coleta dos dados foi possível perceber que
    toda as bactérias nodularam, sendo as de pão de açúcar, Delmiro
    Gouveia e Olho D’ Água do Casado tendo melhor desempenho,
    mesmo com a nodulação do controle.


  • Mostrar Abstract
  • The biological fixation FBN is a process of great relevance for the
    development of plants, and symbiotic it becomes one of the natural,
    biological, sustainable and safe phenomena for the plant, however it is
    important to emphasize that this activity has great results when the
    symbiosis happens with the Fabaceae family, considering that they are
    plants with a very high symbiotic potential when we refer to their
    relationship with rhizobia. Research carried out with legumes and
    bacteria from caatinga soils becomes a reference factor for better
    knowledge and understanding of this content, which is still something
    unknown, in that it disrespects the ecology of the caatinga. This study
    aimed to evaluate the nodulation potential of bacteria from caatinga
    soils associated with vigna unguiculata nodules. The research was
    developed in two stages which were named experiment 1
    (authentication experiment) and experiment 2 (field efficiency 

    experiment). The bacteria used were obtained prior to this research,
    and are deposited in the microorganism culture collection of the
    Reference Center for Recovery of Degraded Areas CRAD-AL, located
    at the Federal University of Alagoas (UFAL-Campus Maceió). The
    isolates were evaluated for their ability to form symbiosis with Vigna
    unguiculata, where 12 samples were used from the 28 samples of the
    collection. Bacteria were selected according to their phenotypic
    characteristics. The 12 bacterial samples were from Pão de Açúcar,
    Traipu, Delmiro Gouveia, and Olho D&#39;Água do Casado. The seeds
    were subjected to disinfestation with alcohol (70%) for one minute,
    sodium hypochlorite (2%) for three minutes and five successive
    washings in sterile distilled water. After this process, planting was
    carried out, with 100g of soil added. It was stored in disinfested vases
    with a capacity of 300 ml, where four seeds containing autoclaved
    sand and vermiculite in a 2:1 ratio were added. 45 days after
    emergence, plants were collected, at which time the presence and
    absence of nodules and number of nodules per plant was determined.
    The experimental design was in randomized blocks with four
    replications. There was a significant variation in the nodulation of
    Vigna Unguiculata, at the level of 5% probability by Tukey&#39;s test. The
    soils of Pão de Açúcar and Olho D&#39;Água do Casado provided greater
    nodulation compared to bacteria from Delmiro Gouveia and Traipu. In
    experiment two, seven bacterial samples were used. The choice of
    these bacteria took place after the result of experiment one, which
    allowed us to detect which bacteria had the best performance. Thus,
    after the results of experiment one, it was possible to use the bacteria:
    one from Pão de Açúcar, two from Traipu, one from Delmiro Gouveia,
    two from Olho D’Água do Casado and a commercial inoculant
    BR3267 and a non-inoculated control. The experiment was conducted
    in a delimited area at the Federal University of Alagoas, UFAL-
    Campus Maceió. The design adopted was a randomized block with
    thirteen plots and thirteen repetitions for each inoculant. After the
    evaluations mentioned above, the plant biomass, root and nodules were
    placed to dry in an oven at 65ºC for 72 hours to obtain the dry mass of
    the aerial part (MSPA), of the root (MSR) and dry mass of the nodules
    (MSN) . After collecting the data, it was possible to notice that all the
    bacteria nodulated, being the ones from Sugar Loaf, Delmiro Gouveia
    and Olho D Casa da Casa having better performance, even with the
    nodulation of the control.

7
  • JOICY LIMA BARBOSA
  • VARIAÇÕES DIURNAS NAS TROCAS GASOSAS, NA EFICIÊNCIA DO FOTOSSISTEMA II E NAS RESPOSTAS BIOQUÍMICAS DE TABEBUIA AUREA (BIGNONIACEAE) SUBMETIDA AO ESTRESSE POR ALAGAMENTO

  • Orientador : GILBERTO COSTA JUSTINO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLAUDIANA MOURA DOS SANTOS
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • LAURICIO ENDRES
  • Data: 31/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • As mudanças climáticas globais são responsáveis por grandes variações no regime de chuvas, aumentando a possibilidade de chuvas não uniformes e excessivas, ocasionando as inundações. Dessa forma, o estudo do comportamento fisiológico e bioquímico das plantas, frente a essas condições, pode ser considerado um relevante indicador ecológico das adaptações das espécies vegetais, bem como, amparar projetos de recuperação de áreas degradadas. Nesse sentido, objetivou-se avaliar as variações diurnas nas trocas gasosas e na eficiência do fotossistema II, bem como, analisar possíveis alterações bioquímicas em mudas de Tabebuia aurea submetidas ao estresse por alagamento. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC), com os tratamentos dispostos em um esquema fatorial (2 x 12), com cinco repetições. No primeiro fator avaliou-se os seguintes tratamentos hídricos: (1) controle, em que as plantas foram cultivadas sob capacidade de campo, sendo diariamente hidratadas, durante todo o experimento. E (2) alagado, em que as plantas foram submetidas ao alagamento do solo. E o segundo fator, a quantidade de medições realizadas nas plantas ao longo do dia (um total de 12 medições). O alagamento foi induzido em vasos inundados por uma lâmina de 2 a 3 cm de água acima do solo, e o experimento foi conduzido por um período de 10 dias. No primeiro dia, as plantas que receberam os tratamentos, foram alagadas simultaneamente. Esta mesma água, foi drenada ao sexto dia e a recuperação das plantas acompanhadas até o décimo dia. A coleta de dados foi realizada entre os horários de 6h00min da manhã às 17h30min da tarde, no primeiro, no sexto e no décimo dia de experimento, para as variáveis de trocas gasosas, e a eficiência máxima e efetiva do fotossistema II. Nos mesmos dias, o potencial hídrico e o índice de teor de clorofila foram determinados ao meio dia. No mesmo horário, um conjunto de folhas foram coletadas para determinação de pigmentos fotossintéticos e outro para análises posteriores de aminoácidos, proteínas, prolina e açúcares solúveis totais. No período estudado, os resultados obtidos denotam que o alagamento do solo reduziu as taxas fotossintéticas, condutância estomática, concentração intracelular de CO2, transpiração, eficiência no uso da água, eficiência máxima (FV/FM) e efetiva (Yield) do fotossistema II no sexto dia de experimento, porém, se recuperou após supressão do estresse, ao décimo dia. Além disso, no sexto dia de experimento foi constatado que o estresse por alagamento nas plantas de Tabebuia aurea reduziu significativamente os aminoácidos e aumentou os níveis de prolina e açúcares solúveis. Por fim, constatou-se que o alagamento não afetou de forma significativa o potencial hídrico foliar, índice Spad, proteínas, teores de clorofila a, clorofila b, clorofilas totais, razão clorofila a/b e carotenoides em plantas de Tabebuia aurea durante os períodos experimentais. Portanto, as respostas fisiológicas apresentadas pelas plantas de Tabebuia aurea indicam que a mesma pode sobreviver durante curtos períodos de alagamento do solo.


  • Mostrar Abstract
  • Global climate change is responsible for large variations in the rainfall regime, increasing the possibility of non-uniform and excessive rainfall, causing floods. Thus, the study of the physiological and biochemical behavior of plants under these conditions can be considered a relevant ecological indicator of the adaptations of plant species, as well as provide support for projects for the recovery of degraded areas. In this sense, the objective was to evaluate the diurnal variations in gas exchange and photosystem II efficiency, as well as to analyze possible biochemical alterations in Tabebuia aurea seedlings submitted to flooding stress. The experimental design used was completely randomized (CRD), with treatments arranged in a factorial scheme (2 x 12), with five replications. In the first factor, the following water treatments were evaluated: (1) control, in which the plants were cultivated under field capacity, being hydrated daily throughout the experiment. And (2) flooded, in which the plants were subjected to soil flooding. And in the second factor, the number of measurements performed on the plants throughout the day (a total of 12 measurements). Flooding was induced in pots flooded with a 2 to 3 cm layer of water above the ground, and the experiment was carried out for a period of 10 days. On the first day, the plants that received the treatments were flooded simultaneously. This same water was drained on the sixth day and the recovery of the plants monitored until the tenth day. Data collection was carried out between 06:00 am and 05:30 pm, on the first, sixth and tenth days of the experiment, for the gas exchange variables and the maximum quantum efficiency and effective quantum yield of photosystem II. On the same days, the water potential and the chlorophyll content index were determined at noon. At the same time, one set of leaves was collected for determination of photosynthetic pigments and a second set for further analysis of amino acids, proteins, proline and total soluble sugars. In the period studied, the results obtained showed that the soil flooding reduced the photosynthetic rates, stomatal conductance, intracellular concentration of CO2, transpiration, water use efficiency, maximum quantum efficiency (FV/FM) and effective quantum yield (ΦPSII) of photosystem II in the sixth day of the experiment. However, it recovered after stress suppression on the tenth day. Furthermore, on the sixth day of the experiment, it was found that flooding stress in Tabebuia aurea plants significantly reduced amino acids and increased levels of proline and soluble sugars. Finally, it was observed that flooding did not significantly affect leaf water potential, Spad index, proteins, chlorophyll a, chlorophyll b, total chlorophylls, chlorophyll a/b ratio and carotenoids in Tabebuia aurea plants during the experimental periods. Therefore, the physiological responses presented by Tabebuia aurea plants indicate that it can survive during short periods of soil flooding.

Teses
1
  • YESENIA MENDOZA GARCIA
  • CARACTERIZAÇÃO DE DIFERENTES ACESSOS DE Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg PELO PERFIL CROMATOGRÁFICO DE VOLÁTEIS

  • Orientador : EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • JÚLIO ONÉSIO FERREIRA MELO
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • RYCHARDSON ROCHA DE ARAUJO
  • Data: 19/05/2021

  • Mostrar Resumo
  • Resumo: O Brasil é considerado um dos maiores produtores mundiais de frutas, devido a sua grande extensão territorial e principalmente às favoráveis condições climáticas. Dentre as muitas espécies nativas existentes no Brasil, as Mirtáceas destacam-se por apresentar um elevado potencial econômico, como exemplo se tem a goiabeira (Psidium guajava), apreciada principalmente pelas características de seus frutos, os quais podem ser consumidos in natura quanto industrializados. No entanto, existem muitas outras espécies que também produzem frutos comestíveis, porém, pouco se sabe delas, como acontece com o Cambuí (Myrciaria floribunda (H. West ex Willd.) O. Berg), a qual é uma arvore nativa do Estado de Alagoas, distribuída nas áreas restingas, próximas a região litoral do estado. Os frutos desta espécie possuem poucos estudos que avaliam seu potencial químico e biológico. De forma geral, a aceitação pelas frutas que consumimos está relacionada principalmente às características sensoriais (sabor, odor, textura e aparência). Os frutos apresentam uma composição bastante complexa de constituintes voláteis, envolvidos diretamente na qualidade do aroma e sabor, apresentando impactos odoríferos distintos para o consumidor. Neste contexto, o presente estudo objetivou caracterizar diferentes acessos de Cambuí, com o fim de determinar suas características físico-químicas, assim como a composição química deles, através das técnicas de Microextração em fase solida (SPME) e Paper Spray/MS. Para tal, os frutos dos diferentes acesso (AC-67, AC-92, AC-153, AC-156, AC-157) foram coletados do Banco Ativo de Germoplasma de Cambuí (BAG – Cambuí), pertencente ao setor de Fruticultura do Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal de Alagoas (CECA/UFAL). Para a análise física dos frutos, foram utilizadas amostras de 128 frutos por acesso. Foi determinado o peso do fruto, peso da semente, peso da polpa, diâmetro longitudinal e transversal; as características físico-químicas, como o teor de sólidos solúveis, a acidez titulável, a relação SS/AT e o pH; e as variáveis químicas, como é a atividade antioxidante total e seus compostos fenólicos. Será avaliado ainda, o perfil volátil dos frutos por médio de Cromatografia gasosa-espectrometria de massas (GC-MS) através da técnica de Microextração em fase solida (SPME) e por último o perfil químico dos acessos através da espectrofotometria de massas aliado à fonte de Paper Spray. Com o anterior, é de esperar compostos que ajudem a caracterização dos diferentes acessos, tanto para suas características físico-químicas quanto para seu perfil volátil e químico, contribuindo assim para um maior conhecimento da espécie, pois como dito anteriormente, poucos são os estudos realizados. 

     

     


  • Mostrar Abstract
  • Among the many native botanic families existing in Brazil, the Mirtaceae stand out for having a high economic potential, however, few are the explored species, as is the case of rumberry (Myrciaria floribunda). It is a native tree to the State of Alagoas, distributed in restingas areas, close to the South coastal region of the state. The fruits of this species have few studies that assess their chemical and biological potential. In general, acceptance for the fruits we consume is mainly related to sensory characteristics (taste, odor, texture, consistency and appearance). Thus, the fruits present a very complex composition of volatile constituents, directly involved in the quality of the aroma and flavor, presenting distinct odorous impacts for the consumer. In this context, this work was divided into three chapters. Chapter I aimed to optimize the extraction conditions (time, temperature and agitation) by means of solid phase microextraction in headspace mode (HS-SPME) for the identification of volatile compounds (VOCs) from rumberry fruits (AC132). To this end, SPME fibers of polyacrylate (PA) and divinylbenzene / carboxen / polydimethylsiloxane (DVB / CAR / PDMS) were individually evaluated and compared. It was observed that the PA fiber had better performance, since it extracted a greater number of VOCs belonging to the class of hydrocarbon sesquiterpenes at temperatures above 85 ° C, for a time of 26 min and under agitation of 79 rpm. Chapter II aimed to characterize the fruits of different rumberry accessions differentiated by their orange (AC-67, AC-92, AC112, AC136, AC137, AC156), red (AC132, AC153) and purple (AC160) coloring and determine the volatile profile through the PA fiber through SPME-HS / GC-MS. For this, the fruit weight (PS), seed weight (PS), pulp weight (PP), number of seeds (NS), longitudinal (DL) and transversal (DT) diameter, shape, firmness, content was determined soluble solids, titratable acidity, ratio and pH. In general, rumberry fruits were characterized by being acidic. The orange-colored fruits (AC156) showed higher pulp yield, firmness (AC136), soluble solids (AC92) and ratio (AC137), while the red fruits were the ones with greater weight and dimensions (AC132), while the purple fruits presented low levels of titratable acidity (AC160). As for the volatile profile, the fruits present a greater number of VOCs belonging to the sesquiterpenes group, with an emphasis on the orange-colored fruits because they presented the compounds patchoulene (32.9%), α-longipinene (24.9%), karyophylene (21.6% to 49.3 %) and γ-selinene (11.3% to 16.3%) as major constituents. Finally, chapter III aimed to characterize the fruits of the nine accessions of rumberry in terms of their physico-chemical properties, phenolic compounds, antioxidant activity and analysis of fixed compounds through mass spectrometry (MS) with ionization by paper spray (PS). For the physicochemical analysis of the fruits, samples of 128 fruits per access were used. All accessions presented from one to two seeds per fruit. The AC132 and AC156 accessions showed larger fruits, while the AC137 accessions showed greater firmness and antioxidant activity (534.83 ± 137.68). The AC160 access fruits had a higher ratio and a higher total phenol content (279.01 ± 11.11). As for the chemical profile of the fruits, 32 compounds and 42 compounds in the negative ionization mode were identified in the positive ionization mode, thus highlighting the compounds belonging to the group of flavonoids. Therefore, the fruits of rumberry showed potential for their use as a functional food, since there were reports on the health benefits of bioactive compounds.

2
  • WEMERSON SAULO DA SILVA BARBOSA
  • CRESCIMENTO, DESENVOLVIMENTO E PRODUTIVIDADE DE CULTIVARES DE SOJA EM ALAGOAS

  • Orientador : GUILHERME BASTOS LYRA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • STOÉCIO MALTA FERREIRA MAIA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • MARCOS ALEX DOS SANTOS
  • ANTONIO DIAS SANTIAGO
  • IVOMBERG DOURADO MAGALHÃES
  • Data: 12/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • A agricultura no estado de Alagoas vem passando por uma transformação, o setor público-privado tem incentivado a diversificação de cultivos, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura criou-se uma Comissão de Grãos que firmou parceria com a Embrapa Tabuleiros Costeiros, Federação da Agricultura do Estado de Alagoas (FAEAL), Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). O cultivo de grãos na Zona da Mata Alagoana apresenta-se como uma alternativa promissora. Dentre os grãos a produção de soja, que atualmente é a commodity agrícola de maior importância do agronegócio brasileiro, vem crescendo, no entanto, ainda apresenta baixos índices produtivos, sobretudo quando se compara as produtividades em Alagoas com outras regiões produtoras do nordeste brasileiro. O principal motivo está na falta de conhecimento das técnicas de cultivos, potencialidades de produção e cultivares adaptadas às características edafoclimáticas da região. Por esse motivo, com o objetivo de analisar o desenvolvimento, crescimento e produtividade de cultivos agrícolas voltados para a produção de grãos na Zona da Mata alagoana e calibrar modelos como o AquaCrop para previsão de safra com base nos recursos edáficos e climáticos regionais foram instalados dois experimentos de campo no Campus de Ciências Agrárias (CECA) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL):  um irrigado, durante a estação seca, e outro em sequeiro na estação chuvosa da região. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso com cinco repetições, os tratamentos foram seis cultivares de soja. O manejo da irrigação teve como base o balanço hídrico decendial da cultura feito pelo método de Thorntwaite e Mather (1957), com os dados meteorológicos de precipitação pluvial (P), temperatura do ar (T), umidade relativa (UR) e evapotranspiração de referência (ETo) cedidos pelo laboratório de Irrigação e Agrometeorologia (LIA) do CECA/UFAL. As variáveis analisadas nos dois experimentos foram: desenvolvimento (duração das fases fenológicas), crescimento (com base na altura do dossel vegetativo, comprimento das ramas e índice de área foliar) e os componentes de produção. Os resultados desses experimentos deverão indicar quais as melhores cultivares de soja para serem plantadas na região de Rio Largo, AL.


  • Mostrar Abstract
  • The bankruptcy and closure of sugar and alcohol manufacturing plants in the Zona da Mata in Alagoas led to the availability of approximately 100 (one hundred) thousand hectares of land for small and medium producers, previously cultivated with sugarcane, to be used with other crops. agricultural And, at that moment, the production of grains such as corn, beans, soy and / or peanuts are promising alternatives. In the Zona da Mata Alagoana, soy production, which is currently the most important agricultural commodity in Brazilian agribusiness, is inexpressive. The main reason for the lack of interest in the cultivation of this agricultural culture is the lack of knowledge of cultivation techniques, production potential and cultivars adapted to the environmental characteristics of the region. For this reason, in order to analyze the development, growth and productivity of agricultural crops aimed at grain production in the Zona da Mata in Alagoas and to calibrate models such as AquaCrop for crop forecasting based on regional edaphic and climatic resources, they will be installed two field experiments at the Agricultural Sciences Campus (CECA) of the Federal University of Alagoas (UFAL): one irrigated, during the dry season, and another in rainfed season in the region's rainy season. The experimental design used was in randomized blocks with five replications, treatments will be soybean cultivars. The management of irrigation was based on the 10-year water balance of the crop made by the method of Thorntwaite and Mather (1957), with meteorological data of rainfall (P), air temperature (T), relative humidity (UR) and evapotranspiration of reference (ETo) provided by the Irrigation and Agrometeorology Laboratory (LIA) of CECA / UFAL. The variables analyzed in the two experiments were: development (duration of the phenological phases), growth (based on the height of the vegetative canopy, length of branches and leaf area index) and the production components. The results of these experiments should indicate which are the best soybean cultivars to be planted in the region of Rio Largo, AL.

3
  • ANDERSON RODRIGUES SABINO
  • EFEITOS LETAIS E SUBLETAIS DE INSETICIDAS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS SOBRE EUSCEPES POSTFASCIATUS (FAIRMAIRE, 1849) (COLEOPTERA: CURCULIONIDAE) EM BATATA-DOCE

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ANA PAULA ALBANO ARAÚJO
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • HUGO HENRIQUE COSTA DO NASCIMENTO
  • IEDO TEODORO
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • JOSE VARGAS DE OLIVEIRA
  • MARIANA OLIVEIRA BREDA
  • Data: 18/11/2021

  • Mostrar Resumo
  • Por sua importância alimentar e energética a batata-doce (Ipomoea batatas L.) vem ganhando destaque no cenário mundial. No entanto, a ocorrência de pragas como Euscepes postfasciatus (Fairmaire, 1849) (Coleoptera: Curculionidae) vem limitando a produção dessa hortaliça. Na tentativa de evitar ou minimizar tais danos, este trabalho teve como objetivo avaliar medidas de controle químico e biológico para o manejo de E. postfasciatus. Para tal, foram testados inseticidas químicos (Espinetoram, Espiromesifeno, Lambda-Cialotrina, Tiametoxam, Tiametoxam + Lambda-cialotrina e Azadiractina) e biológicos (formulações a base de Beauveria bassiana e Metarhizium anisopliae) em condições de laboratório. Para todos os produtos foram avaliados os efeitos letais, a partir da mortalidade de adultos e larvas; além de efeitos subletais, através da repelência e estimativas de crescimento populacional. As análises estatísticas foram realizadas no programa estatístico SAS e Assistat. Com os dados obtidos, foi possível determinar concentrações letais (CLs), tempo letal médio (TL50), porcentagem de repelência (PR) e taxa instantânea de crescimento populacional (ri). Os resultados evidenciaram que os inseticidas Espiromesifeno e Azadiractina não foram efetivos no teste letal. No entanto, Lambda-cialotrina e Espinetoram, apesar não serem repelentes à adultos de E. postfasciatus, foram eficazes quanto à mortalidade e proporcionaram reduções significativas na taxa de crescimento populacional. B. bassiana e M. anisopliae foram patogênicos a broca da batata-doce, porém a coaplicação usando esses agentes, mostrou-se antagônica. Assim, os resultados obtidos acrescentam informações relevantes para o controle de E. postfasciatus que poderão servir como base para o desenvolvimento de programas de Manejo Integrado de Pragas (MIP) na batata-doce.


  • Mostrar Abstract
  • Due to its food and energy importance, sweet potato (Ipomoea batatas L.) has been gaining prominence on the world stage. However, the occurrence of population outbreaks of pest insects such as Euscepes postfasciatus (Fairmaire, 1849) (Coleoptera: Curculionidae) has limited the production of this vegetable. Thus, this work aimed to evaluate chemical and biological control measures for the management of E. postfasciatus. To this end, chemical insecticides (Spinetoram, Spiromesifen, Lambda-Cyhalothrin, Thiamethoxam, Thiamethoxam + Lambda-Cyhalothrin and Azadirachtin) and biological insecticides (formulations based on Beauveria bassiana and Metarhizium anisopliae) were tested in laboratory conditions. For all products, lethal effects were evaluated based on adult mortality; in addition to sublethal effects, through repellency and population growth estimates. Statistical analyzes were performed in the programs SAS and Assistat. With the data obtained, it was possible to determine lethal concentrations (LCs), mean lethal time (LT50), percentage of repellency (PR) and instantaneous population growth rate (ri). The results showed that the insecticides lambda-cyhalothrin, thiamethoxam, spinetoram and thiamethoxam + lambda-cyhalothrin were effective in terms of adult mortality of E. postfasciatus and provided significant reductions in the population growth rate, however, they did not present a repellent effect. The fungi B. bassiana and M. anisopliae were pathogenic to the sweet potato borer, but the co-application using these agents was shown to be antagonistic. Thus, the results obtained add relevant information for the control of E. postfasciatus that could serve as a basis for the development of Integrated Pest Management (IPM) programs in sweetpotato.

2020
Dissertações
1
  • GERLAN DO NASCIMENTO RODRIGUES
  • NUTRIÇÃO MINERAL E SELETIVIDADE DE HERBICIDAS NA CULTURA DA PALMA FORRAGEIRA (Nopalea cochenillifera) (L) Salm-Dick cv MIÚDA.

  • Orientador : JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JORGE LUIZ XAVIER LINS CUNHA
  • EURICO EDUARDO PINTO DE LEMOS
  • PHILIPE LIMA DE AMORIM
  • Data: 13/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O objetivo do presente trabalho foi avaliar tipos de adubação com NPK sobre o desenvolvimento e a produtividade da palma forrageira (Nopalea cochelinifera) cv miúda e avaliar a seletividade de herbicidas inibidores da PROTOX e do fotossistema II e sua eficiência no controle de plantas daninhas na cultura da palma forrageira cv miúda. Para isso foram montados dois experimentos no Centro de Ciências Agrárias da UFAL. Antes da montagem dos experimentos, foi feita análise de solo da área experimental para fins de recomendação de adubação e calagem. O preparo do solo foi realizado de forma mecanizada e os sulcos foram abertos forma manual. As linhas de plantio foram compostas por 10 plantas espaçadas de 1,20 x 0,20 m entre linhas e plantas respectivamente totalizando uma densidade de 41.666 plantas por hectare. As parcelas experimentais foram compostas por 3 fileiras de plantas, sendo a área útil representada pela fileira central. No primeiro experimento utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com 8 tratamentos representados pelos tipos de adubação ( 00-00-00), (40-00-00), (40-00-120), (00-00-120), (00-200-00), (40-200-00), (00-200-120), (40-200-120) e 4 blocos totalizando 32 parcelas experimentais. Foram avaliadas variáveis biométricas, fisiológicas e de produção. No segundo experimento, utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com 5 tratamentos Oxyfluorfen (1.240 g.i.a./ha), Sulfentrazone (600 g.i.a./ha), Ametrina (4.000 g.i.a./ha) e Hexazinone (375 g.i.a./ha) + testemunha (sem herbicida). As variáveis analisadas foram (rendimento potencial do fotossistema II (Fv/Fm), injurias causadas pelas herbicidas, capacidade de controle das plantas daninhas pelos herbicidas e produtividade de massa verde e seca da parte aérea da palma forrageira. No primeiro experimento todas variáveis analisadas foram influenciadas pelos tipos de adubação, os tratamentos que receberam fósforo foram superiores aos que não receberam. O uso de P na adubação proporcionou um incremento de 174% no número de cladódios por plantas e por hectare, 74% e 225% na altura e diâmetros das plantas nessa ordem, 365,38% no IAC, 265,76% na produtividade de massa verde e 228,78% na produtividade de massa seca.  O uso de P na adubação ainda proporcionou um incremento no acúmulo de N na massa seca da parte aérea da palma miúda de 37,8 %. No segundo experimento a variável (Fv/Fm) não foi influenciada pelos herbicidas e as plantas apresentaram valores dentro da faixa considerado normal, ou seja, não houve danos fotoinibitórios, as plantas tratadas também não apresentaram injúrias, apenas as que receberam aplicação de oxyfluorfen, mas com o tempo se recuperaram. Todos os herbicidas foram eficientes no controle das plantas daninhas nos primeiro 30 e 45 DAA com exceção de sulfentrazone que apresentou controle inferior a 70%. Com isso fica evidente que a palma forrageira (N. cochelinifera) cv miúda responde positivamente a adubação fosfatada e não responde a adubação nitrogenada e potássica de forma isolada ou consorciadas quando o P é fator limitante no solo, e também é possível concluir que os herbicidas oxyfluorfen, sulfentrazone, ametrina e hexazinone são seletivos para a palma forrageira miúda quando aplicados nas plantas com idade superior a um ano.


  • Mostrar Abstract
  • O objetivo do presente trabalho foi avaliar tipos de adubação com NPK sobre o desenvolvimento e a produtividade da palma forrageira (Nopalea cochelinifera) cv miúda e avaliar a seletividade de herbicidas inibidores da PROTOX e do fotossistema II e sua eficiência no controle de plantas daninhas na cultura da palma forrageira cv miúda. Para isso foram montados dois experimentos no Centro de Ciências Agrárias da UFAL. Antes da montagem dos experimentos, foi feita análise de solo da área experimental para fins de recomendação de adubação e calagem. O preparo do solo foi realizado de forma mecanizada e os sulcos foram abertos forma manual. As linhas de plantio foram compostas por 10 plantas espaçadas de 1,20 x 0,20 m entre linhas e plantas respectivamente totalizando uma densidade de 41.666 plantas por hectare. As parcelas experimentais foram compostas por 3 fileiras de plantas, sendo a área útil representada pela fileira central. No primeiro experimento utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com 8 tratamentos representados pelos tipos de adubação ( 00-00-00), (40-00-00), (40-00-120), (00-00-120), (00-200-00), (40-200-00), (00-200-120), (40-200-120) e 4 blocos totalizando 32 parcelas experimentais. Foram avaliadas variáveis biométricas, fisiológicas e de produção. No segundo experimento, utilizou-se o delineamento em blocos casualizados com 5 tratamentos Oxyfluorfen (1.240 g.i.a./ha), Sulfentrazone (600 g.i.a./ha), Ametrina (4.000 g.i.a./ha) e Hexazinone (375 g.i.a./ha) + testemunha (sem herbicida). As variáveis analisadas foram (rendimento potencial do fotossistema II (Fv/Fm), injurias causadas pelas herbicidas, capacidade de controle das plantas daninhas pelos herbicidas e produtividade de massa verde e seca da parte aérea da palma forrageira. No primeiro experimento todas variáveis analisadas foram influenciadas pelos tipos de adubação, os tratamentos que receberam fósforo foram superiores aos que não receberam. O uso de P na adubação proporcionou um incremento de 174% no número de cladódios por plantas e por hectare, 74% e 225% na altura e diâmetros das plantas nessa ordem, 365,38% no IAC, 265,76% na produtividade de massa verde e 228,78% na produtividade de massa seca.  O uso de P na adubação ainda proporcionou um incremento no acúmulo de N na massa seca da parte aérea da palma miúda de 37,8 %. No segundo experimento a variável (Fv/Fm) não foi influenciada pelos herbicidas e as plantas apresentaram valores dentro da faixa considerado normal, ou seja, não houve danos fotoinibitórios, as plantas tratadas também não apresentaram injúrias, apenas as que receberam aplicação de oxyfluorfen, mas com o tempo se recuperaram. Todos os herbicidas foram eficientes no controle das plantas daninhas nos primeiro 30 e 45 DAA com exceção de sulfentrazone que apresentou controle inferior a 70%. Com isso fica evidente que a palma forrageira (N. cochelinifera) cv miúda responde positivamente a adubação fosfatada e não responde a adubação nitrogenada e potássica de forma isolada ou consorciadas quando o P é fator limitante no solo, e também é possível concluir que os herbicidas oxyfluorfen, sulfentrazone, ametrina e hexazinone são seletivos para a palma forrageira miúda quando aplicados nas plantas com idade superior a um ano.

2
  • CRISTIAN BERNARDO DA SILVA
  • PADRONIZAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DO TESTE DE TETRAZÓLIO PARA SEMENTES DE Mimosa caesalpiniifolia (Benth.)

  • Orientador : JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • LEILA DE PAULA REZENDE
  • LUAN DANILO FERREIRA DE ANDRADE MELO
  • JOAO LUCIANO DE ANDRADE MELO JUNIOR
  • HUGO HENRIQUE COSTA DO NASCIMENTO
  • Data: 21/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • Mimosa caesalpiniifolia(Benth.), conhecida popularmente como sabiá, pertencente àfamília Fabaceae, de grande importância socioeconômica em diversas regiões do Brasil, principalmente no semiárido nordestino, pois apresenta potencial na alimentação de animais, no fornecimento de néctar às abelhas, no fabrico de mourões, cerca viva e lenha, bem como na recuperação de áreas degradadas. Assim, o emprego de testes rápidos em programas de controle de qualidade torna-se uma ferramenta imprescindível para a avaliação do potencial fisiológico de sementes desta espécie. Dentre esses, o teste de tetrazólio (Tz) tem sido considerado como uma alternativa promissora, devido a rapidez e eficiência na caracterização do vigor e da deterioração da semente. Para sua utilização é necessário o desenvolvimento de metodologias especificas de aplicação, determinando a concentração, o tempo de exposição, bem como do preparo das sementes à solução de Tz. Com base no exposto, o presente trabalho objetivou padronizar e otimizar o teste de tetrazólio na avaliação de sementes de sabiá e estabelecer padrões e técnicas que possam auxiliar na intepretação dos resultados. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Propagação de Plantas do CECA/UFAL, utilizando sementes colhidas de 30 árvores de um fragmento de floresta presente na área florestal do CECA/UFAL entre os meses de setembro a outubro de 2018, sendo determinado a sua qualidade fisiológica inicial. Em seguida, foi realizada a marcha de absorção de água para definir o tempo de absorção que antecede a protusão radicular para remoção do tegumento da semente. Para obtenção de lotes de diferentes níveis de vigor, uma amostra do lote inicial foi submetida ao envelhecimento acelerado (EA) por períodos de 24 horas até completar 96 horas. Transcorrida esta etapa, as sementes sem tegumento foram imersas em diferentes concentrações da solução de Tz (0,05, 0,075 e 0,1 %), mantidas em câmaras de germinação à 30 e 35 °C no escuro, em três períodos de imersão (1, 2 e 3 horas). Ao final de cada período, as sementes foram lavadas em água corrente e avaliadas quanto a viabilidade e posteriormente digitalizadas em scanner de mesa para análise por densidade de cor. Todos os experimentos foram realizados com quatro repetições de 25 sementes em DIC com esquema fatorial 3 x 3 + 1 (concentrações x períodos + testemunha). Os dados obtidos foram submetidos a ANOVA e as médias comparadas pelo teste Tukey e Dunnet, a 5% de probabilidade.Pelos dados obtidos, constataou-se que o teste de tetrazólio é promissor para avaliação da viabilidade das sementes, adotando a técnica da hidratação entre papel por 24 horas à 25 °C e posterior remoção do tegumento e imersão das sementes em 0,075 % de sal de Tz à 35 °C durante 1 hora de imersão. O protocolo de otimização proposto para a teste foi eficaz para otimizar e facilitar a interpretação dos parâmetros de viabilidade das sementes, reduzindo a dependência das percepções individuais e contribuindo para a comparação das sementes devido aos critérios de análise predefinidos.


  • Mostrar Abstract
  • Mimosa caesalpiniifolia Benth. (Fabaceae), popularly known as sabia, is of great socioeconomic importance in several regions of Brazil, mainly in the Caatinga biome, as it has potential in feeding animals, providing nectar to bees, and its wood in obtaining posts, stakes and firewood, as well as its use as forest seed in the recovery of degraded areas. Due to the presence of tannic substances in the various parts of the plant, studies indicate medicinal potential for the species, in addition to improvement for application as a phytoremediation species. Thus, the use of rapid tests in quality control programs becomes an essential tool for the evaluation of the physiological potential of seeds of this species, and among these, the tetrazolium test (Tz) has been considered as a promising alternative. For its use it is necessary to develop specific application methodologies, determining the concentration, the exposure time, as well as the preparation of the seeds to the Tz solution, as well as proposing additional methods for this test. The present work aimed to standardize and optimize the tetrazolium test in the evaluation of thrush seeds and to establish standards and techniques that can assist in the interpretation of the results. The seeds were harvested from 30 trees of a forest fragment present in the forest area of CECA/UFAL between September and October 2018. To obtain lots with different physiological potentials, a sample of the initial lot was subjected to accelerated aging (AA) for periods of 24 hours to complete 96 hours and evaluated for the variables moisture, percentage, first count and germination speed index, electrical conductivity, dry mass and seedling length and percentage and emergency speed index. The direct immersion of seeds from the initial batch in distilled water to soften the parts was not effective, the best treatment being hydration between sheets of paper for 24 hours followed by removal of the seed coat and immersion in the concentrations of the Tz solution (0.05, 0.075 and 0.1 %) in different periods (1, 2 and 3 hours) at temperatures of 30 and 35 °C in the dark with four repetitions of 25 seeds in CRD factorial design 3 x 3 + 1 (concentrations x periods + witness) and submitted to ANOVA and the means compared by the Tukey and Dunnet test, at 5% probability. At the end, the seeds were evaluated for viability and later digitalized on a flatbed scanner for color density analysis. Due to the variables analyzed, the aged lots presented a decline in their germination rate and vigor in relation to the control, allowing, together with the tetrazolium test, adopting the hydration technique between paper for 24 hours at 25 °C and subsequent seed coat removal and immersion of the seeds in 0.075 % Tz salt at 35 °C for 1 hour of immersion, due stratification of the physiological potential of the high, medium and low lots. The optimization protocol proposed for the test was effective to optimize and facilitate the interpretation of the viability parameters of the seeds, reducing the dependence on individual perceptions and contributing to the comparison of the seeds due to the predefined analysis criteria.

3
  • LUCAS ALCEU RODRIGUES DE LIMA
  • Seleção de espécies para a fitorremedição de solos com tebuthiuron

  • Orientador : RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • VILMA MARQUES FERREIRA
  • HUGO HENRIQUE COSTA DO NASCIMENTO
  • JOSE ANTONIO DA SILVA MADALENA
  • Data: 21/02/2020

  • Mostrar Resumo
  • O trabalho teve como objetivo selecionar espécies de plantas tolerantes ao tebuthiuron, visando utilizá-las em programas de fitorremediação de solos contaminados com esse herbicida. Os tratamentos foram compostos de dez espécies: Mucuna preta cv mucuna preta (Mucuna aterrima); Feijão de porco (Canavalia ensiformes); Bucha (Luffa aegyptiaca); Calopogonio sp cv comum (Callopogonium mucunoides Desv); Feijão guandu cv fava larga (Cajanus cajan (L) Millsp); Nabo forrageiro cv sl 1000cv (Raphanus sativus L); Crotalaria spectabilis (Crotalaria spectabilis Roth); Mata pasto (Senna obtusifolia); Leucena (Leucaena leucocephala (Lam) de wit); e Mamona (Ricinus communis). O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em vasos contendo 3 dm³ de solo de textura franco argilo arenoso com 2,94% kg¹ de matéria orgânica, no tratamento com herbicida foi aplicado, antes do plantio, uma dose de 1,0 kg.ha-1. O experimento foi em delineado inteiramente casualizado, com seis repetições, em fatorial 2 x 10, os quais foram constituídos por dois fatores: com e sem herbicida e dez espécies fitorremediadoras. Foram feitas avaliações em quatro épocas (15, 30, 45 e 60 dias após a semeadura) para as fitorremediadoras e (15, 30, 45 e 60 dias após a semeadura) para a avaliação de plantas bioindicadoras. A avaliação do comportamento de diferentes espécies vegetais cultivadas em sucessão às fitorremediadoras de solo contaminado por tebuthiuron foi realiado em plantas bioindicadoras, dentre as quais, o feijão (Phaseolus vulgaris L.) e pepino (Cucumis sativus L.) e indicaram a presença ou ausência de níveis tóxicos do herbicida. Também foi utilizada a quantificação do herbicida no solo foi realizada por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e corroboraram com os dados obtidos pelas espécies bioindicadoras. Foram avaliados pigmentos fotossintéticos (SPAD), eficiência quântica máxima (Fv/Fm) e efetiva (YIELD) do fotossistema II, a altura de plantas e a massa de matéria seca da parte aérea, e o número de folhas verdes de cada tratamento. Apenas a espécie Mucuna aterrima foi tolerante ao tebuthiuron e chegou a última época de avaliação, embora tenha diferenciado significamente do tratamento sem herbicida para a variável de massa seca. Em relação as espécies bioindicadoras, tanto o pepino quanto o feijão apenas se desenvolveram no tratamento onde houve o desenvolvimento da Mucuna preta, indicando a fitorremediação do herbicida. De acordo com a quantificação do herbicida por HPLC foi constatado a diminuição de 86% do nível de herbicida no solo em comparação ao controle positivo, indicando processo remediador da M. aterrima. 


  • Mostrar Abstract
  • This work aimed to select plant species for phytoremediation of soils with tebuthiuron, to evaluate the development of bioindicators after herbicide phytoremediation, in addition, quantify their soil dissipation. The treatments were composed of ten species: hamburguer seed (Mucuna aterrima); Jack bean (Canavalia ensiformes L.); Sponge gourd (Luffa aegyptiaca L.); Calopogonio (Callopogonium mucunoides L.); Pigeon pea (Cajanus cajan L.); radish (Raphanus sativus L.); rattle pods (Crotalaria spectabilis L.); Chinese senna (Senna obtusifolia L.); leadtrees (Leucaena leucocephala L.); and castor bean (Ricinus communis L.). The experiment was carried out in a greenhouse at the Campus Engineering and Agrarian Sciences (CECA-UFAL), in pots containing 3 dm³ of soil with a sandy loam texture. The experiment was carried out in a completely randomized design, in a double factorial: plant species (10) x presence of herbicide (2), with 6 replications, in the treatment with herbicide a dose of 1.0 kg was applied pre-emergence. 1 (commercial recommendation). The evaluation of the behavior of different plant species cultivated in succession to phytoremediation of soil contaminated by tebuthiuron was carried out in bioindicator plants, among which, beans (Phaseolus vulgaris L.) and cucumbers (Cucumis sativus L.) were used and indicated the presence or absence of toxic levels of the herbicide. Quantification of the herbicide in the soil was also explored, performed by high performance liquid chromatography (HPLC) and corroborated with the data obtained by the bioindicator species. The evaluations were made in four evaluation periods (15, 30, 45 and 60 days after sowing) in phytoremediation and bioindicator species through physiological and biometric variables. The physiological variables were: SPAD index, maximum quantum efficiency (Fv / Fm) and effective quantum efficiency (YIELD) of photosystem II. Biometric variables were: plant height, number of green leaves, dry matter. Only Mucuna aterrima was tolerant to tebuthiuron, showing less interference for physiological and biometric variables, and in its cultivation, an 86.5 % decrease in the concentration of the herbicide in the soil by the HPLC method was found. Regarding bioindicator species, both cucumber and beans only developed where Mucuna aterrima was cultivated, thus indicating the potential of this species for the phytoremediation of tebuthiuron in the soil.
    Keywords: Decontamination,

4
  • SAMUEL SILVA DE LIMA
  • CARACTERIZAÇÃO MORFOMETRICA E GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE Cleome affinis DC.

     

  • Orientador : JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JOAO CORREIA DE ARAUJO NETO
  • RENAN CANTALICE DE SOUZA
  • LUAN DANILO FERREIRA DE ANDRADE MELO
  • Data: 15/05/2020

  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho teve como objetivo caracterizar biomorfologicamente as sementes de Cleome affinisDC., registrar o desenvolvimento pós seminal e estudar o potencial fisiológico em função da temperatura, luz, estresse salino, pH, alumínio e cálcio.O ensaio foi conduzido no Laboratório de Propagação de Plantas do Campus de Engenharias e de Ciências Agrárias da UFAL. Foram utilizadas sementes de Cleome affinis colhidas na zona da mata alagoana. Fisicamente, as sementes foram avaliadas pelo peso de mil sementes, número de sementes por quilograma, comprimento, largura e espessura de cada semente, sendo calculada as medidas de tendência central para cada variável. Na caracterização morfológica, verificou-se o tipo, o tamanho e a localização do eixo embrionário, bem como a localização da micrópila, funículo e material de reserva. A avaliação do potencial fisiológico foi realizada utilizando cinco temperaturas (20, 25, 30, 35 e 20-30ºC) na presença e ausência de luz, utilizando o delineamento inteiramente casualizadomontado em esquema fatorial do tipo 5X2 com quatro repetições de 25 sementes cada. As variáveis estudadas foram porcentagem, tempo médio, velocidade média e frequência relativa de germinação. De posse dos resultados, as sementes foram armazenadas na temperatura 30ºCpor um período de 12 dias em condições úmidas, tanto no escuro quanto no claro. Essas mesmas condições foram mantidas para a realização do teste de germinação, realizado nas temperaturas de 20, 25 e 20-30ºC.Utilizando o melhor resultado, as sementes foram incubadas no escuro, na temperatura de 20-30ºC, afim de verificar a possibilidade de redução do período de incubação, utilizando os tempos de três, seis, nove e doze dias. Após definido o melhor tratamento, acompanhou-se e registrou-se o desenvolvimento pós-seminal. Transcorrida essa etapa, o potencial fisiológico das sementes foi avaliado em função do pH (2,5; 4,0; 5,5; 7,0; 8,5 e 10);do estresse salino com NaCl em diferentes potenciais osmóticos (0,0; -0,3; -0,6; -0,9; -1,2 e 1,5 Mpa); em diferentes concentrações de alumínio (0,0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0 mmolc.dm-3 de Al3+) e do cálcio (0,0; 1,5; 3,0; 4,5 e 6,0 cmolc.dm-3 de Ca3+). Os experimentos foram realizados em DIC, sendo osdados submetidos a analise de variância, cujas médias foram avaliadas pelo teste de Tukey a 5% e analise de regressão para as variáveis quantitativas. De acordo com os resultados obtidos, verificou-se que o peso de mil sementes foi em média de 2,83g, correspondendo a 353.357 sementes/Kg. As dimensões das sementes variaram entre 2,0 a 2,7 mm de comprimento, por 2,0 a 2,9 mm de largura, com umidade de 10%.O tegumento externo é rugoso, dotados de protuberâncias e presença de tricomas, sendo composto por uma única camada com presença de elaissoma. O embrião é o tipo axial. Na avaliação do potencial fisiológico, a melhor germinabilidade foi promovida após incubação das sementes por 12 dias na temperatura de 30ºC e depois exposta a temperatura alternada de 20-30ºC, no escuro. O comportamento das sementes sobre a influência dos níveis de salinidade, apresentou um decréscimo na germinação com o aumento das pressões osmóticas. O pH ideal para o máximo de germinação foi de 6,2. A germinabilidade foi afetada a partir de 1,5 mmolc.dm-3de Al3+. O cálcio não apresentou influência na germinabilidade das sementes de Cleome affinis.


  • Mostrar Abstract
  • The objective of the work was to biomorphologically characterize the seeds of Cleome affinis DC. and study the physiological potential as a function of temperature and light. Physically, the seeds were evaluated by the weight of a thousand seeds, number of seeds per kilogram, length and width. In the morphological characterization, the type, size and location of the embryonic axis, location of the micropyle, funicular and reserve material were verified. In physiological potential, using five temperatures (20, 25, 30, 35 and 20-30ºC) in the presence and absence of light. In possession of the results, the seeds were stored at 30ºC for a period of 12 days in humid conditions, both in the dark and in the light and taken to the germination test, at temperatures of 20, 25 and 20-30ºC. It was found that the weight of a thousand seeds was an average of 2.83g, corresponding to 353,357 seeds / kg. The dimensions of the seeds varied between 2.0 to 2.7 mm in length, by 2.0 to 2.9 mm in width, with a humidity of 10%. The outer integument is rough, with protuberances and the presence of trichomes, being composed of a single layer with the presence of an elaissoma. The embryo is the axial type. The best germination was promoted after incubation of the seeds in the dark for 12 days at a temperature of 30ºC and then exposed to an alternating temperature of 20-30ºC, in the dark.

5
  • LIDIA DEL CARMEN TRUJILLO PACHECO
  • Diversidade de bactérias em nódulos de raízes de Dalbergia ecastaphyllum (L.) Taub., na Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais, Alagoas

  • Orientador : ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • ADRIANO MARCIO FREIRE SILVA
  • ANA PAULA DO NASCIMENTO PRATA LINS
  • FLAVIA DE BARROS PRADO MOURA
  • GILBERTO COSTA JUSTINO
  • IEDO TEODORO
  • Data: 17/08/2020

  • Mostrar Resumo
  • A família Fabaceae é uma das famílias com maior diversidade de espécies e é importante como fonte de proteína para o homem e para animais. Uma característica importante da maioria das espécies pertencentes a esta família é a capacidade de obter o nitrogênio atmosférico não assimilável por outros organismos através da simbiose com bactérias fixadora de nitrogênio. Estas bactérias são chamadas "rizóbios" e pertencem a diferentes gêneros como Rhizobium, Bradyrhizobium, Azorhizobium, Sinorhizobiume, Mesorhizobium, por exemplo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a nodulação e a diversidade fenotípica de bactérias associadas aos nódulos de Dalbergia ecastaphyllum (L.) Taubert, uma leguminosa que pouco se sabe a respeito da sua natureza simbiótica e possui uma grande importância econômica, uma vez que é associada a produção da própolis vermelha de Alagoas.  As mudas de Dalbergia ecastaphyllum foram cultivadas em solo da Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais (Japaratinga, Alagoas, Brasil). As amostras de solos foram coletadas de três zonas situadas a diferentes distâncias da linha de maré alta: Área 1 (A1) a 0 metros, Área 2 (A2) a 30 metros e a Área 3 (A3) a 60 metros. As sementes demoraram 5 meses para germinar. Aos 60 dias após a emergência das plantas foi analisada a nodulação nas raízes; onde foram coletados a maior quantidade de nódulos da raiz central (entre a divisão do caule e a raiz), sendo a área A3 a que apresentou maior quantidade de nódulos (146) e a A1, apresentou a menor quantidade de nódulos (42). Foram isolados 256 nódulos, dos quais foram obtidos 115 isolados puros de bactérias em meio de cultura YMA e após o crescimento das colônias isoladas, foram agrupadas em um dendograma de acordo com a similaridade das suas características fenotípicas (tempo de crescimento, tipo do pH no meio de cultura, cor das colônias e quantidade de muco), que possibilitou a formação de 17 grupos fenotípicos, dos quais 7 tipos de fenótipos foram encontrados na A1, 9 na A2 e os 17 fenótipos estiveram presentes na A3. No teste de nodulação foi usado a espécie Vigna unguiculata por apresentar uma alta promiscuidade em nodulação com rizóbios; foram selecionados 18 isolados mais um controle e um inoculante comercial, dos quais unicamente apresentaram nodulação 7 isolados e o inoculante comercial nas raízes de Vigna unguiculata.


  • Mostrar Abstract
  • A família Fabaceae é uma das famílias com maior diversidade de espécies e é importante como fonte de proteína para o homem e para animais. Uma característica importante da maioria das espécies pertencentes a esta família é a capacidade de obter o nitrogênio atmosférico não assimilável por outros organismos através da simbiose com bactérias fixadora de nitrogênio. Estas bactérias são chamadas "rizóbios" e pertencem a diferentes gêneros como Rhizobium, Bradyrhizobium, Azorhizobium, Sinorhizobiume, Mesorhizobium, por exemplo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a nodulação e a diversidade fenotípica de bactérias associadas aos nódulos de Dalbergia ecastaphyllum (L.) Taubert, uma leguminosa que pouco se sabe a respeito da sua natureza simbiótica e possui uma grande importância econômica, uma vez que é associada a produção da própolis vermelha de Alagoas.  As mudas de Dalbergia ecastaphyllum foram cultivadas em solo da Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais (Japaratinga, Alagoas, Brasil). As amostras de solos foram coletadas de três zonas situadas a diferentes distâncias da linha de maré alta: Área 1 (A1) a 0 metros, Área 2 (A2) a 30 metros e a Área 3 (A3) a 60 metros. As sementes demoraram 5 meses para germinar. Aos 60 dias após a emergência das plantas foi analisada a nodulação nas raízes; onde foram coletados a maior quantidade de nódulos da raiz central (entre a divisão do caule e a raiz), sendo a área A3 a que apresentou maior quantidade de nódulos (146) e a A1, apresentou a menor quantidade de nódulos (42). Foram isolados 256 nódulos, dos quais foram obtidos 115 isolados puros de bactérias em meio de cultura YMA e após o crescimento das colônias isoladas, foram agrupadas em um dendograma de acordo com a similaridade das suas características fenotípicas (tempo de crescimento, tipo do pH no meio de cultura, cor das colônias e quantidade de muco), que possibilitou a formação de 17 grupos fenotípicos, dos quais 7 tipos de fenótipos foram encontrados na A1, 9 na A2 e os 17 fenótipos estiveram presentes na A3. No teste de nodulação foi usado a espécie Vigna unguiculata por apresentar uma alta promiscuidade em nodulação com rizóbios; foram selecionados 18 isolados mais um controle e um inoculante comercial, dos quais unicamente apresentaram nodulação 7 isolados e o inoculante comercial nas raízes de Vigna unguiculata.

Teses
1
  • RICARDO BARROS SILVA




  • CRESCIMENTO E PRODUTIVIDADE DA MANDIOCA SOB DIFERENTES NÍVEIS DE IRRIGAÇÃO

  • Orientador : IEDO TEODORO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • IEDO TEODORO
  • GUILHERME BASTOS LYRA
  • RICARDO ARAUJO FERREIRA JUNIOR
  • ANTONIO DIAS SANTIAGO
  • MAGNO LUIZ DE ABREU
  • SAMUEL SILVA
  • Data: 09/12/2020

  • Mostrar Resumo
  • Entender as relações solo-água-planta-atmosfera e respostas produtivas da mandioca à níveis de irrigação é essencial para aumentar a produtividade dessa cultura nos tabuleiros costeiros de Alagoas. Por isso, essa pesquisa objetivou avaliar o crescimento, produtividade e aspectos fisiológica da mandioca em função de níveis de irrigação. O período experimental foi de junho de 2019 a junho de 2020. Foi utilizado o delineamento estatístico em blocos casualizados, com seis tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram níveis de irrigação, em função da evapotranspiração da cultura – ETC (L0 = 0% (sequeiro), L1 = 40%, L2 = 80%, L3 = 120%, L4 = 160% e L5 = 200% da ETC). Nessa pesquisa, a lâmina total foi definida como irrigação mais chuva efetiva. A temperatura média do ar, durante a pesquisa, foi de 25,1°C, a umidade relativa do ar média foi de 74,2%, a precipitação pluvial (chuva) total acumulada foi de 1.847 mm, 212 mm ocorreu no período de aplicação dos tratamentos entre outubro de 2019 e março de 2020. A evapotranspiração de referência (ET0) acumulada foi de 1.454 mm, e a ETC foi de 1.030 mm no ciclo da mandioca. Os maiores índice de área foliar (7,5) e o comprimento de raízes comerciais (49,5 cm) são obtidos com o nível de irrigação de 120% da ETC, que equivaleu a irrigação total de 507 mm, e lâmina total de 963 mm. Quantos aos componentes de produção, as maiores produtividades de raízes (100,08 t ha-1), biomassa total (156,94 t ha-1) e matéria seca de raízes (49,02 t ha-1) foram constatadas em áreas irrigadas com 120% da ETC. A maior produtividade de matéria seca total (73,04) foi verificada sob o nível de irrigação de 160% da ETC, que foi equivalente a irrigação e lâmina total de 906 e 1.023 mm, respectivamente. Enquanto, o maior índice de colheita (0,66) foi obtido com lâmina total de 833 mm no ciclo da mandioca. O valor máximo da taxa fotossintética (22,46 μmol CO2 m-2 s-1) da mandioca é observado em áreas irrigadas com lâmina total de 959 mm. Outras variáveis fisiológicas mais elevadas, como, concentração interna de CO2 (255 μmol CO2 m-2 s-1), condutância estomática (0,38 μmol H2O m-2 s-1) e eficiência quântica efetiva (0,70) foram obtidas em áreas com irrigação total de 906 mm (200% da ETC), e lâmina total de 1.023 mm. Enquanto, o índice SPAD máximo (55,44) foi verificado sob lâmina de total de 830 mm no ciclo da mandioca


  • Mostrar Abstract
  • Understanding the soil-water-plant-atmosphere relationships and the productive responses of cassava to irrigation depth is essential to increase the productivity of this crop in the Coastal Plateaus of Alagoas. For this reason, this research aimed analyze the growth, productivity and physiological aspects of cassava according to irrigation levels. The experiment was carried out at the Campus of Engineering and Agricultural Sciences (CEAS) of the Federal University of Alagoas (FUAL), from June 2019 to June 2020. The statistical design used was randomized blocks, with four repetitions. The treatments were six levels of irrigation, depending on the evapotranspiration of the crop – ETC (L0 = 0% (rainfed), L1 = 40%, L2 = 80%, L3 = 120%, L4 = 160% and L5 = 200% of ETC). And the growth and production variables analyzed were: plant height, number of leaves, length and diameter of the stem, number , length and diameter of commercial roots, leaf area index (LAI) and fresh and dry matter productivity of: root , stem and leaf, fresh and dry total biomass (root, stem and leaf), per hectare, and harvest index. The physiological variables analyzed were: liquid photosynthetic rate, internal CO2 concentration, transpiration, leaf temperature, stomatal conductance, instant water use efficiency, potential quantum yield and effective quantum efficiency of photosystem II and SPAD index. In this research, the total depth was defined as total irrigation plus the effective rain. The average air temperature during the search period was 25.1°C, the average relative humidity was 74.2%, and the total accumulated rainfall (rain) was 1,847 mm. Of this total, 212 mm occurred in the period when the crop was irrigated, from October 2019 to March 2020. This it resulted in an effective rain of 522 mm and, in rainfed crops, was estimated a water deficit of 508 mm and an excess of 1,323 mm. The accumulated reference evapotranspiration (ET0) was 1,454 mm and the ETC was 1,030 mm in the 355 day cassava cycle. The maximum LAI was 7.6, the maximum length of commercial roots, 49 cm, the highest root yields and total biomass were 94 and 149 t ha-1, respectively. The total depth of maximum mean economic efficiency, with prices from R $ 180.00 to 400.00 reais per tonnes of cassava, was 911 mm that produced 94 t ha-1 of cassava roots. Meanwhile, the maximum root and total dry matter productivity were 47 and 69 t ha-1, respectively, the highest harvest index was 0.66. And, the maximum physiological variables were: photosynthetic rate, 22.5 μmol of CO2 m-2 s-1; transpiratory rate and stomatal conductance 4.0 and 0.35 μmol of H2O m-2 s-1, respectively; internal concentration of CO2 of 245 μmol m-2 s-1; maximum effective quantum efficiency was 0.68 and the maximum SPAD index was 57. In general, irrigation can generating a higher index of leaf area, root length and increase of productivit roots and total biomass of 194 and 99% in the cassava crop, in the region of Rio Largo, AL.

SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 25/05/2024 13:18