PROFSAUDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA FACULDADE DE MEDICINA Telefone/Ramal: Não informado
Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFAL

2021
Dissertações
1
  • ADRIANA MAIA DOMINGOS
  • Classificação da dor e avaliação da qualidade de vida de pessoas

    acometidas pela hanseníase em uma área endêmica.

  • Orientador : VICTOR SANTANA SANTOS
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CLODIS MARIA TAVARES
  • DIVANISE SURUAGY CORREIA
  • VICTOR SANTANA SANTOS
  • Data: 18/06/2021

  • Mostrar Resumo
  • A hanseníase é considerada um problema de saúde pública em
    diversos países do mundo, devido ao elevado número de casos
    novos da doença, à morbidade e ao impacto socioeconômico
    decorrentes das complicações. Recentes estudos têm
    demonstrado que pacientes com hanseníase podem relatar a
    experiência de dor crônica durante o tratamento ou em momento
    pós-alta, o que afeta o bem-estar físico e emocional, de
    relacionamento, levando a problemas psicológicos e de
    isolamento social. Existem basicamente dois tipos de dor
    crônica que podem estar presentes em pacientes com
    hanseníase: a) dor neuropática e b) dor nociceptiva. Entretanto,
    pouco se conhece qual a prevalência delas nesta população.
    Ademais, acredita-se que dor pode estar associada à pior
    qualidade de vida nesta população. Assim, o presente estudo
    tem por objetivo identificar a prevalência de dor crônica, seus
    tipos e verificar associação entre dor e qualidade de vida em
    indivíduos com hanseníase atendidos no município de
    Arapiraca-Alagoas, Brasil. Para tanto, foi realizado um estudo
    transversal referente a indivíduos maiores de 15 anos, de ambos
    os sexos, afetados pela hanseníase, em tratamento ou
    acompanhamento pós-alta no Centro de Referência para a
    doença no município de Arapiraca, Alagoas, Brasil, no período
    de agosto/2018 a março de 2020. A obtenção dos dados, foi
    realizada a partir da aplicação de um instrumento de coleta de 

    dados abordando dados clínicos e demográficos das pessoas
    incluídas no estudo. Prontuários e fichas de notificação foram
    consultados para complementar tais informações. Em seguida,
    foram avaliadas: a) a qualidade de vida, pelo questionário WHO-
    QoL-BREF; e b) a caracterização da dor, por meio dos
    instrumentos Douler Neuropathique en 4 questions (DN4) para
    os indivíduos que reportarem dor. Ambos os questionários são
    validados para serem aplicados no Brasil. Todas as informações
    obtidas foram codificadas e inseridas em um banco de dados.
    Análise exploratórias foram conduzidas a fim de identificar a
    prevalência de dor, e seus tipos, assim como verificar a
    associação entre dor e qualidade de vida. Os indivíduos foram
    informados a respeito dos objetivos da pesquisa, convidados a
    participar do estudo e a assinar Termo de Consentimento Livre e
    Esclarecido (TCLE). O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética
    em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de
    Alagoas (UFAL) (Parecer No. 3.938.849) e seguiu todas as
    recomendações da Declaração de Helsinki e da Resolução do
    CONEPE n˚ 466/2012. As informações a serem obtidas pelo
    presente estudo são essenciais para conhecer o impacto da dor
    crônica e dos seus tipos sobre a qualidade de vida de pessoas
    acometidas pela hanseníase. Além disso, tais informações
    servirão de base para orientar políticas publicas de saúde no
    enfrentamento dos principais problemas consequentes a
    hanseníase.


  • Mostrar Abstract
  • Leprosy is considered a public health problem in several
    countries worldwide, due to the high number of new cases,
    morbidity and socioeconomic impacts that are results from its
    complications. Recent studies have shown that leprosy patients
    may report experiencing chronic pain during treatment or post-
    discharge, which affects physical and emotional well-being,
    relationships, leading to psychological problems and social
    isolation. There are basically two types of chronic pain that may
    be present in leprosy patients: a) neuropathic pain and b)
    nociceptive pain. However, little is known about their prevalence
    in this population. Moreover, it is believed that pain can be
    associated with a worse quality of life in this population. Thus,
    this study aims to identify the prevalence of chronic pain, its
    types and to verify the association between pain and quality of
    life in and people affected by leprosy being treated or followed up
    in Arapiraca, Alagoas, Brazil. For this purpose, a cross-sectional
    study was conducted regarding individuals older than 15 years
    affected by leprosy, of both sexes, under treatment or post-

    discharge follow-up in the Reference Center for the disease in
    the municipality of Arapiraca, Alagoas, Brazil, in the period from
    August 2018 to March 2020. Data collection was collected from
    the application of an instrument addressing clinical and
    demographic data. Medical records and notification forms were
    consulted to complement such information. Then, we evaluated:
    a) quality of life using the WHO-QoL-BREF questionnaire; and b)
    the characterization of pain using the Douler Neuropathique en 4
    questions (DN4) for individuals who reported pain. Both
    questionnaires are validated to be applied in Brazil. All the
    information obtained were coded and entered into a database.
    Exploratory analyses were conducted in order to identify the
    prevalence of pain, and its types, as well as to verify the
    association between pain and quality of life. The individuals were
    informed about the objectives of the study, invited to participate
    and to sign the Informed Consent Form. The study was
    approved by the Ethics Committee on Research of the Federal
    University of Alagoas (UFAL) (Protocol No. 3938849) and
    followed all the recommendations of the Helsinki Declaration and
    CONEPE Resolution n˚ 466/2012. The information to be
    obtained by the present study is essential to know the impact of
    chronic pain and its types on the quality of life of people affected
    by leprosy. In addition, such information will serve as a basis to
    guide public health policies to address the main problems
    resulting from leprosy.

2
  • JURACI ROBERTO LIMA
  • FATORES ASSOCIADOS À SUBNOTIFICAÇÃO DOS ACIDENTES DE TRABALHO NA REDE DE SAÚDE DE MACEIÓ -AL

  • Orientador : MICHAEL FERREIRA MACHADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CRISTINA CAMELO DE AZEVEDO
  • MICHAEL FERREIRA MACHADO
  • TULIO ROMÉRIO LOPES QUIRINO
  • Data: 01/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • O número dos acidentes e doenças relacionados permite quantificar e construir alguns indicadores, sendo uma das fontes fidedignas para estimar o potencial de gravidade desses eventos que acometem os trabalhadores. Entre eles, estão os coeficientes de mortalidade, a taxa de letalidade e os riscos potenciais de acidentes graves em determinado ramo de atividade ou empresa. Os indicadores de saúde dos trabalhadores, baseados nos acidentes de trabalho, permitem uma avaliação das relações entre o homem e as relações estabelecidas em seu espaço laboral. São indicadores de fácil identificação e mensuração, desde que o fluxo das informações pertinentes seja conhecido e praticado. A notificação dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho é uma exigência legal e através dela são fornecidos dados relativos ao número e distribuição destes eventos, as características das ocorrências e das vítimas. Por isso a apresentação destes resultados por meio de dados epidemiológicos e outras estratégias de bases estatísticas constituem elemento indispensável para a indicação, aplicação e controle de medidas prevencionistas e de políticas públicas visando diminuir a ocorrências destes agravos. Porém, o que se vê é a subnotificação destes acidentes, pela existência de desafios institucionais e pessoais que atuam no processo de notificação desses agravos, constituindo fator limitante a partir dos pontos de vista de saúde pública, prevencionista e jurídico. Em face à esse cenário, motivamo-nos então a fazer um estudo dos fatores relacionados às causas de subnotificação nas Unidades de Saúde da cidade de Maceió-AL, junto aos profissionais da Medicina e Enfermagem, proceder à análise dos dados obtidos por meio do tratamento estatístico e análise de conteúdo, culminando com a proposição de ferramentas e ações de educação permanente que visem diminuir a subnotificação na Atenção Primária à Saúde.


  • Mostrar Abstract
  • The number of related accidents and illnesses allows quantifying and constructing some indicators, being one of the reliable sources for estimating the severity potential of these events that affect workers. Among them, there are the mortality coefficients, the lethality rate and the potential risks of serious accidents in a specific industry or company. The workers' health indicators, based on work accidents, allow an assessment of the relationships between men and the relationships established in their work space. They are easy to identify and measure indicators, as long as the flow of relevant information is known and practiced. The notification of accidents and illnesses related to work is a legal requirement and through it data are provided regarding the number and distribution of these events, the characteristics of the occurrences and the victims. For this reason, the presentation of these results through epidemiological data and other strategies with statistical bases is an indispensable element for the indication, application and control of preventive measures and public policies aimed at reducing the occurrences of these diseases. However, what is seen is the underreporting of these accidents, due to the existence of institutional and personal challenges that act in the notification process of these injuries, constituting a limiting factor from the point of view of public health, preventive and legal. In view of this scenario, we are motivated then to make a study of the factors related to the causes of underreporting in the Health Units of the city of Maceió-AL, together with the Medicine and Nursing professionals, to proceed with the analysis of the data obtained through the treatment statistical analysis and content analysis, culminating with the proposition of tools and permanent education actions that aim to reduce underreporting in Primary Health Care

3
  • RÔMULO RODRIGUES DE SOUZA SILVA
  • COVID-19 E HANSENÍASE EM SERGIPE, BRASIL, 2020: IMPACTO DA PANDEMIA E INTERVENÇÃO DE ENFRENTAMENTO À PREVALÊNCIA OCULTA DA DOENÇA POR UMA EQUIPE DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

  • Orientador : CARLOS DORNELS FREIRE DE SOUZA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • CARLOS DORNELS FREIRE DE SOUZA
  • MARIA DAS GRACAS MONTE MELLO TAVEIRA
  • TANIA RITA MORENO DE OLIVEIRA FERNANDES
  • Data: 05/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: A pandemia de COVID-19 implicou em mudanças substanciais nas rotinas dos serviços de saúde, com provável impacto no enfrentamento as outras doenças endêmicas no Brasil, dentre as quais se destaca a Hanseníase. O Brasil figura como o único país que ainda não alcançou a meta de eliminação da doença enquanto problema de saúde pública. Sergipe, em 2019, apresentou um coeficiente de detecção geral de 14,1 casos/100 mil habitantes (n=325 casos) prevalência de 1,41/10 mil habitantes e uma taxa de detecção em menores de 15 anos de 4,2/100 mil (n=22) indicando a sua presença e a força de transmissão recente da endemia no estado.

    Objetivo: Este estudo tem como objetivo analisar o impacto da pandemia de COVID-19 no enfrentamento à hanseníase em Sergipe, Brasil no ano de 2020 e relatar experiência de redução da prevalência oculta da doença por uma equipe de atenção primária à saúde do interior do estado durante a pandemia.

    Métodos: Este estudo foi estruturado em duas partes: A primeira, de natureza ecológica e, a segunda, relato de experiência. Para o componente ecológico de série temporal, a área de estudo foi o estado de Sergipe e considerado o período janeiro de 2017 a dezembro de 2020. Nessa etapa, foram analisados os indicadores epidemiológicos de monitoramento e avaliação da hanseníase e variáveis clínicas/epidemiológicas. A segunda etapa consistiu em relato de experiência realizado no município de Estância, situado a 67 km da capital do estado (Aracaju). No município, a ação foi realizada na Unidade de Saúde da Família Leonor Barreto Franco, situada no Bairro Cidade Nova. A experiência consistiu na oferta de exame aos pacientes que frequentaram a unidade de saúde nos meses de setembro de 2020 a janeiro de 2021.

    Resultados: Em 2020, observou-se uma redução de 22,2% no número de casos novos de hanseníase na população geral (325 em 2019; 253 em 2020) e de 44,4% no coeficiente de detecção geral (14,1/100 mil em 2019; 7,9 casos/100 mil em 2020). Em menores de 15 anos, houve queda de 50% nos registros (22 casos em 2019; 11 casos em 2020) e de 49,8% no coeficiente de detecção (4,2/100 mil em 2019; 2,1/100 mil em 2020). O número de municípios sem registro da doença elevou-se tanto na população geral, passou de 25 (33,3%) municípios em 2019 para 29 (38,6%) em 2020, quanto em menores de 15 anos, de 63 (84,0%) para 68 (90,7%). No que concerne à ação de enfrentamento, foram avaliados 235 indivíduos, sendo feito 06 diagnósticos clínicos de hanseníase (2,5%), dentre os quais, um em menor de 15 anos de idade. No município, durante todo o ano de 2020, registrou-se um total de nove casos novos de hanseníase. Sem o projeto, o coeficiente de detecção de casos novos de hanseníase no município seria de 4,3/100 mil habitantes e, com o projeto, esse coeficiente foi três vezes superior (12,9/ 100 mil habitantes).

    Conclusão: A pandemia de COVID-19 resultou em impacto negativo no enfrentamento à hanseníase no estado de Sergipe, impondo desafios ainda mais acentuados no processo de enfrentamento da doença. A oferta de exame dermatoneurológico durante consultas médicas de rotina em áreas vulneráveis, permitiu evidenciar a prevalência oculta de hanseníase no bairro Cidade Nova, Estância, Sergipe.

    Recomendações: A urgente elaboração, pelo estado de Sergipe, de um plano de enfrentamento da Hanseníase que objetive mitigar os efeitos danosos da pandemia de COVID-19 no processo de enfrentamento da doença. O plano de enfrentamento deve considerar o importante papel da Atenção Primária à Saúde no contexto da Hanseníase, bem como a qualificação dos indicadores epidemiológicos.


  • Mostrar Abstract
  • Leprosy is an infectious disease, caused by mycobacterium leprae, which has a preference for skin and peripheral nerves, resulting in dermatoneurological lesions and physical and functional disabilities. Its transmission occurs through the upper airways of untreated patients and its highest incidence occurs in low socioeconomic classes, due to some factors, such as multi-exposure, greater agglomeration, low educational level, nutrition and housing. Despite advances in the fight against leprosy, Brazil is the only country that has not yet reached the goal of eliminating the disease as a public health problem. Sergipe, in 2018, presented a general detection coefficient of 14.4 / 100 thousand inhabitants (n = 323 cases), a prevalence of 1.8 / 100 thousand (n = 414) and a detection rate in children under 15 years of age 5 , 0/100 thousand (n = 29) indicating its presence and the recent transmission force of the endemic in the state. In Estância, in 2018 the general detection coefficient was 4.4 / 100 thousand (n = 3 cases), the general prevalence was 0.7 / 10 thousand (n = 5 cases) and the general detection coefficient in children under 15 years old of 5.6 / 100 thousand (n = 1 case). Bairro Cidade Nova, the setting for this study, has social characteristics that express social vulnerability, however with few reported cases. This study aims to investigate the existence of hidden leprosy transmission in the Cidade Nova neighborhood, Estância, Sergipe. This is a prevalence study, covering an active search for new leprosy cases, contact examinations of new cases identified from this active search, in addition to contact examinations of leprosy cases registered in the neighborhood in the last five years.

4
  • MAYARA NAKÍRIA TAVARES DA ROCHA CALHEIROS
  • SAÚDE MENTAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: ANÁLISE DA PRÁTICA MÉDICA

  • Orientador : ROZANGELA MARIA DE ALMEIDA FERNANDES WYSZOMIRSKA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIVANISE SURUAGY CORREIA
  • ROZANGELA MARIA DE ALMEIDA FERNANDES WYSZOMIRSKA
  • SABRINA HELENA FERIGATO
  • Data: 26/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • A Atenção Primária em Saúde (APS) surge como um caminho para o enfrentamento da crescente demanda em saúde mental e nesse contexto, prática médica precisa corresponder a essa nova realidade, se distanciando da mera medicalização e se aproximando de abordagens que promovam um cuidado integral e compartilhado. Diante disso, o presente estudo terá como objetivo analisar a prática médica na APS diante dos casos de saúde mental da população em um município alagoano. Trata-se de um estudo qualitativo, que será desenvolvido a partir de um enfoque exploratório. Participarão da pesquisa médicos atuantes na APS, que atendem casos de saúde mental em um município alagoano pertencente a 5º região de saúde, selecionados de maneira intencional – por meio do critério de conveniência. Os dados serão coletados/produzidos por meio de um roteiro de entrevista semiestruturada –elaborado especificamente para esta finalidade da pesquisa. As entrevistas ocorrerão de maneira individual. Os dados produzidos serão tratados mediante a análise de conteúdo temática. Ao final, espera-se propor melhorias na prática e cuidado médico no âmbito da saúde mental na APS.  


  • Mostrar Abstract
  • Primary Health Care (PHC) emerges as a way to face the growing demand in mental health and in this context, medical practice needs to correspond to this new reality, moving away from mere medicalization and approaching approaches that promote comprehensive care and shared. Given this, the present study will aim to analyze the medical practice in PHC in the face of cases of mental health of the population in a municipality in Alagoas. This is a qualitative study, which will be developed from an exploratory approach. Physicians working in the PHC who attend mental health cases in a municipality in Alagoas belonging to the 5th health region will participate in the research, intentionally selected - through the convenience criterion. The data will be collected / produced by means of a semi-structured interview script - elaborated specifically for this research purpose. The interviews will take place individually. The data produced will be treated by means of thematic content analysis. In the end, it is expected to propose improvements in practice and medical care in the context of mental health in PHC.

     

5
  • LUCIANA RUBIA PEREIRA RODRIGUES
  • Direito à saúde da pessoa albina: perfil e itinerário terapêutico e busca por ações de ruptura das iniquidades em saúde em um município do agreste alagoano.

  • Orientador : JORGE LUIS DE SOUZA RISCADO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • JORGE LUIS DE SOUZA RISCADO
  • PAULO JOSE MEDEIROS DE SOUZA COSTA
  • ROZANGELA MARIA DE ALMEIDA FERNANDES WYSZOMIRSKA
  • Data: 31/07/2021

  • Mostrar Resumo
  • O albinismo corresponde a um grupo de anomalias genéticas do sistema de pigmentação melânica, que afetam a pele, folículos pilosos e olhos, causando vulnerabilidade à exposição ao sol e se apresenta como estereótipo de pele extremamente clara, exigindo que cuidados delicados e permanentes sejam observados, para não ocasionar doenças. Embora se trate de uma parcela importante da população, não há muitos dados estatísticos acerca do albinismo no Brasil, e por não constarem no Censo demográfico do país, torna-os uma parcela da população invisível aos olhos do poder público no que tange a criação de políticas públicas específicas voltadas para esta condição. Este projeto tem como objetivo conhecer o perfil e descrever o itinerário terapêutico de saúde da população albina, na perspectiva de identificar os caminhos percorridos por estes sujeitos na tentativa de melhorar o cuidado a saúde, considerando as práticas individuais e socioculturais. Trata-se de um estudo transversal, exploratório de natureza qualitativa, cujos sujeitos da pesquisa serão 10 pessoas albinas, com idade igual e superior a 18anos, pertencentes ás áreas de Equipes de Saúde da Família pertencentes ao 3° Distrito de Saúde, do município de Arapiraca-AL. Para a coleta de dados serão utilizadas entrevistas semiestruturadas, gravadas em mídia digital, para posterior transcrição cuja análise dos dados seguirá a perspectiva de Bardin. O projeto será submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Alagoas. O estudo se justifica por se aprofundar a discussão sobre a população albina pois pouco se sabe sobre a realidade de seus portadores em suas necessidades, dificuldades e facilidades para o cuidado à saúde através do itinerário terapêutico no cenário municipal, considerando a possibilidade de desenvolver, como produto da pesquisa, ações para minimizar as iniquidades em saúde dessa população. 


  • Mostrar Abstract
  • Albinism corresponds to a group of genetic abnormalities of the melanic pigmentation system, which affect the skin, hair follicles and eyes, causing vulnerability to sun exposure and presents as an extremely clear skin stereotype, requiring that care are observed, so as not to cause diseases. Although this is an important part of the population, there is not much statistical data about albinism in Brazil, and because they are not included in the demographic census of the country, it makes them a portion of the population invisible to the eyes of the public authorities regarding the creation of specific public policies aimed at this condition. This project aims to know the profile and describe the therapeutic health itinerary of the albino population, in the perspective of identifying the paths taken by these subjects in an attempt to improve health care, considering the practices socio-cultural aspects. This is a cross-sectional, exploratory study of a qualitative nature, whose research subjects will be 10 albino people, aged 18 years and older, belonging to the areas of Family Health Teams belonging to the 3rd Health District, municipality of Arapiraca-AL. For data collection, semi-structured interviews, recorded in digital media, will be used for later transcription whose data analysis will follow Bardin's perspective. The project will be submitted to the Ethics Committee on Research with Human Beings of the Federal University of Alagoas. The study is justified by deepening the discussion about the albino population because little is known about the reality of their patients in their needs, difficulties and facilities for health care through the therapeutic itinerary, in the municipal scenario, considering the possibility of developing, as a product of research, actions to minimize the health inequities of this population.

6
  • LUÍS FELIPE SOARES DE LIMA SILVA
  • ACOLHIMENTO E CLASSIFICAÇÃO DE RISCO EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

  • Orientador : DIVANISE SURUAGY CORREIA
  • MEMBROS DA BANCA :
  • DIVANISE SURUAGY CORREIA
  • JOSINEIDE FRANCISCO SAMPAIO
  • LUCIANA CARLA BARBOSA DE OLIVEIRA
  • Data: 13/08/2021

  • Mostrar Resumo
  • Introdução: a Atenção Primária se constitui como porta de entrada do Sistema Único de Saúde. É nesse contexto que devem ocorrer os primeiros contatos de usuários e da comunidade com profissionais de saúde. O acolhimento é uma diretriz do modelo técnico assistencial com a finalidade de assegurar o acesso universal. A avaliação ou classificação do potencial risco ou de agravo à saúde do usuário deve ser baseada em protocolos e direcionada para a ordem de atendimento baseada na necessidade de cada usuário. Acolher e classificar o risco da demanda espontânea em unidade básica de saúde pode favorecer o cuidado integral pelo aumento de vínculo do usuário com a equipe. A demanda espontânea é a maneira de um usuário procurar uma unidade básica de saúde sem agendamento prévio. Este trabalho discorre sobre pesquisa realizada em uma unidade de atenção primária à saúde, onde fora analisada a percepção de Acolhimento e Classificação de Risco dos profissionais nela alocados. Os resultados são apresentados como um artigo e um produto, que vem a atender a necessidade mostrada nos resultados. Objetivos: averiguar o processo de acolhimento e classificação de risco em relação à demanda espontânea em uma unidade de saúde da família. Elaborar um protótipo de aplicativo para fortalecer o acolhimento em uma unidade básica de saúde. Método: o trabalho resulta de pesquisa qualitativa realizada com 10 profissionais de uma unidade básica de saúde, cujos dados foram coletados através de entrevistas presenciais, respeitadas as medidas de distanciamento social e demais recomendações das autoridades sanitárias durante o período pandêmico da COVID-19. A análise dos dados foi feita manualmente e seguiu as orientações de Malheiros (2011). O produto foi elaborado a partir de um protótipo do aplicativo, realizado através da plataforma on-line Marvel. Os protótipos são a materialização de ideias contendo um design mínimo para servir de base para um aplicativo definitivo. Resultados: os dados possibilitaram a criação de duas categorias: Acolhimento e Classificação de Risco. A categoria Acolhimento originou quatro subcategorias: No processo de trabalho; no Fluxo na unidade; Educação em Saúde como ferramenta de acolhimento; e Dificuldades em sua realização. A Classificação de Risco, segunda categoria encontrada, é realizada por vários profissionais, sem local ou protocolo definidos. Os conceitos de Classificação de Risco não são conhecidos por todos os entrevistados. Conclusão: a pesquisa demonstrou a inexistência de definição e protocolo sobre o acolhimento e classificação de risco implementado na unidade pesquisada. A classificação de risco não é bem compreendida por todos entrevistados. Entendemos que o produto será uma ferramenta tecnológica móvel que poderá auxiliar na melhoria do acesso dos usuários às unidades de saúde na Atenção Primária.

     


  • Mostrar Abstract
  • Introduction: Primary Care constitutes itself as an entrance to the Unified Health System (SUS). The first contact between users, community, and health professionals should happen in this context. The embracement is a guideline of the technical assistance model that aims to assure universal access. The evaluation or potential risk classification or even the grievance to user's health should be protocol-based and directed to the attendance order considering the need of every single user. To embrace and rank the risk of spontaneous demand in health basic unity can offer support to the integral care through the increase of bounds between users and the health care team. Spontaneous demand is the way a user searches the health basic unity without an appointment. This work runs on research in a primary care unity, analyzing the embracement and risk classification from the view of its professional team. Results are presented as paper and a product, to attend to the necessities identified. Objective: find out the embracement process and risk classification related to a family health care unity spontaneous demand. To elaborate an app prototype to increase strength into the embracement in that unity. Method: the work results from qualitative research were realized with 10 basic health unity professionals, the data was collected with presential interviews, respecting the social distance and other orientations from the sanitary authorities during the Covid-19 pandemics. The analysis was processed through the online platform, Marvel. The prototypes materialize the ideas containing a minimal design to serve a basis for a definitive app. Results: the data enabled the creation of two categories: embracement and risk classification. The embracement category originates four subcategories: underwork process; on unities flow attendance, health education as embracement tool; and difficulties in its realization. The risk classification category is realized by many professionals, without predefined places or protocols. The concepts of risk classification aren’t known by the interviewees. Conclusion: the research showed the inexistence of definitions and protocols on the embracement and risk classification implanted in the researched unity. The risk classification isn’t well known by those interviewed. We understand that the product will be a mobile technologic tool that may help in the improvement of user's access to the health unities at Primary Care.

7
  • HUDSON RENAN COSTA SILVA
  • ESCUTA QUALIFICADA COMO INSTRUMENTO DO ACOLHIMENTO NO PROCESSO DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NA ESF

  • Orientador : JOSINEIDE FRANCISCO SAMPAIO
  • MEMBROS DA BANCA :
  • AMANDA CAVALCANTE DE MACEDO
  • JOSINEIDE FRANCISCO SAMPAIO
  • ROSANA QUINTELLA BRANDAO VILELA
  • Data: 21/10/2021

  • Mostrar Resumo
  • O acolhimento é um dos princípios fundamentais da Política Nacional de Atenção Básica, sendo essencial para a qualificação dos serviços de saúde, notadamente na Atenção Primária à Saúde, e tem a Escuta Qualificada como um dos instrumentos para organização dos serviços de atenção básica. Apesar de existirem políticas públicas específicas que recomendam e estimulam a prática do acolhimento nos ambientes de saúde, ainda se observam dificuldades ou insuficiência na sua execução. O presente estudo teve como objetivo geral analisar em conjunto com os profissionais de saúde de uma Unidade Básica de Saúde, que possui equipes de Estratégia de Saúde da Família de um município do Estado de Alagoas, a estratégia de implantação da escuta qualificada, identificando os elementos potencializadores da implantação e as barreiras no seu uso no processo de trabalho. Participaram dessa pesquisa 21 profissionais de saúde pertencentes às 3 Equipes de Saúde da Família que compõem esta Unidade Básica de Saúde. Trata-se, portanto de um estudo qualitativo, executado através de uma pesquisa-ação e utilizou para produção de informações a técnica de oficinas. O estudo observou que grande parte dos profissionais de saúde dessa Unidade Básica de Saúde desconhecem o processo de Escuta Qualificada, confundindo-o muitas vezes com o conceito de acolhimento geral, realizado durante a recepção do usuário ao chegar na Unidade Básica de Saúde. Além disso, foi observado que a resolutividade e a satisfação tanto dos usuários quanto dos profissionais de saúde foram uns dos benefícios que a Escuta Qualificada poderia proporcionar. A inexistência de qualificações profissionais e a motivação do profissional foram identificados como fatores dificultadores para a sua efetivação.  Concluiu-se que a participação democrática de toda a equipe na discussão de temas de interesse comum, tende a melhorar a compreensão coletiva do assunto abordado, estimulando a sua problematização, melhorando a interação entre os profissionais, facilitando, assim, a implementação da mudança desejada.


  • Mostrar Abstract
  • User Embracement is one of the fundamental principles of the National Primary Care Policy, being essential for the qualification of health services, notably in Primary Health Care, and Qualified Listening is one of the instruments for organizing primary care services. Although there are specific public policies that recommend and encourage the practice of User Embracement in health environments, there are still difficulties or insufficiency in their implementation. The present study aimed to analyze, together with health professionals from a Basic Health Unit, which has Family Health Strategy teams in a municipality in the State of Alagoas, the strategy of implementing Qualified Listening, identifying the elements implementation enhancers and barriers to its use in the work process. Twenty-one health professionals from the 3 Family Health Teams that make up this Basic Health Unit participated in this research. It is, therefore, a qualitative study, carried out through an Action Research and used the workshop technique to produce information. The study observed that most health professionals at this Basic Health Unit are unaware of the Qualified Listening process, often confusing it with the concept of general welcoming, carried out during the reception of the user upon arrival at the Basic Health Unit, it was observed that the problem-solving capacity and satisfaction of both users and health professionals were one of the benefits that Qualified Listening could provide. The lack of professional qualifications and the professional's motivation were identified as hindering factors for its realization. It was concluded that the democratic participation of the entire team in the discussion of topics of common interest tends to improve the collective understanding of the subject discussed, stimulating its problematization, improving the interaction between professionals, thus facilitating the implementation of the desired change.

SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 04/07/2022 02:18