PPGPP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99963-8987

Banca de QUALIFICAÇÃO: JESSICA MARIANA SILVA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JESSICA MARIANA SILVA COSTA
DATA : 13/03/2024
HORA: 08:30
LOCAL: CECA/UFAL
TÍTULO:

Manejo Ecológico de Eueides isabella dianasa (Hübner, 1806) (Lepidoptera: Nymphalidae) em Maracujazeiro


PALAVRAS-CHAVES:

Passiflora spp., Heliconiinae, Inseticidas botânicos, Inseticidas biológicos, Iscas atrativas.


PÁGINAS: 32
RESUMO:

O maracujazeiro, Passiflora L. spp. (Passifloraceae), é extensamente cultivado em regiões tropicais, incluindo o Brasil, que é um dos maiores produtores e consumidores globais. Sua relevância econômica e social é evidente, contribuindo de forma significativa para a geração de emprego e renda. Contudo, o surto populacional de insetos, como lagartas desfolhadoras, de espécies pertencentes a subfamília de borboletas Heliconiinae, incluindo Eueides isabella dianasa (Hübner) (Lepidoptera, Nymphalidae) apresenta desafios fitossanitários expressivos, causando perdas consideráveis na produção. Dessa forma, a elaboração de um programa de Manejo Ecológico de Pragas (MEP) é desejável para a cultura do maracujazeiro, majoritariamente conduzida a nível de agricultura familiar e médio porte, utilizando técnicas diversificadas, a exemplo de armadilhas com iscas alimentares atrativas, além da possibilidade da aplicação de inseticidas botânicos e biológicos. Na literatura, para a espécie E. isabella dianasa, há uma notável ausência de estudos nesse contexto. Assim, o presente projeto tem como objetivo investigar e adaptar técnicas de controle para E. isabella dianasa em maracujazeiro, contribuindo para a geração de conhecimento base na elaboração de um programa eficiente de Manejo Ecológico de Pragas (MEP). Para tanto, serão avaliadas a eficácia de diferentes tipos de armadilhas: (i) Van Someren-Rydon (VSR) e (ii) Armadilha do tipo saco, com diferentes iscas alimentares: (i) mel de abelha + água e (ii) melaço de cana de açúcar+ água, na atração e captura de borboletas de E. isabella dianasa em plantios de maracujazeiro. Além disso, o estudo analisará os efeitos letais e subletais de inseticidas botânicos a base de neem Azadirachta indica A. Juss. (Meliaceae) e inseticidas biológicos a base de Beauveria bassiana, Metrrhizium anisopliae e Bacillus thuringiensis var. kurstaki sobre lagartas de E. isabella dianasa, acessando dados de mortalidade, biologia e desenvolvimento, através da construção de tabelas de vida de fertilidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1389433 - MARIANA OLIVEIRA BREDA
Interno(a) - 3228367 - ALICE MARIA NASCIMENTO DE ARAUJO
Externo(a) à Instituição - JAKELINE MARIA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 21/03/2024 12:08
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 22/05/2024 02:19