PPGPP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99963-8987

Banca de QUALIFICAÇÃO: SILVIO SERAFIM DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SILVIO SERAFIM DE OLIVEIRA
DATA : 26/03/2024
HORA: 09:00
LOCAL: CECA
TÍTULO:

PROSPECÇÃO DA FAUNA DE ÁCAROS EM VIDEIRA E TÁTICAS DE CONTROLE


PALAVRAS-CHAVES:

Acarofauna; controle biológico; cultivo de Uva; sustentabilidade fitossanitária


PÁGINAS: 24
RESUMO:

O projeto de pesquisa em questão tem como objetivo principal realizar uma análise abrangente da fauna de ácaros presentes em cultivos de uva e das táticas de controle adotadas na região semiárida do Nordeste. As frutas desempenham um papel crucial na alimentação humana, sendo a uva uma fruta amplamente cultivada e consumida globalmente, conhecida por suas diferentes cores e propriedades nutricionais. A videira (Vitis vinifera) é uma planta cultivada mundialmente, suas frutas são utilizadas para a produção de vinhos, sucos e outros produtos alimentícios. No entanto, o cultivo de videiras enfrenta diversos desafios fitossanitários, incluindo ataques de ácaros fitófagos que se alimentam das folhas e frutos da planta. Esses ácaros podem causar danos significativos à produção e qualidade das uvas. O uso excessivo de pesticidas para o controle dessas pragas pode acarretar problemas ambientais e de saúde humana. Na região nordestina do Brasil, a produção de uvas tem se destacado nos últimos anos, com a média anual de produção alcançando números impressionantes. O estado de Pernambuco se destaca nesse cenário, contribuindo significativamente para a produção total da região. No entanto, esse aumento na produção tem trazido desafios fitossanitários, incluindo o ataque de pragas como ácaros fitófagos. O projeto busca uma abordagem mais sustentável para o controle de ácaros fitófagos na cultura da uva, que pode ser por meio do uso de agentes de controle biológico, como ácaros predadores. Essa estratégia visa a reduzir a utilização de pesticidas de amplo espectro, que podem ter impactos negativos no meio ambiente e na saúde pública. A pesquisa visa identificar as espécies de ácaros prejudiciais e predadores, avaliar a resistência aos pesticidas, explorar táticas de controle alternativas e desenvolver um catálogo completo das espécies presentes. A pesquisa será realizada em uma propriedade produtora de Uva na região do Vale do São Francisco, serão realizadas coletas de dados mensais em três áreas distintas (uma área usando controle químico tradicional, outra área com controle químico e uso de ácaro predadores e outra área usando apenas o controle biológico). A importância desse estudo reside na necessidade de encontrar soluções mais sustentáveis e eficazes para o controle de pragas em cultivos de uva na região semiárida. Com o aumento da produção, a utilização excessiva de pesticidas pode trazer consequências graves. A adoção de práticas de controle biológico pode ajudar a manter as populações de ácaros fitófagos sob controle de maneira mais equilibrada e menos prejudicial ao meio ambiente. O projeto visa promover uma produção de uvas mais sustentável, aumentando a segurança alimentar na região e preservando o meio ambiente. A análise da acarofauna e a busca por estratégias de controle mais eficazes podem contribuir para o fortalecimento da produção de uvas no Nordeste do Brasil, atendendo às demandas econômicas, sociais e ambientais da região semiárida.


MEMBROS DA BANCA:
Interno(a) - ***.985.859-** - ELIO CESAR GUZZO - EMBRAPA
Externo(a) à Instituição - MARCIA DANIELA DOS SANTOS - UNEMAT
Notícia cadastrada em: 21/03/2024 12:08
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 22/05/2024 01:58