PPGPP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99963-8987

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDSON FERREIRA DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EDSON FERREIRA DE LIMA
DATA : 21/05/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO:

Aspectos bioecológicos de Zagreus bimaculosus (Mulsant) (Coleoptera: Coccinellidae) predador de cochonilhas de escamas e farinhentas.


PALAVRAS-CHAVES:

Palma forrageira, cochonilha de escamas, controle biológico, joaninha


PÁGINAS: 23
RESUMO:

As cochonilhas Diaspis echinocacti (Bouché) (Hemiptera: Diaspididae) e Planococcus citri (Risso, 1813) (Hemiptera: Pseudococcidae), possuem grande destaque no cenário nacional a primeira conhecida como cochonilha de escamas e a segunda como farinhenta. Ambos os grupos de cochonilhas são pragas importantes de diversas plantas que são cultivadas na região Nordeste. Além, das injúrias provocadas, devido à alimentação nas plantas hospedeiras, como a diminuição do vigor, o amarelecimento da folhagem, a deformação e desfolhamento da planta hospedeira, P. citri é importante por serem transmissora de vírus às plantas. As joaninhas são amplamente empregadas no controle biológico de diversas pragas como afídeos, moscas-branca e mosca-negra, cochonilhas e psilídeos, ovos de lepidópteros e ácaros. Dentre as espécies que ocorrem no Nordeste está Zagreus bimaculosus (Mulsant) (Coleoptera: Coccinellidae), predador nativo de D. echinocacti e, também encontrado frequentemente em áreas infestadas com a cochonilha do carmim. Assim sendo, este trabalho teve como objetivos comparar os aspectos biológicos de Z. bimaculosus alimentado-se de D. echinocacti e P. citri em condições de laboratório em temperatura de 25 ± 1°C, 70 ± 10% UR e fotofase de 12 horas. Os resultados de biologia comparada mostraram que Z. bimaculosus quando alimentados com P. citri, obteve menor tempo médio entre a fase ovo – adulto, 50,01 dias e quando alimentados com D. echinocacti 53,49 dias. Nas demais variáveis como nº de ovos cada fêmea de Z. bimaculosus coloca em média 181,6 ovos e 105,1ovos quando alimentados com P. citri a fertilidade é de 70,63% para alimentados com D. echinocacti é de 48,7% quando o alimento era P. citri, com relação a longevidade dos adultos quando alimentados com D. echinocacti machos vivem 110,8dias e fêmeas 84,75dias. Já quando o alimento é P. citri, machos vivem 100,2 dias e fêmeas 65,1dias. Podemos então inferir que Z. bimaculosos completa seu ciclo alimentando-se de cochonilhas farinhentas como P. citri bem como cochonilhas de escamas como D. echinocacti.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2337920 - ROSEANE CRISTINA PREDES TRINDADE
Interno - 024.985.859-23 - ELIO CESAR GUZZO - USP
Externo à Instituição - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA
Notícia cadastrada em: 06/05/2021 10:22
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-2.srv2inst1 22/05/2024 02:36