PPGPP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99963-8987

Banca de DEFESA: GESSYCA THAYS DOS SANTOS SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : GESSYCA THAYS DOS SANTOS SILVA
DATA : 31/08/2021
HORA: 14:00
LOCAL: CECA/UFAL
TÍTULO:

DINÂMICA DA SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR NO FITNESS REPRODUTIVO DE Cryptolaemus montrouzieri Mulsant (Coleoptera: Coccinellidae)


PALAVRAS-CHAVES:

Controle biológico, joaninhas predadoras, cochonilhas


PÁGINAS: 58
RESUMO:

Os predadores são considerados a primeira linha de defesa das plantas contra insetos fitófagos. Nesse grupo destacam-se aqueles popularmente conhecidos como joaninhas (Coleoptera: Coccinellidae), cuja maioria é eficientes predadores. Por essa e por outras razões as joaninhas são amplamente empregadas no controle biológico de diversas pragas como afídeos (Aphididae), moscas-branca (Aleyrodidae), cochonilhas (Ortheziidae, Margarodidae, Diaspididae, Coccidae, Pseudococcidae) e psilídeos (Psyllidae), ovos de lepidópteros (Lepidoptera) e ácaros (Acari). Muitas espécies de joaninhas consomem o mesmo alimento nas fases de larva e adulta, mas nem sempre o alimento regularmente consumido pelos adultos é nutricionalmente adequado para assegurar a reprodução, maturação dos ovos ou o desenvolvimento das larvas. Assim, o desenvolvimento embrionário e pós-embrionário, bem como a longevidade, fecundidade e a fertilidade dos adultos depende da quantidade e da qualidade do alimento consumido por esses predadores. Fatores como a quantidade e a qualidade do alimento podem afetar o desenvolvimento, a longevidade e o potencial reprodutivo dos insetos. Uma das formas de suprir os requerimentos nutricionais e melhorar o desempenho desses predadores em criações desenvolvidas em laboratório pode ser a oferta simultânea da presa combinado com alimentos alternativos, isto porque, alimentos ricos em carboidratos e proteínas como o mel e pólen, respectivamente, podem favorecer à sobrevivência e desempenho reprodutivo de joaninhas predadoras. Desta forma, estudos sobre a criação, produção, liberação e uso de agentes de controle biológico são etapas estruturadoras fundamentais na geração de conhecimentos que produzam ciência e inovações tecnológicas que permitam a adoção e implantação de programas de manejo de pragas ecologicamente corretos e que assegurem níveis desejáveis de sustentabilidade e segurança alimentar em regimes de produção de agricultura familiar ou em sistemas agrícolas com produção em larga escala. O fato de os predadores Cryptolaemus montrouzieri serem citados ocorrendo naturalmente em áreas cultivadas com palma forrageira e com outras culturas com forte tradição no nordeste brasileiro contribuiu para que fosse também estudado o potencial desses predadores como agente de controle de cochonilhas e pulgões com vistas a produzir conhecimentos técnico-científicos passíveis de utilização em programas de manejo de pragas tanto para o estado de Alagoas quanto para a região Nordeste. Dessa forma o objetivo dessa dissertação é avaliar como a suplementação alimentar contribui para a melhora no desempenho reprodutivo de adultos de C. montrouzieri, coccinelídeos com potencial para serem utilizados como agentes de controle biológico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1389433 - MARIANA OLIVEIRA BREDA
Interno - 024.985.859-23 - ELIO CESAR GUZZO - USP
Interna - 2337920 - ROSEANE CRISTINA PREDES TRINDADE
Externa à Instituição - JAKELINE MARIA DOS SANTOS
Externo à Instituição - WENDEL JOSÉ TELES PONTES - UFPE
Notícia cadastrada em: 16/08/2021 19:13
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 22/05/2024 01:50