PPGPP PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS CAMPUS DE ENGENHARIA E CIÊNCIAS AGRÁRIAS Telefone/Ramal: 99963-8987

Banca de QUALIFICAÇÃO: TIAGO SILVA LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : TIAGO SILVA LIMA
DATA : 26/08/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Campus de Engenharia e Ciências Agrárias - Prédio da Pós-Graduação Sala 04
TÍTULO:

IDENTIFICAÇÃO DE Colletotrichum spp. ASSOCIADAS À ANTRACNOSE EM HELICÔNIAS E AVALIAÇÃO DA SENSIBILIDADE A FUNGICIDAS


PALAVRAS-CHAVES:

controle químico, filogenia multi-locus, Heliconiaceae.

 


PÁGINAS: 63
RESUMO:

As doenças configuram um importante entrave enfrentado por produtores de helicônias, causando perdas significativas. A doença antracnose, por exemplo, é causada por fungos do gênero Colletotrichum, responsável por provocar prejuízos em função do difícil controle, pois os sintomas deixam as hastes florais impróprias para a comercialização. Considerado como importante patógeno de plantas, o gênero Colletotrichum, possui ampla diversidade de espécies, sendo responsáveis por causar uma variedade de doenças em diversas culturas econômicas e plantas ornamentais, dificultando a eficiência no controle desta doença. A compreensão e o conhecimento de quais espécies de Colletotrichum estão ocorrendo em helicônias, como também, o comportamento infeccioso dessas espécies em hospedeiros distintos e o efeito dos diferentes fungicidas sobre elas é importante para o desenvolvimento de estratégias de controle mais eficientes. Contudo, estudos de identificação deste gênero em helicônias ainda são escassos. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi a identificação de espécies do gênero Colletotrichum associadas à helicônias mediante o emprego de ferramentas moleculares e características morfoculturais, bem como a avaliação do efeito de diferentes fungicidas sobre o crescimento micelial e a germinação de conídios. Isolados fúngicos foram obtidos de plantas de helicônias com sintomas de antracnose, nos estados de Alagoas, Ceará e Pernambuco. Estes isolados serão caracterizados através de análise filogenética multi-locus e caracteres mofoculturais das espécies. Testes in vitro com os fungicidas (Azoxistrobina + difenoconazol), (Clorotalonil), (Fluxapiroxade + Piraclostrobina) e (Difenoconazole) serão realizados para avaliar à inibição do crescimento micelial pelo método de incorporação de fungicidas ao meio de cultura BDA e à inibição da germinação de conídios utilizando lâminas escavadas contendo água com fungicida. Até o momento foram obtidos trinta e dois isolados a partir de flores, folhas, pecíolos e brácteas exibindo sintomas típicos de antracnose. A análise inicial das sequências parciais do gene GAPDH foi realizada com dezessete isolados de Colletotrichum, foram comparadas as sequências com os acessos do banco de dados do GenBank usando o algoritmo BLASTn, juntamente com a construção das árvores de Inferência Bayesiana, foi possível agrupar os isolados em quatro complexos, sendo dois isolados no complexo C. boninense, doze no complexo C. gloeosporioides, dois no complexo C. magnum e um no complexo C. gigasporum. Todos os isolados de foram capazes de desenvolver sintomas na inoculação com ferimentos, induzindo lesões necróticas deprimidas, encharcadas, marrom-claro e com tamanhos variáveis em folhas. Com o estudo espera-se conhecer a diversidade de espécies de Colletotrichum associadas à cultura da helicônia, obtendo informações pertinentes sobre o patossistema para o desenvolvimento de estratégias adequadas para o controle da doença.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1546023 - IRAILDES PEREIRA ASSUNCAO
Interna - 1119045 - EDNA PEIXOTO DA ROCHA AMORIM
Externa à Instituição - JULIANA PAIVA CARNAUBA - IFAL
Notícia cadastrada em: 24/08/2022 16:06
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 22/05/2024 02:21