Banca de DEFESA: ANDRIANO NAZARE CORDEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRIANO NAZARE CORDEIRO
DATA : 09/04/2021
HORA: 16:00
LOCAL: meet.google.com/ovd-ygez-wwr
TÍTULO:

CADEIAS GLOBAIS DE VALOR E CRESCIMENTO ECONÔMICO: DADOS EM PAINEL DE 1996 A 2015


PALAVRAS-CHAVES:

Fragmentação da produção; Crescimento econômico; Comércio internacional; Cadeias Globais de Valor; matriz de insumo-produto global.


PÁGINAS: 34
RESUMO:

Uma nova forma de produzir e de comercializar internacionalmente começa a ocorrer desde o final do século XX com a intensificação da globalização, caracterizada pelas Cadeias Globais de Valor (CGVs), que por sua vez acirrou a competição internacional entre os países, tornando as relações gradualmente mais complexas. O objetivo desta dissertação é avaliar o impacto da participação nas CGVs sobre o crescimento econômico, considerando uma amostra de 63 países, incluindo economias desenvolvidas e em desenvolvimento para o período de 1996 a 2015.  Para atender ao objetivo geral utiliza-se a metodologia econométrica de dados em painel nas suas formas estáticas, pooled OLS, efeitos fixos e aleatórios e pela forma dinâmica com estimação Difference GMM e System GMM. A principal contribuição desse trabalho à literatura é estimar um modelo de dados em painel estático e dinâmico para esse período, utilizando duas matrizes globais de insumo-produto – a Trade in Value Added (2016 e 2018), disponibilizadas pela OMC/OCDE. Primeiramente, em relação a análise descritiva dos indicadores, constatou-se que em média as economias estão cada vez mais se integrando em CGVs, com taxas de crescimento positivas do índice gvcpart praticamente ao longo de todo o período. Segundamente, os resultados econométricos apontam que a participação nas CGVs só é relevante para o crescimento dos países quando eles participam efetivamente da geração de valor adicionado. Portanto, não basta só participar das CGVs, é cada vez mais importante participar como exportador de intermediários e não só como um mero montador a partir de importação de conteúdo estrangeiro. E por último, confirma-se a hipótese secundária do trabalho em relação a importância do posicionamento para frente em CGVs associadas ao conteúdo tecnológico dos setores, pois, países especializados em atividades a montante em setores de alta tecnologia tendem a obter mais benefícios em termo de crescimento econômico do que países localizados a montante em setores primários e de baixa tecnologia.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1870794 - ANDERSON MOREIRA ARISTIDES DOS SANTOS
Presidente - 1914572 - CAMILA DO CARMO HERMIDA
Externo à Instituição - CLÉSIO LOURENÇO XAVIER - UFU
Notícia cadastrada em: 06/04/2021 17:18
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2022 - UFAL - sig-app-1.srv1inst1 10/08/2022 00:11