PPGG PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOGRAFIA, DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE Telefone/Ramal: 99992-2210/1441

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOAO PAULO DA HORA NASCIMENTO



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JOAO PAULO DA HORA NASCIMENTO
DATA: 02/09/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

APLICAÇÃO DE ÍNDICES MORFOMÉTRICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE CONTROLES ESTRUTURAIS ATUANTES EM BACIAS SEMIÁRIDAS PE/AL


RESUMO:

A diversidade de formas topográficas resulta de sutis relações espaciais. A variedade é garantida pela distribuição de massas rochosas de diferentes resistências, composição e posição na crosta terrestre associada aos mais diversos tipos de climas existentes, variando espacial e temporalmente. Entender estas variedades morfológicas a partir de suas diversas interações tem sido o ponto central das discussões geomorfológicas desde suas primeiras aplicações.  A presente proposta é conduzida no sentido de contribuir para estas análises, de cunho estrutural, tendo como premissa norteadora o conjunto de conhecimentos e metodologias produzido e sistematizado pela ciência geomorfológica nos últimos anos na área em apreço, o Nordeste Oriental do Brasil. Este trabalho tem como objetivo a análise morfométrica em bases geomorfológicas de quatro bacias hidrográficas localizadas entre os semiáridos alagoano e pernambucano (Bacias dos Rios Traipu, Ipanema, Capiá e Moxotó). Para tanto, uma série de parâmetros e índices de natureza quantitativa serão aplicados ora às bacias, ora aos rios principais. Entre estes, foram aplicados índices voltados ao entendimento dos perfis longitudinais. Os Índices SL e K, relação de bifurcação, índice de gradiente, relação do equivalente vetorial, serão elaboradas curvas hipsométricas. Serão extraídos lineamentos de relevo e de drenagem para cada bacia estudada. A Aplicação dos índices de gradiente permitiu a identificação de diversos setores de ruptura nos perfis longitudinais dos principais rios das quatro bacias. Estes setores de quebra podem ter gêneses diversas, contudo, a relativa regularidade na distribuição dos setores no baixo cursos dos canais principais, pode indicar a atuação de uma gênese comum.


PALAVRAS-CHAVE:

Aplicação de parâmetros morfométricos; Equilíbrio dinâmico; Geomorfologia estrutural.

 


PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia

MEMBROS DA BANCA:
Externo(a) à Instituição - ANTONIO CARLOS DE BARROS CORRÊA - UFPE
Presidente - 1891214 - KLEYTHON DE ARAUJO MONTEIRO
Interno(a) - 1574934 - NIVANEIDE ALVES DE MELO FALCAO
Notícia cadastrada em: 12/08/2020 12:19
SIGAA | NTI - Núcleo de Tecnologia da Informação - (82) 3214-1015 | Copyright © 2006-2024 - UFAL - sig-app-3.srv3inst1 18/06/2024 05:28